Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Terça-feira, 26 DE Julho 2011

 


Complexo de Xangai

 

 

 


Jéssica Cossa foi a primeira nadadora moçambicana a entrar em competição nos mundiais de Xangai. Os outros representantes nacionais, designadamente, Chakir Camal e Jéssica Vieira nadam no fim-de-semana.

 

A moçambicana Jéssica Cossa  ocupou a sexta posição na nona série de qualificação da prova dos 100 metros costas, com 1.09.74 minuto, no Mundial de Natação de Xangai-2011, ficando a 57.848 centésimos da chinesa Jing Zhao, detentora da melhor marca de inscrição desta especialidade. 

 

 

Jéssica Cossa - de 16 anos, a quem a Federação Moçambicana de Natação elegeu para se juntar a Chakir Camal e Jéssica Vieira e representarem Moçambique nos Mundiais de Xangai-2011, no âmbito da preparação dos Jogos Africanos de Maputo - é recordista nacional nos 100 e 200  metros costas.

 

Jéssica, na sua série, nadou com Angeline Trinquer (1.12.07 minuto), Anant (1.08.15 minuto), Coronel Jones (1.07.30 minuto) e Siona Huyley (1.07.80 minuto).

 

 

A nadadora moçambicana volta a nadar esta quarta-feira na prova de 200 metros costas. Enquanto isso, Chakir Camal e Jéssica Vieira deverão nadar no fim-de-semana nas especialidades de l00 metros livres.

 

 

Sinto-me feliz de estar aqui. Todo o resto que já fiz faz parte do passado. É uma nova página na minha vida. Tentarei dar o melhor de mim mesmo na prova dos 200 metros costas”, declarou Jéssica Cossa.

 

 

Oriental Sports Center Acolhe mundiais de natação

 


Começou neste sábado a edição 2011 do Mundial de Natação organizado pela Federação Internacional de Natação (FINA). O evento deste ano ficou ao cargo da China, na cidade de Xangai, que derrotou Doha (Qatar) na eleição realizada em Março de 2007.

 

 

Fonte:O Pais

publicado por Vaxko Zakarias às 11:58
 O que é? |  O que é? | favorito
Sarifa Magid diz não estar ainda inteirada no caso da suspensão da atleta da Elisa Cossa

 

A presidente da federação de atletismo adianta que pouco pode dizer em relação ao processo que resultou na suspensão provisória.

A presidente da Federação Moçambicana de Atletismo, Sarifa Magid, falou da suspensão da atleta Elisa Cossa numa conversa via telefone em que a número “1” do atletismo no país disse não saber muito em relação ao processo que resultou na suspensão da corredora nacional dos 400 e 800 metros.

 

Enquanto a federação não decide quando vai ouvir Elisa Cossa sobre a entrevista que resultou na suspensão, a atleta vai mesmo ficar sentada em casa sem saber se continua a preparar-se para os Jogos Africanos de Setembro próximo.

 

Enquanto os outros atletas se preparam para os Jogos Africanos, a atleta suspensa aguarda nestas alturas pelo inquérito da comissão jurisdicional da federação nacional de atletismo.

 

Fonte: TIM
publicado por Vaxko Zakarias às 11:49
 O que é? |  O que é? | favorito
 
Apartamento da Vila Olímpica (C. Bila)
Apartamento da Vila Olímpica (C. Bila)

 

A VILA Olímpica é, sem dúvidas, a infra-estrutura cujo orçamento é o mais gigantesco e por isso a mais complexa. Mas, de acordo, com Fernando Cardão, director da obra, no dia 15 de Agosto os 848 apartamentos estarão prontos a habitar. 
 

Até ao dia 15 do próximo mês contamos que todos os apartamentos estejam prontos. Estamos conscientes das dificuldades para apetrecharmos os 848 apartamentos com mobiliário. Estamos a falar em mais de seis mil peças de mobiliário”, disse Cardão, revelando que 256 apartamentos já estão prontos e por isso em condições de serem mobilados.

 

 

Os apartamentos já estão a ser entregues. No dia 6 de Agosto contamos disponibilizar mais apartamentos para no dia 15 procedermos com a última entrega. Tudo será feito dentro de um processo faseado”, garantiu.

 

 

O director da obra adiantou que a Vila Olímpica, no seu todo, só estará concluída nos finais do próximo mês. “Durante as duas últimas semanas de Agosto vamos limpar todos acessos e criar condições para que as pessoas se sintam em casa e não detectem falhas de logística e de acessos. Estamos a trabalhar afincadamente para concluir os edifícios nessas datas”.

 

 

Questionado sobre os trabalhos que faltam na Vila, Fernando Cardão respondeu: “Os acabamentos no exterior dos edifícios estão praticamente prontos. A previsão é que em uma semana devem estar concluídos. Os acabamentos interiores são os que dão mais trabalho porque temos que meter pavimentos, energia, pinturas, sanitários, tudo que garante uma habitabilidade dos edifícios”.

 

 

Fernando Cardão destacou que nesta altura há um trabalho que está sendo feito em coordenação com o COJA no sentido de acautelar a componente da logística. “Amanhã (hoje) vamos ter uma reunião com a subcomissão de alojamento, exactamente, para pudermos programar as primeiras entregas e fazermos a distribuição das chaves o que é muito complicado. São cerca de dez mil chaves”.

 

 

Em termos de execução da obra, Fernando Cardão avaliou em 85/90 porcento. “Escolhemos uma tecnologia relativamente rápida. Os acabamentos estão a bom ritmo. Até estamos mais avançados em relação ao que tínhamos previsto. Só para ter uma ideia, o último edifício está mais adiantado do que o penúltimo. As equipas estão conscientes das datas em que devem chegar e vamos continuar a trabalhar arduamente”.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:16
 O que é? |  O que é? | favorito
logo coja
A piscina olímpica já tem toda a sua estrutura edificada. Até já tem água e as bancadas estão erguidas.

Segundo Fernando Cardão, a piscina olímpica está praticamente na sua fase terminal em termos de execução da obra. Falta é ligar as caldeiras (para aquecimento da água).

 

 

Contamos que dentro de duas semanas possamos entregar todo o complexo. No dia 15 de Agosto vem a equipa de técnicos de cronometragem. É uma equipa estrangeira que vem instalar todo o sistema de cronómetros”.

 

 

Referiu, mais adiante que durante os Jogos estará em serviço uma equipa de piquete, que irá se encarregar de dar todo apoio, desde electricistas, carpinteiros, canalizadores... Está igualmente em serviço um engenheiro italiano que dará um apoio a tempo inteiro para ter a certeza que nada falhará.
Fonte;Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 10:52
 O que é? |  O que é? | favorito
Pedrito Caetano

O GOVERNO efectuou, na manhã de ontem, mais uma visita à Vila e Piscina Olímpica para se aperceber do nível da execução das obras naquelas duas infra-estruturas consideradas pilares para os Jogos Africanos, que de 3 a 18 de Setembro próximo, terão lugar na capital do país.

Pedrito Caetano, Ministro da Juventude e Desportos, fez uma avaliação positiva do dos trabalhos naquela zona do bairro do Zimpeto, tendo destacado a importância de se manter o mesmo ritmo para que se cumpram os prazos.

 

 

Estamos a constatar com muita satisfação o andamento das obras na vila e piscina olímpica, e noutras infra-estruturas que vão acolher os Jogos Africanos. A expectativa é que às obras terminem dentro dos prazos estabelecidos. Mas é preciso continuar a fazer uma monitoria para permitir que nada falhe”.

Pedrito Caetano afirmou ser fundamental que o Governo em coordenação com o COJA (Comité Organizador dos Jogos Africanos) continuem a fazer a monitoria dos empreendimentos em alusão e não só.

 

 

É de capital importância que se continue a fazer uma monitoria permanente, sobretudo das infra-estruturas do bairro do Zimpeto, mais concretamente a vila olímpica. É por isso, que, desde a semana passada, estamos a deslocar as nossas equipas de trabalho para de perto acompanharem todo o processo”.
O Ministro da Juventude e Desportos adiantou que neste momento, grande parte das atenções está centrada nos aspectos de alimentação e transporte. “Estamos agora a trabalhar com maior incidência nos serviços de alimentação e transporte, são aspectos de detalhe que agora precisam de muita atenção”. Outro aspecto que foi alvo de conversa durante a visita foi das vias de acesso. Soube-se, que nos próximos dias vão decorrer ensaios em algumas estradas para tornar o tráfego o mais descongestionado possível durante os Jogos Africanos.
Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 10:44
 O que é? |  O que é? | favorito

 

 
logo Coja

AS vias de acesso para aceder ao Zimpeto, onde estão localizadas as infra-estruturas “mãe” dos Jogos Africanos, nomeadamente o Estádio Nacional e a vila olímpica, são talvez o aspecto que mais preocupa o COJA. 

 

 

Portanto, este foi um assunto de conversa durante a visita. Questionado sobre as estratégias que o COJA está a delinear para minimizar o problema de congestionamento ele, Solomone Cossa, director-geral do daquele organismo, respondeu: “A cidade do Maputo tem um município e um Governo. Vamos ter que coordenar com estas entidades para criarmos condições de explorar ao máximo todas as vias disponíveis, sobretudo as do Grande Maputo. Temos que também utilizar as outras vias alternativas como as da Matola e de Boquisso. É um processo que deve ser coordenado”.

 

 

Solomone Cossa avançou que nos próximos dias deve haver um ensaio para se avaliar até que ponto é vantajoso ou não a utilização dessas vias.

 

 

A Estrada Nacional está em obras, mas quando acabarem a ideia é introduzir uma linha verde que permitirá o sentido de movimentação das viaturas que se deslocarão ao recinto dos Jogos”. Ajuntou que estão a ser estudadas todas as cautelas para que o tráfego flua normalmente.

 

No entanto, não revelou a data para o referido ensaio, mas afirmou que a Imprensa será convidada a estar presente. “Teremos primeiro um encontro com o município para coordenamos quando e onde decorrerão os ensaios”.  

publicado por Vaxko Zakarias às 10:35
 O que é? |  O que é? | favorito
Delegação de Sofala (J. Capela)
Delegação de Sofala (J. Capela)

 

FATOS de treino, camisolas, calções e bonés de distintas cores; autocarros transportando atletas sempre alegres e a cantar animadamente; recintos desportivos com roupagem garrida, eis o movimento que Maputo vive desde sábado com o X Festival Nacional dos Jogos Escolares, que desportivamente entrelaça Matola e Boane.

 

Ao longo dos primeiros três dias, os organizadores franziam o nariz, devido à fraca aderência dos espectadores aos locais dos jogos, particularmente do público-alvo, que são os jovens estudantes. No entanto, se se considerar que durante o fim-de-semana a mocidade se repartiu por múltiplos eventos desportivos, culturais e recreativos nas cidades de Maputo e Matola, a partir da tarde de ontem o panorama começou a mudar e a face das bancadas conhecia outro colorido.

 

 

Pela sua magnitude, o Festival Nacional dos Jogos Escolares é um evento super mobilizador dos jovens estudantes, e não só. E a província do Maputo, mesmo reconhecendo que a extensão entre Matola e Boane, as duas sedes das competições, não ajuda na compatibilização do programa dos espectadores, não podia fugir à regra. Por outro lado, tendo em conta a singularidade do próprio festival para os atletas participantes, estes não regateiam esforços e entregam-se aos jogos com todo o ardor.

 

 

Pela tradição dos Jogos Escolares, nomeadamente os festivais realizados a partir da presente década, existem rivalidades incontornáveis nalgumas modalidades, sinónimo de que a competição é também a valer. No basquetebol masculino, por exemplo, a partida entre província do Maputo e Cidade do Maputo, havida ontem à tarde, no campo da Escola Secundária da Matola, foi qualquer coisa de extraordinário. Prendeu a atenção do público do primeiro ao último minuto, até porque estavam envolvidos jogadores que se conhecem perfeitamente, a partir doutras competições escolares.

 

 

Neste grupo, segundo já se conjectura, as duas formações do Maputo deverão transitar para a etapa seguinte, mas qualquer delas receia se encontrar prematuramente com a gigante Zambézia, que está no festival com galões por todos respeitados. Tete e Cabo Delgado igualmente se apresentam com selecções à altura de discutir os lugares cimeiros, daí a expectativa que se vai criando em relação ao cruzamento nas meias-finais.

 

 

No futebol, Manica, Tete e Sofala, que estão no mesmo grupo; Maputo-província e Cabo Delgado, no outro, constituem a nata das equipas com maior número de probabilidades de chegar ao título. Os maputenses gozam do factor casa, no entanto, os seus adversários fazem questão de querer quebrar esta particularidade. Os jogos decorrem em Boane, nomeadamente no Estádio Olympáfrica e no Instituto Pedagógico de Umbelúzi.

 

 

Na Escola Secundária da Zona Verde e na Ana Mogas tem lugar o torneio de voleibol, no qual à partida Manica, Sofala, Zambézia e Cidade do Maputo se apresentam em melhores condições de chegar ao pedestal de honra.

 

O futsal, introduzido pela primeira vez nos Jogos Escolares, realiza-se em Boane, na Escola Secundária Joaquim Chissano e no Instituto Superior de Tecnologia e Gestão. Já o andebol tem como palcos a Escola Secundária Nelson Mandela e os Institutos Industrial e Comercial da Matola e de Formação de Professores, enquanto a ginástica, outra modalidade novata, acontece no Parque Municipal.

O atletismo entra em acção esta manhã, no Estádio Olympáfrica, em Boane.

Quadro de resultados

 

Andebol masculino

 

Zambézia-Manica (23-16)

Nampula-Tete (25-20)

Gaza-Sofala (24-25)

Niassa-Cabo Delgado (26-15)

Maputo Cidade-Inhambane (17-18)

 

Andebol feminino

 

Zambézia-Manica (15-21)

Nampula-Tete (25-7)

Gaza-Sofala (19-12)

Niassa-Cabo Delgado (10-21)

Maputo Cidade-Inhambane (16-19)

 

Básquete masculino

 

Manica-Nampula (87-59)

Zambézia-Sofala (57-43)

Cabo Delgado-Inhambane (62-65)

Gaza-Tete (50-61)

Maputo Província-Maputo Cidade (46-19)

 

Básquete feminino

 

Manica-Nampula (40-35)

Zambézia-Sofala (35-39)

Gaza-Tete (42-44)

Cabo Delgado-Inhambane (15-57)

Maputo Província-Maputo Cidade (58-74)

 

Futebol masculino

 

Tete-Nampula (4-1)

Maputo Cidade-Niassa (1-0)

Cabo Delgado-Maputo Província (2-1)

Gaza-Manica (2-1)

Sofala-Zambézia (0-1)

 

Futebol feminino

 

Tete-Nampula (0-2)

Maputo Cidade-Niassa (2-2)

Cabo Delgado-Maputo Província (2-1)

Gaza-Manica (1-4)

Sofala-Zambézia (0-1)

 

Futsal

 

Nampula-Manica (3-1)

Maputo Cidade-Cabo Delgado (5-1)

Niassa-Maputo Província (2-5)

Zambézia-Tete (7-2)Gaza-Sofala (10-2)

 

Vólei masculino

 

Gaza-Nampula (0-2)

Sofala-Tete (2-0)

Cabo Delgado-Maputo Cidade (0-2)

Manica-Zambézia (0-2)

Maputo Província-Inhambane (2-0)

 

Vólei feminino

 

 

Gaza-Nampula (0-2)

Sofala-Tete (2-0)

Manica-Zambézia (0-2)

Maputo Província-Inhambane (2-0)

Cabo Delgado-Maputo Cidade (2-1)

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:21
 O que é? |  O que é? | favorito
Estrela Vermelha

O LÍDER do Campeonato de Futebol da Cidade do Maputo, Estrela Vermelha, mantém-se intacto na liderança da prova, apesar do empate sem abertura de contagem com o Nova Aliança, na derradeira jornada, a vigésima segunda.

 

Os “alaranjados”, agora com 26 pontos, respiraram de alívio com o empate consentido pelo 1º de Maio no embate com Águias Especiais, também sem abertura de contagem. É que com a igualdade, o 1º de Maio continua com menos quatro pontos do alcance do líder. Porém, mantém-se com o mesmo número de pontos de vantagem sobre Águias Especiais.

 

 

Quem deu um passo significativo é a Académica que, goleando o Beira-Mar da Catembe, por 3-0, está agora no encalço do Águias Especiais. Com a vitória, os “estudantes” somam 17 pontos, ou seja estão a menos um ponto do “Águias”.

 

O outro vitorioso é o Ferroviário das Mahotas, que derrotou União FC por 3-1.Quem ficou de fora nesta ronda é o Mahafil, devido ao número ímpar de concorrentes.

Chibuto e Clube de Gaza colados

 

O CLUBE do Chibuto partilha com o Clube de Gaza a liderança do Campeonato Provincial de Futebol, após a 10ª jornada disputada no pretérito fim-de-semana, na qual obteve uma preciosa vitória frente ao Ferroviário de Gaza (2-0). Por seu turno, o Clube de Gaza venceu o “lanterna vermelha” da prova, o Costa do Sol local, por 3-0.

 

 

Com estes triunfos, as duas formações somam cada 24 pontos. Os “locomotivas” da capital provincial de Gaza foram, com a derrota diante do Chibuto, remetidos à terceira posição com 23 pontos.

 

 

A ronda foi marcada por vitórias consecutivas do Clube de Mandlakazi, que derrotou o Tekamahala, por 3-1, Associação Desportiva de Chókwè (ADC), que goleou o Estrela Vermelha, por 4-1.

 

 

A próxima jornada tem o clássico local entre o Ferroviário e Clube de Gaza. Os restantes jogos são ADC-Mandlakazi, Chibuto-Estrela e Tekamahala-Costa do Sol.

 

 

Em Gaza, rodou igualmente a primeira jornada do campeonato de juniores, que ofereceu o seguinte quadro de resultados: Desportivo B-Tekamahala (1-0), Desportivo A-Estrela (3-0) e Clube de Gaza-Ferroviário (1-0).

Maxixe pode encomendar as faixas

 

A ASSOCIAÇÃO Desportiva de Maxixe, imparável no chamado “ Moçambolinho” de Inhambane, goleou no último fim-de-semana o Beleneneses de Homoíne, por 5-1, cimentando a liderança na prova agora com 37 pontos, mais seis que o Ferroviário de Inhambane, segundo classificado com 31 pontos.

 

A ADM pode encomendar as faixas de campeão provincial já na próxima jornada, mas tudo vai depender dos resultados de terceiros.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:06
 O que é? |  O que é? | favorito
Julho 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
16
17
23
24
25
30
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO