Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Segunda-feira, 05 DE Dezembro 2011
Chiquinho Conde

O VILANKULO FC assegurou a permanência no comando técnico da sua equipa principal de futebol do jovem treinador Chiquinho Conde, por um período de dez anos, sendo últimos cinco de opção. O entendimento foi alcançado no último sábado depois um longo período de negociação.

 

Dados em nosso poder indicam que o emblema da chamada capital turística colocou a Chiquinho, como prémio de assinatura, uma vivenda com dois pisos na zona nobre daquela vila em franco desenvolvimento, além de outros benefícios.

 

O patrono do VFC, Yassin Amuge, explicou que o que motivou a “prisão” do treinador em Vilankulo foi por ter demonstrado ser único treinador moçambicano que se enquadra na filosofia e projectos do clube nos próximos tempos.

 

 

Chiquinho é treinador capacitado. Ganhou tudo no Ferroviário do Maputo. Transporta fogo nos olhos. É frontal. Não teme desafios e enquadra-se na imagem e projectos do clube”, explicou Yassin Amuge a-propósito das principais razões da assinatura daquilo que se pode considerar um contrato inédito de um treinador de futebol na história do chamado desporto das multidões no país.

 

 

O dono do representante da província de Inhambane no Moçambola acrescentou que Chiquinho é acima de tudo um treinador humilde, uma característica que rima com a maneira de estar deste clube recém-criado em Inhambane, a primeira no país a ser privatizado.

 

 

Ele, Chiquinho, não tem obrigação de apresentar títulos nos próximos dois anos, todavia, foi responsabilizado para montar uma equipa competitiva que dignifique Vilankulo e a província de Inhambane. Não vão faltar condições. Chiquinho tem liberdade no clube para colocar todos atletas que lhe possam garantir um bom desempenho. É da sua responsabilidade preparar a equipa em todos capítulos técnicos para atacar o título em 2014, tal como é o nosso sonho”, sublinhou Yassin.

 

 

Entretanto, Chiquinho Conde disse, a-propósito, que a confiança, a ambição da direcção do clube, a recepção que teve na sua chegada ao clube pela população de Vilankulo e de toda província de Inhambane e, em especial da família Amuge, jogou muito para que aceitasse este “casamento”.

 

 

Sou jovem, quero impor-me nesta minha nova função no futebol moçambicano. Quero compensar o carinho que sinto nesta vila, a confiança que sinto da direcção deste clube em especial do próprio dono, os projectos do clube o ambiente de trabalho, a seriedade entre outros factores”, disse Chiquinho Conde.

 

 

Num outro desenvolvimento, o antigo treinador do Ferroviário e Desportivo, ambos de Maputo, e do Maxaquene, seu clube de coração, disse que estes clubes fazem parte da galeria dos maiores emblemas nacionais. Reconhece todo apoio que encontrou para trabalhar, mas em Vilankulo, segundo disse, encontrou algo que mexe com tudo quanto ambiciona atingir na sua carreira.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 13:30
 O que é? |  O que é? | favorito
Yassin

EM conferência de Imprensa, agendada para esta manhã na sede do clube onde Chiquinho, será oficialmente apresentado como treinador do clube nos próximos dez anos, o dono daquele clube de norte de Inhambane vai abordar os planos da preparação da equipa para a próxima temporada.

 

 

Para já, Yassin anunciou que Silvério e Simplex, ambos da Liga Muçulmana, vão alinhar nas próximas duas épocas na sua equipa. Belmiro, o lateral direito do HCB, vai deixar Songo para a vila turística de Vilankulo.

 

 

Não é momento para falar muito sobre novas contratações, porque muitos jogadores têm contratos até final de Dezembro, e podem ficar sem salários. Não quero prejudicar a ninguém, mas garanto que Silvério, Simplex e Belmiro já são nossos jogadores”, indicou Yassin, confirmando, no entanto, a saída no seu clube do valoroso lateral esquerdo, Belo, para os campeões nacionais.

 

 

 O patrono do VFC, para já, escusou-se a fazer comentários a época ora finda em que a equipa quedou-se na sétima posição no Moçambola e nos oitavos-de-final da Taça de Moçambique, depois de ter sido finalista na sua primeira aparição na alta roda do futebol.

 

 

Em devido momento faremos o balanço e falaremos das perspectivas não só para próxima época, como também para os próximos cinco anos. Este momento é sim de fechar a época e deixar tudo arrumado para a próxima temporada”, concluiu Yassin, adiantando no entanto que a sua equipa não terá problemas salariais porque os patrocinadores ainda têm confiança no clube.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 13:21
 O que é? |  O que é? | favorito
INAS com a taça conquistada sábado

O BANCO Comercial e de Investimentos (BCI) e o Instituto Nacional Segurança Social (INAS) foram os mais destacados da liga e taça “O Metical”, respectivamente, que decorreram em paralelo ao nível da cidade de Maputo, envolvendo as instituições bancárias, empresas públicas e privadas.

 

O epílogo deste intercâmbio, promovido pela Associação de Trabalhadores do Banco de Moçambique (ATBM) e que visa a recreação entre os funcionários das instituições mencionadas ao nível da cidade e província do Maputo, teve lugar sábado no relvado sintético do Costa do Sol, com a disputa da final da taça da liga entre o BCI e INAS, ganha pela segunda formação, e posterior entrega de prémios aos vencedores desta competição e do campeonato.

 

 

O INAS venceu a taça, por 5-3, na lotaria de grandes penalidades, depois do empate (2-2) ao fim do tempo regulamentar, reflexo de uma final bem renhida e que castiga de algum modo os desperdícios do BCI na etapa complementar. O INAS marcou três penaltes contra um do BCI, que deste modo perdeu a oportunidade de fazer a “dobradinha”, uma vez que já havia sido confirmado vencedor do campeonato, que terminou a 26 de Novembro último.

 

 

BANCO DE MOÇAMBIQUE À FRENTE COM DOIS TÍTULOS 

Apesar de o BCI ter sido a melhor equipa da presente temporada, na qualidade de campeã da liga e finalista da taça, o Banco do Moçambique (BM), vice-campeão, é a melhor das quatro edições já efectuadas, tendo ganho os primeiros dois campeonatos.

 

 

Com o presente título, o BCI partilha a segunda posição com o Moçambique Laser, vencedor da terceira edição. O BCI é, para além de detentor do melhor ataque, a equipa menos batida da Liga à frente do BM. A Administração Nacional de Estradas (ANE) é a terceira melhor equipa do campeonato.

 

De salientar que a Liga “O Metical” vinha sendo disputada desde Junho envolvendo 12 equipas, as mesmas que estiveram na Taça. 

CLASSIFICAÇÃO FINAL

 


             J           V             E            D              B             S             P

 


BCI              22        15        4          3          61        22        49

BM               22        11        8          3          51        30        41

ANE              22        12        2          8          47        36        38

MCEL            22        10        5          7          42        39        35

AT                22        11        2          9          37        32        35

CEDSIF          22        10        4          8          46        42        34

CFM             *21      9          5          7          36        35        32

B. PCRED        22        8          5          9          25        29        29

INAS               22        7          3          12        30        42        24

VODACOM       22        6          5          11        43        45        23

NB                *21      4          4          13        21        39        16

TOYOTA          22        3          2          17        22        63        11

 * Jogo em atraso que ficou sem efeito devido à indisponibilidade do campo do Ferroviário da Baixa, no sábado.
Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 13:07
 O que é? |  O que é? | favorito
Desportivo vs Costa do Sol

O DESPORTIVO conseguiu a muito custo reassumir a liderança do Campeonato de Basquetebol da Cidade do Maputo em seniores masculinos ao vencer o Costa do Sol, por 55-50, em partida de acerto da 16ª jornada, realizada na noite de sábado no pavilhão dos “alvi-negros”.

 

A actuar em casa, o Desportivo jogava pela liderança e tinha pela frente um Costa do Sol que precisava de ganhar até para manter intacto o quarto lugar. Por isso, advinha-se um jogo de basquetebol bem disputado entre dois conjuntos que viam a vitória como o único desfecho de interesse. Os “alvi-negros” não estiveram também como noutros jogos, muito por culpa dos “canarinhos” que surgiram em campo com uma atitude bem estruturada. Assim tiveram mesmo que puxar ao máximo pelo físico para reassumirem a liderança que haviam perdido para o Ferroviário há duas jornadas.

 

O Desportivo cumpriu no sábado um dos seus dois jogos em atraso, depois de na sexta-feira, ter ganho folgadamente a A Politécnica, por 86-39, para a 21ª jornada.

 

 

“TRICOLORES” VOLTAM A CAIR

Ainda para a mesma ronda, destaque para a derrota do Maxaquene diante da UP, por 71-58. Os “tricolores” voltaram a deixar reflectidas todas as suas fragilidades ao serem surpreendidos por mais um adversário teoricamente inferior. Sublinhe-se que a equipa “tricolor” já havia sido assombrado pelo Costa do Sol e Real Sociedade, opositores que lutam, também, por objectivos mais modestos.

 

Outro foco da ronda de sexta-feira vai para o triunfo do Ferroviário sobre o Costa do Sol, por 57-38. Os “locomotivas” exibiram superioridade num dos bons testes que tinham pela frente na competição.

 

 

Já no embate entre os últimos classificados, a Real Sociedade venceu o Aeroporto, por 67-53.
Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 12:55
 O que é? |  O que é? | favorito

COM alguma surpresa, o Ferroviário levou de vencida a A Politécnica A, por 65-61, no desafio mais importante da 12ª jornada, realizado no sábado no Pavilhão do Maxaquene.

 

Os “locomotivas”, que não vinham atravessando um bom momento de forma, deram uma verdadeira bofetada na crise ao baterem um adversário que, a par da Liga Muçulmana, é vista como a melhor formação da prova.

 

Quem continua a averbar derrotas atrás de derrotas é o Desportivo que desta vez foi humilhado pela A Politécnica B, por 77-21.

 

A Liga Muçulmana continua a passear a sua classe. A vítima, desta vez, foi o Maxaquene que escapou a uma “chapa” 100, ao perder por 99-42.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 12:50
 O que é? |  O que é? | favorito
Dezembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO