Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Quinta-feira, 09 DE Junho 2011
Africano de xadres em Maputo

A QUARTA jornada do Campeonato Africano de Xadrez, realizada terça-feira, foi sem dúvidas a melhor para os xadrezistas moçambicanos, desde que a prova se iniciou no sábado.

 

Foi o dia em que a equipa moçambicana amealhou mais pontos, 3,5. Vânia Vilhete, que na segunda-feira tinha feito um brilharete ao bater a argelina Merihan Mahmoud, voltou a destacar-se, desta feita com um empate frente a Latreche Khadidja, uma outra argelina, que lhe valeu a ascensão ao 5° lugar com 2,5 pontos, menos um que a egípcia Khaled Mona, líder isolada até à quarta ronda. Sublinhe-se que a xadrezista, melhor classificada entre os seus compatriotas, ocupava o 12° lugar na terceira jornada.   

 

 

Os masculinos obtiveram duas brilhantes vitórias protagonizadas por Donaldo Paiva e Miguel Maconi sobre o ugandês Elijah Emojong e o zambiano James Dimba, respectivamente.

 

 

Com estes triunfos, Paiva subiu da 16ª para a 14ª posição, enquanto Miguel Maconi deu um grande salto ao sair do 26° para o 17° posto.   

À Ana Malenda foram atribuídos uma vitória e o respectivo ponto, mesmo não tendo jogado. De acordo com as normas da modalidade deve ser atribuído triunfo aos jogadores que ficam de fora, de forma a não estarem em desvantagem em relação às outras concorrentes. Malenda subiu um lugar do 16° para 15°.

 

 

Os derrotados da quarta jornada foram Mateus Viajeiro e Graça Tivane. O mestre Viajeiro perdeu com o tunisino Njili Kamel, enquanto Graça foi derrotada pela argelina Merihan Mahmoud.

 

 

Mateus Viajeiro caiu do 25º para o 28º lugar, enquanto Graça Tivane manteve o 14°.

O egípcio Essam El Gindy liderava a classificação, em masculinos, até a quarta jornada. Aliás, o egípcio manteve o mesmo estatuto da terceira jornada. 

 

 

O “Africano” de xadrez terá o seu término na próxima segunda-feira.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 12:59
 O que é? |  O que é? | favorito
campeao liga

A LIGA Muçulmana, campeã nacional de futebol, foi afastada da Taça de Moçambique, ao perder ontem com o Maxaquene, por 3-1. Com este triunfo na última eliminatória da fase da cidade do Maputo, os “tricolores” juntaram-se, na fase nacional, aos já apurados Desportivo, Ferroviário, Costa do Sol e 1º de Maio. DESPORTO

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 12:54
 O que é? |  O que é? | favorito
Inacio Bernardo

O DIRECTOR Nacional do Desporto, Inácio Bernardo, esteve, semana passada, em Tete, com a finalidade de proceder à avaliação e monitoria do trabalho que está sendo levado a cabo por aquela província em relação ao desporto, sobretudo no que diz respeito às infra-estruturas e escalões de formação.

 

Inácio Bernardo esteve na vila do Songo, onde visitou as instalações do Grupo Desportivo da Hidroeléctrica de Cahora Bassa e dialogou com a respectiva direcção. Elogiando o notável trabalho desenvolvido por aquela colectividade e, particularmente, a sua rápida ascensão no panorama desportivo nacional, facto reflectido pelo bom desempenho no Moçambola, aquele dirigente mostrou-se satisfeito com a experiência da HCB.

 

No Songo, para além do novo Estádio 27 de Novembro, inaugurado no ano passado, a HBC possui um outro campo relvado em óptimas condições, ginásio, um bairro exclusivamente para os jogadores e um campo para modalidades de salão. No quadro do seu crescimento, o clube projecta construir outras infra-estruturas, de modo a atrair ainda mais o interesse e o investimento desportivo na vila.

 

Entusiasmado com a realidade que encontrou no Songo, Inácio Bernardo aconselhou, no entanto, o clube a apostar também no desporto de formação, aproveitando os talentos que existem nas escolas locais, pois só dessa forma poderá ter uma base sustentável para o seu futuro. 

Refira-se que no ano transacto, no decurso da sua visita à província de Tete, o Ministro da Juventude e Desportos, Pedrito Caetano, também escalou Songo, com o objectivo de conhecer “in loco” a vida desportiva da HCB.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 12:48
 O que é? |  O que é? | favorito
mortifero

GRANDE espectáculo na Matola! Uma partida memorável protagonizada por dois conjuntos que ofereceram um futebol altamente ofensivo, mas com o Maxaquene particularmente avassalador e a triunfar de forma meritória sobre a Liga Muçulmana por 3-1.

 

Uma vitória que coloca os “tricolores” na fase nacional da Taça de Moçambique, juntando-se aos outros apurados pela cidade do Maputo, designadamente Desportivo, Ferroviário, Costa do Sol e 1º de Maio. Os golos aconteceram a cântaros: madrugador, o Maxaquene inaugurou o marcador por intermédio de Liberty e, logo a seguir, Reginaldo fez o 2-0.

 

A Liga Muçulmana, através de Nelson, reduziu a desvantagem, mas a sua esperança de uma eventual reviravolta foi efémera, pois Hélder Pelembe fixou o resultado final, tudo isto antes dos 40 minutos. Comandantes isolados do Moçambola-2011, os detentores da Taça de Moçambique ultrapassam, assim, uma etapa extremamente difícil, colocando-se nas contas da renovação do título.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:02
 O que é? |  O que é? | favorito
MAPUTO2011

A MISSÃO Moçambique reúne-se esta tarde, a partir das 15.00 horas, no Ministério da Juventude e Desportos, com as federações para mais um balanço da preparação dos atletas nacionais para os Jogos Africanos.

 

A 86 dias da realização da olimpíada africana, Moçambique conta para o grande evento com atletas a prepararem-se no país e no estrangeiro, mais concretamente em Cuba, Austrália, França e Portugal.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:44
 O que é? |  O que é? | favorito
mortifero

A FAMÍLIA “tricolor” teve, ontem, muitos motivos para vibrar. E não foi caso para menos. A vitória por 3-1 sobre a Liga Muçulmana teve um duplo sabor, na medida em que, para além de ter sido frente a um dos “colossos” do nosso futebol, permitiu-lhe carimbar o passaporte para a fase nacional da Taça de Moçambique.

 

Quando o árbitro Justino Zandamela fez soar o apito pela última vez, não houve adepto “tricolor” que não rejubilasse. Não só estavam satisfeitos pela vitória como também pelo futebol que a equipa comandada por Arnaldo Salvado os havia brindado. A estratégia de jogar ao primeiro toque, explorando pelas alas a velocidade de Kito, Eusébio e Hélder Pelembe, funcionou na perfeição e, logo no primeiro minuto, produziu frutos.

 

Ainda algumas pessoas se “acotovelam” à entrada do campo, quando Liberty, em jeito de ponta-de-lança, respondeu com eficácia a um cruzamento de Kito, pela esquerda. Um início mortífero do Maxaquene, que pegou de surpresa uma Liga Muçulmana que se apresentou com três centrais (Mucuapele, Fanuel e Aguiar). Um esquema táctico que parece não ter sido assimilado. Era notório o desentendimento entre o trio defensivo. Sempre que os “tricolores” esboçavam uma jogada ofensiva, não se sabia quem marcava quem. A desastrada e lenta defesa “muçulmana” mostrava-se muito débil para os ataques rápidos do adversário.

 

Hélder Pelembe actuava como um “vagabundo”, explorando toda a zona de ataque. E foi numa bela incursão do avançado, pelo lado esquerdo, que o Maxaquene chegou ao 2-0, por intermédio de Reginaldo, que cabeceou para o fundo da baliza de Simplex.

 

Havia quem já começasse a desenhar um cenário catastrófico para os pupilos de Artur Semedo, dada a toada de jogo completamente favorável ao Maxaquene.

Após o golo, e apercebendo-se da imprudência da sua defesa, Semedo tirou o central Mucuapele, fazendo entrar para o seu lugar o defesa esquerdo Mayunda. A Liga passava, assim, a jogar no seu esquema habitual (4x4x2) e ganhou alguma consistência na defesa e maior profundidade no ataque. Mas foram, outra vez, os “tricolores” que criaram perigo, com Reginaldo a rematar um pouco acima do travessão.

 

Com a Liga a não conseguir criar perigo, em jogo corrido, foi de bola parada, e na sequência de um pontapé de canto, que chegou ao golo num lance bastante infeliz de Hélder Pelembe, que, na tentativa de aliviar, colocou a bola à disposição de Nelson, que aproveitou para reduzir a desvantagem, à passagem dos 25 minutos.

 

Em dia de total inspiração dos jogadores “tricolores”, nem o golo sofrido os fez estremecer. Mantiveram sempre os olhos na baliza adversária e, aos 39 minutos, Hélder Pelembe, a passe de Reginaldo, isolou-se e perante a saída de Simplex tirou-lhe do caminho e fez o remate vitorioso. Tratou-se de um golpe duro para os homens da casa, que sonhavam com a igualdade.

 

Na etapa complementar, os “tricolores” limitaram-se a gerir a preciosa vantagem. A Liga ainda tentou encurtar a desvantagem, mas fez muito pouco para o conseguir. Dário Monteiro e Paíto, com remates à entrada da grande área, foram os únicos a criar perigo, aos 61 e 64 minutos, respectivamente.

 

Do lado do Maxaquene, Liberty ameaçou o quarto golo numa boa jogada individual, no único lance digno de registo da equipa visitante, na segunda parte.

 

Justino Zandamela, árbitro do encontro, realizou um bom trabalho.  

   

FICHA TÉCNICA:


Árbitro: Justino Zandamela, auxiliado por Ivo Francisco e António Semba.

 

Quarto árbitro: Luís Jumisse

 

LIGA MUÇULMANA - Simplex; Fanuel, Aguiar e Mucuapele (Mayunda); Paíto, Mustafá (Jerry), Silvério (Telinho) e Nelson; Maurício e Dário Monteiro.

 

MAXAQUENE - Soartito; Campira, Gabito, Vovote e Eusébio; Payó, Macamito, Liberty (Filipe) e Kito; Hélder Pelembe (Genito) e Reginaldo (Manuelito).

 

Acção disciplinar: cartão amarelo para Paíto, Nelson, Dário Monteiro e Campira.

Golos: 0-1, Liberty (1 m); 0-2, Reginaldo (8 m); 1-2, Nelson (25 m); 1-3, Hélder Pelembe (39 m).

  • Ivo Tavares
publicado por Vaxko Zakarias às 10:24
 O que é? |  O que é? | favorito

AS formações do Benfica e da Casa Issufo, pela zona B, partilham a liderança do Campeonato Provincial de Futebol sénior, o “Nampulense 2011”, com onze pontos cada, depois de terem empatado a uma bola, em partida a contar para a sétima jornada da prova, enquanto na zona A, o Ferroviário de Nacala continua líder imbatível  e a distribuir goleadas e nesta ronda, a primeira da segunda volta, a vítima foi Académica de Nacala-à-Velha, que perdeu por claros 8-1.

 

Nas restantes partidas da zona, registo para a não realização de duas partidas, nomeadamente entre a Liga Muçulmana da Ilha de Moçambique e FUT-Escola de Nacala Porto, por desistência da prova da segunda equipa por razões de ordem financeira e o confronto que opunha o Desportivo de Nacala e Moçambique FC da Ilha, por invasão do campo por parte dos adeptos ilhéus. No “derby” de Monapo, o Benfica levou de vencida o seu arqui-rival, o Sporting por uma bola a zero.

 

Importa referir que após a disputa desta fase que decorre em três zonas, onde inclui ainda a região de Angoche que ainda não arrancou com a prova, serão apurados os três primeiros das zonas A e B e dois da C que irão disputar o “Provincial” para apurar os dois clubes que vão disputar a “poule” de apuramento da região norte para o Moçambola da próxima temporada.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:10
 O que é? |  O que é? | favorito
luto

FALECEU a meio da manhã de terça-feira, na sua residência, na cidade de Nampula, o antigo e conceituado treinador da equipa principal de futebol do ex-Namutequelíua, actual Sporting de Nampula, Hassane Mussagy, vítima de prolongada doença que o apoquentava há sensivelmente dois anos e que nos últimos tempos o impedia de se locomover naturalmente.

 

Com a morte de Hassane Mussagy, ou seja, Rei Hassan do Marrocos, como era carinhosamente tratado pelos mais próximos, casos de atletas Luís Pina, Evans, Rui Évora Mpomberá, Chafi, Zélio, Brás Santos, Adelino, Martinho, Sataca, Paulito, Zito (seu filho), Babai, entre outros craques que fizeram furor no futebol moçambicano saídos das mãos deste mister, o futebol nampulense perde um grande impulsionador, apesar de durante o tempo em que esteve no activo apenas se ligou ao seu Namutequeliua que chegou a catapultar-lhe a “Reis do Norte”.

 

 

Alguns nampulenses comparam a figura de Hassane Mussagy à do “sir” Alex Ferguson, do Manchester United, da Inglaterra, pelo amor e sofrimento que tinha pelo seu Sporting de Nampula, pois apesar de muitos convites na mesa, nunca aceitou treinar uma outra equipa, tendo depois de se aposentar como treinador abraçado o dirigismo, assumindo as funções de secretário técnico do clube “leonino” e depois de presidente da mesa da Assembleia Geral da mesma colectividade, no mandato de Carlos Coelho, terminado ainda este ano.

 

Os restos mortais de Hassane Mussagy, que deixa viúva e nove filhos, foram ontem a enterrar, no novo cemitério da cidade de Nampula.

Pelo sucedido, a Secção Desportiva apresenta as mais sentidas condolências à família enlutada.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:56
 O que é? |  O que é? | favorito

 

 

Adepetos do Maxaquene

 

O  embate entre  a Liga Muçulmana e o Maxaquene, referente à terceira eliminatória da Taça de Moçambique, foi marcado pela manifestação de descontentamento por parte da massa associativa e um membro da direcção do clube “tricolor” em relação ao ponto de  situação do negócio da venda do campo para o grupo AFRIN. Trata-se de um projecto aprovado pelos sócios após a apresentação do mesmo na assembleia-geral de 3 de Junho de 2008.

 

 

Fonte:O Pais

publicado por Vaxko Zakarias às 09:23
 O que é? |  O que é? | favorito
Junho 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO