Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Terça-feira, 22 DE Setembro 2009

O “Glorioso” está verdadeiramente em estado de grassa. O pretérito sábado foi um testemunho inequívoco desta realidade. A família “alvi-negra” inundou a cidade em festa, com motivos que nenhum outro clube tem neste momento.

Desportivo conquista título da cidade a nivel de Basquebol femenino
Ao importante triunfo (2-1) sobre a HCB de Songo, no campo do 1º de Maio, que permitiu à sua equipa de futebol solidificar a liderança do Moçambola-2009, juntou-se a meritória e brilhante conquista do Campeonato de Basquetebol Feminino da capital do país, mercê da vitória sobre o rival Ferroviário pela marca de 89-72, numa partida em que a supremacia da formação treinada por Nazir Salé não esteve em causa.

Aliás, nesta final à melhor de três o Desportivo interpretou fielmente o provérbio segundo o qual “o último a ri, ri melhor”, e, neste caso, o melhor a rir foi a águia, que entrou para o “play-off” a perder por uma diferença que deu a sensação de que havia deitado tudo pelos ares.

Mas puro engano! Isto porque, nos desafios subsequentes, nomeadamente na quinta-feira e no tira-teimas de sábado, no pavilhão do Estrela Vermelha, trouxe à superfície um andamento claramente superior ao do adversário, vincando que, de facto, do ponto de vista de trabalho, sobretudo na componente física, as “alvi-negras” levam uma vantagem muito grande.

Com uma equipa onde é evidente a harmoniosa mescla entre atletas já com uma profunda bagagem de experiência, casos de Ondina Nhampossa, Nádia Rodrigues, Valerdinha Manhonga e Anabela Cossa – esta última no ponto intermédio – e outras a conhecer uma ascensão meteórica, apesar de poucos anos na alta roda da nossa bola-ao-cesto, referimo-nos a Kátia Halar e Odélia Mafanela, para além da magnífica debutante Aleia, o Desportivo tem sido o exemplo mais flagrante da perfeição, fruto da perseverança e árduo trabalho levado a cabo pelo seu treinador, que constantemente procura a auto-superação.

RITMO DIFERENTE

Na grande final de sábado, o Ferroviário teve o mérito de se bater com denodo até às últimas consequências, no entanto, a maior diferença entre as artistas esteve no capítulo físico, facto, aliás, reconhecido pelo próprio técnico Carlos Aik. Jogadoras renomadas como Deolinda Gimo, Zinóbia Machanguana, Janete Monteiro, Nika Gemo, Ruth Muianga, era suposto que não dessem o braço a torcer de ânimo leve, mas, face ao virtuosismo das “alvi-negras” e sobretudo a uma excelente capacidade de manutenção do mesmo ritmo de jogo, acabaram, definitivamente, por tirar o chapéu e fazer vénia às novas rainhas do basquetebol citadino.

Do ponto de vista competitivo, as “locomotivas” procuraram se igualar às adversárias e não permitir uma diferença vistosa. Este facto foi evidente no primeiro período de 12 minutos, que terminou com o seu triunfo por um ponto (29-28). Este resultado, naturalmente, satisfazia os interesses do Ferroviário, uma vez que pretendia sustentar o jogo sempre ligado ao Desportivo.

Todavia, quando se esperava pelo seu “disparo” no segundo período, eis que cede à mortífera pressão exercida pelas pupilas de Nazir Salé, passando a controlar de facto os acontecimentos e atingir o intervalo a ganhar por 47-39.

A decisiva etapa da contenda mostrou-nos o seguinte: um Ferroviário incapaz fisicamente, contrastando com a frescura demonstrada pelo Desportivo, com particular realce para Kátia e Aleia, duas unidades que desequilibraram por completo o jogo e levaram a sua equipa à vitória final e consequente conquista do título. O terceiro período registava 70-58 e o quarto (resultado final) 89-70, premiando o melhor time em campo e, acima de tudo, no conjunto das três partidas.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:40
 O que é? |  O que é? | favorito

O “Glorioso” está verdadeiramente em estado de grassa. O pretérito sábado foi um testemunho inequívoco desta realidade. A família “alvi-negra” inundou a cidade em festa, com motivos que nenhum outro clube tem neste momento.

Desportivo conquista título da cidade a nivel de Basquebol femenino
Ao importante triunfo (2-1) sobre a HCB de Songo, no campo do 1º de Maio, que permitiu à sua equipa de futebol solidificar a liderança do Moçambola-2009, juntou-se a meritória e brilhante conquista do Campeonato de Basquetebol Feminino da capital do país, mercê da vitória sobre o rival Ferroviário pela marca de 89-72, numa partida em que a supremacia da formação treinada por Nazir Salé não esteve em causa.

Aliás, nesta final à melhor de três o Desportivo interpretou fielmente o provérbio segundo o qual “o último a ri, ri melhor”, e, neste caso, o melhor a rir foi a águia, que entrou para o “play-off” a perder por uma diferença que deu a sensação de que havia deitado tudo pelos ares.

Mas puro engano! Isto porque, nos desafios subsequentes, nomeadamente na quinta-feira e no tira-teimas de sábado, no pavilhão do Estrela Vermelha, trouxe à superfície um andamento claramente superior ao do adversário, vincando que, de facto, do ponto de vista de trabalho, sobretudo na componente física, as “alvi-negras” levam uma vantagem muito grande.

Com uma equipa onde é evidente a harmoniosa mescla entre atletas já com uma profunda bagagem de experiência, casos de Ondina Nhampossa, Nádia Rodrigues, Valerdinha Manhonga e Anabela Cossa – esta última no ponto intermédio – e outras a conhecer uma ascensão meteórica, apesar de poucos anos na alta roda da nossa bola-ao-cesto, referimo-nos a Kátia Halar e Odélia Mafanela, para além da magnífica debutante Aleia, o Desportivo tem sido o exemplo mais flagrante da perfeição, fruto da perseverança e árduo trabalho levado a cabo pelo seu treinador, que constantemente procura a auto-superação.

RITMO DIFERENTE

Na grande final de sábado, o Ferroviário teve o mérito de se bater com denodo até às últimas consequências, no entanto, a maior diferença entre as artistas esteve no capítulo físico, facto, aliás, reconhecido pelo próprio técnico Carlos Aik. Jogadoras renomadas como Deolinda Gimo, Zinóbia Machanguana, Janete Monteiro, Nika Gemo, Ruth Muianga, era suposto que não dessem o braço a torcer de ânimo leve, mas, face ao virtuosismo das “alvi-negras” e sobretudo a uma excelente capacidade de manutenção do mesmo ritmo de jogo, acabaram, definitivamente, por tirar o chapéu e fazer vénia às novas rainhas do basquetebol citadino.

Do ponto de vista competitivo, as “locomotivas” procuraram se igualar às adversárias e não permitir uma diferença vistosa. Este facto foi evidente no primeiro período de 12 minutos, que terminou com o seu triunfo por um ponto (29-28). Este resultado, naturalmente, satisfazia os interesses do Ferroviário, uma vez que pretendia sustentar o jogo sempre ligado ao Desportivo.

Todavia, quando se esperava pelo seu “disparo” no segundo período, eis que cede à mortífera pressão exercida pelas pupilas de Nazir Salé, passando a controlar de facto os acontecimentos e atingir o intervalo a ganhar por 47-39.

A decisiva etapa da contenda mostrou-nos o seguinte: um Ferroviário incapaz fisicamente, contrastando com a frescura demonstrada pelo Desportivo, com particular realce para Kátia e Aleia, duas unidades que desequilibraram por completo o jogo e levaram a sua equipa à vitória final e consequente conquista do título. O terceiro período registava 70-58 e o quarto (resultado final) 89-70, premiando o melhor time em campo e, acima de tudo, no conjunto das três partidas.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:40
 O que é? |  O que é? | favorito

O Ferroviário da Beira ganhou vantagem e está agora empatado (11) em pontos com Maxaquene e Desportivo na Liga Nacional de Basquetebol Vodacom.

Imagem Corporativa da liga vodacom
Com uma partida a mais, referente à sétima jornada – última da primeira volta –, os “locomotivas” do Chiveve saíram vitoriosos no confronto local com o Desportivo pela marca de 100-64, números que não deixam quaisquer dúvidas em relação ao seu domínio durante os 48 minutos da contenda.

Recorde-se que os outros três jogos da ronda foram adiados para 2 de Outubro, em virtude de estar a decorrer, em Maputo, o Afrobásquete de Sub-16. Trata-se dos embates Maxaquene-Costa do Sol, Real Sociedade-Benfica de Quelimane e Ferroviário-Desportivo.

Neste momento a classificação é a seguinte:

J V D BOLAS P

FER. MAPUTO 6 6 0 557-396 12

Maxaquene 6 5 1 520-381 11

Desp. Maputo 6 5 1 542-429 11

Fer. Beira 7 4 3 648-560 11

Costa do Sol 6 3 3 530-472 09

Desp. Beira 7 2 5 439-665 08

Real Sociedade 6 0 6 414-584 06

Benfica 6 0 6 380-541 06

publicado por Vaxko Zakarias às 12:31
 O que é? |  O que é? | favorito

O Ferroviário da Beira ganhou vantagem e está agora empatado (11) em pontos com Maxaquene e Desportivo na Liga Nacional de Basquetebol Vodacom.

Imagem Corporativa da liga vodacom
Com uma partida a mais, referente à sétima jornada – última da primeira volta –, os “locomotivas” do Chiveve saíram vitoriosos no confronto local com o Desportivo pela marca de 100-64, números que não deixam quaisquer dúvidas em relação ao seu domínio durante os 48 minutos da contenda.

Recorde-se que os outros três jogos da ronda foram adiados para 2 de Outubro, em virtude de estar a decorrer, em Maputo, o Afrobásquete de Sub-16. Trata-se dos embates Maxaquene-Costa do Sol, Real Sociedade-Benfica de Quelimane e Ferroviário-Desportivo.

Neste momento a classificação é a seguinte:

J V D BOLAS P

FER. MAPUTO 6 6 0 557-396 12

Maxaquene 6 5 1 520-381 11

Desp. Maputo 6 5 1 542-429 11

Fer. Beira 7 4 3 648-560 11

Costa do Sol 6 3 3 530-472 09

Desp. Beira 7 2 5 439-665 08

Real Sociedade 6 0 6 414-584 06

Benfica 6 0 6 380-541 06

publicado por Vaxko Zakarias às 12:31
 O que é? |  O que é? | favorito

A SELECÇÃO Nacional discute esta noite, frente ao Egipto, a partir das 20.00 horas, no pavilhão do Maxaquene, a sua transição para as meias-finais do Grupo “A” do Afrobásquete de Sub-16.

A garantia da qualificação depende apenas do triunfo, uma vez que as duas formações se encontrarem empatadas, com três pontos, mercê de vitória diante da modesta África do Sul e de derrota frente ao poderoso Mali, que já está na etapa seguinte na qualidade de primeiro classificado do grupo.

A turma moçambicana estreou-se, sexta-feira, com um triunfo bastante suado perante os sul-africanos, por 54-50 – quatro pontos que elucidam perfeitamente o grau de dificuldades experimentadas pelos pupilos de Miguel Guambe, que até chegaram a consentir uma passagem à dianteira por parte dos adversários. Na segunda jornada, domingo a nossa selecção foi impotente face aos malianos, que a par dos nigerianos, no outro grupo, são os melhores times da prova, perdendo pela pesada marca de 46-82.

Hoje, derradeiro dia da primeira fase, para além do Moçambique-Egipto, às 20.00 horas, terão lugar os embates Angola-Guiné, às 14.00; Mali-África do Sul (16.00) e Nigéria-Argélia (18.00).

Os resultados verificados até aqui são os seguintes:

GRUPO “A”

1ª jornada – Egipto, 59-Mali, 71; Moçambique, 54-África do Sul, 50

2ª jornada – África do Sul, 44-Egipto, 111; Mali, 82-Moçambique, 46

Classificação: Mali quatro pontos, Egipto e Moçambique três e África do Sul dois.

GRUPO “B”

1ª jornada – RC Africana, 34-Argélia, 85; Angola, 50-Nigéria, 57

2ª jornada – Guiné, 61-Nigéria, 68; RC Africana, 54-Angola, 95

3ª jornada – Guiné, 85-RC Africana, 36; Argélia, 58-Angola, 51

4ª jornada – Nigéria, 89-RC Africana, 71; Argélia-Guiné (ainda decorria até ao fecho desta edição

Classificação: Nigéria seis pontos, Argélia, Angola e RC Africana quatro e Guiné três.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:28
 O que é? |  O que é? | favorito

A SELECÇÃO Nacional discute esta noite, frente ao Egipto, a partir das 20.00 horas, no pavilhão do Maxaquene, a sua transição para as meias-finais do Grupo “A” do Afrobásquete de Sub-16.

A garantia da qualificação depende apenas do triunfo, uma vez que as duas formações se encontrarem empatadas, com três pontos, mercê de vitória diante da modesta África do Sul e de derrota frente ao poderoso Mali, que já está na etapa seguinte na qualidade de primeiro classificado do grupo.

A turma moçambicana estreou-se, sexta-feira, com um triunfo bastante suado perante os sul-africanos, por 54-50 – quatro pontos que elucidam perfeitamente o grau de dificuldades experimentadas pelos pupilos de Miguel Guambe, que até chegaram a consentir uma passagem à dianteira por parte dos adversários. Na segunda jornada, domingo a nossa selecção foi impotente face aos malianos, que a par dos nigerianos, no outro grupo, são os melhores times da prova, perdendo pela pesada marca de 46-82.

Hoje, derradeiro dia da primeira fase, para além do Moçambique-Egipto, às 20.00 horas, terão lugar os embates Angola-Guiné, às 14.00; Mali-África do Sul (16.00) e Nigéria-Argélia (18.00).

Os resultados verificados até aqui são os seguintes:

GRUPO “A”

1ª jornada – Egipto, 59-Mali, 71; Moçambique, 54-África do Sul, 50

2ª jornada – África do Sul, 44-Egipto, 111; Mali, 82-Moçambique, 46

Classificação: Mali quatro pontos, Egipto e Moçambique três e África do Sul dois.

GRUPO “B”

1ª jornada – RC Africana, 34-Argélia, 85; Angola, 50-Nigéria, 57

2ª jornada – Guiné, 61-Nigéria, 68; RC Africana, 54-Angola, 95

3ª jornada – Guiné, 85-RC Africana, 36; Argélia, 58-Angola, 51

4ª jornada – Nigéria, 89-RC Africana, 71; Argélia-Guiné (ainda decorria até ao fecho desta edição

Classificação: Nigéria seis pontos, Argélia, Angola e RC Africana quatro e Guiné três.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:28
 O que é? |  O que é? | favorito

À SEMELHANÇA do que sucederá nas eliminatórias rumo ao CAN-Interno Sudão-2011, os “Mambas” defrontam o Malawi nos quartos-de-final da Taça Cosafa, em partida marcada para o dia 25 do próximo mês, na cidade de Harare.

Treino dos Mambas de preparação para o jogo com o Quenia
Face à sua posição no “ranking” da FIFA, os dois conjuntos foram isentos da fase de grupos desta competição futebolística da região austral do continente, a decorrer no Zimbabwe de 17 de Outubro a 1 de Novembro.

O calendário dos quartos-de-final compreende ainda os embates África do Sul-Angola, Namíbia-Zâmbia e os vencedores dos dois grupos da fase preliminar. Nas meias-finais, o vencedor do desafio entre Moçambique e Malawi enfrentará o apurado do frente-a-frente entre namibianos e zambianos, a 29 de Outubro.

Em relação aos grupos, a sua constituição é a seguinte: “A” – Zimbabwe, Tanzania, Maurícias e Lesotho; “B” – Suazilândia, Comores, Seychelles e Botswana.

Recorde-se que o actual detentor da Taça Cosafa é a África do Sul.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:22
 O que é? |  O que é? | favorito

À SEMELHANÇA do que sucederá nas eliminatórias rumo ao CAN-Interno Sudão-2011, os “Mambas” defrontam o Malawi nos quartos-de-final da Taça Cosafa, em partida marcada para o dia 25 do próximo mês, na cidade de Harare.

Treino dos Mambas de preparação para o jogo com o Quenia
Face à sua posição no “ranking” da FIFA, os dois conjuntos foram isentos da fase de grupos desta competição futebolística da região austral do continente, a decorrer no Zimbabwe de 17 de Outubro a 1 de Novembro.

O calendário dos quartos-de-final compreende ainda os embates África do Sul-Angola, Namíbia-Zâmbia e os vencedores dos dois grupos da fase preliminar. Nas meias-finais, o vencedor do desafio entre Moçambique e Malawi enfrentará o apurado do frente-a-frente entre namibianos e zambianos, a 29 de Outubro.

Em relação aos grupos, a sua constituição é a seguinte: “A” – Zimbabwe, Tanzania, Maurícias e Lesotho; “B” – Suazilândia, Comores, Seychelles e Botswana.

Recorde-se que o actual detentor da Taça Cosafa é a África do Sul.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:22
 O que é? |  O que é? | favorito

A ACADÉMICA conquistou no último sábado o Campeonato de Futebol da Cidade de Maputo ao vencer o 1º de Maio por 2-0, em partida da 17ª e penúltima jornada.

A ACADÉMICA, despromovida do último Moçambola
Assim, os “estudantes” arrumaram com questão do título quando falta um jornada para o final da prova, visto que com este triunfo ficaram com 39 pontos, mais quatro que o Mahafil e seis que o 1º de Maio, e por isso já não podem se alcançado na liderança.

A Académica ganhou direito a disputar a “poule” de acesso ao Moçambola 2010. Para regressarem à mais importante prova futebolística do país, os “estudantes” mediação forças com o Clube da Manhiça e Chibuto FC, campeões das províncias de Maputo e Gaza, respectivamente. Ainda falta apurar o representante da província de Inhambane, sendo que o Vilankulos está bem lançado para conquistar garantir presença na* “poule”.

Quem aproveitou o do “desaire” do 1º de Maio foi o Mahafil que após o triunfo sobre o Cape-Cape, por 1-0, ascendeu ao segundo lugar.

O Estrela Vermelha, que em princípio era tido com um dos potenciais candidatos a conquistar o título está a fazer um final de campeonato excelente. É que depois de ter passado mais de metade muitos furos abaixo seu real valor, já não perde a cinco jogos e nesta ronda obteve a vitória mais desnivelada da ronda sobre o União FC, por 4-0.

Noutros embates entre equipas que lutam para fugir aos últimos lugares, as Águias Especiais venceram o Beira-Mar por 2-1, enquanto o Zixaxa e Nova Aliança empataram a uma bola.

CONSAGRAÇÃO ADIADA EM INHAMBANE

O Vilakulo FC viu adiada a sua consagração como campeão da província de Inhambane ao perder com o Ferroviário de Inhambane, por 0-1, em partida da 11º jornada.

O Vilankulo FC soma 43 pontos mais três que os “locomotivas”, que ainda sonham com o título, quando faltam duas jornadas para o final.

O Centro Juvenil venceu o Nova Aliança da Maxixe por 3-0, enquanto a Massinga FC ganhou sem jogar por desistência da Liga Muçulmana. O mesmo cenário assistiu-se no encontro entre Temusa Costa do Sol da Massinga e Arsenal de Chicuque com a primeira equipa a ganhar por falta de comparência. O Palmeiras de Chilacua por sua vez, consolidou a terceira posição ao venceu o Vitoria de Guinjanta, por 3-0.

A ponta final do “provincial” **de Inhambane continua a ser caracterizada por faltas de comparência e desistências. A Liga Muçulmana da Maxixe retirou-se semana passada devido a motivos financeiros.

Na jornada anterior, o jogo entre o Nova Aliança da Maxixe e Ferroviário de Inhambane, dois tradicionais do futebol em Inhambane, por falta de dinheiro para pagar os árbitros. A equipa de arbitragem apitou a primeira não voltou para a segunda metade porque o Nova Aliança da Maxixe, que jogava em casa, não dispunha o valor necessário para pagar os árbitros. Sublinhe-se, que a formação da Maxixe vem acumulando dívidas com os árbitros desde ano passado Quem saiu a ganhar foi o Ferroviário de Inhambane que venceu, por 3-0 na primeira parte.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:15
 O que é? |  O que é? | favorito

A ACADÉMICA conquistou no último sábado o Campeonato de Futebol da Cidade de Maputo ao vencer o 1º de Maio por 2-0, em partida da 17ª e penúltima jornada.

A ACADÉMICA, despromovida do último Moçambola
Assim, os “estudantes” arrumaram com questão do título quando falta um jornada para o final da prova, visto que com este triunfo ficaram com 39 pontos, mais quatro que o Mahafil e seis que o 1º de Maio, e por isso já não podem se alcançado na liderança.

A Académica ganhou direito a disputar a “poule” de acesso ao Moçambola 2010. Para regressarem à mais importante prova futebolística do país, os “estudantes” mediação forças com o Clube da Manhiça e Chibuto FC, campeões das províncias de Maputo e Gaza, respectivamente. Ainda falta apurar o representante da província de Inhambane, sendo que o Vilankulos está bem lançado para conquistar garantir presença na* “poule”.

Quem aproveitou o do “desaire” do 1º de Maio foi o Mahafil que após o triunfo sobre o Cape-Cape, por 1-0, ascendeu ao segundo lugar.

O Estrela Vermelha, que em princípio era tido com um dos potenciais candidatos a conquistar o título está a fazer um final de campeonato excelente. É que depois de ter passado mais de metade muitos furos abaixo seu real valor, já não perde a cinco jogos e nesta ronda obteve a vitória mais desnivelada da ronda sobre o União FC, por 4-0.

Noutros embates entre equipas que lutam para fugir aos últimos lugares, as Águias Especiais venceram o Beira-Mar por 2-1, enquanto o Zixaxa e Nova Aliança empataram a uma bola.

CONSAGRAÇÃO ADIADA EM INHAMBANE

O Vilakulo FC viu adiada a sua consagração como campeão da província de Inhambane ao perder com o Ferroviário de Inhambane, por 0-1, em partida da 11º jornada.

O Vilankulo FC soma 43 pontos mais três que os “locomotivas”, que ainda sonham com o título, quando faltam duas jornadas para o final.

O Centro Juvenil venceu o Nova Aliança da Maxixe por 3-0, enquanto a Massinga FC ganhou sem jogar por desistência da Liga Muçulmana. O mesmo cenário assistiu-se no encontro entre Temusa Costa do Sol da Massinga e Arsenal de Chicuque com a primeira equipa a ganhar por falta de comparência. O Palmeiras de Chilacua por sua vez, consolidou a terceira posição ao venceu o Vitoria de Guinjanta, por 3-0.

A ponta final do “provincial” **de Inhambane continua a ser caracterizada por faltas de comparência e desistências. A Liga Muçulmana da Maxixe retirou-se semana passada devido a motivos financeiros.

Na jornada anterior, o jogo entre o Nova Aliança da Maxixe e Ferroviário de Inhambane, dois tradicionais do futebol em Inhambane, por falta de dinheiro para pagar os árbitros. A equipa de arbitragem apitou a primeira não voltou para a segunda metade porque o Nova Aliança da Maxixe, que jogava em casa, não dispunha o valor necessário para pagar os árbitros. Sublinhe-se, que a formação da Maxixe vem acumulando dívidas com os árbitros desde ano passado Quem saiu a ganhar foi o Ferroviário de Inhambane que venceu, por 3-0 na primeira parte.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:15
 O que é? |  O que é? | favorito

CONNOR Hughes, que domina a classe Max Challenge no Campeonato de Karts mcel da Cidade de Maputo, está próximo de carimbar o passaporte para o “Mundial” do Egipto, no próximo mês, cabendo-lhe para isso manter o ciclo vitorioso que vem registando na prova, que está a três jornadas do fim.

Connor Hughes na categoria dos Max Challenge, cimentou a liderança agora com 217 pontos
Connor Hughes conseguiu novamente obter a melhor prestação entre os moçambicanos que se fizeram à classe Max Challenge no torneio “Triangular Series”, realizado no domingo na cidade sul-africana de Pretória, nomeadamente Mauro Costa e Bruno Campos.

O líder dos Max Challenge ficou em 13º lugar num grupo de 24 concorrentes, enquanto Mauro Costa e Bruno Campos não foram para além de 18ª e 20ª posições, respectivamente.

Com este desfecho, Hughes tem de se manter firme na liderança do campeonato, o qual lidera com 260 pontos, contra 224 de Bruno Campos, visto que para o “Mundial” de Egipto será apurado o piloto que obtiver melhor pontuação na soma das duas provas. Ou seja os pontos do campeonato e do “Triangular Séries”. Sendo assim, Connor Hughes está neste momento à frente nas contas, enquanto Mauro Costa não tem hipóteses já que não participa no campeonato.

Connor Hughes deu um passo na disputa do apuramento para o “Mundial” ao conseguir o melhor tempo nos treinos cronometrados entre os pilotos nacionais participantes na primeira prova, realizada em Agosto passado, no Circuito de Idube, em Durban.

O piloto moçambicano terá, deste modo, como principal adversário Bruno Campos, que é igualmente seu maior rival no campeonato, como segundo classificado.

Para além destes pilotos, participaram na prova Megan Prinsloo e Benjamin Heineke, os mais destacados na classe Júnior Max do campeonato, ou por outra, principais concorrentes ao título da categoria.

Megan Prinsloo, que lidera a classe com uma vantagem não muito confortável em relação a Benjamin Heineke, ficou em 14º lugar, num grupo de 19 pilotos, enquanto o seu rival posicionava-se em 15º. Porém, esta categoria não concorre para o “Mundial”, estando ambos apenas à busca de lugares que lhes possam assegurar a premiação no torneio.

Por seu turno, o piloto Renier Pienaar, da classe GP Júnior, teve a pior prestação. Ficou em 13º lugar, numa grelha de 14 concorrentes.

De salientar que o “Triangular Séries” vai movimentar três provas e a próxima será em Dezembro, em Maputo, que decidirá quem serão os vencedores das três classes em disputa.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:07
 O que é? |  O que é? | favorito

CONNOR Hughes, que domina a classe Max Challenge no Campeonato de Karts mcel da Cidade de Maputo, está próximo de carimbar o passaporte para o “Mundial” do Egipto, no próximo mês, cabendo-lhe para isso manter o ciclo vitorioso que vem registando na prova, que está a três jornadas do fim.

Connor Hughes na categoria dos Max Challenge, cimentou a liderança agora com 217 pontos
Connor Hughes conseguiu novamente obter a melhor prestação entre os moçambicanos que se fizeram à classe Max Challenge no torneio “Triangular Series”, realizado no domingo na cidade sul-africana de Pretória, nomeadamente Mauro Costa e Bruno Campos.

O líder dos Max Challenge ficou em 13º lugar num grupo de 24 concorrentes, enquanto Mauro Costa e Bruno Campos não foram para além de 18ª e 20ª posições, respectivamente.

Com este desfecho, Hughes tem de se manter firme na liderança do campeonato, o qual lidera com 260 pontos, contra 224 de Bruno Campos, visto que para o “Mundial” de Egipto será apurado o piloto que obtiver melhor pontuação na soma das duas provas. Ou seja os pontos do campeonato e do “Triangular Séries”. Sendo assim, Connor Hughes está neste momento à frente nas contas, enquanto Mauro Costa não tem hipóteses já que não participa no campeonato.

Connor Hughes deu um passo na disputa do apuramento para o “Mundial” ao conseguir o melhor tempo nos treinos cronometrados entre os pilotos nacionais participantes na primeira prova, realizada em Agosto passado, no Circuito de Idube, em Durban.

O piloto moçambicano terá, deste modo, como principal adversário Bruno Campos, que é igualmente seu maior rival no campeonato, como segundo classificado.

Para além destes pilotos, participaram na prova Megan Prinsloo e Benjamin Heineke, os mais destacados na classe Júnior Max do campeonato, ou por outra, principais concorrentes ao título da categoria.

Megan Prinsloo, que lidera a classe com uma vantagem não muito confortável em relação a Benjamin Heineke, ficou em 14º lugar, num grupo de 19 pilotos, enquanto o seu rival posicionava-se em 15º. Porém, esta categoria não concorre para o “Mundial”, estando ambos apenas à busca de lugares que lhes possam assegurar a premiação no torneio.

Por seu turno, o piloto Renier Pienaar, da classe GP Júnior, teve a pior prestação. Ficou em 13º lugar, numa grelha de 14 concorrentes.

De salientar que o “Triangular Séries” vai movimentar três provas e a próxima será em Dezembro, em Maputo, que decidirá quem serão os vencedores das três classes em disputa.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:07
 O que é? |  O que é? | favorito

SOB o lema “Com os Ideais de Mondlane o Desporto faz a Diferença”, decorre desde sábado, prolongando-se até ao dia 27, em todo o país, a Semana Nacional do Desporto (SND).

Dr. Eduardo Chivambo Mondlane, Arquitecto da Unidade Nacional.
Trata-se, segundo um comunicado do Ministério da Juventude e Desportos, de uma ocasião em que se pretende, por um lado, que os actores do desporto, e cada cidadão, no geral, façam uma reflexão séria e objectiva sobre o contributo que prestam no processo de desenvolvimento do desporto no país; e, por outro, se abram espaços para que nas cidades, vilas e fundamentalmente nas comunidades o desporto seja realmente um veículo para a promoção e exaltação dos ideais do Dr. Eduardo Chivambo Mondlane, Arquitecto da Unidade Nacional.

Em cada província estão programadas diversas actividades desportivas, com particular realce para a massificação e realização de jogos tradicionais, ginástica, mini-olimpíadas, léguas e debates sobre o estágio actual do desporto moçambicano. Inhaca, pela cidade de Maputo, e Ressano Garcia, pela província, serão os epicentros das comemorações, no próximo fim-de-semana.

Para o Ministério da Juventude e Desportos, a semana, este ano, ocorre num momento em que “todos nós ainda guardamos as reminiscências da magnífica tarde de 6 de Setembro, no Estádio da Machava, em que os “Mambas” defrontaram e venceram o Quénia, reavivando as esperanças de todo um povo se ver representado nas grandes competições futebolísticas internacionais que marcarão o ano de 2010”.

Igualmente, acontece numa altura em que o país se prepara para organizar os X Jogos Africanos Maputo-2011, um evento que deverá servir para alavancar o nosso desporto, quer do ponto de vista de infra-estruturas quer de resultados competitivos que sirvam de exemplo para futuros praticantes.

“Através da realização de uma série de actividades competitivas e lúdicas, pretende-se que a semana seja uma ocasião para pensarmos no investimento nos talentos que pelo país fora abundam, para que amanhã possamos colher mais alegrias e que as conquistas se multipliquem”, lê-se no comunicado.

Referindo-se, especificamente, ao lema “Com os Ideais de Mondlane o Desporto faz a Diferença”, o MJD diz que constitui “não somente uma vénia dos desportistas ao Arquitecto da Unidade Nacional, no ano particularmente a ele dedicado, como também um convite aos jovens desportistas para que em todas as frentes e em todas as competições se inspirem nos ideais do Dr. Eduardo Chivambo Mondlane na busca da vitória e da sua própria auto-superação”.

Apelando a todos os moçambicanos a envolverem-se, sob diversas formas, nas actividades desta semana, o ministério apela, paralelamente, a todos os desportistas para que afluam em massa às urnas, no próximo dia 28 de Outubro, “contribuindo com a sua quota-parte para que as eleições gerais sejam um verdadeiro êxito”.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:50
 O que é? |  O que é? | favorito

SOB o lema “Com os Ideais de Mondlane o Desporto faz a Diferença”, decorre desde sábado, prolongando-se até ao dia 27, em todo o país, a Semana Nacional do Desporto (SND).

Dr. Eduardo Chivambo Mondlane, Arquitecto da Unidade Nacional.
Trata-se, segundo um comunicado do Ministério da Juventude e Desportos, de uma ocasião em que se pretende, por um lado, que os actores do desporto, e cada cidadão, no geral, façam uma reflexão séria e objectiva sobre o contributo que prestam no processo de desenvolvimento do desporto no país; e, por outro, se abram espaços para que nas cidades, vilas e fundamentalmente nas comunidades o desporto seja realmente um veículo para a promoção e exaltação dos ideais do Dr. Eduardo Chivambo Mondlane, Arquitecto da Unidade Nacional.

Em cada província estão programadas diversas actividades desportivas, com particular realce para a massificação e realização de jogos tradicionais, ginástica, mini-olimpíadas, léguas e debates sobre o estágio actual do desporto moçambicano. Inhaca, pela cidade de Maputo, e Ressano Garcia, pela província, serão os epicentros das comemorações, no próximo fim-de-semana.

Para o Ministério da Juventude e Desportos, a semana, este ano, ocorre num momento em que “todos nós ainda guardamos as reminiscências da magnífica tarde de 6 de Setembro, no Estádio da Machava, em que os “Mambas” defrontaram e venceram o Quénia, reavivando as esperanças de todo um povo se ver representado nas grandes competições futebolísticas internacionais que marcarão o ano de 2010”.

Igualmente, acontece numa altura em que o país se prepara para organizar os X Jogos Africanos Maputo-2011, um evento que deverá servir para alavancar o nosso desporto, quer do ponto de vista de infra-estruturas quer de resultados competitivos que sirvam de exemplo para futuros praticantes.

“Através da realização de uma série de actividades competitivas e lúdicas, pretende-se que a semana seja uma ocasião para pensarmos no investimento nos talentos que pelo país fora abundam, para que amanhã possamos colher mais alegrias e que as conquistas se multipliquem”, lê-se no comunicado.

Referindo-se, especificamente, ao lema “Com os Ideais de Mondlane o Desporto faz a Diferença”, o MJD diz que constitui “não somente uma vénia dos desportistas ao Arquitecto da Unidade Nacional, no ano particularmente a ele dedicado, como também um convite aos jovens desportistas para que em todas as frentes e em todas as competições se inspirem nos ideais do Dr. Eduardo Chivambo Mondlane na busca da vitória e da sua própria auto-superação”.

Apelando a todos os moçambicanos a envolverem-se, sob diversas formas, nas actividades desta semana, o ministério apela, paralelamente, a todos os desportistas para que afluam em massa às urnas, no próximo dia 28 de Outubro, “contribuindo com a sua quota-parte para que as eleições gerais sejam um verdadeiro êxito”.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:50
 O que é? |  O que é? | favorito

AS duplas Délcio e Augusto, em federados masculinos, e Amélia e Rezia, em femininos, venceram no último domingo mais uma etapa do Torneio de Vólei de Praia denominado Tintas CIN, ao baterem na final Litos e Macamo e Guigui e Constância, respectivamente.

Luta renhida no último domingo (Sérgio Costa)
A prova teve lugar na praia da Costa do Sol, zona da Miramar, e contou com uma boa assistência.

Nyttu e Abílio ficaram em terceiro em masculinos, enquanto Sátira e Joaquina alcançaram o mesmo posto, em femininos.

Na vertente escolar, a Força do Povo e Solidariedade venceram em masculinos e femininos, respectivamente.

Na classe recreativa, a Massaniqueira foi a grande vencedora.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:34
 O que é? |  O que é? | favorito

AS duplas Délcio e Augusto, em federados masculinos, e Amélia e Rezia, em femininos, venceram no último domingo mais uma etapa do Torneio de Vólei de Praia denominado Tintas CIN, ao baterem na final Litos e Macamo e Guigui e Constância, respectivamente.

Luta renhida no último domingo (Sérgio Costa)
A prova teve lugar na praia da Costa do Sol, zona da Miramar, e contou com uma boa assistência.

Nyttu e Abílio ficaram em terceiro em masculinos, enquanto Sátira e Joaquina alcançaram o mesmo posto, em femininos.

Na vertente escolar, a Força do Povo e Solidariedade venceram em masculinos e femininos, respectivamente.

Na classe recreativa, a Massaniqueira foi a grande vencedora.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:34
 O que é? |  O que é? | favorito

NA ausência de Usain Bolt, de férias na Jamaica, o velocista norte-americano Tyson Gay conseguiu domingo no “Meeting” de Atletismo de Xangai o segundo melhor tempo da história nos 100 metros, ao correr a distância em 9.69 segundos.

O NORTE-AMERICANO Tyson Gay
Gay superou o jamaicano Asafa Powell (9.85) e o também norte-americano Darvis Patton (9.89).

O recorde mundial, estabelecido por Bolt em Agosto no “Mundial” de Berlim, é de 9.58. O jamaicano fizera 9.69 na final dos Jogos Olímpicos de Pequim, em Agosto de 2008.

O norte-americano Wallace Spearmon venceu a prova de 200 metros com um tempo de 20.57 segundos.

O chinês Liu Xiang, que voltou à competição depois de se recuperar de uma lesão que o manteve afastado das pistas por mais de um ano, ficou em segundo nos 110 metros barreiras, com um tempo de 13.15. O norte-americano Terrence Trammell também cravou 13.15 e venceu a prova.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:20
 O que é? |  O que é? | favorito

NA ausência de Usain Bolt, de férias na Jamaica, o velocista norte-americano Tyson Gay conseguiu domingo no “Meeting” de Atletismo de Xangai o segundo melhor tempo da história nos 100 metros, ao correr a distância em 9.69 segundos.

O NORTE-AMERICANO Tyson Gay
Gay superou o jamaicano Asafa Powell (9.85) e o também norte-americano Darvis Patton (9.89).

O recorde mundial, estabelecido por Bolt em Agosto no “Mundial” de Berlim, é de 9.58. O jamaicano fizera 9.69 na final dos Jogos Olímpicos de Pequim, em Agosto de 2008.

O norte-americano Wallace Spearmon venceu a prova de 200 metros com um tempo de 20.57 segundos.

O chinês Liu Xiang, que voltou à competição depois de se recuperar de uma lesão que o manteve afastado das pistas por mais de um ano, ficou em segundo nos 110 metros barreiras, com um tempo de 13.15. O norte-americano Terrence Trammell também cravou 13.15 e venceu a prova.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:20
 O que é? |  O que é? | favorito
Setembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
18
19
20
21
25
26
27
subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO