Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Quarta-feira, 09 DE Fevereiro 2011

Estadio Nacional do ZimpetoO ESTÁDIO Nacional do Zimpeto foi aprovado pela Federação Internacional de Futebol, segundo dá conta a FIFA num relatório datado de 17 de Dezembro passado e enviado à federação moçambicana da modalidade. A inspecção àquele majestoso empreendimento desportivo teve lugar no dia 26 de Novembro e foi levada a cabo por Walter Gagg, enviado para o efeito pelo organismo máximo do futebol planetário.

 
 

Segundo o relatório em nosso poder e que, igualmente, foi enviado ao Ministério da Juventude e Desportos, na qualidade de responsável pelo recinto, o Estádio Nacional do Zimpeto está apto a receber eventos desportivos internacionais de primeira classe, nomeadamente de futebol e de atletismo.

 

O enviado da FIFA faz questão de sublinhar, no seu relatório, que o estádio se encontra localizado numa zona privilegiada e de grande expansão, daí a possibilidade de se explorarem mais empreendimentos desportivos.

 

O Estádio Nacional, cuja construção, a cargo de um empreiteiro chinês, custou 60 milhões de dólares, tem capacidade para 42 mil espectadores e uma pista de atletismo à volta do rectângulo de jogo. Este possui as dimensões máximas, pelo que, em função das necessidades de cada partida, estas podem ser mantidas ou diminuídas.

 

A FIFA realça o facto de o Zimpeto possui excelentes condições para o trabalho da Imprensa, compreendendo 250 lugares, cada qual com cablagem para Internet, e 40 cabinas para comentadores de rádio e televisão.

 

No seu relatório, a Federação Internacional de Futebol refere, em relação ao piso, que na altura da inspecção (26 de Novembro) ainda não estava em condições, tendo o empreiteiro garantido que somente em Fevereiro se apresentaria pronto para receber jogos. Um outro reparo diz respeito ao local do pontapé de canto, que, na óptica do inspector, deve ser alargado alguns metros, de modo a permitir que o jogador tenha mais espaço para ensaiar o remate.


Em relação à segurança no exterior do recinto, a FIFA recomenda a instalação do sistema fora do quintal, isto é, o espectador não deve ser inspeccionado já próximo do portão do estádio, tal como se previa, mas sim, antes de entrar no próprio quintal.

 

À parte destas observações, a FIFA considera o Estádio Nacional do Zimpeto aprovado e pronto para receber eventos desportivos de primeira classe de carácter internacional. Neste momento, as autoridades desportivas moçambicanas aguardam pelo envio do certificado para, nessa altura, se começar a utilizar o complexo.

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:20
 O que é? |  O que é? | favorito

 

Zainadine JrA SELECÇÃO Nacional de Futebol defronta esta tarde, a partir das 15.00 horas, no Estádio da Machava, a sua congénere do Botswana, em partida amigável inserida na data-FIFA e que serve de preparação para o embate com a Zâmbia, a 27 de Março, em Maputo, a contar para a terceira jornada da Fase de Qualificação para o CAN Gabão/Guiné-Equatorial-2012.

 
 

O combinado nacional efectuou o treino decisivo na manhã de ontem, no local do jogo, essencialmente virado para o apuramento táctico, nomeadamente a abordagem às variantes do sistema de jogo com o qual os “Mambas” se guiarão diante dos tswanas, que fizeram o treino de adaptação ao piso ontem à tarde.

 

Esta partida tem uma grande importância pelo facto de, para além de proporcionar rodagem aos atletas com vista ao encontro com a Zâmbia, abrir espaço aos mais novos e a todos aqueles que procuram lugar nos “Mambas” para explanarem as suas qualidades. Aliás, o seleccionador nacional, Mart Noöij, entende que este é o momento de dar oportunidade aos jogadores que actuam no Moçambola, uma medida que visa estender cada vez mais o lote de opções.


Metade dos convocados, com destaque para os que jogam no estrangeiro, não puderam, por várias razões, juntar-se aos demais, e esta foi uma das razões que forçou Mart Noöij a chamar mais jogadores do Moçambola para esta missão.

 

Na sessão da manhã de ontem, a nossa Reportagem confirmou a presença dos “sul-africanos” Miro e Dominguez, que se juntaram à selecção no mesmo dia. Genito e Rivaldo integram o grupo desde o primeiro dia de preparação. Hélder Pelembe, que chegou ontem de manhã, só se fez aos trabalhos à tarde, numa sessão restrita aos “estrangeiros”, no campo do Costa do Sol, e que contou, igualmente, com os guarda-redes Pinto e Lamá.

 

Enquanto isso, Mexer, que se aguardava que chegasse de Portugal com Hélder Pelembe, não viajou para Maputo por razões não esclarecidas pela equipa técnica. Face à sua ausência, assim como de outros com que Mart Noöij contava para este jogo, curiosamente, o único disponível para preparar o encontro com os zambianos, o seleccionador nacional viu-se obrigado a chamar mais atletas do Moçambola, caso do jovem meio-campista Jacinto, do Matchedje.

 

Aliás, uma das apostas, entre os jogadores que militam internamente, é Dário Chissano, do Ferroviário de Maputo, que, infelizmente, não se juntou ao grupo por alegadamente não ter sido dispensado pelos “locomotivas”.

 

Esta situação reduziu de 20 para 18 jogadores disponíveis para o frente-a-frente com os tswanas, designadamente os guarda-redes Pinto e Lamá; os defesas Manuelito, Zainadine Júnior, Kito e Jonas; os médios Miro, Genito, Dominguez, Rivaldo, Whisky, Danito Parruque, Cândido e Jacinto; os avançados Hélder Pelembe, Sonito, Maninho e Jojó.    

 

O seleccionador-adjunto, Mano-Mano, disse que, infelizmente, a Selecção Nacional não contará com a sua espinha dorsal, sendo que um dos principais objectivos deste encontro é observar e experimentar os mais jovens, tendo em conta, igualmente, que não podemos ter mais jogadores “amarelados” entre os seleccionáveis para defrontar a Zâmbia.

MUITA SERIEDADE

 
 

DominguezO médio ofensivo Dominguez, maestro da Selecção Nacional, disse que o Botswana vai ser encarado com muita seriedade e com objectivo de ganhar, tendo em conta que este se tornou um dos adversários mais difíceis.

 

Temos que encarar este jogo com a mesma seriedade que vamos enfrentar a Zâmbia, tendo em conta que já perdemos em casa com o Botswana. Este é mais um desafio que devemos ganhar”, frisou.

 

Por seu turno, o central Zainadine Júnior é optimista em relação a este desafio com o Botswana, ao avaliar positivamente a forma como a selecção se vinha preparando. 

A expectativa para este jogo é grande, se tivermos em conta a forma como os treinos decorreram. Penso que estamos no bom caminho para conseguir um bom resultado”, vincou.

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:13
 O que é? |  O que é? | favorito
tags:

Alberto Simango JúniorENQUANTO na Federação Moçambicana de Futebol as atenções convergem para Maio, altura em que terão lugar as eleições para o próximo quadriénio, na Liga Moçambicana de Futebol o escrutínio entra já na ordem do dia, com a sua efectivação marcada para 19 deste mês, na capital do país. Apesar da grande expectativa que reina em relação ao futuro desta instituição, a verdade manda dizer que praticamente nenhum outro candidato assume entrar na corrida, a não ser o próprio presidente da Liga, Alberto Simango Júnior, que concorre à sua própria sucessão.

 
 

A Assembleia-Geral da Liga Moçambicana de Futebol, convocada pelo vice-presidente da Mesa, Alcido Nguenha, irá analisar vários outros assuntos de interesse no quotidiano da LMF, como são os casos do relatório de actividades e contas do ano transacto e o plano de actividades e orçamento para 2011, mas as eleições constituem o ponto mais alto desta reunião magna do organismo que gere o Moçambola, numa altura em que se aproxima a edição desta temporada.

 

A avaliar por aquilo que tem sido a prospecção nos bastidores, assim como, e, sobretudo, pelo voto de confiança dado pelos associados no último encontro da Liga, não resta a menor dúvida que Alberto Simango está em perfeitas condições de renovar o seu mandado, para o quadriénio 2011-2014.

 

O sucesso e prestígio do Moçambola, que anualmente vai conquistando novos adeptos e horizontes, o excelente relacionamento com os patrocinadores e todo o envolvimento popular em redor da prova fizeram com que Alberto Simango e seu elenco granjeassem simpatias não somente entre os clubes filiados como também em toda a esfera desportiva nacional, daí ser praticamente um dado adquirido que continuará no consulado da Liga.


Entretanto, de acordo com o regulamento eleitoral, as candidaturas deverão ser submetidas na secretaria da instituição até sete dias antes da data do escrutínio, o mesmo que dizer este domingo, subscritas por pelo menos cinco clubes membros da LMF.

 

Os corpos gerentes, segundo a forma de votação, serão eleitos por escrutínio secreto e em lista geral de todos os órgãos sociais, devendo a votação ser exercida directamente pelo delegado do clube e nunca por procuração, independentemente das razões que possam ser invocadas. Cada clube tem direito a um voto, isto é, um homem/um voto.


As eleições na Liga Moçambicana de Futebol decorrerão no mesmo dia em que, à noite, se realizará a Gala do Moçambola, durante a qual serão premiados os melhores do campeonato passado, entre jogadores e árbitros.

 

Na mesma ocasião, proceder-se-á ao sorteio do Campeonato Nacional de 2011, a ser disputado pelos seguintes 14 clubes: Liga Muçulmana, Maxaquene, Ferroviário do Maputo, HCB do Songo, Matchedje, Vilankulo FC, Desportivo, Costa do Sol, Sporting da Beira, Ferroviário da Beira, Atlético Muçulmano e os novos primodivisionários Incomáti, Chingale e Ferroviário de Nampula.

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:07
 O que é? |  O que é? | favorito

Cabo DelgadoO GOVERNO de Namuno, em Cabo Delgado, sentou-se e decidiu a construção de um campo de futebol, na sede distrital, com fundos próprios que o administrador Casimiro Calope não revelou e ficou o segundo com uma iniciativa similar a seguir a Balama, vizinho da mesma latitude.

 
 

Foi uma exigência da própria população, sobretudo dos jovens, que, dentre muitas coisas, exigem também infra-estruturas para a prática desportiva, e o Governo não pode ser insensível a estas pretensões, apesar de ter muitas prioridades”, recordou o administrador de Namuno.

 

Calope confessou ter sido um pouco difícil convencer os outros membros do Executivo a pôr na mesa das realizações a construção de um campo de futebol, se bem que vozes se levantaram sobre a pertinência da tal obra, sendo que há muito a fazer num distrito carente de muitas infra-estruturas sociais.

 

Foi necessário fazer valer a ideia que os jovens e antigos praticantes de futebol punham nos nossos encontros com a população. Às vezes comparavam o nosso distrito com Balama, sendo que este nasceu depois de Namuno, quando aquele era um posto administrativo”, explica.

 

Depois de concluído o campo, o que resta é organizar melhor os campeonatos inter-localidades, a nível dos postos administrativos, e, mais tarde, pensar em sair para competir com os outros distritos.

 

Não estamos a correr para competir a nível externo do distrito. Queremo-nos organizar, termos bases internas fortes, tornar robusto um campeonato distrital que seja fruto de competição, desde a localidade até ao distrito, e daí sair uma boa selecção para vender em competições com outros distritos e, se for caso disso, no campeonato provincial, quer seja recreativo ou federativo”, garantiu Casimiro Calope.

 

O campo de Namuno, que a muitos impressiona numa região rural, dispõe de condições, pelo menos a nível da vedação, raras em muitos distritos de Cabo Delgado, incluindo aqueles considerados tradicionais praticantes de futebol, como sejam Montepuez, Chiúre, Mueda, Mocímboa da Praia e Ibo, com uma relva natural que suplanta a do Estádio Municipal de Pemba.

 

Nos tempos que correm, o campo, que se encontra próximo do local onde se realizam reuniões e comícios, transformou-se num cartão de visitas de qualquer um, sendo que os hóspedes o apreciam e pedem para visitar o seu interior, por causa de uma vedação consistente, bloco de cimento, trabalho que estava a cargo de uma construtora reconhecida na província.

 

Falta-nos colocar no muro de vedação publicidade diversa, para o que estamos a convidar individualmente as empresas sedeadas ou que têm interesse no distrito para publicitá-las”, disse, por seu turno, a directora dos Serviços Distritais da Educação Juventude e Tecnologia de Namuno, Cristina Cornélio.

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 08:58
 O que é? |  O que é? | favorito
Fevereiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
19
20
21
26
27
subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO