Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Sexta-feira, 18 DE Novembro 2011
Hoquistas moçambicanos homenageados

MCEL homenageou terça-feira, em Maputo, os atletas moçambicanos medalhados nos X Jogos Africanos, que tiveram lugar, entre os dias 3 e 18 de Setembro, no nosso país, bem como os integrantes da Selecção Nacional de Hóquei em Patins que participou no "Mundial" da Argentina, tendo-se classificado em quarto lugar.

 

Para além da pomposidade da própria cerimónia, e que contou com a participação musical de Mingas e a diversão da dupla Búfalo e Watsongo, a mcel ofereceu a cada um dos medalhados aparelhos de alta gama, de marca Blackberry e Nokia.

 

 

Na qualidade de principal patrocinador dos Jogos Africanos e da Federação Moçambicana de Patinagem, a mcel considera que os feitos conseguidos pelos nossos atletas, nos X Jogos Africanos realizados este ano no nosso país, e na última edição do Campeonato Mundial de Hóquei em Patins, demonstram que os patrocínios da operadora orgulhosamente moçambicana à área do desporto têm sido indubitavelmente um verdadeiro motor de desenvolvimento e melhoria da qualidade e alto rendimento do sector.

 

 

A mcel entende o desporto como uma das principais componentes da nossa cultura, constituindo-se num factor de unidade e identidade nacional”, referiu, na ocasião, Cláudio Chiche, administrador comercial da mcel.

 

 

Por seu turno, Inácio Bernardo, director nacional do Desporto, indicou que “estamos claros que a mcel é um dos maiores parceiros do desporto a nível geral, e em particular, neste Jogos Africanos foi um dos maiores sponsors e sentimos o trabalho que a operadora fez para o evento, que culmina hoje com este gesto de presentear os atletas moçambicanos medalhados”.

 

 

O desporto é um dos maiores vectores de inclusão social, que aglutina maior número de pessoas, e que nos traz para uma perspectiva de um mundo melhor”, finalizou o director nacional do Desporto.

 

Para além dos atletas, estiveram presentes na cerimónia o director executivo do COJA, Solomone Cossa, presidentes das diversas federações de modalidades que se fizeram presentes nos Jogos Africanos e do hóquei em patins, entre outros convidados.
Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 11:53
 O que é? |  O que é? | favorito
Desportivo

O DESPORTIVO redimiu-se da derrota com o Petro de Luanda, no jogo de estreia, vencendo, na segunda jornada, a equipa sul-africana do Soweto Wild Cats, por 88-73. Os “alvi-negros”, envolvidos no Grupo B, vêem assim rejuvenescidas as esperanças de continuarem a lutar para a qualificação para a fase final da Taça dos Campeões Africanos de Basquetebol Sénior Masculino.  

 

A jogar em casa do adversário, a equipa moçambicana foi demolidora nos dois primeiros períodos. Nos primeiros dez minutos, os comandados de Horácio Martins venciam, por 22-18. Mas foi no segundo período que decidiram o jogo a seu favor com 29 pontos marcados contra sete, uma diferença de 22 pontos que acabou sendo fundamental para o resto do encontro. Ao intervalo o Desportivo ganhava, por 51-25.

 

 

Na segunda parte, as “águias” entraram com objectivo de gerir a preciosa vantagem e abriram espaços para o atrevimento dos sul-africanos que foram superiores no terceiro e quarto períodos mas insuficiente para evitarem a derrota de 88-73.

O “alvi-negro”, David Canivete, foi o melhor marcador com 22 pontos.

 

 

Hoje, o Desportivo volta a entrar em acção para medir forças com o Pacers da Zâmbia.

No Grupo B o 1° de Agosto voltou a atingir a fasquia dos 100 pontos, desta vez a vítima foi o Matero Magic que perdeu, por 101-58. Na primeira jornada, os “militares” venceram o APN Gunslingers, por 105-51.

 

 

Os dois primeiros classificados dos grupos A e B transitam para as meias-finais. Os finalistas apuram-se automaticamente para a fase final. As equipas angolanas do 1° de Agosto, Petro de Luanda e Recreativo de Libolo são os potenciais candidatos a ocuparem as duas vagas em aberto.
Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 11:42
 O que é? |  O que é? | favorito


Eusebio

A polémica trazida a lume por Alan, acusando Javi Garcia de o ter insultado, ainda não teve desfecho.



Ontem, foi a vez de Eusébio responder ao jogador do Braga e o "Pantera Negra" não foi de meias medidas. "O Alan veio queixar-se que Javi o chamou preto.

Ele é preto e devia ficar ofendido se o chamassem de branco. Quantas e quantas vezes me chamaram de preto, mas nunca fiquei ofendido, porque sou realmento preto. Alan é estúpido, disparou, à margem da apresentação do novo livro de João Malheiro.

Eusébio colocou, inclusive, em causa a veracidade da história. "Ele até pode estar a inventar. Como vamos saber? Agora, também já apareceu um a confirmar a história...mas conheço bem Javi Garcia", rematou.

 

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:24
 O que é? |  O que é? | favorito
INCOMÁTI

O INCOMÁTI vai manter-se no Moçambola depois de ter ganho três pontos à Liga Muçulmana, por esta última equipa ter utilizado indevidamente um jogador.



A província do Maputo vai continuar a ter um representante no Moçambola. E esse chama-se Incomáti, depois que o Atlético Muçulmano foi despromovido.

Tudo tinha ficado por decidir na ronda do fim-de-semana, portanto a última, sobre quem continuaria no Moçambola do próximo ano entre o Incomáti e o Matchedje. Mas como os “açucareiros” tinham denunciado um caso de má utilização de um jogador por parte da Liga Muçulmana no jogo consigo realizado, viu o protesto a sair-lhe favorável.

O jogador Narciso Macamo, que no meio da época transferiu-se do Ferroviário de Nampula para a Liga Muçulmana já vinha com algumas cartolinas acumuladas no seu anterior clube. A Liga Muçulmana não teve o cuidado de verificar a situação do jogador no acto da sua transferência e utilizou-o no embate com o Incomáti, quando deveria cumprir um jogo de suspensão por ter atingido os cinco cartões amarelos, prescritos no regulamento da Liga Moçambicana de Futebol.

Os “açucareiros” denunciaram a infracção e a Liga Moçambicana de Futebol, através do seu Conselho de Disciplina acabou dando razão ao Incomáti.

Assim, o Incomáti ganhou três pontos à Liga Muçulmana e passou a ter 32 pontos, o que lhe confere a manutenção na prova máxima do futebol nacional.

EIS O ACÓRDÃO DA LMF

O Conselho de Disciplina da LMF, reunido em sessão ordinária no dia 16 de Novembro de 2011, apreciou a carta-denúncia apresentada pelo Grupo Desportivo Incomáti com a referência GDI/SEC/010/2011, de 09/11/2011 sobre a utilização irregular do jogador Narciso Macamo, com Cartão de Licença nº 850127001, da FMF, pela Liga Desportiva Muçulmana de Maputo no jogo contra o Grupo Desportivo de Incomáti, referente à 20ª jornada do Moçambola-2011, alegadamente por ter atingido o quinto (5º) cartão amarelo no jogo Liga Desportiva Muçulmana Vs Clube Desportos da Costa do Sol a contar para 19ª jornada.

Dos factos
Durante a presente época ao jogador Narciso Macamo, foram averbados os seguintes cartões amarelos:


Ao serviço do Clube Ferroviário de Nampula: 1ª jornada (contra Desportivo realizado no dia 06.03.11), 6ª Jornada (contra Chingale de Tete realizado no dia 17.04.11), 9ª jornada (contra Costa do Sol realizado no dia 08.05.11) e 11ª Jornada (contra Liga Muçulmana realizado no dia 22.05.11).
Ao serviço da Liga Desportiva Muçulmana: 19ª jornada (contra Costa do Sol, realizado no dia 30.07.11).

Nesta conformidade o número efectivo de cartões amarelos advertidos ao jogador Narciso Macamo até ao dia do jogo da Liga Desportiva Muçulmana Vs Costa de Sol, é de 5 cartões amarelos, não relevando a indicação constante do ponto 3.4 do Comunicado Oficial Nº055/LMF/DE/2011, o qual indica que o jogador foi admoestado pela primeira vez.

Do direito

Nos termos do disposto no nº 7 do Art.129 do RD da LMF “ Sempre que ao jogador, na mesma época e em casos diferentes sejam exibidos em acumulação cinco cartões amarelos, este fica automaticamente suspenso e será punido com um jogo de suspensão a ser cumprido nos termos do nº 7 do Art.30 e multa de 400.00Mt (quatrocentos meticais).

Face ao exposto no parágrafo anterior, a suspensão automática do jogador não o habilitava também de forma automática a alinhar no jogo Liga Muçulmana Vs GD Incomáti a contar para 20ª jornada.


Nestes termos, e de acordo com alínea a) do nº 1 do Art. 57 do RD da LMF;

O clube que, em jogo oficial, utilize jogadores mediante a sua inclusão na ficha técnica que não estejam em condições regulamentares de o representarem será punido nos termos seguintes:

Prova por pontos:

- Derrota e multa de 25 mil meticais a 35 mil meticais.

Pelo exposto o Conselho de Disciplina deliberou nos seguintes termos:

Único

Aplicar a pena de derrota e multa de 25 mil meticais, ao clube Liga Desportiva Muçulmana de Maputo, nos termos da alínea a) do nº 1 do Art. 57, conjugado com nº 7 de Art.129 e com alínea b) do art. 34 todos do RD da LMF.


Considerando que o atleta Narciso Macamo, não alinhou nas jornadas seguintes 21ª, 22ª, 23ª, 24ª, e 25ª a suspensão automática indicado no nº 7 do art.129, considera-se integralmente cumprida devendo no entanto pagar a respectiva multa de 400.00Mt (quatrocentos meticais) nos termos regulamentares.

 

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:13
 O que é? |  O que é? | favorito
Artur Semedo

A LIGA Muçulmana, já campeã nacional, foi penalizada duplamente pela Liga Moçambicana de Futebol por ter utilizado indevidamente um seu jogador que o foi buscar a meio da época no Ferroviário de Nampula.

A Liga Muçulmana para além de perder três pontos a favor do Incomáti vai ter que pagar uma multa de 25 mil meticais pela infracção.


Assim, a Liga Muçulmana, depois de perder os três pontos, passou a ter 55 pontos, enquanto o Incomáti já soma 32, os mesmos do Vilankulo, seu adversário de amanhã, e ultrapassou o Ferroviário da Beira que tem 31.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:06
 O que é? |  O que é? | favorito
liga

O SPORTING da Beira, colectividade que já foi despromovida do Moçambola, denuncia a má arbitragem na prova máxima do futebol moçambicano, principalmente no jogo que realizou contra a Liga Muçulmana.



Em carta dirigida ao Presidente da Liga Moçambicana de Futebol, com conhecimento da Federação Moçambicana de Futebol, assinada pelo respectivo presidente, o Sporting da Beira escreve:


A Direcção do Sporting Clube da Beira, reunida em sessão ordinária no dia 09/11/2011, analisou o relatório apresentado pelo nosso Chefe da Delegação ao jogo da 25ª jornada, disputado no dia 08/11/11, no Maputo, com a Liga Muçulmana, tendo decidido remeter à V. Excia o nosso protesto e repúdio contra a actuação da equipa da arbitragem, baseados nos seguintes factos:

O árbitro do encontro, Senhor Aníbal Armando, exibiu com toda a justeza aos 11.49 minutos o cartão vermelho directo ao nosso jogador César, mostrando clarividência e interpretação correcta das Leis de Jogo.



Porém, aos 22.08 minutos, em jogada próxima da grande área da Liga Muçulmana, o seu guarda-redes recolhe a bola com as mãos quando a mesma se encontrava ainda fora da sua área de serviço, tendo o árbitro, resultado da infracção, marcado uma falta e admoestado o guarda-redes com o cartão amarelo, uma situação em que era evidente e clara a exibição do cartão vermelho, violando de forma crassa e premeditada as Leis de Jogo, demonstrando com esta atitude a sua veia, não clubística mas mercenária, ao deturpar, inventar e interpretar as faltas a seu belprazer, provavelmente fruto de eventuais dividendos como contrapartida por não prejudicar a Liga Muçulmana e contrapondo a grande clarividência manifestada na expulsão do nosso jogador já referida no ponto 1.

Todavia, para corroborar o exposto no nº2 e sustentar a nossa tese, o árbitro, de forma escandalosa e vergonhosa, fruto de um indivíduo sem escrúpulos, mais uma vez (e neste encontro) resolve dar aos 46:15 minutos mais uma machadada à verdade desportiva, depois de uma falta do mesmo guarda-redes da Liga Muçulmana que derrubou o nosso jogador e já sem qualquer adversário pela frente, tendo, e temos a consciência, de forma premeditada, exibido o cartão amarelo a um outro jogador da Liga Muçulmana, evitando desta forma e mais uma vez a expulsão do mesmo.


Evidentemente que a falta foi visível para todos que assistiam ao jogo ao vivo ou através da transmissão em directo pela TVM, pelo que os comentários dos vários órgãos de informação que cobriam o jogo não passaram despercebidos por tão clamoroso e evidente que foi o erro.


Já recentemente e através do comunicado oficial nº 132/LMF/2011, de11/11/11, tomámos conhecimento que o Conselho de Disciplina irá ter uma reunião no dia 16/11/2011 com vários intervenientes do jogo, fruto da análise do boletim do encontro. O que nos parece e acreditamos fielmente é que no boletim do jogo não consta que o árbitro tenha escamoteado a verdade, conduzindo o seu jogo a seu belprazer e assumindo o seu erro.



O que na verdade consta no boletim do jogo é o vergonhoso registo dos lances que só o árbitro interpretou à sua maneira, pelo que a reunião promovida pelo Conselho de Disciplina deve ser, cremos, resultado dos comentários desabonatórios produzidos por grande faixa da imprensa.


Aliás, Sr. Presidente, os Dirigentes do Sporting, não obstante o jogo ter-se realizado no Maputo, acompanharam via TVM o desenrolar do jogo e trocaram antes mesmo do seu fim opiniões entre si chegando a avaliar, não obstante a classificação do clube, a possibilidade de protestar o jogo por erro de direito.

Porém, e depois de uma reflexão mais profunda baseada no historial recente que o nosso clube tem com o organismo que V. Excia dirige, em que causas justas devidamente fundamentadas em leis e regulamentos ficaram ao capricho e livre arbítrio do pouco credível e ditatorial Conselho de Disciplina, resolveu, em última instância, não formalizar o protesto por saber o fim que lhe seria destinado.

O nosso protesto e reclamação, Sr. Presidente, não se cingem só a este jogo. Para relembrar-vos e sustentarmos a nossa visão e posição, informamos que um dos fiscais ou um dos assistentes ao jogo foi o célebre intérprete do filme cómico e teatral do jogo com o Ferroviário de Pemba, para o Moçambola-2010, em que actuou como fiscal e que criou toda a novela que até hoje mancha a nossa relação e que só teve cobertura devido aos métodos antidesportivos que norteiam o espírito e regras de trabalho do seu Conselho de Disciplina.

Costuma-se dizer que quem semeia vento colhe tempestade. Ademais, os fiscais que actuaram no jogo de Pemba foram os mesmos do jogo da segunda volta entre o Costa do Sol e o Sporting em que os primeiros três golos e outros erros grosseiros prejudicaram o nosso clube.


Aliás, Francisco Machel foi, curiosamente depois do já tão falado filme de Pemba em que engendrou uma acusação de agressão, duas semanas depois, nomeado para fiscal de linha também no jogo da segunda volta entre o Costa do Sol e o Sporting e, por ironia do destino, assinalou uma falta ao nosso guarda-redes por ter tocado com as mãos a bola fora da área de serviço, o que lhe valeu um vermelho directo, tendo, nessa altura, estado em plena posse das suas faculdades mentais e visuais, sobretudo servindo-se da visão apuradas!

Sr. Presidente!

Os clubes vivem de sacrifícios para montarem a sua equipa de futebol e é com todo este esforço que contribui para corporizar o Moçambola.

O Sporting não pode estar alheio a estes comportamentos de indivíduos que ganham pelo seu trabalho mais, e de forma vergonhosa e como autênticos mercenários procuram tirar do futebol outros dividendos, mesmo sem recurso ao uso de máscaras para atingirem os seus objectos, pelo que se espera que V. Excia com relatos e dados apresentados possa aplicar sanções drásticas e exemplares com vista a transmitir uma mensagem encorajadora e credível aos que lutam pela verdade e justiça no futebol.


Na expectativa de termos contribuído de forma objectiva, franca e contundente para a verdade desportiva subscrevemo-nos com as nossas cordiais saudações desportivas.

 

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:01
 O que é? |  O que é? | favorito
Novembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
19
20
21
25
26
27
28
29
30
subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO