Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Terça-feira, 13 DE Setembro 2011
Mart Nooij

O seleccionador nacional de futebol, o holandês Mart Nooij, realizou no sábado o seu último jogo à frente das selecções moçambicanas, averbando uma derrota por 4-3 frente à selecção do Gana, resultado que afastou Moçambique da próxima fase do torneio de futebol dos Jogos Africanos. O técnico foi demitido.

 

 

A rescisão do contrato com Mart Nooij estava prevista no contrato do treinador, nomeadamente, quando numa das cláusulas, estipulava que o contrato será rescindido no caso de falhar a qualificação para o CAN-2012.
 
Uma das razões evocadas pela direcção da FMF para o fim do vínculo com o treinador holandês, é a relação da animosidade que Mart Nooij tem com os seus dois assistentes, nomeadamente, João Chissano e Mano Mano.

 

 

Recorde-se que no passado dia 2, os Mambas foram vencidos pela Líbia por 1-0, em jogo disputado no Cairo (Egipto), resultado que levou a equipa principal do futebol moçambicano a ser afastada das qualificações para a Copa Africana de 2012, a ter lugar na Guiné-Conacry e na Gâmbia.

 

 

A Federação Moçambicana de Futebol vai anunciar o próximo seleccionador nacional no decurso da primeira quinzena do próximo mês de Outubro.

 

 

Fonte:Tim

publicado por Vaxko Zakarias às 11:50
 O que é? |  O que é? | favorito
Pio Matos

NÃO! Não se trata de título de um filme. Trata-se, isso sim, da magnífica jogada de Pio Matos que, esgueirando-se por baixo da tabela, qual uma enguia, arrancou os decisivos dois pontos da vitória (66-65) sobre a Nigéria, na partida mais espectacular realizada pela selecção masculina de básquete nos Jogos Africanos.

 

Os moçambicanos festejavam. Os nigerianos, incrédulos, tinham os olhos marejados de lágrimas. O público, que compareceu em massa ao pavilhão do Desportivo, juntava-se aos jogadores numa onda de afinidade e euforia, como jamais havia acontecido com a selecção masculina nos últimos tempos. Afinal, tratava-se de uma vitória arrancada com muito brio, crença, determinação e grande sentido de entreajuda, face a uma Nigéria que com os seus gales acabou por vergar.

 

 

É verdade que os nigerianos estiveram na mó de cima durante largo período da contenda, mercê da sua melhor estrutura ofensiva, sob o comando de H. Usman – sozinho, marcou 38 pontos – domínio nos ressaltos e a saber tirar proveito da compleição física dos seus integrantes, no entanto, os moçambicanos exploraram melhor a sua componente técnica para colocar em sentido uma das mais fortes selecções do continente.

 

 

Com “todo o mundo” a acompanhar os últimos segundos sem conjecturar e nem acreditar no que iria acontecer, a nossa selecção conseguiu uma recuperação extraordinária, saindo de uma desvantagem de 10 pontos para chegar à igualdade e, daí em diante, liderar o marcador, embora fosse por uma diferença mínima.

 

 

Aliás, oportunidades para dilatar o “score” não faltaram, só que os incríveis falhanços nos lances livres – até por Fernando Manjate -, assim como as incompreensíveis e sucessivas escorregadelas – será das sapatilhas? – iam adiando aquilo que estava perfeitamente ao alcance de Moçambique.

 

 

Os nigerianos, pressionados como estavam, baralharam-se. Até a sua figura principal, a partir de uma certa altura desapareceu do jogo, quando o técnico Joseba Garcia, numa estratégia bem pensada, mandou Stélio Nuaila se encarregar da sua marcação. A equipa se espevitou, mas continuava a interrogação quanto ao desfecho. Mercê de dois lançamentos livres, concretizados por C. Ugboaja, a Nigéria passou à dianteira (64-65).

 

 

Faltavam 12 segundos. Numa reposição do esférico pela linha divisória, a bola é entregue a Pio Matos, pelo lado direito. Depois de alguns batimentos, eis que, de forma enigmática e mesmo por baixo da tabela, se eleva na “cara” dos gigantes nigerianos e converte.

 

 

Festa no Desportivo! Mais ainda havia cinco segundos, até porque a Nigéria acreditava num milagre. Porém, debalde. Inequívoca e merecida vitória moçambicana, que transformou o pavilhão dos “alvi-negros” num centro de uma euforia contagiante. Não se tinha ganho o campeonato, é verdade, mas tinha se derrotado a poderosa Nigéria.

 

 

Alinharam e marcaram: Fernando Manjate (18), Samora Mucavele (4), David Canivete (0), Sílvio Letela (3), Augusto Matos (0), Amarildo Matos (6), Stélio Nuaila (2), Custódio Muchate (7), Octávio Magoliço (15), Armando Baptista (2) e Sérgio Macuácua (0).

 

 

Noutras modalidades, referência para a medalha de bronze ganha domingo por Maria Mabjaia na vela, classe optimist, encerrando assim da melhor forma a participação moçambicana nesta modalidade.

 

Hoje, em andebol masculino, o adversário é a Argélia, a partir das 15.00 horas, no pavilhão da Académica, enquanto o ténis, no Tunduru, realiza as eliminatórias, com Franco Mata e Feliciano dos Santos a entrarem em acção. No Estádio Nacional do Zimpeto, o atletismo tem como atracção a entrada em prova de Kurt Couto, nos 400 metros barreiras. 

 

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:04
 O que é? |  O que é? | favorito
Kurt Couto

KURT Couto, a maior referência do atletismo nacional, presente nos Jogos Africanos entra hoje, as 17:25 horas, em acção nas eliminatórias dos 400 metros barreiras, prova a ser disputada também por Titos Nhacila, outro atleta moçambicano.

 

Kurt Couto vem para esta competição com a moral elevada depois de ter conquistado a medalha de bronze nas Universíadas, prova disputada na cidade chinesa de Shenzhen e participado no Campeonato do Mundo de Daegu, Coreia do Sul, no mês passado, onde teve a concorrência dos melhores atletas do planeta.

 

 

Ainda hoje, logo pela manhã, Salomé Mugabe começará a participar no heptatlo, uma competição de atletismo com sete provas: 100 metros barreiras, salto em altura, lançamento de peso, 200 metros, salto em comprimento, lançamento de dardo e 800 metros.

Salomé vai assim se estrear nos 100 metros barreiras as 9:30 horas. Quando forem 17:00 horas participa no lançamento de peso para as 18:50 disputar o salto em altura.

 

 

Outro atleta nacional hoje em acção é Kudzanai Alberto que disputará, a partir das 16:30 horas, o salto em comprimento.

Dez minutos mais tarde, será a vez de Sílvia Panguane e Telma Cossa competirem na final dos 100 metros barreiras.

 

 

A participação moçambicana, ao terceiro dia de provas, encerra com a final dos 4x100 em femininos: Anatércia Quive, Sílvia Panguane, Telma Cossa e Elisa Cossa. O início desta final está previsto para as 21:00 horas.

 

 

Refira-se, que estas duas últimas deviam ter se realizado ontem mas devido ao número insuficiente de atletas para realizar eliminatórias optou-se por uma final directa hoje.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:48
 O que é? |  O que é? | favorito
A dupla masculina

FICARAM ontem goradas quaisquer hipóteses de as equipas nacionais masculina e feminina de vólei de praia conquistarem a medalha de ouro ou mesmo de prata. Ontem a equipa feminina, composta por Guilhermina Cossa (Guigui) e Sátira Chongo, que ainda podia sonhar com o ouro, averbou a primeira derrota frente a uma dupla mauriciana, por 2-0, com os parciais de 21/16 e 21/16.

 

Já os masculinos, após terem ganho de forma convincente, no jogo do período da manhã, a uma dupla também das Maurícias, por 2-0, com os parciais de 21/9 e 21/12, perderam na partida da tarde diante da Argélia, por 2-1, com os parciais de 21/19, 19/21 e 19/16.

 

 

Refira-se que a dupla masculina, formada por Délcio Soares e Justino Tovela, já não tinha chances de chegar ao ouro depois de ter perdido com o par angolano no último domingo.

 

 

Hoje as selecções nacionais de masculinos e femininos defrontam o Quénia e a África do Sul, respectivamente.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:42
 O que é? |  O que é? | favorito
Franco Mata

FRANCO Mata e Feliciano dos Santos estarão de novo em acção esta manhã, a partir das nove horas, nos “courts” do Jardim Tunduru, para as eliminatórias de ténis, depois de ontem à tarde terem sido adiados os seus encontros.

 

No terceiro “round”, Mata defronta o senegalês Salif Kante, isto depois de, no domingo, ter saído a vencer o etíope Wondemagen Yirga pelos parciais de 6/3 e 1/0, com o adversário a desistir no início do segundo dos três “sets” previstos. Aliás, esta foi a sua estreia, uma vez isento do primeiro “round” por se tratar de um dos cabeças-de-série (13º).

 

 

Enquanto isto, Feliciano dos Santos venceu na estreia, ontem de manhã, eliminando o tswana Mojalefa Mothibe, com expressivos 6/0 e 6/0. Hoje, Feliciano tem pela frente o togolês Kokou Missodey.

 

 

Franco Mata e Feliciano dos Santos são os tenistas moçambicanos “sobreviventes”, uma vez que António Bulha e Isac Jorge caíram na sua primeira aparição, no domingo. Bulha sucumbiu perante o togolês Kokou Bernard pelos categóricos 6/4 e 6/0, enquanto Isac Jorge era eliminado pelo beninense Segbegmon Marc pelos expressivos de 6/1 e 6/1.

 

 

 

Isac Jorge ainda teve a sorte de isenção do primeiro “round”, o que não aconteceu com Bulha.

Sendo assim, a luta pelas medalhas continua a residir em Mata e Feliciano, tendo em conta que Moçambique não se faz representar em femininos, face ao fraco nível competitivo que se regista neste grupo.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:33
 O que é? |  O que é? | favorito
Afonso Zandamela

À SEMELHANÇA do primeiro dia de competição no atletismo que se resumiu numa má prestação dos atletas nacionais, o segundo também não trouxe alegrias aos moçambicanos. Voltamos a estar muito longe das medalhas.

 
Titos Nhacila e Afonso Zandamela, os dois moçambicanos que estiveram em acção ontem, tiveram uma prestação modesta muito distante das exigências que se pedem a este nível de competição.

Titos Nhacila, a competir na final 110 metros barreiras, ocupou a nona e a última posição com o tempo de 15,08 segundos.

 

 

 Nhacila acelerou o quanto pôde, mas foi pouco para acompanhar os “super sónicos” argelinos e nigerianos. A prova foi ganha pelo argelino Ojhman Lazib com a marca de 13,48 segundos, seguido por três nigerianos.

 

 

Já Afonso Zandamela ocupou o sétimo lugar com um registo de 15.72 metros.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:25
 O que é? |  O que é? | favorito
Andebol

A SELECÇÃO Nacional de Andebol, em masculinos, defronta hoje Argélia em partida dos quartos-de-final. O encontro realiza-se no pavilhão da Académica e tem início previsto para as 15:00 horas.

 

A equipa nacional apurou-se para os quartos-de-final depois de ter ficado em segundo no Grupo “A”, enquanto a Argélia comandou o Grupo B.

Os comandados de Michaque Fumo têm um jogo difícil visto que enfrentam um dos candidatos ao título.

Na fase de grupos, Moçambique bateu Madagáscar e perdeu com os Camarões.

 

 

Noutros jogos dos quartos-de-final agendados para hoje, Camarões mede forças com o Senegal, Egipto ombreia com a Nigéria e Angola bate-se com o Congo.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:20
 O que é? |  O que é? | favorito
O desconsolo das nossas basquetistas

UMA competição desportiva não se resume apenas às vitórias e derrotas, às lágrimas e tristezas. Ela também encerra uma multiplicidade de gestos e atitudes, cativa o público, torna os espectadores todos iguais, isto é, dirigentes e simples cidadãos se entrelaçam à volta das suas cores preferidas, cantam, dançam e rejubilam juntos, indiferentes ao seu estatuto na sociedade.

 

É a beleza que o desporto nos proporciona e que, no caso vertente dos X Jogos Africanos Maputo-2011, não somente tem colocado a nossa capital numa agitação colorida e fraterna como também os citadinos fascinados com os maravilhosos espectáculos oferecidos pelos atletas, desde o atletismo ao judo, do básquete ao andebol, do futebol ao boxe, da natação ao ciclismo, do karate à canoagem, do xadrez ao ténis, do vólei ao netball, do badminton à vela, enfim, em todas as 20 modalidades em competição na Olimpíada continental.

 

 

Maputo e Moçambique agradecem este momento sublime que reúne os melhores desportistas da Mãe-África, assim como não se cansam de torcer e sofrer pela prestação dos seus atletas, sempre com a esperança da conquista de uma medalha. O ouro ainda não mora no nosso país, mas, até ao próximo domingo, altura em que encerrar o evento, pode ser que a cobiçada medalha tenha também o nome de Moçambique.

 

 

O sonho de uma medalha na bola-ao-cesto feminina ruiu de forma cruel, quando a nossa selecção desceu do ouro para a prata, da prata para o bronze e do bronze para o vazio. Doeu-nos muito, no entanto, o tributo às briosas jogadoras veio de todos cantos da sociedade, pois em nenhum momento lhes faltou galhardia.

 

 

Mas a felicidade no rosto dos moçambicanos não desapareceu. O karate, o boxe, a canoagem e a vela já nos colocaram entre os medalhados, embora, como dissemos, ainda nos falte o precioso ouro.

 

 

Nas imagens que aqui publicamos, vemos, de facto, a beleza desportiva que Maputo está a viver, contada, por exemplo, pelo desconsolo das basquetistas, pela arreliadora situação de um ciclista que viu a sua bicicleta sem uma das rodas, pelo “fair-play” entre os adeptos, pelo pugilista namibiano que em pleno ringue se viu obrigado a andar de gatas, enfim, pelo desaparecido e aparecido Cojito, a mascote dos X Jogos Africanos Maputo-2011.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:13
 O que é? |  O que é? | favorito
Africano de xadrez

AS esperanças de Moçambique poder conquistar medalha no xadrez tornam-se escassas. O sonho que se desenhava em masculinos tende a esfumar-se, pois a turma moçambicana apenas venceu duas das cinco partidas realizadas até ao fim-de-semana.

 

A equipa masculina venceu as primeiras duas jornadas, respectivamente frente ao Botswana e Etiópia.

 

Pior situação regista-se em femininos, prova na qual a participação moçambicana se resume em uma vitória diante do Quénia, no sábado. 

A selecção masculina tem mais três dias para inverter o cenário negativo com vista a conquistar, no mínimo, uma medalha de bronze.

 

O torneio masculino vai rodar nove jornadas, por conseguinte, termina quinta-feira. O de femininos conclui-se amanhã, quarta-feira, ao fim de oito jornadas.

Portanto, a organização prevê para sexta-feira (num único dia) a realização de partidas rápidas em ambos os sexos.

 

 

Jogos e resultados


Masculinos


1ª Jornada


Moçambique – Botswana (2,5-1,5)

 

2ª Jornada


Moçambique – Etiópia (3,5-0,5)

 

3ª Jornada


Moçambique – Egipto (0,5-3,5)

 

4ª Jornada


Moçambique – Angola (0-4)

 

5ª Jornada


Moçambique – Nigéria (1-3)

 

Femininos


1ª Jornada


Moçambique – Angola (1-3)

 

2ª Jornada


Moçambique – Botswana (1-3)

 

3ª Jornada


Moçambique – Nigéria (0,5-3,5)

 

4ª Jornada


Moçambique – Quénia (4-0)

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:07
 O que é? |  O que é? | favorito
coja

BASQUETEBOL MASCULINO

 


Ruanda-Argélia (54-60)

África do Sul-Angola (59-78)

Costa do Marfim-Cabo Verde (41-72)

Moçambique-Nigéria (66-65)

 

 

Hoje

 


Pavilhão do Desportivo

13.30 – Costa do Marfim-África do Sul

15.30 – Mali-Nigéria

17.30 – Ruanda-Moçambique

19.30 – Egipto-Angola

 

 

FUTEBOL MASCULINO

 


Hoje – Meias-finais

 


Estádio da Machava

14.30 - África do Sul-Senegal

 

 

FUTEBOL FEMININO

 


Estádio da Machava

10.00 – Camarões-Gana

 

 

ATLETISMO

 


Estádio Nacional do Zimpeto

9.30 às 20.15 horas - Eliminatórias  e finais

 

 

ANDEBOL MASCULINO

 


Hoje – Quartos-de-final

 


Pavilhão da Académica

13.00 – Camarões-Senegal

15.00 – Moçambique-Argélia

17.00 – Egipto-Nigéria

19.00 – Angola-Congo

 

 

VÓLEI DE PRAIA


Hoje

 


Arena do Costa do Sol

9.00 – Partidas de qualificação

 

TÉNIS


Courts” do Jardim Tunduru

9.00 – Partidas referentes às eliminatórias

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:57
 O que é? |  O que é? | favorito
Setembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
17
18
23
24
25
26
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO