Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Quinta-feira, 22 DE Setembro 2011
Estrela Vermelha

Após várias épocas a evoluir na prova máxima do futebol nacional, nomeadamente no Ferroviário de Maputo e Maxaquene, Toni Gravata representa agora a equipa do Estrela Vermelha, que disputa o apuramento para o Moçambola-2012.

 

 

O novo reforço da equipa “alaranjada” diz estar preparado para dar tudo e ajudar o grupo a conseguir a tão ambicionada qualificação para a prova máxima do futebol nacional. O Estrela Vermelha foi despromovido do Moçambola em 2008.

 

 

Os jogadores do Estrela Vermelha estão cientes das dificuldades que irão enfrentar na poule de apuramento, mas acreditam no apuramento.

Os alaranjados, representantes da cidade de Maputo, estreiam-se na poule de apuramento no próximo domingo, visitando a equipa do Clube de Chibuto.

 

 

Aloi é o técnico principal da equipa do Estrela Vermelha, coadjuvado pelo ex-médio alaranjado Chaquir.

 

 

Fonte:Tim

publicado por Vaxko Zakarias às 11:53
 O que é? |  O que é? | favorito

Enquanto faltam 6 jornadas para o fim da presente edição do campeonato nacional de futebol, arranca já neste fim-de-semana a poule de apuramento para o Moçambola do próximo ano nas zonas sul, centro e norte.

 

 

Para a zona sul, vão disputar quatro equipas, nomeadamente o Estrela Vermelha de Maputo em representação da cidade capital, Djuba Futebol Clube, da província de Maputo, Clube de Chibuto, representante de Gaza e Associação Desportiva da Maxixe, campeão da província de Inhanbane.

 

 

Na jornada inaugural o Clube de Chibuto recebe o Estrela Vermelha enquanto o Djuba Futebol Clube terá pela frente a Associação Desportiva da Maxixe, sábado, no campo da Texlom na Matola.

 

 

No centro, concorrem a prova máxima do futebol nacional o Têxtil do Púngue l, campeão provincial de Sofala, Desportivo de Tete, Textáfrica do Chimoio e Vila Pita de Quelimane, representante da Zambézia.

 

 

 

O destaque da primeira jornada vai o embate entre o Têxtil do Púngue e o Desportivo de Tete no campo do Ferroviario da Manga, enquanto o Textáfrica recebe domingo no Campo da Soalpo o Vila Pita de Quelimane.

 

 

 

Na zona norte, disputam a poule o Desportivo e Ferroviário ambos da cidade de Nacala, campeão e vice-campeão do campeonato provincial de Nampula, Ferroviário de Pemba, representante de Cabo Delgado e Águias Especiais de Lichinga, campeão de Niassa.

A poule de apuramento nas três zonas será disputada num sistema de todos contra todos em duas voltas.

 

 

Fonte:Tim

publicado por Vaxko Zakarias às 11:40
 O que é? |  O que é? | favorito
Atletas

OS atletas moçambicanos que conquistaram medalhas de prata nos X Jogos Africanos Maputo-2011 irão receber, cada um, o montante de 100 mil meticais, a ser pago pelo Governo, à luz do estabelecido no Regulamento de Premiação Desportiva em vigor no país desde Dezembro de 2006.

 

Trata-se dos jogadores da Selecção Nacional de Basquetebol masculino, do barreirista Kurt Couto, do atletismo, da nadadora Mirian Corsini, e das integrantes da equipa de karate, designadamente Marisa Macie, Lina Mucavele e Pu Ping.

Por seu turno, e de acordo com a mesma legislação, os medalhistas de bronze terão um prémio pecuniário de 50 mil meticais cada.

 

 

Este valor cabe a Watch António e Cremildo Artur, boxe; Luís das Mercês, Eric Santos e Eddie Santos, karate; Maria Mabjaia, vela; Maria Elisa Muchavo, atletismo para pessoa portadora de deficiência; Kelvin Viriato, taekwondo; Vânia Vilhete, xadrez; Mussá Tualbudine e Joaquim Lobo, canoagem.

 


O Regulamento de Premiação Desportiva prevê, em relação aos treinadores, um acréscimo de 25 porcento sobre o valor a ser pago aos atletas, e 25 porcento para os treinadores-adjuntos.

 

 

Mas, para que o Governo, através do Ministério da Juventude e Desportos, proceda à premiação dos medalhistas é necessário que as respectivas Federações Nacionais accionem os mecanismos previstos na legislação, nomeadamente um requerimento a solicitar tal pagamento, fazendo referência à competição em que os mesmos tomaram parte, no caso vertente, Jogos Africanos.

 

 

Esta documentação deve ser acompanhada da homologação do resultado pela entidade responsável pela prova, que é a Confederação Africana da modalidade em causa, para além da lista nominal de todos os integrantes da selecção e sua função na mesma.

 

 

Recorde-se que para a Olimpíada continental a medalha de ouro é premiada com o montante de 250 mil meticais.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

 

publicado por Vaxko Zakarias às 11:27
 O que é? |  O que é? | favorito
Voluntários (A. Marrengula)

EM qualquer parte do mundo e em qualquer competição de grande magnitude eles são imprescindíveis, apesar de, regra geral, serem a parte oculta da competição propriamente dita. Eles estão em todo o lado. Servem de guias e intérpretes, auxiliam as delegações, os jornalistas, os turistas e até o público. Estão nos locais dos jogos, nos transportes, na residência dos atletas e nos hotéis dos oficiais. Convivem com os atletas e o seu sorriso simpático e a solicitude que se lhes impõe fazem com que mereçam a admiração de toda a gente.

 

Na hora do encerramento dos Jogos Africanos ninguém se esqueceu do seu papel fundamental. Eles são jovens, a maioria estudantes, que com o seu trabalho quiseram – e conseguiram – contribuir para o sucesso do evento. Referimo-nos aos voluntários. Aos milhares de voluntários que diariamente, de manhã até à noite, calcorreavam os vários locais relacionados com o acontecimento, oferecendo o seu saber e inteligência para que tudo decorresse dentro da normalidade.

 

 

Alguns até, provavelmente, nem chegaram a presenciar as competições, porque os seus postos de trabalho, como por exemplo a Vila Olímpica, restaurante dos atletas e hotéis dos oficiais, não lhes permitiam que pudessem arregalar a sua vista com as peripécias desportivas dos participantes. Porém, nem com isso se sentiram à margem desta grande festa continental, pois Jogos Africanos não são apenas competições, mas também um vasto conjunto de actividades e realizações que servem de suporte para que as competições realmente aconteçam.

 

 

No domingo, no Estádio Nacional do Zimpeto, foi bonito e gratificante ver aquele mar de voluntários a desfilar, na mesma pista em que desfilaram os atletas, sob uma forte ovação do público, em sinal de reconhecimento da sua missão. Tratava-se de uma vénia merecida para quem, sem ser actor directo de todo o processo dos Jogos, a sua presença, no entanto, assumia uma importância primordial.

 

 

No seu discurso, o Presidente da República não se esqueceu de um “muito obrigado” aos voluntários, nacionais e estrangeiros, estendendo, o Chefe do Estado, o seu reconhecimento, igualmente, ao pessoal do protocolo, às Forças de Defesa e Segurança, motoristas, cozinheiros e serventes. Armando Guebuza agradeceu, também, aos patrocinadores, cuja contribuição foi decisiva para a realização dois Jogos Africanos.

 

 

O mesmo foi referenciado pelo presidente do Conselho Superior do Desporto de África, Leon Alfred Opimbat, quando, na sua intervenção, disse que o trabalho dos milhares de voluntários conferiu o brilho e o êxito à Olimpíada continental.

 

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:17
 O que é? |  O que é? | favorito
Jogadores do Matchedje

DESPORTIVO, Matchedje e Atlético Muçulmano não pagam salários aos atletas há sensivelmente três meses, situação que já levantou protestos por parte dos jogadores, que ameaçam não jogarem nas próximas jornadas do Moçambola.

 

Segundo informações colhidas de frontes próximas dos clubes, o Desportivo, tanto como o Matchedje e o Atlético não pagam os salários desde Julho último. No caso dos “alvi-negros”, esta foi a principal razão que levou a equipa a desistir da fase final do Torneio Fair-Play, terminado domingo último em Vilankulo.

 

 

Os jogadores “alvi-negros” recusaram-se a viajar para Vilankulo, alegando que não estavam em condições morais para abandonarem as suas famílias e seguirem viagem a Inhambane.

 

 

O Desportivo deve igualmente prémios de jogos que datam desde o ano passado a alguns jogadores que saíram do clube, casos do “veterano” Nelinho, Binó, Gervásio, Marcelino, Emídio e Muandro.  

 

 

Por seu turno, o Matchedje não tem estado a treinar com regularidade desde que a crise se instalou. Informações em nosso poder dão conta que os atletas têm marcado presença no local dos treinos, mas quando entendem não se fazem aos trabalhos. Na terça-feira realizaram, porém, um jogo-treino com o Ferroviário do Maputo, enquanto aguardam por um sinal da direcção do clube. O ambiente de trabalho está minado, segundo declarações de pessoas próximas do clube.    

 

 

 

Enquanto isso, os jogadores do Atlético aguardam apenas pelo fim da época para rumarem para outros clubes, face à gravidade da situação. Fora os três meses em atraso, os salários têm rotineiramente sido pagos à conta-gotas.

 

 

 

O ambiente nefasto que se vive na equipa é dos piores e os jogadores ameaçam não participar nos próximos jogos se a situação prevalecer. 

Fontes do clube afirmam que a equipa está votada ao abandono, porque nenhum dos dirigentes quer dar a cara para responder à preocupação do conjunto, que vai desde as condições materiais e financeiras.

Contudo, os atletas continuam a treinar para não perderem o ritmo.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:09
 O que é? |  O que é? | favorito

O DIRECTOR executivo da Liga Moçambicana de Futebol (LMF), Marcelino Tovela, disse, questionado sobre as possíveis medidas no Regulamento da prova a tomar nas situações em que os clubes não honram com os seus compromissos em relação aos jogadores, que não havia nada previsto em relação à matéria.

 

Não existe nenhuma cláusula que remete à punição dos clubes, mas é sua obrigatoriedade, como outras instituições públicas ou privadas, que honrem os seus compromissos com os trabalhadores, do mesmo modo que os jogadores também têm a obrigação de se apresentarem aos clubes para cumprirem com as actividades prescritas”, frisou, ajuntando que a LMF vai ter que mexer os seus Regulamentos para evitar este tipo de situações.

 

 

Há requisitos mínimos que os clubes devem satisfazer quando se trata de uma competição desta envergadura. Não se justifica que coisas como estas aconteçam. Faremos isso para proteger os atletas, que são a garantia da própria competição”, elucidou.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:04
 O que é? |  O que é? | favorito
logo fmf

A COMISSÃO Nacional de Futebol de Cinco (Futsal) tem um novo dirigente. Trata-se de Amir Gafur, que ocupa o cargo de vice-presidente para alta-competição no actual mandado da direcção da Federação Moçambicana de Futebol (FMF).

 

A direcção da FMF, reunida recentemente em sessão ordinária, analisou a proposta da constituição da nova Comissão de Futsal, tendo na ocasião deliberado por unanimidade nomear a respectiva direcção, que toma posse esta noite.

 

A Comissão já vinha funcionando com alguma regularidade desde 2008, sob liderança de Mário Samboco, cujo mandato cessou no ano passado.

 

 

COMPOSIÇÃO DA DIRECÇÃO 


Presidente – Amir Abdul Gafur

Vice-presidente – Pedro Rocha

Secretário – Marco Cera

Vogal – Kleber Borges

Vogal – Ismail Patel

Vogal – Marcus de Araújo

Vogal – Abdul Jassat

 

 

Fonte:Jornal Noticias

 

publicado por Vaxko Zakarias às 10:43
 O que é? |  O que é? | favorito
Moçambique

A SELECÇÃO Nacional de Futebol continua a cair no ranking da FIFA. Na mais recente actualização tornada pública ontem pelo órgão gestor do desporto-rei a nível mundial a equipa moçambicana, conhecida como “Mambas”, surge no 115º lugar, com 280 pontos, depois de terem caído 16 degraus.

 

A péssima campanha que a Selecção Nacional vem fazendo na fase de apuramento para o CAN-Gabão/Guiné Equatorial-2012 está na origem desta autêntica queda livre que se vem registado que, se recorde, há dois anos havia ganho o respeito das melhores selecções africanas, casos da Nigéria, Costa do Marfim e Tunísia.

 

 

No entanto, a derrota frente à Líbia, no início do mês, veio arrumar de vez com as chances que a turma nacional tinha de se apurar para o CAN. Em tempo de crise, Mart Nöoij, o técnico holandês, que passou de bestial a besta, foi despedido esta semana, numa clara tentativa de se inverter o cenário vergonhoso.

 

Vergonhoso mesmo é o grupo de selecções que nesta altura está à frente da equipa moçambicana, algumas das quais completamente desconhecidas. Por exemplo, um país de nome Antigua e Barbuda ocupa nesta altura a 102ª posição, com 345 pontos. Mas há mais, outros países são de expressão muito modesta, casos do Bahrein, Omã, Cuba, Haiti, Síria, Suriname, Luxemburgo e Guatemala.

 

 

Este cenário desolador se estende igualmente pela classificação nacional a nível do Continente Africano. Moçambique ocupa o 29° posto, com o mesmo número de pontos, 280, atrás de países como a República Centro Africana, Cabo Verde, Níger e Benin.

 

 

Mas entre tantos factos negativos os “Mambas” têm um prémio que os pode servir de conforto. É que pelo menos conseguem estar à frente das Comores, 179ª posição, próximo adversário nas eliminatórias para o CAN-2012.  

 

 

ESPANHA REASSUME LIDERANÇA

 


Apenas um mês depois de perder o primeiro lugar do Ranking Mundial da FIFA/Coca-Cola, a Espanha reassumiu a liderança, em troca com a Holanda, que voltou para a segunda posição.

 

 

Com o tombo da Inglaterra (oitava, quatro lugares a menos), a Alemanha (terceira, sem mudanças) aparece imediatamente à frente do Uruguai (quarto, uma colocação a mais), que alcançou a sua melhor classificação na História. Portugal (quinto, subida de três posições), Itália (sexta, um lugar a mais) e Brasil (sétimo, queda de uma colocação) vêm logo a seguir.

 

 

Também houve mudanças importantes entre os 50 melhores. A Suíça (18ª, ascensão de 12 lugares), a Bósnia e Herzegovina (22ª, 17 posições a mais), a Hungria (27ª, ganho de 18 posições) e a Arménia (44ª, subida de 27 postos) fizeram grandes progressos.

 

 

Fora dos 50 primeiros, nada menos do que seis selecções deram um salto de mais de 20 degraus. Foram elas: Estónia (58ª, +28), Serra Leoa (68ª, +24), País de Gales (90º, +27), Togo (95º, +26), Namíbia (119ª, +24) e Nicarágua (155ª, +24). Além disso, a Papua Nova Guiné voltou a figurar no ranking, assumindo directamente a 187ª posição.

 

 

De um modo geral, os países que mais evoluíram neste mês ganharam um ou mais jogos das eliminatórias para a Copa do Mundo ou para os torneios continentais das confederações das quais são membros. Como consequência dessa significativa reorganização da lista, várias selecções ocupam agora as suas melhores classificações desde que o Ranking Mundial foi criado. São elas: Uruguai, Bósnia e Herzegovina, Hungria, Arménia, Estónia e Belize, esta última em 133º após subir 15 lugares.

 

 

A grande mexida no ranking é fruto dos resultados das 170 partidas entre selecções principais consideradas para a edição de Setembro. Delas, 109 contaram para as eliminatórias de apuramento ao Mundial a decorrer no Brasil em 2014 ou para os torneios continentais e 61 foram amistosos.

 

Eis os primeiros dez classificados:

 

1° Espanha 1605

2° Holanda 1571

3° Alemanha 1290

4° Uruguai 1184

5° Portugal 1158

6° Itália 1142

7° Brasil 1132

8° Inglaterra 1089

9° Croácia 1057

10° Argentina 1024

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:25
 O que é? |  O que é? | favorito
Setembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
17
18
23
24
25
26
subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO