Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Sexta-feira, 03 DE Agosto 2012

MAIS um atleta moçambicano foi afastado dos Jogos Olímpicos, Londres-2012. Trata-se de Chakil Camal nadador na especialidade dos 50 metros livres que quedou em sexto lugar na prova de ontem nas cristalinas águas de “Aquatic Centre”, na capital britânica. Hoje entra em cena Jéssica Vieira que também vai competir nos 50 metros livres.

 

Na quarta série, Chakil Camal nadou na pista sete e teve um tempo de 24 segundos e 43 centésimos, ligeiramente abaixo do seu recorde pessoal fixado em 24.40 centésimos.

 

Saliente-se que esta foi a segundo olimpíada para Chakil, depois de ter participado em Pequim, onde também foi afastado logo na primeira corrida.Chakil foi o terceiro atleta moçambicano a ser afastado dos Jogos Olímpicos, depois de Neuso Sigauque, no judo, e Juliano Máquina, no boxe.

Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 11:58
 O que é? |  O que é? | favorito

DEPOIS de perder com o Desportivo, as contas no que concerne à conquista da Taça Maputo, em basquetebol sénior masculino, complicaram-se para o Maxaquene que vê-se proibido de voltar a escorregar frente ao Ferroviário no desafio de cartaz da sexta jornada.

 

O encontro realiza-se esta noite, a partir das 18:30 horas, no Pavilhão do Desportivo, um recinto que deve registar uma boa assistência ou não estivessem frente-a-frente duas das melhores formações não apenas a nível da cidade de Maputo como nacional.Um novo desaire para equipa “tricolor” pode significar o adeus ao troféu, pois ficará a quatro pontos do Ferroviário, uma desvantagem que muito dificilmente recuperará.

 

Caso os “tricolores” percam, quem também pode aumentar a vantagem é o Desportivo, que defronta, hoje, a partir das 20:00 horas, no seu pavilhão, a UP, e deve vencer com maior ou menor dificuldade.

 

 

De salientar que o Ferroviário e o Desportivo são as únicas equipas que somam por vitórias os cinco jogos realizados e partilham a primeira posição com dez pontos, enquanto o Maxaquene está em terceiro com sete.

 

 

Com o mesmo número de pontos dos “tricolores” está o Costa do Sol que defronta, no campo do Ferroviário, a partir das 20:00 horas, o Aeroporto. Os “canarinhos” procurarão, certamente, redimir-se do desaire sofrido frente a Matolinhas na ronda anterior.Ao contrário do conjunto “canarinho”, o Matolinhas parte motivado para o duelo com A Politécnica. Este embate realiza-se amanhã às 18:30 horas no Pavilhão do Desportivo e será último da ronda.

 

Em seniores femininos, destaque da terceira jornada vai para o confronto entre o Ferroviário e A Politécnica A a ter lugar hoje a partir das 18:30 horas no campo das “locomotivas.

 

 

O Ferroviário tem vindo a revelar-se como a segunda equipa mais forte nesta prova, estatuto que, outrora, pertencia A Politécnica. A expectativa em torno desta partida é grande na medida em que os adeptos da bola-ao-cesto, em particular, estão ávidos em ver até que ponto as “locomotivas” poderão manter essa performance no despique de hoje.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:18
 O que é? |  O que é? | favorito
DESPORTIVO-MAXAQUENE vs Semedo-Salvado é um duplo “derby” agendado para amanhã inserido na décima quinta jornada do Moçambola-2012 ou, se quisermos, a segunda da segunda volta, a ter lugar amanhã à tarde (15:00 horas) no relvado dos “tricolores”.
 

Trata-se de um jogo em que estarão dois emblemas do futebol nacional (Desportivo e Maxaquene) e dois dos melhores treinadores da actualidade (Artur Semedo e Arnaldo Salvado). Os “alvi-negros” partem para este confronto em desvantagem pontual, mas dada a rivalidade existente entre as duas colectividades, esse factor pode não pesar muito. Aliás, os dois técnicos estão cientes disso.

 

 

Artur Semedo estreia-se neste embate com a camisola do Desportivo, depois de ter saído da Liga Muçulmana alegadamente por maus resultados, clube que lhe conferiu um estatuto de bicampeão nacional, enquanto Salvado está firme no Maxaquene à busca do título que lhe fugiu por uma unha na temporada passada. O jogo realiza-se no campo do 1º de Maio e não no relvado do Maxaquene como inicialmente estava previsto.

 

 

Para esta ronda, teremos ainda jogos interessantes. A Liga Muçulmana, que está abaixo da linha de água, recebe o motivado Ferroviário de Nampula, que vem realizando uma extraordinária recuperação depois de ter iniciado a competição sem grandes sucessos.

 

 

O líder Ferroviário terá a visita do Incomáti, num jogo em que todo o favoritismo recai sobre si, apesar do representante da província de Maputo vir de duas vitórias motivantes, a primeira, no Moçambola, por 4-0 sobre o Ferroviário da Beira, e, a segunda, para a Taça de Moçambique/mcel, por 1-0 frente ao Maxaquene. Pelo que os “locomotivas” devem cuidar-se! Até porque no último domingo foram afastados da segunda maior prova futebolística do país pelo Costa do Sol.

 

 

O Ferroviário da Beira, por seu turno, recebe o Chingale. As duas equipas tiveram sortes diferentes na ronda anterior. Os “locomotivas” foram goleados em Xinavane e os “canarinhos” de Tete empataram sem abertura de contagem na recepção ao Clube de Chibuto. Mesmo assim, o Ferroviário da Beira leva vantagem na classificação (20 pontos contra 14) e o factor casa também pode ser determinante.

 

 

O Costa do Sol, que luta pelos lugares cimeiros, vai ao terreno difícil de Chibuto. Os gazenses são terceiro classificados com 23 pontos e os “canarinhos” são sextos com 21. Caso o Costa do Sol ganhe ultrapassa o seu opositor, mas vai ser muito difícil, porque o Chibuto joga com tudo no seu reduto e o público tem sido o verdadeiro décimo segundo jogador.

 

 

Na ronda anterior, o Costa do Sol bateu a HCB e o Chibuto empatou fora com o Chingale. No fim-de-semana, já para a Taça de Moçambique, enquanto os “canarinhos” eliminam o Ferroviário, detentor do título, em pleno Estádio da Machava, o Chibuto afastava, em Inhambane, a Associação Desportiva da Maxixe. Pelo que este confronto vai ser mesmo a doer.

 

 

A HCB joga em casa diante do Têxtil do Púnguè. Um encontro em que as duas equipas encaixam-se muito bem e que a diferença pontual entre si é de apenas dois pontos, a maior para os homens do Songo. A vitória sobre o Desportivo na última ronda pode ser catalisadora para os “fabris” da Manga encararem este confronto de cabeça erguida, mesmo sabendo que vai encontrar pela frente uma equipa bem apoiada pelo seu público.

Finalmente, o Ferroviário de Pemba recebe, em casa emprestada, em Nampula, o Vilankulo, num embate em que os “representantes” de Cabo Delgado procuram a todo o custo saírem da última posição, onde parecem irremediavelmente condenados a ficar até ao fim.

 

Frente ao Vilankulo pode ser o prenúncio de uma nova era, talvez de boa colheita, apesar dos homens da “terra de boa gente” estarem embalados à procura de estabilidade na zona intermediária da classificação.
Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 10:41
 O que é? |  O que é? | favorito

INSTADO a falar sobre o clássico de amanhã, o treinador do Desportivo de Maputo, Artur Semedo, foi peremptório: “Espero um jogo extremamente competitivo e emotivo e que possa corresponder às expectativas dos adeptos, em geral, e do Desportivo de Maputo, em particular”.

 

 

De acordo com Semedo este é um jogo complicado, mas a palavra de ordem é vencer para melhorar a classificação, para além de devolver algum alento aos “alvi-negros”.

 

 “Estamos cientes das dificuldades que iremos encontrar, pois o Maxaquene não é um adversário qualquer, está bem colocado na tabela classificativa, mas isso nada nos impede de pensarmos na vitória”, sintetizou, para depois acrescentar que a pontuação das duas equipas vale o que vale, portanto nunca deve ser uma razão para que os jogadores do Desportivo não pensem em vencer o jogo.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:38
 O que é? |  O que é? | favorito

ARNALDO Salvado, por sua vez, é de opinião que o Maxaquene-Desportivo é um jogo com muita história e que qualquer uma das duas equipas pode ganhar. Salvado reconhece que os vizinhos estão em momentos de forma diferentes, com o Desportivo abaixo e o seu clube em bom momento, mas isso não terá muita relevância no encontro de amanhã.

 

 

É um clássico e certamente que qualquer um terá que perder pontos. Tanto o Desportivo, assim como o Maxaquene tem valores a nível individual e colectivo e, consequentemente com as mesmas chances de vencer o jogo. A posição do Desportivo na tabela classificativa não tem nada a ver com aquele emblema e nem tão pouco nos coloca em vantagem”, destacou.

 

 

O Maxaquene está em segundo lugar na tabela classificativa com menos um ponto que o líder Ferroviário, pelo que em caso de derrota e vitória dos “locomotivas”, nada ainda estará perdido até porque Salvado afirma que ainda há muito campeonato por disputar.“Já estivemos muito longe do primeiro lugar, a uma diferença de oito ou nove pontos, mas recuperámos, da mesma forma que podemos ir mais longe e regredirmos, tudo pode acontecer”, sintetizou.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:35
 O que é? |  O que é? | favorito
Agosto 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
18
19
20
24
25
26
28
31
subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO