Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Terça-feira, 05 DE Abril 2011

 

Drag race em Maputo

SEIS moçambicanos participaram, fim-de-semana, na formação de comissários de “drifts” em Pretória, na vizinha África do Sul, no âmbito da cooperação entre o Automóvel e Touring Clube de Moçambique e associação sul-africana do desporto motorizado.

 

 
 

O grupo, constituído por quatro atletas masculinos, nomeadamente Filipe Machado, Luís Tenifala, Jorge Vaz e Artur Felisberto, e dois femininos, designadamente Filomena Lourenço e Vélia Paulino, especializou-se nas áreas de gestão competitiva e controlo de provas para fazer face aos grandes eventos que o ATCM pretende organizar após a reabilitação da pista principal.

 

Enquanto isso, o piloto Zanir Satar, vencedor da primeira prova de “drifts” realizado em Fevereiro, exibiu-se, sábado, em grande estilo nas pistas de Pretória no decurso de um torneio aberto.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:46
 O que é? |  O que é? | favorito
tags:

 

Artur  Semedo
Arnaldo Salvado
EVIDENTEMENTE que não foi o “jogo do ano”, contudo, foi um jogo em que mil e uma histórias se podem contar à sua volta. Desde o azedume que foi caracterizando o período antes da sua realização, entretanto amenizado com o brinde de amizade no almoço de sábado entre as Direcções das duas colectividades, passando pelo desencanto dos adeptos maxaquenenses face ao preço do bilhete de ingresso no campo da Liga Muçulmana, fixado em 100 meticais, para depois nem sequer disporem de lugar para sentar; pelo extraordinário e emocionante jogo vivido dentro e fora das quatro linhas durante os 90 minutos, numa excelente propaganda do Moçambola; pelo grande golo marcado por Maurício, a inaugurar o “score”; pelo exemplar trabalho do árbitro nampulense Dionísio Dongaze, superiormente provado na sua coragem de assinalar penalte mesmo ao apagar das luzes e frente à Liga Muçulmana; até à perfeita execução do central Gabito no castigo máximo que proporcionou o empate aos “tricolores
 
 
 
Enfim, uma partida que certamente ficará gravada na retina de todos quantos a presenciaram, até pelos vários gestos oferecidos pelos treinadores que, como se sabe, não se “topam”, mas que no final do jogo travaram um abraço. Forçado, disfarçado ou autêntico? Bom, de facto só Semedo e Salvado o podem dizer, pois, conforme se pode observar nestas imagens de Carlos Bernardo, os sorrisos estampados na face de ambos os “misters” não sabemos se são sinónimo de simpatia, cumplicidade com algo positivo ou apreensão expressa de forma dissimulada.

 

 

Mas ainda bem que o empate, aparentemente, terá agradado aos dois, pois assim nos pouparam de, à hora do telejornal domingueiro, em vez de no conforto do doce lar acompanharmos o quotidiano do planeta, termos que nos confrontar com a indecorosidade que infelizmente é apanágio dos nossos treinadores.

 

 

Fonte:Jornal

publicado por Vaxko Zakarias às 11:31
 O que é? |  O que é? | favorito

 

Matchedje

AINDA estamos no início do Moçambola-2011, decorridas apenas quatro jornadas, e o Matchedje já está a suicidar-se. Nalgumas situações por mera ingenuidade, como foi o caso da partida de domingo, no Estádio da Machava, frente ao Ferroviário: em somente dois minutos, já no período de compensação, viu o adversário a efectuar uma extraordinária reviravolta, de 1-2 para 3-2, conquistando, consequentemente, os respectivos três pontos.

 

 
 

Foi um momento de grande alegria nas hostes “locomotivas”, a contrastar com o desalento no seio dos “militares”, que até à quarta ronda são a única formação que ainda não pontuou, isto é, quatro jogos e outras tantas derrotas, cinco golos marcados e 10 sofridos.

É, de facto, um arranque desastroso do Matchedje e do técnico Frederico dos Santos, curiosamente, na sua primeira vez como treinador principal. A inquietação na colectividade já é um facto, mesmo considerando que é cedo demais para quaisquer conjecturas em relação ao desfecho da prova.

 

Mas isto tudo pode ter uma explicação: os dirigentes do Matchedje não se prepararam para esta época. Primeiro, deixaram fugir Nacir para o Estrela Vermelha. Não arrumaram o balneário com contratações de vulto. Preocuparam-se com os outros, inclusive em questionar as contas da Liga Moçambicana de Futebol à lupa.

 

A inquietação do Matchedje, aliás, se estende também ao Vilankulo FC e ao Atlético Muçulmano, com apenas um ponto, ganho pelos inhambanenses na presente jornada, mercê do empate (1-1) em Nampula face ao Ferroviário local, e pelos maputenses na ronda inaugural, no nulo em casa frente à HCB do Songo.
 

No próximo fim-de-semana, com um adversário do seu nível, os “locomotivas” da capital nortenha, o Matchedje aspira os primeiros pontos, que podem ajudar a tranquilizar a equipa, que antes perdera diante do Incomáti, da Liga Muçulmana e da HCB.

 

Fonte:Jornal Noticais

publicado por Vaxko Zakarias às 11:18
 O que é? |  O que é? | favorito

 


 

Chingale de Tete

COM o Estádio 27 de Novembro, no Songo, a registar uma enchente invulgar, com gente ida de todos os pontos da província, a HCB entrou logo a pressionar, orientando o jogo para a frente atacante, com destaque para os inspirados Mavó e Andro, enquanto o Chingale se concentrava na sua defesa, de modo a não oferecer espaço de manobra aos adversários.

 

 

 
 

Foi assim que, no primeiro quarto de hora, se viu uma HCB praticamente no meio-campo contrário, através de passes curtos e de jogador para jogador. O primeiro aviso foi dado por Andro, ao rematar por cima do travessão, após cruzamento de Mavó.

O Chingale, que muito bem conhece a casa do adversário, não se intimidou. Foi-se organizando em jogadas de contra-ataque e, também com um remate por cima da barra, respondeu por intermédio de Alone, a passe de Hilário.

 

Quando tudo indicava que o nulo seria o resultado ao intervalo, eis que, aos 42 minutos, a HCB abre o activo, por Andro. O lance surge na sequência de um livre à entrada da área, a castigar uma falta sobre Mavó, que se encarregou da cobrança, a solicitar a entrada vitoriosa de Andro.

 

Na segunda parte, tudo inverteu-se, pois foi a vez do Chingale pressionar o sector defensivo da HCB. E, como resultado disso, aos 52 minutos, veio o tento da igualdade, por intermédio de Zé. Foi uma jogada que partiu de um contra-ataque: Maurício recebeu a bola de Alone, pelo lado esquerdo, correu até à linha do fundo, donde cruzou para o seu colega atirar para o fundo das malhas de Dionísio.

Com este golo, a HCB perdeu a cabeça. A linha média deixou de funcionar, Mavó quase que trabalhou sozinho e não conseguiu lograr os seus intentos, porque os “canarinhos” de Tete estavam inspirados e até acreditavam numa possível vitória.

 

O juiz da partida esteve bem e não teve nenhuma influência no resultado.

 

FICHA TÉCNICA:


Árbitro: Ainad Ussene, auxiliado por Ivo Francisco e Adão Chitache. Quarto árbitro: Ribeiro Manuel.

 

HCB – Dionísio; Belmiro, Rogério, Calima e Antoninho; Fabrice, Alick, Elídio e Andro; Marlon e Mavó. Alinharam também Kicas, Charley e Diogo.

 

CHINGALE – Anivaldo; Elídio, Fred, Tony e Louis; Hadji, Zé, Hilário e Paulo; Maurício e Alone. Foram suplentes utilizados Manecas, Celso e Rafael.

 

Acção disciplinar: cartão amarelo para Fabrice, Rogério e Louis.

  • BERNARDO CARLOS

Fonte:Jornal Noticias

 

publicado por Vaxko Zakarias às 10:39
 O que é? |  O que é? | favorito

 


 


 

Vilankulo Futebol Clube

 

 

 

NÃO foi ao apagar das luzes, como se costuma dizer em gíria desportiva. Foi com as luzes completamente apagadas, que o Ferroviário de Nampula, conseguiu empatar a partida, numa altura em que meio mundo já havia abandonado o estádio e jogava-se o último segundo dos quatro minutos dados pelo árbitro em compensação do tempo perdido na etapa complementar.

 

 

 
 

Não é tão difícil resumir um “filme” que acabou com alegria de uns e tristeza de outros. O Ferroviário jogando em casa e depois das exibições anteriores, não só o público esperava por um bom resultado como também a própria equipa estava moralizada para mais uma vitória.

Contudo e não obstante o apoio do público, os “locomotivas” entraram mal para o jogo chegando a falhar passes, em benefício do adversário, sobretudo no meio-campo o que permitia que o Vilankulo fosse gizando à baliza contrária com mais frequência.

 

O curso dos acontecimentos veio a inverter-se sensivelmente à passagem da primeira meia hora do jogo até ao intervalo, quando os donos da casa chegaram a pressionar o reduto mais recuado dos visitantes, mas sem golos.

 

No reatamento da partida e tentando a mesma pressão com que terminou a primeira parte, o Ferroviário de Nampula foi descurando a defesa e o Vilankulo aproveitou-se bem disso. Num lance de bola parada, Eurico aproveitou-se da desatenção da defensiva e atirou a contar quando eram jogados oito minutos desta etapa.

 

Daí em diante, os visitantes preocuparam-se em gerir o resultado, queimando tempo e jogando a bola quando lhe convinha. O público nas bancadas foi-se irritando. Uns apupavam o banco técnico de Mussá e outros preferiam abandonar as bancadas. O quarto árbitro levantou a chapa para se jogar mais quatro minutos além dos 90. O guarda-redes do Vilankulo estatelou-se em mais uma “fífia”, levou quase três minutos a ser assistido e quando a partida foi reatada faltavam alguns segundos por jogar. Um ataque inofensivo dos donos de casa, acabou numa alegria no estádio pois preocupados em queimar o tempo, os homens do Miguel dos Santos distraíram-se e permitiram, no segundo fatal, o golo de empate, por intermédio de Edmundo. 

 

Resultado aceitável que sobretudo castiga o Vilankulo FC que não acreditou em si mesmo sendo superior que o adversário nalguns momentos do jogo que teve e a arbitragem foi regular.

 

Ficha Técnica:


Arbitro: Samuel Chirindza, auxiliado por Gimo Patrício e Amisse Juma tendo como quarto árbitro Feliciano Joaquim.

 

Ferroviario de Nampula: Toni; Mabucho, Rojas (Marius) e Abu; Nelinho, Paunde, Juma (Hugo) e Edmundo; Binó, Sankani (Henriques) e Narciso.

Vilankulo FC: Jaime; Chanes, Bila, Ali e Gentinho (Joy); Eurico (Ivo), Sadique e Jossias; Tendai, Sergio e Matlombe (Felito).

 

Golos de Eurico (53 minutos) pelo Vilankulo FC e Edmundo (94 minutos) pelo Ferroviário.

 

Acção disciplinar: Amarelos a Eurico e Gentinho e vermelho a Tendai (por acumulação de amarelos) todos do Vilankulo FC.

  • CARLOS COELHO

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:49
 O que é? |  O que é? | favorito

 

Academica de Maputo

A ACADÉMICA aplicou um golpe menos esperado ao Estrela Vermelha no fecho, sábado, dos grupos do Torneio de Abertura de Futebol. Os “estudantes” derrotaram os “alaranjados”, por 3-2, no decurso da quinta jornada que marcou o encerramento dos jogos da série “A”. Esta jornada foi apenas para cumprir o calendário, pois o Estrela Vermelha já havia assegurado antecipadamente a presença na final, na qual terá como adversário Beira-Mar da Catembe, na qualidade de vencedor da série “B”.

 

 
 

Beira-Mar dominou a série, pois não conheceu a amargura da derrota, tendo vencido no sábado União FC, por 1-0.

Noutros encontros dos grupos, destaca-se a goleada conseguida pelo Ferroviário das Mahotas diante do Nova Aliança (4-0), na série “A”. Os “locomotivas” conservaram, desse modo, o segundo lugar. O 1º de Maio e Mahafil não foram além de um empate, que favoreceu a primeira formação, uma vez que se manteve na segunda posição da série “B”.

Recordar que a final entre Estrela e Beira-Mar realiza-se esta quinta-feira no campo do 1º de Maio.

 

CLASSIFICAÇÃO FINAL


SÉRIE “A


                                   J          V         E         D         B         P

                                              

ESTRELA                 4          3          0          1          6-3       9

Mahotas                            4  2          1          1          7-3       7

Académica                 4          2          0          2          6-6       6

Águias Especiais       4          1          2          1          4-4       5

Nova Aliança             4          0          1          3          1-10     1


                                               SÉRIE B

BEIRA-MAR            3          3          0          0          6-1       9

1º de Maio                 3          1          1          1          2-3       4

Mahafil                      3          0          2          1          2-4       2

União FC                    3          0          1          2          0-2       1

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:39
 O que é? |  O que é? | favorito
Logo do Instituto de Desportos de Portugal,

Trata-se dos atletas da modalidades de natação, judo, vólei de praia, vela e atletismo, incluindo os portadores de deficiência física

Trinta e cinco atletas  acompanhados pelos respectivos técnicos deixaram, sábado, Maputo com destino a Lisboa, Portugal, onde vão tomar parte num estágio pré-competitivo com a duração de quatro meses, tendo como horizonte os Jogos Africanos Maputo-2011. Este é um primeiro grupo de um total de 50 que vão beneficiar de um acordo entre os governos moçambicano e português, ano âmbito do acolhimento dos Jogos Africanos Maputo-2011.
 

Trata-se dos atletas da modalidades de natação, judo, vólei de praia, vela e atletismo, incluindo os portadores de deficiência física. Estes desportistas só vão regressar a três dias do início da grande olimpíada africana, portanto, 31 de Agosto. A 1 de Agosto, com o mesmo objectivo, segue viagem a equipa feminina de basquetebol, devendo o seu estágio ser de um mês. Esta selecção da bola ao cesto deverá voltar às terras moçambicanas igualmente nas vésperas do arranque dos Jogos Africanos. Para o estágio na cidade portuguesa de lisboa, apenas viajam 16 das 23 atletas pré-convocadas. Durante este período, os atletas moçambicanos estarão integrados em diferentes selecções portuguesas, com a companhia dos técnicos moçambicanos. Jamor e outros centros de alto rendimento são os locais que vão acolher os desportistas nacionais.

À luz dos acordos assinados entre Moçambique e Portugal pela via do Instituto de Desportos de Portugal, o apoio estende-se ainda à  disponibilização de técnicos da autoridade anti-dopagem, uma área necessária quando se organiza uma competição de grande envergadura, como é o caso dos Jogos Africanos Maputo-2011.

 

As autoridades portuguesas ainda estão dispostos a enviar ao país um técnico, de qualquer modalidade, para trabalhar na preparação dos melhores atletas moçambicanos. As comitivas nacionais vão treinar e competir com as melhores selecções de Portugal, tirando proveito da capacidade instalada em Portugal, quer em termos de infra-estruturas quer em termos de recursos técnicos e humanos ao serviço das diferentes federações lusas.

 

Selecções de andebol


As selecções nacionais de andebol feminino e masculino vão estagiar, em Agosto próximo, em Angola. A sua escolha está relacionada com o facto deste país de expressão portuguesa ser uma potência nesta modalidade. Durante o estágio, as equipa moçambicanas, para além de terem sessões normais de treinos, vão fazer jogos amigáveis com as selecções de Angola (principal e de esperanças) e, ainda, com as equipas do  Petro de Luanda e 1º de Agosto.

 

 

Fonte:O Pais

publicado por Vaxko Zakarias às 09:24
 O que é? |  O que é? | favorito
As selecções moçambicanas de basquetebol sénior feminino e masculino disputam um torneio regional de basquetebol sénior que acaba de ser instituído pela federação da modalidade, o qual terá lugar sempre em Abril de cada ano, inserido nas comemorações do 7 de Abril, Dia da Mulher Moçambicana. A primeira edição serve, igualmente, para assinalar o ano Samora Machel, e nela tomam parte Moçambique, África do Sul e Zimbabwe.
selecção  moçambicanas de basquetebol sénior feminino
 

De acordo com dados apurados pela nossa equipa de reportagem, as comitivas da África do Sul e Zimbabwe chegam à capital moçambicana na próxima quinta-feira, devendo regressar na segunda-feira. Relativamente às nossas selecções, vale à pena destacar o facto de estarem em preparação, visando não só esta prova em perspectiva, mas, igualmente, o cumprimento do calendário internacional de 2011, com particular horizonte nos Jogos Africanos e campeonatos africanos.

 

A grande novidade em torno deste torneio, que começa na sexta-feira, reside na estreia do treinador espanhol Luís Fernandez, coadjuvado por Carlos Alberto Niquice (Bitcho) e Simão Mataveia, que trabalham duramente com equipa sénior feminina. Já a masculina tem o seu ciclo preparatório sob as ordens de Milagre Macome, seleccionador nacional adjunto, enquanto se aguarda a chegada de Inak Garcia, o espanhol nomeado seleccionador nacional masculino em 2010. Lembre-se que Inak Garcia é neste momento bicampeão nacional, de forma consecutiva, ao serviço do Clube dos Desportos da Maxaquene.

 

Esta competição, que se prevê que tenha uma periodicidade anual, contará com selecções dos países da região Austral de África. Para a primeira edição, referente a 2011, o torneio será realizado no pavilhão do Desportivo, de 8 a 10 de Abril, próximo fim-de-semana, sob a égide da FMB, e deverá movimentar as  equipas nacionais de seniores femininos e masculinos de Moçambique, África do Sul e Zimbabwe. é a primeira vez que a direcção da FMB, presidida por Francisco Mabjaia, desde 2010, pretende promover dois torneios internacionais anuais. Para já, vai ter lugar o de Abril, esperando-se a confirmação e institucionalização do segundo, que deverá ter lugar em Junho, durante os festejos da independência nacional e que deverá ser mais abrangente, onde se espera não só a presença de equipas da região, mas igualmente de outras partes do mundo.

 

 

Fonte:O Pais

publicado por Vaxko Zakarias às 09:14
 O que é? |  O que é? | favorito
Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
16
17
22
23
24
25
30
subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO