Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Segunda-feira, 04 DE Janeiro 2010


É VERDADE que o seleccionador nacional, Mart Nooij, minimiza os factos, afirmando que se trata de um período de avaliação da capacidade de reacção dos jogadores face àquilo que irão viver no “teatro das operações”, no entanto, a sucessão de derrotas que os “Mambas” registam no estágio com vista à sua participação na fase final da 27ª edição do Campeonato Africano das Nações Angola-2010 já começa a ser preocupante.

Ontem, em Bloemfontein, na África do Sul, a turma moçambicana somou a sua terceira derrota consecutiva, ao perder diante do Gabão por uma bola sem resposta, o mesmo resultado, aliás, dos dois embates anteriores, frente ao Malawi e à Zâmbia.

Observando um rigoroso regime de trabalho, que somente conheceu algumas horas de paragem por ocasião da festa do Ano Novo, os “Mambas” estão a trabalhar afincadamente em terras sul-africanas, com todos os atletas a darem o máximo de si. Porque o “mister” já havia chamado a atenção, tendo em conta a enorme responsabilidade que recai sobre si a partir do momento em que desembarcarão em Angola, os jogadores correspondem devidamente, embora, no capítulo competitivo, as coisas não estejam a correr de feição, pelo menos para quem olha para os resultados positivos como uma fonte de mobilização para os próprios artistas.

Na África do Sul desde domingo antepassado, a nossa equipa chegou e imediatamente defrontou a Zâmbia, em Joanesburgo, tendo perdido por 1-0, numa partida realizada num dos campos anexos do Orlando Pirates. Esta derrota aconteceu depois de uma outra, igualmente por uma bola sem resposta, frente aos malawianos, no estágio com os atletas internos, realizado na vila do Songo, em Tete.

Já em Bloemfontein, onde os “Mambas” se encontram baseados e a trabalhar com todo o ardor, a componente competitiva contempla dois encontros com o Gabão, o primeiro dos quais efectuado ontem à tarde e ganho pelos “Panteras”. O segundo, de acordo com a programação acordada entre ambos os conjuntos, está marcado para esta quarta-feira.

Informações provenientes daquela cidade sul-africana indicam que a partida de ontem foi basicamente um treino, tendo, inclusive, as duas selecções não envergado as suas camisolas oficiais. A sério, a sério mesmo, será o jogo de depois de amanhã, por sinal, o último que Moçambique e Gabão irão disputar, antes de rumarem para o Campeonato Africano das Nações Angola-2010.

Em relação à viagem dos “Mambas” para Angola, mais concretamente para Benguela, a sua cidade-sede, as projecções iniciais apontavam para a mesma se concretizar a partir de Maputo, para onde a selecção se deslocaria a fim de se despedir dos adeptos e das entidades oficiais do país. Porém, os últimos dados indicam que, da África do Sul, a equipa seguirá directamente para a Angola, na próxima sexta-feira.
publicado por Vaxko Zakarias às 15:07
 O que é? |  O que é? | favorito


É VERDADE que o seleccionador nacional, Mart Nooij, minimiza os factos, afirmando que se trata de um período de avaliação da capacidade de reacção dos jogadores face àquilo que irão viver no “teatro das operações”, no entanto, a sucessão de derrotas que os “Mambas” registam no estágio com vista à sua participação na fase final da 27ª edição do Campeonato Africano das Nações Angola-2010 já começa a ser preocupante.

Ontem, em Bloemfontein, na África do Sul, a turma moçambicana somou a sua terceira derrota consecutiva, ao perder diante do Gabão por uma bola sem resposta, o mesmo resultado, aliás, dos dois embates anteriores, frente ao Malawi e à Zâmbia.

Observando um rigoroso regime de trabalho, que somente conheceu algumas horas de paragem por ocasião da festa do Ano Novo, os “Mambas” estão a trabalhar afincadamente em terras sul-africanas, com todos os atletas a darem o máximo de si. Porque o “mister” já havia chamado a atenção, tendo em conta a enorme responsabilidade que recai sobre si a partir do momento em que desembarcarão em Angola, os jogadores correspondem devidamente, embora, no capítulo competitivo, as coisas não estejam a correr de feição, pelo menos para quem olha para os resultados positivos como uma fonte de mobilização para os próprios artistas.

Na África do Sul desde domingo antepassado, a nossa equipa chegou e imediatamente defrontou a Zâmbia, em Joanesburgo, tendo perdido por 1-0, numa partida realizada num dos campos anexos do Orlando Pirates. Esta derrota aconteceu depois de uma outra, igualmente por uma bola sem resposta, frente aos malawianos, no estágio com os atletas internos, realizado na vila do Songo, em Tete.

Já em Bloemfontein, onde os “Mambas” se encontram baseados e a trabalhar com todo o ardor, a componente competitiva contempla dois encontros com o Gabão, o primeiro dos quais efectuado ontem à tarde e ganho pelos “Panteras”. O segundo, de acordo com a programação acordada entre ambos os conjuntos, está marcado para esta quarta-feira.

Informações provenientes daquela cidade sul-africana indicam que a partida de ontem foi basicamente um treino, tendo, inclusive, as duas selecções não envergado as suas camisolas oficiais. A sério, a sério mesmo, será o jogo de depois de amanhã, por sinal, o último que Moçambique e Gabão irão disputar, antes de rumarem para o Campeonato Africano das Nações Angola-2010.

Em relação à viagem dos “Mambas” para Angola, mais concretamente para Benguela, a sua cidade-sede, as projecções iniciais apontavam para a mesma se concretizar a partir de Maputo, para onde a selecção se deslocaria a fim de se despedir dos adeptos e das entidades oficiais do país. Porém, os últimos dados indicam que, da África do Sul, a equipa seguirá directamente para a Angola, na próxima sexta-feira.
publicado por Vaxko Zakarias às 15:07
 O que é? |  O que é? | favorito


É já conhecida a lista dos 23 futebolistas moçambicanos que representarão o país na fase final da 27ª edição do Campeonato Africano das Nações Angola-2010.

O técnico Mart Nooij, após observar minuciosamente os 25 atletas que tinha à sua disposição no estágio na África do Sul, acabou por prescindir dos serviços do meio-campista Carlitos, da Liga Muçulmana, e do atacante Mbinho, a actuar no Egipto.

A lista completa e oficial dos jogadores é a seguinte:

Guarda-redes – João Rafael (Kampango), Albino Cossa (Binó) e Otshudi Lamá,

Defesas – Martinho Mucana (Paíto), Dário Khan, Simão Mate Júnior, Francisco Massinga (Whisky), Fanuel Massingue, Samuel Campira, Almiro Lobo (Miro), Edson Sitoe (Mexer) e Zainadine Júnior,

Médios – Eugénio Bila (Genito), Elias Pelembe (Dominguez), Momed Hagy, Carlos Parruque (Danito), Josimar Machaísse, Luís Pereira Vaz (Zé Luís), Nasser Amade (Nelinho),

Avançados – Manuel Bucuane (Tico-Tico), Dário Monteiro, Gonçalves Fumo e Hélder Pelembe.

Para além dos 23 jogadores, a delegação moçambicana contempla os seguintes elementos: Faizal Sidat (presidente da FMF), António Chambal (vice-presidente), Filipe Johane (Secretário-Geral), Mart Nooij (seleccionador nacional), Miguel Chau (seleccionador adjunto), Amade Chababe (seleccionador adjunto), Abdul Abdulá (Director Técnico), Valério Madeira (coordenador), Haitham Mohamed (médico), Abrão Cossa (massagista), Florêncio Mahumane (roupeiro) e Luís Bata (cozinheiro).
publicado por Vaxko Zakarias às 14:59
 O que é? |  O que é? | favorito


É já conhecida a lista dos 23 futebolistas moçambicanos que representarão o país na fase final da 27ª edição do Campeonato Africano das Nações Angola-2010.

O técnico Mart Nooij, após observar minuciosamente os 25 atletas que tinha à sua disposição no estágio na África do Sul, acabou por prescindir dos serviços do meio-campista Carlitos, da Liga Muçulmana, e do atacante Mbinho, a actuar no Egipto.

A lista completa e oficial dos jogadores é a seguinte:

Guarda-redes – João Rafael (Kampango), Albino Cossa (Binó) e Otshudi Lamá,

Defesas – Martinho Mucana (Paíto), Dário Khan, Simão Mate Júnior, Francisco Massinga (Whisky), Fanuel Massingue, Samuel Campira, Almiro Lobo (Miro), Edson Sitoe (Mexer) e Zainadine Júnior,

Médios – Eugénio Bila (Genito), Elias Pelembe (Dominguez), Momed Hagy, Carlos Parruque (Danito), Josimar Machaísse, Luís Pereira Vaz (Zé Luís), Nasser Amade (Nelinho),

Avançados – Manuel Bucuane (Tico-Tico), Dário Monteiro, Gonçalves Fumo e Hélder Pelembe.

Para além dos 23 jogadores, a delegação moçambicana contempla os seguintes elementos: Faizal Sidat (presidente da FMF), António Chambal (vice-presidente), Filipe Johane (Secretário-Geral), Mart Nooij (seleccionador nacional), Miguel Chau (seleccionador adjunto), Amade Chababe (seleccionador adjunto), Abdul Abdulá (Director Técnico), Valério Madeira (coordenador), Haitham Mohamed (médico), Abrão Cossa (massagista), Florêncio Mahumane (roupeiro) e Luís Bata (cozinheiro).
publicado por Vaxko Zakarias às 14:59
 O que é? |  O que é? | favorito


A UMA semana da sua terceira participação num CAN, a selecção do Benin não deixa de atrair a atenção de todo o povo, que redobra de imaginação com vista a evitar as derrotas de Sfax (Tunísia-2004) e de Sèkondi (Gana-2008), que levaram a equipa ao último lugar.

No Grupo “C” juntamente com Egipto, Moçambique e Nigéria, os beninenses querem ultrapassar a primeira fase da competição. O seleccionador Michel Dussuyer parece, igualmente, fazer disso o seu “leitmotiv”, quando afirma que todas as disposições necessárias estão a ser tomadas para se poder qualificar para a segunda fase.

Admite, no entanto, que está num “grupo muito difícil, composto por mundialistas, excepto Moçambique que seduziu todos os actores do futebol durante as eliminatórias, onde derrotou a Tunísia, um dos favoritos mas que ficou afastado da África do Sul”.

Com vista a mobilizar um grande número de adeptos em torno da turma nacional, caravanas percorrem desde há dias várias localidades do Benin, enquanto contas bancárias foram abertas para a recolha de fundos, em complemento da campanha televisiva lançada no mesmo contexto pelo Ministério dos Desportos.

O Governo, que mede a amplitude do impacto, esforça-se para mobilizar os recursos necessários, mas, face ao número impressionante de adeptos determinados a deslocar-se a Angola, continua a apelar para a generosidade e ao patriotismo indispensáveis a fim de constituir o orçamento adequado.

O apelo foi ouvido pelos amantes do futebol beninense e várias associações comprometeram-se, paralelamente, a mobilizar fundos a fim de participar no financiamento da deslocação dos adeptos, desde os revendedores do maior mercado “Dantokpa”, de Cotonou, a capital, até aos estudantes, passando pelos artesões e agentes da Função Pública, decididos a contribuir para esta viagem a Angola.

“Mesmo que seja para ir a pé até Benguela, estaremos lá”, tranquiliza Mathieu Kowéta, um adepto encontrado no Estádio de Amitié, em Cotonou, e que não duvida da capacidade da sua equipa de vencer os seus adversários.

“O Gana não é uma pequena equipa, mas conseguimos batê-los, mesmo com um resultado (1-0) mínimo”, lembra Samuel Soussou, para quem a actual equipa é diferente das de 2004 e 2008, como o dizem todos os beninense, esperançados no sucesso da sua selecção.
publicado por Vaxko Zakarias às 14:51
 O que é? |  O que é? | favorito


A UMA semana da sua terceira participação num CAN, a selecção do Benin não deixa de atrair a atenção de todo o povo, que redobra de imaginação com vista a evitar as derrotas de Sfax (Tunísia-2004) e de Sèkondi (Gana-2008), que levaram a equipa ao último lugar.

No Grupo “C” juntamente com Egipto, Moçambique e Nigéria, os beninenses querem ultrapassar a primeira fase da competição. O seleccionador Michel Dussuyer parece, igualmente, fazer disso o seu “leitmotiv”, quando afirma que todas as disposições necessárias estão a ser tomadas para se poder qualificar para a segunda fase.

Admite, no entanto, que está num “grupo muito difícil, composto por mundialistas, excepto Moçambique que seduziu todos os actores do futebol durante as eliminatórias, onde derrotou a Tunísia, um dos favoritos mas que ficou afastado da África do Sul”.

Com vista a mobilizar um grande número de adeptos em torno da turma nacional, caravanas percorrem desde há dias várias localidades do Benin, enquanto contas bancárias foram abertas para a recolha de fundos, em complemento da campanha televisiva lançada no mesmo contexto pelo Ministério dos Desportos.

O Governo, que mede a amplitude do impacto, esforça-se para mobilizar os recursos necessários, mas, face ao número impressionante de adeptos determinados a deslocar-se a Angola, continua a apelar para a generosidade e ao patriotismo indispensáveis a fim de constituir o orçamento adequado.

O apelo foi ouvido pelos amantes do futebol beninense e várias associações comprometeram-se, paralelamente, a mobilizar fundos a fim de participar no financiamento da deslocação dos adeptos, desde os revendedores do maior mercado “Dantokpa”, de Cotonou, a capital, até aos estudantes, passando pelos artesões e agentes da Função Pública, decididos a contribuir para esta viagem a Angola.

“Mesmo que seja para ir a pé até Benguela, estaremos lá”, tranquiliza Mathieu Kowéta, um adepto encontrado no Estádio de Amitié, em Cotonou, e que não duvida da capacidade da sua equipa de vencer os seus adversários.

“O Gana não é uma pequena equipa, mas conseguimos batê-los, mesmo com um resultado (1-0) mínimo”, lembra Samuel Soussou, para quem a actual equipa é diferente das de 2004 e 2008, como o dizem todos os beninense, esperançados no sucesso da sua selecção.
publicado por Vaxko Zakarias às 14:51
 O que é? |  O que é? | favorito

TRÊS jovens vão estrear-se na selecção tunisina, por ocasião da maior competição futebolística do continente.

Trata-se do médio ofensivo do Espérance Youssef Msakni, um excelente driblador, do seu colega Siam Ben Youssef, um defesa prudente, e do atacante do Etoile do Sahel Ahmed Akaïchi, melhor goleador do campeonato local a meio percurso, com quem conta o seleccionador para reforçar a equipa e compensar a não qualificação para o Mundial.

Por falta de um adversário de “qualidade”, a Tunísia vai contentar-se, excepto algum imprevisto, com um único jogo amigável, contra a Gâmbia, no próximo sábado, no seu estádio de Radès, antes de rumar, no dia seguinte, a bordo de um avião especial para Angola.

Para preparar a prova, a selecção tunisina efectuou dois estágios, respectivamente em Sousse, a cerca de 150 quilómetros de Tunis, de 21 a 28 de Dezembro, e em Abou Dhabi, capital dos Emirados Árabes Unidos, de 30 de Dezembro a 7 de Janeiro.

Apesar da renúncia de três importantes jogadores que evoluem na Europa, designadamente Fahid Ben Khalfallah, médio de Valenciennes (França), Alaéddine Yahia, defesa do Lens, da França, e do médio Mehdi Nafti, do Salónica, da Grécia, assim como da ausência de Youssef Mouihbi, atacante do Clube Africano de Tunis, lesionado em adutores, o seleccionador Faouzi Benzarti estima normal o moral das suas “tropas”.
publicado por Vaxko Zakarias às 13:31
 O que é? |  O que é? | favorito

TRÊS jovens vão estrear-se na selecção tunisina, por ocasião da maior competição futebolística do continente.

Trata-se do médio ofensivo do Espérance Youssef Msakni, um excelente driblador, do seu colega Siam Ben Youssef, um defesa prudente, e do atacante do Etoile do Sahel Ahmed Akaïchi, melhor goleador do campeonato local a meio percurso, com quem conta o seleccionador para reforçar a equipa e compensar a não qualificação para o Mundial.

Por falta de um adversário de “qualidade”, a Tunísia vai contentar-se, excepto algum imprevisto, com um único jogo amigável, contra a Gâmbia, no próximo sábado, no seu estádio de Radès, antes de rumar, no dia seguinte, a bordo de um avião especial para Angola.

Para preparar a prova, a selecção tunisina efectuou dois estágios, respectivamente em Sousse, a cerca de 150 quilómetros de Tunis, de 21 a 28 de Dezembro, e em Abou Dhabi, capital dos Emirados Árabes Unidos, de 30 de Dezembro a 7 de Janeiro.

Apesar da renúncia de três importantes jogadores que evoluem na Europa, designadamente Fahid Ben Khalfallah, médio de Valenciennes (França), Alaéddine Yahia, defesa do Lens, da França, e do médio Mehdi Nafti, do Salónica, da Grécia, assim como da ausência de Youssef Mouihbi, atacante do Clube Africano de Tunis, lesionado em adutores, o seleccionador Faouzi Benzarti estima normal o moral das suas “tropas”.
publicado por Vaxko Zakarias às 13:31
 O que é? |  O que é? | favorito


O TREINADOR do Gabão, o francês Alain Giresse, publicou a lista dos 23 jogadores convocados para Angola. Os “Panteras”, que ontem defrontaram Moçambique em Bloemfontein, também escolheram África do Sul para o seu estágio.

Dos convocados, apenas quatro futebolistas actuam no campeonato do seu país, enquanto os restantes se repartem entre África, Europa e Ásia. A lista é a seguinte:

Guarda-redes - Didier Ovono Ebang (Le Mans/França), Yves Bitseki Moto (US Bitam/Gabão), Claude Boris Nguema (Telestars FC/Gabão), Georges Ambourouet (Makedonija Skopje/Macedónia), Erwin Nguema (Coton Sport Garoua/Camarões).

Defesas - Bruno Ecuele Manga (Angers/França), Rodrigue Moudounga (Mangasport/Gabão), Ernest Akouassaga (Nantes/França), Arsène do Marcolino (Les Herbiers/França), Moïse Brou Apanga (Stade Brestois/França).

Médios - Jean Stéphane Yessi Achi Aman (Mangasport/Gabão), Alain Djissikadie (TP Mazembe Englebert/RD Congo), Stéphane Nguema (Rennes/França), Bruno Zita Mbanangoye (Sivasspor/Turquia), Cédric Moubamba (Dhofar/Oman), Thierry Issiemou (US Monastir/Tunísia), Paul Ulrich Kessany (Istres/França).

Avançados - Daniel Cousin (Hull City/Inglaterra), Pierre-Emerick Aubameyang (Lille/França), Willy Aubameyang (Eupen/Bélgica), Fabrice do Marcolino (Laval/França), Roguy Meyé (Ankaraspor/Turquia), Eric Mouloungui (Nice/França)
publicado por Vaxko Zakarias às 13:13
 O que é? |  O que é? | favorito


O TREINADOR do Gabão, o francês Alain Giresse, publicou a lista dos 23 jogadores convocados para Angola. Os “Panteras”, que ontem defrontaram Moçambique em Bloemfontein, também escolheram África do Sul para o seu estágio.

Dos convocados, apenas quatro futebolistas actuam no campeonato do seu país, enquanto os restantes se repartem entre África, Europa e Ásia. A lista é a seguinte:

Guarda-redes - Didier Ovono Ebang (Le Mans/França), Yves Bitseki Moto (US Bitam/Gabão), Claude Boris Nguema (Telestars FC/Gabão), Georges Ambourouet (Makedonija Skopje/Macedónia), Erwin Nguema (Coton Sport Garoua/Camarões).

Defesas - Bruno Ecuele Manga (Angers/França), Rodrigue Moudounga (Mangasport/Gabão), Ernest Akouassaga (Nantes/França), Arsène do Marcolino (Les Herbiers/França), Moïse Brou Apanga (Stade Brestois/França).

Médios - Jean Stéphane Yessi Achi Aman (Mangasport/Gabão), Alain Djissikadie (TP Mazembe Englebert/RD Congo), Stéphane Nguema (Rennes/França), Bruno Zita Mbanangoye (Sivasspor/Turquia), Cédric Moubamba (Dhofar/Oman), Thierry Issiemou (US Monastir/Tunísia), Paul Ulrich Kessany (Istres/França).

Avançados - Daniel Cousin (Hull City/Inglaterra), Pierre-Emerick Aubameyang (Lille/França), Willy Aubameyang (Eupen/Bélgica), Fabrice do Marcolino (Laval/França), Roguy Meyé (Ankaraspor/Turquia), Eric Mouloungui (Nice/França)
publicado por Vaxko Zakarias às 13:13
 O que é? |  O que é? | favorito

O SELECCIONADOR do Gana, Milovan Rajevac, espera que o defesa John Mensah recupere a tempo de tomar parte no CAN, declarando que o defesa do Sunderland, da Inglaterra, estará disponível para o início da competição.

John Mensah saiu do campo a coxear no termo de 80 minutos de jogo da sua equipa contra o Everton, no sábado.

“Ele efectuou um teste de avaliação do seu estado físico para determinar se poderá disputar o jogo contra o Blackburn”, afirmou o técnico.

Rajevac espera que Mensah recupere a tempo para a campanha do Gana, enquanto aguarda por outros testes para ver como o jogador vai progredir nos próximos dias.

“Falei com ele (Mensah) depois do jogo e declarou que sentia uma dor ligeira. Não queria tomar riscos. É um jogador importante para nós e apenas podemos esperar que as coisas progridam”, disse.

O Gana iniciou a sua preparação a 28 de Dezembro, em Nelspruit, na África do Sul.
publicado por Vaxko Zakarias às 13:05
 O que é? |  O que é? | favorito

O SELECCIONADOR do Gana, Milovan Rajevac, espera que o defesa John Mensah recupere a tempo de tomar parte no CAN, declarando que o defesa do Sunderland, da Inglaterra, estará disponível para o início da competição.

John Mensah saiu do campo a coxear no termo de 80 minutos de jogo da sua equipa contra o Everton, no sábado.

“Ele efectuou um teste de avaliação do seu estado físico para determinar se poderá disputar o jogo contra o Blackburn”, afirmou o técnico.

Rajevac espera que Mensah recupere a tempo para a campanha do Gana, enquanto aguarda por outros testes para ver como o jogador vai progredir nos próximos dias.

“Falei com ele (Mensah) depois do jogo e declarou que sentia uma dor ligeira. Não queria tomar riscos. É um jogador importante para nós e apenas podemos esperar que as coisas progridam”, disse.

O Gana iniciou a sua preparação a 28 de Dezembro, em Nelspruit, na África do Sul.
publicado por Vaxko Zakarias às 13:05
 O que é? |  O que é? | favorito



O DEFESA Drissa Diakité, da selecção do Mali e do Nice, da França, decidiu renunciar ao CAN, “por razões pessoais”.

Segundo o técnico, que se encontra neste momento em Doha, no Qatar, onde a equipa efectua um estágio, apesar das tentativas de o convencer a ficar com o grupo, o jogador preferiu deixar os seus colegas invocando razões pessoais. A Federação Maliana de Futebol (FEMAFOOT) aceitou a decisão do atleta, que incorre em sanções.

Antes de a turma maliana se agrupar no Qatar, um outro defesa, Adama Coulibaly, abandonou a selecção após a lesão num jogo com a sua equipa, o Auxerre, da França.

A lista dos 23 jogadores malianos que vão participar no CAN, publicada a partir de Doha, é a seguinte:

Guarda-redes - Mahamadou Sidibé (Omonia, Chipre), Soumaïla Diakité (Stade Malien de Bamako), Omar Sissoko (Metz, França).

Defesas - Bakary Soumaré (Boulogne-sur-Mer, França), Souleymane Diamoutenè (Bari, Itália), Ousmane Berthé (Jomo Cosmos, África do Sul), Adama Tamboura (Helsingborg, Suécia), Abdoulaye Maïga (Stade Malien de Bamako).

Médios - Mahamadou Diarra (Real Madrid, Espanha), Bakaye Traoré (Nancy, França), Mohamed Sissoko (Juventus, Itália), Seydou Kéïta (Barcelona, Espanha), Lassana Fané (El Merrieckh, Sudão), Abdou Traoré (Bordéus, França), El Hadj Mahamane Traoré (Nice, França), Samba Sow (Lens, França).

Atacantes - Mahamadou Samassa (Valenciennes, França), Frédéric Oumar Kanouté (Sevilha, Espanha), Modigo Maïga (Le Mans, França), Moustapha Yattabaré (Clermont Foot, França), Mamadou Bagayoko (Nice, França), Mamadou Diallo (Have, França), Ténéma N'Diaye (Nantes, França).
publicado por Vaxko Zakarias às 12:55
 O que é? |  O que é? | favorito



O DEFESA Drissa Diakité, da selecção do Mali e do Nice, da França, decidiu renunciar ao CAN, “por razões pessoais”.

Segundo o técnico, que se encontra neste momento em Doha, no Qatar, onde a equipa efectua um estágio, apesar das tentativas de o convencer a ficar com o grupo, o jogador preferiu deixar os seus colegas invocando razões pessoais. A Federação Maliana de Futebol (FEMAFOOT) aceitou a decisão do atleta, que incorre em sanções.

Antes de a turma maliana se agrupar no Qatar, um outro defesa, Adama Coulibaly, abandonou a selecção após a lesão num jogo com a sua equipa, o Auxerre, da França.

A lista dos 23 jogadores malianos que vão participar no CAN, publicada a partir de Doha, é a seguinte:

Guarda-redes - Mahamadou Sidibé (Omonia, Chipre), Soumaïla Diakité (Stade Malien de Bamako), Omar Sissoko (Metz, França).

Defesas - Bakary Soumaré (Boulogne-sur-Mer, França), Souleymane Diamoutenè (Bari, Itália), Ousmane Berthé (Jomo Cosmos, África do Sul), Adama Tamboura (Helsingborg, Suécia), Abdoulaye Maïga (Stade Malien de Bamako).

Médios - Mahamadou Diarra (Real Madrid, Espanha), Bakaye Traoré (Nancy, França), Mohamed Sissoko (Juventus, Itália), Seydou Kéïta (Barcelona, Espanha), Lassana Fané (El Merrieckh, Sudão), Abdou Traoré (Bordéus, França), El Hadj Mahamane Traoré (Nice, França), Samba Sow (Lens, França).

Atacantes - Mahamadou Samassa (Valenciennes, França), Frédéric Oumar Kanouté (Sevilha, Espanha), Modigo Maïga (Le Mans, França), Moustapha Yattabaré (Clermont Foot, França), Mamadou Bagayoko (Nice, França), Mamadou Diallo (Have, França), Ténéma N'Diaye (Nantes, França).
publicado por Vaxko Zakarias às 12:55
 O que é? |  O que é? | favorito


OS “Elefantes” efectuam hoje e na quinta-feira, na Tanzânia, onde se encontram a estagiar desde sábado, duas grandes partidas, tendo como adversárias as selecções local e do Ruanda, respectivamente.

“O Ruanda estará ausente do CAN, mas espera relançar a imagem manchada da equipa”, segundo o secretário-geral da Federação Ruandesa de Futebol, Jules Kalisa.

O desafio contra os marfinenses deverá permitir ao novo seleccionador ruandês, Eric Nshimiyimana, avaliar o estado da equipa com jogadores não profissionais diante duma selecção africana de renome.

Todos os membros dos “Elefantes”, incluindo a estrela-mor Didier Drogba, do Chelsea, foram recebidos em audiência, na sexta-feira, pelo Chefe do Estado costa-marfinense, Laurent Gbagbo, que os encorajou a serem optimistas.
publicado por Vaxko Zakarias às 12:38
 O que é? |  O que é? | favorito


OS “Elefantes” efectuam hoje e na quinta-feira, na Tanzânia, onde se encontram a estagiar desde sábado, duas grandes partidas, tendo como adversárias as selecções local e do Ruanda, respectivamente.

“O Ruanda estará ausente do CAN, mas espera relançar a imagem manchada da equipa”, segundo o secretário-geral da Federação Ruandesa de Futebol, Jules Kalisa.

O desafio contra os marfinenses deverá permitir ao novo seleccionador ruandês, Eric Nshimiyimana, avaliar o estado da equipa com jogadores não profissionais diante duma selecção africana de renome.

Todos os membros dos “Elefantes”, incluindo a estrela-mor Didier Drogba, do Chelsea, foram recebidos em audiência, na sexta-feira, pelo Chefe do Estado costa-marfinense, Laurent Gbagbo, que os encorajou a serem optimistas.
publicado por Vaxko Zakarias às 12:38
 O que é? |  O que é? | favorito


O TÍTULO africano tem andado longe da Nigéria, apesar das suas estrelas que cintilam nos melhores campeonatos europeus. Com a participação garantida no Mundial da África do Sul, as “Super Águias” pretendem fazer um grande CAN, daí que estarão em peso em Angola.

A lista dos 24 convocados é a seguinte:

Guarda-redes - Vincent Enyeama, Bamidele Aiyenugba e Austin Ejide.

Defesas - Joseph Yobo, Danny Shittu, Obinna Nwaneri, Taye Taiwo, Elderson Echiejile, Yusuf Mohammed, Chidi Odiah e Onyekachi Apam.

Médios - Nwankwo Kanu, Mikel Obi, Dickson Etuhu, Sani Kaita, Yusuf Ayila, Oluwaseyi Olofinjana e Kalu Uche.

Atacantes - Yakubu Aiyegbeni, Osaze Odemwingie, Michael Eneramo, Obinna Nsofor, Obafemi Martins e Chinedu Obasi.
publicado por Vaxko Zakarias às 12:04
 O que é? |  O que é? | favorito


O TÍTULO africano tem andado longe da Nigéria, apesar das suas estrelas que cintilam nos melhores campeonatos europeus. Com a participação garantida no Mundial da África do Sul, as “Super Águias” pretendem fazer um grande CAN, daí que estarão em peso em Angola.

A lista dos 24 convocados é a seguinte:

Guarda-redes - Vincent Enyeama, Bamidele Aiyenugba e Austin Ejide.

Defesas - Joseph Yobo, Danny Shittu, Obinna Nwaneri, Taye Taiwo, Elderson Echiejile, Yusuf Mohammed, Chidi Odiah e Onyekachi Apam.

Médios - Nwankwo Kanu, Mikel Obi, Dickson Etuhu, Sani Kaita, Yusuf Ayila, Oluwaseyi Olofinjana e Kalu Uche.

Atacantes - Yakubu Aiyegbeni, Osaze Odemwingie, Michael Eneramo, Obinna Nsofor, Obafemi Martins e Chinedu Obasi.
publicado por Vaxko Zakarias às 12:04
 O que é? |  O que é? | favorito

O PERIGOSO atacante Emmanuel Adébayor, que actua no Manchester City, depois do sucesso ao serviço do Arsenal, é o porta-estandarte da selecção do Togo, cujo técnico, o francês Hubert Velud, deu já a conhecer a lista dos 23 futebolistas escolhidos para Angola.

[A selecção togolesa, que deixa Lomé quarta-feira para Ponta Negra, no Congo, a bordo dum voo especial, é composta por jogadores profissionais no estrangeiro, à excepção de dois que actuam no campeonato local, designadamente Vincent Bossou, do Maranatha FC, e Liyabe Kpotoumbi, do ASKO.

O grande ausente é o defesa Daré Nibombé, do Timisoara, da I Divisão da Roménia. Em contrapartida, verifica-se o regresso do defesa Erik Akoto e do médio Júnior Senaya, que estiveram ausentes nas eliminatórias.

Eis a lista dos 23 futebolistas convocados:

Guarda-redes - Kossi Agassa (Istres, França), Baba Tchagouni (Dijon, França) e Kodjovi Obilalé (GSI Pontivy, França).

Defesas - Assimiou Touré (Bayern Leverkusen, Alemanha), Gafar Mamah (Sherif, Moldávia), Eric Akoto (Maccabi Haifa, Israel), Boussari Akinsola (Enugu Rangers, Nigéria), Kacla Eninful (US Monastir, Tunísia), Richmond Forson (Thouars, França), Serge Akakpo (Vaslui, Roménia) e Vincent Bossou (Maranatha, Togo).

Médios - Floyd Ayité (Nancy, França), Alaixys Romão (Grenoble, França), Komlan Amewou (Stromgodest, Noruega), Guillaume Brenner (Alki, Chipre), Moustapha Salifou (Aston Villa, Inglaterra), Serge Gakpe (Mónaco, França), Sapool Mani (Al Ittihad, Líbia), Thomas Dossèvi (Nantes, França) e Júnior Sénaya (Dibaa Al Hisn, Emirados Árabes Unidos).

Avançados - Jonathan Ayité (Nîmes, França), Emmanuel Adébayor (Manchester City, Inglaterra) e Liyabe Kpatoumbi (ASKO, Togo).
publicado por Vaxko Zakarias às 11:57
 O que é? |  O que é? | favorito

O PERIGOSO atacante Emmanuel Adébayor, que actua no Manchester City, depois do sucesso ao serviço do Arsenal, é o porta-estandarte da selecção do Togo, cujo técnico, o francês Hubert Velud, deu já a conhecer a lista dos 23 futebolistas escolhidos para Angola.

[A selecção togolesa, que deixa Lomé quarta-feira para Ponta Negra, no Congo, a bordo dum voo especial, é composta por jogadores profissionais no estrangeiro, à excepção de dois que actuam no campeonato local, designadamente Vincent Bossou, do Maranatha FC, e Liyabe Kpotoumbi, do ASKO.

O grande ausente é o defesa Daré Nibombé, do Timisoara, da I Divisão da Roménia. Em contrapartida, verifica-se o regresso do defesa Erik Akoto e do médio Júnior Senaya, que estiveram ausentes nas eliminatórias.

Eis a lista dos 23 futebolistas convocados:

Guarda-redes - Kossi Agassa (Istres, França), Baba Tchagouni (Dijon, França) e Kodjovi Obilalé (GSI Pontivy, França).

Defesas - Assimiou Touré (Bayern Leverkusen, Alemanha), Gafar Mamah (Sherif, Moldávia), Eric Akoto (Maccabi Haifa, Israel), Boussari Akinsola (Enugu Rangers, Nigéria), Kacla Eninful (US Monastir, Tunísia), Richmond Forson (Thouars, França), Serge Akakpo (Vaslui, Roménia) e Vincent Bossou (Maranatha, Togo).

Médios - Floyd Ayité (Nancy, França), Alaixys Romão (Grenoble, França), Komlan Amewou (Stromgodest, Noruega), Guillaume Brenner (Alki, Chipre), Moustapha Salifou (Aston Villa, Inglaterra), Serge Gakpe (Mónaco, França), Sapool Mani (Al Ittihad, Líbia), Thomas Dossèvi (Nantes, França) e Júnior Sénaya (Dibaa Al Hisn, Emirados Árabes Unidos).

Avançados - Jonathan Ayité (Nîmes, França), Emmanuel Adébayor (Manchester City, Inglaterra) e Liyabe Kpatoumbi (ASKO, Togo).
publicado por Vaxko Zakarias às 11:57
 O que é? |  O que é? | favorito


O HISTÓRICO Chamanculo estreou-se de forma explosiva na fase final da XXI edição do Torneio de Futebol Infanto-Juvenil, vulgo Bebec, que iniciou ontem na cidade de Maputo, vencendo o “derby” com o campeão em título Zimpeto (4-1), ambos inseridos na Série “A” de masculinos.

Este foi o jogo mais esperado da ronda que marcou o começo da fase mais decisiva deste evento, que decorre anualmente e cuja finalidade é ocupar os petizes durante as férias escolares, proporcionando-lhes convívio mútuo.

Chamanculo relembrou, com este triunfo, aquilo que foi a sua virtude neste evento, no qual se celebrizou com vários títulos, sendo o bairro que mais vezes se tornou campeão, conservando deste modo a hegemonia entre os demais concorrentes ao torneio.

A fase final prossegue hoje, tendo como destaque, em masculinos, o embate entre Zimpeto e George Dimitrov.

Entretanto, as formações dos bairros 3 de Fevereiro (Série D) e Xipamanine (Série “B”) conseguiram goleadas mais volumosas na jornada inaugural e as vítimas foram, respectivamente, Inhaca (5-0) e Malhazine (5-1).

O outro jogo que mereceu destaque em masculinos envolveu os conjuntos da Urbanização e George Dimitrov, curiosamente da Série “A”. Esta partida terminou empatada a três tentos, com a segunda formação a conseguir alcançar o adversário nos escassos minutos do fim do tempo regulamentar. Esta série revela-se a mais forte das quatro masculinas.

As conclusões feitas após a avaliação minuciosa da jornada feminina dão conta de algum equilíbrio entre as equipas envolvidas e a ronda de hoje poderá dissipar dúvidas em relação a esta análise.

Nota de realce vai para Zimpeto, que venceu Unidade 7 por duas bolas sem resposta na Série “A”, tornando-se desta feita a equipa mais produtiva da jornada inaugural.
Quem não conseguiu justificar o seu estatuto foi Hulene, na condição de campeã em título, ao consentir empatar a duas bolas diante do Ferroviário das Mahotas.

Entretanto, a ronda de abertura desta que é apelidada fase da cidade teve apenas uma pequena mancha, nomeadamente a não realização do jogo entre Sommerschield e Inguide (Catembe). Segundo informações obtidas da organização, Inguide não conseguiu transitar para a cidade de Maputo.

QUADRO DE RESULTADOS DA 1ª JORNADA

Campo do Cape-Cape

Série “A” - Femininos (de manhã)

Inhagóia-Aeroporto (0-1)

Femininos (à tarde)

Munhuana-25 de Junho (1-1)

Zimpeto-Unidade 7 (2-0)

Masculinos (à tarde)

Urbanização-G. Dimitrov (3-3)

Zimpeto-Chamanculo (1-4)

Série “B” - Masculinos (de manhã)

Mahlazine-Xipamanine (1-5)

Mavalane-Inhagóia (0-1)

Campo do Estrela Vermelha

Série “B” - Femininos (de manhã)

Polana-Caniço-Mavalane (0-1)

Femininos (à tarde)

Maxaquene-3 de Fevereiro (0-1)

Fer. das Mahotas-Hulene (2-2)

Série “C” - Masculinos (à tarde)

Inkassane-Polana-Caniço (1-3)

Malhangalene-Costa do Sol (0-0)

Série “D” - Masculinos (de manhã)

3 de Fevereiro-Inhaca (5-0)

Inguide-Sommerschiel a)

a) a realizar-se numa data a anunciar

JOGOS DA 2ª JORNADA (HOJE)

Campo do Cape-Cape (de manhã)

Masculinos

Inhagóia-Mahlazine

Xipamanine-Mavalane

Femininos

25 de Junho-Zimpeto

Campo do Cape-Cape (à tarde)

Masculinos

Chamanculo-Urbanização

G. Dimitrov-Zimpeto

Femininos

Unidade 7-Inhagóia

Aeroporto-Munhuana

Campo do Estrela Vermelha (de manhã)

Masculinos

Sommerschield-3 de Fevereiro

Inhaca-Inguide

Femininos

3 de Fevereiro-Fer. das Mahotas

Campo do Estrela Vermelha (à tarde)

Masculinos

Costa do Sol-Inkassane

Polana-Caniço-Malhangalene

Femininos

Hulene-Polana-Caniço

Mavalane-Maxaquene

SALVADOR NHANTUMBO
publicado por Vaxko Zakarias às 11:54
 O que é? |  O que é? | favorito


O HISTÓRICO Chamanculo estreou-se de forma explosiva na fase final da XXI edição do Torneio de Futebol Infanto-Juvenil, vulgo Bebec, que iniciou ontem na cidade de Maputo, vencendo o “derby” com o campeão em título Zimpeto (4-1), ambos inseridos na Série “A” de masculinos.

Este foi o jogo mais esperado da ronda que marcou o começo da fase mais decisiva deste evento, que decorre anualmente e cuja finalidade é ocupar os petizes durante as férias escolares, proporcionando-lhes convívio mútuo.

Chamanculo relembrou, com este triunfo, aquilo que foi a sua virtude neste evento, no qual se celebrizou com vários títulos, sendo o bairro que mais vezes se tornou campeão, conservando deste modo a hegemonia entre os demais concorrentes ao torneio.

A fase final prossegue hoje, tendo como destaque, em masculinos, o embate entre Zimpeto e George Dimitrov.

Entretanto, as formações dos bairros 3 de Fevereiro (Série D) e Xipamanine (Série “B”) conseguiram goleadas mais volumosas na jornada inaugural e as vítimas foram, respectivamente, Inhaca (5-0) e Malhazine (5-1).

O outro jogo que mereceu destaque em masculinos envolveu os conjuntos da Urbanização e George Dimitrov, curiosamente da Série “A”. Esta partida terminou empatada a três tentos, com a segunda formação a conseguir alcançar o adversário nos escassos minutos do fim do tempo regulamentar. Esta série revela-se a mais forte das quatro masculinas.

As conclusões feitas após a avaliação minuciosa da jornada feminina dão conta de algum equilíbrio entre as equipas envolvidas e a ronda de hoje poderá dissipar dúvidas em relação a esta análise.

Nota de realce vai para Zimpeto, que venceu Unidade 7 por duas bolas sem resposta na Série “A”, tornando-se desta feita a equipa mais produtiva da jornada inaugural.
Quem não conseguiu justificar o seu estatuto foi Hulene, na condição de campeã em título, ao consentir empatar a duas bolas diante do Ferroviário das Mahotas.

Entretanto, a ronda de abertura desta que é apelidada fase da cidade teve apenas uma pequena mancha, nomeadamente a não realização do jogo entre Sommerschield e Inguide (Catembe). Segundo informações obtidas da organização, Inguide não conseguiu transitar para a cidade de Maputo.

QUADRO DE RESULTADOS DA 1ª JORNADA

Campo do Cape-Cape

Série “A” - Femininos (de manhã)

Inhagóia-Aeroporto (0-1)

Femininos (à tarde)

Munhuana-25 de Junho (1-1)

Zimpeto-Unidade 7 (2-0)

Masculinos (à tarde)

Urbanização-G. Dimitrov (3-3)

Zimpeto-Chamanculo (1-4)

Série “B” - Masculinos (de manhã)

Mahlazine-Xipamanine (1-5)

Mavalane-Inhagóia (0-1)

Campo do Estrela Vermelha

Série “B” - Femininos (de manhã)

Polana-Caniço-Mavalane (0-1)

Femininos (à tarde)

Maxaquene-3 de Fevereiro (0-1)

Fer. das Mahotas-Hulene (2-2)

Série “C” - Masculinos (à tarde)

Inkassane-Polana-Caniço (1-3)

Malhangalene-Costa do Sol (0-0)

Série “D” - Masculinos (de manhã)

3 de Fevereiro-Inhaca (5-0)

Inguide-Sommerschiel a)

a) a realizar-se numa data a anunciar

JOGOS DA 2ª JORNADA (HOJE)

Campo do Cape-Cape (de manhã)

Masculinos

Inhagóia-Mahlazine

Xipamanine-Mavalane

Femininos

25 de Junho-Zimpeto

Campo do Cape-Cape (à tarde)

Masculinos

Chamanculo-Urbanização

G. Dimitrov-Zimpeto

Femininos

Unidade 7-Inhagóia

Aeroporto-Munhuana

Campo do Estrela Vermelha (de manhã)

Masculinos

Sommerschield-3 de Fevereiro

Inhaca-Inguide

Femininos

3 de Fevereiro-Fer. das Mahotas

Campo do Estrela Vermelha (à tarde)

Masculinos

Costa do Sol-Inkassane

Polana-Caniço-Malhangalene

Femininos

Hulene-Polana-Caniço

Mavalane-Maxaquene

SALVADOR NHANTUMBO
publicado por Vaxko Zakarias às 11:54
 O que é? |  O que é? | favorito


TEM início esta manhã a disputa da fase zonal do Bebec na província do Maputo, para o apuramento das quatro equipas que disputarão as meias-finais, nomeadamente os primeiros classificados das três regiões daquela parcela do país e o respectivo melhor segundo classificado.

Esta fase, que se prolongará até o dia 11 do mês em curso, envolve 16 equipas masculinas e oito femininas saídas da fase distrital que se iniciou em Outubro e terminou em Dezembro último.

De salientar que as meias-finais serão disputadas no dia 13 e as finais a 16 de Janeiro.

1ª JORNADA ZONA NORTE

Campo da Secundária de Xinavane

Xinavane – Marracuene A (Masc.)

Campo da Vila de Marracuene

Marracuene-Matola (Fem.)

Marracuene B – Manhiça (Masc.)

Campo da Vila de Magude

Magude A – Magude B (Masc.)

Campo da Secundária da Manhiça

Manhiça-Magude (Fem.)

ZONA CENTRO

Campo do Matomana

Matola – Infulene (Masc.)

Campo da Secundária da Machava

Machava – Matutuíne (Masc.)

Campo da Vila de Matutuine

Matutuine-Namaacha (Fem)

De fora Matola-Rio (Masc.)

ZONA SUL

Campo do Instituto de Boane

Boane-Moamba (Fem.)

Gueguegue – Ressano Garcia (Masc.)

Campo da Secundária da Namaacha

Namaacha-Moamba (Masc.)

De fora Eduardo Mondlane
publicado por Vaxko Zakarias às 11:48
 O que é? |  O que é? | favorito


TEM início esta manhã a disputa da fase zonal do Bebec na província do Maputo, para o apuramento das quatro equipas que disputarão as meias-finais, nomeadamente os primeiros classificados das três regiões daquela parcela do país e o respectivo melhor segundo classificado.

Esta fase, que se prolongará até o dia 11 do mês em curso, envolve 16 equipas masculinas e oito femininas saídas da fase distrital que se iniciou em Outubro e terminou em Dezembro último.

De salientar que as meias-finais serão disputadas no dia 13 e as finais a 16 de Janeiro.

1ª JORNADA ZONA NORTE

Campo da Secundária de Xinavane

Xinavane – Marracuene A (Masc.)

Campo da Vila de Marracuene

Marracuene-Matola (Fem.)

Marracuene B – Manhiça (Masc.)

Campo da Vila de Magude

Magude A – Magude B (Masc.)

Campo da Secundária da Manhiça

Manhiça-Magude (Fem.)

ZONA CENTRO

Campo do Matomana

Matola – Infulene (Masc.)

Campo da Secundária da Machava

Machava – Matutuíne (Masc.)

Campo da Vila de Matutuine

Matutuine-Namaacha (Fem)

De fora Matola-Rio (Masc.)

ZONA SUL

Campo do Instituto de Boane

Boane-Moamba (Fem.)

Gueguegue – Ressano Garcia (Masc.)

Campo da Secundária da Namaacha

Namaacha-Moamba (Masc.)

De fora Eduardo Mondlane
publicado por Vaxko Zakarias às 11:48
 O que é? |  O que é? | favorito
Janeiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
14
16
17
23
24
30
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO