Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Terça-feira, 08 DE Dezembro 2009

O ANO de 2009 foi, uma vez mais, um daqueles que tão cedo os simpatizantes do Desportivo, em particular de futsal, não esquecerão. Venceu tudo que havia: Supertaça, Campeonato da Cidade, Taça Maputo e 25 de Junho.

Não dando quaisquer chances aos seus adversários, até a Liga Muçulmana que nos outros anos se batia de igual para igual, não teve esta época pernas para suster uma “águia” que sempre andou endiabrada, à solta, jogando a seu bel-prazer. Em cerca 50 jogos realizados, não perdeu nenhum tendo apenas empatado duas vezes, ambas diante da Liga Muçulmana, seu arqui-rival. Por estas razões, o balanço feito por Inácio Sambo, treinador dos “alvi-negros” é positivo, embora lamente a não realização do Campeonato Nacional devido ao número insuficiente de associações inscritas. O técnico afirma ter ficado sem a possibilidade de conquistar o troféu mais cobiçado do país e fechar o 2009 com a chave de ouro.

Estes e outros assuntos foram abordados por Inácio Sambo numa entrevista concedida ao “Notícias” na hora de fazer o balanço do desenrolar da época.

Notícias (Not) – Depois de um ano de 2009 de êxitos para o Desportivo Maputo, no campeonato da cidade de Maputo. Que balanço faz da época?

Inácio Sambo (IS) – O balanço é claramente positivo, se atendermos que ganhámos todas as provas importantes da cidade (Supertaça, Campeonato e Taça Maputo), entre outras. Porém, faltou ao Desportivo fechar a época com um Campeonato Nacional, onde iria medir forças com os campeões de todas as províncias. Penso que a não realização do “Nacional” foi a única mancha num ano em que acabamos cumprindo com os nossos objectivos.

Not - Qual é o segredo para tanto sucesso?

IS - O segredo foi muito trabalho, grupo unido, humilde, muito respeito para com os adversários e muita dedicação ao trabalho. A estes condimentos associam-se a excelente qualidade humana e técnica de cada elemento do grupo.

Not - Apesar de ter sido cem por cento vitorioso, certamente que teve algumas dificuldades para se posicionar em primeiro lugar em todas as provas. Qual foi o adversário mais difícil nesta sua caminhada triunfal?

I.S – Hoje já não há adversários fáceis. Todos são complicados. Mas posso destacar o Al Mahid, a Liga Muçulmana, Benfica, Mahafil e Académica, num campeonato de nove equipas. Como se pode depreender foram quase todos. O campeonato foi muito equilibrado e praticamente terá sido melhor que o do ano passado, em termos competitivos.

Not – O Desportivo deste ano foi melhor que o de 2008?

I.S - Ao Desportivo do ano passado faltou-lhe um pouco de qualidade técnica, mas este ano corrigimos essa situação. Entraram alguns jogadores com boa técnica e conseguimos aliar essa vertente à componente colectiva, que é realmente o nosso forte. Tivemos um grupo mais forte, que soube abordar melhor os jogos, facilitando assim todo o trabalho de toda temporada.

Not – A quem dedica estes todos títulos?

IS - Dedico este sucesso à minha esposa (Amina), que esteve sempre do meu lado nos momentos complicados do campeonato, sobretudo quando perco. Dedico também aos meus filhos, sem deixar de lado a minha mãe, que é minha fã incondicional. De uma forma geral, à direcção do clube e aos próprios atletas, porque sem eles não teria sido possível este sucesso.

PARABÉNS AFCM

Not – Que avaliação faz da organização das provas realizadas este ano sob a égide da Associação de Futebol da Cidade de Maputo?

IS - Em 2009, a associação organizou e realizou todas as provas de futsal programadas para este ano e terminaram nas datas previstas. Por essa razão, a organização dos eventos esteve em cima dos acontecimentos. Por isso, quero parabenizar a direcção da AFCM pelo excelente profissionalismo.

FALTA DO “NACIONAL” MANCHA 2009

Not – Há alguma prova que o Desportivo tem em vista participar para fechar a época se se atender que não há Campeonato Nacional?

I.S – Contávamos com um torneio interprovincial organizado pela federação, que seria para premiar as associações que enviaram os boletins a tempo para homologação, no caso seriam a de Maputo e de Sofala. Mas, pelo que sei, só vai se disputar a nível de futebol feminino, na cidade de Quelimane. Não se entende esta medida, se as razões de cancelamento dos “Nacionais” são as mesmas. Esta é uma situação que mancha a época do futsal. Penso que no mínimo podiam organizar um “Interprovincial” para as equipas de futsal já inscritas.

QUEREM MATAR O FUTSAL

Not – O que é que diz o regulamento das competições, sobre a validação dos campeonatos nacionais?

IS – A lei ou o seu regulamento estabelece que só se pode considerar um campeonato nacional quando estiverem inscritas mais de cinco ou seis equipas. A ter que se cumprir à risca este regulamento, qualquer dia teremos um Moçambola inviabilizado, por força deste dispositivo legal. Senão vejamos: se a Académica e Ferroviário de Lichinga tivessem ganho a Poule de Apuramento. Se o Chingale tivesse conseguido a manutenção teríamos quatro províncias no Moçambola: Maputo, Sofala, Tete e Niassa. Logo, à luz da lei, não haveria “Nacional” de Futebol. E quanto ao futsal é fácil porque somos pequeninos e sem dono, já que a Comissão Nacional nada faz para defender a modalidade.

Proponho uma reflexão séria sobre a manutenção deste dispositivo, pois muitas modalidades poderão desaparecer devido à não existência de campeonatos nacionais. No entanto, a não realização do “Nacional”, peço para verem este mês, na cidade de Quelimane, o que terá impedido a FMF de realizar o “Interprovincial”, tal como o fará para os femininos, aos olhos da Comissão Nacional de Futsal, era suposto defender a modalidade. Não se explica que a comissão, logo no segundo ano não realize um “Nacional”. Querem matar futsal. Por isso, faço apelo à toda a família de futsal no país, para se unir cada vez mais e, assim, acredito que vamos conseguir dar à volta ao texto.

IVO TAVARES
publicado por Vaxko Zakarias às 15:44
 O que é? |  O que é? | favorito

O ANO de 2009 foi, uma vez mais, um daqueles que tão cedo os simpatizantes do Desportivo, em particular de futsal, não esquecerão. Venceu tudo que havia: Supertaça, Campeonato da Cidade, Taça Maputo e 25 de Junho.

Não dando quaisquer chances aos seus adversários, até a Liga Muçulmana que nos outros anos se batia de igual para igual, não teve esta época pernas para suster uma “águia” que sempre andou endiabrada, à solta, jogando a seu bel-prazer. Em cerca 50 jogos realizados, não perdeu nenhum tendo apenas empatado duas vezes, ambas diante da Liga Muçulmana, seu arqui-rival. Por estas razões, o balanço feito por Inácio Sambo, treinador dos “alvi-negros” é positivo, embora lamente a não realização do Campeonato Nacional devido ao número insuficiente de associações inscritas. O técnico afirma ter ficado sem a possibilidade de conquistar o troféu mais cobiçado do país e fechar o 2009 com a chave de ouro.

Estes e outros assuntos foram abordados por Inácio Sambo numa entrevista concedida ao “Notícias” na hora de fazer o balanço do desenrolar da época.

Notícias (Not) – Depois de um ano de 2009 de êxitos para o Desportivo Maputo, no campeonato da cidade de Maputo. Que balanço faz da época?

Inácio Sambo (IS) – O balanço é claramente positivo, se atendermos que ganhámos todas as provas importantes da cidade (Supertaça, Campeonato e Taça Maputo), entre outras. Porém, faltou ao Desportivo fechar a época com um Campeonato Nacional, onde iria medir forças com os campeões de todas as províncias. Penso que a não realização do “Nacional” foi a única mancha num ano em que acabamos cumprindo com os nossos objectivos.

Not - Qual é o segredo para tanto sucesso?

IS - O segredo foi muito trabalho, grupo unido, humilde, muito respeito para com os adversários e muita dedicação ao trabalho. A estes condimentos associam-se a excelente qualidade humana e técnica de cada elemento do grupo.

Not - Apesar de ter sido cem por cento vitorioso, certamente que teve algumas dificuldades para se posicionar em primeiro lugar em todas as provas. Qual foi o adversário mais difícil nesta sua caminhada triunfal?

I.S – Hoje já não há adversários fáceis. Todos são complicados. Mas posso destacar o Al Mahid, a Liga Muçulmana, Benfica, Mahafil e Académica, num campeonato de nove equipas. Como se pode depreender foram quase todos. O campeonato foi muito equilibrado e praticamente terá sido melhor que o do ano passado, em termos competitivos.

Not – O Desportivo deste ano foi melhor que o de 2008?

I.S - Ao Desportivo do ano passado faltou-lhe um pouco de qualidade técnica, mas este ano corrigimos essa situação. Entraram alguns jogadores com boa técnica e conseguimos aliar essa vertente à componente colectiva, que é realmente o nosso forte. Tivemos um grupo mais forte, que soube abordar melhor os jogos, facilitando assim todo o trabalho de toda temporada.

Not – A quem dedica estes todos títulos?

IS - Dedico este sucesso à minha esposa (Amina), que esteve sempre do meu lado nos momentos complicados do campeonato, sobretudo quando perco. Dedico também aos meus filhos, sem deixar de lado a minha mãe, que é minha fã incondicional. De uma forma geral, à direcção do clube e aos próprios atletas, porque sem eles não teria sido possível este sucesso.

PARABÉNS AFCM

Not – Que avaliação faz da organização das provas realizadas este ano sob a égide da Associação de Futebol da Cidade de Maputo?

IS - Em 2009, a associação organizou e realizou todas as provas de futsal programadas para este ano e terminaram nas datas previstas. Por essa razão, a organização dos eventos esteve em cima dos acontecimentos. Por isso, quero parabenizar a direcção da AFCM pelo excelente profissionalismo.

FALTA DO “NACIONAL” MANCHA 2009

Not – Há alguma prova que o Desportivo tem em vista participar para fechar a época se se atender que não há Campeonato Nacional?

I.S – Contávamos com um torneio interprovincial organizado pela federação, que seria para premiar as associações que enviaram os boletins a tempo para homologação, no caso seriam a de Maputo e de Sofala. Mas, pelo que sei, só vai se disputar a nível de futebol feminino, na cidade de Quelimane. Não se entende esta medida, se as razões de cancelamento dos “Nacionais” são as mesmas. Esta é uma situação que mancha a época do futsal. Penso que no mínimo podiam organizar um “Interprovincial” para as equipas de futsal já inscritas.

QUEREM MATAR O FUTSAL

Not – O que é que diz o regulamento das competições, sobre a validação dos campeonatos nacionais?

IS – A lei ou o seu regulamento estabelece que só se pode considerar um campeonato nacional quando estiverem inscritas mais de cinco ou seis equipas. A ter que se cumprir à risca este regulamento, qualquer dia teremos um Moçambola inviabilizado, por força deste dispositivo legal. Senão vejamos: se a Académica e Ferroviário de Lichinga tivessem ganho a Poule de Apuramento. Se o Chingale tivesse conseguido a manutenção teríamos quatro províncias no Moçambola: Maputo, Sofala, Tete e Niassa. Logo, à luz da lei, não haveria “Nacional” de Futebol. E quanto ao futsal é fácil porque somos pequeninos e sem dono, já que a Comissão Nacional nada faz para defender a modalidade.

Proponho uma reflexão séria sobre a manutenção deste dispositivo, pois muitas modalidades poderão desaparecer devido à não existência de campeonatos nacionais. No entanto, a não realização do “Nacional”, peço para verem este mês, na cidade de Quelimane, o que terá impedido a FMF de realizar o “Interprovincial”, tal como o fará para os femininos, aos olhos da Comissão Nacional de Futsal, era suposto defender a modalidade. Não se explica que a comissão, logo no segundo ano não realize um “Nacional”. Querem matar futsal. Por isso, faço apelo à toda a família de futsal no país, para se unir cada vez mais e, assim, acredito que vamos conseguir dar à volta ao texto.

IVO TAVARES
publicado por Vaxko Zakarias às 15:44
 O que é? |  O que é? | favorito


MELHORAR a condição técnica e táctica, sem descurar a manutenção física, é a prioridade nos trabalhos de preparação da Selecção Nacional de Futebol, ontem iniciados no campo da Liga Muçulmana, na Matola, tendo em vista o CAN Angola-2010, que se realiza entre os dias 10 e 31 de Janeiro

Os “Mambas” apresentaram-se somente com o grupo interno, face à indisponibilidade dos jogadores que actuam no estrangeiro, onde ainda decorrem os respectivos campeonatos. Aliás, mesmo entre os internos, nem todos os convocados se apresentaram nesta primeira sessão, tendo faltado o meio-campista “canarinho” Ruben e os pontas-de-lança Luís e Tony, dos Ferroviários de Maputo e da Beira, respectivamente. Dispensados a fim de se concentrarem na sua viagem para Portugal, mais concretamente para o Sporting, já amanhã, estão os “alvi-negros” Mexer e Zainadine Júnior.

No total, são 16 os jogadores que se fizeram à sessão de ontem, designadamente os guarda-redes Binó, Lamá e Pinto; os defesas Fanuel, Campira e Whisky; os médios Momed Hagy, Nelinho, Danito Parruque, Mustafá, Alvarito, Mayunda, Carlitos e Josimar e os avançados Jerry e Hélder Pelembe.

A primeira sessão versou, fundamentalmente, a abordagem de aspectos técnicos e tácticos, nomeadamente a construção de jogadas tendo como objectivo a finalização. Aliás, a preparação não vai fugir a este princípio, atendendo que os “Mambas” ainda não tiveram espaço de descanso suficiente devido à campanha de qualificação para esta prova. Assim sendo, a equipa técnica quer evitar ao máximo a sobrecarga dos jogadores, visto que o Moçambola acaba igualmente de terminar.

SEM GRANDES NOVIDADES

O técnico-adjunto dos “Mambas”, Miguel Chau, foi quem orientou o treino de ontem e, provavelmente, dirigirá também o de hoje, uma vez que o Seleccionador Nacional, Mart Nooij, ainda não regressou da sua terra natal, Holanda, onde foi passar alguns dias de repouso. O técnico era esperado ontem em Maputo e tudo indica que chega hoje ou amanhã.

Miguel Chau disse que não haverá grandes novidades na habitual forma de preparação dos “Mambas”, mas sim um controlo regular para permitir que os jogadores mantenham a condição física e a sua forma, apostando apenas na potenciação das suas qualidades individuais para elevar os níveis de confiança e uma boa abordagem do modelo de jogo.

“Esperamos que não haja situações de lesões e que os jogadores mantenham a boa condição física durante esta fase que nos separa do CAN”, desejou Chau.

CONCENTRAÇÃO MÁXIMA APÓS JOGO COM MALAWI

Tudo indica que os “Mambas” estarão na sua máxima força a partir do dia 26 deste mês, depois do jogo amigável com o Malawi, a 19 ou 20, no Songo. Este será, provavelmente, o único ensaio que farão em solo pátrio antes de partirem para o estágio fora do país. No Songo, a selecção defrontará, igualmente, uma selecção regional antes do encontro com os malawianos, neste que será o seu estágio pré-competitivo antes de rumar para a África do Sul.

Os “Mambas” estarão no Songo uma semana, em cumprimento da segunda fase de preparação. Regressam a Maputo a 20, dando prosseguimento aos trabalhos nos dias 21 e 22, a anteceder a partida para o estrangeiro, na terceira e última fase de preparação, que visará a adaptação às condições climatéricas, tendo em conta o local onde estarão baseados, a cidade de Benguela.

Os jogadores serão dispensados no dia 23 para se juntarem às famílias na festa do Natal. A primeira fase, que arrancou ontem, prolongar-se-á até ao dia 13. Durante este período, estarão alojados na Matola.

Para esta campanha, Mart Nooij convocou 34 jogadores, dos quais 13 militam no estrangeiro, designadamente Kampango, Tico-Tico, Dominguez, Dário Monteiro, Miro, Dário Khan, Paito, Genito, Simão, Gonçalves, Zé Luís, Mano e Mbinho, que é a única novidade na convocatória
publicado por Vaxko Zakarias às 15:33
 O que é? |  O que é? | favorito


MELHORAR a condição técnica e táctica, sem descurar a manutenção física, é a prioridade nos trabalhos de preparação da Selecção Nacional de Futebol, ontem iniciados no campo da Liga Muçulmana, na Matola, tendo em vista o CAN Angola-2010, que se realiza entre os dias 10 e 31 de Janeiro

Os “Mambas” apresentaram-se somente com o grupo interno, face à indisponibilidade dos jogadores que actuam no estrangeiro, onde ainda decorrem os respectivos campeonatos. Aliás, mesmo entre os internos, nem todos os convocados se apresentaram nesta primeira sessão, tendo faltado o meio-campista “canarinho” Ruben e os pontas-de-lança Luís e Tony, dos Ferroviários de Maputo e da Beira, respectivamente. Dispensados a fim de se concentrarem na sua viagem para Portugal, mais concretamente para o Sporting, já amanhã, estão os “alvi-negros” Mexer e Zainadine Júnior.

No total, são 16 os jogadores que se fizeram à sessão de ontem, designadamente os guarda-redes Binó, Lamá e Pinto; os defesas Fanuel, Campira e Whisky; os médios Momed Hagy, Nelinho, Danito Parruque, Mustafá, Alvarito, Mayunda, Carlitos e Josimar e os avançados Jerry e Hélder Pelembe.

A primeira sessão versou, fundamentalmente, a abordagem de aspectos técnicos e tácticos, nomeadamente a construção de jogadas tendo como objectivo a finalização. Aliás, a preparação não vai fugir a este princípio, atendendo que os “Mambas” ainda não tiveram espaço de descanso suficiente devido à campanha de qualificação para esta prova. Assim sendo, a equipa técnica quer evitar ao máximo a sobrecarga dos jogadores, visto que o Moçambola acaba igualmente de terminar.

SEM GRANDES NOVIDADES

O técnico-adjunto dos “Mambas”, Miguel Chau, foi quem orientou o treino de ontem e, provavelmente, dirigirá também o de hoje, uma vez que o Seleccionador Nacional, Mart Nooij, ainda não regressou da sua terra natal, Holanda, onde foi passar alguns dias de repouso. O técnico era esperado ontem em Maputo e tudo indica que chega hoje ou amanhã.

Miguel Chau disse que não haverá grandes novidades na habitual forma de preparação dos “Mambas”, mas sim um controlo regular para permitir que os jogadores mantenham a condição física e a sua forma, apostando apenas na potenciação das suas qualidades individuais para elevar os níveis de confiança e uma boa abordagem do modelo de jogo.

“Esperamos que não haja situações de lesões e que os jogadores mantenham a boa condição física durante esta fase que nos separa do CAN”, desejou Chau.

CONCENTRAÇÃO MÁXIMA APÓS JOGO COM MALAWI

Tudo indica que os “Mambas” estarão na sua máxima força a partir do dia 26 deste mês, depois do jogo amigável com o Malawi, a 19 ou 20, no Songo. Este será, provavelmente, o único ensaio que farão em solo pátrio antes de partirem para o estágio fora do país. No Songo, a selecção defrontará, igualmente, uma selecção regional antes do encontro com os malawianos, neste que será o seu estágio pré-competitivo antes de rumar para a África do Sul.

Os “Mambas” estarão no Songo uma semana, em cumprimento da segunda fase de preparação. Regressam a Maputo a 20, dando prosseguimento aos trabalhos nos dias 21 e 22, a anteceder a partida para o estrangeiro, na terceira e última fase de preparação, que visará a adaptação às condições climatéricas, tendo em conta o local onde estarão baseados, a cidade de Benguela.

Os jogadores serão dispensados no dia 23 para se juntarem às famílias na festa do Natal. A primeira fase, que arrancou ontem, prolongar-se-á até ao dia 13. Durante este período, estarão alojados na Matola.

Para esta campanha, Mart Nooij convocou 34 jogadores, dos quais 13 militam no estrangeiro, designadamente Kampango, Tico-Tico, Dominguez, Dário Monteiro, Miro, Dário Khan, Paito, Genito, Simão, Gonçalves, Zé Luís, Mano e Mbinho, que é a única novidade na convocatória
publicado por Vaxko Zakarias às 15:33
 O que é? |  O que é? | favorito

ESTA semana adivinha-se decisiva para a tão propalada transferência de Mexer para o Sporting. Ao que apurámos junto de uma fonte ligada ao processo das negociações, o Desportivo, actual clube do defesa central, e o Sporting chegaram a um entendimento na semana passada para a transferência do jogador por dois anos e meio.

Os pequenos detalhes que estavam a adiar o fecho das negociações para que o “internacional” moçambicano viajasse para Portugal para fazer os testes médicos e assinar contrato, ao que tudo indica, foram ultrapassados, e nos próximos dias o caso pode ser dado como encerrado.

Segundo a fonte, terá chegado às mãos da direcção do Desportivo uma carta do Sporting selando o contrato, faltando neste momento uma resposta dos “alvi-negros” para que finalmente Mexer possa fazer as suas malas e rumar a Portugal.

Juntamente com Mexer segue o outro jovem promissor do Desportivo, Zainadine Júnior, para fazer testes na Academia de Alcochete.

Mexer, tal como Zainadine, estiveram presentes no primeiro dia de treino dos “Mambas” tendo em vista a participação no CAN.

Entretanto, na sua edição de domingo, o jornal desportivo português, o Record, avança com a notícia de que o Sporting estará interessado em contratar o defesa central marroquino Mehdi Benatia, que actua no Clermont, da II Divisão francesa, e que termina contrato no fim da época, mas que pode transferir-se em Janeiro, na reabertura de mercado, facto que pode fazer com que as negociações por Mexer se apressem e encerrem esta semana.
O Sporting seria forçado a pagar um pouco mais - o marroquino de 22 anos sai por 230 mil euros - mas asseguraria um reforço que chamou as atenções de clubes importantes de Itália e Inglaterra.

Segundo o Record a transferência de Mexer estaria avaliada em 165 mil euros.
publicado por Vaxko Zakarias às 15:21
 O que é? |  O que é? | favorito

ESTA semana adivinha-se decisiva para a tão propalada transferência de Mexer para o Sporting. Ao que apurámos junto de uma fonte ligada ao processo das negociações, o Desportivo, actual clube do defesa central, e o Sporting chegaram a um entendimento na semana passada para a transferência do jogador por dois anos e meio.

Os pequenos detalhes que estavam a adiar o fecho das negociações para que o “internacional” moçambicano viajasse para Portugal para fazer os testes médicos e assinar contrato, ao que tudo indica, foram ultrapassados, e nos próximos dias o caso pode ser dado como encerrado.

Segundo a fonte, terá chegado às mãos da direcção do Desportivo uma carta do Sporting selando o contrato, faltando neste momento uma resposta dos “alvi-negros” para que finalmente Mexer possa fazer as suas malas e rumar a Portugal.

Juntamente com Mexer segue o outro jovem promissor do Desportivo, Zainadine Júnior, para fazer testes na Academia de Alcochete.

Mexer, tal como Zainadine, estiveram presentes no primeiro dia de treino dos “Mambas” tendo em vista a participação no CAN.

Entretanto, na sua edição de domingo, o jornal desportivo português, o Record, avança com a notícia de que o Sporting estará interessado em contratar o defesa central marroquino Mehdi Benatia, que actua no Clermont, da II Divisão francesa, e que termina contrato no fim da época, mas que pode transferir-se em Janeiro, na reabertura de mercado, facto que pode fazer com que as negociações por Mexer se apressem e encerrem esta semana.
O Sporting seria forçado a pagar um pouco mais - o marroquino de 22 anos sai por 230 mil euros - mas asseguraria um reforço que chamou as atenções de clubes importantes de Itália e Inglaterra.

Segundo o Record a transferência de Mexer estaria avaliada em 165 mil euros.
publicado por Vaxko Zakarias às 15:21
 O que é? |  O que é? | favorito


COMEÇA hoje a disputa da sexta e última jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões Europeus de futebol. À entrada para a derradeira ronda, há quatro gigantes que ainda não sabem se seguem para os oitavos-de-final, são eles: Juventus e Bayern de Munique (Grupo A) e AC Milan e Real Madrid (Grupo C)

No Grupo A, o Bordéus já está apurado. Os franceses garantiram o primeiro lugar do grupo, mas o segundo continua em aberto. A decisão, essa, terá lugar hoje em Turim, com o Bayern Munique a precisar de vencer fora para seguir em frente e deixar pelo caminho a Juventus.

No Grupo C, o Real Madrid, embora não tenha carimbado o passaporte, está bem encaminhado, porque lidera e apenas será eliminado se perder por 3-0 ou mais no terreno do Marselha e o AC Milan bater o Zurique. O Milan, a dois pontos do Real mas com um de vantagem sobre o Marselha, sabe que um triunfo na Suíça garante desde logo o apuramento.

O Marselha precisa de vencer o Real Madrid para ter alguma hipótese de se apurar uma vez que tem desvantagem no confronto directo com o Milan. Caso a equipa italiana triunfe no seu jogo, o Marselha terá de vencer por 3-0 ou mais. Se o Milan vencer e o Real Madrid empatar, os “rossoneri” terminarão em primeiro posto devido ao confronto directo.

No Grupo B, o Manchester é o único apurado. A luta pelo segundo lugar será entre o CSKA de Moscovo e o Wolfsburgo. No entanto, a derrota em casa frente ao Beskitas, deixou-o a precisar de um ponto na última jornada para garantir o primeiro lugar.

A equipa turca mantém-se na corrida por um lugar na “Champion League”, precisando de bater o CSKA por um resultado melhor que 2-1 e que o Wolfsburgo some, pelo menos, um ponto na recepção ao United.

O Grupo D é o único que já tem tudo decidido, com o Chelsea e FC Porto a ocuparem a primeira e segunda posições, respectivamente.

A discussão será entre o Atlético de Madrid e APOEL pelo terceiro lugar que dá direito a estar presente na Liga Europa.

HOJE

Grupo A – Juventus-Bayern de Munique e Maccabi Haifa-Bordéus

Grupo B – Besikitas-CSKA de Moscovo e Wolfsburg-Manchester United

Grupo C – Zurique-AC Milan e Marselha-Real Madrid

Grupo D – Chelsea-APOEL FC e Atlético de Madrid-FC Porto

AMANHÃ

Grupo E- Liverpool-Fiorentina E Lyon-Debreceni VSC

Grupo F – Inter de Milão-FC Rubin Kazan e Dínamo de Kiev-Barcelona

Grupo G – Estugarda- Unirea Urziceni e Sevilha-Rangers

Grupo H – Olympiacos-Arsenal e Standard de Liège-AZ Alkmaar

http://www.jornalnoticias.co.mz
publicado por Vaxko Zakarias às 11:20
 O que é? |  O que é? | favorito


COMEÇA hoje a disputa da sexta e última jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões Europeus de futebol. À entrada para a derradeira ronda, há quatro gigantes que ainda não sabem se seguem para os oitavos-de-final, são eles: Juventus e Bayern de Munique (Grupo A) e AC Milan e Real Madrid (Grupo C)

No Grupo A, o Bordéus já está apurado. Os franceses garantiram o primeiro lugar do grupo, mas o segundo continua em aberto. A decisão, essa, terá lugar hoje em Turim, com o Bayern Munique a precisar de vencer fora para seguir em frente e deixar pelo caminho a Juventus.

No Grupo C, o Real Madrid, embora não tenha carimbado o passaporte, está bem encaminhado, porque lidera e apenas será eliminado se perder por 3-0 ou mais no terreno do Marselha e o AC Milan bater o Zurique. O Milan, a dois pontos do Real mas com um de vantagem sobre o Marselha, sabe que um triunfo na Suíça garante desde logo o apuramento.

O Marselha precisa de vencer o Real Madrid para ter alguma hipótese de se apurar uma vez que tem desvantagem no confronto directo com o Milan. Caso a equipa italiana triunfe no seu jogo, o Marselha terá de vencer por 3-0 ou mais. Se o Milan vencer e o Real Madrid empatar, os “rossoneri” terminarão em primeiro posto devido ao confronto directo.

No Grupo B, o Manchester é o único apurado. A luta pelo segundo lugar será entre o CSKA de Moscovo e o Wolfsburgo. No entanto, a derrota em casa frente ao Beskitas, deixou-o a precisar de um ponto na última jornada para garantir o primeiro lugar.

A equipa turca mantém-se na corrida por um lugar na “Champion League”, precisando de bater o CSKA por um resultado melhor que 2-1 e que o Wolfsburgo some, pelo menos, um ponto na recepção ao United.

O Grupo D é o único que já tem tudo decidido, com o Chelsea e FC Porto a ocuparem a primeira e segunda posições, respectivamente.

A discussão será entre o Atlético de Madrid e APOEL pelo terceiro lugar que dá direito a estar presente na Liga Europa.

HOJE

Grupo A – Juventus-Bayern de Munique e Maccabi Haifa-Bordéus

Grupo B – Besikitas-CSKA de Moscovo e Wolfsburg-Manchester United

Grupo C – Zurique-AC Milan e Marselha-Real Madrid

Grupo D – Chelsea-APOEL FC e Atlético de Madrid-FC Porto

AMANHÃ

Grupo E- Liverpool-Fiorentina E Lyon-Debreceni VSC

Grupo F – Inter de Milão-FC Rubin Kazan e Dínamo de Kiev-Barcelona

Grupo G – Estugarda- Unirea Urziceni e Sevilha-Rangers

Grupo H – Olympiacos-Arsenal e Standard de Liège-AZ Alkmaar

http://www.jornalnoticias.co.mz
publicado por Vaxko Zakarias às 11:20
 O que é? |  O que é? | favorito

OS principais clubes de futebol da Guiné-Bissau boicotaram o início da época futebolística no país, que devia ter começado no fim-de-semana, por discordarem da actuação da direcção da Federação, que acusam de desrespeito dos estatutos.

Em conferência de imprensa, o porta-voz dos clubes, Arnaldo Silva, também presidente do Sporting Clube da Guiné-Bissau, disse que a actuação da direcção da federação guineense “está a matar paulatinamente o futebol” do país.

Para mostrar o seu desagrado, os clubes recusaram participar em qualquer prova organizada pela federação. O jogo da Supertaça da Guiné-Bissau, que devia ter colocado sábado frente-a-frente o Balantas de Mansoa, campeão nacional, contra o Benfica de Bissau, não se realizou. Esta partida marcava o início da nova época futebolística.

O clube campeão da Guiné-Bissau, Balantas de Mansoa, não marcou presença no local do jogo, consequentemente foi atribuído o troféu ao Benfica de Bissau, que se deslocou ao estádio.

O Benfica não subscreveu a carta aberta dos clubes, que contestam a actuação da Federação de Futebol guineense.

Existem na Guiné-Bissau, entre a 1ª, 2ª e 3ª divisão, 42 clubes de futebol, 24 dos quais subscreveram a carta de boicote às actividades da Federação.

Os clubes acusam a direcção da federação de não respeitar os estatutos da instituição, por não ter sido realizado “há três épocas seguidas” o congresso que antecede o início de cada época. O congresso serve para fazer o balanço das actividades e analisar as contas da federação.

Segundo o porta-voz dos clubes guineenses, a insatisfação deve ser agora encaminhada para a FIFA e à Confederação Africana de Futebol (CAF) “para que se saiba o que se passa no futebol guineense”.

O campeonato de futebol deve ter início no dia 11, mas oito dos 10 clubes da primeira divisão já anunciaram que não vão participar na prova, enquanto não houver respeito pelos estatutos.
publicado por Vaxko Zakarias às 11:11
 O que é? |  O que é? | favorito

OS principais clubes de futebol da Guiné-Bissau boicotaram o início da época futebolística no país, que devia ter começado no fim-de-semana, por discordarem da actuação da direcção da Federação, que acusam de desrespeito dos estatutos.

Em conferência de imprensa, o porta-voz dos clubes, Arnaldo Silva, também presidente do Sporting Clube da Guiné-Bissau, disse que a actuação da direcção da federação guineense “está a matar paulatinamente o futebol” do país.

Para mostrar o seu desagrado, os clubes recusaram participar em qualquer prova organizada pela federação. O jogo da Supertaça da Guiné-Bissau, que devia ter colocado sábado frente-a-frente o Balantas de Mansoa, campeão nacional, contra o Benfica de Bissau, não se realizou. Esta partida marcava o início da nova época futebolística.

O clube campeão da Guiné-Bissau, Balantas de Mansoa, não marcou presença no local do jogo, consequentemente foi atribuído o troféu ao Benfica de Bissau, que se deslocou ao estádio.

O Benfica não subscreveu a carta aberta dos clubes, que contestam a actuação da Federação de Futebol guineense.

Existem na Guiné-Bissau, entre a 1ª, 2ª e 3ª divisão, 42 clubes de futebol, 24 dos quais subscreveram a carta de boicote às actividades da Federação.

Os clubes acusam a direcção da federação de não respeitar os estatutos da instituição, por não ter sido realizado “há três épocas seguidas” o congresso que antecede o início de cada época. O congresso serve para fazer o balanço das actividades e analisar as contas da federação.

Segundo o porta-voz dos clubes guineenses, a insatisfação deve ser agora encaminhada para a FIFA e à Confederação Africana de Futebol (CAF) “para que se saiba o que se passa no futebol guineense”.

O campeonato de futebol deve ter início no dia 11, mas oito dos 10 clubes da primeira divisão já anunciaram que não vão participar na prova, enquanto não houver respeito pelos estatutos.
publicado por Vaxko Zakarias às 11:11
 O que é? |  O que é? | favorito


A cidade do Rio de Janeiro celebrou, domingo, o título de campeão brasileiro de futebol do Flamengo, após 17 anos de jejum, enquanto em Curitiba se viveu um clima de violência, que provocou pelo menos 17 feridos.

Fosse no estádio - 85 000 adeptos encheram o Maracanã e aplaudiram efusivamente a volta olímpica dos jogadores do Flamengo -, ou nas ruas, os adeptos do “Fla” festejaram uma vitória que escapava à equipa “rubro-negra” desde 1992, numa celebração a que se juntaram também os adeptos do Botafogo e do Fluminense, duas outras equipas da cidade e que só no fim do campeonato garantiram a permanência na principal categoria do futebol brasileiro.

Até os adeptos do Vasco da Gama, que há algumas semanas se sagrou campeão da segunda divisão e assim retornou à elite do futebol brasileiro, se uniram aos festejos, que congregaram simpatizantes das quatro principais equipas cariocas.

Já noite avançada verificaram-se incidentes entre adeptos do Flamengo que celebravam a vitória no bairro carioca do Leblon, mas sem ocorrência de feridos ou detenções.

Em Curitiba, adeptos locais invadiram o campo do Estádio Couto Pereira e destruíram tudo o que conseguiram depois de terminado o jogo entre a equipa local, o Curitiba, e o Fluminense, que terminou empatado 1-1, resultado que ditou a descida de divisão dos anfitriões.

Os árbitros foram agredidos e um polícia foi atingido por um objecto lançado das bancadas e retirado do estádio inconsciente por um helicóptero das forças de segurança que aterrou no relvado.

A polícia teve de ser reforçada com mais efectivos e foi obrigada a disparar balas de borracha para dispersar os adeptos enfurecidos do Curitiba, que arrancaram cadeiras para as arremessar contra os agentes e converteram o estádio num campo de batalha, tendo os distúrbios prosseguido depois pelas ruas da cidade.

No total, registaram-se pelo menos 17 feridos, três dos quais polícias.

A comitiva do Fluminense e os dirigentes da equipa local abandonaram o estádio com dificuldade e sob forte escolta policial.
O director de futebol do Curitiba, João Carlos Vialle, manifestou-se convencido de que o clube “será duramente punido pelo que aconteceu” e acrescentou que “lamenta muito os actos de vandalismo”.

Na cidade portuária de Santos houve confrontos entre claques organizadas e a polícia que impedia o seu acesso ao Estádio Vila Belmiro, onde a equipa local foi derrotada por 2-1 pelo Cruzeiro.

Por seu turno, os adeptos do São Paulo tiveram de se conformar com o terceiro lugar no campeonato, pelo que a central avenida Paulista, que foi palco das celebrações da vitória nos últimos três anos, esteve domingo vazia.

No último dia do campeonato brasileiro havia ainda quatro equipas com possibilidade de serem campeãs - Flamengo, Internacional, Palmeiras e São Paulo - o que sucedeu pela primeira vez desde 2003, ano em que passou a vigorar o sistema de pontos corridos, sem partidas eliminatórias e finais.
publicado por Vaxko Zakarias às 10:58
 O que é? |  O que é? | favorito


A cidade do Rio de Janeiro celebrou, domingo, o título de campeão brasileiro de futebol do Flamengo, após 17 anos de jejum, enquanto em Curitiba se viveu um clima de violência, que provocou pelo menos 17 feridos.

Fosse no estádio - 85 000 adeptos encheram o Maracanã e aplaudiram efusivamente a volta olímpica dos jogadores do Flamengo -, ou nas ruas, os adeptos do “Fla” festejaram uma vitória que escapava à equipa “rubro-negra” desde 1992, numa celebração a que se juntaram também os adeptos do Botafogo e do Fluminense, duas outras equipas da cidade e que só no fim do campeonato garantiram a permanência na principal categoria do futebol brasileiro.

Até os adeptos do Vasco da Gama, que há algumas semanas se sagrou campeão da segunda divisão e assim retornou à elite do futebol brasileiro, se uniram aos festejos, que congregaram simpatizantes das quatro principais equipas cariocas.

Já noite avançada verificaram-se incidentes entre adeptos do Flamengo que celebravam a vitória no bairro carioca do Leblon, mas sem ocorrência de feridos ou detenções.

Em Curitiba, adeptos locais invadiram o campo do Estádio Couto Pereira e destruíram tudo o que conseguiram depois de terminado o jogo entre a equipa local, o Curitiba, e o Fluminense, que terminou empatado 1-1, resultado que ditou a descida de divisão dos anfitriões.

Os árbitros foram agredidos e um polícia foi atingido por um objecto lançado das bancadas e retirado do estádio inconsciente por um helicóptero das forças de segurança que aterrou no relvado.

A polícia teve de ser reforçada com mais efectivos e foi obrigada a disparar balas de borracha para dispersar os adeptos enfurecidos do Curitiba, que arrancaram cadeiras para as arremessar contra os agentes e converteram o estádio num campo de batalha, tendo os distúrbios prosseguido depois pelas ruas da cidade.

No total, registaram-se pelo menos 17 feridos, três dos quais polícias.

A comitiva do Fluminense e os dirigentes da equipa local abandonaram o estádio com dificuldade e sob forte escolta policial.
O director de futebol do Curitiba, João Carlos Vialle, manifestou-se convencido de que o clube “será duramente punido pelo que aconteceu” e acrescentou que “lamenta muito os actos de vandalismo”.

Na cidade portuária de Santos houve confrontos entre claques organizadas e a polícia que impedia o seu acesso ao Estádio Vila Belmiro, onde a equipa local foi derrotada por 2-1 pelo Cruzeiro.

Por seu turno, os adeptos do São Paulo tiveram de se conformar com o terceiro lugar no campeonato, pelo que a central avenida Paulista, que foi palco das celebrações da vitória nos últimos três anos, esteve domingo vazia.

No último dia do campeonato brasileiro havia ainda quatro equipas com possibilidade de serem campeãs - Flamengo, Internacional, Palmeiras e São Paulo - o que sucedeu pela primeira vez desde 2003, ano em que passou a vigorar o sistema de pontos corridos, sem partidas eliminatórias e finais.
publicado por Vaxko Zakarias às 10:58
 O que é? |  O que é? | favorito


O SPORTING vai receber o Mafra, uma das quatro equipas sobreviventes da II Divisão, nos oitavos-de-final da Taça de Portugal, ditou o sorteio realizado ontem, na sede da Federação Portuguesa de Futebol.

O FC Porto, que tem ainda por cumprir o compromisso respeitante aos dezasseis avos-de-final frente à Oliveirense - o jogo não se realizou na altura devido às péssimas condições do relvado do Estádio Carlos Osório, tendo sido adiado para 2 de Janeiro, se ultrapassar esta eliminatória, tem à sua espera uma visita ao Restelo para defrontar o Belenenses.

O V. Guimarães, “carrasco” do Benfica, desloca-se à Vila do Conde para jogar com o Rio Ave.

JOGOS DOS OITAVOS-DE-FINAL

Belenenses (Liga)-Oliveirense (Honra)/FC Porto (Liga)

Rio Ave (Liga)-V. Guimarães (Liga)

Chaves (Honra)-Beira-Mar (Honra)

Aliados de Lordelo (2.ª Divisão)-Naval (Liga)

Sporting(Liga)-Mafra (2.ª Divisão)

Camacha (2.ª Divisão)-Pinhalnovense (2.ª Divisão)

Nacional (Liga)-P. Ferreira (Liga)

Freamunde (Honra)-Sp. Braga (Liga)

Os jogos disputam-se a 20 de Janeiro.
publicado por Vaxko Zakarias às 10:49
 O que é? |  O que é? | favorito


O SPORTING vai receber o Mafra, uma das quatro equipas sobreviventes da II Divisão, nos oitavos-de-final da Taça de Portugal, ditou o sorteio realizado ontem, na sede da Federação Portuguesa de Futebol.

O FC Porto, que tem ainda por cumprir o compromisso respeitante aos dezasseis avos-de-final frente à Oliveirense - o jogo não se realizou na altura devido às péssimas condições do relvado do Estádio Carlos Osório, tendo sido adiado para 2 de Janeiro, se ultrapassar esta eliminatória, tem à sua espera uma visita ao Restelo para defrontar o Belenenses.

O V. Guimarães, “carrasco” do Benfica, desloca-se à Vila do Conde para jogar com o Rio Ave.

JOGOS DOS OITAVOS-DE-FINAL

Belenenses (Liga)-Oliveirense (Honra)/FC Porto (Liga)

Rio Ave (Liga)-V. Guimarães (Liga)

Chaves (Honra)-Beira-Mar (Honra)

Aliados de Lordelo (2.ª Divisão)-Naval (Liga)

Sporting(Liga)-Mafra (2.ª Divisão)

Camacha (2.ª Divisão)-Pinhalnovense (2.ª Divisão)

Nacional (Liga)-P. Ferreira (Liga)

Freamunde (Honra)-Sp. Braga (Liga)

Os jogos disputam-se a 20 de Janeiro.
publicado por Vaxko Zakarias às 10:49
 O que é? |  O que é? | favorito
Dezembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO