Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Sexta-feira, 13 DE Maio 2011

 

desportivo vs liga

A ESTREIA da Liga Muçulmana no hóquei em patins não foi coroada de êxitos. Na noite de quarta-feira, no abrir de uma nova página na história desportiva “muçulmana”, o Desportivo foi superior, tendo vencido por 2-0, com golos de Carlos Jesteiro e Siga, na primeira parte, em partida da jornada inaugural do Torneio de Preparação.

 

 

Apesar do desaire, a Liga Muçulmana deu um grande trabalho à experiente equipa “alvi-negra” e deixou boas indicações para as próximas jornadas.

 

A grande pecha dos comandados de Abdul Azize residiu na finalização, com Nuno Tavares, Boby e Mercy Mungói a serem muito perdulários. Denotaram falta de frieza na hora de atirar à baliza à guarda de Arnaldo Queiroz, que em alguns lances realizou defesas espectaculares.

A ineficácia da formação “muçulmana” contrastou com eficiência dos “alvi-negros”, que em dois lances de pura desatenção dos adversários aproveitaram para construir a vitória.

 

Noutra partida, Ferroviário goleou Estrela Vermelha por 13-1 e assumiu a liderança da prova, por força da vantagem no “goal-average” sobre o Desportivo.

 

Na próxima jornada, a realizar-se quarta-feira, Liga Muçulmana bate-se com Ferroviário, enquanto Desportivo joga com Estrela.

O Torneio de Preparação é disputado no sistema de todos contra todos, numa única volta.
Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 11:10
 O que é? |  O que é? | favorito
 

 

atletismo
A SELECÇÃO Nacional de Atletismo de Juniores, formada por Juvêncio Machaieie, Celso Cossa e Elisa Macia, disputa desde ontem, no Botswana, o campeonato regional da modalidade.
 

Juvêncio, atleta do Ferroviário do Maputo, participa nos 100 metros e no salto em comprimento. Celso Cossa, velocista da Universidade São Tomás, correr nos 200 e nos 400 metros, enquanto Elisa Macia, corredora do Sport Clube do Chimoio, faz a distância dos 400 metros.

 

Juvêncio Machaieie é a grande esperança em relação às medalhas. Ele teve uma excelente prestação no Campeonato Nacional de Juniores, realizado na semana passada, na capital do país, tendo se sagrado campeão dos 100 e 200 metros e do salto em altura e em comprimento.
Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 10:57
 O que é? |  O que é? | favorito

 

maxaquene vs

 

 

 

À EXCEPÇÃO do Maxaquene, que independentemente do resultado que obtiver em Vilankulo sempre continuará na liderança, a linha da frente estará numa verdadeira ebulição na 10ª jornada do Moçambola-2011, com fortes probabilidades de se verificarem algumas mexidas, tendo em conta o calibre dos jogos em perspectiva.

 

 

Entre amanhã e domingo estaremos perante desafios realmente de cortar a respiração. É que, embora Maxaquene e Chingale defrontem adversários que não se encontram entre o primeiro sexteto, designadamente Vilankulo FC e Matchedje, a verdade manda dizer que, fazendo-o na qualidade de visitantes, logo, a sua missão torna-se espinhosa. Já nos outros embates de destaque, frente-a-frente estarão conjuntos que neste momento se encontram na luta pelo título, senão vejamos: Ferroviário do Maputo-Liga Muçulmana e HCB do Songo-Desportivo.

 

Mesmo considerando a magnífica etapa que atravessa nesta primeira volta do campeonato – é o único invicto até aqui –, convenhamos que o Maxaquene desloca-se a Vilankulo numa “má altura”. Isto porque, se a formação inhambanense enfrentou uma atroz travessia do deserto, agora, decididamente, acertou o passo, daí que Arnaldo Salvado terá de apelar a um esforço mais redobrado dos seus pupilos se efectivamente não pretende efectuar uma viagem meramente turística.

 

O sinal amarelo com que se deparou na jornada transacta, face ao modesto Atlético Muçulmano, pode não ter tido repercussões negativas, no entanto, sinónimo de algo que o seu oponente pode aproveitar na tarde de amanhã, a partir das 15.00 horas, no Estádio Municipal de Vilankulo. Nesta cidade, a descrença em relação ao seu time já era uma realidade, mas neste momento a situação amainou e toda a gente voltou a unir-se em redor da equipa.

 

Mas as atenções gerais dos adeptos do jogo da bola estarão concentradas no Estádio da Machava, palco do encontro entre os dois últimos campeões nacionais: Ferroviário de Maputo e Liga Muçulmana. Trata-se de um desafio com artistas que dispensam qualquer tipo de apresentação, dado que a sua classe é sempre motivo de esperança num grande espectáculo de futebol. E é precisamente isto o que, certamente, teremos amanhã, no Estádio da Machava, com os intervenientes a procurarem não se atrasar na luta pelo “canecão”.

 

A amena vila do Songo estará perante um “velho senhor” do nosso futebol: o Desportivo. No seu terreno, naturalmente que a HCB se coloca como favorita à conquista dos três pontos, até porque o técnico português Vítor Urbano, paulatinamente, vai engrenando no campeonato e, por essa via, conhecer melhor os adversários e assim montar as estratégias devidas. Só que os “alvi-negros”, candidatos não proclamados, nem por eles próprios, estarão em Tete, no domingo, verticalmente.

 

Disposto a manter-se entre os primeiros classificados está o Chingale, que vem a Maputo a esfregar as mãos, pois visita o “lanterna vermelha” Matchedje. Domingo, no Estádio da Machava, os tetenses estarão perante um conjunto que perdeu a sua personalidade, daí Sérgio Faife estar a fazer contas bastante optimistas.

 

No Chiveve, a presença do Costa do Sol, no domingo, é encarada com muita seriedade pelo Sporting, considerando que os “canarinhos”, apesar dos seus altos e baixos, são uma equipa perfeitamente à altura de chegar na Beira e ganhar. Por isso, precavidos, os “leões” estão certamente a afiar as unhas para se deliciarem com o canário.

 

Desafios entre conjuntos do mesmo timbre teremos amanhã, no campo da Liga Muçulmana, entre Atlético Muçulmano e Ferroviário da Beira, e no domingo, no Estádio 25 de Junho, envolvendo Ferroviário de Nampula e Incomáti.

CHIQUINHO CONDE: JOGO DIFÍCIL

 

Chiquinho Conde, treinador do Ferroviário, espera um jogo difícil frente à Liga Muçulmana. “Será certamente uma partida em que teremos que nos empenhar para ganhar. A Liga tem uma boa equipa e pede-se muita concentração da nossa parte”, disse o técnico.

A jogar em casa, no Estádio da Machava, Chiquinho afirma que a sua formação é favorita e, por isso, tem obrigação de conquistar os três pontos.

 

Vamos jogar abertos e com um único propósito: vencer”.

 

Questionado se este é um desafio que coloca em risco a sua continuidade nos “locomotivas”, o técnico respondeu: “Nem penso nisso, estou tranquilo e a fazer o meu trabalho. Até para mostrar que não me sinto pressionado, vou lançar alguns jogadores novos, casos do Clésio e Arnaldo, assim como Sissoko, que não tem vindo a jogar”.

 

Fazendo um balanço das nove jornadas da prova, caracterizou o início como atípico. “Penso que estamos a assistir a um começo inesperado, com algumas equipas que “a priori” deviam estar melhor classificadas no meio da tabela, contrastando com os representantes de Tete (HCB e Chingale), quase que a pisar os calos ao líder. Portanto, acho que está a ser um campeonato interessante”.

SEMEDO: JOGAR AO ATAQUE

 

VAMOS jogar ao ataque. As minhas equipas não sabem jogar de outra maneira. Abordam todos os jogos com uma mentalidade ganhadora e, contra o Ferroviário, vamos manter a mesma bitola”, afirma Artur Semedo, treinador da Liga Muçulmana, falando da forma como irá abordar o desafio frente aos “locomotivas”.

 

Para este embate, Semedo revela que já poderá contar com o contributo de Dário Monteiro, Maurício e Paíto, jogadores que considera influentes e lhe oferecem mais opções de escolha na formação do onze.

O técnico fez uma avaliação negativa do primeiro terço do Moçambola, considerando que o trabalho efectuado pelas equipas continua a não valer no seu todo, visto que continua a existir forças extras a perigarem a saúde do futebol moçambicano.

”Há gente que ainda não gosta de pessoas competitivas e que procuram minar o seu trabalho. No meu caso, houve pessoas que tentaram minar o meu trabalho, mas quero avisar que estou atento a estas sabotagens”, avisou Semedo.

CALENDÁRIO DA 10ª JORNADA

 

AMANHÃ


Estádio da Machava

15.00h – Fer. Maputo-Liga Muçulmana

Campo da Liga Muçulmana

15.00h – Atlético Muçulmano-Fer. Beira

Estádio Municipal de Vilankulo

15.00h – Vilankulo FC-Maxaquene

 

DOMINGO


Estádio da Machava

15.00h – Matchedje-Chingale

Campo do Fer. Beira 

15.00h – Sporting-Costa do Sol

Estádio 27 de Novembro

15.00h – HCB do Songo-Desportivo

Estádio 25 de Junho

15.00h – Fer. Nampula-Incomáti
Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 10:42
 O que é? |  O que é? | favorito

 

copa coca cola

APÓS o afastamento de prestigiados estabelecimentos de ensino como Francisco Manyanga e Polana, que não passaram dos quartos-de-final, ninguém vaticinava que a final da Copa Coca-Cola na Cidade do Maputo fosse disputada por dois conjuntos que “a priori” não constavam do grupo dos favoritos.

 

 
Mas a verdade manda dizer que, com a eliminação, ontem, da tradicional Noroeste II, o título será agora disputado pelas Escolas Secundárias Eduardo Mondlane e Quisse Mavota, as maiores surpresas da prova.

A realizar-se amanhã de manhã, no campo do Ferroviário da Baixa, a partir das 10.00 horas, a final, mesmo sem a nomenclatura habitual, não deixa de ser convidativa, pois tanto Quisse Mavota como Eduardo Mondlane esmeraram-se e acabaram, meritoriamente, por ganhar o direito de efectuar o derradeiro desafio da prova, na capital do país.

 

Ontem, para as meias-finais, Eduardo Mondlane afastou Noroeste II, numa partida em que, tendo terminado a zero bola, mesmo o desempate através de pontapés da marca de grande penalidade foi bastante renhido. Foi necessário o recurso à segunda série dos castigos máximos para se achar o vencedor, com a rapaziada da Eduardo Mondlane a vencer por 9-8. Muito complicado mesmo…

 

Noutra partida, igualmente muito equilibrada, Quisse Mavota sobrepôs-se à Escola Secundária Heróis Moçambicanos por 2-1, para gáudio dos seus adeptos, que certamente amanhã estarão em peso para puxar pela equipa na final.

 

Recorde-se que, nos quartos-de-final, disputados na quarta-feira, Eduardo Mondlane bateu Francisco Manyanga por 8-1, Quisse Mavota levou de vencida Mahlazine pela marca de 6-3 e Noroeste II derrotou Joaquim Chissano por 2-1. A Escola Secundária da Polana, apesar de ter batido Heróis Moçambicanos por 4-3, no desempate através de pontapés da marca de grande penalidade, após igualdade a quatro bolas, acabou sendo desqualificado em virtude de ter utilizado um jogador não inscrito.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:21
 O que é? |  O que é? | favorito
Maio 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
14
15
17
21
22
28
29
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO