Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Sexta-feira, 07 DE Outubro 2011
Champanhe “choveu” de todos os lados

ESTÁ visto que a união faz a força. Isso ficou patente no Mundial de San Juan. A conjugação de esforços entre os hoquistas moçambicanos fez com que nos classificássemos entre os quartos melhores do mundo, um resultado, a princípio, impensável, mas que se tornou realidade devido ao espírito de grupo. Dirigentes e técnicos defendem que no ataque ao Campeonato do Mundo de 2013, a realizar-se em Luanda, Angola, o lema é: “Todos por um e um por todos”.

 

O povo moçambicano deve envolver-se no apoio ao hóquei, sobretudo no processo de preparação. De acordo com o Ministro da Juventude e Desportos, Pedrito Caetano, o empresariado tem uma quota-parte no apoio à Selecção Nacional de hóquei em patins. A mesma posição é partilhada por Nicolau Manjate, presidente da Federação Moçambicana de Patinagem (FMP), Abdul Azize, Vice-Presidente da FMP para a Alta Competição, e Pedro Tivane, seleccionador adjunto.

 

 

Para que a bandeira nacional seja defendida com o mesmo brilhantismo, é necessário que se comece desde já a definir o plano estratégico preparatório.  

 

 

O Governo, segundo Pedrito Caetano, vai redefinir as prioridades traçadas em relação ao hóquei, no sentido de oferecer condições de trabalho mais adequadas. 

 

 

A maior esperança é que as dificuldades sejam superadas, sobretudo a falta de campos, que vezes sem conta tem posto em causa a competição interna.

 

 

Os nossos interlocutores sustentam que, se houver união, o hóquei passará a ganhar uma nova imagem internamente, a mesma que já conquistou a nível internacional.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:50
 O que é? |  O que é? | favorito
Pedrito Caetano

“DENTRO daquilo que são as nossas condições temos estado a dar todo o apoio possível. Mas acreditamos que com este resultado histórico, conseguido por estes jovens, as prioridades que o Governo vai estabelecer em relação ao hóquei serão maiores”, afirmou o Ministro da Juventude e Desportos, Pedrito Caetano. 

 

 

Acrescentou ser este um momento de festa, de alegria e de todo o movimento associativo desportivo e do Governo pelo facto de o país estar entre as quatro melhores selecções do mundo.

 

 

Pedrito Caetano frisou que os hoquistas merecem todo o apoio do Governo. “Estamos aqui para transmitir as nossas felicitações a estes jovens e também as saudações do Presidente da República que recebeu com muito ânimo e muita alegria os resultados que estes jovens conseguiram”.

 

 

Afirmou que nos próximos dias vai começar a definir-se o programa de apoio ao hóquei de modo que no próximo mundial o resultado seja ainda melhor. “A partir de agora teremos alguns desafios pela frente. Vamos ter de colocar o Instituto Nacional de Desporto a reunir com a Federação Moçambicana de Patinagem no sentido de estabelecer um programa ousado para permitir que em 2013 possamos conseguir um resultado ainda melhor”.

 

 

O titular da pasta do MJD salientou a importância que o empresariado privado e público terá no auxílio à Selecção Nacional. “É preciso apelar a todo empresariado privado e público para apoiar estes jovens, que no decurso da preparação não tiveram espaço para se prepararem da melhor maneira. Na altura da preparação, a maior parte dos campos estava a ser reabilitado para os Jogos Africanos, mas mesmo assim conseguiram este feito histórico.

 


Reiterou o envolvimento do mundo empresarial no apoio ao hóquei. “Exorto e convido todas as empresas a darem o seu apoio para que em 2013, quem sabe, possamos levantar o canecão do Campeonato Mundial de hóquei em patins”.

 

 

Questionado sobre se estava a ser preparada uma cerimónia de homenagem aos hoquistas, Pedrito Caetano respondeu: Estamos a preparar. Mas não vale a pena adiantar pormenores porque ainda vamos coordenar. Uma coisa é certa vamos homenageá-los da melhor forma porque estes jovens merecem, pelo empenho e pelo sacrifício durante o Campeonato do Mundo”.

 

 

Interpelado sobre como o Governo vai resolver o problema da falta de campos, a grande lacuna que a modalidade vem enfrentando, o Ministro do MJD replicou: “Depois deste feito terão de ser encontradas maneiras de adaptar os campos que não estavam adequados para receber a modalidade. O hóquei em patins pode ser praticado em condições não muito exigentes. Vamos ver o que se pode fazer”. 

 

 

 

Fonte:Jorna Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:19
 O que é? |  O que é? | favorito
Nicolau Manjate

“O QUARTO lugar é fruto de muito sacrifício”, palavras de Nicolau Manjate, presidente da Federação Moçambicana de Patinagem.

Disse que o sucesso da equipa nacional na competição é fruto da vontade de ganhar dos hoquistas, técnicos e dirigentes.

 

 

Estamos todos de parabéns. Apesar das dificuldades que encontrámos no período de preparação, conseguimos superar o objectivo principal que passava por chegar aos quartos-de-final. Mas esta equipa deu mostras que tem muita qualidade e chegou às meias-finais. Foi pena não termos transitado para a final”.

 

 

Nicolau Manjate defende ser necessário traçar desde já os planos de preparação, nos quais a sociedade moçambicana tem também a sua responsabilidade. “Precisamos do apoio de todos os moçambicanos, não só dos que gostam de hóquei, mas de todos os desportistas, porque este quatro lugar é de todos que gostam de desporto”.

 

 

Afirmou estar satisfeito pelo facto de Moçambique fazer parte das quatro melhores potências mundiais no hóquei, tendo classificado de extraordinária a prestação dos hoquistas nacionais no Mundial.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:12
 O que é? |  O que é? | favorito
Pedro Tivane,

O NOSSO objectivo era a manutenção no Grupo A. Mas o grupo demonstrou bastante ambição e conseguiu ir muito além das expectativas”, palavras de Pedro Tivane, seleccionador adjunto.

 

 

Pedro Tivane afirma que não foi fácil o processo de preparação. “Tivemos problemas de campo para treinar. No estágio na Espanha procurou-se compensar o tempo perdido. Realizáamos alguns jogos de controlo que serviram para consolidar o grupo. Foi preciso um grande espírito de entre-ajuda para chegarmos às meias-finais”.

 

 

Descrevendo o encontro contra a Espanha, Tivane sublinhou o excelente esquema de jogo, baseado no contra ataque. “Sabíamos que contra o tricampeão do mundo não podíamos jogar de igual para igual. Optámos por privilegiar a defesa e sair em contra ataque, acabou funcionando. Penso que por aquilo que fizemos merecíamos estar na final.”

 

 

Disse ainda que a equipa moçambicana tem de continuar a trabalhar com mais força ainda. “Agora somos alvos a abater. Muitas selecções vão se preparar para ganhar a Moçambique. Foi a primeira vez que uma equipa africana conseguiu apurar-se para as meias-finais”.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:59
 O que é? |  O que é? | favorito
Abdul Azize

“É DIFÍCIL descrever o que aconteceu. Foi um feito inédito de muita alegria para nós. Demos mais uma prova que é preciso apostar nesta modalidade”, disse Abdul Azize, Vice-Presidente da Federação Moçambicana de Patinagem para Alta Competição.

 

 

Acrescentou que a equipa nacional demonstrou ter potencial para ir mais além. “Provámos que temos muita qualidade. No meio de muitas dificuldades conseguimos ser a quarta melhor selecção do mundo. Vamos agora desfrutar deste momento e tirar algum proveito deste brilhante momento”.

 

 

Perspectivando o próximo Mundial, afirmou que o objectivo é mais ambicioso. “Em 2013 entramos com objectivos mais ambiciosos e temos de encarar todos jogos com espírito de vitória. Não será fácil, visto que as outras selecções vão olhar-nos de uma outra forma, estarão mais atentas”.

 

 

Abdul Azize considera que será mais difícil manter o estatuto. “Penso que será mais difícil manter este estatuto. É preciso estarmos com os pés bem assentes no chão. Não fugirmos à nossa realidade. Em conjunto, temos de procurar resolver os nossos problemas. Não é nada mais, nada menos, que um trabalho de conjunto, de muita garra e humildade”.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:55
 O que é? |  O que é? | favorito
Golfinhos de Maputo

OS nadadores nacionais arregaçam as mangas para fazer face ao mais atractivo torneio internacional que é anualmente promovido pelo Clube Golfinhos do Maputo, o “Meeting Internacional Golfinhos Sprint”, no qual participam igualmente atletas de Mpumalanga, vizinha África do Sul, e da Suazilândia.

 

O “Golfinhos Sprints 2011”, que vai na sua IV edição, marca anualmente o seu aniversário (16º) deste que é um dos grandes clubes nacionais de natação e que se celebra em Outubro. Portanto, o “Golfinhos Sprints” vai realizar-se nos dias 15 e 16 na moderna Piscina Olímpica do Zimpeto.

 

Este torneio está igualmente inserido no “Tri Nations Clubs Gala”, uma espécie de um circuito organizado, respectivamente, pelos clubes Golfinhos, de Mpumalanga e da Suazilândia e no qual participam os seus atletas e equipas locais convidadas para o evento.

 

 

Para esta competição, na qual se aguarda a participação de perto de 200 nadadores, estão já inscritos 57 de Mpumalanga, 10 do Sharks da Suazilândia, 11 do 1º de Agosto de Angola, este que marca presença pela segunda vez consecutiva a título de convidado.

 

 

Internamente, espera-se pela participação de nadadores do Ferroviário, Desportivo, Tubarões, Escola Internacional, todos do Maputo; do Ferroviário e Náutico, ambos da Beira.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:43
 O que é? |  O que é? | favorito

Os restantes dez lugares que faltam preencher na fase final do Campeonato Africano das Nações de 2012 são decididos de hoje a domingo com a disputa da sexta e última jornada da etapa de qualificação.

 

Serão 90 minutos de felicidade ou de desespero para as 24 equipas que disputam os lugares em aberto, sendo que Botswana, Costa do Marfim, Senegal e Burquina Faso já garantiram o bilhete para Gabão e Guiné Equatorial, países que irão acolher a 28ª edição da maior prova continental africana a nível de selecções.

 

A surpresa desta fase de qualificação é que o Egipto, sete vezes campeão africano, já não tem hipóteses de apuramento e por isso não poderá defender o título. Mas há outros colossos que se encontram em situação semelhante na corrida para a fase final.

 

 

 No Grupo “A”, verdadeira corrida de cavalos a três entre os líderes Mali, Zimbabwe e Cabo Verde. As Águias do Mali jogam em Monróvia com a Libéria, enquanto Cabo Verde recebe o Zimbabwe.

 

 

Duas vezes campeã africana, a Nigéria, no Grupo “B”, enfrenta no seu reduto a Guiné-Conacri e precisa de uma vitória para assegurar o apuramento. No entanto, os guineenses necessitam de um empate para seguirem em frente depois de em Outubro passado terem vencido em casa as Super Águias. Em Addis Abeba, a Etiópia joga com Madagáscar.

 

 

Em Lusaka, a Zâmbia recebe a Líbia na luta pela primeira posição do Grupo “C”. Os Chipolopolos têm 12 pontos, um ponto a mais que os líbios, que buscam o lugar na final pela primeira vez desde 2006. Moçambique vai jogar com Comores, no Maputo, num embate que servirá apenas para cumprir calendário.

 

 

Para o Grupo “D”, todas as quatro equipas, nomeadamente, Marrocos, República Centro-Africana, Tanzania e Argélia, têm chances de qualificação. Em Marraquexe, os “Leões do Atlas” precisam de ganhar a Tanzania para selar a qualificação. Argélia e RC Africana batalham igualmente pela qualificação.

 

 

O Senegal já se classificou no Grupo “E”, mas a corrida para terminar entre os dois melhores segundos colocados se endurece entre o RD Congo e os Camarões. O encontro entres estas duas equipas realiza-se em Kinshasa hoje, na abertura da ronda. No domingo, o Senegal procurará consolidar a primeira posição quando visitar as Maurícias.

 

 

No Grupo “F”, Burquina Faso viaja a Banjul para enfrentar Gâmbia. Os burquinabes já estão apurados e jogam para cumprimento de calendário.

 

 

No Grupo “G”, o Níger lidera surpreendentemente e está de olho na primeira qualificação para o CAN, mas para consumar esse sonho terá de bater o Egipto, no Cairo.

 

 

No mesmo grupo, África do Sul e Serra Leoa, ambos na luta, jogam entre si. O encontro realiza-se em Nelspruit.

A Costa do Marfim procura manter o registo de cem porcento de vitórias no Grupo “H”. Os marfinenses jogam com Burundi em Abidjan. Os campeões africanos de 1992 continuam a ser a única equipa que venceu os cinco jogos realizados até aqui. Em Cotonou, o Benin ombreia com o Ruanda.

 

 

No Grupo “I”, há um encontro de líderes. O Sudão e o Gana têm 13 pontos e enfrentam-se em Cartum. Quem vencer termina como líder e garante o apuramento. A Suazilândia bate-se com o Congo, em Mbabane.

 

 

O Uganda está mais próximo de garantir a qualificação pela primeira vez na sua história. Os ugandeses recebem o Quénia, em Kampala, no Grupo “J”. Os quenianos têm remotas chances de apuramento.

 

 

Neste grupo destaca-se o jogo entre equipas que falam português: Angola e Guiné-Bissau, em Bissau.

 

 

No Grupo “K”, a Tunísia enfrentará o Togo, em Tunis, e, em caso de vitória, pode garantir o apuramento, enquanto o Chade joga com o Malawi, em N'djamena.Com o Botswana já apurado, Tunísia e Malawi lutam pela outra vaga.

 

 

Para o Malawi, a vitória será suficiente para garantir a sua qualificação pela segunda vez consecutiva para o Campeonato Africano das Nações.

 

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:33
 O que é? |  O que é? | favorito
tags:
karate

O ESTRELA Vermelha do Maputo sagrou-se recentemente, na Beira, campeão nacional de karaté na especialidade kumité (combate) por equipas.

 

 

Os “alaranjados” arrecadaram oito medalhas de ouro, uma de prata e 12 de bronze. Portanto, são no total 21 medalhas conquistadas pelos “alaranjados” e uma taça de campeão. Curiosamente, o Estrela participou com oito atletas que arrecadaram o mesmo número de medalhas de ouro.   

 

O campeonato foi disputado em várias especialidades, tais como katas e kumités, entre combates individuais e equipas.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:43
 O que é? |  O que é? | favorito
Josimar e Soarito em treino

A SELECÇÃO Nacional de futebol está confiante na vitória diante das Ilhas Comores, amanhã (15.00 horas), no Estádio da Machava, em partida a contar para a sexta e última jornada do Grupo “C” de qualificação para o CAN-2012, cuja fase final terá lugar simultaneamente no Gabão e Guiné Conacry.

 

A Confederação Africana de Futebol (CAF) havia inicialmente fixado uma hora única (14.30 horas) para o início dos jogos desta jornada de encerramento da fase preliminar de qualificação. Porém, alterou para a hora habitual.

 

 

Portanto, a vitória torna-se um imperativo para salvar a honra dos próprios “Mambas” e dos moçambicanos em geral, esfumado o sonho de apuramento à fase final da prova. Aliás, esta foi a indicação deixada por João Chissano, então adjunto do holandês Mart Nooij, recentemente despedido do cargo de seleccionador nacional devido a maus resultados.

 

 

Chissano, que vai orientar a equipa de todos nós no embate de amanhã, disse que reina um espírito de entusiasmo e confiança que permite antever um resultado positivo. Fez uma observação também positiva do comportamento dos jogadores no que respeita ao trabalho iniciado quarta-feira, no Estádio da Machava, e que prossegue hoje, data em que serão conhecidos os 18 elegíveis para o desafio.

 

 

Para este jogo, a dupla técnica constituída por João Chissano e Mano-Mano optou pela nata da casa, tendo em conta que este embate não tem maior interesse se se tiver em conta que a qualificação já está perdida. O objectivo é dar oportunidade aos Sub-23, que constituem a base da Selecção Nacional, na perspectiva de constituir um forte alicerce de suporte dos “Mambas”.

 

 

João Chissano convocou nove jogadores novos, entre os Sub-23 e os que acabam de transitar deste escalão, casos de Chico e Rachid, do Ferroviário do Maputo; Manuelito e Reginaldo, do Maxaquene; Aguiar, Nelson, Joaquim e Telinho, da Liga Muçulmana do Maputo; Maninho, do Ferroviário da Beira, e Quim, do Ferroviário de Nampula.

 

 

 

Convocámos estes jogadores porque, como é óbvio, os Sub-23 devem ser a base da Selecção Nacional. Mas, por outro lado, esta medida visa colmatar o défice de jogos internacionais com que esta selecção se debate. A junção de alguns atletas novos visa emprestar-lhes o traquejo internacional de modo a contar com maior leque de opções no futuro”, comentou Chissano.

 

 

 

Questionado sobre as possíveis mudanças na estrutura da equipa e na própria filosofia de jogo, João Chissano elucidou que o objectivo não é romper com o passado, mas sim conciliá-lo às novas coisas, tendo em conta que cada treinador tem a sua identidade e filosofia.

 

 

A filosofia de jogo mudou ligeiramente. Havia uma identidade ímpar e própria do treinador. Aliás, cada treinador tem a sua identidade. Contudo, há continuidade do passado, com uma certa dose de mudança”, elucidou.

Quanto ao ambiente no grupo de trabalho, destacou a vivacidade que caracterizou as duas sessões de treino já efectuadas.

Sinto que há uma maior motivação que concorre para a vitória”, frisou.

 

 

Entretanto, a sessão de ontem foi basicamente virada para os aspectos de finalização, nomeadamente triangulações com desmarcações rápidas e cruzamentos para a área e remates de primeira, com Kampango a assumir a maior responsabilidade na baliza, enquanto Soarito e Nelinho iam lhe auxiliando.

 

 

 

Os “Mambas” voltam a treinar esta manhã no que será o seu último ensaio a anteceder o embate de amanhã.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:08
 O que é? |  O que é? | favorito
tags:
logo do can 2012

 

 

 

 

HOJE

 


RD Congo-Camarões (Grupo “E”)

 

 

AMANHÃ

 


Maurícias-Senegal (Grupo “E”)

Libéria-Mali (Grupo “A”)

Cabo Verde-Zimbabwe (Grupo “A”)

Etiópia-Madagáscar (Grupo “B”)

Nigéria-Guiné-Conacri (Grupo “B”)

Zâmbia-Líbia (Grupo “C”)

Moçambique-Comores (Grupo “C”)  

Marrocos-Tanzania (Grupo “D”)    

Argélia-RC Africana (Grupo “D”)

Gâmbia-Burquina Faso (Grupo “F”)

Mauritânia-Namíbia (Grupo “F”)

Egipto-Níger (Grupo “G”)

África do Sul-Serra Leoa (Grupo “G”)

Suazilândia-Congo (Grupo “I”)

Sudão-Ghana (Grupo “I”)

Uganda-Quénia (“J”)

Guiné-Bissau-Angola (Grupo “J”)

Thade-Malawi (Grupo “K”)

Tunísia-Togo (Grupo “K”)

 

 

DOMINGO

 


Benin-Ruanda (Grupo “H”)

Costa do Marfim-Burundi (Grupo “H”)

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:01
 O que é? |  O que é? | favorito
tags:
Outubro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
15
16
19
22
23
29
30
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO