Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Sexta-feira, 26 DE Agosto 2011
Arlindo Oliveira

Não que não haja quem possa lá ir desfrutar daquelas modalidades, mas porque, devido a ocupações diversas, os citadinos de Maputo e Matola e dos distritos circunvizinhos têm as suas ocupações diárias no emprego formal, informal e uma série de afazeres que não caberiam nestes rabiscos.

 

Para além dos citadinos das duas cidades que, praticamente, viverão juntas a mesma euforia, sentirão a mesma epopeia do evento continental. Por conseguinte, não excluo os nossos concidadãos, os nossos compatriotas que virão de diferentes pontos deste belo Moçambique que, infelizmente, como reza a História, ficou na cauda do desenvolvimento económico, por culpa dolosa do colonialismo português. Não pretendo acordar fantasmas, mas Samora Moisés Machel deixou bem claro que “não vamos esquecer o tempo que passou…”.

 

 

 

As ocupações dos maputenses, dos matolenses e outra gente vizinha destas duas urbes, estarão entregues às suas actividades, aos seus afazeres. Os alunos e estudantes estarão em aulas. Não há tempo para brincadeiras, pois os docentes precisam deles nas salas de aula. Qual vai ser a assistência?

 

 

 

Que tal se o interregno do fim do 2º trimestre do presente ano lectivo escolar tivesse passado para a partir do 3 de Setembro próximo? Será que a assistência aos jogos africanos foi acautelada? Tenho, pessoalmente, as minhas reservas e dúvidas. O que poderá acontecer é: ou teremos os locais desportivos às moscas, ou serão as escolas que andarão sem os seus habituais inquilinos (que me desculpe o Dr. Pires se as orações coordenadas disjuntivas estiverem mal formuladas), porque atraídos pelo grande evento desportivo continental.

 

 

A prática, como sempre, vai ser o critério da verdade. Vaticino! Bem, penso que o COJA e todos aqueles que estão directa ou indirectamente ligados à organização deste evento que já nos bate à porta tenham colhido experiência suficiente para evitar que os locais das competições não fiquem às moscas. Trata-se de um evento que deve ser vivido com toda a pompa e circunstância. Ninguém gostaria de ser defraudado, ninguém gostaria de, por exemplo, estar a competir e não aparecer claque alguma cá entre nós.

 

 

 

 

Espero que as expectativas sejam as que todos nós esperamos. Queremos que os nossos atletas sejam ovacionados, sejam incentivados e motivados para que alcancem altos resultados. Se nós estamos em casa e somos anfitriões destas olimpíadas africanas, então que não sejamos simples e meros espectadores.

 

 

 

Temos de dignificar este país que se chama Moçambique, porque bem merece ser dignificado e bem representado.

Já não é tempo de recolha de experiências, como tem sido hábito de quem de direito, quando se verificar um insucesso. Isso de a gente se consolar em “pelo menos deu para adquirirmos experiências…” já não dá. Penso que com um trabalho árduo, sério, arrecadaremos medalhas, o que será orgulho de todo o país e da sua gente. Apelo especial aos nossos bravos atletas para que lutem até à última agonia.

 

 

  • Arlindo Oliveira
publicado por Vaxko Zakarias às 11:57
 O que é? |  O que é? | favorito
tags:
PR na Vila Olímpica (A. Marrengula)

AQUI está uma maravilha! Assim exclamou o Presidente da República, ele também maravilhado, no final da visita que ontem efectuou à Vila Olímpica, o condomínio destinado aos participantes aos Jogos Africanos, que ontem mesmo, já no período da tarde, recebeu os seus primeiros residentes, com a entrada da delegação moçambicana.

 

ARMANDO GUEBUZA, que iniciou a visita com o plantio de uma árvore – uma acácia, símbolo da cidade do Maputo - não escondeu a sua satisfação em relação àquilo que tinha visto: primeiro, o complexo das piscinas; depois, a Vila Olímpica, com os seus aprazíveis 848 apartamentos prontos a habitar e somente à espera pelo desembarque das delegações dos 47 países que tomarão parte na maior festa desportiva do continente.

 

 

No complexo das piscinas, o Presidente da República apreciou e fez referências positivas ao excelente trabalho de engenharia e arquitectura que se vê nas duas infra-estruturas: uma iminentemente destinada às competições, com 10 pistas; e outra para os treinos, com oito pistas, mas que também pode servir para provas. Ambas as piscinas possuem as dimensões universalmente recomendadas, isto é, 50 metros.

 

 

Igualmente, esteve na casa das máquinas, situada na cave, mesmo por baixo das bancadas. Trata-se do local nevrálgico para o funcionamento e manutenção das piscinas, dado que é onde se encontram as caldeiras e todo o sistema relacionado com a temperatura da água.  

 

 

Já na Vila Olímpica, o Chefe do Estado moçambicano esteve nalgumas “flats” já apetrechadas com camas – duas em cada quarto – sofás, mesas, cadeiras e outro mobiliário, sinónimo eloquente que os apartamentos já estão efectivamente prontos para receber os atletas, dirigentes, treinadores e outro pessoal directamente envolvido nos Jogos Africanos.

 

 

Já no final da visita, e falando a jornalistas, o Presidente da República congratulou-se com o magnífico trabalho ali levado a cabo, afirmando que o mesmo mostra que realmente temos boas condições para receber os africamos e visitantes de outros quadrantes que estarão connosco por ocasião da Olimpíada continental.

 

 

 

Guebuza

Mas também mostra que nós somos capazes de fazer maravilhas. E aqui está uma maravilha, naturalmente feita em colaboração com os nossos amigos portugueses, mas é uma maravilha essencialmente feita pelos moçambicanos”, vincou Armando Guebuza.

A nove dias – ontem, isso – do arranque oficial do evento, o Presidente da República, que é igualmente o Patrono dos Jogos Africanos, apelou aos moçambicanos para que façam deste acontecimento uma grande festa. Este é o momento de festa e de celebração. Vamos celebrar África, em Maputo, em Moçambique, como capital desta maior festa desportiva do continente. Portanto, celebremos e celebremos bem”.

 

 

 

Em função daquilo que viu da Vila Olímpica, assim como de tudo quanto está a acontecer com os diferentes estádios escolhidos para o evento, Guebuza disse estar seguro que, do ponto de vista de infra-estruturas, obviamente teremos os Jogos Africanos. “Agora, em termos de competição, vamos ver lá. Eu espero que nós também arranquemos algumas medalhas de ouro”, concluiu.

 

 

 

Nesta deslocação ao complexo habitacional da Cidadela Desportiva do Zimpeto, o Presidente da República fez-se acompanhar pelos Ministros da Juventude e Desportos, Pedrito Caetano, dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, Oldemiro Balói, pelo Vice-Ministro da Juventude e Desportos, Carlos de Sousa, pelo edil da capital do país, David Simango, e por uma vasta equipa do Comité Organizador (COJA), encabeçada pelo respectivo Director-Geral, José Salomone Cossa.
Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 10:12
 O que é? |  O que é? | favorito
Uma das  salas já apetrechado

COM uma delegação composta por 375 elementos, entre atletas, treinadores, dirigentes, pessoal médico e de apoio, a delegação moçambicana aos X Jogos Africanos de Maputo-2011 foi a primeira a ocupar a Vila Olímpica, onde entrou ao fim da tarde de ontem, após os seus integrantes terem efectuado a acreditação.

 

 

As selecções anfitriãs ocuparam três blocos previamente escolhidos, designadamente os blocos 18, 20 e 22, que se encontram um ao lado do outro, na zona dos números par.

 

 

Apesar de já se encontrar na Vila Olímpica, cuja abertura oficial está marcada para domingo, a delegação moçambicana ainda não está completa, em virtude de algumas equipas estarem a cumprir estágios no estrangeiro, bem como competições de carácter internacional.

 

 

No início da próxima semana, está prevista a despedida oficial da delegação, numa cerimónia que deverá contar com a presença de alguns dignitários do Governo e do Estado moçambicano.
Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 10:06
 O que é? |  O que é? | favorito
 
Clube do Marítimo dos Desportos
OS campos da Liga Muçulmana e do Maxaquene serão entregues hoje ao COJA. Ambos irão acolher a maior parte dos jogos de futebol com a final a ser disputada no Estádio Nacional do Zimpeto.

 Os recintos dos “muçulmanos” e “tricolores” beneficiaram de obras de reabilitação dos balneários dos jogadores e árbitros. A loiça sanitária foi renovada e as paredes levaram um “banho” de pintura. Foi igualmente criada uma sala reservada à imprensa com sistema de Internet.

Os campos abrem assim as portas e nos próximos dias as equipas nacionais de masculinos e femininos devem começar a realizar as primeiras sessões de treino.

 

 

Numa semana marcada por entregas dos recintos desportivos remodelados, no âmbito dos Jogos Africanos, amanhã o COJA irá receber o Clube de Ténis e os Pavilhões do Desportivo e da Munhuana.  

Entretanto, ontem foram entregues o campo do Costa do Sol e o Clube do Marítimo dos Desportos, que serão utilizados para treinos de futebol e provas de Vela, respectivamente.

 

 

 

 

Refira-se, que até este momento já foram entregues sete infra-estruturas construídas e reabilitadas para os Jogos Africanos, a saber: Vila e Piscina Olímpica, pavilhões do Estrela Vermelha, Académica, Munhuana, campo do Costa do Sol e o Clube Marítimo dos Desportos.
Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 09:53
 O que é? |  O que é? | favorito
.Centro Cultural Universitário....

UM gigantesco concerto de Música Gospel, em saudação à olimpíada continental, realiza-se amanhã, a partir das 18.00 horas, no Centro Cultural Universitário (ex-Cinema dos Continuadores), sob a égide do Movimento Cívico Rumo aos Jogos Africanos, que engloba a ASSEMO, AEFUM, AMVIRO e AMOGOSPEL.

 

 

No evento, que contará com a presença do Primeiro-Ministro, Aires Ali, e da Governadora da Cidade do Maputo, Lucília Hama, desfilarão vários grupos corais, nomeadamente Silas Voice, Estrelas da Matola, Ecuménico Eloi, Small Star Dreams, Gospel Hope, UEM, Dumelas Choir, Igreja Católica de Mavalane, El-Shadai e Getsemane.

 

 

 

Será também entoada a Canção dos Jogos Africanos e o Hosi Katekisa Africa, o Hino do nosso continente.

 

 

Entretanto, as marchas em prol dos Jogos Africanos, iniciados na capital do país e que no pretérito sábado escalaram as cidades de Inhambane e Tete, estarão amanhã em Xai-Xai, Quelimane e Lichinga, encerrando na Beira, a 3 de Setembro, dia da abertura do evento.
Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 09:48
 O que é? |  O que é? | favorito
Av. Joaquim Chissano -- Acesso rápido ao centro da capital do País com segundo troço aberto...

AS diferentes vias exclusivamente escolhidas para as viaturas dos Jogos Africanos serão objecto de ensaio amanhã de manhã, num processo liderado pelo Comité Organizador (COJA) e envolvendo várias entidades, tais como Polícia de Trânsito, Polícia Municipal, Instituto Nacional de Viação (INAV) e Administração Nacional de Estradas (ANE).

 

O ensaio começará propositadamente às 11.00, por se ter entendido que se trata de uma hora de muito movimento aos sábados, portanto, propícia para os objectivos que se pretendem alcançar.

 

 

A caravana partirá do Hotel Polana, na Avenida Julius Nyerere, seguindo depois pela Kenneth Kaunda, Joaquim Chissano, Avenida de Moçambique até à Cidadela Desportiva do Zimpeto, transitando por uma linha amarela que se espera efectivamente funcional durante o evento.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:38
 O que é? |  O que é? | favorito
Angolanos ultrapassaram marroquinos e decidem hoje continuidade com irmãos do Ìndico

A SELECÇÃO Nacional de Basquetebol de Seniores Masculinos classificou-se em décimo lugar no Campeonato Africano da modalidade, a decorrer em Madagáscar, ao perder, ontem, com o Mali por 61-55, em partida das classificativas.

 

O combinado nacional voltou, assim, a baquear frente à equipa maliana, com quem tinha perdido na fase de grupos, após dois prolongamentos.

 

 

Apesar de ter ocupado o décimo lugar, os comandados de Joseba Garcia deixaram uma boa impressão neste Afrobásquete, sobretudo depois de ter realizado um grande jogo nos oitavos-de-final, contra a selecção angolana, deca-campeã africana.
Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 09:28
 O que é? |  O que é? | favorito
jogo de basquetebol

SERÁ conhecido amanhã o vencedor da quinta edição do Básquete Show/mcel. Frente-a-frente estarão duas equipas que já saborearam o título: Escola Secundária da Matola e Josina Machel, pelo que perspectiva-se um jogo renhido quando a partir das 15:00 horas o árbitro apitar para o início da final.

 

Espera-se casa cheia no pavilhão do Ferroviário do Maputo, um cenário, que aliás, se viveu nos encontros anteriores. Mas neste, a vibração deve superar todos níveis até aqui vistos.

 

 

Nesta que é uma final inédita, Josina Machel, detentora do título, luta para defender esse estatuto, enquanto os matolenses, duas vezes campeões, perseguem o “tri”.

 

A anteceder a esta partida, Kitabu e Malhazine jogam pelo terceiro lugar a partir das 13:30 horas.
Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 09:18
 O que é? |  O que é? | favorito
Guebuza de visita a vila olimpica

O PRESIDENTE da República, Armando Guebuza, mostrou-se ontem satisfeito com a qualidade e beleza da Vila Olímpica que vai acolher os Jogos Africanos Maputo 2011, que ainda ontem recebeu os primeiros residentes. 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:08
 O que é? |  O que é? | favorito
Agosto 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
14
20
21
27
28
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO