Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Quarta-feira, 12 DE Agosto 2009

OS “Mambas” defrontam esta tarde (15:00 horas) a Suazilândia, no Estádio da Machava, em jogo amigável inserido na data-FIFA e que servirá de teste para o embate com o Quénia, referente à quarta jornada do Grupo “B” de qualificação para o CAN e Mundial de 2010.

Último e primordial ensaio dos Mambas antes da decisão com Quénia
Esta é a única oportunidade que o combinado nacional tem para carregar as baterias tendo em vista o desafio que determinará o seu futuro na corrida para estas duas competições, atendendo que é o “lanterna vermelha” do grupo, situação que torna sombria a possibilidade de se qualificar para o Mundial, isto porque cada série apura apenas uma equipa.

Aliás, o sonho e a crença dos moçambicanos passaram a incidir na corrida para o CAN, logo que os “Mambas” foram derrotados por 2-1 pelos quenianos, em Nairobi, quedando-se na última posição, com apenas um ponto. Enquanto as esperanças em relação ao Mundial se tornam mais limitadas, o sonho de chegar ao Campeonato Africano depende da sua fuga da cauda, atendendo que transitam para a prova continental as primeiras três selecções de cada grupo. Assim, a vitória sobre o Quénia, a 6 de Setembro, no Vale do Infulene, torna-se um imperativo nacional.

O ensaio com a Suazilândia deverá ajudar na definição da estratégia para contornar os quenianos, que com a vitória frente aos “Mambas” ganharam uma certa confiança, elevaram as suas aspirações e passaram a acreditar que são capazes de progredir nesta corrida.

SELECCIONADOR nacional, o holandês Mart Nooij
Para já, o Seleccionador Nacional, Mart Nooij, conta para este ensaio com a maior parte das pedras que constituem a espinha dorsal dos “Mambas” e poderá experimentar alguns jogadores mais novos que procuram lugar na equipa, tendo como objectivo encontrar mais alternativas para enfrentar as adversidades que jogo com o Quénia trará consigo.

OITO “ESTRANGEIROS”

Foi desejo de Mart Nooij que todos os potenciais jogadores que constituem a selecção, sobretudo os que militam no estrangeiro, estivessem em peso para este teste decisivo para o embate com Quénia, tendo para o efeito convocado 11 atletas. No entanto, pelas contas que fizemos depois do treino de ontem de manhã, no Estádio da Machava, apenas oito estarão disponíveis, pois três, designadamente Kampango, Simão e Genito, não puderam vir devido à sua situação actual nos clubes onde militam.

Do leque dos “estrangeiros” disponíveis para esta partida e que marcaram presença na sessão de ontem, contam-se os defesas Mano e Miro, os médios Dominguez, Gonçalves Fumo e Zé Luís e os ponta-de-lança Dário Monteiro e Tico-Tico. O central Dário Khan era esperado ontem.

Com esta disposição de jogadores que actuam fora e o número de convocados internamente (11), tudo leva a crer que Mart Nooij apostará numa equipa essencialmente mista, na qual grande parte dos atletas que actuam no campeonato caseiro terá espaço para demonstrar as suas qualidades.

Internamente, foram convocados os guarda-redes Lamá e Binó; os defesas Mexer e Campira, os meio-campistas Danito Parruque, Momed Hagy, Mambo, Alvarito, Mustafá e Josimar e o ponta-de-lança Hélder Pelembe. Deste lote, Fanuel é o grande ausente. O central da Liga Muçulmana foi castigado por possuir dois cartões amarelos – um frente a Madagáscar, no ano passado, e outro diante do Quénia, em Junho último - e não vai alinhar no jogo contra os quenianos.

MIGUEL Chau, técnico-adjunto dos **“Mambas”**
Questionado se é chegado o momento de se apostar nos mais novos, o técnico-adjunto dos “Mambas”, Miguel Chau, disse que a integração dos jogadores na selecção principal será sempre um processo em que cada um deverá provar que merece essa confiança.

Quanto ao ponta-de-lança “locomotiva” Jerry, explicou que foi dispensando para atender assuntos pessoais, mas passará pelo mesmo processo que os outros jogadores, tendo em conta que o enquadramento na selecção deve obedecer a um processo evolutivo.

“Jerry ainda não está integrado nos “Mambas”. Também não sabemos se estaria à altura de resolver o problema que temos a nível de finalização, mas se se der bem aonde vai será muito bom para o seu futuro na selecção”, anotou.

Miguel Chau destacou, por outro lado, a reacção positiva que Hélder Pelembe está a ter no seu processo de enquadramento, salientando que é um jogador que está a dar indicações de que podemos contar com ele no futuro.

ÁRBITRO SUL-AFRICANO

O árbitro que apitará o desafio amigável desta tarde, entre Moçambique e Suazilândia, vem da vizinha África do Sul e chama-se Abdul Basit Ebrahim. Nas suas funções, será coadjuvado pela dupla moçambicana Agostinho Pelembe (1º auxiliar)/Henrique Langa (2º auxiliar), tendo como quarto árbitro Francisco Machel.
publicado por Vaxko Zakarias às 14:07
 O que é? |  O que é? | favorito

OS “Mambas” defrontam esta tarde (15:00 horas) a Suazilândia, no Estádio da Machava, em jogo amigável inserido na data-FIFA e que servirá de teste para o embate com o Quénia, referente à quarta jornada do Grupo “B” de qualificação para o CAN e Mundial de 2010.

Último e primordial ensaio dos Mambas antes da decisão com Quénia
Esta é a única oportunidade que o combinado nacional tem para carregar as baterias tendo em vista o desafio que determinará o seu futuro na corrida para estas duas competições, atendendo que é o “lanterna vermelha” do grupo, situação que torna sombria a possibilidade de se qualificar para o Mundial, isto porque cada série apura apenas uma equipa.

Aliás, o sonho e a crença dos moçambicanos passaram a incidir na corrida para o CAN, logo que os “Mambas” foram derrotados por 2-1 pelos quenianos, em Nairobi, quedando-se na última posição, com apenas um ponto. Enquanto as esperanças em relação ao Mundial se tornam mais limitadas, o sonho de chegar ao Campeonato Africano depende da sua fuga da cauda, atendendo que transitam para a prova continental as primeiras três selecções de cada grupo. Assim, a vitória sobre o Quénia, a 6 de Setembro, no Vale do Infulene, torna-se um imperativo nacional.

O ensaio com a Suazilândia deverá ajudar na definição da estratégia para contornar os quenianos, que com a vitória frente aos “Mambas” ganharam uma certa confiança, elevaram as suas aspirações e passaram a acreditar que são capazes de progredir nesta corrida.

SELECCIONADOR nacional, o holandês Mart Nooij
Para já, o Seleccionador Nacional, Mart Nooij, conta para este ensaio com a maior parte das pedras que constituem a espinha dorsal dos “Mambas” e poderá experimentar alguns jogadores mais novos que procuram lugar na equipa, tendo como objectivo encontrar mais alternativas para enfrentar as adversidades que jogo com o Quénia trará consigo.

OITO “ESTRANGEIROS”

Foi desejo de Mart Nooij que todos os potenciais jogadores que constituem a selecção, sobretudo os que militam no estrangeiro, estivessem em peso para este teste decisivo para o embate com Quénia, tendo para o efeito convocado 11 atletas. No entanto, pelas contas que fizemos depois do treino de ontem de manhã, no Estádio da Machava, apenas oito estarão disponíveis, pois três, designadamente Kampango, Simão e Genito, não puderam vir devido à sua situação actual nos clubes onde militam.

Do leque dos “estrangeiros” disponíveis para esta partida e que marcaram presença na sessão de ontem, contam-se os defesas Mano e Miro, os médios Dominguez, Gonçalves Fumo e Zé Luís e os ponta-de-lança Dário Monteiro e Tico-Tico. O central Dário Khan era esperado ontem.

Com esta disposição de jogadores que actuam fora e o número de convocados internamente (11), tudo leva a crer que Mart Nooij apostará numa equipa essencialmente mista, na qual grande parte dos atletas que actuam no campeonato caseiro terá espaço para demonstrar as suas qualidades.

Internamente, foram convocados os guarda-redes Lamá e Binó; os defesas Mexer e Campira, os meio-campistas Danito Parruque, Momed Hagy, Mambo, Alvarito, Mustafá e Josimar e o ponta-de-lança Hélder Pelembe. Deste lote, Fanuel é o grande ausente. O central da Liga Muçulmana foi castigado por possuir dois cartões amarelos – um frente a Madagáscar, no ano passado, e outro diante do Quénia, em Junho último - e não vai alinhar no jogo contra os quenianos.

MIGUEL Chau, técnico-adjunto dos **“Mambas”**
Questionado se é chegado o momento de se apostar nos mais novos, o técnico-adjunto dos “Mambas”, Miguel Chau, disse que a integração dos jogadores na selecção principal será sempre um processo em que cada um deverá provar que merece essa confiança.

Quanto ao ponta-de-lança “locomotiva” Jerry, explicou que foi dispensando para atender assuntos pessoais, mas passará pelo mesmo processo que os outros jogadores, tendo em conta que o enquadramento na selecção deve obedecer a um processo evolutivo.

“Jerry ainda não está integrado nos “Mambas”. Também não sabemos se estaria à altura de resolver o problema que temos a nível de finalização, mas se se der bem aonde vai será muito bom para o seu futuro na selecção”, anotou.

Miguel Chau destacou, por outro lado, a reacção positiva que Hélder Pelembe está a ter no seu processo de enquadramento, salientando que é um jogador que está a dar indicações de que podemos contar com ele no futuro.

ÁRBITRO SUL-AFRICANO

O árbitro que apitará o desafio amigável desta tarde, entre Moçambique e Suazilândia, vem da vizinha África do Sul e chama-se Abdul Basit Ebrahim. Nas suas funções, será coadjuvado pela dupla moçambicana Agostinho Pelembe (1º auxiliar)/Henrique Langa (2º auxiliar), tendo como quarto árbitro Francisco Machel.
publicado por Vaxko Zakarias às 14:07
 O que é? |  O que é? | favorito

TRÊS internacionais moçambicanos procuram novos ares nesta nova temporada futebolística, face à indefinição que vivem nos seus clubes.

o ponta-de-lança “locomotiva” Jerry, actual melhor marcador do Moçambola,
Trata-se do guarda-redes Kampango e dos meio-campistas Simão e Genito, que, devido a esta questão, não integram a selecção nacional no desafio desta tarde, diante da Suazilândia.

Pelo facto de o seu clube, o Tersana, ter descido para o escalão secundário do futebol egípcio, Kampango sente-se de certo modo desconfortado com a situação, pelo que decidiu fazer-se ao mercado, procurando uma nova colocação, quer no Egipto, quer num outro país africano, europeu ou asiático.

Em relação a Simão, apesar das excelentes indicações que sempre deu no Panathinaikos, a colectividade grega não parece disposta a renovar o seu contrato, facto que levou o jogador a tentar um outro clube, numa altura em que os campeonatos na Europa já estão a começar.

Sérgio Kanji transfere-se da LMF para o Ferroviário
Quem se aliviou atempadamente é Genito, que não somente mudou de clube como também de país. O meio-campista dos “Mambas”transferiu-se do futebol húngaro, onde esteve a representar o Honved de Budapeste, para o Chipre, mais concretamente para o Nea Salamais Famagusta, que esta temporada subiu para a divisão principal, após se ter classificado na terceira posição no campeonato secundário.

Enquanto isso, o ponta-de-lança “locomotiva” Jerry, actual melhor marcador do Moçambola, encontra-se no estrangeiro a efectuar testes, tendo como finalidade abraçar o profissionalismo fora de portas. Não se sabe exactamente em que país está o jovem atacante, pois, segundo o Director Executivo do Ferroviário, Sérgio Kanji, ele se encontra na África do Sul, enquanto outras fontes disseram-nos que Jerry está na França, nomeadamente no histórico Paris-Saint Germain.

publicado por Vaxko Zakarias às 13:58
 O que é? |  O que é? | favorito

TRÊS internacionais moçambicanos procuram novos ares nesta nova temporada futebolística, face à indefinição que vivem nos seus clubes.

o ponta-de-lança “locomotiva” Jerry, actual melhor marcador do Moçambola,
Trata-se do guarda-redes Kampango e dos meio-campistas Simão e Genito, que, devido a esta questão, não integram a selecção nacional no desafio desta tarde, diante da Suazilândia.

Pelo facto de o seu clube, o Tersana, ter descido para o escalão secundário do futebol egípcio, Kampango sente-se de certo modo desconfortado com a situação, pelo que decidiu fazer-se ao mercado, procurando uma nova colocação, quer no Egipto, quer num outro país africano, europeu ou asiático.

Em relação a Simão, apesar das excelentes indicações que sempre deu no Panathinaikos, a colectividade grega não parece disposta a renovar o seu contrato, facto que levou o jogador a tentar um outro clube, numa altura em que os campeonatos na Europa já estão a começar.

Sérgio Kanji transfere-se da LMF para o Ferroviário
Quem se aliviou atempadamente é Genito, que não somente mudou de clube como também de país. O meio-campista dos “Mambas”transferiu-se do futebol húngaro, onde esteve a representar o Honved de Budapeste, para o Chipre, mais concretamente para o Nea Salamais Famagusta, que esta temporada subiu para a divisão principal, após se ter classificado na terceira posição no campeonato secundário.

Enquanto isso, o ponta-de-lança “locomotiva” Jerry, actual melhor marcador do Moçambola, encontra-se no estrangeiro a efectuar testes, tendo como finalidade abraçar o profissionalismo fora de portas. Não se sabe exactamente em que país está o jovem atacante, pois, segundo o Director Executivo do Ferroviário, Sérgio Kanji, ele se encontra na África do Sul, enquanto outras fontes disseram-nos que Jerry está na França, nomeadamente no histórico Paris-Saint Germain.

publicado por Vaxko Zakarias às 13:58
 O que é? |  O que é? | favorito

A FESTA e as tardes emocionantes de futebol de primeira água voltam a escalar Xinavane.

FAIZAL Sidat, director geral do Diário de Moçambique, ofereceu esta semana 25 mil meticais ao Têxtil do Púnguè, representante moçambicano na Taça CAF.
A “vila do açúcar”, outrora merecedora de pleno respeito por parte dos grandes, quando para lá se deslocassem com a finalidade de defrontar o velho Incomáti, irá receber o campeão Ferroviário de Maputo, na qualidade de visitante do Clube de Gaza, numa das partidas dos quartos-de-final da Taça de Moçambique/mcel, entre os dias 22 e 23 do mês em curso. A turma gazense será obrigada a jogar fora da sua casa em virtude de a província não possuir um campo relvado em condições de acolher um embate desta estirpe.

O sorteio dos quartos-de-final da segunda maior competição do calendário futebolístico nacional teve lugar ontem à noite e, sem grandes surpresas, ditou a viagem dos principais favoritos à conquista da prova, que coincidentemente tiveram números pares na escolha das bolas, para o terreno das formações teoricamente menos cotadas. No entanto, nada garante uma transição antecipada, pois a festa da Taça é prodígia em resultados menos esperados.

Deste modo, para além do facto de o Ferroviário de Maputo visitar o Clube de Gaza, que já foi vencedor da competição, há a registar a deslocação do Costa do Sol para o sempre inferno do Chiveve, onde lhe espera o reaparecido Têxtil do Púnguè, que acaba de perder a conquista do campeonato provincial de Sofala a favor do Sporting da Beira.

O Atlético Muçulmano, detentor da Taça de Moçambique, viaja novamente para o Estádio 25 de Junho, para o frente-a-frente com o Ferroviário de Nampula, enquanto os “locomotivas” da Beira serão recebidos pela HCB de Songo, que deverá efectuar este embate na sua própria vila, naquilo que será o ensaio do novo campo construído no Songo.

Anunciado antes do sorteio que a prova será dirimida somente em campos relvados, a única questão que se levantava tinha a ver com o Clube de Gaza, caso calhasse ser anfitrião. E o capricho do sorteio ditou precisamente esta realidade.

O presidente da FMF, Faizal Sidat, colocou duas hipóteses, ambas na província do Maputo: Xinavane e Manhiça. O representante do clube desfez as dúvidas, dando a conhecer a sua preferência: Xinavane. Ainda se equacionou Chókwè, que também possui um campo relvado, mas Faizal foi peremptório: não reúne condições, nomeadamente de segurança, para acolher um jogo de tamanha natureza.

Esclarecidas todas as dúvidas, o final, como sempre, foi feliz, sobretudo para os que jogam em casa...

publicado por Vaxko Zakarias às 13:51
 O que é? |  O que é? | favorito

A FESTA e as tardes emocionantes de futebol de primeira água voltam a escalar Xinavane.

FAIZAL Sidat, director geral do Diário de Moçambique, ofereceu esta semana 25 mil meticais ao Têxtil do Púnguè, representante moçambicano na Taça CAF.
A “vila do açúcar”, outrora merecedora de pleno respeito por parte dos grandes, quando para lá se deslocassem com a finalidade de defrontar o velho Incomáti, irá receber o campeão Ferroviário de Maputo, na qualidade de visitante do Clube de Gaza, numa das partidas dos quartos-de-final da Taça de Moçambique/mcel, entre os dias 22 e 23 do mês em curso. A turma gazense será obrigada a jogar fora da sua casa em virtude de a província não possuir um campo relvado em condições de acolher um embate desta estirpe.

O sorteio dos quartos-de-final da segunda maior competição do calendário futebolístico nacional teve lugar ontem à noite e, sem grandes surpresas, ditou a viagem dos principais favoritos à conquista da prova, que coincidentemente tiveram números pares na escolha das bolas, para o terreno das formações teoricamente menos cotadas. No entanto, nada garante uma transição antecipada, pois a festa da Taça é prodígia em resultados menos esperados.

Deste modo, para além do facto de o Ferroviário de Maputo visitar o Clube de Gaza, que já foi vencedor da competição, há a registar a deslocação do Costa do Sol para o sempre inferno do Chiveve, onde lhe espera o reaparecido Têxtil do Púnguè, que acaba de perder a conquista do campeonato provincial de Sofala a favor do Sporting da Beira.

O Atlético Muçulmano, detentor da Taça de Moçambique, viaja novamente para o Estádio 25 de Junho, para o frente-a-frente com o Ferroviário de Nampula, enquanto os “locomotivas” da Beira serão recebidos pela HCB de Songo, que deverá efectuar este embate na sua própria vila, naquilo que será o ensaio do novo campo construído no Songo.

Anunciado antes do sorteio que a prova será dirimida somente em campos relvados, a única questão que se levantava tinha a ver com o Clube de Gaza, caso calhasse ser anfitrião. E o capricho do sorteio ditou precisamente esta realidade.

O presidente da FMF, Faizal Sidat, colocou duas hipóteses, ambas na província do Maputo: Xinavane e Manhiça. O representante do clube desfez as dúvidas, dando a conhecer a sua preferência: Xinavane. Ainda se equacionou Chókwè, que também possui um campo relvado, mas Faizal foi peremptório: não reúne condições, nomeadamente de segurança, para acolher um jogo de tamanha natureza.

Esclarecidas todas as dúvidas, o final, como sempre, foi feliz, sobretudo para os que jogam em casa...

publicado por Vaxko Zakarias às 13:51
 O que é? |  O que é? | favorito

AS escolas da Matola e da Zona Verde apuraram-se para a final da espectacular competição de bola-ao-cesto, denominada Básquete Show/mcel, ao vencerem, no último sábado, a Francisco Manyanga (26-23) e a Josina Machel (34-24), respectivamente, em desafios das meias-finais.

A ESCOLA Secundária da Matola, campeã da edição de 2008 do Básquete Show, foi afastada da prova
Os estudantes da Matola fizeram o pleno em termos de presenças em finais, visto que carimbaram o passaporte pela terceira vez em igual número de edições realizadas, tendo perdido em 2007 e ganho no ano passado. Os Matolenses, que alcançaram um triunfo difícil diante da Francisco Manyanga, têm possibilidades de fazer o “bi”.

A Zona Verde teve uma tarefa mais acessível no confronto com a Josina Machel. A diferença pontual de dez pontos reflecte a hegemonia demonstrada pela Zona Verde, que esteve sempre em vantagem, tendo obtido uma vitória fácil.

No jogo de apuramento do quinto classificado, o Estrela Vermelha venceu a Noroeste 1, por 39-27, enquanto no duelo de classificação do sétimo classificado, Polana obteve uma vitória brilhante sobre Zedequias Manganhela, por 41-21.

A final do Básquete Show realiza-se no próximo sábado.

publicado por Vaxko Zakarias às 13:41
 O que é? |  O que é? | favorito

AS escolas da Matola e da Zona Verde apuraram-se para a final da espectacular competição de bola-ao-cesto, denominada Básquete Show/mcel, ao vencerem, no último sábado, a Francisco Manyanga (26-23) e a Josina Machel (34-24), respectivamente, em desafios das meias-finais.

A ESCOLA Secundária da Matola, campeã da edição de 2008 do Básquete Show, foi afastada da prova
Os estudantes da Matola fizeram o pleno em termos de presenças em finais, visto que carimbaram o passaporte pela terceira vez em igual número de edições realizadas, tendo perdido em 2007 e ganho no ano passado. Os Matolenses, que alcançaram um triunfo difícil diante da Francisco Manyanga, têm possibilidades de fazer o “bi”.

A Zona Verde teve uma tarefa mais acessível no confronto com a Josina Machel. A diferença pontual de dez pontos reflecte a hegemonia demonstrada pela Zona Verde, que esteve sempre em vantagem, tendo obtido uma vitória fácil.

No jogo de apuramento do quinto classificado, o Estrela Vermelha venceu a Noroeste 1, por 39-27, enquanto no duelo de classificação do sétimo classificado, Polana obteve uma vitória brilhante sobre Zedequias Manganhela, por 41-21.

A final do Básquete Show realiza-se no próximo sábado.

publicado por Vaxko Zakarias às 13:41
 O que é? |  O que é? | favorito

TEMPO de reflexão para Diego Maradona. Passaram nove meses desde que "El Pibe" assumiu o cargo de seleccionador da Argentina e, pegando na deixa, o "site" da FIFA começou a entrevista com a questão da paternidade.

Diego Maradona em tempo de reflexão
Uma conversa na qual o técnico destaca o portista Hulk como um dos futebolistas que mais o surpreendeu nos últimos tempos.

“Sim, tem sido um pouco parecido com ser pai. Mas neste tempo só consegui ter os rapazes por um mês e meio. É muito pouco, tendo em conta o que se tem para trabalhar. Tem sido bom, mas agora é preciso colocar conceitos dentro dessas 25 cabeças quanto ao que têm de fazer dentro e fora de campo. Já passei por isso, e por isso coloco minha experiência à disposição do grupo", disse.

Por causa dessa "dor de cabeça", Maradona desabafa, recordando o passado e colocando o futuro em perspectiva: "Divertia-me muito mais quando era jogador. Tem sido duro, mas não fujo às minhas responsabilidades. Aconteceram coisas muito feias em minha vida, me reinventei e hoje estou à frente da selecção argentina. É um sonho."

Na conversa, o astro argentino revela o lado menos bom do trabalho: "É preciso estar sempre ao telefone, sabendo como estão os jogadores. É muito mais logística do que estar com eles. Mas, as coisas são assim."

"É injusto que esperem ver o estilo Maradona quando tenho os rapazes dois dias antes de cada partida. Trabalho com o que tenho, faço e desfaço em três dias. Os jogadores chegam de uma viagem longa e precisam de um tempo para relaxarem e esticar as pernas, por isso não se pode trabalhar muito antes de cada jogo. Não posso colocá-los em duplo turno. Vou passando o que quero ao grupo, mas pouco a pouco. Mais que director técnico, sou um técnico."

Maradona revela que acorda durante a noite com ideias para colocar em prática e que as anota de imediato:

"Sim, é verdade. Jogadas para livres, cantos. Por exemplo, quero que a equipa encurte muito mais no ataque, que não existam tantos espaços entre a defesa, meio-campo e ataque. Assim, quando perdermos a bola, estaremos em cima do adversário de imediato. A Argentina deve aproveitar uma coisa: temos muito mais domínio que os outros. O Brasil tem o que nós temos, mas nem Itália, nem Alemanha têm. Talvez só a Espanha tenha conseguido algo parecido nos últimos tempos."

Quanto às principais equipas que preparam a pré-temporada, Maradona também expressou a sua opinião: "O Milan anda muito em baixo, o Inter continua a manter o mesmo nível. O Real Madrid, acho que vai mudar muito com Kaká, vai provocar desequilíbrios. O que não entendo é o Gago não jogar. Deveriam colocá-lo em campo, mas, mesmo assim, continua a ter a minha preferência."

Quando passou à análise de jogadores que o surpreenderam, o seleccionador argentino elegeu brasileiros: "Felipe Melo foi uma grande descoberta para o Brasil e Hulk, do FC Porto, também provocou um grande impacto. E também estou intrigado com Ronaldinho. Parece estar de novo em forma mas perdeu o poder de explosão. Espero que volte ao que era, mas só depois de jogar com a Argentina."

E quando falou de Messi deixou nova piada: "Dos nossos, vejo que (Diego) Milito está bem e o Kun (Sergio Agüero) também. Tentei telefonar ao Messi, mas é mais fácil falar com Barack Obama do que com Leo. Contaram-me que está a fazer uma boa pré-temporada”. (O Record).

publicado por Vaxko Zakarias às 13:28
 O que é? |  O que é? | favorito

TEMPO de reflexão para Diego Maradona. Passaram nove meses desde que "El Pibe" assumiu o cargo de seleccionador da Argentina e, pegando na deixa, o "site" da FIFA começou a entrevista com a questão da paternidade.

Diego Maradona em tempo de reflexão
Uma conversa na qual o técnico destaca o portista Hulk como um dos futebolistas que mais o surpreendeu nos últimos tempos.

“Sim, tem sido um pouco parecido com ser pai. Mas neste tempo só consegui ter os rapazes por um mês e meio. É muito pouco, tendo em conta o que se tem para trabalhar. Tem sido bom, mas agora é preciso colocar conceitos dentro dessas 25 cabeças quanto ao que têm de fazer dentro e fora de campo. Já passei por isso, e por isso coloco minha experiência à disposição do grupo", disse.

Por causa dessa "dor de cabeça", Maradona desabafa, recordando o passado e colocando o futuro em perspectiva: "Divertia-me muito mais quando era jogador. Tem sido duro, mas não fujo às minhas responsabilidades. Aconteceram coisas muito feias em minha vida, me reinventei e hoje estou à frente da selecção argentina. É um sonho."

Na conversa, o astro argentino revela o lado menos bom do trabalho: "É preciso estar sempre ao telefone, sabendo como estão os jogadores. É muito mais logística do que estar com eles. Mas, as coisas são assim."

"É injusto que esperem ver o estilo Maradona quando tenho os rapazes dois dias antes de cada partida. Trabalho com o que tenho, faço e desfaço em três dias. Os jogadores chegam de uma viagem longa e precisam de um tempo para relaxarem e esticar as pernas, por isso não se pode trabalhar muito antes de cada jogo. Não posso colocá-los em duplo turno. Vou passando o que quero ao grupo, mas pouco a pouco. Mais que director técnico, sou um técnico."

Maradona revela que acorda durante a noite com ideias para colocar em prática e que as anota de imediato:

"Sim, é verdade. Jogadas para livres, cantos. Por exemplo, quero que a equipa encurte muito mais no ataque, que não existam tantos espaços entre a defesa, meio-campo e ataque. Assim, quando perdermos a bola, estaremos em cima do adversário de imediato. A Argentina deve aproveitar uma coisa: temos muito mais domínio que os outros. O Brasil tem o que nós temos, mas nem Itália, nem Alemanha têm. Talvez só a Espanha tenha conseguido algo parecido nos últimos tempos."

Quanto às principais equipas que preparam a pré-temporada, Maradona também expressou a sua opinião: "O Milan anda muito em baixo, o Inter continua a manter o mesmo nível. O Real Madrid, acho que vai mudar muito com Kaká, vai provocar desequilíbrios. O que não entendo é o Gago não jogar. Deveriam colocá-lo em campo, mas, mesmo assim, continua a ter a minha preferência."

Quando passou à análise de jogadores que o surpreenderam, o seleccionador argentino elegeu brasileiros: "Felipe Melo foi uma grande descoberta para o Brasil e Hulk, do FC Porto, também provocou um grande impacto. E também estou intrigado com Ronaldinho. Parece estar de novo em forma mas perdeu o poder de explosão. Espero que volte ao que era, mas só depois de jogar com a Argentina."

E quando falou de Messi deixou nova piada: "Dos nossos, vejo que (Diego) Milito está bem e o Kun (Sergio Agüero) também. Tentei telefonar ao Messi, mas é mais fácil falar com Barack Obama do que com Leo. Contaram-me que está a fazer uma boa pré-temporada”. (O Record).

publicado por Vaxko Zakarias às 13:28
 O que é? |  O que é? | favorito

A ELIMINAÇÃO do Mahafil da Taça Maputo em Futebol, no último fim-de-semana, foi a nota dominante da segunda eliminatória da prova.

Nazir Issufo (esq. recebe Nassir Ahmed o novo equipamento. (S. Costa)
A turma do Mahafil era apontada com favorita a seguir em frente, na partida frente às Águias Especiais, mas depois de um empate a zero bola no período regulamentar foi derrotada nos penaltes por 5-6.

Em relação aos outros candidatos a transitar para a terceira eliminatória, nomeadamente Académica, Estrela Vermelha e 1º de Maio, conseguiram atingir o seu objectivo.

Os “estudantes” golearam o Nova Aliança por 5-0; os “alaranjados”, que têm tido uma prestação desastrosa no Campeonato da Cidade, bateram Cape Cape por 1-0, enquanto os “alvi-rubros” ultrapassaram sem grandes dificuldades o União FC por 2-0.

Na terceira eliminatória entrarão em acção as equipas da capital do país que participam no Moçambola, a saber: Ferroviário, Costa do Sol, Desportivo, Maxaquene, Matchedje e Liga Muçulmana.

publicado por Vaxko Zakarias às 13:04
 O que é? |  O que é? | favorito

A ELIMINAÇÃO do Mahafil da Taça Maputo em Futebol, no último fim-de-semana, foi a nota dominante da segunda eliminatória da prova.

Nazir Issufo (esq. recebe Nassir Ahmed o novo equipamento. (S. Costa)
A turma do Mahafil era apontada com favorita a seguir em frente, na partida frente às Águias Especiais, mas depois de um empate a zero bola no período regulamentar foi derrotada nos penaltes por 5-6.

Em relação aos outros candidatos a transitar para a terceira eliminatória, nomeadamente Académica, Estrela Vermelha e 1º de Maio, conseguiram atingir o seu objectivo.

Os “estudantes” golearam o Nova Aliança por 5-0; os “alaranjados”, que têm tido uma prestação desastrosa no Campeonato da Cidade, bateram Cape Cape por 1-0, enquanto os “alvi-rubros” ultrapassaram sem grandes dificuldades o União FC por 2-0.

Na terceira eliminatória entrarão em acção as equipas da capital do país que participam no Moçambola, a saber: Ferroviário, Costa do Sol, Desportivo, Maxaquene, Matchedje e Liga Muçulmana.

publicado por Vaxko Zakarias às 13:04
 O que é? |  O que é? | favorito

UMA autêntica máquina de fazer dinheiro. Não há crise que afecte Tiger Woods, o número um do Mundo que há oito anos consecutivos lidera a tabela dos desportistas mais bem pagos, exercendo um fascínio singular junto das marcas e dos adeptos de golfe.

Tiger Woods autêntica máquina de fazer dinheiro
Mil milhões de dólares (706 milhões de euros), entre prémios e contratos publicitários, é quanto Tiger Woods soma na sua conta bancária.

Em toda a sua carreira, o jogador norte-americano contabiliza 80 vitórias, mas estas apenas representam 15 por cento dos seus rendimentos. Marcas como a Nike, American Express, TAG Heuer ou Electronics Arts estão entre as 13 que pagam milhões para se associarem à sua imagem. Woods é um fenómeno idêntico ao do lendário Michael Jordan.

Aliás, a indústria do golfe não consegue viver sem ele. Nos oito meses de ausência, quando esteve a recuperar de uma lesão grave num joelho, muitos torneios PGA correram o risco de desaparecer, pois, a par da crise mundial, as audiências caíram a pique e os “sponsors” desertaram. Com o seu regresso, as audiências subiram 50 por cento e a PGA respirou fundo.

Entre Julho de 2008 e Junho deste ano, Tiger Woods embolsou mais de 5,7 milhões de dólares e em função do PGA Championship pode não se ficar por aqui. Por enquanto, já venceu pela sétima vez o Bridgestone Invitational, em Akron (Ohio). Ele é o número um dos milionários desportistas e o número um do ranking. Imbatível! (PAULA CAPELA MARTINS, O JOGO).

publicado por Vaxko Zakarias às 13:01
 O que é? |  O que é? | favorito

UMA autêntica máquina de fazer dinheiro. Não há crise que afecte Tiger Woods, o número um do Mundo que há oito anos consecutivos lidera a tabela dos desportistas mais bem pagos, exercendo um fascínio singular junto das marcas e dos adeptos de golfe.

Tiger Woods autêntica máquina de fazer dinheiro
Mil milhões de dólares (706 milhões de euros), entre prémios e contratos publicitários, é quanto Tiger Woods soma na sua conta bancária.

Em toda a sua carreira, o jogador norte-americano contabiliza 80 vitórias, mas estas apenas representam 15 por cento dos seus rendimentos. Marcas como a Nike, American Express, TAG Heuer ou Electronics Arts estão entre as 13 que pagam milhões para se associarem à sua imagem. Woods é um fenómeno idêntico ao do lendário Michael Jordan.

Aliás, a indústria do golfe não consegue viver sem ele. Nos oito meses de ausência, quando esteve a recuperar de uma lesão grave num joelho, muitos torneios PGA correram o risco de desaparecer, pois, a par da crise mundial, as audiências caíram a pique e os “sponsors” desertaram. Com o seu regresso, as audiências subiram 50 por cento e a PGA respirou fundo.

Entre Julho de 2008 e Junho deste ano, Tiger Woods embolsou mais de 5,7 milhões de dólares e em função do PGA Championship pode não se ficar por aqui. Por enquanto, já venceu pela sétima vez o Bridgestone Invitational, em Akron (Ohio). Ele é o número um dos milionários desportistas e o número um do ranking. Imbatível! (PAULA CAPELA MARTINS, O JOGO).

publicado por Vaxko Zakarias às 13:01
 O que é? |  O que é? | favorito

MICHAEL Schumacher anunciou ontem que não vai regressar à fórmula Um, noticia o jornal português “Maisfutebol”.

O   Piloto Schumacher diz que ainda não está em boas condições físicas

De acordo com a nota publicada no site oficial do piloto alemão e citada pelo mesmo jornal, o adiamento do regresso deve-se à falta de condições físicas para competir.

No mesmo texto, Schumacher explica que informou na segunda-feira à noite o presidente da Ferrari, Luca di Montezemolo, de que não poderia ser ele a substituir Massa. “Tentámos tudo, mas infelizmente não conseguimos anular uma dor que sinto no pescoço, apesar de termos tentado todos os tratamentos médicos”, afirma.

O alemão diz ainda que o acidente de bicicleta que sofreu em Fevereiro é responsável por estas dores. “O meu pescoço ainda não consegue suportar uma corrida de fórmula um”, confessou.

O piloto submeteu-se a diversos exames durante as últimas duas semanas, mas no domingo à noite teve de reconhecer que não havia forma de suportar a corrida. Agora, diz, resta-lhe desejar o melhor à equipa da Ferrari. “Tenho muita pena, mas fiz tudo o que podia”, conclui.

O regresso de Schumacher foi anunciado pela Ferrari após o acidente com Felipe Massa. Pelos vistos, cedo de mais.

O próximo Grande Prémio terá lugar no próximo dia 23, em Valência.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:56
 O que é? |  O que é? | favorito

MICHAEL Schumacher anunciou ontem que não vai regressar à fórmula Um, noticia o jornal português “Maisfutebol”.

O   Piloto Schumacher diz que ainda não está em boas condições físicas

De acordo com a nota publicada no site oficial do piloto alemão e citada pelo mesmo jornal, o adiamento do regresso deve-se à falta de condições físicas para competir.

No mesmo texto, Schumacher explica que informou na segunda-feira à noite o presidente da Ferrari, Luca di Montezemolo, de que não poderia ser ele a substituir Massa. “Tentámos tudo, mas infelizmente não conseguimos anular uma dor que sinto no pescoço, apesar de termos tentado todos os tratamentos médicos”, afirma.

O alemão diz ainda que o acidente de bicicleta que sofreu em Fevereiro é responsável por estas dores. “O meu pescoço ainda não consegue suportar uma corrida de fórmula um”, confessou.

O piloto submeteu-se a diversos exames durante as últimas duas semanas, mas no domingo à noite teve de reconhecer que não havia forma de suportar a corrida. Agora, diz, resta-lhe desejar o melhor à equipa da Ferrari. “Tenho muita pena, mas fiz tudo o que podia”, conclui.

O regresso de Schumacher foi anunciado pela Ferrari após o acidente com Felipe Massa. Pelos vistos, cedo de mais.

O próximo Grande Prémio terá lugar no próximo dia 23, em Valência.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:56
 O que é? |  O que é? | favorito
Agosto 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
14
15
16
17
21
22
23
29
30
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO