Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Sexta-feira, 21 DE Outubro 2011
Mambas

UMA ligeira subida teve a selecção nacional no “ranking” da Federação Internacional de Futebol (FIFA), de acordo com a actualização referente ao mês de Outubro, anteontem divulgada. Assim, os “Mambas” ocupam agora a 110ª posição, com 281 pontos, graças à recente vitória (3-0) frente às Ilhas Comores, na derradeira jornada de qualificação para o CAN Gabão/Guiné-Equatorial-2012.

 

Comparativamente à última classificação, em Setembro, Moçambique subiu cinco lugares, do 115º para o 110º, mas, em relação aos pontos, a ascensão foi de apenas um, passando de 280 para 281.

 

 

No que diz respeito ao “ranking” africano, a nossa selecção encontra-se na 27ª posição.

Entretanto, na classificação geral, a Espanha, campeã mundial e europeia, continua na liderança com 1624 pontos, numa lista em que o Brasil conseguiu uma grande recuperação, regressando ao grupo dos cinco mais.

A lista dos 10 melhores do mundo é a seguinte:

 

 

1º Espanha 1624 pontos; 2º Holanda 1425; 3º Alemanha 1352; 4º Uruguai 1230; 5º Brasil 1144; 6º Itália 1135; 7º Inglaterra 1101; 8º Grécia 1044; 9º Portugal 1044; 10º Argentina 1044 pontos.

 

 

A nível de África, a Costa do Marfim, 19ª no “ranking” da FIFA, segue à frente com 898 pontos. A classificação sofreu uma grande influência dos últimos jogos de qualificação para o CAN-2012, daí que as principais nações futebolísticas do continente, embora não tenham conseguido o apuramento para Gabão e Guiné-Equatorial, surgem, mesmo assim, bem posicionadas.

Eis a classificação dos dez mais:

 

 

1º Costa do Marfim 898 pontos; 2º Egipto 775; 3º Gana 734; 4º Argélia 713; 5º Senegal 626; 6º Nigéria 625; 7º Camarões 600; 8º África do Sul 595; 9º Burkina Faso 578; 10º Marrocos 566 pontos.

 

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:41
 O que é? |  O que é? | favorito
Karts modalidade mais apreciada

TOMA posse ao fim da tarde de hoje (17.00 horas) a primeira direcção da Federação do Desporto Motorizado de Moçambique (FDMM). A cerimónia será dirigida pelo Governo e acompanhada pelo Conselho Nacional do Desporto (CND), órgão que monitorou o processo da criação da instituição desde princípios do ano em curso e que se concluiu a 29 de Julho, no Chimoio.

 

Sendo um processo novo, o Governo encarregar-se-á de empossar a mesa da assembleia, liderada por António Marques. Este, por seu turno, investirá a direcção, cujo presidente é Manuel Romessane, mais conhecido por Nelinho, que vai dirigir a instituição nos próximos cinco anos.

 


Manuel Romessane foi eleito por maioria absoluta durante a assembleia-geral no Chimoio, como único concorrente ao escrutínio, no qual participaram todos os clubes que movimentam a modalidade no país.

 


A constituição da primeira direcção da FDMM foi o culminar de um processo conturbado, devido à tentativa inglória movida por um grupo de pessoas que formalizaram a criação da federação sem aglutinar os respectivos fazedores da modalidade, ou seja os clubes que movimentam a modalidade. Entretanto, foi necessária a intervenção do CND que, na busca de consenso, revogou os estatutos que ditaram a constituição da federação, convidando os clubes a reproduzirem um documento que satisfizesse o seu interesse, processo que culminou com a criação da FDMM e a realização das eleições.

 

Entretanto, a eleição de Manuel Romessane e indicação de António Marques para os cargos de presidente de direcção e da mesa da assembleia, respectivamente, veio justificar o papel que estes sempre assumiram à frente dos clubes do desporto motorizado em Moçambique, nomeadamente o Motor Clube da Beira (MCB) e o Automóvel e Touring Clube de Moçambique (ATCM). Aliás, são as colectividades responsáveis pelo maior movimento do desporto motorizado no país, com destaque para o ATCM, que dispõe de um autódromo com pistas de karts e motocross construídas de raiz e outra de automobilismo em processo de reabilitação.

 


Questionado se não havia incompatibilidade em relação aos novos cargos que os novos dirigentes ocupam na Federação com os dos clubes, o presidente do CND, Eugénio Chongo, respondeu que não.

 


“Consultámos a Lei e constatámos que não há incompatibilidades, pois quem forma as federações são os clubes. Só se fossem presidentes das associações, porque estas é que ditam as políticas”, explicou, ajuntando que Romessane e Marques haviam manifestado o interesse de se manterem nos cargos da FDMM até dois anos no máximo, tendo como objectivo alargar a base da modalidade.

 


“Não há problemas em que eles acumulem os cargos e fiquem todo o mandato (cinco anos) nos cargos da FDMM”, esclareceu.

 


Portanto, a direcção da FDMM tem a particularidade de estar subdivida pelas três zonas do país, nas quais é representada pelos respectivos vice-presidentes. Ou seja, a direcção tem vice-presidentes para as zonas norte, centro e sul.

 

 

 

Fonnte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:32
 O que é? |  O que é? | favorito
Desportivo vs Ferroviario

 

DEPOIS de sucessivos embates complicados, em que teve como adversários os outros candidatos ao título, tendo se saído cem porcento vitorioso, o Desportivo entrou agora na fase de relaxamento no Campeonato de Basquetebol da Cidade do Maputo em Seniores Masculinos. Enquanto isso, o Ferroviário superou o Maxaquene nas duas frentes em que se defrontaram na quarta-feira, no mesmo dia em que a Liga Muçulmana não ofereceu tréguas à A Politécnica.

 

Na dupla jornada (sexta e sétima) deste fim-de-semana, o Desportivo começa por jogar com A Politécnica, em partida marcada para esta noite, no seu pavilhão, a partir das 19.45 horas, antecedido do jogo entre Real Sociedade e Aeroporto, às 18.30h.

 

 

 

No vizinho pavilhão dos “tricolores”, Costa do Sol e Ferroviário protagonizam, a partir das 18.00 horas, o desafio de maior cartel da ronda e aquele que marcará o início das transmissões em directo pela Televisão de Moçambique do Campeonato de Basquetebol da Cidade do Maputo em Seniores Masculinos, facto que acontecerá todas as sextas-feira. Noutro desafio, Maxaquene jogará com a Universidade Pedagógica, às 19.45h.

 

 

Amanhã, para a sétima jornada, estão marcados os encontros Ferroviário-A Politécnica, Desportivo-Real Sociedade, no recinto dos “alvi-negros”; Aeroporto-Maxaquene e Universidade Pedagógica-Costa do Sol, no pavilhão dos “tricolores”. Os primeiros jogos iniciam-se às 16.45 horas e os segundos às 18.15h.

 

 

 

Na quarta-feira, para a quinta jornada, Desportivo derrotou Aeroporto pela marca de 68-35, mantendo-se invicto na prova, enquanto Ferroviário conseguiu o segundo lugar isolado mercê do triunfo sobre o Maxaquene por 69-59, ao cabo de uma partida muito bem disputada.

 

 

Por sua vez, o Costa do Sol levou de vencida A Politécnica por 72-45 e a Universidade Pedagógica bateu a Real Sociedade pela marca de 52-35.

Entretanto, em femininos, estão agendados três embates para amanhã, referentes à quinta jornada do campeonato. Liga Muçulmana-Ferroviário é o desafio que prenderá a atenção dos amantes da modalidade, no pavilhão das “muçulmanas”, a partir das 16.45 horas.

 

 

Já o Desportivo enfrentará no seu terreno A Politécnica “A”, às 15.15, e Maxaquene jogará com A Politécnica “B”, na “catedral”, também a partir das 15.15 horas.

 

 

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:15
 O que é? |  O que é? | favorito
Costa do Sol vs Maxaquene

O COSTUME diz que “só quem tem unhas vai tocar a guitarra”. No entanto, na imprevisível e interessante recta final do Moçambola-2011, ao que tudo indica, todos têm unhas para tocar a guitarra: uns com os olhos postos no título, nomeadamente a Liga Muçulmana, e outros com a finalidade de não descer de divisão.

 

Embora já existam algumas indicações, ninguém, neste momento, se arrisca a colocar nomes em cada situação, isto é, declarar quem será efectivamente o campeão, assim como as formações a serem despromovidas. Porém, em função daquilo que a tabela classificativa nos apresenta, não resta a menor dúvida que, na primeira situação, a Liga Muçulmana é a provável vencedora da prova, apesar de o Maxaquene ainda sonhar com o título; enquanto na segunda estão com a corda ao pescoço o Sporting, Atlético Muçulmano, Matchedje, Incomáti e até Vilankulo FC, se não se esmerar nesta ponta final da competição.

 

 

 

Com possíveis decisões, claro em face dos resultados, tendo em conta a dependência entre os resultados desta e daquela partida, a 23ª jornada apresenta-nos encontros que, seguramente, ajudarão a provocar mais suspense em redor do Moçambola-2011. Por um lado, o facto de a Liga Muçulmana enfrentar o Ferroviário e o Maxaquene receber o Vilankulo FC; por outro, os três da zona da despromoção jogarem na condição de visitantes: Matchedje em Tete, Atlético Muçulmano na Beira e Sporting no Maputo.

 

 

A despeito de há muito já ter atirado a toalha ao chão, no rescaldo de um campeonato mal conseguido, o Ferroviário procurará manter a sua postura diante da Liga Muçulmana e, à semelhança da HCB, na semana transacta, não ser o “bombo da festa”. Só que os campeões nacionais apostam numa exibição perfeitamente à altura do seu habitual, com um rigor táctico que não oferece muito espaço de manobra ao adversário e uma frente ofensiva bastante acutilante. Por isso, grande jogo em perspectiva, domingo, a partir das 15.00 horas, na Matola.

 

 

 

Com altos e baixos – alguns baixos incompreensíveis – o Vilankulo FC visita um Maxaquene que, tendo despertado para a possibilidade de conquistar o campeonato, poderá buscar o pragmatismo para se desenvencilhar deste incómodo oponente.

 

 

Os “tricolores”, com algumas unidades nucleares na linha amarela em relação às admoestações, terão de escolher entre o arriscar e o deixar esses elementos para a meia-final da Taça de Moçambique, ante o Ferroviário. A decisão está nas mãos de Arnaldo Salvado.

 

 

Diante de formações claramente superiores neste campeonato, a missão dos aflitos apresenta-se muitíssimo complicada, senão vejamos: domingo, que resposta dará o Matchedje ao Chingale em pleno “inferno” tetense? No Chiveve, o Atlético Muçulmano terá inteligência suficiente para contrapor o Ferroviário da Beira? E, amanhã, o Sporting conseguirá ter uma estrutura competitiva que lhe possibilite ombrear com o Costa do Sol? Enfim, questões difíceis de responder…

 

 

Nada sossegado com a posição que ocupa, o Incomáti terá também de ser muito forte para aspirar a uma vitória na recepção ao Ferroviário de Nampula. Por fim, o Desportivo, que se vai refazendo da problemática dos salários, enfrenta uma HCB que amanhã estará no relvado do 1º de Maio bastante moralizada.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:48
 O que é? |  O que é? | favorito

AMANHÃ


Campo do 1º de Maio

15.00 h – Desportivo-HCB do Songo

Campo do Costa do Sol

15.00 h – Costa do Sol-Sporting

 

 

DOMINGO

 


Campo da Liga Muçulmana

15.00 h – Liga Muçulmana-Fer. Maputo

Campo do Maxaquene

15.00 h – Maxaquene-Vilankulo FC

Campo do Incomáti

15.00 h – Incomáti-Fer. Nampula

Campo do Fer. Beira

15.00 h – Fer. Beira-Atlético Muçulmano

Campo do Desportivo de Tete

15.00 h – Chingale-Matchedje

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:29
 O que é? |  O que é? | favorito
Rally

Trata-se de Bruno Campos, que vai formar equipa com Carlos Esperto (piloto português que já fez varias vezes o Paris Dakar), e da dupla Pedro Perino e Pedro Serrenho.

Três pilotos moçambicanos filiados ao Maputo Motorsport deixam esta quinta-feira Maputo com destino a Portugal, onde  vão tomar parte num dos rallys mais importantes da Europa, denominado 25º Baja Vodafone Portalegre 500, que se realiza nos dias 27, 28, 29 de Outubro corrente.

Trata-se de Bruno Campos, que vai formar equipa com Carlos Esperto (piloto português que já fez varias vezes o Paris Dakar), e da dupla Pedro Perino e Pedro Serrenho (fazem uma equipa no mesmo carro).

 Campos, Perino e Serrenho antes da competição, terão a oportunidade de treinar por dois dias para a adaptação aos carros e afinações. Os pilotos moçambicanos vão correr para uma marca oficial (SEMOG) e já algumas vezes campeã deste rally.

 

 

 

Fonte:O Pais

publicado por Vaxko Zakarias às 09:12
 O que é? |  O que é? | favorito
Hildeberto Araújo

No fim do curso, espera-se que os formados tenham conhecimentos teóricos e práticos do voleibol actual.

 

 

O ex-seleccionador nacional de voleibol, o brasileiro Hildeberto Araújo, orienta desde o passado dia 4 de Outubro, na Matola, um curso de capacitação de técnicos da modalidade. O mesmo envolve licenciados em educação física, professores de educação física, treinadores e atletas de voleibol. Durante a primeira fase, o formador deu uma visão geral  sobre o voleibol  actual e o que lhe diferencia do voleibol dos anos 80, mostrando, desta forma, a necessidade de se obter conhecimentos técnicos sobre o treinamento

 

 

Durante a acção de formação, foi distribuído o primeiro material, que consistiu no planeamento de voleibol de sala masculino (X Jogos Africanos) elaborado por Hildeberto Araújo, para além de terem sido abordadas às estratégias de revitalização do desporto do Ministério da Juventude e Desportos e a Lei nº 11/2002 de 12 de Março, Lei do Desporto.

 

 

 

Fonte:O Pais

publicado por Vaxko Zakarias às 08:53
 O que é? |  O que é? | favorito
Outubro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
15
16
19
22
23
29
30
subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO