Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Quarta-feira, 23 DE Setembro 2009

A APENAS três jornadas da conclusão do Moçambola-2009 e numa altura em que vários prognósticos e conjecturas são avançados em relação ao nome do futuro campeão, há mudança de treinador num dos candidatos ao título, a Liga Muçulmana.

O técnico português Neca acompanhado pelo Miguel dos Santos
O técnico português Neca deixou, ontem, de ser o timoneiro desta equipa, em face da avalanche de maus resultados registados nesta etapa crucial da prova, situação que terá colocado os “muçulmanos” longe dos lugares cimeiros.

Fonte do clube revelou ao “Notícias” que o Prof. Neca colocou o seu lugar à disposição, aparentemente em reconhecimento do descalabro nos seus objectivos, dado que, após meritoriamente a Liga Muçulmana ter estado na liderança do campeonato durante várias jornadas, de repente e incompreensivelmente caiu de forma drástica, com sucessivas derrotas que acabaram pondo em causa a sua possibilidade de se sagrar campeão.

A posição do “mister” foi corroborada pela Direcção do clube, tendo as partes optado por uma rescisão do contrato por mútuo acordo e de forma amigável, estado este, aliás, que norteou o seu relacionamento ao longo do período em que Neca esteve à frente dos destinos da Liga Muçulmana.

Nesta segunda volta, em particular, para além de terem perdido com os outros concorrentes ao título, designadamente Desportivo, Costa do Sol e Ferroviário, os “muçulmanos” sucumbiram perante Chingale e Ferroviário de Nampula, duas formações com a corda ao pescoço. Aliás, se o clube ainda mantinha acesa alguma esperança, a derrota no Estádio 25 de Junho, na ronda passada, terá agitado a situação, culminando com o afastamento do treinador por livre e espontânea vontade.

A Direcção da Liga Muçulmana aceitou o pedido de demissão de Neca, tendo, para o seu lugar, chamado interinamente o adjunto Miguel dos Santos, que para já tem a nobre missão de, não havendo hipóteses de conquistar a prova, pelo menos terminar nos lugares cimeiros, de forma que não se deite abaixo todo o excelente trabalho levado a cabo pelo clube, neste seu terceiro ano no Moçambola.

Nas últimas três jornadas da competição, ainda em falta, os “muçulmanos” defrontam, sucessivamente Maxaquene Textáfrica, no Chimoio, e Matchedje. Na classificação, somam 40 pontos, atrás da dupla da liderança Desportivo e Ferroviário com 47 e do Costa do Sol com 41.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:23
 O que é? |  O que é? | favorito

A APENAS três jornadas da conclusão do Moçambola-2009 e numa altura em que vários prognósticos e conjecturas são avançados em relação ao nome do futuro campeão, há mudança de treinador num dos candidatos ao título, a Liga Muçulmana.

O técnico português Neca acompanhado pelo Miguel dos Santos
O técnico português Neca deixou, ontem, de ser o timoneiro desta equipa, em face da avalanche de maus resultados registados nesta etapa crucial da prova, situação que terá colocado os “muçulmanos” longe dos lugares cimeiros.

Fonte do clube revelou ao “Notícias” que o Prof. Neca colocou o seu lugar à disposição, aparentemente em reconhecimento do descalabro nos seus objectivos, dado que, após meritoriamente a Liga Muçulmana ter estado na liderança do campeonato durante várias jornadas, de repente e incompreensivelmente caiu de forma drástica, com sucessivas derrotas que acabaram pondo em causa a sua possibilidade de se sagrar campeão.

A posição do “mister” foi corroborada pela Direcção do clube, tendo as partes optado por uma rescisão do contrato por mútuo acordo e de forma amigável, estado este, aliás, que norteou o seu relacionamento ao longo do período em que Neca esteve à frente dos destinos da Liga Muçulmana.

Nesta segunda volta, em particular, para além de terem perdido com os outros concorrentes ao título, designadamente Desportivo, Costa do Sol e Ferroviário, os “muçulmanos” sucumbiram perante Chingale e Ferroviário de Nampula, duas formações com a corda ao pescoço. Aliás, se o clube ainda mantinha acesa alguma esperança, a derrota no Estádio 25 de Junho, na ronda passada, terá agitado a situação, culminando com o afastamento do treinador por livre e espontânea vontade.

A Direcção da Liga Muçulmana aceitou o pedido de demissão de Neca, tendo, para o seu lugar, chamado interinamente o adjunto Miguel dos Santos, que para já tem a nobre missão de, não havendo hipóteses de conquistar a prova, pelo menos terminar nos lugares cimeiros, de forma que não se deite abaixo todo o excelente trabalho levado a cabo pelo clube, neste seu terceiro ano no Moçambola.

Nas últimas três jornadas da competição, ainda em falta, os “muçulmanos” defrontam, sucessivamente Maxaquene Textáfrica, no Chimoio, e Matchedje. Na classificação, somam 40 pontos, atrás da dupla da liderança Desportivo e Ferroviário com 47 e do Costa do Sol com 41.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:23
 O que é? |  O que é? | favorito

APESAR de se tratar de jogadores preponderantes, a Direcção do Maxaquene quer ser exemplar e não pactuar com actos de indisciplina e outros atentatórios à estabilidade da equipa, particularmente nesta altura crucial do Moçambola-2009.

Campira trava Binó (C.Bila)
Esta é, pois, a razão invocada para a expulsão do defesa Campira e do avançado Eurico da família “tricolor”, facto que ocorreu há dias e ontem confirmada ao nosso Jornal por uma fonte da colectividade.

Acusados de indisciplina grosseira, traduzida na apresentação às instalações do clube em estado de embriaguez, faltas aos treinos e aos jogos sem qualquer justificação, entre outros casos graves, Campira e Eurico acabaram por ser literalmente afastados do Maxaquene, pois o seu comportamento era tão nocivo que já começava a criar alguns problemas no seio do plantel.

O caso de Campira, em particular, ganhou contornos gravosos na recente deslocação dos “tricolores” a Tete, para defrontar a HCB de Songo. Na ocasião, segundo nos contaram, o defesa ter-se-ia apresentado no Aeroporto Internacional do Maputo com visíveis sinais de embriaguez, facto que irritou a equipa técnica, os colegas e os dirigentes que acompanhavam a equipa.

Como primeira sanção, Campira e Eurico, este último com outros motivos de indisciplina, foram suspensos, enquanto o processo disciplinar instaurado seguia os seus trâmites legais. Concluído, a Direcção do Maxaquene não teve contemplações: imediata rescisão dos contratos e consequente expulsão do clube.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:17
 O que é? |  O que é? | favorito

APESAR de se tratar de jogadores preponderantes, a Direcção do Maxaquene quer ser exemplar e não pactuar com actos de indisciplina e outros atentatórios à estabilidade da equipa, particularmente nesta altura crucial do Moçambola-2009.

Campira trava Binó (C.Bila)
Esta é, pois, a razão invocada para a expulsão do defesa Campira e do avançado Eurico da família “tricolor”, facto que ocorreu há dias e ontem confirmada ao nosso Jornal por uma fonte da colectividade.

Acusados de indisciplina grosseira, traduzida na apresentação às instalações do clube em estado de embriaguez, faltas aos treinos e aos jogos sem qualquer justificação, entre outros casos graves, Campira e Eurico acabaram por ser literalmente afastados do Maxaquene, pois o seu comportamento era tão nocivo que já começava a criar alguns problemas no seio do plantel.

O caso de Campira, em particular, ganhou contornos gravosos na recente deslocação dos “tricolores” a Tete, para defrontar a HCB de Songo. Na ocasião, segundo nos contaram, o defesa ter-se-ia apresentado no Aeroporto Internacional do Maputo com visíveis sinais de embriaguez, facto que irritou a equipa técnica, os colegas e os dirigentes que acompanhavam a equipa.

Como primeira sanção, Campira e Eurico, este último com outros motivos de indisciplina, foram suspensos, enquanto o processo disciplinar instaurado seguia os seus trâmites legais. Concluído, a Direcção do Maxaquene não teve contemplações: imediata rescisão dos contratos e consequente expulsão do clube.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:17
 O que é? |  O que é? | favorito

A EQUIPA de futebol do Maxaquene realiza esta manhã, a partir das 9.00 horas, uma partida na Cadeia Central da Machava, defrontando a selecção dos reclusos daquela penitenciária.

À semelhança do que aconteceu com o Desportivo e o Costa do Sol há dois anos, a ida dos “tricolores” tem em vista proporcionar momentos de laser e criar um espírito de harmonia e animação entre os presidiários.

O Maxaquene ocupa a quinta posição no Moçambola com 39 pontos a oito dos líderes Desportivo e Ferroviário de Maputo.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:09
 O que é? |  O que é? | favorito

A EQUIPA de futebol do Maxaquene realiza esta manhã, a partir das 9.00 horas, uma partida na Cadeia Central da Machava, defrontando a selecção dos reclusos daquela penitenciária.

À semelhança do que aconteceu com o Desportivo e o Costa do Sol há dois anos, a ida dos “tricolores” tem em vista proporcionar momentos de laser e criar um espírito de harmonia e animação entre os presidiários.

O Maxaquene ocupa a quinta posição no Moçambola com 39 pontos a oito dos líderes Desportivo e Ferroviário de Maputo.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:09
 O que é? |  O que é? | favorito

A ORGANIZAÇÃO dos Jogos Municipais da África Austral recentemente terminada em Maputo pretende tornar o evento mais expressivo, o que passa por uma maior divulgação e abrangência de cidades dos países da região.

Jogos Municipais da África Austral
Este sentimento foi manifestado pelos representantes dos países (municípios) participantes, nomeadamente de Moçambique, África do Sul, Suazilândia, Botswana e Namíbia, após avaliar o seu grau de envolvimento nos jogos.

A organização constatou que maior número dos países da região e os respectivos municípios não participam no evento, lançado com o objectivo de promover o intercâmbio desportivo, o turismo e a amizade entre os municípios dos países da região.

Os VII Jogos foram exemplo disso, sendo que apenas cinco países estiveram representados, para além de que o número de participantes no evento reduziu relativamente à anterior edição. São 46 cidades que se fizeram aos jogos, levando consigo um total de três mil participantes, entre atletas, dirigentes desportivos, municipais e adeptos. Os jogos de 2008 contaram com a presença de 67 cidades em representação dos países que participaram na finda edição incluindo a Zâmbia.

“O nosso objectivo é juntar todos os municípios da África Austral de modo que o intercâmbio não seja apenas a nível das gemelagens que são feitas individualmente entre as cidades de um determinado país e doutro. A ideia é avançar com mais números, com objectivo de promover mais amizade, troca de experiência e o desporto nas comunidades dos países da região”, frisou Lázaro Mbabamba, representante moçambicano no Comité Organizador dos Jogos.

Outra constatação que se fez é o facto de a África do Sul ser o país que mais cidades (equipas/atletas) tem trazido aos jogos, como foi novamente provado na edição que acaba de terminar. Os sul-africanos acabaram, em consequência disso, sendo os mais destacados pela quantidade de medalhas por si conquistadas, seguidos do Botswana, Namíbia e Suazilândia. Moçambique, representado pelo Município da Matola, não teve sequer uma medalha.

De salientar que a VII edição movimentou nove modalidades, designadamente futebol, voleibol, netboll, golfe, atletismo (maratona), lançamento de dardo, ténis de campo e de mesa e bilhares.

MOÇAMBIQUE CLAMA POR MAIOR PRESENÇA

Lázaro Mbambamba anotou que Moçambique é dos países com menor representatividade no evento, situação que deverá ser superada nas próximas edições, com o plano visando a integração de mais municípios do país.

O representante moçambicano no Comité Organizados dos Jogos, Lázaro Mbambamba, realçou, porém, que isso passará pela mobilização dos municípios para este evento e, depois, a sua organização para a promoção de actividades desportivas a nível local.

Salientou que será igualmente necessária a mobilização de meios, pois os encargos de participação são individuais, razão que aponta como tendo sido o maior obstáculo para a aderência de outros municípios nos jogos.

Moçambique aderiu a este evento no ano passado, com a sua participação nos jogos realizados na cidade sul-africana de Kimberley.

Antes, a participação neste tipo de eventos era feita de forma individual, com destaque para o Município da Matola, no âmbito da gemelagem que tem com as cidades de Mbabane, na Suazilândia, Mbomela e Nkomazi, na África do Sul.

VISITANTES REPUDIAM ESTADO DOS CAMPOS

As equipas visitantes não esconderam a sua satisfação pela hospitalidade oferecida pelos moçambicanos e segurança que se vive no país, concretamente nas cidades de Maputo e Matola, onde estiveram hospedados. Porém, manifestaram repúdio ao mau estado em que estão votados os recintos desportivos.

Mbambamba defende que os municípios devem apostar na construção de recintos desportivos próprios para acomodar os interesses locais, em particular, e do país, em geral, sendo que os clubes continuam a enfrentar limitações para a reabilitação das suas infra-estruturas. Segundo sua opinião, o associativismo nos clubes é tão fraco, daí que os clubes são reféns aos apoios das empresas.

Disse que devia seguir-se ao exemplo da África do Sul, onde as empresas são donas dos clubes, daí que são sustentáveis.

SALVADOR NHANTUMBO

publicado por Vaxko Zakarias às 11:04
 O que é? |  O que é? | favorito

A ORGANIZAÇÃO dos Jogos Municipais da África Austral recentemente terminada em Maputo pretende tornar o evento mais expressivo, o que passa por uma maior divulgação e abrangência de cidades dos países da região.

Jogos Municipais da África Austral
Este sentimento foi manifestado pelos representantes dos países (municípios) participantes, nomeadamente de Moçambique, África do Sul, Suazilândia, Botswana e Namíbia, após avaliar o seu grau de envolvimento nos jogos.

A organização constatou que maior número dos países da região e os respectivos municípios não participam no evento, lançado com o objectivo de promover o intercâmbio desportivo, o turismo e a amizade entre os municípios dos países da região.

Os VII Jogos foram exemplo disso, sendo que apenas cinco países estiveram representados, para além de que o número de participantes no evento reduziu relativamente à anterior edição. São 46 cidades que se fizeram aos jogos, levando consigo um total de três mil participantes, entre atletas, dirigentes desportivos, municipais e adeptos. Os jogos de 2008 contaram com a presença de 67 cidades em representação dos países que participaram na finda edição incluindo a Zâmbia.

“O nosso objectivo é juntar todos os municípios da África Austral de modo que o intercâmbio não seja apenas a nível das gemelagens que são feitas individualmente entre as cidades de um determinado país e doutro. A ideia é avançar com mais números, com objectivo de promover mais amizade, troca de experiência e o desporto nas comunidades dos países da região”, frisou Lázaro Mbabamba, representante moçambicano no Comité Organizador dos Jogos.

Outra constatação que se fez é o facto de a África do Sul ser o país que mais cidades (equipas/atletas) tem trazido aos jogos, como foi novamente provado na edição que acaba de terminar. Os sul-africanos acabaram, em consequência disso, sendo os mais destacados pela quantidade de medalhas por si conquistadas, seguidos do Botswana, Namíbia e Suazilândia. Moçambique, representado pelo Município da Matola, não teve sequer uma medalha.

De salientar que a VII edição movimentou nove modalidades, designadamente futebol, voleibol, netboll, golfe, atletismo (maratona), lançamento de dardo, ténis de campo e de mesa e bilhares.

MOÇAMBIQUE CLAMA POR MAIOR PRESENÇA

Lázaro Mbambamba anotou que Moçambique é dos países com menor representatividade no evento, situação que deverá ser superada nas próximas edições, com o plano visando a integração de mais municípios do país.

O representante moçambicano no Comité Organizados dos Jogos, Lázaro Mbambamba, realçou, porém, que isso passará pela mobilização dos municípios para este evento e, depois, a sua organização para a promoção de actividades desportivas a nível local.

Salientou que será igualmente necessária a mobilização de meios, pois os encargos de participação são individuais, razão que aponta como tendo sido o maior obstáculo para a aderência de outros municípios nos jogos.

Moçambique aderiu a este evento no ano passado, com a sua participação nos jogos realizados na cidade sul-africana de Kimberley.

Antes, a participação neste tipo de eventos era feita de forma individual, com destaque para o Município da Matola, no âmbito da gemelagem que tem com as cidades de Mbabane, na Suazilândia, Mbomela e Nkomazi, na África do Sul.

VISITANTES REPUDIAM ESTADO DOS CAMPOS

As equipas visitantes não esconderam a sua satisfação pela hospitalidade oferecida pelos moçambicanos e segurança que se vive no país, concretamente nas cidades de Maputo e Matola, onde estiveram hospedados. Porém, manifestaram repúdio ao mau estado em que estão votados os recintos desportivos.

Mbambamba defende que os municípios devem apostar na construção de recintos desportivos próprios para acomodar os interesses locais, em particular, e do país, em geral, sendo que os clubes continuam a enfrentar limitações para a reabilitação das suas infra-estruturas. Segundo sua opinião, o associativismo nos clubes é tão fraco, daí que os clubes são reféns aos apoios das empresas.

Disse que devia seguir-se ao exemplo da África do Sul, onde as empresas são donas dos clubes, daí que são sustentáveis.

SALVADOR NHANTUMBO

publicado por Vaxko Zakarias às 11:04
 O que é? |  O que é? | favorito

O MAXAQUENE teve que se esforçar para conquistar a sua segunda vitória no Campeonato de Andebol da Cidade de Maputo em seniores masculinos, mas acabou por ganhar ao 1º de Maio, por 23-20.

O DESPORTO vai de mal a pior na província de Gaza, principalmente na cidade de Xai-Xai, onde as modalidades de salão
Muitos anteviam que os “tricolores” iriam mais uma vez passear a sua classe, visto que pela frente tinham uma formação estreante. Mas contra todas as expectativas, os comandos de Michaque Fumo viram-se aflitos para bater os “alvi-rubros” que venderam cara a derrota. O 1º de Maio perdeu mas deixou um aviso à navegação dos que lutam para o título, nomeadamente Maxaquene e Costa do Sol.

Noutro desafio, Costa do Sol venceu Mahotas, por 33-25. Os “canarinhos” obtiveram a primeira vitória que acabou, ao contrário do que se previa, sendo fácil frente a um adversário que costuma dar muita boa conta de si. Na época passada, Mahotas derrotou Costa do Sol nesta mesma prova, ganha pelo Maxaquene.

Em femininos, o Matchedje venceu folgadamente a formação de Matolinhas, por 29-16. Com esta vitória, as “militares” consolidaram ainda mais a liderança com nove pontos mais seis que o Maxaquene que ficou de fora devido ao número ímpar de equipas.

As “tricolores” são as principais concorrentes das “militares” na disputa pelo título.

Em juniores masculinos e femininos a prova é liderada pelo Maxaquene e Matchedje, respectivamente.

Em juvenis masculinos e femininos é comandada pelo Maxaquene “B” e “A”.

publicado por Vaxko Zakarias às 10:56
 O que é? |  O que é? | favorito

O MAXAQUENE teve que se esforçar para conquistar a sua segunda vitória no Campeonato de Andebol da Cidade de Maputo em seniores masculinos, mas acabou por ganhar ao 1º de Maio, por 23-20.

O DESPORTO vai de mal a pior na província de Gaza, principalmente na cidade de Xai-Xai, onde as modalidades de salão
Muitos anteviam que os “tricolores” iriam mais uma vez passear a sua classe, visto que pela frente tinham uma formação estreante. Mas contra todas as expectativas, os comandos de Michaque Fumo viram-se aflitos para bater os “alvi-rubros” que venderam cara a derrota. O 1º de Maio perdeu mas deixou um aviso à navegação dos que lutam para o título, nomeadamente Maxaquene e Costa do Sol.

Noutro desafio, Costa do Sol venceu Mahotas, por 33-25. Os “canarinhos” obtiveram a primeira vitória que acabou, ao contrário do que se previa, sendo fácil frente a um adversário que costuma dar muita boa conta de si. Na época passada, Mahotas derrotou Costa do Sol nesta mesma prova, ganha pelo Maxaquene.

Em femininos, o Matchedje venceu folgadamente a formação de Matolinhas, por 29-16. Com esta vitória, as “militares” consolidaram ainda mais a liderança com nove pontos mais seis que o Maxaquene que ficou de fora devido ao número ímpar de equipas.

As “tricolores” são as principais concorrentes das “militares” na disputa pelo título.

Em juniores masculinos e femininos a prova é liderada pelo Maxaquene e Matchedje, respectivamente.

Em juvenis masculinos e femininos é comandada pelo Maxaquene “B” e “A”.

publicado por Vaxko Zakarias às 10:56
 O que é? |  O que é? | favorito

“NINGUÉM o quer assumir em Old Trafford, mas o United sente a falta de Ronaldo”, destacou o avançado argentino, em declarações à revista inglesa “Four Four Two”, considerando que a equipa de Alex Ferguson vai ter de suar mais pela conquista de pontos sem o seu antigo “talismã”.

Cristiano Ronaldo pode vir a tornar-se no reforço mais caro da história do Real Madrid
“Têm conseguido resultados favoráveis mas o Ronaldo é uma estrela e nota-se a sua ausência. Ferguson não pode negá-lo.

O vazio deixado por Ronaldo é enorme e muito difícil de preencher. Podem considerar o United favorito, mas vão ter que lutar muito mais do que pensam para conseguirem três pontos”, destacou ainda o jogador que deixou Old Trafford quase em simultâneo com o internacional português.

publicado por Vaxko Zakarias às 10:51
 O que é? |  O que é? | favorito

“NINGUÉM o quer assumir em Old Trafford, mas o United sente a falta de Ronaldo”, destacou o avançado argentino, em declarações à revista inglesa “Four Four Two”, considerando que a equipa de Alex Ferguson vai ter de suar mais pela conquista de pontos sem o seu antigo “talismã”.

Cristiano Ronaldo pode vir a tornar-se no reforço mais caro da história do Real Madrid
“Têm conseguido resultados favoráveis mas o Ronaldo é uma estrela e nota-se a sua ausência. Ferguson não pode negá-lo.

O vazio deixado por Ronaldo é enorme e muito difícil de preencher. Podem considerar o United favorito, mas vão ter que lutar muito mais do que pensam para conseguirem três pontos”, destacou ainda o jogador que deixou Old Trafford quase em simultâneo com o internacional português.

publicado por Vaxko Zakarias às 10:51
 O que é? |  O que é? | favorito

A CONFEDERAÇÃO Africana de Futebol (CAF) aumentou o valor dos prémios da Liga dos Campeões, passando o vencedor para um milhão e 500 mil dólares americanos, ou seja, 50 por cento a mais que o milhão de dólares concedidos anteriormente.

 Confederação Africana de Futebol ..
A segunda equipa vai receber um milhão de dólares, em vez de 750 mil, ao passo que as duas meia-finalistas terão cada uma 700 mil dólares, em vez de 427 mil.

A terceira formação de cada grupo beneficiará de 500 mil dólares contra 261 mil anteriores, enquanto a quarta vai dispor de 400 mil contra 190 mil anteriores.

O aumento dos prémios foi decidido graças à Orange, o novo patrocinador da competição e o gigante das telecomunicações mundiais, que substitui a MTN, outra companhia de telefonia móvel.

publicado por Vaxko Zakarias às 10:47
 O que é? |  O que é? | favorito

A CONFEDERAÇÃO Africana de Futebol (CAF) aumentou o valor dos prémios da Liga dos Campeões, passando o vencedor para um milhão e 500 mil dólares americanos, ou seja, 50 por cento a mais que o milhão de dólares concedidos anteriormente.

 Confederação Africana de Futebol ..
A segunda equipa vai receber um milhão de dólares, em vez de 750 mil, ao passo que as duas meia-finalistas terão cada uma 700 mil dólares, em vez de 427 mil.

A terceira formação de cada grupo beneficiará de 500 mil dólares contra 261 mil anteriores, enquanto a quarta vai dispor de 400 mil contra 190 mil anteriores.

O aumento dos prémios foi decidido graças à Orange, o novo patrocinador da competição e o gigante das telecomunicações mundiais, que substitui a MTN, outra companhia de telefonia móvel.

publicado por Vaxko Zakarias às 10:47
 O que é? |  O que é? | favorito
Setembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
18
19
20
21
25
26
27
subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO