Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Terça-feira, 22 DE Fevereiro 2011

DominguezEsta foi a segunda derrota consecutiva do Mamelodi Sundowns que, na ronda passada, perdeu com Orlando pelo mesmo resultado.

 

O Mamelodi Sundowns, conjunto onde evolui Dominguez, pode ter dito adeus ao sonho de conquistar a Premier Soccer League após perder, sábado, diante do Free State Stars por duas bolas a uma, em desafio da 21ª jornada do certame disputado no Peter Mokaba Stadium, em Polokwane. 
 
Dominguez foi titular neste embate e, logo no arranque da segunda parte, escreve o site da “PSL”,  viu o guarda-redes Mweene negar-lhe o golo. Thabo Matlama, aos 25 minutos, e Phumlani Mhamha, à passagem do  minuto 75, selaram a vitória do Free State Stars.  O golo do Sundowns foi apontado por Nyasha Mushekwi (aos 47 minutos). 

Esta foi a segunda derrota consecutiva do Mamelodi Sundowns que, na ronda passada, perdeu com Orlando pelo mesmo resultado. Disputadas que estão 21 jornadas, o Sundowns ocupa a quarta posição com 38 pontos, portanto, a sete do líder: Orlando Pirates. Próximo sábado, em desafio a contar para a 22ª jornada, o  Mamelodi Sundowns recebe o Bidvest Wits no Lucas Moripe Stadium.

Fonte:O Pais

publicado por Vaxko Zakarias às 09:31
 O que é? |  O que é? | favorito
Simao MatheJá o  Mamelodi Sundowns, conjunto onde evolui  Dominguez, pode ter dito adeus ao sonho de conquistar a Premier Soccer League após perder, sábado, diante do Free State Stars por duas bolas a uma.
 

Com o internacional moçambicano Simão Mathe Júnior a entrar aos 80 minutos no lugar de Giorgios Karagounis, o Panathinaikos perdeu, sábado, no terreno do Olympiakos (1-2) e viu

o rival distanciar-se na  liderança do campeonato grego (Olympiacos soma agora 60 pontos contra 50 do  “Pana”).

 

.

 

 

O internacional moçambicano, lembre-se, foi titular no passado dia 12 de Fevereiro na vitória do “Pana” diante do AEK de Atenas pela marca de 3-1 (com golos de  Kostas Katsouranis, 44 minutos, Loukas Vyntra, 51 minutos, e  Djibril Cissé, aos 71 minutos para o Pana, enquanto  Ignacio Scocco apontou o tento solitário do AEK).  O polivalente foi, no entanto, substituído aos 67 minutos por Petropoulos.


Fonte:O Pais

publicado por Vaxko Zakarias às 09:20
 O que é? |  O que é? | favorito

Rafik SidatO VILANKULO é um adversário difícil. O sorteio é assim mesmo. Tínhamos que começar de algum sítio. Resta-nos jogar e trazer de lá os três pontos. Este ano começamos fora, depois de no ano passado termos tido a estreia em casa”, palavras de Rafik Sidat, presidente da Liga Muçulmana. 

 
 

Questionado se não gostaria de jogar em casa na ronda inaugural, Rafik respondeu: “Eu prefiro começar fora. É sempre bom encontrar as equipas mais difíceis no início, porque nesta fase ainda não adquiriram o ritmo desejável”.

 

O presidente dos campeões nacionais frisa que o objectivo da Liga Muçulmana passa unicamente por defender o título. “Não digo que vamos ser campeões, mas vamos lutar para tal”, sublinhou.

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:03
 O que é? |  O que é? | favorito

Tomás InguaneEM primeiro lugar, devo frisar que respeitamos todos os adversários. Na primeira jornada defrontamos o Ferroviário de Nampula.


 

O Desportivo é favorito, mas terá que justificar esse estatuto em campo”, afirma Tomás Inguane, director desportivo dos “alvi-negros”, segundo o qual não são as camisolas que ganham jogos, mas sim o poderio apresentado em campo.  

 

Tomás reitera que os “alvi-negros” têm capacidade de sobra para vencer os “locomotivas” de Nampula. “O Desportivo está preparado para jogar frente a qualquer adversário. Se tivesse calhado uma das outras 12 equipas enfrentaríamo-la dentro da nossa humildade e respeito”.

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 08:56
 O que é? |  O que é? | favorito

matchetcheFERROVIÁRIO e Costa do Sol cruzam-se nas meias-finais da Taça de Honra/SOJOGO, que se disputam amanhã. As duas equipas qualificaram-se sábado, ao vencerem Maxaquene e Liga Muçulmana por 3-1 e 1-0, respectivamente.

 
 

Os “locomotivas” destacaram-se na Série “A”, onde esteve igualmente o Matchedje, ao amealhar quatro pontos, contra dois dos “militares” e apenas um dos “tricolores”. Por seu turno, o Costa do Sol apurou-se na qualidade de segundo classificado, numa série (“B”) dominada pelo Desportivo. Os “alvi-negros”, que irão defrontar o Matchedje nas meias-finais, transitaram mercê de vitórias nos dois jogos da etapa inicial, enquanto os “canarinhos” registaram três pontos e a Liga Muçulmana um.


Nas partidas de sábado o Costa do Sol, perante os campeões nacionais, suou bastante para manter a vantagem conseguida à passagem do minuto 53, numa jogada de insistência em que João Mazive apareceu no primeiro poste a cabecear contra um contrário e, na sobra, Cheese, também de cabeça, bateu o guarda-redes Gervásio.

 

A Liga tentou a todo o custo chegar à igualdade e, dez minutos após o tento “canarinho”, Nelson fez um cruzamento tenso para o segundo poste, onde surgiu Joaquim a desviar por cima do travessão. Depois de várias tentativas, nomeadamente por Momed Hagy e Carlitos, o lance mais vistoso de golo pertenceu a Telinho, que se antecipou à saída do guarda-redes Abu para travar o passe rasgado de Muandro, mas o “keeper” arrastou-se e conseguiu interceptar o esférico.

 

As equipas jogaram assim:

 

ÁRBITRO: Samuel Chirindza, auxiliado por Adão Chitache e Filimão Correia. Quarto árbitro: Luís Jumisse.

 

COSTA DO SOL – Abu; João Mazive, Kito, Jonas e Dito; Cheese, Tchaka, Mambo e Rúben; Tó e Babo. Jogaram ainda Manuelito, David e Evans.

 

LIGA MUÇULMANA – Gervásio; Cantoná, Aguiar, Mucuapele e Asani; Micas, Mustafá, Momed Hagy, Carlitos e Muandro; Telinho. Jogaram também Nelson e Joaquim. 

DOIS GOLPES NUM QUARTO DE HORA

 
 

Num duelo bastante concorrido e animado, com um futebol de bom gosto, Ferroviário e Maxaquene privilegiaram a troca de bola de pé para pé. Contudo, os “locomotivas” acabariam por se agigantar, galvanizados pelo golo de belo feito de Luís, num remate em jeito de cruzamento que traiu Soarito.

 

Houve uma explosão de alegria nas bancadas e, de seguida, assistiu-se a um futebol de qualidade, com os “locomotivas” a empurrar o Maxaquene para o seu meio-campo, através de belíssimas trocas de bola que culminaram com o segundo golo, aos 12 minutos, por Zabula, na transformação de uma grande penalidade a castigar bola à mão de Campira.

 

O prejuízo tornou-se grande para os “tricolores”, mas estes foram à altura de equilibrar a balança no último quarto da primeira parte, com o sul-africano Tike a evidenciar-se nas manobras ofensivas e a demonstrar um forte poder de desequilibrar à entrada da grande área. Mexeu com a defesa contrária e acabou conseguindo o que pretendia, ao marcar o tento de honra da sua equipa.

 

Contra a corrente do jogo, atendendo que era o Maxaquene que corria mais à procura do golo da igualdade, Amílcar deu o golpe final, aos 66 minutos, com um pontapé forte para o ângulo superior da baliza de Soarito.

 

Jogaram penas duas equipas:

 

FERROVIÁRIO – Pinto; Zabula, Jotamo, Kiki e Fred; Danito Parruque, Dário e Buramo; Amílcar, Luís e Aníbal. Jogaram ainda Imo, Whisky, Sonito e Valdo.

 

MAXAQUENE – Soarito; Vasil, Campira, Gabito e Eusébio; Manuelito, Alvarito, Macamito e Kito; Tike e Tony. Actuaram também Liberty, Nelsinho, Vovote, Payó e Mfiki.

 

ACÇÃO DISCIPLINAR: cartão amarelo para Campira.

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 08:48
 O que é? |  O que é? | favorito

Roque GonçalvesCALHÁMOS com um adversário de qualidade. Durante a pré-época jogámos com o Ferroviário da Beira. É uma equipa muito bem reforçada e temos que respeitá-la. Acho que será que um bom jogo”, vaticina Roque Gonçalves, vice-presidente do Maxaquene para a área Jurisdicional.

 
 

Reagindo ao primeiro jogo do Moçambola, Roque sublinhou a importância de começar em casa. “O Maxaquene, como sempre, entra para conquistar o título. No ano passado lutou até ao fim e vai fazê-lo também esta época. A jogar em casa e perante o seu público tem a obrigação de se estrear com uma vitória”.

 

O dirigente “tricolor” faz votos para que nesta temporada não haja casos obscuros de arbitragem. “Este ano gostaria de ter um Moçambola com zero caso de arbitragem”.

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 08:41
 O que é? |  O que é? | favorito

Alberto Simango JuniorA LIGA Moçambicana de Futebol, materializando o seu compromisso de melhorar as condições dos participantes no Moçambola, nas mais diversificadas vertentes, vai este ano premiar o campeão nacional com o montante de 20 mil dólares norte-americanos, para além, naturalmente, do tradicional troféu que marca o feito.

 
 

O reeleito presidente da LMF, Alberto Simango Júnior, reconhece que ainda não é um valor provavelmente à altura da expectativa dos clubes, porém, afirma que é o começo e trata-se de um prémio que vai de encontro à vontade manifestada pelos próprios associados da Liga, segundo os quais devia haver também um estímulo monetário ao vencedor do Moçambola. E, dentro das possibilidades junto dos seus patrocinadores, a LMF conseguiu dar este primeiro passo, que inclui, igualmente, o valor de cinco mil dólares para o segundo classificado.

 

Outra aposta de Simango Júnior e seu elenco para 2011, também solicitada pelos clubes no decorrer da Assembleia-Geral de sábado, tem a ver com a melhoria das condições de alojamento dos árbitros nas suas deslocações às cidades do Moçambola, de forma a conferir-se dignidade a estes homens e reduzir a margem de corrupção que, infelizmente, grassa o nosso futebol.

 

Entretanto, dirigentes e treinadores reagiram favoravelmente ao sorteio da prova, todos eles afirmando ser objectivo das suas equipas começar a prova com uma vitória, o que animaria as hostes para os embates seguintes.

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 08:34
 O que é? |  O que é? | favorito

logo copa coca colaCENTO e setenta e seis equipas, 2816 jovens futebolistas e 93 jogos, eis o quadro que teremos nos próximos três meses, com a realização da Copa Coca-Cola, um evento que tem entusiasmado a massa estudantil do país e que é uma grande fonte de lançamento de talentos para o futebol federado.

 
 

Com uma dimensão internacional e a acontecer anualmente em vários países do mundo, o evento irá percorrer todas as províncias do país, envolvendo formações de escolas secundárias. Segundo o preconizando pelos organizadores, as etapas provinciais decorrerão de norte a sul, para os melhores times se qualificarem para a fase final.

 

O lançamento da Copa Coca-Cola acontecerá esta noite, no Centro Internacional de Conferências Joaquim Chissano, em Maputo, numa cerimónia em que estarão presentes representares do Governo, nomeadamente dos ministérios da Educação e da Juventude e Desportos, da empresa patrocinadora, entre outros convidados.

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 08:23
 O que é? |  O que é? | favorito

O DIA de domingo, que no período da manhã havia conhecido a realização de um contra-relógio na zona da Namaacha, acabou terminando de forma fatídica para o ciclismo nacional. Imbrani Acuji, o homem que fervorosamente vinha dinamizando a modalidade, foi mortalmente atropelado, na sua bicicleta, numa ocorrência registada na zona do Belo Horizonte, distrito de Boane, em Maputo.

 
 

Acuji foi surpreendentemente acolhido por um “chapa” que seguia em contramão, após uma ultrapassagem perigosa. O motorista se descontrolou, indo atingir na faixa contrária o ciclista, que teve morte instantânea.


Presidente interino da Federação Moçambicana de Atletismo, Imbrani Acuji vinha liderando a reorganização da modalidade, tendo como objectivo a representação do país nos X Jogos Africanos de Maputo-2011. Há dias esteve à frente da prova velocípede realizada na cidade da Beira, com o intuito de apurar os atletas sofalenses para integrar a selecção nacional.

 

No domingo foi a vez de uma prova contra-relógio na Namaacha, com a presença de ciclistas moçambicanos e estrangeiros, igualmente com a finalidade de testar os nossos atletas para a maior competição desportiva do continente. Foi no regresso a Maputo, a pedalar, que Acuji, súbita e tragicamente, encontrou a morte. Uma morte que deixa um vazio muito grande no seio da modalidade, particularmente numa altura em que vinha conhecendo uma forte dinamização e um rumo para o seu futuro.

 

O funeral de Imbrani Acuji realizou-se no próprio domingo, no Cemitério de Lhanguene. À família enlutada, o jornal “Notícias” apresenta as suas mais sentidas condolências.

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 08:15
 O que é? |  O que é? | favorito
Fevereiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
19
20
21
26
27
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO