Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Quarta-feira, 31 DE Agosto 2011
Os atletas vão aquilatando o seu estado (C. Bernardo)

O MOVIMENTO de entrada de delegações na Vila Olímpica continua incessante. No entanto, quando estamos a apenas um dia do início das competições dos Jogos Africanos – boxe e vólei entram em acção já amanhã – a adrenalina nos atletas sobe em flecha, com os nossos representantes a prometer um bom arranque, mesmo desconhecendo o valor dos adversários.

 

À parte aquilo que já está a acontecer nos diversos recintos desportivos, onde os atletas, mal desembarcaram e obtiveram a sua acreditação, começaram o processo de treinamento e de ambientação às novas e reluzentes infra-estruturas reabilitadas ou construídas a propósito dos X Jogos Africanos do Maputo-2011, à volta da Vila Olímpica, nomeadamente na pista de atletismo concebida para o aquecimento, o sinal da Olimpíada continental é um facto irrefutável.

 

 

Desde as primeiras horas da manhã, atletas de diversas modalidades convergem para aquele recinto, com ou sem os respectivos treinadores, tendo como finalidade o exercitar dos músculos, por um lado, mas também, por outro, treinos realmente a sério. Ontem, por exemplo, e perante o olhar curioso de muitos transeuntes, técnicos de cronómetros em punho vigiavam os seus pupilos em corridas de velocidade e de meio-fundo, havendo outros nos saltos e lançamentos.

 

 

Foi possível, igualmente, presenciar o treino de diferentes formações de voleibol, estas, sim, numa concentração mais verdadeiramente total, tendo em conta que amanhã iniciam as competições, juntamente com o boxe, abrindo assim os X Jogos Africanos do Maputo-2011. Na sexta-feira, será a vez do basquetebol feminino, que começa cedo em virtude de, no final do mês de Setembro, no Mali, decorrer o Afrobásquete. Já no sábado à noite, a partir das 18.00 horas, e no decorrer de uma festa que se perspectiva memorável, terá lugar a cerimónia de abertura.

 

 

Na Vila Olímpica, apesar de ainda decorrerem alguns trabalhos de pequena monta, como são os casos de limpeza e de arranjo de certas ruelas, o ambiente está muito vivo, até porque, paulatinamente, o condomínio vai se compondo, com a chegada de mais inquilinos. Segunda-feira, por exemplo, desembarcaram os nossos “kambas” de Angola, ao mesmo tempo que a África do Sul – com a maior comitiva do evento – começava a “despachar” alguns dos seus representantes.

 

 

Por entre ruelas e neste e naquele bloco, circular no condomínio olímpico significa, nestes dias, ver penduradas nas varandas bandeiras identificativas de cada país, assim como cruzar-se com argelinos e quenianos, ugandeses e nigerianos, gaboneses e namibianos, angolanos e zimbabweanos, zambianos e senegaleses, mauricianos e gambianos, enfim, uma interessante mescla de gente de diferentes raças, culturas, usos, costumes e línguas, mas entrelaçadas pelo espírito dos Jogos Africanos.

 

 

 

Por enquanto, tudo não passa de prognósticos e conjecturas em relação ao desfecho do evento, na sua globalidade, de cada modalidade e de cada prova, em particular, daí que os atletas vão se cruzando e se cumprimentando num misto de receio e de total abertura, até porque, por outro lado, os Jogos Africanos constituem um momento de irmandade e de convívio entre os povos do continente africano.
Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 15:45
 O que é? |  O que é? | favorito
vila olimpica

HÁ quase uma semana na Vila Olímpica, os atletas moçambicanos só dizem maravilhas a respeito daquele complexo habitacional. Para muitos, trata-se da primeira vez que tomam parte numa competição desta envergadura e alojados numa residência com aquelas características.

 

 

Porém, se tudo é maravilha, incluindo a oportunidade ímpar de travarem amizade com desportistas de outros países africanos, alguns atletas nossos, em conversa informal com o “Notícias”, expressaram o seu desagrado devido ao facto de praticamente se encontrarem “fora do contexto” nacional e internacional, uma vez que na Vila Olímpica não existem postos de venda de jornais e muito menos aparelhos de televisão nos apartamentos.

 

 

Uma preocupação inegavelmente legítima e à qual se acrescentou uma outra não menos legítima: temos saudades das novelas, diziam algumas atletas, embora encantados com esta singular ocasião de disputarem os Jogos Africanos, sobretudo na sua própria casa.

 

 

 

Longe dos jornais e das novelas, representantes de outros países também não esconderam a sua satisfação em relação às condições que encontraram na Vila Olímpica e nos recintos das competições, augurando, por via disso, um evento coroado de êxitos. Mesmo cansados com as viagens, para a maioria, Maputo era um encanto ainda por desvendar, pois a vista aérea tinha sido prometedora de uma cidade fascinante, só que saíram do Aeroporto directamente para o Zimpeto, ficando por conhecer melhor a capital moçambicana nos próximos dias.
Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 15:40
 O que é? |  O que é? | favorito
tecnico

JÁ constava do programa geral de competições que três modalidades entrariam em acção antes da cerimónia oficial de abertura dos Jogos Africanos. Para amanhã, dia 1 de Setembro, estava previsto o início das provas de voleibol e de boxe, só que, segundo informações de última hora, apenas o vólei terá o seu começo amanhã, no pavilhão do Maxaquene, inaugurando assim a remodelada sala de visitas dos “tricolores”.

 

 

O calendário de jogos ainda não foi definido, facto que apenas acontecerá durante o dia de hoje, quando a comissão técnica da modalidade se reunir para, por um lado, proceder ao sorteio da competição e, por outro, fazer a programação dos jogos e respectivos horários.

 

 

No que diz respeito ao boxe, cujo palco é o pavilhão do Estrela Vermelha, o seu arranque acontecerá na sexta-feira, juntamente com o basquetebol feminino, no pavilhão do Desportivo. As reuniões técnicas estão marcadas para amanhã.
Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 15:30
 O que é? |  O que é? | favorito
bebec

O BAIRRO George Dimitrov conquistou sábado, no campo do Cape-Cape, o Torneio Africanito de futebol infanto-juvenil, que serviu de divulgação dos Jogos Africanos à espreita.

 

George Dimitrov teve a ousadia de bater Chamanculo, no seu reduto, por 2-1, tirando-lhe o sonho de festejar perante o seu público, que foi a maioria entre o público que acorreu ao local para testemunhar o encerramento do torneio, promovido pelo Governo da Cidade do Maputo em parceria com a Associação Juvenil Bebec.

 

 

Com uma trajectória invejável desde o início do evento, a 11 de Julho, George Dimitrov destacou-se na fase de grupos de três equipas cada, apurando-se em primeiro lugar sem derrota para as meias-finais, nas quais eliminou a turma do bairro do Maxaquene, por 1-0.

 

 

Chamanculo teve igualmente um bom percurso, mas não semelhante ao do campeão. Destacou-se no grupo com uma vitória e um empate, afastando nas meias-finais Sommerschield, também por 1-0. Salientar que o terceiro lugar, também com direito a prémio, pertenceu a Maxaquene, que venceu Sommerschield, por 1-0. Realçar que este torneio movimentou também femininos. Esta prova foi a primeira a terminar, no dia 20 de Agosto, e teve como vencedora a turma do bairro Ferroviário, que goleou Polana Caniço, por 3-0.

 

 

O terceiro lugar coube a Aeroporto, que derrotou 25 de Junho, por 1-0. Os primeiros três classificados receberam troféus e medalhas, em ambos sexos. Os primeiros ganharam ainda kits de material escolar e camisetas com cores dos Jogos Africanos. A cerimónia de premiação foi orientada pelo Primeiro-Ministro, Aires Aly, acompanhado pela Governadora da Cidade do Maputo, Lucília Hama.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 15:13
 O que é? |  O que é? | favorito
Estrela vs Matchedje

O ESTRELA Vermelha despediu-se gloriosamente do Campeonato de Futebol da Cidade do Maputo com a preciosa vitória sobre o Águias Especiais (1-0), no último sábado, resultado que tornou os “alaranjados”, já campeões, mais destacados ao fim da prova com seis pontos de vantagem sobre o Mahafil, seu principal rival na corrida ao título.

 

Este é o segundo título consecutivo do Estrela que, com tamanha felicidade, receberá do patrocinador da prova, a GWM, uma carrinha de 32 lugares e um encaixe no valor de 200 mil meticais.

 

 

O Mahafil, que já havia igualmente assegurado o segundo lugar na anterior jornada, a penúltima, venceu, com a mesma margem, o Beira-Mar da Catembe, vitória que lhe conferiu três pontos de vantagem sobre a Académica. O Mahafil vai receber 100 mil meticais na qualidade de vice-campeão. Tal como o Mahafil, a Académica perdeu a batalha na corrida ao título nas últimas jornadas do campeonato.

 

 

 

Noutros jogos da 18ª ronda, o Ferroviários das Mahotas derrotou o 1º de Maio, por 2-0, assaltando o quarto lugar antes nas mãos do adversário. A União FC, que até a anterior jornada era “lanterna Vermelha”, surpreendeu o Nova Aliança ao vencê-lo, por 3-2, e, com este feito, trocou de posição com Beira-Mar, que ocupava a penúltima posição.

 

 

                                                             CLASSIFICAÇÃO FINAL

 


                                               J          V          E          D           B          P

E. VERMELHA                16       11      3        2      32-7     36

Mahafil                        16        9       3        4      22-13   30

Académica                   16        7        6        3     19-11   27

Fer. das Mahotas         16         6        7        3     28-23   25

1º de Maio                   16        7        2        7     24-18   23

Nova Aliança               16        5          4        7    26-21   19

Águias Especiais           16        4         5        7    17-22   17

União FC                     16        2          4      10    14-43   10

Beira-Mar                    16        1          6        9     12-42   9

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 15:05
 O que é? |  O que é? | favorito

O DESPORTIVO de Nacala é a primeira equipa do Campeonato Provincial de Futebol de Nampula, o “Nampulense-2011”, a confirmar matematicamente a sua presença na “poule” de apuramento da região norte do país para o Moçambola da próxima temporada. Faltando apenas três jornadas por disputar, os nacalenses somam 17 pontos na classificação, seguido pelo Ferroviário também daquela cidade portuária com doze.

 

A terceira posição desta prova é ocupada pelo Benfica de Nampula com nove pontos que pode igualmente discutir o apuramento com a equipa “locomotiva” de Nacala e o seu homónimo de Monapo que têm oito pontos, mais três que o Hospital Central FC e em último encontra-se o Sporting de Nampula com apenas quatro pontos resultantes apenas de empates, o mesmo que dizer que ainda não conheceu o sabor da vitória no certame e que, diga-se em abono da verdade, é a grande desilusão da prova.

 

 

Aliás, esta é a pior classificação dos ora considerados “reis do norte”, numa época em que os sócios desta colectividade fizeram uma “revolução” que acabou afastando à força a direcção anterior e cujo objectivo principal traçado e tornado público pelo actual elenco dirigido por António Uaqueia era devolver a equipa ao convívio dos grandes do futebol nacional.

 

 

Na jornada do passado fim-de-semana, a sétima, os “leões”, que este ano já conheceram o comando de três treinadores, agora sob a orientação de Machatine, foi copiosamente derrotado pelo seu arqui-rival, o Benfica, por duas bolas a zero, deitando abaixo alguma réstia de esperança para poder disputar um lugar que lhe permitisse alcançar os objectivos dos dirigentes do clube.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 14:43
 O que é? |  O que é? | favorito
ASSOCIAÇÃO Desportiva da Maxixe

A ASSOCIAÇÃO Desportiva da Maxixe (ADM), campeã da província de Inhambane, recebe nos próximos três fins-de-semana três clubes do Moçambola, os chamados “colossos” do desporto das multidões em Moçambique, com objectivo de se preparar para a “poule” de apuramento para Moçambola- 2012.

 

Trata-se do Desportivo, Maxaquene e Costa do Sol que se deslocarão à Maxixe a convite da ADM, para evoluírem no pelado do município local, não só para aquilatar o campeão para melhor enfrentar a “poule” de apuramento, mas também para a rodagem das três equipas que não competem por causa da realização dos X Jogos Africanos.

 

 

De acordo com o director desportivo de ADM, Hassane Ezohur, o campeão provincial traçou um programa de preparação para não ter surpresas porque o objectivo deste clube com apenas cinco meses de existência é competir ao mais alto nível do futebol moçambicano, o Moçambola da próxima época futebolística.

 

 

 

Na próxima semana, vamos receber o Desportivo do Maputo, a seguir o Maxaquene e o Costa do Sol no ciclo de preparação da nossa equipa, porque já no dia 24 de Setembro estaremos em cena na “poule”, daí que não há tempo para descanso, porque o nosso objectivo é fazer da ADM a segunda equipa da província de Inhambane no Moçambola e é já no próximo ano”, promete Hassane Ezohur para quem a sua equipa tem tudo para vencer a prova.

 

 

No último fim-de-semana, a ADM da Maxixe derrotou o Porbono de Morrumbene, por sete bolas sem resposta, e terminou o campeonato, de 18 jornadas, em primeiro lugar com 49 pontos, mais nove que o Ferroviário de Inhambane, segundo classificado com 40 pontos. Durante o campeonato, a ADM conseguiu apenas um empate e sofreu uma derrota.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 14:31
 O que é? |  O que é? | favorito
Terça-feira, 30 DE Agosto 2011
Nigéria primeira delegação estrangeira a chegar

AS delegações aos Jogos Africanos vão chegando às catadupas! Umas através do aeroporto. Outras por via das nossas fronteiras terrestres. Depois, o destino é o mesmo: a Vila Olímpica, que por estas alturas já regista um movimento animado e invulgar, com a festa e o convívio a misturarem-se com a ansiedade face ao aproximar do evento.

 

Certamente, já nenhum citadino está alheio ao que está a acontecer na capital do país. Só o fluxo de autocarros entre o Aeroporto Internacional do Maputo e o Zimpeto, assim como para alguns recintos dos jogos, levando consigo gente com aspecto nada turístico mas sim desportivo, já ilustra que efectivamente estamos a escassos dias dos X Jogos Africanos do Maputo-2011.

 

 

Do ponto de vista de organização, tudo decorre sobre os carris, embora alguns aspectos ainda estejam a acontecer, como aconteceu ontem, por exemplo, com o ensaio da linha exclusiva para as viaturas do evento e assinatura de acordos com algumas empresas e instituições.

 

 

 

Depois de a primeira delegação a habitar a Vila Olímpica ter sido a moçambicana, desde quinta-feira, no sábado desembarcou uma parte da numerosa comitiva da Nigéria, ao que foram se seguindo outras, transformando aquele local num verdadeiro condomínio desportivo, onde se encontram e se reencontram atletas e adversários das mais variadas modalidades desportivas, no meio de uma festa que se mistura com a ansiedade, já que “todo mundo” está à espera do dia do início das competições.

 

 

É verdade que neste momento cada delegação que desembarca vai se preocupando com o moroso processo de acreditação, a decorrer no Estádio Nacional do Zimpeto, seguido do alojamento propriamente dito – distribuição dos quartos, etc. – e das refeições no restaurante montado no Instituto Superior de Relações Internacionais (ISRI). No entanto, selecções há que igualmente já aliam a questão competitiva, facto que se traduz na sua adaptação aos locais dos jogos, onde se encontram a treinar.

 

 

Em virtude de em certas modalidades ainda decorrerem grandes eventos internacionais, alguns países não chegam com as respectivas delegações completas. O caso mais flagrante é o do atletismo, que tem o Campeonato Mundial em curso na cidade sul-coreana de Daegou.

 

 

E, como se sabe, o atletismo é a modalidade-rainha dos Jogos Africanos, daí que se aguarda o desembarque das estrelas já com o evento a decorrer, até porque, de acordo com o calendário da Olimpíada continental, o atletismo entra em acção somente a partir do dia 11.

 

 

O basquetebol masculino acaba de concluir o seu Afrobásquete em Madagáscar, com a vitória da Tunísia. As selecções seguiram para os seus países praticamente para “mudarem de malas”, pois imediatamente tiveram que iniciar a viagem para a capital moçambicana.

 

 

Fora da Vila Olímpica, unanimemente elogiada por diferentes componentes das delegações estrangeiras, o ambiente à volta do Estádio Nacional do Zimpeto já é realmente dos Jogos Africanos. No recinto continuam a decorrer os ensaios para a cerimónia de abertura, a qual realçará a cultura moçambicana em ligação com a africana, num movimento que envolve centenas de jovens dançarinos amadores e profissionais.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 12:41
 O que é? |  O que é? | favorito
 
PM e jornalistas desportivos (C. Bernardo)

PARA a esmagadora maioria dos jornalistas desportivos moçambicanos esta será a primeira vez que terão o grande privilégio de efectuar a cobertura da Olimpíada continental. Será, pois, o “jogo das suas vidas” e uma oportunidade ímpar para, através do seu saber e criatividade, fazerem chegar ao país, ao continente e ao mundo tudo quanto diz respeito ao evento.

 

 

Sem demagogias, mas acima de tudo vincando o seu patriotismo e o sentido de pertença a uma nação que, apesar de todas as vicissitudes conjunturais e num espaço de dois anos soube erguer um parque infra-estrutural de fazer inveja a muitos países africanos, os jornalistas desportivos expressaram ao Primeiro-Ministro, Aires Ali, a sua prontidão para tudo fazerem de forma que os X Jogos Africanos do Maputo-2011 sejam um sucesso em todos os sentidos.

 

 

 

Aires Ali, que teve um encontro de carácter informal com os escribas desportivos no pretérito sábado, acolheu com satisfação as várias contribuições lançadas pelos presentes, por um lado relacionadas com a cobertura do evento, tendo como denominador comum a necessidade de se realçar o esforço que o país empreendeu para hoje ser a capital dos Jogos Africanos, assim como os ganhos daí decorrentes; e, por outro lado, a permanente consciencialização dos cidadãos para aderirem a este singular movimento desportivo que está a acontecer em Moçambique.

 

 

 

Entretanto, no mesmo dia, o Primeiro-Ministro, acompanhado pela governadora da cidade do Maputo, Lucília Hama, assistiu ao animado e concorrido concerto de música gospel realizado no Centro Cultural Universitário em prol dos Jogos Africanos. O festival contou com a participação de vários grupos deste género musical, com o apelo e sensibilização da sociedade civil para que faça deste evento desportivo uma verdadeira festa popular.

 

 

Já ontem, Aires Ali visitou as nossas selecções, que ultimam a preparação para o grande evento que se inicia no sábado, escalando as modalidades de ténis de mesa, voleibol masculino e tae kwon do. Hoje o governante estará com os atletas de boxe, xadrez e básquete feminino.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 12:35
 O que é? |  O que é? | favorito
Casa Moçambique

CONCEBIDA com a finalidade de se constituir num espaço de encontro, convívio, debates e apoio às selecções nacionais, entra em funcionamento amanhã, no recinto do Parque dos Continuadores, a Casa Moçambique, numa iniciativa levada a cabo por pessoas ligadas ao desporto, e não só, imbuídas pelo espírito do grande movimento dos Jogos Africanos.

 

 

Na Casa Moçambique os visitantes terão a oportunidade de assistir, através de uma tela gigante, jogos das nossas equipas de diferentes modalidades e desfrutar de manjares nacionais, num espaço em que, igualmente, estarão à venda camisetes, bonés, peças de artesanato e outras lembras alusivas à Olimpíada continental.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 12:26
 O que é? |  O que é? | favorito
Agosto 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
14
20
21
27
28
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO