Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Quinta-feira, 24 DE Setembro 2009

FICOU claro, no decorrer da primeira fase, que a despeito de sermos os anfitriões, não figuramos no grupo das melhores formações da prova e nem tão-pouco candidatos ao título.

Nazir Sale com as suas pupilas no Afrobásquete de Sub-16

No entanto, porque o sonho também conduz o quotidiano dos homens, a nossa rapaziada não se coíbe em alargar o seu horizonte de ambições para uma eventual surpresa agradável no Afrobásquete de Sub-16, sobretudo agora que conseguiu a qualificação para os quartos-de-final, cujos jogos terão lugar hoje, no pavilhão do Maxaquene. O sonho da turma moçambicana está nas mãos da Argélia, em alternativa à Guiné, desqualificada da prova em virtude de ter apresentado atletas com idades falsificadas.

O desafio entre moçambicanos e argelinos reveste-se de capital importância para a nossa selecção, se se atender que, do ponto de vista competitivo, se encontra uns furos abaixo do seu adversário, pelo menos a avaliar por aquilo que ambos revelaram nas partidas anteriores.

Moçambique, que na derradeira partida do Grupo “A” perdeu diante do Egipto pela marca de 49-71, terminou na quarta posição com quatro pontos, enquanto a Argélia, no Grupo “B”, perdeu frente à poderosa e primeira classificada Nigéria por 66-70, na última jornada, e ficou no segundo posto com seis pontos.

Naturalmente pressionada pelo facto de actuar em casa e porque hoje, tratando-se já dos quartos-de-final, a presença do público será em número superior comparativamente aos dias anteriores, a nossa rapaziada obriga-se a não falhar e manter ao longo dos 40 minutos níveis competitivos bastante elevados, sob pena de defraudar toda a expectativa que se vai criando à sua volta.

Embora reconhecendo as suas diminutas possibilidades de chegar ao título, os espectadores não deixarão de apelar para que ultrapasse os argelinos e chegue às meias-finais.

O início foi bom e prometedor, apesar da vitória sofrida diante da África do Sul, por apenas quatro pontos (54-50). Os desafios subsequentes foram arreliadores, o primeiro dos quis perante a forte turma do Mali, uma das sérias candidatas ao título. A segunda derrota verificou-se no fecho da primeira fase, face aos egípcios.

Ontem, foi dia de descanso, é verdade, mas acima de tudo de reflexão em relação ao que aconteceu, de forma a perspectivar-se melhor os quartos-de-final, até porque os adversários vão sendo cada vez mais fortes. Estamos em crer que Miguel Guambe e os seus pupilos tiveram espaço e tempo para o desenho das estratégias necessárias com vista a desfeitear os argelinos, eles também com os olhos na transição para as meias-finais.

A jornada de hoje começa às 11.00 horas, com o jogo entre República Centro-Africana e Mali, um verdadeiro passeio para os malianos, que já têm a qualificação garantida para a etapa seguinte. O mesmo sucede com a Nigéria, diante da modesta África do Sul, a partir das 13.00. Angola-Egipto, às 15.00, é uma incógnita, no entanto, o favoritismo vai para os egípcios. Fecha o dia o Moçambique-Argélia, a partir das 17.00.

GUINÉ DESQUALIFICADA

Prevaricou, pagou! Esta é, pois, a tese defendida pela FIBA-África em relação às falcatruas protagonizadas por alguns países nos campeonatos dos escalões de formação. No Afrobásquete de Sub-16, a decorrer em Maputo, o organismo máximo das bola-ao-cesto continental não teve contemplações: desqualificou a selecção da Guiné-Conacri, devido à falsificação de idades dos seus atletas.

O facto foi detectado na terça-feira, dia em que foram disputados os desafios referentes à última jornada da primeira fase, com os guineenses a derrotarem os angolanos pela marca de 59-39.

De acordo com investigações efectuadas na altura, dois jogadores tinham idade acima dos 16 anos, o que levou a organização do evento a suspender os referidos atletas e a aplicar uma multa ao país.

No entanto, após uma análise mais profunda, a FIBA-África decidiu-se por uma sanção mais pesada: a desqualificação da selecção da Guiné desta competição, não valendo em rigorosamente nada os pontos meritoriamente conseguidos nas quatro partidas que efectuou no Grupo “B”. Com derrota somente diante da primeira classificada Nigéria, os guineenses haviam vencido Argélia, República Centro-Africana e Angola, amealhando por via disso sete pontos, menos um que os nigerianos.

Aliás, como forma de desencorajar a ocorrência de falsificação de idades, que tem caracterizado estes campeonatos, a FIBA-África, tendo em vista um controlo minucioso dos jogadores, enviou a Maputo um médico, o qual se encarrega de testagem a todas as equipas. Foi na sequência deste controlo que se descobriu a artimanha dos guineenses, culminando com a sua desqualificação.

Porque tinham terminado em segundo lugar no seu grupo, os “matulões” da Guiné eram os adversários de Moçambique nos quartos-de-final, esta tarde.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:27
 O que é? |  O que é? | favorito

FICOU claro, no decorrer da primeira fase, que a despeito de sermos os anfitriões, não figuramos no grupo das melhores formações da prova e nem tão-pouco candidatos ao título.

Nazir Sale com as suas pupilas no Afrobásquete de Sub-16

No entanto, porque o sonho também conduz o quotidiano dos homens, a nossa rapaziada não se coíbe em alargar o seu horizonte de ambições para uma eventual surpresa agradável no Afrobásquete de Sub-16, sobretudo agora que conseguiu a qualificação para os quartos-de-final, cujos jogos terão lugar hoje, no pavilhão do Maxaquene. O sonho da turma moçambicana está nas mãos da Argélia, em alternativa à Guiné, desqualificada da prova em virtude de ter apresentado atletas com idades falsificadas.

O desafio entre moçambicanos e argelinos reveste-se de capital importância para a nossa selecção, se se atender que, do ponto de vista competitivo, se encontra uns furos abaixo do seu adversário, pelo menos a avaliar por aquilo que ambos revelaram nas partidas anteriores.

Moçambique, que na derradeira partida do Grupo “A” perdeu diante do Egipto pela marca de 49-71, terminou na quarta posição com quatro pontos, enquanto a Argélia, no Grupo “B”, perdeu frente à poderosa e primeira classificada Nigéria por 66-70, na última jornada, e ficou no segundo posto com seis pontos.

Naturalmente pressionada pelo facto de actuar em casa e porque hoje, tratando-se já dos quartos-de-final, a presença do público será em número superior comparativamente aos dias anteriores, a nossa rapaziada obriga-se a não falhar e manter ao longo dos 40 minutos níveis competitivos bastante elevados, sob pena de defraudar toda a expectativa que se vai criando à sua volta.

Embora reconhecendo as suas diminutas possibilidades de chegar ao título, os espectadores não deixarão de apelar para que ultrapasse os argelinos e chegue às meias-finais.

O início foi bom e prometedor, apesar da vitória sofrida diante da África do Sul, por apenas quatro pontos (54-50). Os desafios subsequentes foram arreliadores, o primeiro dos quis perante a forte turma do Mali, uma das sérias candidatas ao título. A segunda derrota verificou-se no fecho da primeira fase, face aos egípcios.

Ontem, foi dia de descanso, é verdade, mas acima de tudo de reflexão em relação ao que aconteceu, de forma a perspectivar-se melhor os quartos-de-final, até porque os adversários vão sendo cada vez mais fortes. Estamos em crer que Miguel Guambe e os seus pupilos tiveram espaço e tempo para o desenho das estratégias necessárias com vista a desfeitear os argelinos, eles também com os olhos na transição para as meias-finais.

A jornada de hoje começa às 11.00 horas, com o jogo entre República Centro-Africana e Mali, um verdadeiro passeio para os malianos, que já têm a qualificação garantida para a etapa seguinte. O mesmo sucede com a Nigéria, diante da modesta África do Sul, a partir das 13.00. Angola-Egipto, às 15.00, é uma incógnita, no entanto, o favoritismo vai para os egípcios. Fecha o dia o Moçambique-Argélia, a partir das 17.00.

GUINÉ DESQUALIFICADA

Prevaricou, pagou! Esta é, pois, a tese defendida pela FIBA-África em relação às falcatruas protagonizadas por alguns países nos campeonatos dos escalões de formação. No Afrobásquete de Sub-16, a decorrer em Maputo, o organismo máximo das bola-ao-cesto continental não teve contemplações: desqualificou a selecção da Guiné-Conacri, devido à falsificação de idades dos seus atletas.

O facto foi detectado na terça-feira, dia em que foram disputados os desafios referentes à última jornada da primeira fase, com os guineenses a derrotarem os angolanos pela marca de 59-39.

De acordo com investigações efectuadas na altura, dois jogadores tinham idade acima dos 16 anos, o que levou a organização do evento a suspender os referidos atletas e a aplicar uma multa ao país.

No entanto, após uma análise mais profunda, a FIBA-África decidiu-se por uma sanção mais pesada: a desqualificação da selecção da Guiné desta competição, não valendo em rigorosamente nada os pontos meritoriamente conseguidos nas quatro partidas que efectuou no Grupo “B”. Com derrota somente diante da primeira classificada Nigéria, os guineenses haviam vencido Argélia, República Centro-Africana e Angola, amealhando por via disso sete pontos, menos um que os nigerianos.

Aliás, como forma de desencorajar a ocorrência de falsificação de idades, que tem caracterizado estes campeonatos, a FIBA-África, tendo em vista um controlo minucioso dos jogadores, enviou a Maputo um médico, o qual se encarrega de testagem a todas as equipas. Foi na sequência deste controlo que se descobriu a artimanha dos guineenses, culminando com a sua desqualificação.

Porque tinham terminado em segundo lugar no seu grupo, os “matulões” da Guiné eram os adversários de Moçambique nos quartos-de-final, esta tarde.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:27
 O que é? |  O que é? | favorito
Reforços do Ferroviário
A AUSÊNCIA de veteranas como Nádia Rodrigues, Tânia Wachene, Nika Gemo e Ruth Muianga, com o treinador a optar por promissoras jogadoras como Kátia Halar, Leia Dongue – sobretudo esta, com apenas 18 anos – Odélia Mafanela e Filomena Micato, constitui o maior destaque na revolução efectuada por Nazir Salé na Selecção Nacional de Seniores Femininos, que se prepara para o Afrobásquete Madagáscar-2009, a decorrer entre 9 e 18 de Outubro próximo.

Depois da triste experiência dos Jogos da Lusofonia de Lisboa, em Julho passado, em que a nossa selecção, com todas as craques conhecidas, foi uma verdadeira lástima, Nazir Salé preferiu mudar de estratégia, indo buscar valores mais frescos, ambiciosos e prometedores para fazer face a um campeonato em que se exige de Moçambique o título, senão os lugares seguintes do pódio.

Mesmo assim, porque não pretende fazer uma revolução total, mas sim gradual, o “mister” achou melhor uma mescla entre veterania e juventude, daí por exemplo surgirem na pré-convocatória os nomes de Aleia Rachide, Amélia Macamo, Ana Flávia Azinheira, Zinóbia Machanguana, Ana Branquinho e Deolinda Gimo.

"QUEREMOS ser campeãs!Segundo Anabela Cossa
A relação das 14 atletas chamadas para esta primeira fase de treinos, já a decorrer, é a seguinte:

Desportivo – Anabela Cossa, Valerdina Manhonga, Kátia Halar, Leia Dongue, Odélia Mafanela, Ondina Nhampossa e Filomena Micato.

A Politécnica – Aleia Rachide, Amélia Macamo, Marta Ganje, Ana Flávia Azinheira e Ana Branquinho

Ferroviário – Deolinda Gimo e Zinóbia Machanguana.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:53
 O que é? |  O que é? | favorito
Reforços do Ferroviário
A AUSÊNCIA de veteranas como Nádia Rodrigues, Tânia Wachene, Nika Gemo e Ruth Muianga, com o treinador a optar por promissoras jogadoras como Kátia Halar, Leia Dongue – sobretudo esta, com apenas 18 anos – Odélia Mafanela e Filomena Micato, constitui o maior destaque na revolução efectuada por Nazir Salé na Selecção Nacional de Seniores Femininos, que se prepara para o Afrobásquete Madagáscar-2009, a decorrer entre 9 e 18 de Outubro próximo.

Depois da triste experiência dos Jogos da Lusofonia de Lisboa, em Julho passado, em que a nossa selecção, com todas as craques conhecidas, foi uma verdadeira lástima, Nazir Salé preferiu mudar de estratégia, indo buscar valores mais frescos, ambiciosos e prometedores para fazer face a um campeonato em que se exige de Moçambique o título, senão os lugares seguintes do pódio.

Mesmo assim, porque não pretende fazer uma revolução total, mas sim gradual, o “mister” achou melhor uma mescla entre veterania e juventude, daí por exemplo surgirem na pré-convocatória os nomes de Aleia Rachide, Amélia Macamo, Ana Flávia Azinheira, Zinóbia Machanguana, Ana Branquinho e Deolinda Gimo.

"QUEREMOS ser campeãs!Segundo Anabela Cossa
A relação das 14 atletas chamadas para esta primeira fase de treinos, já a decorrer, é a seguinte:

Desportivo – Anabela Cossa, Valerdina Manhonga, Kátia Halar, Leia Dongue, Odélia Mafanela, Ondina Nhampossa e Filomena Micato.

A Politécnica – Aleia Rachide, Amélia Macamo, Marta Ganje, Ana Flávia Azinheira e Ana Branquinho

Ferroviário – Deolinda Gimo e Zinóbia Machanguana.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:53
 O que é? |  O que é? | favorito

Pavilhão do Maxaquene

11.00 – RC Africana-Mali

13.00 – África do Sul-Nigéria

15.00 – Angola-Egipto

17.00 – Moçambique-Argélia

Resultados da quarta jornada

Moçambique, 49-Egipto, 71

Mali, 84-África do Sul, 37

Nigéria, 70-Argélia, 66

Angola, 39-Guiné, 59

Classificação dos grupos

“A” – Mali seis pontos, Egipto cinco, Moçambique quatro e África do Sul três.

“B” – Nigéria oito pontos, Argélia seis, Angola cinco, RC Africana quatro e Guiné desqualificada.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:44
 O que é? |  O que é? | favorito

Pavilhão do Maxaquene

11.00 – RC Africana-Mali

13.00 – África do Sul-Nigéria

15.00 – Angola-Egipto

17.00 – Moçambique-Argélia

Resultados da quarta jornada

Moçambique, 49-Egipto, 71

Mali, 84-África do Sul, 37

Nigéria, 70-Argélia, 66

Angola, 39-Guiné, 59

Classificação dos grupos

“A” – Mali seis pontos, Egipto cinco, Moçambique quatro e África do Sul três.

“B” – Nigéria oito pontos, Argélia seis, Angola cinco, RC Africana quatro e Guiné desqualificada.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:44
 O que é? |  O que é? | favorito

A PISCINA Raimundo Franisse, na Associação de Natação da Cidade de Maputo, acolhe amanhã o Torneio Seis Horas de Maputo, que é mais uma prova de rodagem das equipas da capital do país para as competições mais importantes da época que acaba de abrir.

O Clube Ferroviário de Maputo foi o vencedor global da quarta edição do Torneio de Especialistas
Para esta prova, estão inscritos os Clubes Ferroviário, Desportivo, Golfinhos, Tubarões e Trabalhadores do Banco de Moçambique. Trata-se de uma competição aberta, em que podem participar os demais interessados, de ambos sexos.

O Torneio Seis Horas de Maputo é uma espécie de maratona (travessia), em que os atletas nadam durante este período de tempo sem parar. Os nadadores estão livres de escolher qualquer estilo de prova, desde que nadem sem parar durante seis horas.

Aliás, o objectivo desta competição é proporcionar maior resistência aos atletas neste período em que carecem de ritmo, visto que maior parte deles vêm do defeso.

De salientar que o Golfinhos é o actual recordista do torneio, com a distância de 20.687 metros, percorridos na última edição.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:31
 O que é? |  O que é? | favorito

A PISCINA Raimundo Franisse, na Associação de Natação da Cidade de Maputo, acolhe amanhã o Torneio Seis Horas de Maputo, que é mais uma prova de rodagem das equipas da capital do país para as competições mais importantes da época que acaba de abrir.

O Clube Ferroviário de Maputo foi o vencedor global da quarta edição do Torneio de Especialistas
Para esta prova, estão inscritos os Clubes Ferroviário, Desportivo, Golfinhos, Tubarões e Trabalhadores do Banco de Moçambique. Trata-se de uma competição aberta, em que podem participar os demais interessados, de ambos sexos.

O Torneio Seis Horas de Maputo é uma espécie de maratona (travessia), em que os atletas nadam durante este período de tempo sem parar. Os nadadores estão livres de escolher qualquer estilo de prova, desde que nadem sem parar durante seis horas.

Aliás, o objectivo desta competição é proporcionar maior resistência aos atletas neste período em que carecem de ritmo, visto que maior parte deles vêm do defeso.

De salientar que o Golfinhos é o actual recordista do torneio, com a distância de 20.687 metros, percorridos na última edição.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:31
 O que é? |  O que é? | favorito

A CONFEDERAÇÃO Desportiva e o Comité Olímpico da África do Sul (SASCOC) vão abrir um inquérito sobre o caso da atlelta, Caster Semenya, cuja feminidade está posta em dúvida.

A MEDALHA de ouro da sul-africana Caster Semenya nos 800 metros do último Campeonato Mundial de atletismo segue contornos polémicos
Esta decisão foi tomada pela SASCOC depois de o presidente da Federação Sul-Africana de Atletismo (ASA), Leonard Cheune, confessar ter mentido quando disse que Semenya tinha sido submetida a testes a nível local antes de participar nos Campeonatos de Atletismo de Agosto passado em Berlin, na Alemanha, onde venceu os 800 metros ao realizar o seu melhor tempo pessoal de 1:55:45.

Esta confissão de Chuene suscitou protestos que culminaram com a sua demissão, embora insista a dizer não ter feito nada de mal e ter no entanto tentado apenas proteger a vida privada da jovem atleta.

Todavia, o presidente da ASA concordou com a decisão de investigar sobre o sexo de Semenya, manifestando-se para tal favorável a um inquérito independente.

Ele afirmou que este inquérito comprovará que as suas afirmações segundo as quais “é a IAAF que deve dar mão à palmatória”.

Depois do desempenho estrondoso de Semenya em Berlin, a IAAF ordenou mais testes mas uma fuga de informação na imprensa sobre estes testes revelou que a atleta apresenta ao mesmo tempo características masculina e feminina.

A IAAF ainda não confirmou nem divulgou este relatório.

Na semana passada, o Governo sul-africano apresentou uma queixa junto das Nações Unidas em nome de Caster Semenya.

http://www.jornalnoticias.co.mz


publicado por Vaxko Zakarias às 11:17
 O que é? |  O que é? | favorito

A CONFEDERAÇÃO Desportiva e o Comité Olímpico da África do Sul (SASCOC) vão abrir um inquérito sobre o caso da atlelta, Caster Semenya, cuja feminidade está posta em dúvida.

A MEDALHA de ouro da sul-africana Caster Semenya nos 800 metros do último Campeonato Mundial de atletismo segue contornos polémicos
Esta decisão foi tomada pela SASCOC depois de o presidente da Federação Sul-Africana de Atletismo (ASA), Leonard Cheune, confessar ter mentido quando disse que Semenya tinha sido submetida a testes a nível local antes de participar nos Campeonatos de Atletismo de Agosto passado em Berlin, na Alemanha, onde venceu os 800 metros ao realizar o seu melhor tempo pessoal de 1:55:45.

Esta confissão de Chuene suscitou protestos que culminaram com a sua demissão, embora insista a dizer não ter feito nada de mal e ter no entanto tentado apenas proteger a vida privada da jovem atleta.

Todavia, o presidente da ASA concordou com a decisão de investigar sobre o sexo de Semenya, manifestando-se para tal favorável a um inquérito independente.

Ele afirmou que este inquérito comprovará que as suas afirmações segundo as quais “é a IAAF que deve dar mão à palmatória”.

Depois do desempenho estrondoso de Semenya em Berlin, a IAAF ordenou mais testes mas uma fuga de informação na imprensa sobre estes testes revelou que a atleta apresenta ao mesmo tempo características masculina e feminina.

A IAAF ainda não confirmou nem divulgou este relatório.

Na semana passada, o Governo sul-africano apresentou uma queixa junto das Nações Unidas em nome de Caster Semenya.

http://www.jornalnoticias.co.mz


publicado por Vaxko Zakarias às 11:17
 O que é? |  O que é? | favorito

A ASSOCIAÇÃO Provincial de Futebol de Nampula (APFN) vai realizar a sua quarta conferência da modalidade, desta feita na cidade de Angoche, depois das três primeiras terem tido lugar na capital provincial.

Presidente da Associação Provincial de Futebol de Nampula (APFN) Brás Santos
De acordo com Brás dos Santos, a realização deste encontro fora da cidade de Nampula irá permitir que os gestores do futebol nampulense conheçam a real situação da modalidade nos tempos que correm.

O encontro que está agendado para o mês de Outubro próximo vai debater assuntos relacionados com a gestão dos clubes, sua importância e funções na movimentação das camadas mais jovens, nomeadamente iniciados, juvenis e juniores. Os participantes vão igualmente discutir matérias relacionadas com o envolvimento dos governos distritais, municipais e agentes económicos na movimentação do futebol, nas respectivas regiões de jurisdição.

Importa referir que desde que a actual direcção da APFN, encabeçada por Brás dos Santos, tomou posse, tem privilegiado anualmente a realização deste tipo de conferências com objectivo de discutir os grandes males que enfermam o desenvolvimento da modalidade rainha naquele ponto do país e a partir daí encontrar algumas soluções.

Entretanto, ainda no que se refere ao futebol em Nampula, o Desportivo de Nacala, treinado pelo ex-internacional moçambicano Nana, continua a liderar o Campeonato Provincial com um total de 44 pontos em dezasseis jogos disputados, enquanto o Sporting de Monapo continua na segunda posição com 40, mais três pontos que o seu homónimo da cidade de Nampula, aliás as três formações que têm hipóteses de lutar para os dois lugares que dão acesso à “poule” de apuramento da região norte para o Moçambola da próxima temporada.

A prova prossegue este final de semana, com um jogo que poderá determinar quem será o próximo campeão provincial de Nampula, na partida que vai opor a Casa Issufo e o Desportivo de Nacala, caso o actual líder saia vitorioso neste embate. Em Monapo, haverá um “derby” local entre o Sporting e o Benfica, cujo resultado é imprevisível, o mesmo não acontecendo com o Sporting de Nampula que tem pela frente o “lanterna vermelha”, o seu homónimo da Faina.

Noutras partidas o Angoche Clube de Desportos recebe o Moçambique Futebol Clube da Ilha, enquanto o Benfica de Angoche também terá a visitam do Benfica de Nampula e o Sporting de Angoche recebe o Hospital Central.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:14
 O que é? |  O que é? | favorito

A ASSOCIAÇÃO Provincial de Futebol de Nampula (APFN) vai realizar a sua quarta conferência da modalidade, desta feita na cidade de Angoche, depois das três primeiras terem tido lugar na capital provincial.

Presidente da Associação Provincial de Futebol de Nampula (APFN) Brás Santos
De acordo com Brás dos Santos, a realização deste encontro fora da cidade de Nampula irá permitir que os gestores do futebol nampulense conheçam a real situação da modalidade nos tempos que correm.

O encontro que está agendado para o mês de Outubro próximo vai debater assuntos relacionados com a gestão dos clubes, sua importância e funções na movimentação das camadas mais jovens, nomeadamente iniciados, juvenis e juniores. Os participantes vão igualmente discutir matérias relacionadas com o envolvimento dos governos distritais, municipais e agentes económicos na movimentação do futebol, nas respectivas regiões de jurisdição.

Importa referir que desde que a actual direcção da APFN, encabeçada por Brás dos Santos, tomou posse, tem privilegiado anualmente a realização deste tipo de conferências com objectivo de discutir os grandes males que enfermam o desenvolvimento da modalidade rainha naquele ponto do país e a partir daí encontrar algumas soluções.

Entretanto, ainda no que se refere ao futebol em Nampula, o Desportivo de Nacala, treinado pelo ex-internacional moçambicano Nana, continua a liderar o Campeonato Provincial com um total de 44 pontos em dezasseis jogos disputados, enquanto o Sporting de Monapo continua na segunda posição com 40, mais três pontos que o seu homónimo da cidade de Nampula, aliás as três formações que têm hipóteses de lutar para os dois lugares que dão acesso à “poule” de apuramento da região norte para o Moçambola da próxima temporada.

A prova prossegue este final de semana, com um jogo que poderá determinar quem será o próximo campeão provincial de Nampula, na partida que vai opor a Casa Issufo e o Desportivo de Nacala, caso o actual líder saia vitorioso neste embate. Em Monapo, haverá um “derby” local entre o Sporting e o Benfica, cujo resultado é imprevisível, o mesmo não acontecendo com o Sporting de Nampula que tem pela frente o “lanterna vermelha”, o seu homónimo da Faina.

Noutras partidas o Angoche Clube de Desportos recebe o Moçambique Futebol Clube da Ilha, enquanto o Benfica de Angoche também terá a visitam do Benfica de Nampula e o Sporting de Angoche recebe o Hospital Central.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:14
 O que é? |  O que é? | favorito

O ÁRBITRO suíço Massimo Busacca, que apitou a final da última Liga dos Campeões Europeus, realmente não anda em grande fase.

O ÁRBITRO suíço Massimo Busacca
Depois da decisão da federação suíça em puni-lo com três jogos de suspensão devido a um gesto obsceno feito pelo juiz para os adeptos numa partida do Campeonato Suíço, descobriu-se outro caso anormal e nas suas arbitragens.

No último dia 12 de Setembro, urinou em campo durante um jogo no Qatar. Antes da cobrança de um canto na partida entre Al-Gharafa, disfarçadamente fez as suas necessidades perto da grande área.

“A Federação de Futebol do Qatar chegou a pensar em puni-lo. Mas parece que ele pediu desculpas depois da partida, dizendo que estava apertado. Por isso não creio que vão processá-lo. Mas acho que vai ficar um bom tempo sem apitar por aqui”, afirmou o brasileiro Leonardo Vitorino, auxiliar-técnico de Caio Junior no Al-Gharafa, ao site Globoesporte.com.

De acordo com Vitorino, a atitude de Busacca chocou o mundo árabe, pois além de tudo aconteceu justamente no período do Ramadã, feriado religioso dos muçulmanos.

publicado por Vaxko Zakarias às 10:58
 O que é? |  O que é? | favorito

O ÁRBITRO suíço Massimo Busacca, que apitou a final da última Liga dos Campeões Europeus, realmente não anda em grande fase.

O ÁRBITRO suíço Massimo Busacca
Depois da decisão da federação suíça em puni-lo com três jogos de suspensão devido a um gesto obsceno feito pelo juiz para os adeptos numa partida do Campeonato Suíço, descobriu-se outro caso anormal e nas suas arbitragens.

No último dia 12 de Setembro, urinou em campo durante um jogo no Qatar. Antes da cobrança de um canto na partida entre Al-Gharafa, disfarçadamente fez as suas necessidades perto da grande área.

“A Federação de Futebol do Qatar chegou a pensar em puni-lo. Mas parece que ele pediu desculpas depois da partida, dizendo que estava apertado. Por isso não creio que vão processá-lo. Mas acho que vai ficar um bom tempo sem apitar por aqui”, afirmou o brasileiro Leonardo Vitorino, auxiliar-técnico de Caio Junior no Al-Gharafa, ao site Globoesporte.com.

De acordo com Vitorino, a atitude de Busacca chocou o mundo árabe, pois além de tudo aconteceu justamente no período do Ramadã, feriado religioso dos muçulmanos.

publicado por Vaxko Zakarias às 10:58
 O que é? |  O que é? | favorito

ZLATAN Ibrahimovic chegou ao Barcelona há pouco tempo, mas já conseguiu entrar para a história do emblema catalão.

ZLATAN Ibrahimovic chegou ao Barcelona há pouco tempo
O internacional sueco foi o primeiro reforço do “Barça” a conseguir marcar nas quatro primeiras jornadas da Liga espanhola. Um feito que Romário, Ronaldo, Eto’o e até Maradona não conseguiram atingir.

Ibrahimovic alcançou este registo depois de ter marcado na goleada alcançada pelo Barcelona no reduto do Santander (1-4). Sp. Gijón, Getafe e At. Madrid tinham sido as “vítimas” anteriores.

publicado por Vaxko Zakarias às 10:47
 O que é? |  O que é? | favorito

ZLATAN Ibrahimovic chegou ao Barcelona há pouco tempo, mas já conseguiu entrar para a história do emblema catalão.

ZLATAN Ibrahimovic chegou ao Barcelona há pouco tempo
O internacional sueco foi o primeiro reforço do “Barça” a conseguir marcar nas quatro primeiras jornadas da Liga espanhola. Um feito que Romário, Ronaldo, Eto’o e até Maradona não conseguiram atingir.

Ibrahimovic alcançou este registo depois de ter marcado na goleada alcançada pelo Barcelona no reduto do Santander (1-4). Sp. Gijón, Getafe e At. Madrid tinham sido as “vítimas” anteriores.

publicado por Vaxko Zakarias às 10:47
 O que é? |  O que é? | favorito

O FERROVIÁRIO que na próxima jornada joga com o Costa do Sol fora de casa, leva vantagem sobre os “canarinhos”, visto que nas últimas cinco épocas venceu duas e perdeu uma, e empatou por duas vezes, sendo que a vitória mais robusta foi alcançada no ano passado (1-4).

Destes poucos saiem
Assim, a avaliar pelo que os “locomotivas” têm feito no terreno dos “canarinhos” pode-se considerar que não será um terreno tão difícil como se pode pensar. A última derrota do Ferroviário (0-2) no Campo do Costa do Sol aconteceu em 2007, ano em que, curiosamente, os “canarinhos” se sagraram campeões.

Após a sua deslocação ao campo dos “canarinhos”, o Ferroviário recebe no seu campo, o Estádio da Machava, o Chingale. E engana-se quem pensa que este seja o jogo mais acessível dos “locomotivas” nas últimas três jornadas, pois a história, num olhar pelas últimas cinco épocas, confirma que os tetenses não têm vindo a Maputo para passear.

Artur Semedo, técnico principal do Ferroviário, disse, em jeito de ironia, que não houve adiamento nenhum, porque todos os anos é assim.
Na época passada empataram a uma bola, mas foi em 2006 que deixaram a claque verde e branca boquiaberta, quando perderam por 0-2. Um balde de água fria na Machava que certamente ainda está na memória dos “locomotivas”, até porque no anterior (2005) tinham sido campeões sob o comando de Artur Semedo, que agora curiosamente luta pela mesma causa, mas do lado contrário, no Desportivo.

Contudo, o Ferroviário leva vantagem nas vezes em que se apresentou na Machava nas últimas cinco épocas: Três vitórias, duas das quais por 4-0 (2003 e 2005), uma derrota e um empate. Sublinhe-se que em 2004 os tetenses não participaram no Moçambola. Disputavam o “Nacional” de Divisão de Honra zona centro.

Já contra o Desportivo, desafio agendado para a última jornada, e que já há quem indica que será da decisão do título, o Ferroviário tem sentido muitas dificuldades. Nas últimas cinco épocas ganhou apenas por uma vez (3-0), em 2005. Mas no ano seguinte consentiu a sua maior derrota (1-3), tendo o Desportivo se sagrado campeão com Uzaras Mohomed, actual técnico do Ferroviário de Nacala, no comando técnico.

Na época passada, os “locomotivas” que até se sagraram campeões, ao perderem diante do seu público (0-1), numa das suas poucas derrotas. Algo que acabou sendo uma enorme surpresa se se atender que os “alvi-negros” estiveram muito aquém das expectativas, tendo ocupado a modesta nona posição.

publicado por Vaxko Zakarias às 10:30
 O que é? |  O que é? | favorito

O FERROVIÁRIO que na próxima jornada joga com o Costa do Sol fora de casa, leva vantagem sobre os “canarinhos”, visto que nas últimas cinco épocas venceu duas e perdeu uma, e empatou por duas vezes, sendo que a vitória mais robusta foi alcançada no ano passado (1-4).

Destes poucos saiem
Assim, a avaliar pelo que os “locomotivas” têm feito no terreno dos “canarinhos” pode-se considerar que não será um terreno tão difícil como se pode pensar. A última derrota do Ferroviário (0-2) no Campo do Costa do Sol aconteceu em 2007, ano em que, curiosamente, os “canarinhos” se sagraram campeões.

Após a sua deslocação ao campo dos “canarinhos”, o Ferroviário recebe no seu campo, o Estádio da Machava, o Chingale. E engana-se quem pensa que este seja o jogo mais acessível dos “locomotivas” nas últimas três jornadas, pois a história, num olhar pelas últimas cinco épocas, confirma que os tetenses não têm vindo a Maputo para passear.

Artur Semedo, técnico principal do Ferroviário, disse, em jeito de ironia, que não houve adiamento nenhum, porque todos os anos é assim.
Na época passada empataram a uma bola, mas foi em 2006 que deixaram a claque verde e branca boquiaberta, quando perderam por 0-2. Um balde de água fria na Machava que certamente ainda está na memória dos “locomotivas”, até porque no anterior (2005) tinham sido campeões sob o comando de Artur Semedo, que agora curiosamente luta pela mesma causa, mas do lado contrário, no Desportivo.

Contudo, o Ferroviário leva vantagem nas vezes em que se apresentou na Machava nas últimas cinco épocas: Três vitórias, duas das quais por 4-0 (2003 e 2005), uma derrota e um empate. Sublinhe-se que em 2004 os tetenses não participaram no Moçambola. Disputavam o “Nacional” de Divisão de Honra zona centro.

Já contra o Desportivo, desafio agendado para a última jornada, e que já há quem indica que será da decisão do título, o Ferroviário tem sentido muitas dificuldades. Nas últimas cinco épocas ganhou apenas por uma vez (3-0), em 2005. Mas no ano seguinte consentiu a sua maior derrota (1-3), tendo o Desportivo se sagrado campeão com Uzaras Mohomed, actual técnico do Ferroviário de Nacala, no comando técnico.

Na época passada, os “locomotivas” que até se sagraram campeões, ao perderem diante do seu público (0-1), numa das suas poucas derrotas. Algo que acabou sendo uma enorme surpresa se se atender que os “alvi-negros” estiveram muito aquém das expectativas, tendo ocupado a modesta nona posição.

publicado por Vaxko Zakarias às 10:30
 O que é? |  O que é? | favorito

O futebolista camaronês Samuel Eto'o, do Inter Milão, reclama uma dívida de três milhões de euros ao FC Barcelona e deverá, brevemente, reunir-se com os catalães numa tentativa de conciliação.

Eto
Citando fonte do FC Barcelona, a agência EFE diz que, antes de qualquer processo judicial, que poderá mesmo avançar, é necessária a tentativa de acordo, embora o clube espanhol entenda que a exigência do avançado camaronês não tem sentido.

Eto'o, com o passe avaliado em 20 milhões de euros, transferiu-se este Verão do FC Barcelona para o Inter Milão, de José Mourinho, no âmbito da operação que levou o sueco Zlatan Ibrahimovic, avaliado em 65 milhões, do clube italiano pelo emblema catalão.

O avançado dos Camarões entende ter direito a 15 por cento do valor da transferência, ou seja, três milhões de euros, mas os espanhóis entendem que, nestes casos, quem paga é a equipa que compra (o Inter Milão) e que essa regra só se verifica entre clubes espanhóis.

De acordo com a Associação de Futebolistas Espanhóis (AFE), a transferência de jogadores entre equipas espanholas permite ao futebolista arrecadar 15 por cento do montante da "transacção".

Apesar da posição defendida pelo FC Barcelona, existe um caso similar e que contraria a tese do clube catalão.

Em Outubro de 2008 um tribunal da Corunha obrigou o Deportivo a pagar 2,1 milhões de euros a Albert Luque, no âmbito da sua transferência para os ingleses do Newcastle.

LUSA

publicado por Vaxko Zakarias às 10:09
 O que é? |  O que é? | favorito

O futebolista camaronês Samuel Eto'o, do Inter Milão, reclama uma dívida de três milhões de euros ao FC Barcelona e deverá, brevemente, reunir-se com os catalães numa tentativa de conciliação.

Eto
Citando fonte do FC Barcelona, a agência EFE diz que, antes de qualquer processo judicial, que poderá mesmo avançar, é necessária a tentativa de acordo, embora o clube espanhol entenda que a exigência do avançado camaronês não tem sentido.

Eto'o, com o passe avaliado em 20 milhões de euros, transferiu-se este Verão do FC Barcelona para o Inter Milão, de José Mourinho, no âmbito da operação que levou o sueco Zlatan Ibrahimovic, avaliado em 65 milhões, do clube italiano pelo emblema catalão.

O avançado dos Camarões entende ter direito a 15 por cento do valor da transferência, ou seja, três milhões de euros, mas os espanhóis entendem que, nestes casos, quem paga é a equipa que compra (o Inter Milão) e que essa regra só se verifica entre clubes espanhóis.

De acordo com a Associação de Futebolistas Espanhóis (AFE), a transferência de jogadores entre equipas espanholas permite ao futebolista arrecadar 15 por cento do montante da "transacção".

Apesar da posição defendida pelo FC Barcelona, existe um caso similar e que contraria a tese do clube catalão.

Em Outubro de 2008 um tribunal da Corunha obrigou o Deportivo a pagar 2,1 milhões de euros a Albert Luque, no âmbito da sua transferência para os ingleses do Newcastle.

LUSA

publicado por Vaxko Zakarias às 10:09
 O que é? |  O que é? | favorito

As obras do Estádio Nacional, em curso no bairro de Zimpeto, arredores de Maputo, só poderão terminar em Dezembro de 2010,abortando assim os planos deste grande complexo desportivo tirar proveito do Campeonato do Mundo de Futebol, a acontecer no próximo ano na África do Sul.

Logotipo do Mundial 2010

Os jogos do campeonato do mundo em futebol irão decorrer de 11 de Junho a 11 de Julho de 2010, altura em que as obras do Estádio Nacional não estarão ainda terminadas, segundo disse o director adjunto do projecto de construção do empreendimento, José Pereira, falando à Rádio Moçambique, a emissora pública nacional.

Segundo Pereira, entre outros factores, o atraso da entrega das obras tem a ver com a demora no início da construção, bem como devido ao trabalho de terraplanagem no local onde está sendo edificada a infra-estrutura tendo envolvido montantes acima do planificado.

publicado por Vaxko Zakarias às 09:58
 O que é? |  O que é? | favorito

As obras do Estádio Nacional, em curso no bairro de Zimpeto, arredores de Maputo, só poderão terminar em Dezembro de 2010,abortando assim os planos deste grande complexo desportivo tirar proveito do Campeonato do Mundo de Futebol, a acontecer no próximo ano na África do Sul.

Logotipo do Mundial 2010

Os jogos do campeonato do mundo em futebol irão decorrer de 11 de Junho a 11 de Julho de 2010, altura em que as obras do Estádio Nacional não estarão ainda terminadas, segundo disse o director adjunto do projecto de construção do empreendimento, José Pereira, falando à Rádio Moçambique, a emissora pública nacional.

Segundo Pereira, entre outros factores, o atraso da entrega das obras tem a ver com a demora no início da construção, bem como devido ao trabalho de terraplanagem no local onde está sendo edificada a infra-estrutura tendo envolvido montantes acima do planificado.

publicado por Vaxko Zakarias às 09:58
 O que é? |  O que é? | favorito
Setembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
18
19
20
21
25
26
27
subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO