Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Segunda-feira, 26 DE Outubro 2009

A ASSEMBLEIA Geral das Nações Unidas adoptou uma resolução que apoia o projecto de fazer do Campeonato Mundial de Futebol de 2010 uma plataforma para o desenvolvimento social e da paz em todo o Continente Africano.

NAÇÕES UNIDAS
A resolução é a primeira do género e reflecte, segundo o embaixador da África do Sul nas Nações Unidas, Baso Sangqu, o apoio do mundo inteiro ao engajamento do seu país de organizar um grande evento desportivo baseado na agenda da paz, da estabilidade e do desenvolvimento de África.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, que se reuniu quarta-feira, em Nova Iorque, com o presidente do Comité Organizador do Mundial de 2010, Danny Jordan, afirmou que o evento representava uma oportunidade excepcional para mudar a imagem de África.

“É tempo de apresentar uma outra visão do Continente Africano, a de paz, de democracia e de investimento”, afirmou.

Lembrando-se com emoção a organização conjunta do Mundial de 2002 pelo Japão e pelo seu país natal, a Coreia do Sul, afirmou que o torneio iria para além dos 90 minutos no terreno. “Este evento desportivo é de alcance mundial”, disse.

Em alusão aos conflitos vividos no passado no seu país, afirmou que o futebol, em particular, entre todos os desportos, teve a capacidade de unificar os povos e reforçar a solidariedade e o consenso, coisas que, segundo ele, deverão verificar-se na África do Sul quando o país acolher o Mundial em Junho e Julho próximos.

O DIRECTOR Executivo do Comité Organizador do Mundial-2010, Danny Jordaan
“O nosso sonho de organizar o Mundial data de 1994, o ano da nossa democracia, e faz parte dos nossos esforços contínuos para reforçar a unidade no seio do nosso país, afirmou, por seu turno, Danny Jordan.

Jordan agradeceu ao Secretário-Geral por ter ajudado a África do Sul a levar uma mensagem de esperança ao resto do mundo.

“A paz não é apenas a ausência de guerra. Trata-se igualmente de criar circunstâncias que estejam na base da esperança. O objectivo deste Mundial é mudar as condições de vida de várias pessoas através dos seus projectos sociais, da criação de empregos e de progressos no domínio das telecomunicações e infra-estruturas”, afirmou.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:07
 O que é? |  O que é? | favorito

A ASSEMBLEIA Geral das Nações Unidas adoptou uma resolução que apoia o projecto de fazer do Campeonato Mundial de Futebol de 2010 uma plataforma para o desenvolvimento social e da paz em todo o Continente Africano.

NAÇÕES UNIDAS
A resolução é a primeira do género e reflecte, segundo o embaixador da África do Sul nas Nações Unidas, Baso Sangqu, o apoio do mundo inteiro ao engajamento do seu país de organizar um grande evento desportivo baseado na agenda da paz, da estabilidade e do desenvolvimento de África.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, que se reuniu quarta-feira, em Nova Iorque, com o presidente do Comité Organizador do Mundial de 2010, Danny Jordan, afirmou que o evento representava uma oportunidade excepcional para mudar a imagem de África.

“É tempo de apresentar uma outra visão do Continente Africano, a de paz, de democracia e de investimento”, afirmou.

Lembrando-se com emoção a organização conjunta do Mundial de 2002 pelo Japão e pelo seu país natal, a Coreia do Sul, afirmou que o torneio iria para além dos 90 minutos no terreno. “Este evento desportivo é de alcance mundial”, disse.

Em alusão aos conflitos vividos no passado no seu país, afirmou que o futebol, em particular, entre todos os desportos, teve a capacidade de unificar os povos e reforçar a solidariedade e o consenso, coisas que, segundo ele, deverão verificar-se na África do Sul quando o país acolher o Mundial em Junho e Julho próximos.

O DIRECTOR Executivo do Comité Organizador do Mundial-2010, Danny Jordaan
“O nosso sonho de organizar o Mundial data de 1994, o ano da nossa democracia, e faz parte dos nossos esforços contínuos para reforçar a unidade no seio do nosso país, afirmou, por seu turno, Danny Jordan.

Jordan agradeceu ao Secretário-Geral por ter ajudado a África do Sul a levar uma mensagem de esperança ao resto do mundo.

“A paz não é apenas a ausência de guerra. Trata-se igualmente de criar circunstâncias que estejam na base da esperança. O objectivo deste Mundial é mudar as condições de vida de várias pessoas através dos seus projectos sociais, da criação de empregos e de progressos no domínio das telecomunicações e infra-estruturas”, afirmou.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:07
 O que é? |  O que é? | favorito

ANFITRIÃ e detentora do título, a selecção da Nigéria, estreou-se com uma igualdade no Campeonato Mundial de Futebol de Sub-17, que iniciou sábado na cidade de Abuja. As “Super Aguiazinhas” empataram 3-3 com a Alemanha, na abertura do Grupo “A”, no qual Argentina derrotou Honduras por uma bola sem resposta e comanda isolada a série.

Também com muitos golos foi o embate entre Brasil e Japão, referente ao Grupo “B”, ganho pelos brasileiros por 3-2. No outro encontro, Suíça venceu México por 2-0.

Recorde-se que esta prova é disputada por 20 selecções em representação de todos os continentes, sendo que a Europa, com seis equipas, é o que conta com maior número, seguida de África com cinco, enquanto Ásia, América do Sul, América do Norte e América Central têm quatro cada. A Oceânia apenas tem um único representante nesta competição.

Eis a lista dos representantes por região:

África - Argélia, Burkina Faso, Gâmbia, Malawi e Nigéria.

Ásia - Irão, Japão, Coreia do Sul e Emirados Árabes Unidos.

Europa - Alemanha, Itália, Holanda, Espanha, Suíça e Turquia.

América do Norte e Central - Costa Rica, Honduras, México e Estados Unidos.

Oceânia - Nova Zelândia.

América do Sul - Argentina, Brasil, Colômbia e Uruguai.

Entretanto, a Federação Nigeriana de Futebol declarou-se preocupada com o reduzido entusiasmo da população em torno do jogo de abertura do Mundial de Sub-17, que a equipa nigeriana disputou sábado contra a Alemanha.

Por isso, havia lançado um apelo para a mobilização em torno da selecção, que perdeu a cotação junto dos adeptos devido a rumores largamente espalhados sobre a sua má preparação.

“Esta equipa leva a nossa bandeira e eu convido todos os nigerianos a considerar esta selecção nacional como sua”, declarou o presidente da Federação Nigeriana de Futebol, Sani Lulu.

publicado por Vaxko Zakarias às 10:59
 O que é? |  O que é? | favorito

ANFITRIÃ e detentora do título, a selecção da Nigéria, estreou-se com uma igualdade no Campeonato Mundial de Futebol de Sub-17, que iniciou sábado na cidade de Abuja. As “Super Aguiazinhas” empataram 3-3 com a Alemanha, na abertura do Grupo “A”, no qual Argentina derrotou Honduras por uma bola sem resposta e comanda isolada a série.

Também com muitos golos foi o embate entre Brasil e Japão, referente ao Grupo “B”, ganho pelos brasileiros por 3-2. No outro encontro, Suíça venceu México por 2-0.

Recorde-se que esta prova é disputada por 20 selecções em representação de todos os continentes, sendo que a Europa, com seis equipas, é o que conta com maior número, seguida de África com cinco, enquanto Ásia, América do Sul, América do Norte e América Central têm quatro cada. A Oceânia apenas tem um único representante nesta competição.

Eis a lista dos representantes por região:

África - Argélia, Burkina Faso, Gâmbia, Malawi e Nigéria.

Ásia - Irão, Japão, Coreia do Sul e Emirados Árabes Unidos.

Europa - Alemanha, Itália, Holanda, Espanha, Suíça e Turquia.

América do Norte e Central - Costa Rica, Honduras, México e Estados Unidos.

Oceânia - Nova Zelândia.

América do Sul - Argentina, Brasil, Colômbia e Uruguai.

Entretanto, a Federação Nigeriana de Futebol declarou-se preocupada com o reduzido entusiasmo da população em torno do jogo de abertura do Mundial de Sub-17, que a equipa nigeriana disputou sábado contra a Alemanha.

Por isso, havia lançado um apelo para a mobilização em torno da selecção, que perdeu a cotação junto dos adeptos devido a rumores largamente espalhados sobre a sua má preparação.

“Esta equipa leva a nossa bandeira e eu convido todos os nigerianos a considerar esta selecção nacional como sua”, declarou o presidente da Federação Nigeriana de Futebol, Sani Lulu.

publicado por Vaxko Zakarias às 10:59
 O que é? |  O que é? | favorito

KEVIN Wildemond, basquetebolista de 24 anos, faleceu ontem. O norte-americano estava no balneário do Pavilhão Desportivo de Poucos, em Leiria, onde a sua Ovarense jogava contra a Académica.

KEVIN Wildemond, basquetebolista de 24 anos, faleceu ontem
No intervalo do jogo, entrou em paragem cardíaca e acabou por ser transportado para o Hospital de Santo André, onde viria a ser decretado o seu óbito.

“O paciente entrou no hospital já em paragem cardíaca e não foi possível reanimá-lo”, explicou uma fonte do Hospital de Santo André, de Leiria.

José Eduardo, responsável da Ovarense, relatou o triste acontecimento: “Ao intervalo, o jogador estava sentado no balneário, na extremidade do banco, a ouvir as instruções do treinador e caiu para o lado. Parecia estar a sofrer convulsões, foi, de imediato, assistido por um médico, que lhe fez uma massagem cardíaca. Foi, depois, chamado o INEM, mas o jogador acabou por falecer”.

O jogo entre Ovarense e Académica, no qual Wildemond já tinha marcado dois pontos, foi imediatamente suspenso. A final do Torneio António Pratas, entre Benfica e Vitória de Guimarães, também foi adiada.

publicado por Vaxko Zakarias às 10:53
 O que é? |  O que é? | favorito

KEVIN Wildemond, basquetebolista de 24 anos, faleceu ontem. O norte-americano estava no balneário do Pavilhão Desportivo de Poucos, em Leiria, onde a sua Ovarense jogava contra a Académica.

KEVIN Wildemond, basquetebolista de 24 anos, faleceu ontem
No intervalo do jogo, entrou em paragem cardíaca e acabou por ser transportado para o Hospital de Santo André, onde viria a ser decretado o seu óbito.

“O paciente entrou no hospital já em paragem cardíaca e não foi possível reanimá-lo”, explicou uma fonte do Hospital de Santo André, de Leiria.

José Eduardo, responsável da Ovarense, relatou o triste acontecimento: “Ao intervalo, o jogador estava sentado no balneário, na extremidade do banco, a ouvir as instruções do treinador e caiu para o lado. Parecia estar a sofrer convulsões, foi, de imediato, assistido por um médico, que lhe fez uma massagem cardíaca. Foi, depois, chamado o INEM, mas o jogador acabou por falecer”.

O jogo entre Ovarense e Académica, no qual Wildemond já tinha marcado dois pontos, foi imediatamente suspenso. A final do Torneio António Pratas, entre Benfica e Vitória de Guimarães, também foi adiada.

publicado por Vaxko Zakarias às 10:53
 O que é? |  O que é? | favorito
Jornal Desportivo de Moçambique: Odisseia vivida em Madagáscar: Selecção de básquete sem dinheiro
publicado por Vaxko Zakarias às 10:44
 O que é? |  O que é? | favorito
Jornal Desportivo de Moçambique: Odisseia vivida em Madagáscar: Selecção de básquete sem dinheiro
publicado por Vaxko Zakarias às 10:44
 O que é? |  O que é? | favorito
Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
17
18
24
25
27
28
30
31
subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO