Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Quinta-feira, 08 DE Outubro 2009

JOSEPH Yobo, vice-capitão da Nigéria, foi chamado para o jogo contra os “Mambas” apesar da lesão sofrida no último domingo no decorrer do jogo entre o Everton (sua equipa) e o Stoke City a contar para a Primeira Liga Inglesa.

O “CAPITÃO” da selecção nigeriana, Joseph Yobo
Yobo é um dos 14 jogadores que integrarão a selecção nigeriana que após o empate em casa pretende frente a Moçambique vencer de modo a manter viva a esperança de se apurar para o Mundial. Sublinhe-se que Yobo falhou o jogo na Machava devido à lesão.

Outros atletas de destaque que já se juntaram à equipa são o “capitão” Nwankwo Kanu, os guarda-redes Bamidele Aiyenugba, Bassey Akpan e Greg Etafia, os defesas Yusuf Mohammed, Ayodele Adeleye, Sam Sodje, Chibuzor Okonkwo, Elderson Echiejile, Onyekachi Apam e Taye Taiwo, os médios Kazeem Ayila Yusuf e James Okwosa e os avançados Obinna Nsofor e Chinedu Obasi.

publicado por Vaxko Zakarias às 15:05
 O que é? |  O que é? | favorito

JOSEPH Yobo, vice-capitão da Nigéria, foi chamado para o jogo contra os “Mambas” apesar da lesão sofrida no último domingo no decorrer do jogo entre o Everton (sua equipa) e o Stoke City a contar para a Primeira Liga Inglesa.

O “CAPITÃO” da selecção nigeriana, Joseph Yobo
Yobo é um dos 14 jogadores que integrarão a selecção nigeriana que após o empate em casa pretende frente a Moçambique vencer de modo a manter viva a esperança de se apurar para o Mundial. Sublinhe-se que Yobo falhou o jogo na Machava devido à lesão.

Outros atletas de destaque que já se juntaram à equipa são o “capitão” Nwankwo Kanu, os guarda-redes Bamidele Aiyenugba, Bassey Akpan e Greg Etafia, os defesas Yusuf Mohammed, Ayodele Adeleye, Sam Sodje, Chibuzor Okonkwo, Elderson Echiejile, Onyekachi Apam e Taye Taiwo, os médios Kazeem Ayila Yusuf e James Okwosa e os avançados Obinna Nsofor e Chinedu Obasi.

publicado por Vaxko Zakarias às 15:05
 O que é? |  O que é? | favorito

QUANDO se julgava que tudo estava “nos conformes” em relação à viagem da Selecção Nacional de Seniores Femininos para o Afrobásquete Madagáscar-2009, eis que, de repente, surgem contrariedades que acabaram por dividir a delegação em duas partes:

Federação Moçambicana de Basquetebol
Uma já no local da competição, em Antananarivo, desde ontem, e outra em Joanesburgo, a aguardar pela ligação para a capital malgaxe, facto que se espera seja concretizado hoje. Contratemos à parte, a verdade manda dizer que a prova tem o seu início marcado para amanhã, com Moçambique a estrear-se diante dos Camarões, em desafio referente ao Grupo A.

Informações em nosso poder indicam que o imbróglio na questão da deslocação surgiu pelo facto de, contrariamente ao recomendável quando se trata de uma viagem com mais do que uma escala, a comitiva basquetebolística ter feito o despacho das bagagens para Joanesburgo, em vez de o fazer directamente para Antananarivo, quando o tempo disponível no aeroporto da cidade do rand era muito escasso. Resultado: terminada a operação das bagagens, já era altura do voo para as ilhas malgaxes, numa altura em que os aviões para aquele país andam superlotados.

Dada a pressão do tempo, e de forma a garantir os poucos lugares disponíveis tanto ontem como hoje, outra opção não havia senão repartir a equipa em dois grupos, com consequências daí decorrentes, pois tratou-se de uma situação que estava fora das previsões da Federação Moçambicana de Basquetebol, que do ponto de vista de aprovisionamento da viagem tudo havia feito para que a mesma acontecesse sem quaisquer sobressaltos.

Do ponto de vista da programação do seleccionador nacional, Nazir Salé, esta contrariedade é claramente perniciosa, pois tinha na sua agenda efectuar pelo menos uma sessão hoje, antes de amanhã entrar em competição com as camaronesas. Ora, em face do sucedido, não somente ficou comprometido o referido treino como também tem o time repartido na questão do descanso e consequente concentração para a missão que lhe leva a Madagáscar.

Ondina Nhampossa com o esférico bem dominado
No entanto, apesar desta intempestividade, espera-se que as jogadoras se recuperem rapidamente e coloquem “em dia” a sua concentração e, sobretudo, os níveis de ambição que lhe são característico, de forma que faça jus à sua condição de séria candidata ao título. Em primeiro lugar, será importante que, no seu grupo, vinque essa sua qualidade de concorrente, dado que, à excepção do Senegal, outro colosso da bola-ao-cesto continental na categoria de femininos, os outros adversários (Madagáscar, Camarões, África do Sul e Maurícias) são claramente inferiores.

Recorde-se que no outro grupo estão adstritas as selecções do Mali, campeão em título, Nigéria, Angola, Ruanda, Guiné-Conacri e Tunísia.

Para esta grandiosa campanha continental, Nazir Salé leva para Antananarivo 12 jogadoras, a saber: Anabela Cossa, Valerdina Manhonga, Kátia Halar, Leia Dongue, Odélia Mafanela, Ondina Nhampossa e Filomena Micato (Desportivo); Aleia Rachide, Amélia Macamo, Marta Ganje, Ana Flávia Azinheira e Ana Branquinho (A Politécnica).

publicado por Vaxko Zakarias às 11:52
 O que é? |  O que é? | favorito

QUANDO se julgava que tudo estava “nos conformes” em relação à viagem da Selecção Nacional de Seniores Femininos para o Afrobásquete Madagáscar-2009, eis que, de repente, surgem contrariedades que acabaram por dividir a delegação em duas partes:

Federação Moçambicana de Basquetebol
Uma já no local da competição, em Antananarivo, desde ontem, e outra em Joanesburgo, a aguardar pela ligação para a capital malgaxe, facto que se espera seja concretizado hoje. Contratemos à parte, a verdade manda dizer que a prova tem o seu início marcado para amanhã, com Moçambique a estrear-se diante dos Camarões, em desafio referente ao Grupo A.

Informações em nosso poder indicam que o imbróglio na questão da deslocação surgiu pelo facto de, contrariamente ao recomendável quando se trata de uma viagem com mais do que uma escala, a comitiva basquetebolística ter feito o despacho das bagagens para Joanesburgo, em vez de o fazer directamente para Antananarivo, quando o tempo disponível no aeroporto da cidade do rand era muito escasso. Resultado: terminada a operação das bagagens, já era altura do voo para as ilhas malgaxes, numa altura em que os aviões para aquele país andam superlotados.

Dada a pressão do tempo, e de forma a garantir os poucos lugares disponíveis tanto ontem como hoje, outra opção não havia senão repartir a equipa em dois grupos, com consequências daí decorrentes, pois tratou-se de uma situação que estava fora das previsões da Federação Moçambicana de Basquetebol, que do ponto de vista de aprovisionamento da viagem tudo havia feito para que a mesma acontecesse sem quaisquer sobressaltos.

Do ponto de vista da programação do seleccionador nacional, Nazir Salé, esta contrariedade é claramente perniciosa, pois tinha na sua agenda efectuar pelo menos uma sessão hoje, antes de amanhã entrar em competição com as camaronesas. Ora, em face do sucedido, não somente ficou comprometido o referido treino como também tem o time repartido na questão do descanso e consequente concentração para a missão que lhe leva a Madagáscar.

Ondina Nhampossa com o esférico bem dominado
No entanto, apesar desta intempestividade, espera-se que as jogadoras se recuperem rapidamente e coloquem “em dia” a sua concentração e, sobretudo, os níveis de ambição que lhe são característico, de forma que faça jus à sua condição de séria candidata ao título. Em primeiro lugar, será importante que, no seu grupo, vinque essa sua qualidade de concorrente, dado que, à excepção do Senegal, outro colosso da bola-ao-cesto continental na categoria de femininos, os outros adversários (Madagáscar, Camarões, África do Sul e Maurícias) são claramente inferiores.

Recorde-se que no outro grupo estão adstritas as selecções do Mali, campeão em título, Nigéria, Angola, Ruanda, Guiné-Conacri e Tunísia.

Para esta grandiosa campanha continental, Nazir Salé leva para Antananarivo 12 jogadoras, a saber: Anabela Cossa, Valerdina Manhonga, Kátia Halar, Leia Dongue, Odélia Mafanela, Ondina Nhampossa e Filomena Micato (Desportivo); Aleia Rachide, Amélia Macamo, Marta Ganje, Ana Flávia Azinheira e Ana Branquinho (A Politécnica).

publicado por Vaxko Zakarias às 11:52
 O que é? |  O que é? | favorito

DIDIER Drogba defende que grande parte das qualidades de José Mourinho passa pela sua relação com os jogadores.

Didier Drogba marcou o golo do empate
O avançado do Chelsea dá alguns exemplos, entre elogios ao treinador português, e admite que estaria disposto a “partir uma perna” por ele. E em relação a Scolari?, escreve o jornal português Maisfutebol na sua de ontem.

Drogba foi convidado de Lizarazu, antigo internacional francês que tem um programa na RTL. Começou por definir Mourinho. “É muito forte tacticamente, mas sobretudo psicologicamente. Faz transcender os seus jogadores”, diz Droga.

Uma história. “Uma vez perguntei-lhe porque é que às vezes dava dois dias de folga antes de um jogo grande. Ele respondeu que o melhor repouso é psicológico. Podes parar dois dias e quando voltares estás fresco. Ele diz-nos: “Comigo podes fazer o que queres, mas tens que dar tudo no campo. Não me traias. Dou-te dois dias de repouso, o que quiseres, mas se jogares tens que dar tudo”.

A seguir, o entrevistador pergunta a Drogba se estaria disposto a, como se diz na gíria, partir uma perna em campo por Mourinho. “Sim, estava pronto a tudo por ele”, respondeu Drogba, antes de responder com uma gargalha à pergunta seguinte, sobre o seu treinador do início da época passada no clube inglês. E por Scolari? Depois dos risos, Drogba fintou a questão: “Pelo Scolari também, mas não tive oportunidade”.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:46
 O que é? |  O que é? | favorito

DIDIER Drogba defende que grande parte das qualidades de José Mourinho passa pela sua relação com os jogadores.

Didier Drogba marcou o golo do empate
O avançado do Chelsea dá alguns exemplos, entre elogios ao treinador português, e admite que estaria disposto a “partir uma perna” por ele. E em relação a Scolari?, escreve o jornal português Maisfutebol na sua de ontem.

Drogba foi convidado de Lizarazu, antigo internacional francês que tem um programa na RTL. Começou por definir Mourinho. “É muito forte tacticamente, mas sobretudo psicologicamente. Faz transcender os seus jogadores”, diz Droga.

Uma história. “Uma vez perguntei-lhe porque é que às vezes dava dois dias de folga antes de um jogo grande. Ele respondeu que o melhor repouso é psicológico. Podes parar dois dias e quando voltares estás fresco. Ele diz-nos: “Comigo podes fazer o que queres, mas tens que dar tudo no campo. Não me traias. Dou-te dois dias de repouso, o que quiseres, mas se jogares tens que dar tudo”.

A seguir, o entrevistador pergunta a Drogba se estaria disposto a, como se diz na gíria, partir uma perna em campo por Mourinho. “Sim, estava pronto a tudo por ele”, respondeu Drogba, antes de responder com uma gargalha à pergunta seguinte, sobre o seu treinador do início da época passada no clube inglês. E por Scolari? Depois dos risos, Drogba fintou a questão: “Pelo Scolari também, mas não tive oportunidade”.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:46
 O que é? |  O que é? | favorito

OS reclusos da Cadeia Central da Machava, o maior recinto prisional do país, vibraram ontem com o futebol de primeira na recepção à Liga Desportiva Muçulmana de Maputo.

Arbitragem chefiada por “Danger Men (32)” (I.Pascoal
Apesar de muito esforço e alguma qualidade na abordagem do seu jogo, os reclusos viram os seus objectivos gorados, nomeadamente um golo para a consolação e que lhes proporcionaria um dia extra de visita por parentes e amigos seus nos próximos dias.

Contudo, concretizou-se aquilo que era o seu maior desejo, designadamente o convívio e a oportunidade para “matar” a sede de viver o espectáculo de futebol e um momento para poderem estar em contacto com alguns dos seus fãs a nível desta modalidade “rei”, na impossibilidade de acompanhar “in-loco” as suas exibições no “teatro de operações”.

Houve muita vibração e animação à mistura com a ansiedade de ver a sua equipa a vencer ou pelo menos violar a baliza do adversário. Com muita garra e entrega com que se fizeram à sua entrada no jogo, ficou a impressão e a crença de que haveria muita complicação para os visitantes, apesar da consciência de que todos os condicionalismos físicos, técnicos e tácticos estavam a seu favor.

Na verdade, os reclusos deram algumas lições práticas de saberem estar em campo e tratar a bola como deve ser, tendo a primeira parte sido totalmente dividida e com algumas surpreendentes jogadas de ataque a merecerem grandes aplausos e a fazerem levantar a plateia.

Com tanta ousadia e galhardia, folam insistentemente à baliza da Liga, chamando a algumas intervenções de recurso do defensor Marito e o guarda-redes Neco. Porém, a inexperiência acusou no momento de fazer o melhor e, numa jogada fria, os “muçulmanos” marcaram o seu primeiro tento aos 24 minutos. Era o início do descalabro, mas a esperança manteve-se fortalecida nos adeptos da equipa da casa face à persistência de querer chegar ao golo.

Porém, as dificuldades em chegar com sucesso à baliza de Neco prevaleceram e nalguns casos faltou mestria dos atacantes. Os reclusos conseguiram manter a desvantagem mínima até ao intervalo, quando podiam, no mínimo, ter saído com um empate para o descanso.

O piso também não contribuiu para um bom espectáculo. Como é óbvio, os donos da casa dominarem as “lombas”, mas sem fazerem o melhor aproveitamento das oportunidades. Aliás, a Liga até teria saído a vencer por duas bolas sem resposta se tivesse concretizado a grande penalidade a castigar o derrube de Edgar na área de rigor. O jovem guarda-redes da equipa da casa fez uma defesa espectacular para mais uma vibração da plateia.

AGONIA NA RECTA FINAL

Jogadores do Desportivo atentos ao “Danger Man”
Várias situações concorreram para que a equipa da casa declinasse já na etapa complementar. Com uma condição física logicamente fraca em relação ao adversário, os reclusos tiveram ainda o peso de jogarem descalços e com o agravante de o encontro ter começado fora da hora ideal (9.00 horas), tendo por isso sido as maiores vítimas do calor que se fez sentir nas primeiras horas da manhã de ontem.

Com este cenário a seu desfavor, a equipa da casa foi gradualmente perdendo a batalha no terreno, apesar de continuar firme no seu objectivo de pelo menos conseguir um tento que daria o direito de um dia de visita extra.

Amide, que não tem sido titular na Liga, acabou sendo o “rei” do “Djamanguana”, ao assinalar mais dois tentos, para Edgar fechar a contagem já na ponta final da partida.

COSTA DO SOL HOJE NA BO

No prosseguimento desta iniciativa dos Serviços Nacionais de Prisões em coordenação com a Associação Projecto de Vida para Crianças e Jovens (PROVIDA), o Costa do Sol vai defrontar esta manhã (9:00 horas) a selecção da Cadeia de Máxima Segurança na Machava, vulgo BO.

Os “canarinhos” são aguardados com maior expectativa pela equipa dos reclusos, segundo deu a conhecer o director daquele centro prisional, Bila. Para além de muita euforia pela visita dos “canarinhos”, a equipa da BO diz que quer se vingar do “desaire” de 2007 quando, com esta mesma iniciativa, equipas do Moçambola defrontaram e golearam a selecção local.

Aliás, segundo Bila, a equipa da BO reiterou que não vai admitir a “vergonha” por que passou ontem a selecção da Cadeia Central frente à Liga Muçulmana.

Entretanto, o Ferroviário de Maputo já não vai defrontar a formação da BO amanhã uma vez que tem compromisso da Taça Maputo, no fim-de-semana.

SALVADOR NHANTUMBO

publicado por Vaxko Zakarias às 11:38
 O que é? |  O que é? | favorito

OS reclusos da Cadeia Central da Machava, o maior recinto prisional do país, vibraram ontem com o futebol de primeira na recepção à Liga Desportiva Muçulmana de Maputo.

Arbitragem chefiada por “Danger Men (32)” (I.Pascoal
Apesar de muito esforço e alguma qualidade na abordagem do seu jogo, os reclusos viram os seus objectivos gorados, nomeadamente um golo para a consolação e que lhes proporcionaria um dia extra de visita por parentes e amigos seus nos próximos dias.

Contudo, concretizou-se aquilo que era o seu maior desejo, designadamente o convívio e a oportunidade para “matar” a sede de viver o espectáculo de futebol e um momento para poderem estar em contacto com alguns dos seus fãs a nível desta modalidade “rei”, na impossibilidade de acompanhar “in-loco” as suas exibições no “teatro de operações”.

Houve muita vibração e animação à mistura com a ansiedade de ver a sua equipa a vencer ou pelo menos violar a baliza do adversário. Com muita garra e entrega com que se fizeram à sua entrada no jogo, ficou a impressão e a crença de que haveria muita complicação para os visitantes, apesar da consciência de que todos os condicionalismos físicos, técnicos e tácticos estavam a seu favor.

Na verdade, os reclusos deram algumas lições práticas de saberem estar em campo e tratar a bola como deve ser, tendo a primeira parte sido totalmente dividida e com algumas surpreendentes jogadas de ataque a merecerem grandes aplausos e a fazerem levantar a plateia.

Com tanta ousadia e galhardia, folam insistentemente à baliza da Liga, chamando a algumas intervenções de recurso do defensor Marito e o guarda-redes Neco. Porém, a inexperiência acusou no momento de fazer o melhor e, numa jogada fria, os “muçulmanos” marcaram o seu primeiro tento aos 24 minutos. Era o início do descalabro, mas a esperança manteve-se fortalecida nos adeptos da equipa da casa face à persistência de querer chegar ao golo.

Porém, as dificuldades em chegar com sucesso à baliza de Neco prevaleceram e nalguns casos faltou mestria dos atacantes. Os reclusos conseguiram manter a desvantagem mínima até ao intervalo, quando podiam, no mínimo, ter saído com um empate para o descanso.

O piso também não contribuiu para um bom espectáculo. Como é óbvio, os donos da casa dominarem as “lombas”, mas sem fazerem o melhor aproveitamento das oportunidades. Aliás, a Liga até teria saído a vencer por duas bolas sem resposta se tivesse concretizado a grande penalidade a castigar o derrube de Edgar na área de rigor. O jovem guarda-redes da equipa da casa fez uma defesa espectacular para mais uma vibração da plateia.

AGONIA NA RECTA FINAL

Jogadores do Desportivo atentos ao “Danger Man”
Várias situações concorreram para que a equipa da casa declinasse já na etapa complementar. Com uma condição física logicamente fraca em relação ao adversário, os reclusos tiveram ainda o peso de jogarem descalços e com o agravante de o encontro ter começado fora da hora ideal (9.00 horas), tendo por isso sido as maiores vítimas do calor que se fez sentir nas primeiras horas da manhã de ontem.

Com este cenário a seu desfavor, a equipa da casa foi gradualmente perdendo a batalha no terreno, apesar de continuar firme no seu objectivo de pelo menos conseguir um tento que daria o direito de um dia de visita extra.

Amide, que não tem sido titular na Liga, acabou sendo o “rei” do “Djamanguana”, ao assinalar mais dois tentos, para Edgar fechar a contagem já na ponta final da partida.

COSTA DO SOL HOJE NA BO

No prosseguimento desta iniciativa dos Serviços Nacionais de Prisões em coordenação com a Associação Projecto de Vida para Crianças e Jovens (PROVIDA), o Costa do Sol vai defrontar esta manhã (9:00 horas) a selecção da Cadeia de Máxima Segurança na Machava, vulgo BO.

Os “canarinhos” são aguardados com maior expectativa pela equipa dos reclusos, segundo deu a conhecer o director daquele centro prisional, Bila. Para além de muita euforia pela visita dos “canarinhos”, a equipa da BO diz que quer se vingar do “desaire” de 2007 quando, com esta mesma iniciativa, equipas do Moçambola defrontaram e golearam a selecção local.

Aliás, segundo Bila, a equipa da BO reiterou que não vai admitir a “vergonha” por que passou ontem a selecção da Cadeia Central frente à Liga Muçulmana.

Entretanto, o Ferroviário de Maputo já não vai defrontar a formação da BO amanhã uma vez que tem compromisso da Taça Maputo, no fim-de-semana.

SALVADOR NHANTUMBO

publicado por Vaxko Zakarias às 11:38
 O que é? |  O que é? | favorito

OS Jogos Islâmicos, que estavam previstos para este mês no Irão e para os quais Moçambique havia sido convidado pela segunda vez consecutiva, só terão lugar em Abril de 2010, segundo deu a conhecer fonte da organização.

Imagem corporativa do Comité Olímpico Nacional de Moçambique
O comité organizador apontou medidas preventivas contra a gripe A, doença contagiosa que abala o mundo, como razão do adiamento dos II Jogos, que são essencialmente de solidariedade entre os países islâmicos.

O Ministério da Saúde do Irão apresentou à organização do evento uma proposta para o adiamento do evento por seis meses, que foi acolhida positivamente face ao perigo que a doença apresenta, atendendo o facto de os jogos arrastarem muita gente.
O comité organizador dos jogos vai decidir sobre as datas nos próximos dois meses, segundo comunicado recebido do Comité Olímpico de Moçambique.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:26
 O que é? |  O que é? | favorito

OS Jogos Islâmicos, que estavam previstos para este mês no Irão e para os quais Moçambique havia sido convidado pela segunda vez consecutiva, só terão lugar em Abril de 2010, segundo deu a conhecer fonte da organização.

Imagem corporativa do Comité Olímpico Nacional de Moçambique
O comité organizador apontou medidas preventivas contra a gripe A, doença contagiosa que abala o mundo, como razão do adiamento dos II Jogos, que são essencialmente de solidariedade entre os países islâmicos.

O Ministério da Saúde do Irão apresentou à organização do evento uma proposta para o adiamento do evento por seis meses, que foi acolhida positivamente face ao perigo que a doença apresenta, atendendo o facto de os jogos arrastarem muita gente.
O comité organizador dos jogos vai decidir sobre as datas nos próximos dois meses, segundo comunicado recebido do Comité Olímpico de Moçambique.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:26
 O que é? |  O que é? | favorito
Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
17
18
24
25
27
28
30
31
subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO