Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Terça-feira, 13 DE Setembro 2011
Mart Nooij

O seleccionador nacional de futebol, o holandês Mart Nooij, realizou no sábado o seu último jogo à frente das selecções moçambicanas, averbando uma derrota por 4-3 frente à selecção do Gana, resultado que afastou Moçambique da próxima fase do torneio de futebol dos Jogos Africanos. O técnico foi demitido.

 

 

A rescisão do contrato com Mart Nooij estava prevista no contrato do treinador, nomeadamente, quando numa das cláusulas, estipulava que o contrato será rescindido no caso de falhar a qualificação para o CAN-2012.
 
Uma das razões evocadas pela direcção da FMF para o fim do vínculo com o treinador holandês, é a relação da animosidade que Mart Nooij tem com os seus dois assistentes, nomeadamente, João Chissano e Mano Mano.

 

 

Recorde-se que no passado dia 2, os Mambas foram vencidos pela Líbia por 1-0, em jogo disputado no Cairo (Egipto), resultado que levou a equipa principal do futebol moçambicano a ser afastada das qualificações para a Copa Africana de 2012, a ter lugar na Guiné-Conacry e na Gâmbia.

 

 

A Federação Moçambicana de Futebol vai anunciar o próximo seleccionador nacional no decurso da primeira quinzena do próximo mês de Outubro.

 

 

Fonte:Tim

publicado por Vaxko Zakarias às 11:50
 O que é? |  O que é? | favorito
Pio Matos

NÃO! Não se trata de título de um filme. Trata-se, isso sim, da magnífica jogada de Pio Matos que, esgueirando-se por baixo da tabela, qual uma enguia, arrancou os decisivos dois pontos da vitória (66-65) sobre a Nigéria, na partida mais espectacular realizada pela selecção masculina de básquete nos Jogos Africanos.

 

Os moçambicanos festejavam. Os nigerianos, incrédulos, tinham os olhos marejados de lágrimas. O público, que compareceu em massa ao pavilhão do Desportivo, juntava-se aos jogadores numa onda de afinidade e euforia, como jamais havia acontecido com a selecção masculina nos últimos tempos. Afinal, tratava-se de uma vitória arrancada com muito brio, crença, determinação e grande sentido de entreajuda, face a uma Nigéria que com os seus gales acabou por vergar.

 

 

É verdade que os nigerianos estiveram na mó de cima durante largo período da contenda, mercê da sua melhor estrutura ofensiva, sob o comando de H. Usman – sozinho, marcou 38 pontos – domínio nos ressaltos e a saber tirar proveito da compleição física dos seus integrantes, no entanto, os moçambicanos exploraram melhor a sua componente técnica para colocar em sentido uma das mais fortes selecções do continente.

 

 

Com “todo o mundo” a acompanhar os últimos segundos sem conjecturar e nem acreditar no que iria acontecer, a nossa selecção conseguiu uma recuperação extraordinária, saindo de uma desvantagem de 10 pontos para chegar à igualdade e, daí em diante, liderar o marcador, embora fosse por uma diferença mínima.

 

 

Aliás, oportunidades para dilatar o “score” não faltaram, só que os incríveis falhanços nos lances livres – até por Fernando Manjate -, assim como as incompreensíveis e sucessivas escorregadelas – será das sapatilhas? – iam adiando aquilo que estava perfeitamente ao alcance de Moçambique.

 

 

Os nigerianos, pressionados como estavam, baralharam-se. Até a sua figura principal, a partir de uma certa altura desapareceu do jogo, quando o técnico Joseba Garcia, numa estratégia bem pensada, mandou Stélio Nuaila se encarregar da sua marcação. A equipa se espevitou, mas continuava a interrogação quanto ao desfecho. Mercê de dois lançamentos livres, concretizados por C. Ugboaja, a Nigéria passou à dianteira (64-65).

 

 

Faltavam 12 segundos. Numa reposição do esférico pela linha divisória, a bola é entregue a Pio Matos, pelo lado direito. Depois de alguns batimentos, eis que, de forma enigmática e mesmo por baixo da tabela, se eleva na “cara” dos gigantes nigerianos e converte.

 

 

Festa no Desportivo! Mais ainda havia cinco segundos, até porque a Nigéria acreditava num milagre. Porém, debalde. Inequívoca e merecida vitória moçambicana, que transformou o pavilhão dos “alvi-negros” num centro de uma euforia contagiante. Não se tinha ganho o campeonato, é verdade, mas tinha se derrotado a poderosa Nigéria.

 

 

Alinharam e marcaram: Fernando Manjate (18), Samora Mucavele (4), David Canivete (0), Sílvio Letela (3), Augusto Matos (0), Amarildo Matos (6), Stélio Nuaila (2), Custódio Muchate (7), Octávio Magoliço (15), Armando Baptista (2) e Sérgio Macuácua (0).

 

 

Noutras modalidades, referência para a medalha de bronze ganha domingo por Maria Mabjaia na vela, classe optimist, encerrando assim da melhor forma a participação moçambicana nesta modalidade.

 

Hoje, em andebol masculino, o adversário é a Argélia, a partir das 15.00 horas, no pavilhão da Académica, enquanto o ténis, no Tunduru, realiza as eliminatórias, com Franco Mata e Feliciano dos Santos a entrarem em acção. No Estádio Nacional do Zimpeto, o atletismo tem como atracção a entrada em prova de Kurt Couto, nos 400 metros barreiras. 

 

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:04
 O que é? |  O que é? | favorito
Kurt Couto

KURT Couto, a maior referência do atletismo nacional, presente nos Jogos Africanos entra hoje, as 17:25 horas, em acção nas eliminatórias dos 400 metros barreiras, prova a ser disputada também por Titos Nhacila, outro atleta moçambicano.

 

Kurt Couto vem para esta competição com a moral elevada depois de ter conquistado a medalha de bronze nas Universíadas, prova disputada na cidade chinesa de Shenzhen e participado no Campeonato do Mundo de Daegu, Coreia do Sul, no mês passado, onde teve a concorrência dos melhores atletas do planeta.

 

 

Ainda hoje, logo pela manhã, Salomé Mugabe começará a participar no heptatlo, uma competição de atletismo com sete provas: 100 metros barreiras, salto em altura, lançamento de peso, 200 metros, salto em comprimento, lançamento de dardo e 800 metros.

Salomé vai assim se estrear nos 100 metros barreiras as 9:30 horas. Quando forem 17:00 horas participa no lançamento de peso para as 18:50 disputar o salto em altura.

 

 

Outro atleta nacional hoje em acção é Kudzanai Alberto que disputará, a partir das 16:30 horas, o salto em comprimento.

Dez minutos mais tarde, será a vez de Sílvia Panguane e Telma Cossa competirem na final dos 100 metros barreiras.

 

 

A participação moçambicana, ao terceiro dia de provas, encerra com a final dos 4x100 em femininos: Anatércia Quive, Sílvia Panguane, Telma Cossa e Elisa Cossa. O início desta final está previsto para as 21:00 horas.

 

 

Refira-se, que estas duas últimas deviam ter se realizado ontem mas devido ao número insuficiente de atletas para realizar eliminatórias optou-se por uma final directa hoje.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:48
 O que é? |  O que é? | favorito
A dupla masculina

FICARAM ontem goradas quaisquer hipóteses de as equipas nacionais masculina e feminina de vólei de praia conquistarem a medalha de ouro ou mesmo de prata. Ontem a equipa feminina, composta por Guilhermina Cossa (Guigui) e Sátira Chongo, que ainda podia sonhar com o ouro, averbou a primeira derrota frente a uma dupla mauriciana, por 2-0, com os parciais de 21/16 e 21/16.

 

Já os masculinos, após terem ganho de forma convincente, no jogo do período da manhã, a uma dupla também das Maurícias, por 2-0, com os parciais de 21/9 e 21/12, perderam na partida da tarde diante da Argélia, por 2-1, com os parciais de 21/19, 19/21 e 19/16.

 

 

Refira-se que a dupla masculina, formada por Délcio Soares e Justino Tovela, já não tinha chances de chegar ao ouro depois de ter perdido com o par angolano no último domingo.

 

 

Hoje as selecções nacionais de masculinos e femininos defrontam o Quénia e a África do Sul, respectivamente.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:42
 O que é? |  O que é? | favorito
Franco Mata

FRANCO Mata e Feliciano dos Santos estarão de novo em acção esta manhã, a partir das nove horas, nos “courts” do Jardim Tunduru, para as eliminatórias de ténis, depois de ontem à tarde terem sido adiados os seus encontros.

 

No terceiro “round”, Mata defronta o senegalês Salif Kante, isto depois de, no domingo, ter saído a vencer o etíope Wondemagen Yirga pelos parciais de 6/3 e 1/0, com o adversário a desistir no início do segundo dos três “sets” previstos. Aliás, esta foi a sua estreia, uma vez isento do primeiro “round” por se tratar de um dos cabeças-de-série (13º).

 

 

Enquanto isto, Feliciano dos Santos venceu na estreia, ontem de manhã, eliminando o tswana Mojalefa Mothibe, com expressivos 6/0 e 6/0. Hoje, Feliciano tem pela frente o togolês Kokou Missodey.

 

 

Franco Mata e Feliciano dos Santos são os tenistas moçambicanos “sobreviventes”, uma vez que António Bulha e Isac Jorge caíram na sua primeira aparição, no domingo. Bulha sucumbiu perante o togolês Kokou Bernard pelos categóricos 6/4 e 6/0, enquanto Isac Jorge era eliminado pelo beninense Segbegmon Marc pelos expressivos de 6/1 e 6/1.

 

 

 

Isac Jorge ainda teve a sorte de isenção do primeiro “round”, o que não aconteceu com Bulha.

Sendo assim, a luta pelas medalhas continua a residir em Mata e Feliciano, tendo em conta que Moçambique não se faz representar em femininos, face ao fraco nível competitivo que se regista neste grupo.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:33
 O que é? |  O que é? | favorito
Afonso Zandamela

À SEMELHANÇA do primeiro dia de competição no atletismo que se resumiu numa má prestação dos atletas nacionais, o segundo também não trouxe alegrias aos moçambicanos. Voltamos a estar muito longe das medalhas.

 
Titos Nhacila e Afonso Zandamela, os dois moçambicanos que estiveram em acção ontem, tiveram uma prestação modesta muito distante das exigências que se pedem a este nível de competição.

Titos Nhacila, a competir na final 110 metros barreiras, ocupou a nona e a última posição com o tempo de 15,08 segundos.

 

 

 Nhacila acelerou o quanto pôde, mas foi pouco para acompanhar os “super sónicos” argelinos e nigerianos. A prova foi ganha pelo argelino Ojhman Lazib com a marca de 13,48 segundos, seguido por três nigerianos.

 

 

Já Afonso Zandamela ocupou o sétimo lugar com um registo de 15.72 metros.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:25
 O que é? |  O que é? | favorito
Andebol

A SELECÇÃO Nacional de Andebol, em masculinos, defronta hoje Argélia em partida dos quartos-de-final. O encontro realiza-se no pavilhão da Académica e tem início previsto para as 15:00 horas.

 

A equipa nacional apurou-se para os quartos-de-final depois de ter ficado em segundo no Grupo “A”, enquanto a Argélia comandou o Grupo B.

Os comandados de Michaque Fumo têm um jogo difícil visto que enfrentam um dos candidatos ao título.

Na fase de grupos, Moçambique bateu Madagáscar e perdeu com os Camarões.

 

 

Noutros jogos dos quartos-de-final agendados para hoje, Camarões mede forças com o Senegal, Egipto ombreia com a Nigéria e Angola bate-se com o Congo.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:20
 O que é? |  O que é? | favorito
O desconsolo das nossas basquetistas

UMA competição desportiva não se resume apenas às vitórias e derrotas, às lágrimas e tristezas. Ela também encerra uma multiplicidade de gestos e atitudes, cativa o público, torna os espectadores todos iguais, isto é, dirigentes e simples cidadãos se entrelaçam à volta das suas cores preferidas, cantam, dançam e rejubilam juntos, indiferentes ao seu estatuto na sociedade.

 

É a beleza que o desporto nos proporciona e que, no caso vertente dos X Jogos Africanos Maputo-2011, não somente tem colocado a nossa capital numa agitação colorida e fraterna como também os citadinos fascinados com os maravilhosos espectáculos oferecidos pelos atletas, desde o atletismo ao judo, do básquete ao andebol, do futebol ao boxe, da natação ao ciclismo, do karate à canoagem, do xadrez ao ténis, do vólei ao netball, do badminton à vela, enfim, em todas as 20 modalidades em competição na Olimpíada continental.

 

 

Maputo e Moçambique agradecem este momento sublime que reúne os melhores desportistas da Mãe-África, assim como não se cansam de torcer e sofrer pela prestação dos seus atletas, sempre com a esperança da conquista de uma medalha. O ouro ainda não mora no nosso país, mas, até ao próximo domingo, altura em que encerrar o evento, pode ser que a cobiçada medalha tenha também o nome de Moçambique.

 

 

O sonho de uma medalha na bola-ao-cesto feminina ruiu de forma cruel, quando a nossa selecção desceu do ouro para a prata, da prata para o bronze e do bronze para o vazio. Doeu-nos muito, no entanto, o tributo às briosas jogadoras veio de todos cantos da sociedade, pois em nenhum momento lhes faltou galhardia.

 

 

Mas a felicidade no rosto dos moçambicanos não desapareceu. O karate, o boxe, a canoagem e a vela já nos colocaram entre os medalhados, embora, como dissemos, ainda nos falte o precioso ouro.

 

 

Nas imagens que aqui publicamos, vemos, de facto, a beleza desportiva que Maputo está a viver, contada, por exemplo, pelo desconsolo das basquetistas, pela arreliadora situação de um ciclista que viu a sua bicicleta sem uma das rodas, pelo “fair-play” entre os adeptos, pelo pugilista namibiano que em pleno ringue se viu obrigado a andar de gatas, enfim, pelo desaparecido e aparecido Cojito, a mascote dos X Jogos Africanos Maputo-2011.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:13
 O que é? |  O que é? | favorito
Africano de xadrez

AS esperanças de Moçambique poder conquistar medalha no xadrez tornam-se escassas. O sonho que se desenhava em masculinos tende a esfumar-se, pois a turma moçambicana apenas venceu duas das cinco partidas realizadas até ao fim-de-semana.

 

A equipa masculina venceu as primeiras duas jornadas, respectivamente frente ao Botswana e Etiópia.

 

Pior situação regista-se em femininos, prova na qual a participação moçambicana se resume em uma vitória diante do Quénia, no sábado. 

A selecção masculina tem mais três dias para inverter o cenário negativo com vista a conquistar, no mínimo, uma medalha de bronze.

 

O torneio masculino vai rodar nove jornadas, por conseguinte, termina quinta-feira. O de femininos conclui-se amanhã, quarta-feira, ao fim de oito jornadas.

Portanto, a organização prevê para sexta-feira (num único dia) a realização de partidas rápidas em ambos os sexos.

 

 

Jogos e resultados


Masculinos


1ª Jornada


Moçambique – Botswana (2,5-1,5)

 

2ª Jornada


Moçambique – Etiópia (3,5-0,5)

 

3ª Jornada


Moçambique – Egipto (0,5-3,5)

 

4ª Jornada


Moçambique – Angola (0-4)

 

5ª Jornada


Moçambique – Nigéria (1-3)

 

Femininos


1ª Jornada


Moçambique – Angola (1-3)

 

2ª Jornada


Moçambique – Botswana (1-3)

 

3ª Jornada


Moçambique – Nigéria (0,5-3,5)

 

4ª Jornada


Moçambique – Quénia (4-0)

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:07
 O que é? |  O que é? | favorito
coja

BASQUETEBOL MASCULINO

 


Ruanda-Argélia (54-60)

África do Sul-Angola (59-78)

Costa do Marfim-Cabo Verde (41-72)

Moçambique-Nigéria (66-65)

 

 

Hoje

 


Pavilhão do Desportivo

13.30 – Costa do Marfim-África do Sul

15.30 – Mali-Nigéria

17.30 – Ruanda-Moçambique

19.30 – Egipto-Angola

 

 

FUTEBOL MASCULINO

 


Hoje – Meias-finais

 


Estádio da Machava

14.30 - África do Sul-Senegal

 

 

FUTEBOL FEMININO

 


Estádio da Machava

10.00 – Camarões-Gana

 

 

ATLETISMO

 


Estádio Nacional do Zimpeto

9.30 às 20.15 horas - Eliminatórias  e finais

 

 

ANDEBOL MASCULINO

 


Hoje – Quartos-de-final

 


Pavilhão da Académica

13.00 – Camarões-Senegal

15.00 – Moçambique-Argélia

17.00 – Egipto-Nigéria

19.00 – Angola-Congo

 

 

VÓLEI DE PRAIA


Hoje

 


Arena do Costa do Sol

9.00 – Partidas de qualificação

 

TÉNIS


Courts” do Jardim Tunduru

9.00 – Partidas referentes às eliminatórias

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:57
 O que é? |  O que é? | favorito
Setembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
17
18
23
24
25
26
subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO