Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Segunda-feira, 26 DE Outubro 2009

A ASSEMBLEIA Geral das Nações Unidas adoptou uma resolução que apoia o projecto de fazer do Campeonato Mundial de Futebol de 2010 uma plataforma para o desenvolvimento social e da paz em todo o Continente Africano.

NAÇÕES UNIDAS
A resolução é a primeira do género e reflecte, segundo o embaixador da África do Sul nas Nações Unidas, Baso Sangqu, o apoio do mundo inteiro ao engajamento do seu país de organizar um grande evento desportivo baseado na agenda da paz, da estabilidade e do desenvolvimento de África.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, que se reuniu quarta-feira, em Nova Iorque, com o presidente do Comité Organizador do Mundial de 2010, Danny Jordan, afirmou que o evento representava uma oportunidade excepcional para mudar a imagem de África.

“É tempo de apresentar uma outra visão do Continente Africano, a de paz, de democracia e de investimento”, afirmou.

Lembrando-se com emoção a organização conjunta do Mundial de 2002 pelo Japão e pelo seu país natal, a Coreia do Sul, afirmou que o torneio iria para além dos 90 minutos no terreno. “Este evento desportivo é de alcance mundial”, disse.

Em alusão aos conflitos vividos no passado no seu país, afirmou que o futebol, em particular, entre todos os desportos, teve a capacidade de unificar os povos e reforçar a solidariedade e o consenso, coisas que, segundo ele, deverão verificar-se na África do Sul quando o país acolher o Mundial em Junho e Julho próximos.

O DIRECTOR Executivo do Comité Organizador do Mundial-2010, Danny Jordaan
“O nosso sonho de organizar o Mundial data de 1994, o ano da nossa democracia, e faz parte dos nossos esforços contínuos para reforçar a unidade no seio do nosso país, afirmou, por seu turno, Danny Jordan.

Jordan agradeceu ao Secretário-Geral por ter ajudado a África do Sul a levar uma mensagem de esperança ao resto do mundo.

“A paz não é apenas a ausência de guerra. Trata-se igualmente de criar circunstâncias que estejam na base da esperança. O objectivo deste Mundial é mudar as condições de vida de várias pessoas através dos seus projectos sociais, da criação de empregos e de progressos no domínio das telecomunicações e infra-estruturas”, afirmou.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:07
 O que é? |  O que é? | favorito

A ASSEMBLEIA Geral das Nações Unidas adoptou uma resolução que apoia o projecto de fazer do Campeonato Mundial de Futebol de 2010 uma plataforma para o desenvolvimento social e da paz em todo o Continente Africano.

NAÇÕES UNIDAS
A resolução é a primeira do género e reflecte, segundo o embaixador da África do Sul nas Nações Unidas, Baso Sangqu, o apoio do mundo inteiro ao engajamento do seu país de organizar um grande evento desportivo baseado na agenda da paz, da estabilidade e do desenvolvimento de África.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, que se reuniu quarta-feira, em Nova Iorque, com o presidente do Comité Organizador do Mundial de 2010, Danny Jordan, afirmou que o evento representava uma oportunidade excepcional para mudar a imagem de África.

“É tempo de apresentar uma outra visão do Continente Africano, a de paz, de democracia e de investimento”, afirmou.

Lembrando-se com emoção a organização conjunta do Mundial de 2002 pelo Japão e pelo seu país natal, a Coreia do Sul, afirmou que o torneio iria para além dos 90 minutos no terreno. “Este evento desportivo é de alcance mundial”, disse.

Em alusão aos conflitos vividos no passado no seu país, afirmou que o futebol, em particular, entre todos os desportos, teve a capacidade de unificar os povos e reforçar a solidariedade e o consenso, coisas que, segundo ele, deverão verificar-se na África do Sul quando o país acolher o Mundial em Junho e Julho próximos.

O DIRECTOR Executivo do Comité Organizador do Mundial-2010, Danny Jordaan
“O nosso sonho de organizar o Mundial data de 1994, o ano da nossa democracia, e faz parte dos nossos esforços contínuos para reforçar a unidade no seio do nosso país, afirmou, por seu turno, Danny Jordan.

Jordan agradeceu ao Secretário-Geral por ter ajudado a África do Sul a levar uma mensagem de esperança ao resto do mundo.

“A paz não é apenas a ausência de guerra. Trata-se igualmente de criar circunstâncias que estejam na base da esperança. O objectivo deste Mundial é mudar as condições de vida de várias pessoas através dos seus projectos sociais, da criação de empregos e de progressos no domínio das telecomunicações e infra-estruturas”, afirmou.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:07
 O que é? |  O que é? | favorito

ANFITRIÃ e detentora do título, a selecção da Nigéria, estreou-se com uma igualdade no Campeonato Mundial de Futebol de Sub-17, que iniciou sábado na cidade de Abuja. As “Super Aguiazinhas” empataram 3-3 com a Alemanha, na abertura do Grupo “A”, no qual Argentina derrotou Honduras por uma bola sem resposta e comanda isolada a série.

Também com muitos golos foi o embate entre Brasil e Japão, referente ao Grupo “B”, ganho pelos brasileiros por 3-2. No outro encontro, Suíça venceu México por 2-0.

Recorde-se que esta prova é disputada por 20 selecções em representação de todos os continentes, sendo que a Europa, com seis equipas, é o que conta com maior número, seguida de África com cinco, enquanto Ásia, América do Sul, América do Norte e América Central têm quatro cada. A Oceânia apenas tem um único representante nesta competição.

Eis a lista dos representantes por região:

África - Argélia, Burkina Faso, Gâmbia, Malawi e Nigéria.

Ásia - Irão, Japão, Coreia do Sul e Emirados Árabes Unidos.

Europa - Alemanha, Itália, Holanda, Espanha, Suíça e Turquia.

América do Norte e Central - Costa Rica, Honduras, México e Estados Unidos.

Oceânia - Nova Zelândia.

América do Sul - Argentina, Brasil, Colômbia e Uruguai.

Entretanto, a Federação Nigeriana de Futebol declarou-se preocupada com o reduzido entusiasmo da população em torno do jogo de abertura do Mundial de Sub-17, que a equipa nigeriana disputou sábado contra a Alemanha.

Por isso, havia lançado um apelo para a mobilização em torno da selecção, que perdeu a cotação junto dos adeptos devido a rumores largamente espalhados sobre a sua má preparação.

“Esta equipa leva a nossa bandeira e eu convido todos os nigerianos a considerar esta selecção nacional como sua”, declarou o presidente da Federação Nigeriana de Futebol, Sani Lulu.

publicado por Vaxko Zakarias às 10:59
 O que é? |  O que é? | favorito

ANFITRIÃ e detentora do título, a selecção da Nigéria, estreou-se com uma igualdade no Campeonato Mundial de Futebol de Sub-17, que iniciou sábado na cidade de Abuja. As “Super Aguiazinhas” empataram 3-3 com a Alemanha, na abertura do Grupo “A”, no qual Argentina derrotou Honduras por uma bola sem resposta e comanda isolada a série.

Também com muitos golos foi o embate entre Brasil e Japão, referente ao Grupo “B”, ganho pelos brasileiros por 3-2. No outro encontro, Suíça venceu México por 2-0.

Recorde-se que esta prova é disputada por 20 selecções em representação de todos os continentes, sendo que a Europa, com seis equipas, é o que conta com maior número, seguida de África com cinco, enquanto Ásia, América do Sul, América do Norte e América Central têm quatro cada. A Oceânia apenas tem um único representante nesta competição.

Eis a lista dos representantes por região:

África - Argélia, Burkina Faso, Gâmbia, Malawi e Nigéria.

Ásia - Irão, Japão, Coreia do Sul e Emirados Árabes Unidos.

Europa - Alemanha, Itália, Holanda, Espanha, Suíça e Turquia.

América do Norte e Central - Costa Rica, Honduras, México e Estados Unidos.

Oceânia - Nova Zelândia.

América do Sul - Argentina, Brasil, Colômbia e Uruguai.

Entretanto, a Federação Nigeriana de Futebol declarou-se preocupada com o reduzido entusiasmo da população em torno do jogo de abertura do Mundial de Sub-17, que a equipa nigeriana disputou sábado contra a Alemanha.

Por isso, havia lançado um apelo para a mobilização em torno da selecção, que perdeu a cotação junto dos adeptos devido a rumores largamente espalhados sobre a sua má preparação.

“Esta equipa leva a nossa bandeira e eu convido todos os nigerianos a considerar esta selecção nacional como sua”, declarou o presidente da Federação Nigeriana de Futebol, Sani Lulu.

publicado por Vaxko Zakarias às 10:59
 O que é? |  O que é? | favorito

KEVIN Wildemond, basquetebolista de 24 anos, faleceu ontem. O norte-americano estava no balneário do Pavilhão Desportivo de Poucos, em Leiria, onde a sua Ovarense jogava contra a Académica.

KEVIN Wildemond, basquetebolista de 24 anos, faleceu ontem
No intervalo do jogo, entrou em paragem cardíaca e acabou por ser transportado para o Hospital de Santo André, onde viria a ser decretado o seu óbito.

“O paciente entrou no hospital já em paragem cardíaca e não foi possível reanimá-lo”, explicou uma fonte do Hospital de Santo André, de Leiria.

José Eduardo, responsável da Ovarense, relatou o triste acontecimento: “Ao intervalo, o jogador estava sentado no balneário, na extremidade do banco, a ouvir as instruções do treinador e caiu para o lado. Parecia estar a sofrer convulsões, foi, de imediato, assistido por um médico, que lhe fez uma massagem cardíaca. Foi, depois, chamado o INEM, mas o jogador acabou por falecer”.

O jogo entre Ovarense e Académica, no qual Wildemond já tinha marcado dois pontos, foi imediatamente suspenso. A final do Torneio António Pratas, entre Benfica e Vitória de Guimarães, também foi adiada.

publicado por Vaxko Zakarias às 10:53
 O que é? |  O que é? | favorito

KEVIN Wildemond, basquetebolista de 24 anos, faleceu ontem. O norte-americano estava no balneário do Pavilhão Desportivo de Poucos, em Leiria, onde a sua Ovarense jogava contra a Académica.

KEVIN Wildemond, basquetebolista de 24 anos, faleceu ontem
No intervalo do jogo, entrou em paragem cardíaca e acabou por ser transportado para o Hospital de Santo André, onde viria a ser decretado o seu óbito.

“O paciente entrou no hospital já em paragem cardíaca e não foi possível reanimá-lo”, explicou uma fonte do Hospital de Santo André, de Leiria.

José Eduardo, responsável da Ovarense, relatou o triste acontecimento: “Ao intervalo, o jogador estava sentado no balneário, na extremidade do banco, a ouvir as instruções do treinador e caiu para o lado. Parecia estar a sofrer convulsões, foi, de imediato, assistido por um médico, que lhe fez uma massagem cardíaca. Foi, depois, chamado o INEM, mas o jogador acabou por falecer”.

O jogo entre Ovarense e Académica, no qual Wildemond já tinha marcado dois pontos, foi imediatamente suspenso. A final do Torneio António Pratas, entre Benfica e Vitória de Guimarães, também foi adiada.

publicado por Vaxko Zakarias às 10:53
 O que é? |  O que é? | favorito
Jornal Desportivo de Moçambique: Odisseia vivida em Madagáscar: Selecção de básquete sem dinheiro
publicado por Vaxko Zakarias às 10:44
 O que é? |  O que é? | favorito
Jornal Desportivo de Moçambique: Odisseia vivida em Madagáscar: Selecção de básquete sem dinheiro
publicado por Vaxko Zakarias às 10:44
 O que é? |  O que é? | favorito
Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
17
18
24
25
27
28
30
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO