Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Quinta-feira, 17 DE Dezembro 2009

O DESAFIO amigável entre as selecções de Moçambique e do Malawi está garantido, devendo ter lugar no sábado, a partir das 15.30 horas, no Estádio 27 de Novembro, no Songo.

Será, sem sombra de dúvida, uma oportunidade dourada para o técnico Mart Nooij efectuar uma avaliação objectiva e mais profunda sobre o estado dos atletas que neste momento se encontram à sua disposição, sabido é que, após a festa do Natal, os “Mambas” viajam para África do Sul, local do segundo estágio de preparação para o CAN Angola-2010.

Para além de o seleccionador poder observar os jogadores, o frente-a-frente com o vizinho Malawi constituirá uma chance sem paralelo para os residentes do Songo, pois em nenhum outro momento a selecção havia jogado naquela vila, assim como os malawianos, que também se preparam para a maior competição futebolística do continente.

Entretanto, na terça-feira, os “Mambas” jogaram diante de um misto da Zona Centro, tendo vencido por 4-3, golos de Carlitos, Hélder Pelembe, Jerry e Tony, curiosamente, os três últimos jovens avançados à procura de um lugar na selecção.

Recorde-se que, enquanto Moçambique faz parte do Grupo “C”, em Benguela, juntamente com as selecções do Benim, Egipto e Nigéria, Malawi estará em Luanda, no Grupo “A”, tendo como adversários Angola, Mali e Argélia.
publicado por Vaxko Zakarias às 15:00
 O que é? |  O que é? | favorito

O DESAFIO amigável entre as selecções de Moçambique e do Malawi está garantido, devendo ter lugar no sábado, a partir das 15.30 horas, no Estádio 27 de Novembro, no Songo.

Será, sem sombra de dúvida, uma oportunidade dourada para o técnico Mart Nooij efectuar uma avaliação objectiva e mais profunda sobre o estado dos atletas que neste momento se encontram à sua disposição, sabido é que, após a festa do Natal, os “Mambas” viajam para África do Sul, local do segundo estágio de preparação para o CAN Angola-2010.

Para além de o seleccionador poder observar os jogadores, o frente-a-frente com o vizinho Malawi constituirá uma chance sem paralelo para os residentes do Songo, pois em nenhum outro momento a selecção havia jogado naquela vila, assim como os malawianos, que também se preparam para a maior competição futebolística do continente.

Entretanto, na terça-feira, os “Mambas” jogaram diante de um misto da Zona Centro, tendo vencido por 4-3, golos de Carlitos, Hélder Pelembe, Jerry e Tony, curiosamente, os três últimos jovens avançados à procura de um lugar na selecção.

Recorde-se que, enquanto Moçambique faz parte do Grupo “C”, em Benguela, juntamente com as selecções do Benim, Egipto e Nigéria, Malawi estará em Luanda, no Grupo “A”, tendo como adversários Angola, Mali e Argélia.
publicado por Vaxko Zakarias às 15:00
 O que é? |  O que é? | favorito

MEXER era um homem feliz depois de assinar o contrato por duas épocas e mais três de opção com o Sporting.

Afinal estava consumado o seu sonho de infância de jogar naquele que afirma ser o seu clube de coração. Em declarações ao sítio do Sporting, o defesa central moçambicano garantiu que vai provar o seu valor em Alvalade.

“Estou muito feliz e espero demonstrar a minha qualidade para me afirmar no Sporting. É um grande sonho jogar no Sporting até porque venho para o meu clube do coração. Conheço alguns jogadores da equipa, porque em Moçambique acompanhava os jogos do campeonato português", indicou.

Maxer salientou ainda que o Desportivo de Maputo é uma espécie de Sporting em Moçambique já que “aposta bastante no lançamento de jovens para a equipa principal”.

O internacional moçambicano regressa amanhã ao país para integrar a Selecção Nacional que cumpre desde segunda-feira um estágio na província de Tete tendo em vista a participação no Campeonato Africano das Nações, competição que se realiza de 10 a 31 do próximo mês em Angola.
publicado por Vaxko Zakarias às 14:55
 O que é? |  O que é? | favorito

MEXER era um homem feliz depois de assinar o contrato por duas épocas e mais três de opção com o Sporting.

Afinal estava consumado o seu sonho de infância de jogar naquele que afirma ser o seu clube de coração. Em declarações ao sítio do Sporting, o defesa central moçambicano garantiu que vai provar o seu valor em Alvalade.

“Estou muito feliz e espero demonstrar a minha qualidade para me afirmar no Sporting. É um grande sonho jogar no Sporting até porque venho para o meu clube do coração. Conheço alguns jogadores da equipa, porque em Moçambique acompanhava os jogos do campeonato português", indicou.

Maxer salientou ainda que o Desportivo de Maputo é uma espécie de Sporting em Moçambique já que “aposta bastante no lançamento de jovens para a equipa principal”.

O internacional moçambicano regressa amanhã ao país para integrar a Selecção Nacional que cumpre desde segunda-feira um estágio na província de Tete tendo em vista a participação no Campeonato Africano das Nações, competição que se realiza de 10 a 31 do próximo mês em Angola.
publicado por Vaxko Zakarias às 14:55
 O que é? |  O que é? | favorito

BEM arejada e com hábitos quotidianos que irrefutavelmente passam pela Barragem da Hidroeléctrica de Cahora Bassa ou, do ponto de vista desportivo, pelo seu clube, que foi a equipa-sensação do Moçambola-2009, a vila do Songo vive, esta semana, dias de verdadeiro sonho.

Os adeptos locais de futebol estão encantadíssimo, pois – e não é caso para menos – contrariamente ao que lhes acontece, em que o acompanhamento dos “Mambas” se resume àquilo que lêem nos jornais, vêem na televisão e ouvem na rádio, têm neste momento o privilégio de conviver com os jogadores, idolatrá-los e com eles fazer os inevitáveis prognósticos e conjecturas da participação de Moçambique no CAN Angola-2010, quando estamos a pouco menos de um mês do início desta grandiosa competição continental.

A escolha de Songo para o estágio interno da Selecção Nacional tem sido motivo de extraordinário orgulho dos seus residentes, assim como de toda a província de Tete. Porque são raras as deslocações dos “Mambas” para outros pontos do país, a presença no Songo, de certo modo, mudou o dia-a-dia da vila, ao acrescentar um elemento de curiosidade e que levou até junto à histórica e emblemática barragem nomes sonantes do futebol moçambicano, particularmente numa altura em que a equipa tem os olhos postos no Campeonato Africano das Nações.

Os treinos, nalguns dias com sessões de manhã e à tarde e, noutros, apenas matinais, são bastante movimentados e o novo Estádio 27 de Novembro, recentemente inaugurado, a ter motivos mais do que suficientes para deste modo construir a sua história, até porque, a partir do próximo ano, a formação da HCB realizará os seus jogos neste recinto.

O relvado é bom e o estádio, de uma forma geral, possui óptimas condições para o trabalho de uma selecção. Aliás, para além dos aspectos que têm a ver com a ambientação ao clima que se encontrará em Angola, a escolha de Songo tinha também em vista colocar os jogadores longe do bulício da capital, das preocupações familiares e do convívio com os amigos, sobretudo quando já se vive a lufa-lufa das festas.

Tendo desembarcado na segunda-feira, os “Mambas” foram obsequiados com um jantar pelo Conselho de Administração da Hidroeléctrica de Cahora Bassa, empresa que no Songo está a proporcionar à equipa excelentes condições de alojamento, alimentação e de trabalho, contribuindo dessa forma na árdua missão que todos temos pela frente no apoio à selecção.

Aliás, a HCB é uma das empresas integrantes do FUT-21, um programa concebido para, paralelamente ao fomento do futebol nas camadas de formação, angariar ajudas para os “Mambas”, situação coordenada pelo Ministério da Juventude e Desportos, em parceria com a Federação Moçambicana de Futebol, e que tem vindo a resultar plenamente.

No referido jantar, Paulo Muxanga, Presidente do Conselho de Administração da HCB, fez as honras da casa, manifestando a satisfação da sua empresa em acolher a turma nacional, tendo o Governador de Tete, Ildefonso Muanathata, expressado o seu regozijo pelo facto de tão ilustres figuras do futebol moçambicano escalarem a sua província numa altura especial da sua caminhada: preparação do CAN Angola-2010.

18 ATLETAS À DISPOSIÇÃO

À excepção dos jovens centrais “alvi-negros” Mexer e Zainadine Júnior, que se encontram em Portugal para o seu ingresso no Sporting, e do “canarinho” Ruben, ausente por razões desconhecidas, todos os outros atletas do Moçambola convocados por Mart Nooij se encontram no Sonho, num total de 18, alguns com a absoluta certeza de que farão parte da lista final de 23 jogadores a seguir viagem para terras angolanas.

A trabalhar no Songo encontram-se os guarda-redes Binó, Lamá e Pinto; os defesas Whisky, Fanuel, Campira e Mayunda; os meio-campistas Danito Parruque, Josimar, Momed Hagy, Carlitos, Nelinho, Alvarito e Mustafá; e os atacantes Hélder Pelembe, Jerry, Luís e Tony, este último do Ferrováruio da Beira.

Com tratamento super especial naquela vila tetense, os “Mambas”, amanhã, treinarão somente no período da manhã, estando a tarde reservada para uma visita à barragem. No sábado, defrontam Malawi e o regresso a Maputo está previsto para domingo. Na capital, com os treinos a decorrerem no campo da Liga Muçulmana, na Matola, trabalharão entre segunda e quarta-feira, sendo dispensados para a festa do Natal junto das respectivas famílias.

Durante a pausa natalícia, o seleccionador nacional dispensará 13 atletas e os seus lugares serão preenchidos por outros tantos a actuar no estrangeiro. É assim que, com todo o habitual “esquadrão” completo, a equipa partirá no dia 27 com destino a Bloemfontein, na África do Sul, para o derradeiro estágio e que incluirá desafios amigáveis. Os prováveis adversários são três, designadamente África do Sul, Tunísia e Gabão, devendo a escolha pertencer a Mart Nooij, em função de uma série de factores que ainda está a estudar com o seu adjunto, Miguel Chau.
publicado por Vaxko Zakarias às 14:49
 O que é? |  O que é? | favorito

BEM arejada e com hábitos quotidianos que irrefutavelmente passam pela Barragem da Hidroeléctrica de Cahora Bassa ou, do ponto de vista desportivo, pelo seu clube, que foi a equipa-sensação do Moçambola-2009, a vila do Songo vive, esta semana, dias de verdadeiro sonho.

Os adeptos locais de futebol estão encantadíssimo, pois – e não é caso para menos – contrariamente ao que lhes acontece, em que o acompanhamento dos “Mambas” se resume àquilo que lêem nos jornais, vêem na televisão e ouvem na rádio, têm neste momento o privilégio de conviver com os jogadores, idolatrá-los e com eles fazer os inevitáveis prognósticos e conjecturas da participação de Moçambique no CAN Angola-2010, quando estamos a pouco menos de um mês do início desta grandiosa competição continental.

A escolha de Songo para o estágio interno da Selecção Nacional tem sido motivo de extraordinário orgulho dos seus residentes, assim como de toda a província de Tete. Porque são raras as deslocações dos “Mambas” para outros pontos do país, a presença no Songo, de certo modo, mudou o dia-a-dia da vila, ao acrescentar um elemento de curiosidade e que levou até junto à histórica e emblemática barragem nomes sonantes do futebol moçambicano, particularmente numa altura em que a equipa tem os olhos postos no Campeonato Africano das Nações.

Os treinos, nalguns dias com sessões de manhã e à tarde e, noutros, apenas matinais, são bastante movimentados e o novo Estádio 27 de Novembro, recentemente inaugurado, a ter motivos mais do que suficientes para deste modo construir a sua história, até porque, a partir do próximo ano, a formação da HCB realizará os seus jogos neste recinto.

O relvado é bom e o estádio, de uma forma geral, possui óptimas condições para o trabalho de uma selecção. Aliás, para além dos aspectos que têm a ver com a ambientação ao clima que se encontrará em Angola, a escolha de Songo tinha também em vista colocar os jogadores longe do bulício da capital, das preocupações familiares e do convívio com os amigos, sobretudo quando já se vive a lufa-lufa das festas.

Tendo desembarcado na segunda-feira, os “Mambas” foram obsequiados com um jantar pelo Conselho de Administração da Hidroeléctrica de Cahora Bassa, empresa que no Songo está a proporcionar à equipa excelentes condições de alojamento, alimentação e de trabalho, contribuindo dessa forma na árdua missão que todos temos pela frente no apoio à selecção.

Aliás, a HCB é uma das empresas integrantes do FUT-21, um programa concebido para, paralelamente ao fomento do futebol nas camadas de formação, angariar ajudas para os “Mambas”, situação coordenada pelo Ministério da Juventude e Desportos, em parceria com a Federação Moçambicana de Futebol, e que tem vindo a resultar plenamente.

No referido jantar, Paulo Muxanga, Presidente do Conselho de Administração da HCB, fez as honras da casa, manifestando a satisfação da sua empresa em acolher a turma nacional, tendo o Governador de Tete, Ildefonso Muanathata, expressado o seu regozijo pelo facto de tão ilustres figuras do futebol moçambicano escalarem a sua província numa altura especial da sua caminhada: preparação do CAN Angola-2010.

18 ATLETAS À DISPOSIÇÃO

À excepção dos jovens centrais “alvi-negros” Mexer e Zainadine Júnior, que se encontram em Portugal para o seu ingresso no Sporting, e do “canarinho” Ruben, ausente por razões desconhecidas, todos os outros atletas do Moçambola convocados por Mart Nooij se encontram no Sonho, num total de 18, alguns com a absoluta certeza de que farão parte da lista final de 23 jogadores a seguir viagem para terras angolanas.

A trabalhar no Songo encontram-se os guarda-redes Binó, Lamá e Pinto; os defesas Whisky, Fanuel, Campira e Mayunda; os meio-campistas Danito Parruque, Josimar, Momed Hagy, Carlitos, Nelinho, Alvarito e Mustafá; e os atacantes Hélder Pelembe, Jerry, Luís e Tony, este último do Ferrováruio da Beira.

Com tratamento super especial naquela vila tetense, os “Mambas”, amanhã, treinarão somente no período da manhã, estando a tarde reservada para uma visita à barragem. No sábado, defrontam Malawi e o regresso a Maputo está previsto para domingo. Na capital, com os treinos a decorrerem no campo da Liga Muçulmana, na Matola, trabalharão entre segunda e quarta-feira, sendo dispensados para a festa do Natal junto das respectivas famílias.

Durante a pausa natalícia, o seleccionador nacional dispensará 13 atletas e os seus lugares serão preenchidos por outros tantos a actuar no estrangeiro. É assim que, com todo o habitual “esquadrão” completo, a equipa partirá no dia 27 com destino a Bloemfontein, na África do Sul, para o derradeiro estágio e que incluirá desafios amigáveis. Os prováveis adversários são três, designadamente África do Sul, Tunísia e Gabão, devendo a escolha pertencer a Mart Nooij, em função de uma série de factores que ainda está a estudar com o seu adjunto, Miguel Chau.
publicado por Vaxko Zakarias às 14:49
 O que é? |  O que é? | favorito


A QUARTA jornada do Campeonato de Natação da Cidade de Maputo realizada terça-feira na Piscina Raimundo Franisse, na associação da modalidade na capital do país, terminou sem que nenhum dos concorrentes registasse tempo recorde nas diversas provas em disputa, desde individuais até colectivas.

O campeonato prossegue esta tarde (15.00 horas), aguardando-se que mais recordes caiam.

Enquanto isso, a organização desqualificou os tempos do infantil Shakil Fakir, do Clube Golfinhos de Maputo, que haviam sido confundidos com recordes, por erro da comissão técnica do campeonato, que recorreu a uma tabela não actualizada, ou seja do ano passado.

A actual tabela homologada data de Outubro de 2009. Os respectivos tempos registados por Shakil Fakir referem-se às provas de 200 livres (2.20,60 minutos) e 400 estilos (5.47,86 minutos), na primeira jornada, 50 mariposa (31,91 segundos), na segunda, e 50 livres (28,77 segundos) e 100 mariposa (1.11,28 minuto), na terceira ronda, respectivamente.

Segundo Valério Domingos, da Comissão Técnica, Shakil Fakir não superou, com estes tempos, os máximos fixados por Nuno Gomes (50 e 200 livres, 50 e 100 mariposa) e Leonel Matonse (400 estilos), respectivamente, nadadores dos Ferroviários da Beira e de Maputo, como erradamente foi tornado público em comunicado divulgado ao fim da terceira jornada, no domingo.

Assim sendo, são sete recordes nacionais batidos até à quarta jornada, contrariamente aos 12 que haviam sido divulgados. Destes máximos dois são absolutos e pertencem a Mónica Bernardo, do Golfinhos de Maputo, fixados nos 50 metros bruços (35,92 segundos) e 50 mariposa (29,25 segundos).

Mónica Bernardo superou, na primeira prova, os 36,27 segundos da sua companheira de equipa Janete Antunes, que haviam sido registados a 17 de Dezembro de 2005, em Maputo. Na segunda, ultrapassou os 29,69 segundos da também sua colega Jessica Vieira, fixados a 11 de Novembro de 2005, em Durban.

Os restantes recordes são de categoria e, nesta série, Mónica Bernardo registou um nos 100 metros mariposa (1.08,37 minuto), quebrando o anterior máximo que pertencia a Marisa Gregório (1.09,70 minuto), do Desportivo de Maputo, batido a 15 de Setembro de 1998.

RECORDES BATIDOS ATÉ ONTEM (TERCEIRO DIA DE COMPETÇÃO)

ATLETA CLUBE ESCALÃO PROVA RECORDE ANTERIOR

M. Bernardo CNGM Sénior 50 bruços 35,92 seg. 36,27 seg.

M. Bernardo CNGM Sénior 50 mariposa 29,25 seg. 29,69 seg.

M. Bernardo CNGM Sénior 100 mariposa 1.08.37 mn 1.09,70

Jannat Bique Individual Infantil 400 estilos 5.52,62 mn 6.06,06 mn

Jannat Bique Individual Infantil 100 mariposa 1.14,99 mn 1.16,85 mn

Géssica Stagno CNGM Júnior 100 mariposa 1.07,88 mn 1.09,41 mn

Naimo Ananias GDM Infantil 50 bruços 38,09 seg 38,56 mn
publicado por Vaxko Zakarias às 14:41
 O que é? |  O que é? | favorito


A QUARTA jornada do Campeonato de Natação da Cidade de Maputo realizada terça-feira na Piscina Raimundo Franisse, na associação da modalidade na capital do país, terminou sem que nenhum dos concorrentes registasse tempo recorde nas diversas provas em disputa, desde individuais até colectivas.

O campeonato prossegue esta tarde (15.00 horas), aguardando-se que mais recordes caiam.

Enquanto isso, a organização desqualificou os tempos do infantil Shakil Fakir, do Clube Golfinhos de Maputo, que haviam sido confundidos com recordes, por erro da comissão técnica do campeonato, que recorreu a uma tabela não actualizada, ou seja do ano passado.

A actual tabela homologada data de Outubro de 2009. Os respectivos tempos registados por Shakil Fakir referem-se às provas de 200 livres (2.20,60 minutos) e 400 estilos (5.47,86 minutos), na primeira jornada, 50 mariposa (31,91 segundos), na segunda, e 50 livres (28,77 segundos) e 100 mariposa (1.11,28 minuto), na terceira ronda, respectivamente.

Segundo Valério Domingos, da Comissão Técnica, Shakil Fakir não superou, com estes tempos, os máximos fixados por Nuno Gomes (50 e 200 livres, 50 e 100 mariposa) e Leonel Matonse (400 estilos), respectivamente, nadadores dos Ferroviários da Beira e de Maputo, como erradamente foi tornado público em comunicado divulgado ao fim da terceira jornada, no domingo.

Assim sendo, são sete recordes nacionais batidos até à quarta jornada, contrariamente aos 12 que haviam sido divulgados. Destes máximos dois são absolutos e pertencem a Mónica Bernardo, do Golfinhos de Maputo, fixados nos 50 metros bruços (35,92 segundos) e 50 mariposa (29,25 segundos).

Mónica Bernardo superou, na primeira prova, os 36,27 segundos da sua companheira de equipa Janete Antunes, que haviam sido registados a 17 de Dezembro de 2005, em Maputo. Na segunda, ultrapassou os 29,69 segundos da também sua colega Jessica Vieira, fixados a 11 de Novembro de 2005, em Durban.

Os restantes recordes são de categoria e, nesta série, Mónica Bernardo registou um nos 100 metros mariposa (1.08,37 minuto), quebrando o anterior máximo que pertencia a Marisa Gregório (1.09,70 minuto), do Desportivo de Maputo, batido a 15 de Setembro de 1998.

RECORDES BATIDOS ATÉ ONTEM (TERCEIRO DIA DE COMPETÇÃO)

ATLETA CLUBE ESCALÃO PROVA RECORDE ANTERIOR

M. Bernardo CNGM Sénior 50 bruços 35,92 seg. 36,27 seg.

M. Bernardo CNGM Sénior 50 mariposa 29,25 seg. 29,69 seg.

M. Bernardo CNGM Sénior 100 mariposa 1.08.37 mn 1.09,70

Jannat Bique Individual Infantil 400 estilos 5.52,62 mn 6.06,06 mn

Jannat Bique Individual Infantil 100 mariposa 1.14,99 mn 1.16,85 mn

Géssica Stagno CNGM Júnior 100 mariposa 1.07,88 mn 1.09,41 mn

Naimo Ananias GDM Infantil 50 bruços 38,09 seg 38,56 mn
publicado por Vaxko Zakarias às 14:41
 O que é? |  O que é? | favorito


O MAXAQUENE justificou na terça-feira o estatuto de melhor equipa do Campeonato Nacional de Andebol em seniores masculinos ao vencer o 1º de Maio, o seu principal adversário, por 24-15, em desafio da segunda jornada do Grupo A.

Esta partida era a mais aguardada de terça-feira, já que estavam frente-a-frente as melhores formações da prova e as únicas tidas como as potenciais favoritas. Porém, o 1º de Maio não conseguiu repetir a façanha alcançada no Campeonato da Cidade de Maputo quando venceu o Maxaquene, numa altura em que nada fazia prever. Desta vez, os pupilos de Michaque Fumo não deram tréguas aos “alvi-rubros” que não tiveram pernas para travar a maior impetuosidade do adversário, constituído por jogadores mais novos e já com larga experiência.

O certo é que com esta vitória o Maxaquene assumiu a liderança do Grupo A isolado com seis pontos.

Noutro jogo do grupo, o Clube Trovoada de Chimoio perdeu com a Liga Muçulmana da Beira, por 21-22, naquele que foi o despique mais atractivo da ronda. O desafio foi muito bem disputado com o marcador sempre a alternar.

Mas nos derradeiros minutos os beirenses acabaram sendo os mais frios na hora de rematar à baliza. No entanto, este foi daqueles jogos que o empate seria o resultado mais justo pelo espectáculo proporcionado pelas duas equipas.

A formação das Mahotas ficou de fora devido ao número ímpar de equipas.

No Grupo B, o Clube do Dondo continua a passear a sua classe. À semelhança do que havia acontecido na primeira jornada, voltou a conseguir um triunfo convincente, desta vez, a vítima foi a Universidade Pedagógica de Quelimane, que perdeu por 24-17.

A equipa de Sofala lidera o seu grupo com seis pontos, a par do “team” da cidade de Tete que obteve o triunfo mais expressivo da ronda sobre a Escola Secundária de Tete, por 37-20.

MATCHEDJE IMPARÁVEL

Em femininos, o Matchedje parece estar mesmo decidido a revalidar o título. Depois de ter vencido o seu principal rival, o Maxaquene, “desmantelou” na segunda ronda a formação da Universidade Pedagógica de Quelimane, por 62-5, uma diferença de 57 pontos que reflecte claramente a superioridade das “militares”.

O Maxaquene, por sua vez, redimiu-se do percalço sofrido na estreia, vencendo a Associação de Estudantes da Beira, por 38-8.

O Matchedje comanda com seis pontos, mais três que o Maxaquene e Associação de Estudantes da Beira.

O Grupo B é liderado agora pelo Clube de Dondo, que na sua estreia goleou a HCB, por 37-15. A equipa de Sofala lidera a par do Matolinhas que na primeira jornada venceu a equipa da cidade de Tete, por 29-20.

Apuram-se para as meias-finais os dois primeiros classificados de cada grupo que depois jogarão num sistema cruzado.

JOGOS PARA HOJE:

MASCULINOS –Mahotas-Maxaquene e Liga Muçulmana-1° de Maio (Grupo A);

UP-Cidade de Tete e HCB-ES de Tete (Grupo B)

FEMININOS – Maxaquene-UP e Matchedje-AE da Beira (Grupo A); ES de Tete-Clube de Dondo e HCB-Matolinhas (Grupo B)
publicado por Vaxko Zakarias às 14:32
 O que é? |  O que é? | favorito


O MAXAQUENE justificou na terça-feira o estatuto de melhor equipa do Campeonato Nacional de Andebol em seniores masculinos ao vencer o 1º de Maio, o seu principal adversário, por 24-15, em desafio da segunda jornada do Grupo A.

Esta partida era a mais aguardada de terça-feira, já que estavam frente-a-frente as melhores formações da prova e as únicas tidas como as potenciais favoritas. Porém, o 1º de Maio não conseguiu repetir a façanha alcançada no Campeonato da Cidade de Maputo quando venceu o Maxaquene, numa altura em que nada fazia prever. Desta vez, os pupilos de Michaque Fumo não deram tréguas aos “alvi-rubros” que não tiveram pernas para travar a maior impetuosidade do adversário, constituído por jogadores mais novos e já com larga experiência.

O certo é que com esta vitória o Maxaquene assumiu a liderança do Grupo A isolado com seis pontos.

Noutro jogo do grupo, o Clube Trovoada de Chimoio perdeu com a Liga Muçulmana da Beira, por 21-22, naquele que foi o despique mais atractivo da ronda. O desafio foi muito bem disputado com o marcador sempre a alternar.

Mas nos derradeiros minutos os beirenses acabaram sendo os mais frios na hora de rematar à baliza. No entanto, este foi daqueles jogos que o empate seria o resultado mais justo pelo espectáculo proporcionado pelas duas equipas.

A formação das Mahotas ficou de fora devido ao número ímpar de equipas.

No Grupo B, o Clube do Dondo continua a passear a sua classe. À semelhança do que havia acontecido na primeira jornada, voltou a conseguir um triunfo convincente, desta vez, a vítima foi a Universidade Pedagógica de Quelimane, que perdeu por 24-17.

A equipa de Sofala lidera o seu grupo com seis pontos, a par do “team” da cidade de Tete que obteve o triunfo mais expressivo da ronda sobre a Escola Secundária de Tete, por 37-20.

MATCHEDJE IMPARÁVEL

Em femininos, o Matchedje parece estar mesmo decidido a revalidar o título. Depois de ter vencido o seu principal rival, o Maxaquene, “desmantelou” na segunda ronda a formação da Universidade Pedagógica de Quelimane, por 62-5, uma diferença de 57 pontos que reflecte claramente a superioridade das “militares”.

O Maxaquene, por sua vez, redimiu-se do percalço sofrido na estreia, vencendo a Associação de Estudantes da Beira, por 38-8.

O Matchedje comanda com seis pontos, mais três que o Maxaquene e Associação de Estudantes da Beira.

O Grupo B é liderado agora pelo Clube de Dondo, que na sua estreia goleou a HCB, por 37-15. A equipa de Sofala lidera a par do Matolinhas que na primeira jornada venceu a equipa da cidade de Tete, por 29-20.

Apuram-se para as meias-finais os dois primeiros classificados de cada grupo que depois jogarão num sistema cruzado.

JOGOS PARA HOJE:

MASCULINOS –Mahotas-Maxaquene e Liga Muçulmana-1° de Maio (Grupo A);

UP-Cidade de Tete e HCB-ES de Tete (Grupo B)

FEMININOS – Maxaquene-UP e Matchedje-AE da Beira (Grupo A); ES de Tete-Clube de Dondo e HCB-Matolinhas (Grupo B)
publicado por Vaxko Zakarias às 14:32
 O que é? |  O que é? | favorito
Dezembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO