Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Sexta-feira, 28 DE Agosto 2009

O TÉCNICO do Ferroviário da Beira, Akil Marcelino, está debaixo de um inquérito mandado instaurar pelo Conselho de Disciplina da Liga Moçambicana de Futebol, em face das suas declarações no final do embate entre a sua equipa e a Liga Muçulmana, a contar para a 19ª jornada do Moçambola-2009.

Akil Marcelino treinador do Ferroviário da Beira
Tendo nomeado como instrutor o seu vogal efectivo Virgílio Maúngue, o Conselho de Disciplina da Liga mandou instaurar o inquérito para “efeitos de inequívoca qualificação e determinação das ocorrências eventualmente integrativas de infracção disciplinar e seus autores”.

Caso se venha a determinar que as declarações de Akil Marcelino são profundamente graves e atentatórias ao curso normal da prova, o treinador dos “locomotivas” do Chiveve incorre numa sanção que pode resultar na sua suspensão, numa altura crucial do campeonato.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:21
 O que é? |  O que é? | favorito

O TÉCNICO do Ferroviário da Beira, Akil Marcelino, está debaixo de um inquérito mandado instaurar pelo Conselho de Disciplina da Liga Moçambicana de Futebol, em face das suas declarações no final do embate entre a sua equipa e a Liga Muçulmana, a contar para a 19ª jornada do Moçambola-2009.

Akil Marcelino treinador do Ferroviário da Beira
Tendo nomeado como instrutor o seu vogal efectivo Virgílio Maúngue, o Conselho de Disciplina da Liga mandou instaurar o inquérito para “efeitos de inequívoca qualificação e determinação das ocorrências eventualmente integrativas de infracção disciplinar e seus autores”.

Caso se venha a determinar que as declarações de Akil Marcelino são profundamente graves e atentatórias ao curso normal da prova, o treinador dos “locomotivas” do Chiveve incorre numa sanção que pode resultar na sua suspensão, numa altura crucial do campeonato.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:21
 O que é? |  O que é? | favorito

EIS de novo o Moçambola-2009!

A Liga Muçulmana esta preste a fazer festa muçulmana no calor tórrido de Tete
A Taça de Moçambique, que obrigou a uma paragem do campeonato no pretérito fim-de-semana, serviu para vários motivos: uns, nomeadamente os que não disputaram a prova, aproveitaram o facto para recarregar as baterias e repensar em novas estratégias, com a finalidade de enfrentar esta etapa decisiva com mais vigor; outros, os que estiveram envolvidos, para além de verem naquela competição mais uma janela para conquistarem algo nesta temporada, foi uma ocasião para os devidos ensaios tácticos, dada a actual dinâmica do certame maior do futebol nacional, cuja 21ª jornada coloca, entre os quatro sérios candidatos ao título, três a actuar na capital do país, designadamente o líder Desportivo, Ferroviário e Costa do Sol, enquanto a Liga Muçulmana desloca-se ao tórrido calor de Tete.

Numa primeira análise multifacetada àquilo que poderá ser o comportamento destas formações, importa referir o seguinte: os “alvi-negros” terão pela frente um Matchedje que agora adoptou uma postura mais ofensiva, ao se ter apercebido de que a retranca podia lhe ser fatal; nesta altura da sagrada festa muçulmana, a Liga pode perfeitamente festejar em Tete, perante um Chingale à procura de uma bússola que lhe permite desenvencilhar-se dos lugares incómodos da tabela classificativa; o Ferroviário poderá estar descansadinho, diante do seu homónimo de Nacala, que não consegue se desembaraçar da lanterna vermelha; e os “canarinhos” terão nas costas o enorme peso beirense personificado nos “locomotivas” de Akil Marcelino.

É de facto uma jornada bastante diversificada e que pode trazer grandes surpresas e mexidas de vulto no grupo da frente, precisamente onde neste momento se centram as atenções dos adeptos, à medida que nos aproximamos do epílogo da prova e consequentemente da coroação do novo rei do futebol moçambicano.

Esta ronda, aliás, tem a particularidade de se posicionar no meio de duas paragens: a primeira, da semana passada, devido aos quartos-de-final da Taça de Moçambique, e a segunda, na semana que vem, face ao embate dos “Mambas” contra o Quénia, de qualificação para CAN e Mundial de 2010.

No entanto, apesar destas interrupções, o Moçambola-2009 continua a aglutinar os mais variados apetites e prognósticos. Prognósticos em relação ao futuro campeão, em que os concorrentes são Desportivo, Liga Muçulmana, Ferroviário e Costa do Sol; e prognósticos quanto àquilo que “todo o mundo” teme, que é a descida de divisão. Com a corda ao pescoço vivem Ferroviário de Nacala, Textáfrica, Ferroviário de Nampula, Chingale, Atlético Muçulmano e até, se quisermos esticar a fita, FC Lichinga e Matchedje, embora estes, caso caiam, seria mesmo por um infortúnio do tamanho da terra.

CADA CABEÇA UM ARGUMENTO

Na primeira volta, quando Matchedje e Desportivo se defrontaram, no Estádio da Machava, choveu a cântaros.

A partida chegou a ser interrompida e posteriormente retomada. Na altura, Nacir Armando conduzia um time super defensivo, uma estratégia em relação à qual os “alvi-negros” se aborreceram, pois as suas tentativas de penetração esbarravam naquela irritante retaguarda. Mas depois, numa excelente obra de Nelson, lá veio o golo da chuva, o golo da vitória. Amanhã, a partir das 15.00 horas, no relvado do 1º de Maio, com duas formações atacantes, o espectáculo será também um festival de lances atacantes? Esperemos para ver...

Ainda amanhã, o já riscado da corrida Maxaquene recebe no seu campo da Machava o Atlético Muçulmano, com estes últimos dispostos a fazer vida negra ao adversário, pois a sua posição na tabela classificativa não é nada cómoda.

No domingo, as atenções repartir-se-ão por vários recintos, com particular realce para o Estádio da Machava, Costa do Sol e Desportivo de Tete. No Vale do Infulene, o Ferroviário reúne todos os argumentos deste mundo para não se atrapalhar diante do modesto Ferroviário de Nacala, mesmo reconhecendo que este procura não facilitar nesta altura do campeonato. Já os “canarinhos” terão uma missão extremamente complicada, conhecida a arrogância, no sentido positivo do termo, dos “locomotivas” da Beira, mesmo a jogar em Maputo. Por seu turno, a Liga Muçulmana tem de se cuidar face a um Chingale que a todo o custo também tenta sair da zona da despromoção.

Nas restantes duas partidas, destaque para o clássico nortenho entre Ferroviário de Nampula e FC Lichinga, no Estádio 25 de Junho, enquanto o Textáfrica, no campo da Soalpo, recebe a visita da HCB de Songo.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:17
 O que é? |  O que é? | favorito

EIS de novo o Moçambola-2009!

A Liga Muçulmana esta preste a fazer festa muçulmana no calor tórrido de Tete
A Taça de Moçambique, que obrigou a uma paragem do campeonato no pretérito fim-de-semana, serviu para vários motivos: uns, nomeadamente os que não disputaram a prova, aproveitaram o facto para recarregar as baterias e repensar em novas estratégias, com a finalidade de enfrentar esta etapa decisiva com mais vigor; outros, os que estiveram envolvidos, para além de verem naquela competição mais uma janela para conquistarem algo nesta temporada, foi uma ocasião para os devidos ensaios tácticos, dada a actual dinâmica do certame maior do futebol nacional, cuja 21ª jornada coloca, entre os quatro sérios candidatos ao título, três a actuar na capital do país, designadamente o líder Desportivo, Ferroviário e Costa do Sol, enquanto a Liga Muçulmana desloca-se ao tórrido calor de Tete.

Numa primeira análise multifacetada àquilo que poderá ser o comportamento destas formações, importa referir o seguinte: os “alvi-negros” terão pela frente um Matchedje que agora adoptou uma postura mais ofensiva, ao se ter apercebido de que a retranca podia lhe ser fatal; nesta altura da sagrada festa muçulmana, a Liga pode perfeitamente festejar em Tete, perante um Chingale à procura de uma bússola que lhe permite desenvencilhar-se dos lugares incómodos da tabela classificativa; o Ferroviário poderá estar descansadinho, diante do seu homónimo de Nacala, que não consegue se desembaraçar da lanterna vermelha; e os “canarinhos” terão nas costas o enorme peso beirense personificado nos “locomotivas” de Akil Marcelino.

É de facto uma jornada bastante diversificada e que pode trazer grandes surpresas e mexidas de vulto no grupo da frente, precisamente onde neste momento se centram as atenções dos adeptos, à medida que nos aproximamos do epílogo da prova e consequentemente da coroação do novo rei do futebol moçambicano.

Esta ronda, aliás, tem a particularidade de se posicionar no meio de duas paragens: a primeira, da semana passada, devido aos quartos-de-final da Taça de Moçambique, e a segunda, na semana que vem, face ao embate dos “Mambas” contra o Quénia, de qualificação para CAN e Mundial de 2010.

No entanto, apesar destas interrupções, o Moçambola-2009 continua a aglutinar os mais variados apetites e prognósticos. Prognósticos em relação ao futuro campeão, em que os concorrentes são Desportivo, Liga Muçulmana, Ferroviário e Costa do Sol; e prognósticos quanto àquilo que “todo o mundo” teme, que é a descida de divisão. Com a corda ao pescoço vivem Ferroviário de Nacala, Textáfrica, Ferroviário de Nampula, Chingale, Atlético Muçulmano e até, se quisermos esticar a fita, FC Lichinga e Matchedje, embora estes, caso caiam, seria mesmo por um infortúnio do tamanho da terra.

CADA CABEÇA UM ARGUMENTO

Na primeira volta, quando Matchedje e Desportivo se defrontaram, no Estádio da Machava, choveu a cântaros.

A partida chegou a ser interrompida e posteriormente retomada. Na altura, Nacir Armando conduzia um time super defensivo, uma estratégia em relação à qual os “alvi-negros” se aborreceram, pois as suas tentativas de penetração esbarravam naquela irritante retaguarda. Mas depois, numa excelente obra de Nelson, lá veio o golo da chuva, o golo da vitória. Amanhã, a partir das 15.00 horas, no relvado do 1º de Maio, com duas formações atacantes, o espectáculo será também um festival de lances atacantes? Esperemos para ver...

Ainda amanhã, o já riscado da corrida Maxaquene recebe no seu campo da Machava o Atlético Muçulmano, com estes últimos dispostos a fazer vida negra ao adversário, pois a sua posição na tabela classificativa não é nada cómoda.

No domingo, as atenções repartir-se-ão por vários recintos, com particular realce para o Estádio da Machava, Costa do Sol e Desportivo de Tete. No Vale do Infulene, o Ferroviário reúne todos os argumentos deste mundo para não se atrapalhar diante do modesto Ferroviário de Nacala, mesmo reconhecendo que este procura não facilitar nesta altura do campeonato. Já os “canarinhos” terão uma missão extremamente complicada, conhecida a arrogância, no sentido positivo do termo, dos “locomotivas” da Beira, mesmo a jogar em Maputo. Por seu turno, a Liga Muçulmana tem de se cuidar face a um Chingale que a todo o custo também tenta sair da zona da despromoção.

Nas restantes duas partidas, destaque para o clássico nortenho entre Ferroviário de Nampula e FC Lichinga, no Estádio 25 de Junho, enquanto o Textáfrica, no campo da Soalpo, recebe a visita da HCB de Songo.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:17
 O que é? |  O que é? | favorito

AMANHÃ

imagem corporativa do moçambola
Campo do 1º de Maio

15.00 – Desportivo-Matchedje

Campo do Maxaquene (Machava)

15.00 – Maxaquene-Atlético Muçulmano

DOMINGO

Campo do Costa do Sol

15.00 – Costa do Sol-Fer. Beira

Estádio da Machava

15.00 – Fer. Maputo-Fer. Nacala

Campo da Soalpo

15.00 – Textáfrica-HCB de Songo

Estádio 25 de Junho

15.00 – Fer. Nampula-FC Lichinga

Campo do Desportivo de Tete

15.00 – Chingale-Liga Muçulmana

publicado por Vaxko Zakarias às 12:11
 O que é? |  O que é? | favorito

AMANHÃ

imagem corporativa do moçambola
Campo do 1º de Maio

15.00 – Desportivo-Matchedje

Campo do Maxaquene (Machava)

15.00 – Maxaquene-Atlético Muçulmano

DOMINGO

Campo do Costa do Sol

15.00 – Costa do Sol-Fer. Beira

Estádio da Machava

15.00 – Fer. Maputo-Fer. Nacala

Campo da Soalpo

15.00 – Textáfrica-HCB de Songo

Estádio 25 de Junho

15.00 – Fer. Nampula-FC Lichinga

Campo do Desportivo de Tete

15.00 – Chingale-Liga Muçulmana

publicado por Vaxko Zakarias às 12:11
 O que é? |  O que é? | favorito

AS hostilidades já estão declaradas. A noite de hoje marca o arranque da sensacionalmente aguardada competição máxima da bola-ao-cesto moçambicana.

Imagem Corporativa da liga vodacom
Para os amantes da modalidade, depois da desilusão face à humilhação internacional da selecção de seniores masculinos, nos Jogos da Lusofonia, em Portugal, e no Afrobásquete Líbia-2009, nada melhor, para fazer vibrar os seus corações, que a Liga Nacional de Basquetebol Vodacom, cuja segunda edição conta com a participação do Desportivo, Ferroviário, Maxaquene, Costa do Sol e Real Sociedade, da cidade de Maputo; Ferroviário e Desportivo da Beira e Benfica de Quelimane.

Este ano organizada pela recém-constituída Liga Nacional de Basquetebol, encabeçada por João Domingues, a Liga Vodacom está a despertar vivo interesse no seio dos amantes da modalidade, e não só, pois com a fase regular chegou a altura de se viver a competição de forma bastante dinâmica, com os jogos a realizarem-se nas cidades de Maputo, Beira e Quelimane. Será uma oportunidade, particularmente para os adeptos beirenses e quelimanenses, de verem actuar “in loco” as nossas estrelas mais cintilantes, numa interessante corrida rumo ao título neste momento pertença do Ferroviário da capital do país.

Aliás, o figurino da prova é outro motivo de grande atracção e sobretudo de um empenho sem quaisquer desfalecimentos por parte dos artistas, dado que, desta fase, a ser disputada no sistema clássico de todos contra todos em duas voltas, transitam os quatro primeiros classificados para as meias-finais, dos “play-off” à melhor de três. Significa isto que a corrida para esses privilegiados postos será de facto interessante, embora “a priori” se saiba que há um grupo claramente candidato e que só daquelas surpresas extraordinárias pode contrariar os vaticínios.

Referimo-nos, concretamente, ao campeão nacional Ferroviário, ao vice Maxaquene e ao campeão da cidade Desportivo, que nesta prova certamente travarão duelos gigantescos, tal como nos habituaram. Até porque um e outro se preocuparam em ir buscar apetrechos no estrangeiro, nomeadamente no mercado sul-africano, para fazer face à concorrência. Este é, pois, o outro lado grandioso da Liga Vodacom, cujo vencedor é simplesmente imprevisível.

Costa do Sol e Ferroviário da Beira colocam-se no degrau imediatamente a seguir, esperando-se que discutam entre si a quarta vaga que dá acesso aos “play-off”. A turma do Chiveve, que conta com o internacional André Velasco, cresceu muito nos últimos anos e estamos certos e seguros de que, pelo menos no seu terreno, não facilitará a vida a ninguém.

O começo da prova será fulminante para o Maxaquene, senão vejamos: defronta esta noite, a partir das 20.00 horas, no pavilhão do Estrela Vermelha, o vizinho Desportivo, para amanhã, às 18.30, no seu recinto, receber o campeão Ferroviário. Campanha extremamente dura para a equipa de Horácio Martins nesta abertura, esperando-se que saiba estar à altura da demanda.

Nos outros desafios, hoje para a jornada inaugural, Costa do Sol defronta Ferroviário, às 18.00 horas, e, amanhã, teremos o embate entre “canarinhos” e “alvi-negros”.
No Chiveve, no Pavilhão dos Desportos, os jogos de hoje são: Ferroviário da Beira-Benfica de Quelimane (18.00) e Desportivo da Beira-Real Sociedade. Amanhã, realizam-se os desafios Desportivo-Benfica e Ferroviário-Real Sociedade.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:06
 O que é? |  O que é? | favorito

AS hostilidades já estão declaradas. A noite de hoje marca o arranque da sensacionalmente aguardada competição máxima da bola-ao-cesto moçambicana.

Imagem Corporativa da liga vodacom
Para os amantes da modalidade, depois da desilusão face à humilhação internacional da selecção de seniores masculinos, nos Jogos da Lusofonia, em Portugal, e no Afrobásquete Líbia-2009, nada melhor, para fazer vibrar os seus corações, que a Liga Nacional de Basquetebol Vodacom, cuja segunda edição conta com a participação do Desportivo, Ferroviário, Maxaquene, Costa do Sol e Real Sociedade, da cidade de Maputo; Ferroviário e Desportivo da Beira e Benfica de Quelimane.

Este ano organizada pela recém-constituída Liga Nacional de Basquetebol, encabeçada por João Domingues, a Liga Vodacom está a despertar vivo interesse no seio dos amantes da modalidade, e não só, pois com a fase regular chegou a altura de se viver a competição de forma bastante dinâmica, com os jogos a realizarem-se nas cidades de Maputo, Beira e Quelimane. Será uma oportunidade, particularmente para os adeptos beirenses e quelimanenses, de verem actuar “in loco” as nossas estrelas mais cintilantes, numa interessante corrida rumo ao título neste momento pertença do Ferroviário da capital do país.

Aliás, o figurino da prova é outro motivo de grande atracção e sobretudo de um empenho sem quaisquer desfalecimentos por parte dos artistas, dado que, desta fase, a ser disputada no sistema clássico de todos contra todos em duas voltas, transitam os quatro primeiros classificados para as meias-finais, dos “play-off” à melhor de três. Significa isto que a corrida para esses privilegiados postos será de facto interessante, embora “a priori” se saiba que há um grupo claramente candidato e que só daquelas surpresas extraordinárias pode contrariar os vaticínios.

Referimo-nos, concretamente, ao campeão nacional Ferroviário, ao vice Maxaquene e ao campeão da cidade Desportivo, que nesta prova certamente travarão duelos gigantescos, tal como nos habituaram. Até porque um e outro se preocuparam em ir buscar apetrechos no estrangeiro, nomeadamente no mercado sul-africano, para fazer face à concorrência. Este é, pois, o outro lado grandioso da Liga Vodacom, cujo vencedor é simplesmente imprevisível.

Costa do Sol e Ferroviário da Beira colocam-se no degrau imediatamente a seguir, esperando-se que discutam entre si a quarta vaga que dá acesso aos “play-off”. A turma do Chiveve, que conta com o internacional André Velasco, cresceu muito nos últimos anos e estamos certos e seguros de que, pelo menos no seu terreno, não facilitará a vida a ninguém.

O começo da prova será fulminante para o Maxaquene, senão vejamos: defronta esta noite, a partir das 20.00 horas, no pavilhão do Estrela Vermelha, o vizinho Desportivo, para amanhã, às 18.30, no seu recinto, receber o campeão Ferroviário. Campanha extremamente dura para a equipa de Horácio Martins nesta abertura, esperando-se que saiba estar à altura da demanda.

Nos outros desafios, hoje para a jornada inaugural, Costa do Sol defronta Ferroviário, às 18.00 horas, e, amanhã, teremos o embate entre “canarinhos” e “alvi-negros”.
No Chiveve, no Pavilhão dos Desportos, os jogos de hoje são: Ferroviário da Beira-Benfica de Quelimane (18.00) e Desportivo da Beira-Real Sociedade. Amanhã, realizam-se os desafios Desportivo-Benfica e Ferroviário-Real Sociedade.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:06
 O que é? |  O que é? | favorito

HOJE

Pavilhão do Estrela Vermelha

18.00 – Costa do Sol-Ferroviário

20.00 – Maxaquene-Desportivo

Pavilhão dos Desportos da Beira

18.00 – Ferroviário Beira-Benfica Quelimane

20.00 – Desportivo Beira-Real Sociedade

AMANHÃ

Pavilhão do Maxaquene

16.30 – Costa do Sol-Desportivo

18.30 – Maxaquene-Ferroviário

Pavilhão dos Desportos da Beira

17.00 – Desportivo Beira-Benfica Quelimane

19.00 – Ferroviário Beira-Real Sociedade

publicado por Vaxko Zakarias às 11:52
 O que é? |  O que é? | favorito

HOJE

Pavilhão do Estrela Vermelha

18.00 – Costa do Sol-Ferroviário

20.00 – Maxaquene-Desportivo

Pavilhão dos Desportos da Beira

18.00 – Ferroviário Beira-Benfica Quelimane

20.00 – Desportivo Beira-Real Sociedade

AMANHÃ

Pavilhão do Maxaquene

16.30 – Costa do Sol-Desportivo

18.30 – Maxaquene-Ferroviário

Pavilhão dos Desportos da Beira

17.00 – Desportivo Beira-Benfica Quelimane

19.00 – Ferroviário Beira-Real Sociedade

publicado por Vaxko Zakarias às 11:52
 O que é? |  O que é? | favorito
Agosto 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
14
15
16
17
21
22
23
29
30
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO