Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Terça-feira, 10 DE Maio 2011

 

 

campeonato nacional de atletismo

O MATCHEDJE dominou na plenitude os Campeonatos Nacionais de Atletismo. Apresentando-se super reforçados, por força das contratações de Elisa Cossa, Telma Cossa e Flávio Daniel, os “militares” não deram muitas chances aos seus concorrentes, somando na classificação geral 131 pontos, em masculinos, e 68 em femininos.

 

 

As novas caras do atletismo “militar” fizeram valer o seu potencial. Elisa Cossa sagrou-se campeã nacional nos 400 e 800 metros, com os tempos de 56,4 segundos e 2,22 minutos, respectivamente, enquanto Telma Cossa destacou-se nos 100 metros barreiras com a marca de 15,4 segundos.

 

Já Flávio Daniel, o tal rapaz que venceu a prova dos 800 metros na inauguração do Estádio Nacional do Zimpeto e que regressou a casa após uma longa estadia na Suazilândia, voltou a exibir qualidade, conquistando o título nacional na mesma distância com o tempo de 1,50 segundos.

Mas o poderio do Matchedje não se resume apenas nestes atletas. Anatércia Quive e António Fidjia ficaram em primeiro nos 100 metros barreiras e nos 200. Anatércia correu a distância em 12,3 segundos, enquanto Fidjia fê-lo em 21,7 segundos.

O Ferroviário de Maputo, principal concorrente do Matchedje, teve que se conformar com o segundo lugar, em masculinos e femininos, somando 58 e 53 pontos, respectivamente.

 

 

 

SALOMÉ MUGABE BATE RECORDES

 

 

Salomé Mugabe
A maior felicidade para os verde-e-brancos foi ver Salomé Mugabe bater dois dos seus recordes nacionais, no lançamento do peso e no do dardo, estabelecendo as marcas de 13,17 e 41 metros, respectivamente.

 

Salomé Mugabe, a rainha nacional das provas técnicas, conquistou o título também no lançamento do disco, com a marca de 34 metros, mas não conseguiu bater o recorde.

 

Titos Nhacila foi igualmente destaque, vencendo nos 110 e nos 400 metros barreiras com os tempos de 15,2 e 53,2 segundos, enquanto Julieta Magaia conquistou a primeira posição nos 400 metros barreiras com um registo de 62,8 segundos.

Em juniores, os campeões foram Ferroviário, em masculinos, e Desportivo, em femininos.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:36
 O que é? |  O que é? | favorito

 

Chingale

ESTAVA à vista a primeira derrota do Chingale em casa, numa partida em que caiu na autoconfiança e por um fio deitava abaixo os seus objectivos. O Vilankulo FC foi a Tete com a lição bem estudada, daí que entrou com um futebol ofensivo, contrariando as expectativas do adversário, que praticamente esteve irreconhecível diante do seu público.

 

 

Quando o Chingale ainda estava a estudar o seu oponente, eis que o Vilankulo chega ao golo, aos 18 minutos, com Sérgio, depois de receber a bola de Tendai, no vértice da pequena área, chuta forte e sem possibilidades de defesa para o guarda-redes Goodfrey.

O Chingale tentou arrumar a casa, mas o adversário não cruzou os braços. Foi efectuando um jogo abertamente ao ataque, até que, próximo do intervalo, os visitados começaram a crescer, com lances mais esclarecidos e com objectivos centrados no empate, o que aconteceria à passagem dos 40 minutos, quando, na sequência de um livre à entrada da área, Manecas atirou para o fundo das malhas.

 

No início da etapa complementar, viu-se um Vilankulo mais defensivo, na tentativa de assegurar a igualdade, partindo de quando em vez em contra-ataques, enquanto o Chingale procurava uma saída para definitivamente virar o resultado. Só que as suas jogadas não saíam bem, tendo, quando menos se esperava, a equipa de Miguel dos Santos chegado ao 2-1, novamente através de Sérgio e igualmente a passe de Tendai.

Porém, o Chingale não cruzou os braços. Foi empurrando o adversário para a sua zona mais recuada, obrigando o técnico inhambanense a manter todos os seus jogadores concentrados na defesa, o que permitiu aos tetenses crescer e controlar os cordelinhos do jogo, mas sem objectividade, desperdiçando todas as oportunidades de marcar.

 

Com apenas um homem à frente, o Vilankulo foi ao terceiro golo, num lance que apanhou a defensiva contrária distraída. Ali, depois de receber a bola da defesa, passou o meio-campo, galgou o terreno em velocidade, endossando o esférico a Tendai, que, já na grande área, rematou forte para o 3-1.

 

O Chingale não acreditava no que estava a acontecer. Arregaçou as mangas, ergueu a cabeça e chamou a si a responsabilidade do jogo, com um futebol ofensivo que imediatamente foi coroado de êxitos. Foi assim que, em menos de 10 minutos, aos 78 e 85, por intermédio de Zé e de Gabito.

 

Já ao apagar das luzes, o Chingale podia ter resolvido o jogo, ao desfrutar de duas oportunidades certas para marcar. O Vilankulo só pode queixar-se de si próprio, porque é difícil entender como deixou o pássaro voar.

O árbitro teve um trabalho normal e não influenciou no resultado.

 

FICHA TÉCNICA:


Árbitro: José Mandava, auxiliado por Joaquim Merinho e José Mhula. Quarto árbitro: Ribeiro Manuel

 

CHINGALE – Goodfrey; Celso, Alex, Fred e Tony; Hagy (Gabito), Zé, Manecas (Norito) e Maurício; Magaba e Alone

 

VILANKULO FC – Victor; Charles, Ali, Gitinho e Sadique; Matlombe, Belé, Sérgio (Joe) e Tendai, (Wany); Jossias e Ivo (Gonçalves)

 

Acção disciplinar: cartão amarelo para Matlombe e Belé.

  • BERNARDO CARLOS
Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 11:29
 O que é? |  O que é? | favorito

 

logo do moçambola

 

 

DEPOIS de um começo menos conseguido, que inclusive levou os seus adeptos a temerem o pior, isto é, uma provável descida de divisão, o Vilankulo FC está a reanimar-se no Moçambola-2011, tendo, decorridas nove jornadas, saído da zona da despromoção para o oitavo lugar, com 11 pontos.

 

 

Para tanto, tiveram peso as três vitórias conseguidas pela formação de Miguel dos Santos, que no domingo foi a Tete empatar com o Chingale a três bolas, numa das partidas mais produtivas da prova. O Vilankulo FC teve o triunfo à sua mercê, considerando que esteve a ganhar por 1-0 e depois por 3-1, mas acabou permitindo – com todo o mérito dos visitados – a igualdade.

 

 Em face disto, e considerando o nulo que a HCB veio a Maputo impor à Liga Muçulmana, o Maxaquene, apesar de também ter empatado a zero com o Atlético Muçulmano, continua com a mesma vantagem de cinco pontos (21-16) sobre os dois representantes de Tete.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:24
 O que é? |  O que é? | favorito

 

Costa do Sol

 

 

 

NUMA partida de fraca qualidade, foram os golos obtidos em jogadas de bola parada que acabaram por disfarçar a mediocridade que reinou ao longo dos 90 minutos. Com Alex Alves no comando técnico dos nampulenses, esperava-se que a prestação, no mínimo, fosse melhorar, e que o resultado seria consequência de uma nova maneira de estar na equipa. Todavia, a turma nortenha não conseguiu abandonar o fantasma do mau momento que atravessa, embora o seu timoneiro prometa mudanças profundas nos próximos dias.

 

 

O Costa do Sol, por sua vez, entrou em campo com alterações no seu xadrez, como forma de dar um safanão à crise de resultados. Entraram de início Jonas, Sanito, Nelsinho, Henry e Jordão, que habitualmente alternam o banco e a bancada, mas tal não resultou em pleno, em termos de prestação colectiva.

 

Quando nada previa que acontecesse um golo, uma vez que tanto uma como outra equipa tal não justifica, o Costa do Sol inaugurou o marcador, quando Jonas aproveitou-se, e bem, da apatia dos defensores para chutar vitoriosamente para o fundo das redes, na sequência de um pontapé de canto.

 

O Costa do Sol não se estimulou com o golo e continuou a jogar com uma lentidão arrepiante, sem agressividade, dando azo para o seu oponente conseguir chegar ao golo de empate, aos 40 minutos, através de um penalte convertido por Edmundo, a castigar mão de Kito, dentro da área.

 

Quando o Ferroviário mostrava apresentar melhorias à entrada a segunda parte, aos 55 minutos o árbitro Dionísio Dongaze assinalou uma falta de Narciso perto da área de Marcelino. Sanito bateu de forma que o guardião nampulense não conseguisse uma defesa fácil, e a bola parou aos pés de Henry, que apareceu no coração da área a rematar para o golo.

Os visitantes tentaram alterar os acontecimentos, mas de forma atabalhoada e, até ao final do último apito do juiz da partida não houve situações de grande realce.

O árbitro fez um trabalho repleto de distracções. Havia esquecido de mostrar o amarelo a Kito quando provocou o penalte e mostrou um amarelo a Jonas, seguido de vermelho, quando o jogador não tinha visto o primeiro cartão, rectificando o erro posteriormente.

 

FICHA TÉCNICA:


Árbitro: Dionísio Dongaze, auxiliado por Adão Chitache e Isac Domingos. Quarto árbitro: Aníbal Armando.

 

COSTA DO SOL Guirrugo; Sanito, Jonas, Kito e Nelsinho (Manuelito); Mambo, Henry, David (Gito) e Ruben; Tó (Babo) e Jordão.

 

FER. NAMPULA Marcelino; Rodjas, Mambucho, Narciso e Dondo; Nelinho (Massauba), Zuma, Marius (Paúnde) e Edmundo; Henriques (Binó) e Patrick Tom.

 

Acção disciplinar: cartão amarelo para Kito, Jonas, Nelsinho, Manuelito e Narciso.

 

Golos: Jonas e Henry (Costa do Sol) e Edmundo (Ferroviário de Nampula).

  • JOCA ESTÊVÃO
Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 11:18
 O que é? |  O que é? | favorito

 

Carlos Jeque

 

 

 

 

 

Qualquer pessoa que acompanha o desenvolvimento do futebol nacional sente-se triste com a prestação das selecções nacionais

Carlos Jeque, candidato independente, derrotado nas eleições presidenciais de Moçambique, fez ontem  a sua apresentação pública como candidato às eleições da Federação Moçambicana de Futebol (FMF), a realizarem-se no próximo mês de  Junho.

A conferência de Imprensa muito concorrida pelos órgãos de comunicação social e diversas individualidades do mundo desportivo e político começou pela apresentação duma biografia sucinta do candidato, seguida do habitual discurso de praxe de Carlos Jeque, para fechar com a tradicional sessão de perguntas da Imprensa.

 

Do discurso de Jeque é de destacar o facto de defender que qualquer pessoa que acompanha o desenvolvimento do futebol nacional sente-se triste com a prestação das selecções nacionais.

 

Crescêncio José

 

 

 

Fonte:O Pais

publicado por Vaxko Zakarias às 10:33
 O que é? |  O que é? | favorito

 

Mano-Mano avalia condições na Zâmbia

O TÉCNICO-adjunto da Selecção Nacional de Futebol, Mano-Mano, encontra-se na Zâmbia a avaliar as condições que este país oferece aos “Mambas” para o encontro do próximo dia 4 de Junho, a contar para a quarta jornada do Grupo C da fase de qualificação para o CAN Gabão/Guiné-Equatorial-2012.

 

 

O adjunto de Mart Nooij vai verificar, no terreno, as condições de alojamento, alimentação, transporte, campos de treino e o próprio estádio que acolherá o jogo.

 

A Federação Zambiana de Futebol enviou há dias, à sua congénere moçambicana, um documento a informar que o desafio entre “Chipolopolo” e “Mambas” será disputada no “Nchanga Stadium”, a 90 quilómetros de Ndola, cidade que em Janeiro passado acolheu o jogo entre Zesco United e Liga Muçulmana, para a Liga dos Campeões.

 

De acordo com a nota dos zambianos, Ndola dispõe de um aeroporto internacional com voos diários para Joanesburgo, recomendando, por isso, que não se vá primeiro para Lusaka, a capital.

 

A outra partida do mesmo grupo, entre Ilhas Comores e Líbia, terá lugar no dia 5 de Junho, em Mitsamiouli, a cerca de 40 quilómetros a norte da capital Moroni.

 

Recorde-se que na jornada transacta, Zâmbia bateu Moçambique por 2-0, em Maputo, enquanto Líbia derrotou Comores por três bolas sem resposta, em jogo disputado em Bamako, capital do Mali, devido à precária situação política e social que se vive em terras líbias.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:11
 O que é? |  O que é? | favorito
tags:

 

ZESCO United, da Zâmbia

O ZESCO United, da Zâmbia, “carrasco” da Liga Muçulmana na Liga dos Campeões Africanos em Futebol, acaba de ser afastado da prova, caindo aos pés dos egípcios do Al Ahly, que nos últimos anos conquistaram vários títulos nesta competição continental de clubes.

 

 

Na segunda “mão” dos oitavos-de-final, disputada no pretérito fim-de-semana, o Zesco United perdeu por uma bola sem resposta, no Cairo.

Por seu turno, o TP Mazembe, da RD Congo, campeão em título, figura entre as sete equipas qualificadas para a última fase da Liga Africana dos Campeões de futebol.

 

Vencidos por 1-0 no jogo da primeira “mão”, os congoleses conseguiram inverter a tendência, ao impor-se em casa face ao Wydad Athletic Club, de Marrocos por duas bolas sem resposta.

 

Para além do Al Ahly e do TP Mazembe, também seguem em frente, para a fase de grupos, Enyimba (Nigéria), Raja (Marrocos), Al Hilal (Sudão), MC Alger (Argélia) e Espérance de Tunis (Tunísia).

 

A outra equipa será conhecida após o jogo da segunda “mão”, entre o Coton Sport de Garoua (Camarões) e ES Sétif (Argélia).

Os camaroneses obtiveram o adiamento do jogo devido à ausência de mais de três dos seus futebolistas, convocados para a selecção de juniores que esteve no Campeonato Africano das Nações (CAN), que decorreu na África do Sul.

Na primeira “mão”, disputada no fim-de-semana, Coton Sport venceu ES Sétif por 4-1.

 

Eis os resultados dos oitavos-de-final:

 

*TP Mazembe (RD Congo  ) 2-0 Wydad Athletic Club (Marrocos);

 

*Al Ahly (Egipto) 1-0 Zesco United (Zâmbia);

 

*MC Alger (Argélia) 3-2 Interclube (Angola);

 

ASC Jaraaf (Senegal) 0-1 *Espérance de Tunis (Tunísia);

 

*Enyimba (Nigéria) 1-0 Al Ittihad (Líbia);

 

*Raja Athletic Club (Marrocos) 1-1 Asec Mimosas (Costa do Marfim);

 

Club Africain (Tunísia) 1-1 *Al Hilal (Sudão).

 

*Equipas qualificadas.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:00
 O que é? |  O que é? | favorito

 

copa coca cola

O CAMPO da Escola Primária Completa de T-3 viveu, na manhã de sábado, momentos verdadeiramente emocionantes. O motivo era a final da fase provincial de Maputo da Copa Coca-Cola em futebol, uma prova que caminha para o epílogo da sua primeira etapa. Entre lágrimas de uns e abraços de outros, a rapaziada da Escola Secundária da Machava-Sede fez a festa com a meritória conquista do título, entrando assim na disputa da fase nacional.

 

 

Tratou-se de uma corrida bastante disputada, tendo em conta o pergaminho das formações envolvidas, como são os casos, por exemplo, das Escolas Secundárias da Matola e da Zona Verde, cujo currículo nesta competição é por demais conhecido.

 

Foi assim que a final, envolvendo Machava-Sede e Matola, foi revestida de um interesse invulgar, tanto pelos estudantes de ambas as escolas como de outras, ávidas de presenciar aquela que terá sido a melhor partida do torneio. E os jogadores corresponderam devidamente à expectativa, entregando-se à contenda com todo o seu saber, resultando o desafio em lances bem urdidos de parte a parte. No fim, o sorriso foi da Machava-Sede, mercê do seu triunfo por uma bola sem resposta.

 

Nas meias-finais, os novos campeões de Maputo-província haviam goleado Congolote por 5-0, enquanto Matola tinha derrotado São Dâmaso por 1-0. No início da competição, Machava-Sede afastou da corrida um dos candidatos ao título, Zona Verde, por 4-2, no desempate através de pontapés da marca de grande penalidade, após 0-0 no final do tempo regulamentar. Por sua vez, São Dâmaso goleou Manhiça por 8-0, Matola bateu Colégio Aboobacar Sidique por 4-1 e Congolote venceu Machava-Bedene pela marca de 3-1.

 

Em relação aos femininos, o título foi para a Escola Secundária do Infulene, que na final levou de vencida São Dâmaso por concludente 5-0. Nas meias-finais, Infulene ganhou por falta de comparência da Escola Secundária Alfredo Namitete, de Tsalala, enquanto S. Dâmaso derrotou Liberdade por 2-1.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:51
 O que é? |  O que é? | favorito
Maio 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
14
15
17
21
22
28
29
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO