Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Quarta-feira, 06 DE Abril 2011

Leonor Piuza

 

 

O PRIMEIRO grupo de atletas que compõem as diversas selecções nacionais que se preparam para os X Jogos Africanos de Maputo-2011 já se encontra a cumprir estágio em Portugal, onde permanecerá durante quatro meses, devendo regressar ao país nas vésperas do evento, que decorrerá de 3 a 18 de Setembro.

 
 

Os primeiros atletas a seguir para Portugal foram de atletismo para a pessoa portadora de deficiência: Jacinto Mutombene, Pita Rondão, Hélio Fabião e Maria Elisa, que viajaram no passado sábado acompanhados pelo respectivo técnico, o cubano Vicente Sotalongo.

Na segunda-feira, foi a vez dos componentes da selecção de atletismo, designadamente Afonso Zandamela, Cudzanai Alberto e Leonor Piúza; assim como de vólei de praia: as duplas masculinas Justino Tovela/Délcio Soares e Vanilo Magombe/Carlos Macamo, na companhia do técnico moçambicano Dinho Manda.

 

Este último lote de atletas despediu-se, segunda-feira, do Ministro da Juventude e Desportos, Pedrito Caetano, tendo deixado a promessa de trabalhar com afinco para a concretização dos objectivos que perseguem, nomeadamente a conquista de medalhas, com vista a dignificar o nome de Moçambique neste primeiro grande evento desportivo que acolhe desde a independência.  

 

Entretanto, oito pugilistas partem no próximo dia 15 para Cuba, enquanto a Selecção de Futebol de Sub-23 viaja para o Brasil em Maio.

Segundo informações colhidas junto da Missão Moçambique, serão no total 35 atletas de diversas modalidades que cumprirão estágio em Portugal. Os das restantes modalidades seguirão mais tarde para as terras lusas, como é o caso da selecção feminina de basquetebol.

As outras modalidades contempladas pelo estágio em Portugal são a natação, judo e vela, isto no âmbito do acordo rubricado semana passada entre o Ministro moçambicano da Juventude e Desportos, Pedrito Caetano e o Secretário de Estado da Juventude e Desporto de Portugal, Laurentino Dias, que esteve de visita ao nosso país.

 

No âmbito desse acordo, os atletas nacionais irão estagiar em centros de alto rendimento e serão integrados nas actividades das selecções portuguesas para a sua rodagem e aperfeiçoamento do nível competitivo.
 
 
Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 11:21
 O que é? |  O que é? | favorito

 

Anabela

 

AS selecções nacionais de basquetebol, que afincadamente se preparam para os X Jogos Africanos de Maputo-2011, vão testar a sua capacidade competitiva, a sete meses da Olimpíada continental. O facto ocorrerá esta semana, entre sexta e domingo, em Maputo, no decorrer de um torneio internacional organizado pela Federação Moçambicana da modalidade.

 
 

Interessados em ver as nossas equipas a evoluir, depois de várias semanas de treino, assim como proporcionar aos técnicos uma oportunidade para aferir a reacção dos jogadores, Francisco Mabjaia, presidente da FMB, e seus partes, decidiram levar a cabo um torneio triangular, que contará com a presença das selecções masculina e feminina de Moçambique, África do Sul e Zimbabwe.

 

Embora se trate, essencialmente, de formações que se conhecem e que se defrontaram em Janeiro passado, em Pretória, na qualificação zonal para o Afrobásquete, não resta a menor dúvida que é uma boa chance para as nossas selecções rodarem, antes de acontecerem outros torneios internacionais e os estágios previstos para Espanha (masculinos) e Portugal (femininos).

 

A equipa masculina vem treinando sob a batuta de Milagre Macome, coadjuvado por Carlos Ferro, enquanto se aguarda pela chegada do espanhol Joseba Garcia, que orientou o Maxaquene nas duas últimas edições da Liga Nacional de Basquetebol Vodacom. Os femininos são dirigidos, desde há dias, pelo também espanhol Luís Hernández, tendo como adjuntos Carlos Alberto Niquice e Simão Mataveia.
 
 
Fonte:Jornal Noticias

 

publicado por Vaxko Zakarias às 11:10
 O que é? |  O que é? | favorito
O DESPORTO vai marcar presença em grande nas festividades dos 85 anos da Sociedade do Notícias, com um programa repleto de originalidade e que movimentará não só os trabalhadores da empresa e seus familiares, como também os citadinos de Maputo.
 
 

O ponto alto, no que à actividade desportiva diz respeito, será a mega-manifestação infantil que se realizará na manhã de domingo, na Avenida Samora Machel, movimentando mais de 400 crianças de vários bairros e em diversas modalidades.

 

CRIANÇADA EM FESTA

 

 
 

A manhã de domingo promete ficar registada na memória dos participantes, graças a uma movimentação desportiva multicolor e multifacetada. O programa, que ocupará os petizes durante toda a manhã, começará cedo, bem cedo mesmo, com a concentração às 7.30 horas.

E depois o que vai acontecer?

 

Os campos serão improvisados com marcações em cima dos passeios, de acordo com as respectivas modalidades. Ao longo da avenida, a começar pela parte baixa até à Praça da Independência, irão evoluir jovens de seis distritos municipais, a saber: Kapfumo, Nlhamankulu, Kamaxaqueni, Kamavota, Kamubukwana e KaTembe.

 

Quanto a modalidades, espera-se um desfile para todos os gostos. Irão realizar-se jogos “minis” de basquetebol, voleibol, artes marciais, ginástica, boxe, andebol, atletismo, desporto radical, desporto para pessoa portadora de deficiência e capoeira. Haverá ainda actividades culturais, jogos tradicionais, pintura e desenho. Tudo para crianças até aos 12 anos de idade.

A organização irá distribuir camisetas e balões com as cores da Sociedade do Notícias.

 

E, para um verdadeiro “final feliz”, nada mais do que o desfile de uma banda de “rock” juvenil, os DC, e um conjunto “rap” denominado os “Delete Soldiers”, numa altura em que os atletas serão brindados com um pequeno lanche, oferecido pela organização.

FUTEBOL E MARCHA TAMBÉM EM CENA

 

s
 

Sábado, o programa inicia-se com uma caminhada em que participarão os trabalhadores da SN, mais os citadinos, tanto do sexo masculino como do feminino. A curiosidade aqui reside em quem irá comparecer em maior número. As damas... ou os cavalheiros? A marcha iniciar-se-á no Clube Naval, às 6 horas, terminando no campo do Ferroviário da Baixa.

 

 

E o desporto-rei, futebol, terá sido esquecido? Naturalmente que não. Ele irá marcar presença, no campo dos “locomotivas” da Baixa, com a realização de um desafio-surpresa que está a causar a maior das curiosidades. Será a partir das 8:30 horas que descerão ao relvado as duas turmas, uma das quais a Selecção da Sociedade do Notícias.

 

 

CICLISMO: PEDALADAS PARA POPULARES E FEDERADOS

 

 
 
Finalmente, o ciclismo. Vai ser linda a prova, que se inicia na Unidade Gráfica da Sociedade do Notícias, na Matola (por detrás do Shoprite), para terminar no local da “olimpíada” infantil. Isto, já na manhã de domingo. Populares e federados, em considerável número, partem da Matola às 8.30 da manhã, chegando à meta cerca de 30 minutos depois.
 
Os três primeiros classificados irão receber medalhas. As inscrições poderão ser feitas no local da partida, até 30 minutos antes da partida.Estes são os contornos da festa desportiva da Sociedade do Notícias, por ocasião da comemoração dos seus 85 anos. Os citadinos de Maputo estão convidados a vestir os seus fatos de treino e a assistir – ou participar, na marcha e no ciclismo – esta festa que é de todos.
 
 
 
Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 10:50
 O que é? |  O que é? | favorito

 

Marcos paqueta tecnico brasileiro

 

O PRESIDENTE da Federação Comoriana de Futebol (FCF), Salim Tourqui, acusou o seleccionador nacional, Mohamed Chamité, de ser o principal responsável pela derrota (3-0) contra a Líbia, na capital maliana, Bamako, em jogo referente à terceira jornada do Grupo C de qualificação para o CAN Gabão/Guiné-Equatoirtial-2012.

 
 

O tempo de preparação foi muito insuficiente”, afirmou o responsável da FCF, abrindo a via para as críticas levantadas pelo director do Instituto Nacional da Juventude e Desportos, Soulaimane Daoud, que julgou pouco sério que a equipa tenha estagiado apenas três dias antes de partir para o Mali.

 

O técnico convocou jogadores que não estavam fisicamente em forma, na sequência de lesões contraídas durante jogos que precederam a partida de Bamako”, lembrou Soulaimane Daoud, que exprimiu as suas dúvidas quanto às competências do seleccionador.

No entender de Daoud, o treinador “não conhece bastante os seus jogadores expatriados nem a sua evolução nos seus respectivos clubes europeus”.

 

Por outro lado, Daoud também deplorou, à semelhança do presidente da FCF, a “falta de apoio financeiro” do Governo.

É verdade que o Governo se envolve pouco ou não nos assuntos desportivos”, anotou o responsável comoriano, ressalvando, porém, que “isto não explica tudo” uma vez que, argumentou, o Governo sempre mostrou “prontidão para  assumir compromissos sem os  respeitar”.

Para um ex-internacional, a Direcção da FCF precipitou-se em acusar uns e outros, mas “continua muda” quanto às suas próprias responsabilidades.

 

Após três jogos das eliminatórias para o CAN-2012, as Ilhas Comores não possuem nenhum ponto no Grupo C, liderado pela Líbia com sete pontos, seguida da Zâmbia com seis e de Moçambique quatro.
 
 
Fonte:Jornal Noticias

 

publicado por Vaxko Zakarias às 10:34
 O que é? |  O que é? | favorito
tags:

 

 

copa coca cola mz




A ESCOLA Secundária de Tete estava convencidíssima da subida ao pedestal de honra da fase provincial da Copa Coca-Cola em futebol. As suas duas formações, masculina e feminina, tinham garantido a presença nas finais de sábado, daí toda a escola se ter mobilizado para a necessária claque de apoio aos colegas que estariam nas quatro linhas. Só que, contra todas as expectativas e num duro e imerecido castigo, este estabelecimento de ensino acabou sendo derrotado e ver Heróis Moçambicanos e SOS a sagrarem-se campeões.

 

 
 

Foi um golpe muito profundo para a Secundária de Tete, tendo em conta aquilo que havia feito no desenrolar da competição, para além da grande obra de se fazer representar em ambas as finais. Apesar de tudo, o triunfo dos novos campeões não deslustra, tendo em conta que nas partidas decisivas ganharam de forma implacável.

Em masculinos, Heróis Moçambicanos venceu concludentemente por quatro bolas sem resposta e, em femininos, a equipa da SOS triunfou por 2-0.

 

Recorde-se que, em Tete, a prova havia iniciado na quinta-feira, com a disputa dos jogos referentes aos quartos-de-final. Nestes, a Secundária de Tete goleara Escola Comercial Mártires de Wyriam por 6-0, Matundo batera a Secundária de Messaua por uma bola sem resposta, SOS tinha triunfado diante da “Francisco Manyanga” por 3-1 e “Heróis Moçambicanos”, sem contemplações, vencera Miniarte pela marca expressiva de 7-1.

Já nas meias-finais, na sexta-feira, as Escolas Secundárias de Tete e Heróis Moçambicanos ganharam por margens folgadas: 4-1 à SOS e 3-0 à Industrial de Matundo, respectivamente.

 

Em femininos, nas meias-finais, SOS sobrepôs-se a Heróis Moçambicanos por 3-2, no desempate através de pontapés da marca de grande penalidade, depois do nulo no final do tempo regulamentar, e Secundária de Tete bateu Francisco Manyanga por 4-0.

No seu périplo pelo país, a Copa Coca-Cola escala esta semana a província de Manica.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:20
 O que é? |  O que é? | favorito

 

“Meeting” Internacional de Atletismo de Luanda

QUATRO atletas moçambicanos fizeram furor no “Meeting” Internacional de Atletismo de Luanda, havido sábado, no Estádio dos Coqueiros. Sina Mabjaia conquistou os 3000 metros, com o tempo de 11.13,15 minutos, e António Figia ganhou os 100 metros, registando 10.60 segundos.

 

 
 

Com duplo triunfo esteve Célsio Cossa, nos 400 metros, com 52.40 segundos, e no salto em comprimento com a marca de 6,54 metros. Também os 400 femininos foram ganhos por uma moçambicana, Elsa Magie, com 1.08 minuto.

 

O “Meeting” Internacional de Atletismo de Luanda, que juntou atletas de Angola e de Moçambique, esteve enquadrado nos festejos do Dia Mundial da Água, assinalado a 22 de Março.
 
 
Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 10:12
 O que é? |  O que é? | favorito

 

Tico-tico

A antiga estrela de futebol moçambicano vai mais longe no seu projecto, fixando como meta a qualificação de Moçambique ao campeonato mundial de 2022, no Qatar.

 

 

O antigo “capitão” da selecção nacional de futebol, vulgo Mambas, Manuel Bucuane (Tico-Tico), acaba de apresentar ao Governo, representado pelo primeiro-ministro, Aires Ali, um projecto de desenvolvimento do futebol no país  denominado Escola de Tico.

 

O projecto visa resgatar os tempos de glória que a Pátria Amada já viveu, chegando a ser uma referência mundial em termos de fornecimento de talentos que espalharam perfume pelo planeta terra na sua dimensão internacional, inclusive no campeonato mundial de futebol.

A antiga estrela de futebol moçambicano vai mais longe no seu projecto, fixando como meta a qualificação de Moçambique ao campeonato mundial de 2022, no Qatar.

 

 

Para a materialização desta acção de desenvolvimento e devolução de alegrias ao mundo do futebol moçambicano, Tico-Tico precisa de parceiros, dinheiro, espaços e técnicos qualificados. Como primeiro passo dado antes da entrega do projecto ao Governo, Tico-Tico um fez trabalho de campo em termos de identificação dos espaços que podem ser melhorados, de modo a terem qualidade e segurança para o efeito.

 

Numa primeira fase, o antigo e popular jogador diz que pretende começar na cidade de Maputo, mas, gradualmente, espera expandi-lo para outras capitais provinciais.

 

O futebol é o chamariz deste projecto, mas projecta-se a inclusão de outras modalidades, sendo que, quando essa fase chegar, as modalidades de salão serão as eleitas.

 

 

 

Fonte:O Pais

publicado por Vaxko Zakarias às 09:31
 O que é? |  O que é? | favorito
Maxaquenex-Desportivo
O Torneio de Abertura de Basquetebol da Cidade de Maputo, que deveria ter arrancado no passado mês de Março, terá o seu início na noite de hoje, quarta-feira, com a participação de seis equipas, nomeadamente, Desportivo, A Politécnica, Ferroviário, Costa do Sol, Universidade Pedagógica e Real Sociedade. A grande interrogação que é feita neste momento está relacionada com a ausência do Maxaquene, actual bi-campeão nacional.
 

Para a ronda inaugural, a ter lugar no campo do Ferroviário de Maputo, às 18h30, o Desportivo defronta A Politécnica e o Ferroviário mede forças com o Costa do Sol.

 

No domingo, será a vez dos juniores femininos e masculinos, numa prova em que estão inscritas as equipas do Desportivo, Maxaquene, Ferroviário, Costa do Sol, Universidade pedagógica e A Politécnica.

Enquanto isto, as transferências continuam na ordem do dia nos bastidores da modalidade. Esta fase de defeso, com o seu espírito generoso, permitiu tomarmos conhecimento das movimentações que se fazem ou que, pelo menos, se tentam fazer.

 

 

Silêncio estratégico nas transferências

 


Não têm sido frequentes os pronunciamentos dos responsáveis do basquetebol dos clubes da cidade de Maputo, desde que a época das transferências abriu. Sem excepção, os departamentos de basquetebol estão completamente empenhados na preparação da temporada-2011 num silêncio estratégico.

 

 

Cientes de que há necessidade de dar a conhecer o que está a ser feito, os “boss” do básquete são unânimes em afirmar que na hora certa vão divulgar tudo, pois optaram por começar pelo “aquecimento”, antes de entrar para o “jogo”, que este ano promete ser “quente”. Para mais, sublinham que nada de alarmes, pois todas as actividades de pré-época estão em curso.

 

Todavia, “O País” introduziu-se nos bastidores desta modalidade e está em condições de trazer algumas das movimentações em curso.

Num cenário considerado muito provável, o Ferroviário de Maputo está interessado em contratar os basquetebolistas Luís de Barros (Lulu, do Costa do Sol), Custódio Muchate, Sete Muianga (ambos do Desportivo) e do congolês Cedrik Kalombo (Ferroviário da beira).

Garantida está a saída do “base”  Ricardo Alípio, do Ferroviário para o Desportivo, estes que, por sua vez, estão a ponderar ir ao mercado para encontrar os substitutos das prováveis saídas.

 

A nível de treinadores, assinala-se o regresso de Carlos Aik à condução de equipas seniores masculinos. Assim, Carlos Ferro sai e entra Carlos Aik, que deverá ser coadjuvado pelo estreante Beto Macuácua nas novas funções de técnico de basquetebol.

 

Fonte:O Pais

publicado por Vaxko Zakarias às 09:22
 O que é? |  O que é? | favorito
Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
16
17
22
23
24
25
30
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO