Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Quarta-feira, 26 DE Agosto 2009
Este é o aspecto das novas instalações do Estádio Nacional
COM recomendações aqui e ali, sugestões neste e naquele aspecto, tudo isso com o propósito de ver Moçambique realmente à altura do grande desafio que tem pela frente, os ministros dos Desportos da “troika” da Zona VI do Conselho Superior do Desporto de África (SCSA) avaliaram positivamente a capacidade infra-estrutural do nosso país, tendo em conta a organização dos Jogos Africanos de Maputo-2011.

Esta apreciação foi feita ontem, no epílogo da visita efectuada a alguns recintos da capital, nomeadamente pavilhão do Maxaquene, Clube Marítimo, Escola Portuguesa, campo do Costa do Sol, Estádio Nacional, Centro Hípico e Clube de Tiro, na Matola.

Os ministros Makhekhemsi Stofile, da África do Sul, Willem Konjore, da Namíbia, e Hlobisile Ndlovu, da Suazilândia, afirmaram-se satisfeitos com o que viram e, sobretudo, pelo facto de terem sabido que o Governo moçambicano tem em mãos um projecto de reabilitação das infra-estruturas que serão chamadas para a olimpíada continental, visando adequá-las aos padrões internacionais.

Trata-se, especificamente, de melhoramentos em relação aos balneários, bancadas, piso de jogos, marcadores electrónicos onde serão necessários e espaços reservados à comunicação social, vista como um elemento vital para o sucesso do próprio evento.

Aliás, por exemplo, quando se visitou o Estádio Nacional, a questão dos lugares exclusivamente para a televisão foi largamente levantada, dado que Zimpeto será o palco central dos Jogos Africanos de Maputo-2011, acolhendo as cerimónias de abertura e de encerramento, jogos de futebol e provas de atletismo.

Paralelamente a estes acontecimentos, e segundo foi anunciado na ocasião pelos responsáveis do Ministério da Juventude e Desportos, está para breve o arranque das obras dos outros recintos, nomeadamente piscina olímpica, pavilhão multi-usos e “courts” de ténis, para além, tal como mandam as regras de concepção de um estádio olímpico, de um campo suplementar de futebol e uma pista de atletismo.

Estas informações tranquilizaram os membros da “troika”, pois acreditam que, caso realmente o projecto seja cumprido, Maputo estará em perfeitas condições de albergar os Jogos Africanos com sucesso. Até porque, conforme se disse na ocasião, o espaço adjacente ao Estádio Nacional permite ainda a construção da vila olímpica, que é o local reservado ao alojamento dos atletas, contemplando ainda mega-restaurantes, hospital, cinema, igreja, entre outros apetrechos.

Para o ministro sul-africano, Makhekhemsi Stofile, que encabeça a delegação, apesar da exiguidade de tempo, uma vez que somente nos restam dois anos para o evento, seria importante que Moçambique conseguisse construir uma vila olímpica, de forma a evitar a dispersão dos atletas, caso a opção seja hotéis. É que, com “todo o mundo” no mesmo lugar, é mais fácil fazer-se um melhor controlo em relação aos transportes e alimentação, que têm sido o “calcanhar de Aquiles” neste tipo de realizações, no nosso continente.

Terminada a visita, ontem, da “troika” da Zona VI, aguarda-se agora por uma numerosa delegação que estará em Maputo nas primeiras duas semanas de Setembro, comportando responsáveis do SCSA, da Associação dos Comités Olímpicos de África, das Confederações Africanas de diversas modalidades, assim como do Comité Olímpico Internacional.

Trata-se de uma missão que, para além de inspeccionar os recintos propostos para os jogos, abordará com as autoridades moçambicanas uma série de assuntos relacionados com o evento, isto é, se, objectivamente, existem condições, ou não, para que a X edição dos Jogos Africanos seja na nossa capital.

publicado por Vaxko Zakarias às 16:04
 O que é? |  O que é? | favorito
Este é o aspecto das novas instalações do Estádio Nacional
COM recomendações aqui e ali, sugestões neste e naquele aspecto, tudo isso com o propósito de ver Moçambique realmente à altura do grande desafio que tem pela frente, os ministros dos Desportos da “troika” da Zona VI do Conselho Superior do Desporto de África (SCSA) avaliaram positivamente a capacidade infra-estrutural do nosso país, tendo em conta a organização dos Jogos Africanos de Maputo-2011.

Esta apreciação foi feita ontem, no epílogo da visita efectuada a alguns recintos da capital, nomeadamente pavilhão do Maxaquene, Clube Marítimo, Escola Portuguesa, campo do Costa do Sol, Estádio Nacional, Centro Hípico e Clube de Tiro, na Matola.

Os ministros Makhekhemsi Stofile, da África do Sul, Willem Konjore, da Namíbia, e Hlobisile Ndlovu, da Suazilândia, afirmaram-se satisfeitos com o que viram e, sobretudo, pelo facto de terem sabido que o Governo moçambicano tem em mãos um projecto de reabilitação das infra-estruturas que serão chamadas para a olimpíada continental, visando adequá-las aos padrões internacionais.

Trata-se, especificamente, de melhoramentos em relação aos balneários, bancadas, piso de jogos, marcadores electrónicos onde serão necessários e espaços reservados à comunicação social, vista como um elemento vital para o sucesso do próprio evento.

Aliás, por exemplo, quando se visitou o Estádio Nacional, a questão dos lugares exclusivamente para a televisão foi largamente levantada, dado que Zimpeto será o palco central dos Jogos Africanos de Maputo-2011, acolhendo as cerimónias de abertura e de encerramento, jogos de futebol e provas de atletismo.

Paralelamente a estes acontecimentos, e segundo foi anunciado na ocasião pelos responsáveis do Ministério da Juventude e Desportos, está para breve o arranque das obras dos outros recintos, nomeadamente piscina olímpica, pavilhão multi-usos e “courts” de ténis, para além, tal como mandam as regras de concepção de um estádio olímpico, de um campo suplementar de futebol e uma pista de atletismo.

Estas informações tranquilizaram os membros da “troika”, pois acreditam que, caso realmente o projecto seja cumprido, Maputo estará em perfeitas condições de albergar os Jogos Africanos com sucesso. Até porque, conforme se disse na ocasião, o espaço adjacente ao Estádio Nacional permite ainda a construção da vila olímpica, que é o local reservado ao alojamento dos atletas, contemplando ainda mega-restaurantes, hospital, cinema, igreja, entre outros apetrechos.

Para o ministro sul-africano, Makhekhemsi Stofile, que encabeça a delegação, apesar da exiguidade de tempo, uma vez que somente nos restam dois anos para o evento, seria importante que Moçambique conseguisse construir uma vila olímpica, de forma a evitar a dispersão dos atletas, caso a opção seja hotéis. É que, com “todo o mundo” no mesmo lugar, é mais fácil fazer-se um melhor controlo em relação aos transportes e alimentação, que têm sido o “calcanhar de Aquiles” neste tipo de realizações, no nosso continente.

Terminada a visita, ontem, da “troika” da Zona VI, aguarda-se agora por uma numerosa delegação que estará em Maputo nas primeiras duas semanas de Setembro, comportando responsáveis do SCSA, da Associação dos Comités Olímpicos de África, das Confederações Africanas de diversas modalidades, assim como do Comité Olímpico Internacional.

Trata-se de uma missão que, para além de inspeccionar os recintos propostos para os jogos, abordará com as autoridades moçambicanas uma série de assuntos relacionados com o evento, isto é, se, objectivamente, existem condições, ou não, para que a X edição dos Jogos Africanos seja na nossa capital.

publicado por Vaxko Zakarias às 16:04
 O que é? |  O que é? | favorito

O DESPORTIVO de Tete sagrou-se no último fim-de-semana campeão provincial, ao bater o Instituto Superior Politécnico, por 5-0, em desafio da décima e última jornada.

Os “alvi-negros” somaram 30 pontos e representarão a província de Tete na “poule” de apuramento da zona centro para o Moçambola, onde já está apurado o Sporting da Beira, representante da província de Sofala.

O Verona venceu as Águias de Angónia, por 1-0, enquanto FC Luena derrotou o Angónia FC por falta de comparência.

TROCA DE LÍDER

O Clube da Manhiça assumiu, no pretérito fim-de-semana, a liderança do Campeonato da Província do Maputo após golear o Binó FC por 11-1 e beneficiar da derrota do Incomáti, por 1-2, diante do Desportivo da Matola, em desafio da nona jornada da segunda volta.

A equipa da Manhiça passou ao comando com 42 pontos, agora com mais um que o ex-líder, Incomáti.

O Clube de Xinavane, outra das formações que almeja o título, empatou a uma bola com o Djuba FC, e perdeu uma boa oportunidade para superar o Incomáti na classificação.

A formação de Xinavane ocupa a terceira posição com 40 pontos e ainda está em boas condições de disputar o título, numa altura em que faltam duas jornadas para o final da prova. O primeiro classificado é o único que ganha o direito de disputar a “poule” de apuramento, zona sul, para o Moçambola-2010.

No confronto entre conjuntos que lutam para fugirem dos últimos lugares Liber Bulls e Simba FC empataram a três golos. O Clube da Marragra venceu o de Marracuene, por 2-1.

“LOCOMOTIVA” NÃO DESCARRILA

O Ferroviário de Quelimane consolidou a liderança do “Provincial” da Zambézia ao vencer o Vila Pita, por 2-1, em partida da quinta jornada da jornada da segunda volta. Os “locomotivas” comandam com 32 pontos.

O Sporting de Quelimane, um dos seus perseguidores directos, venceu fora a equipa do 3 de Fevereiro, por 2-0. O mesmo triunfo foi alcançado pelo FC Mocuba sobre o Matchedje de Quelimane.

O Morrumbala FC bateu a turma do 25 de Setembro, por 2-1.

VILANKULO FC AMPLIA VANTAGEM

O Vilankulo FC ampliou a sua vantagem no “Provincial” de Inhambane ao somar três pontos embora sem jogar por falta de comparência da Liga Muçulmana da Maxixe que não se deslocou a Vilankulo para cumprir a primeira jornada da segunda volta.

Com este triunfo, a formação treinada do Euroflim da Graça conservou a vantagem de quatro pontos sobre o Ferroviário de Inhambane que no fim-de-semana venceu o Centro Juvenil da Maxixe por uma bola sem resposta na cidade da Maxixe. Os “locomotivas” da chamada “Terra de Boa Gente” descolaram-se do Chilacua da Massinga que perdeu diante do seu rival Massinga Futebol Clube.

Assim, o Chilacua continua com vinte e quatro pontos, menos três que o Ferroviário e menos seis que o primeiro classificado Vilankulo que soma 31 pontos.

No início da segunda volta, depois de sucessivos adiamentos para dar lugar a obras de melhoramento do campo do Conselho Municipal da Maxixe, o Vitória de Guijanta de Jangamo “roubou” os primeiros pontos ao VFC ao empatar a zero bolas e voltou a protagonizar outra surpresa da jornada ao empatar a três bolas com Temusa Costa do Sol da Massinga e Arsenal de Chicuque bateu o Nova Aliança da Maxixe por uma bola sem resposta.

A Associação Provincial de Futebol de Inhambane fez saber que deverá agendar para o meio da semana a realização de jogos como forma de compensar o tempo perdido por causa das obras do campo da Maxixe. Assim, haverá jogos amanhã.

A Liga Muçulmano de Maxixe queixa-se de falta de condições financeiras para se fazer aos campos, situação estranhada por todos associados, pois, começa a criar problemas na organização do certâmen, já que é a segunda vez que aquela equipa se queixa de falta de dinheiro. De referir que Vilankulo FC contabiliza neste campeonato seis pontos ganhos sem jogar, tendo amealhado os primeiros na Maxixe quando o Nova Aliança local não se fez ao próprio campo.

Curiosamente minutos depois da marcação da falta de comparência, o Nova Aliança se fez ao terreno do jogo para treinar.

publicado por Vaxko Zakarias às 15:54
 O que é? |  O que é? | favorito

O DESPORTIVO de Tete sagrou-se no último fim-de-semana campeão provincial, ao bater o Instituto Superior Politécnico, por 5-0, em desafio da décima e última jornada.

Os “alvi-negros” somaram 30 pontos e representarão a província de Tete na “poule” de apuramento da zona centro para o Moçambola, onde já está apurado o Sporting da Beira, representante da província de Sofala.

O Verona venceu as Águias de Angónia, por 1-0, enquanto FC Luena derrotou o Angónia FC por falta de comparência.

TROCA DE LÍDER

O Clube da Manhiça assumiu, no pretérito fim-de-semana, a liderança do Campeonato da Província do Maputo após golear o Binó FC por 11-1 e beneficiar da derrota do Incomáti, por 1-2, diante do Desportivo da Matola, em desafio da nona jornada da segunda volta.

A equipa da Manhiça passou ao comando com 42 pontos, agora com mais um que o ex-líder, Incomáti.

O Clube de Xinavane, outra das formações que almeja o título, empatou a uma bola com o Djuba FC, e perdeu uma boa oportunidade para superar o Incomáti na classificação.

A formação de Xinavane ocupa a terceira posição com 40 pontos e ainda está em boas condições de disputar o título, numa altura em que faltam duas jornadas para o final da prova. O primeiro classificado é o único que ganha o direito de disputar a “poule” de apuramento, zona sul, para o Moçambola-2010.

No confronto entre conjuntos que lutam para fugirem dos últimos lugares Liber Bulls e Simba FC empataram a três golos. O Clube da Marragra venceu o de Marracuene, por 2-1.

“LOCOMOTIVA” NÃO DESCARRILA

O Ferroviário de Quelimane consolidou a liderança do “Provincial” da Zambézia ao vencer o Vila Pita, por 2-1, em partida da quinta jornada da jornada da segunda volta. Os “locomotivas” comandam com 32 pontos.

O Sporting de Quelimane, um dos seus perseguidores directos, venceu fora a equipa do 3 de Fevereiro, por 2-0. O mesmo triunfo foi alcançado pelo FC Mocuba sobre o Matchedje de Quelimane.

O Morrumbala FC bateu a turma do 25 de Setembro, por 2-1.

VILANKULO FC AMPLIA VANTAGEM

O Vilankulo FC ampliou a sua vantagem no “Provincial” de Inhambane ao somar três pontos embora sem jogar por falta de comparência da Liga Muçulmana da Maxixe que não se deslocou a Vilankulo para cumprir a primeira jornada da segunda volta.

Com este triunfo, a formação treinada do Euroflim da Graça conservou a vantagem de quatro pontos sobre o Ferroviário de Inhambane que no fim-de-semana venceu o Centro Juvenil da Maxixe por uma bola sem resposta na cidade da Maxixe. Os “locomotivas” da chamada “Terra de Boa Gente” descolaram-se do Chilacua da Massinga que perdeu diante do seu rival Massinga Futebol Clube.

Assim, o Chilacua continua com vinte e quatro pontos, menos três que o Ferroviário e menos seis que o primeiro classificado Vilankulo que soma 31 pontos.

No início da segunda volta, depois de sucessivos adiamentos para dar lugar a obras de melhoramento do campo do Conselho Municipal da Maxixe, o Vitória de Guijanta de Jangamo “roubou” os primeiros pontos ao VFC ao empatar a zero bolas e voltou a protagonizar outra surpresa da jornada ao empatar a três bolas com Temusa Costa do Sol da Massinga e Arsenal de Chicuque bateu o Nova Aliança da Maxixe por uma bola sem resposta.

A Associação Provincial de Futebol de Inhambane fez saber que deverá agendar para o meio da semana a realização de jogos como forma de compensar o tempo perdido por causa das obras do campo da Maxixe. Assim, haverá jogos amanhã.

A Liga Muçulmano de Maxixe queixa-se de falta de condições financeiras para se fazer aos campos, situação estranhada por todos associados, pois, começa a criar problemas na organização do certâmen, já que é a segunda vez que aquela equipa se queixa de falta de dinheiro. De referir que Vilankulo FC contabiliza neste campeonato seis pontos ganhos sem jogar, tendo amealhado os primeiros na Maxixe quando o Nova Aliança local não se fez ao próprio campo.

Curiosamente minutos depois da marcação da falta de comparência, o Nova Aliança se fez ao terreno do jogo para treinar.

publicado por Vaxko Zakarias às 15:54
 O que é? |  O que é? | favorito
Fernando Sumbana, cumulativamente ministro do Turismo e da Juventude e Desportos
O MINISTRO da Juventude e Desportos, Fernando Sumbana admitiu, sexta-feira, na Beira, que a Piscina do Goto poderá ser opção nos Jogos Africanos, em 2011, e nos Jogos da CPLP, no próximo ano, dois eventos que o nosso país se comprometeu acolher, reconhecendo, deste modo, que o empreendimento constitui uma mais-valia para o desporto nacional, da região centro e principalmente para o impulsionar a natação na província de Sofala.

Segundo ele, o Governo está a trabalhar arduamente, visando fazer com que as condições infra-estruturais estejam asseguradas no contexto dos compromissos internacionais de 2010 e 2011.

Falando após cortar a fita que simbolizou a reentrada em funcionamento da Piscina do Goto, Sumbana, visivelmente satisfeito, disse que se trata de uma infra-estrutura que motivará, grandemente, os mais novos para a prática da natação.

“Esta infra-estrutura representa, primeiro, um grande esforço por parte da Universidade Pedagógica na sua reactivação, pois a piscina vai, igualmente, significar uma grande motivação para a prática de natação e, acima de tudo, constitui um contributo valioso para os nossos compromissos internacionais, nomeadamente Jogos Africanos e Jogos da CPLP”, referiu.

Conforme soubemos junto de Leonor Manuel Picardo, docente e responsável da área de natação na Universidade Pedagógica, já há um plano para o início de aulas de prática desta modalidade, a terem lugar a partir desta semana. Segundo ela, o treinamento está aberto a todos os interessados, incluindo estudantes e a própria comunidade residente no bairro do Goto, e não só.

A Piscina Olímpica do Goto
Paulo Jorge, técnico e representante da Associação Provincial de Natação de Sofala, também disse, a-propósito, que existe uma parceria entre aquela estrutura e o Clube Ferroviário da Beira para a utilização da piscina, para além da mesma poder acolher campeonatos provinciais, nacionais e, quiçá, internacionais, pois a Piscina do Goto possui medidas olímpicas – 50 metros.

“Agora somos obrigados a ser, de facto, o centro da natação, pois, com esta piscina, passamos a ter duas instalações olímpicas, o que significa a existência de condições para que possamos, a partir de já, perspectivar um futuro promissor nesta modalidade”, afirmou.

A Universidade Pedagógica despendeu para a reabilitação e equipamento da piscina um total de 2.105.541 meticais, segundo dados fornecidos por Zacarias Magibire, responsável pela área de administração e finanças daquela instituição de ensino superior na capital de Sofala.

publicado por Vaxko Zakarias às 15:46
 O que é? |  O que é? | favorito
Fernando Sumbana, cumulativamente ministro do Turismo e da Juventude e Desportos
O MINISTRO da Juventude e Desportos, Fernando Sumbana admitiu, sexta-feira, na Beira, que a Piscina do Goto poderá ser opção nos Jogos Africanos, em 2011, e nos Jogos da CPLP, no próximo ano, dois eventos que o nosso país se comprometeu acolher, reconhecendo, deste modo, que o empreendimento constitui uma mais-valia para o desporto nacional, da região centro e principalmente para o impulsionar a natação na província de Sofala.

Segundo ele, o Governo está a trabalhar arduamente, visando fazer com que as condições infra-estruturais estejam asseguradas no contexto dos compromissos internacionais de 2010 e 2011.

Falando após cortar a fita que simbolizou a reentrada em funcionamento da Piscina do Goto, Sumbana, visivelmente satisfeito, disse que se trata de uma infra-estrutura que motivará, grandemente, os mais novos para a prática da natação.

“Esta infra-estrutura representa, primeiro, um grande esforço por parte da Universidade Pedagógica na sua reactivação, pois a piscina vai, igualmente, significar uma grande motivação para a prática de natação e, acima de tudo, constitui um contributo valioso para os nossos compromissos internacionais, nomeadamente Jogos Africanos e Jogos da CPLP”, referiu.

Conforme soubemos junto de Leonor Manuel Picardo, docente e responsável da área de natação na Universidade Pedagógica, já há um plano para o início de aulas de prática desta modalidade, a terem lugar a partir desta semana. Segundo ela, o treinamento está aberto a todos os interessados, incluindo estudantes e a própria comunidade residente no bairro do Goto, e não só.

A Piscina Olímpica do Goto
Paulo Jorge, técnico e representante da Associação Provincial de Natação de Sofala, também disse, a-propósito, que existe uma parceria entre aquela estrutura e o Clube Ferroviário da Beira para a utilização da piscina, para além da mesma poder acolher campeonatos provinciais, nacionais e, quiçá, internacionais, pois a Piscina do Goto possui medidas olímpicas – 50 metros.

“Agora somos obrigados a ser, de facto, o centro da natação, pois, com esta piscina, passamos a ter duas instalações olímpicas, o que significa a existência de condições para que possamos, a partir de já, perspectivar um futuro promissor nesta modalidade”, afirmou.

A Universidade Pedagógica despendeu para a reabilitação e equipamento da piscina um total de 2.105.541 meticais, segundo dados fornecidos por Zacarias Magibire, responsável pela área de administração e finanças daquela instituição de ensino superior na capital de Sofala.

publicado por Vaxko Zakarias às 15:46
 O que é? |  O que é? | favorito

CENTENAS de cidadãos amigos da saúde reiniciam as 5.45 horas do próximo sábado, o percurso Maputo-Matola, com a partida marcada para o Instituto Nacional de Viação (INAV), na Avenida 25 de Setembro, perto do Mercado Central, na capital do país, devendo a meta ser o Parque Municipal da Matola.

O coordenador dos “Amigos da Saúde”, o professor Paulo Nhamusho, assegurou que todas as condições organizativas e logísticas estavam a ser criadas visando assegurar o sucesso da iniciativa que se espera arraste centenas de amigos e simpatizantes do grupo.

Para já, e segundo a nossa fonte, a marcha decorrerá sob o lema “Segurança Rodoviária, uma Prioridade Nacional”, e percorrerá a Avenida da OUA, Estrada Nacional N 4, Rua do Zimbabwe, Avenida da Namaacha (Estrada Velha), que conduzirá os participantes até à meta (Parque Municipal da Matola), sendo que após o final do programa os participantes oriundos do Maputo terão direito a transporte de regresso ao ponto de partida.

Paulo Nhamusho revelou ainda que em relação aos residentes da Matola e Liberdade haverá transporte para os levar dos seus bairros para o ponto de partida da marcha, sendo que dezenas de cidadãos já manifestaram interesse em aderir à marcha.

“Na verdade estamos a registar inúmeras manifestações de interesse em aderir a esta marcha. Tivemos um período prolongado de repouso que visou essencialmente aprimorarmos aspectos de ordem organizativa, sendo que esta marcha é o início de um programa trimestral que passaremos a obedecer com todo o rigor. O nosso apelo é no sentido de todos amantes desta iniciativa se envolverem em todos os aspectos organizativos, isto porque esta iniciativa não é propriedade de um grupo restrito. É uma iniciativa conjunta e que visa um objectivo comum que é amar a saúde marchando e praticando actividade física”, explicou a fonte.

Como sempre, a marcha vai contar com o acarinhamento e apoio de órgãos de comunicação social como o “Notícias”, “Domingo”, “Savana”, “Zambeze”, TVM, STV, Rádio Moçambique, bem assim instituições como a Vida Plus, TRACCK, CVM, PRM, mCel, Global Aliance e Motocare.

publicado por Vaxko Zakarias às 15:41
 O que é? |  O que é? | favorito

CENTENAS de cidadãos amigos da saúde reiniciam as 5.45 horas do próximo sábado, o percurso Maputo-Matola, com a partida marcada para o Instituto Nacional de Viação (INAV), na Avenida 25 de Setembro, perto do Mercado Central, na capital do país, devendo a meta ser o Parque Municipal da Matola.

O coordenador dos “Amigos da Saúde”, o professor Paulo Nhamusho, assegurou que todas as condições organizativas e logísticas estavam a ser criadas visando assegurar o sucesso da iniciativa que se espera arraste centenas de amigos e simpatizantes do grupo.

Para já, e segundo a nossa fonte, a marcha decorrerá sob o lema “Segurança Rodoviária, uma Prioridade Nacional”, e percorrerá a Avenida da OUA, Estrada Nacional N 4, Rua do Zimbabwe, Avenida da Namaacha (Estrada Velha), que conduzirá os participantes até à meta (Parque Municipal da Matola), sendo que após o final do programa os participantes oriundos do Maputo terão direito a transporte de regresso ao ponto de partida.

Paulo Nhamusho revelou ainda que em relação aos residentes da Matola e Liberdade haverá transporte para os levar dos seus bairros para o ponto de partida da marcha, sendo que dezenas de cidadãos já manifestaram interesse em aderir à marcha.

“Na verdade estamos a registar inúmeras manifestações de interesse em aderir a esta marcha. Tivemos um período prolongado de repouso que visou essencialmente aprimorarmos aspectos de ordem organizativa, sendo que esta marcha é o início de um programa trimestral que passaremos a obedecer com todo o rigor. O nosso apelo é no sentido de todos amantes desta iniciativa se envolverem em todos os aspectos organizativos, isto porque esta iniciativa não é propriedade de um grupo restrito. É uma iniciativa conjunta e que visa um objectivo comum que é amar a saúde marchando e praticando actividade física”, explicou a fonte.

Como sempre, a marcha vai contar com o acarinhamento e apoio de órgãos de comunicação social como o “Notícias”, “Domingo”, “Savana”, “Zambeze”, TVM, STV, Rádio Moçambique, bem assim instituições como a Vida Plus, TRACCK, CVM, PRM, mCel, Global Aliance e Motocare.

publicado por Vaxko Zakarias às 15:41
 O que é? |  O que é? | favorito

A ENTREGA de prémios era, sem sombra de dúvidas, o momento mais aguardado na cerimónia de encerramento do Básquete Show/mcel que sábado à tarde teve lugar no Pavilhão do Maxaquene.

A ESCOLA Secundária da Matola, campeã da edição de 2008 do Básquete Show, foi afastada da prova
E o momento de grande ovação, como já se previa, foi quando soou o nome da Escola Secundária da Matola para receber o prémio de 300 mil meticais referente à conquista da terceira edição do sensacional evento que reuniu equipas masculinas das escolas secundárias de Maputo (cidade e província).

Mas não foi só a nível colectivo que os matolenses foram agraciados já que viram Lucílio Mondlane a ser considerado o Jogador Mais Valioso (MVP).

Houve também prémio de 150 e 100 mil para a Zona Verde e Josina Machel, segundo e terceiro classificados, respectivamente.

Para que os amantes do Básquete Show/mcel tivessem a oportunidade de se deliciarem mais uma vez com as jogadas de alto requinte técnico realizou-se um desafio que reuniu os basquetebolistas que mais de se destacaram, denominado “All Stars Games”. A equipa Beta venceu Alfa, por 51-28.

A música e a dança também estiveram presentes com o Grupo Moz Dance e o cantor Valdemiro José a darem o seu “show”, no Básquete Show.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:56
 O que é? |  O que é? | favorito

A ENTREGA de prémios era, sem sombra de dúvidas, o momento mais aguardado na cerimónia de encerramento do Básquete Show/mcel que sábado à tarde teve lugar no Pavilhão do Maxaquene.

A ESCOLA Secundária da Matola, campeã da edição de 2008 do Básquete Show, foi afastada da prova
E o momento de grande ovação, como já se previa, foi quando soou o nome da Escola Secundária da Matola para receber o prémio de 300 mil meticais referente à conquista da terceira edição do sensacional evento que reuniu equipas masculinas das escolas secundárias de Maputo (cidade e província).

Mas não foi só a nível colectivo que os matolenses foram agraciados já que viram Lucílio Mondlane a ser considerado o Jogador Mais Valioso (MVP).

Houve também prémio de 150 e 100 mil para a Zona Verde e Josina Machel, segundo e terceiro classificados, respectivamente.

Para que os amantes do Básquete Show/mcel tivessem a oportunidade de se deliciarem mais uma vez com as jogadas de alto requinte técnico realizou-se um desafio que reuniu os basquetebolistas que mais de se destacaram, denominado “All Stars Games”. A equipa Beta venceu Alfa, por 51-28.

A música e a dança também estiveram presentes com o Grupo Moz Dance e o cantor Valdemiro José a darem o seu “show”, no Básquete Show.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:56
 O que é? |  O que é? | favorito

A MEDALHA de ouro da sul-africana Caster Semenya nos 800 metros do último Campeonato Mundial de atletismo segue contornos polémicos.

A MEDALHA de ouro da sul-africana Caster Semenya nos 800 metros do último Campeonato Mundial de atletismo segue contornos polémicos
Segundo o Daily Telegraph, jornal diário mais vendido da Inglaterra, na sua edição de 24 deste mês, indica que os exames realizados pela sul-africana antes da competição em Berlim indicaram um índice de testosterona (hormona sexual masculina) três vezes maior que o habitual numa mulher.

Apesar dessa análise, a Federação Internacional de Atletismo (IAAF) autorizou Semenya disputar o “Mundial”, no qual ela confirmou uma evolução de quase nove segundos num intervalo de 12 meses para dominar os 800 m, mas não desistiu das investigações.

De acordo com a publicação londrina, a entidade resolveu submeter a atleta de 18 anos a exames mais detalhados, sendo que os novos resultados, que podem acabar mudando a vencedora da prova(!), só serão divulgados dentro de um mês.

Com muita força muscular e um timbre de voz grave, Semenya começou a despertar suspeitas acerca da sua sexualidade a princípio em reportagens publicadas por jornais do seu próprio país.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:49
 O que é? |  O que é? | favorito

A MEDALHA de ouro da sul-africana Caster Semenya nos 800 metros do último Campeonato Mundial de atletismo segue contornos polémicos.

A MEDALHA de ouro da sul-africana Caster Semenya nos 800 metros do último Campeonato Mundial de atletismo segue contornos polémicos
Segundo o Daily Telegraph, jornal diário mais vendido da Inglaterra, na sua edição de 24 deste mês, indica que os exames realizados pela sul-africana antes da competição em Berlim indicaram um índice de testosterona (hormona sexual masculina) três vezes maior que o habitual numa mulher.

Apesar dessa análise, a Federação Internacional de Atletismo (IAAF) autorizou Semenya disputar o “Mundial”, no qual ela confirmou uma evolução de quase nove segundos num intervalo de 12 meses para dominar os 800 m, mas não desistiu das investigações.

De acordo com a publicação londrina, a entidade resolveu submeter a atleta de 18 anos a exames mais detalhados, sendo que os novos resultados, que podem acabar mudando a vencedora da prova(!), só serão divulgados dentro de um mês.

Com muita força muscular e um timbre de voz grave, Semenya começou a despertar suspeitas acerca da sua sexualidade a princípio em reportagens publicadas por jornais do seu próprio país.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:49
 O que é? |  O que é? | favorito


Director nacional dos Desportos, Inácio Bernardo, e pelo vice-presidente do Instituto de Desporto de Portugal, Fanha Vieira
O ENVIO, ao nosso país, de técnicos para ministrarem cursos ligados às áreas de gestão de recursos desportivos, classificação médica e desportiva, bem como para as modalidades de futebol, atletismo e basquetebol, constitui uma das referências do Plano Anual de Actividades para 2009, assinado quinta-feira, em Maputo, entre Moçambique e Portugal, no quadro do protocolo de cooperação bilateral entre os dois países.

Rubricado pelo director nacional dos Desportos, Inácio Bernardo, e pelo vice-presidente do Instituto de Desporto de Portugal, Fanha Vieira, o plano preconiza ainda a deslocação a Moçambique de especialistas lusitanos para acções de formação de formadores, por parte da Confederação Portuguesa das Associações de Treinadores, assim como para o acompanhamento da concepção e instalação do Centro de Medicina Desportiva.

Reciprocamente, técnicos moçambicanos, de diversas áreas, deslocar-se-ão a Portugal, onde beneficiarão de cursos de formação, numa altura em que, no âmbito da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), o nosso país prepara-se para acolher, no próximo ano, a sétima edição dos jogos desta comunidade.

A propósito, o vice-presidente do Instituto de Desporto de Portugal, Fanha Vieira, disse que o seu país está aberto a auxiliar Moçambique na organização daquele evento, desde que solicitado para o efeito e tendo em conta a sua experiência no acolhimento de grandes competições.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:43
 O que é? |  O que é? | favorito


Director nacional dos Desportos, Inácio Bernardo, e pelo vice-presidente do Instituto de Desporto de Portugal, Fanha Vieira
O ENVIO, ao nosso país, de técnicos para ministrarem cursos ligados às áreas de gestão de recursos desportivos, classificação médica e desportiva, bem como para as modalidades de futebol, atletismo e basquetebol, constitui uma das referências do Plano Anual de Actividades para 2009, assinado quinta-feira, em Maputo, entre Moçambique e Portugal, no quadro do protocolo de cooperação bilateral entre os dois países.

Rubricado pelo director nacional dos Desportos, Inácio Bernardo, e pelo vice-presidente do Instituto de Desporto de Portugal, Fanha Vieira, o plano preconiza ainda a deslocação a Moçambique de especialistas lusitanos para acções de formação de formadores, por parte da Confederação Portuguesa das Associações de Treinadores, assim como para o acompanhamento da concepção e instalação do Centro de Medicina Desportiva.

Reciprocamente, técnicos moçambicanos, de diversas áreas, deslocar-se-ão a Portugal, onde beneficiarão de cursos de formação, numa altura em que, no âmbito da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), o nosso país prepara-se para acolher, no próximo ano, a sétima edição dos jogos desta comunidade.

A propósito, o vice-presidente do Instituto de Desporto de Portugal, Fanha Vieira, disse que o seu país está aberto a auxiliar Moçambique na organização daquele evento, desde que solicitado para o efeito e tendo em conta a sua experiência no acolhimento de grandes competições.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:43
 O que é? |  O que é? | favorito

NÃO satisfeito com o amplo domínio nas provas dos 100 e 200 metros, o jamaicano Usain Bolt afirmou segunda-feira que tem vontade de competir também no salto em comprimento antes de encerrar a carreira no atletismo.

“Adoraria tentar competir no salto em comprimento antes de me aposentar, porque acho que seria muito bom nisso”(bolt)
“Adoraria tentar competir no salto em comprimento antes de me aposentar, porque acho que seria muito bom nisso”, revelou o atleta de 23 anos, em entrevista à BBC.

Campeão mundial, campeão olímpico e recordista mundial dos 100 e 200 metros, Bolt já havia afirmado que não sabia onde poderia parar após a fantástica performance no Mundial de Atletismo de Berlim, na semana passada. Caso dispute mesmo o salto em comprimento, entrará para a selecção do grupo de velocistas que também participaram da prova, ao lado dos norte-americanos Carl Lewis e Jesse Owens.

Outra possibilidade é a participação de Bolt na prova dos 400 metros. “Não quero fazer isso, mas se o meu técnico decidir que sou dominante nos 100 e nos 200 metros e disser “vamos tentar algo novo”, eu definitivamente vou colocar o meu coração e alma nisto”, explicou o velocista jamaicano.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:34
 O que é? |  O que é? | favorito

NÃO satisfeito com o amplo domínio nas provas dos 100 e 200 metros, o jamaicano Usain Bolt afirmou segunda-feira que tem vontade de competir também no salto em comprimento antes de encerrar a carreira no atletismo.

“Adoraria tentar competir no salto em comprimento antes de me aposentar, porque acho que seria muito bom nisso”(bolt)
“Adoraria tentar competir no salto em comprimento antes de me aposentar, porque acho que seria muito bom nisso”, revelou o atleta de 23 anos, em entrevista à BBC.

Campeão mundial, campeão olímpico e recordista mundial dos 100 e 200 metros, Bolt já havia afirmado que não sabia onde poderia parar após a fantástica performance no Mundial de Atletismo de Berlim, na semana passada. Caso dispute mesmo o salto em comprimento, entrará para a selecção do grupo de velocistas que também participaram da prova, ao lado dos norte-americanos Carl Lewis e Jesse Owens.

Outra possibilidade é a participação de Bolt na prova dos 400 metros. “Não quero fazer isso, mas se o meu técnico decidir que sou dominante nos 100 e nos 200 metros e disser “vamos tentar algo novo”, eu definitivamente vou colocar o meu coração e alma nisto”, explicou o velocista jamaicano.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:34
 O que é? |  O que é? | favorito

A SÉTIMA jornada do Campeonato de Voleibol da Cidade de Maputo era uma espécie de prova de fogo para Académica “M” e Graal, líderes em seniores masculinos e femininos, respectivamente, visto que ambos travariam forças ante os seus mais directos concorrentes, Maputo Jet´s e Graal.

Fazendo Desporto com a mulher(dia 7 de Abril)
Académica teve pela frente Maputo Jet´s e venceu, por 3-1. No entanto, a vitória dos “estudantes” não foi fácil. Tal facto ficou evidente no primeiro “set” quando saíram a perder, por 23/25. Mas souberam dar a volta ao início atordoado e venceram nos “sets” seguintes, por 25/23-26/24-26/24. Foi uma reviravolta sofrida conforme mostram os parciais.

Graal defrontou e derrotou a sua arqui-rival, Maputo Jet´s, por 1-3. Teve um início espectacular ganhando os primeiros dois “sets”, por 25/23 e 25/12. Mas no terceiro “set” relaxou e foi surpreendido acabando por sair derrotado, por 21/25.

Todavia, no derradeiro “set” , Graal impôs a sua força e ganhou, por 25/19.

Noutros embates em seniores masculinos, Académica “B” superou Hotso, por 3-2 com os parciais de 22/25-26/28-25/21-20/25-15/10, enquanto em femininos, Maputo Jet´s/FPLM ganhou Hotso, por 3-0 25/17-25/23-25/14.

CLASSIFICAÇÃO MASCULINOS: 1º Académica “M” (10 pontos); 2º Maputo Jet´s (8); 3º Hotso (8); 4º Académica “B” (6) e 5º Banco de Moçambique (4).

CLASSIFICAÇÃO FEMININOS: 1º Graal (10),; 2º TVSD (10); 3º Fire Ladies (8); 4º Maputo Jet´s (8) e 5º Hotso (5).

publicado por Vaxko Zakarias às 12:25
 O que é? |  O que é? | favorito

A SÉTIMA jornada do Campeonato de Voleibol da Cidade de Maputo era uma espécie de prova de fogo para Académica “M” e Graal, líderes em seniores masculinos e femininos, respectivamente, visto que ambos travariam forças ante os seus mais directos concorrentes, Maputo Jet´s e Graal.

Fazendo Desporto com a mulher(dia 7 de Abril)
Académica teve pela frente Maputo Jet´s e venceu, por 3-1. No entanto, a vitória dos “estudantes” não foi fácil. Tal facto ficou evidente no primeiro “set” quando saíram a perder, por 23/25. Mas souberam dar a volta ao início atordoado e venceram nos “sets” seguintes, por 25/23-26/24-26/24. Foi uma reviravolta sofrida conforme mostram os parciais.

Graal defrontou e derrotou a sua arqui-rival, Maputo Jet´s, por 1-3. Teve um início espectacular ganhando os primeiros dois “sets”, por 25/23 e 25/12. Mas no terceiro “set” relaxou e foi surpreendido acabando por sair derrotado, por 21/25.

Todavia, no derradeiro “set” , Graal impôs a sua força e ganhou, por 25/19.

Noutros embates em seniores masculinos, Académica “B” superou Hotso, por 3-2 com os parciais de 22/25-26/28-25/21-20/25-15/10, enquanto em femininos, Maputo Jet´s/FPLM ganhou Hotso, por 3-0 25/17-25/23-25/14.

CLASSIFICAÇÃO MASCULINOS: 1º Académica “M” (10 pontos); 2º Maputo Jet´s (8); 3º Hotso (8); 4º Académica “B” (6) e 5º Banco de Moçambique (4).

CLASSIFICAÇÃO FEMININOS: 1º Graal (10),; 2º TVSD (10); 3º Fire Ladies (8); 4º Maputo Jet´s (8) e 5º Hotso (5).

publicado por Vaxko Zakarias às 12:25
 O que é? |  O que é? | favorito
Agosto 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
14
15
16
17
21
22
23
29
30
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO