Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Terça-feira, 28 DE Julho 2009

APESAR de termos exactamente dois anos pela frente para a realização da 10ª edição dos Jogos Africanos de Maputo-2011, a preparação das nossas selecções deve começar já, incidindo nos aspectos físico, técnico e psicológico, tendo sempre presente um melhor aproveitamento dos talentos que desabrocharam do recente Festival Nacional dos Jogos Escolares, realizado em Lichinga.

Selecções moçambicanas nos Jogos Africanos de Maputo-2011
Esta recomendação foi dada pelo Presidente da República, Armando Guebuza, quando, no sábado, procedia ao lançamento da gigantesca campanha nacional em redor das olimpíadas continentais, defendendo que somente dessa forma Moçambique poderá estar à altura de conquistar medalhas e competir com as grandes potências desportivas africanas.

Para o Chefe do Estado moçambicano, paralelamente à excelente capacidade de organização que devemos emprestar ao evento, facto que exigirá o empenho e abnegação de todos nós, temos que também investir na preparação dos nossos atletas, pois, para eles, “Maputo-2011” será um desafio de dimensão particular.

“Com efeito, eles terão a dupla missão de, por um lado, acolher os seus próprios adversários com a hospitalidade que caracteriza o moçambicano. Por outro, eles far-se-ão aos campos e às pistas para responderem às expectativas nacionais de medalhas e marcas melhoradas, competindo com os seus irmãos africanos que os acolheram de braços abertos à sua chegada e fora das competições”, explicou.

Estabelecendo a ponte com outros grandes acontecimentos desportivos que se projectam para os próximos dois anos, Armando Guebuza disse que os Jogos Africanos têm a particularidade de decorrer no intervalo entre CAN e Mundial de 2010, em Angola e na África do Sul, respectivamente, e os Jogos Olímpicos de Londres-2012. Segundo ele, acolher a maior festa desportiva africana, 46 anos após a sua proclamação, constitui um reconhecimento ao trabalho que temos vindo a realizar, no campo da formação, da reabilitação e da construção de infra-estruturas desportivas.

“Queremos que o movimento dos Jogos Africanos de Maputo-2011, que hoje se desencadeia, induza a uma maior prática do desporto nas escolas, nos bairros e nos locais de trabalho. Os professores, os pais e encarregados de educação e os proprietários e dirigentes de instituições públicas e privadas podem impulsionar este movimento, orientados pelas estruturas especializadas do Governo e pelas federações e associações. O Desporto, para além de promover o espírito de equipa e de complementaridade, entre nós, contribui para a consolidação da Unidade Nacional e para a criação de referências nacionais para os nossos jovens”, afirmou o Presidente da República.

Falando perante uma audiência que incluía muitos desportistas, Guebuza anunciou a constituição, há dias, do Comité Organizador dos Jogos Africanos de Maputo-2011, conhecido pela sigla COJA Maputo-2011. Trata-se, segundo referiu, de um fórum que congrega diversas sensibilidades, incluindo membros do Governo, desportistas, empresários e outros representantes da sociedade civil.

“Este comité tem como pressuposto a criação de condições para que subamos a fasquia do nosso desempenho na organização de eventos desta natureza e para que os nossos hóspedes transportem no seu imaginário momentos memoráveis sobre a sua estadia entre nós. Conduzir com brio e profissionalismo toda a máquina organizativa e ser capaz de mobilizar e enquadrar as energias e vontades de muitos outros moçambicanos é outro desafio ao alcance do COJA Maputo-2011”, concluiu

publicado por Vaxko Zakarias às 13:50
 O que é? |  O que é? | favorito

APESAR de termos exactamente dois anos pela frente para a realização da 10ª edição dos Jogos Africanos de Maputo-2011, a preparação das nossas selecções deve começar já, incidindo nos aspectos físico, técnico e psicológico, tendo sempre presente um melhor aproveitamento dos talentos que desabrocharam do recente Festival Nacional dos Jogos Escolares, realizado em Lichinga.

Selecções moçambicanas nos Jogos Africanos de Maputo-2011
Esta recomendação foi dada pelo Presidente da República, Armando Guebuza, quando, no sábado, procedia ao lançamento da gigantesca campanha nacional em redor das olimpíadas continentais, defendendo que somente dessa forma Moçambique poderá estar à altura de conquistar medalhas e competir com as grandes potências desportivas africanas.

Para o Chefe do Estado moçambicano, paralelamente à excelente capacidade de organização que devemos emprestar ao evento, facto que exigirá o empenho e abnegação de todos nós, temos que também investir na preparação dos nossos atletas, pois, para eles, “Maputo-2011” será um desafio de dimensão particular.

“Com efeito, eles terão a dupla missão de, por um lado, acolher os seus próprios adversários com a hospitalidade que caracteriza o moçambicano. Por outro, eles far-se-ão aos campos e às pistas para responderem às expectativas nacionais de medalhas e marcas melhoradas, competindo com os seus irmãos africanos que os acolheram de braços abertos à sua chegada e fora das competições”, explicou.

Estabelecendo a ponte com outros grandes acontecimentos desportivos que se projectam para os próximos dois anos, Armando Guebuza disse que os Jogos Africanos têm a particularidade de decorrer no intervalo entre CAN e Mundial de 2010, em Angola e na África do Sul, respectivamente, e os Jogos Olímpicos de Londres-2012. Segundo ele, acolher a maior festa desportiva africana, 46 anos após a sua proclamação, constitui um reconhecimento ao trabalho que temos vindo a realizar, no campo da formação, da reabilitação e da construção de infra-estruturas desportivas.

“Queremos que o movimento dos Jogos Africanos de Maputo-2011, que hoje se desencadeia, induza a uma maior prática do desporto nas escolas, nos bairros e nos locais de trabalho. Os professores, os pais e encarregados de educação e os proprietários e dirigentes de instituições públicas e privadas podem impulsionar este movimento, orientados pelas estruturas especializadas do Governo e pelas federações e associações. O Desporto, para além de promover o espírito de equipa e de complementaridade, entre nós, contribui para a consolidação da Unidade Nacional e para a criação de referências nacionais para os nossos jovens”, afirmou o Presidente da República.

Falando perante uma audiência que incluía muitos desportistas, Guebuza anunciou a constituição, há dias, do Comité Organizador dos Jogos Africanos de Maputo-2011, conhecido pela sigla COJA Maputo-2011. Trata-se, segundo referiu, de um fórum que congrega diversas sensibilidades, incluindo membros do Governo, desportistas, empresários e outros representantes da sociedade civil.

“Este comité tem como pressuposto a criação de condições para que subamos a fasquia do nosso desempenho na organização de eventos desta natureza e para que os nossos hóspedes transportem no seu imaginário momentos memoráveis sobre a sua estadia entre nós. Conduzir com brio e profissionalismo toda a máquina organizativa e ser capaz de mobilizar e enquadrar as energias e vontades de muitos outros moçambicanos é outro desafio ao alcance do COJA Maputo-2011”, concluiu

publicado por Vaxko Zakarias às 13:50
 O que é? |  O que é? | favorito

DATA de 1978, portanto, três anos após a proclamação da independência nacional, a participação do nosso país nos Jogos Africanos.

lurdesmutola1
Tal aconteceu em Argel, uma edição que encerraria um ciclo que somente viria a ser retomado em 1987, em Nairobi. Segundo deu a conhecer o Ministro da Juventude e Desportos, Fernando Sumbana Júnior, em sete presenças, Moçambique conquistou outras tantas medalhas, sendo quatro de ouro, duas de prata e uma de bronze.

As medalhas de ouro pertencem a Lurdes Mutola (Cairo-91 e Harare-95), selecção feminina de basquetebol (Cairo-91) e Leonor Piúza (Argel-07). As de prata foram ganhas por Argentina da Glória e pela selecção feminina de básquete, na mesma edição (Harare-95). A medalha de bronze foi conquistada pelo pugilista Lucas Sinóia, em Nairobi-87, por sinal, a primeira para o nosso país nas Olimpíadas africanas.

Fazendo um breve historial do evento, Fernando Sumbana explicou que a ideia da concepção dos Jogos Africanos data de 1920 e foi impulsionada com o objectivo de contribuir para a promoção do espírito olímpico no seio dos atletas africanos e fortalecimento da fraternidade e solidariedade dos povos deste continente. A edição de 2011 tinha sido atribuída à Zâmbia, mas que, decorridos cerca de dois anos após a adjudicação e por razões ponderosas, desistiu de acolher o evento.

Ministro da Juventude e Desportos (MJD)
“Perante esta realidade, e considerando que a decisão era no sentido de que fosse a zona austral de África a acolher esta edição, os países da região solicitaram a Moçambique para que aceitasse o desafio de se candidatar, tendo em conta a reconhecida capacidade organizativa do nosso país.

Moçambique aceitou o desafio, porquanto os Jogos Africanos constituem um evento de inegável interesse internacional e nacional e mais uma sublime possibilidade de projecção da imagem de Moçambique globalmente”, disse o ministro.

Segundo a fonte, o acontecimento implica uma organização multissectorial, uma adequada articulação entre as várias instituições do Governo e entre estas e a sociedade civil, empresários, desportistas, jornalistas, artistas, entre outros, na concepção e realização do evento, dada a sua magnitude e a envolvente socioeconómica de incomensurável vulto

publicado por Vaxko Zakarias às 13:44
 O que é? |  O que é? | favorito

DATA de 1978, portanto, três anos após a proclamação da independência nacional, a participação do nosso país nos Jogos Africanos.

lurdesmutola1
Tal aconteceu em Argel, uma edição que encerraria um ciclo que somente viria a ser retomado em 1987, em Nairobi. Segundo deu a conhecer o Ministro da Juventude e Desportos, Fernando Sumbana Júnior, em sete presenças, Moçambique conquistou outras tantas medalhas, sendo quatro de ouro, duas de prata e uma de bronze.

As medalhas de ouro pertencem a Lurdes Mutola (Cairo-91 e Harare-95), selecção feminina de basquetebol (Cairo-91) e Leonor Piúza (Argel-07). As de prata foram ganhas por Argentina da Glória e pela selecção feminina de básquete, na mesma edição (Harare-95). A medalha de bronze foi conquistada pelo pugilista Lucas Sinóia, em Nairobi-87, por sinal, a primeira para o nosso país nas Olimpíadas africanas.

Fazendo um breve historial do evento, Fernando Sumbana explicou que a ideia da concepção dos Jogos Africanos data de 1920 e foi impulsionada com o objectivo de contribuir para a promoção do espírito olímpico no seio dos atletas africanos e fortalecimento da fraternidade e solidariedade dos povos deste continente. A edição de 2011 tinha sido atribuída à Zâmbia, mas que, decorridos cerca de dois anos após a adjudicação e por razões ponderosas, desistiu de acolher o evento.

Ministro da Juventude e Desportos (MJD)
“Perante esta realidade, e considerando que a decisão era no sentido de que fosse a zona austral de África a acolher esta edição, os países da região solicitaram a Moçambique para que aceitasse o desafio de se candidatar, tendo em conta a reconhecida capacidade organizativa do nosso país.

Moçambique aceitou o desafio, porquanto os Jogos Africanos constituem um evento de inegável interesse internacional e nacional e mais uma sublime possibilidade de projecção da imagem de Moçambique globalmente”, disse o ministro.

Segundo a fonte, o acontecimento implica uma organização multissectorial, uma adequada articulação entre as várias instituições do Governo e entre estas e a sociedade civil, empresários, desportistas, jornalistas, artistas, entre outros, na concepção e realização do evento, dada a sua magnitude e a envolvente socioeconómica de incomensurável vulto

publicado por Vaxko Zakarias às 13:44
 O que é? |  O que é? | favorito

JOSINA Machel tornou-se na primeira equipa a apurar-se para as meias-finais do Torneio Juvenil entre escolas em masculinos, denominado Básquete Show/mcel, ao vencer, no sábado, no pavilhão do Maxaquene, a Polana, por 51-29, em partida da segunda jornada do Grupo 2.

Básquete Show/mcel: Josina Machel já está nas “meias”
A turma da Josina Machel garantiu o apuramento para as meias-finais ao ser a única a obter a segunda vitória consecutiva no grupo, assegurando, desta feita, uma das duas primeiras posições que dão acesso à próxima fase.

A escola que leva o nome da maior heroína da luta pela Independência de Moçambique, fez jus ao nome e foi a primeira a arrecadar um lugar entre as melhores quatro formações do mega-evento.

Noutro embate do grupo, houve muita emoção dentro e fora do rectângulo de jogo. Francisco Manyanga precisava de ganhar para carimbar o passaporte para as “meias”, no entanto Noroeste 1 travou uma luta titânica e acabou vencendo, por 26-22, uma diferença de apenas quatro pontos que espelha o quão foi equilibrado este confronto.

Noroeste 1 e Francisco Manyanga irão assim decidir na última jornada quem seguirá para as meias-finais quando defrontarem Josina Machel e Polana, na terceira e última jornada. Polana, com duas derrotas em igual número de partidas realizadas, está afastada da próxima fase.

TUDO EM ABERTO

O Grupo 1 foi disputado a um nível ainda mais excitante e reluzente. As escolas do Estrela Vermelha e da Matola, vencedoras da primeira e segunda edições, respectivamente puseram todas as equipas em igualdade de circunstâncias na luta pelas “meias”, ao ganharem a Zedequias Manganhela, por 47-25, e Zona Verde, por 35-18.

As quatro equipas seguem empatadas com três pontos para a derradeira ronda.

RESULTADOS:

Zedequias Manganhela, 25-Estrela Vermelha, 47; Matola, 35-Zona Verde, 18; Francisco Manyanga, 22-Noroeste 1, 26, Josina Machel, 51-Polana, 29.

publicado por Vaxko Zakarias às 13:36
 O que é? |  O que é? | favorito

JOSINA Machel tornou-se na primeira equipa a apurar-se para as meias-finais do Torneio Juvenil entre escolas em masculinos, denominado Básquete Show/mcel, ao vencer, no sábado, no pavilhão do Maxaquene, a Polana, por 51-29, em partida da segunda jornada do Grupo 2.

Básquete Show/mcel: Josina Machel já está nas “meias”
A turma da Josina Machel garantiu o apuramento para as meias-finais ao ser a única a obter a segunda vitória consecutiva no grupo, assegurando, desta feita, uma das duas primeiras posições que dão acesso à próxima fase.

A escola que leva o nome da maior heroína da luta pela Independência de Moçambique, fez jus ao nome e foi a primeira a arrecadar um lugar entre as melhores quatro formações do mega-evento.

Noutro embate do grupo, houve muita emoção dentro e fora do rectângulo de jogo. Francisco Manyanga precisava de ganhar para carimbar o passaporte para as “meias”, no entanto Noroeste 1 travou uma luta titânica e acabou vencendo, por 26-22, uma diferença de apenas quatro pontos que espelha o quão foi equilibrado este confronto.

Noroeste 1 e Francisco Manyanga irão assim decidir na última jornada quem seguirá para as meias-finais quando defrontarem Josina Machel e Polana, na terceira e última jornada. Polana, com duas derrotas em igual número de partidas realizadas, está afastada da próxima fase.

TUDO EM ABERTO

O Grupo 1 foi disputado a um nível ainda mais excitante e reluzente. As escolas do Estrela Vermelha e da Matola, vencedoras da primeira e segunda edições, respectivamente puseram todas as equipas em igualdade de circunstâncias na luta pelas “meias”, ao ganharem a Zedequias Manganhela, por 47-25, e Zona Verde, por 35-18.

As quatro equipas seguem empatadas com três pontos para a derradeira ronda.

RESULTADOS:

Zedequias Manganhela, 25-Estrela Vermelha, 47; Matola, 35-Zona Verde, 18; Francisco Manyanga, 22-Noroeste 1, 26, Josina Machel, 51-Polana, 29.

publicado por Vaxko Zakarias às 13:36
 O que é? |  O que é? | favorito

OS prognósticos e conjecturas confirmaram-se: Real Sociedade, da cidade de Maputo, e Desportivo da Beira transitaram para a fase regular da Liga Nacional de Basquetebol Vodacom, mercê dos seus indiscutíveis triunfos no decorrer da qualificação regional havida entre sexta e domingo.

Desportivo e C. Sol disputam torneio da ABCM
Numa competição em que estiveram envolvidos, para além da Real Sociedade, o Matolinhas, da província do Maputo, a EMAF Construções, de Gaza, e a Universidade Sagrada Família, de Inhambane, a turma da capital do país ganhou por 75-67 aos matolenses e 134-47 aos gazenses.

Por seu turno, o Desportivo da Beira, em partidas realizadas no pavilhão dos Desportos do Chiveve, bateu Académica de Tete por 95-49 e derrotou Liga Muçulmana de Chimoio pela marca de 81-75. A turma do Planalto de Manica havia vencido os “estudantes” por 119-55.

No próximo fim-de-semana, terá lugar no pavilhão do Ferroviário de Nampula o apuramento regional norte, envolvendo representantes da província anfitriã, da Zambézia, do Niassa e de Cabo Delgado.

O qualificado do norte juntar-se-á à Real Sociedade e ao Desportivo da Beira, que na fase regular estarão com os já apurados Ferroviário de Maputo, Maxaquene, Desportivo, Costa do Sol e Ferroviário da Beira.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:37
 O que é? |  O que é? | favorito

OS prognósticos e conjecturas confirmaram-se: Real Sociedade, da cidade de Maputo, e Desportivo da Beira transitaram para a fase regular da Liga Nacional de Basquetebol Vodacom, mercê dos seus indiscutíveis triunfos no decorrer da qualificação regional havida entre sexta e domingo.

Desportivo e C. Sol disputam torneio da ABCM
Numa competição em que estiveram envolvidos, para além da Real Sociedade, o Matolinhas, da província do Maputo, a EMAF Construções, de Gaza, e a Universidade Sagrada Família, de Inhambane, a turma da capital do país ganhou por 75-67 aos matolenses e 134-47 aos gazenses.

Por seu turno, o Desportivo da Beira, em partidas realizadas no pavilhão dos Desportos do Chiveve, bateu Académica de Tete por 95-49 e derrotou Liga Muçulmana de Chimoio pela marca de 81-75. A turma do Planalto de Manica havia vencido os “estudantes” por 119-55.

No próximo fim-de-semana, terá lugar no pavilhão do Ferroviário de Nampula o apuramento regional norte, envolvendo representantes da província anfitriã, da Zambézia, do Niassa e de Cabo Delgado.

O qualificado do norte juntar-se-á à Real Sociedade e ao Desportivo da Beira, que na fase regular estarão com os já apurados Ferroviário de Maputo, Maxaquene, Desportivo, Costa do Sol e Ferroviário da Beira.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:37
 O que é? |  O que é? | favorito

FELIPE Massa pregou um valente susto a quem assistia à qualificação do GP da Hungria. Na segunda sessão, e num dos sectores mais rápidos de Hungaroring, o piloto brasileiro da Ferrari perdeu o controlo do seu monolugar, chocando contra a barreira de protecção a 193 km/hora.

O brasileiro Felipe Massa (Ferrari)
O acidente foi provocado por uma peça do Brawn-Mercedes de Rubens Barrichello, que se soltou e atingiu Massa na zona frontal do capacete. Inconsciente, o piloto foi evacuado de helicóptero, tendo recuperado os sentidos antes de entrar no hospital AEK de Budapeste.

O diagnóstico revelou comossão cerebral e uma lesão craniana, pelo que os médicos optaram por submeter o piloto a uma intervenção cirúrgica à arcada supraciliar do olho esquerdo. Felipe Massa passou o dia nos cuidados intensivos, está em coma induzido e com prognóstico algo preocupante.

A corrida vai realizar-se sem Felipe Massa e com Fernando Alonso (Renault) na frente. O espanhol conseguiu a 18ª pole-position da sua carreira - primeira em 2009 - e logo na pista que lhe deu o primeiro triunfo na F.1, em Agosto de 2003, quando tinha 22 anos. As performances dos Red Bull de Vettel e Webber têm batido a concorrência e por isso mesmo Alonso já avisou, como que dando a entender que partirá com pouco combustível: "Creio que perderei posições na corrida".

Na Hungria, Jaime Alguersuari (Toro Rosso-Ferrari) começou por despertar atenções, mas o acidente de Massa e a pole de Alonso ofuscaram o mais jovem piloto da história do paddock. No domingo, Alguersuari ficou parado depois de a sua equipa ter desligado o contacto eléctrico com o motor.

BARRICHELLO "NÃO EXISTEM COINCIDÊNCIAS"

O momento do acidente reavivou a memória do trágico dia que vitimou Ayrton Senna, em 1994, e a agitação em torno de Massa foi maior quando ainda há poucos dias o automobilismo perdeu em pista Henry Surtees, de apenas 18 anos, filho de um ex-campeão de F.1. Rubens Barrichello foi o primeiro a lembrá-lo logo depois de ter visitado Massa no hospital: "Não acredito em coincidências.

As coisas acontecem por um motivo e acho que este foi o segundo aviso. Imola foi um aviso. Os carros evoluíram. Infelizmente, perdemos um rapaz, o que é muito triste e não é uma coincidência que isto tenha acontecido agora. Na reunião de pilotos já tínhamos discutido o assunto. Temos de aprender com isto e melhorar as coisas". "Fui visitá-lo , porque já passei pelo mesmo e queria dar-lhe apoio caso a família ainda não tivesse chegado”.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:33
 O que é? |  O que é? | favorito

FELIPE Massa pregou um valente susto a quem assistia à qualificação do GP da Hungria. Na segunda sessão, e num dos sectores mais rápidos de Hungaroring, o piloto brasileiro da Ferrari perdeu o controlo do seu monolugar, chocando contra a barreira de protecção a 193 km/hora.

O brasileiro Felipe Massa (Ferrari)
O acidente foi provocado por uma peça do Brawn-Mercedes de Rubens Barrichello, que se soltou e atingiu Massa na zona frontal do capacete. Inconsciente, o piloto foi evacuado de helicóptero, tendo recuperado os sentidos antes de entrar no hospital AEK de Budapeste.

O diagnóstico revelou comossão cerebral e uma lesão craniana, pelo que os médicos optaram por submeter o piloto a uma intervenção cirúrgica à arcada supraciliar do olho esquerdo. Felipe Massa passou o dia nos cuidados intensivos, está em coma induzido e com prognóstico algo preocupante.

A corrida vai realizar-se sem Felipe Massa e com Fernando Alonso (Renault) na frente. O espanhol conseguiu a 18ª pole-position da sua carreira - primeira em 2009 - e logo na pista que lhe deu o primeiro triunfo na F.1, em Agosto de 2003, quando tinha 22 anos. As performances dos Red Bull de Vettel e Webber têm batido a concorrência e por isso mesmo Alonso já avisou, como que dando a entender que partirá com pouco combustível: "Creio que perderei posições na corrida".

Na Hungria, Jaime Alguersuari (Toro Rosso-Ferrari) começou por despertar atenções, mas o acidente de Massa e a pole de Alonso ofuscaram o mais jovem piloto da história do paddock. No domingo, Alguersuari ficou parado depois de a sua equipa ter desligado o contacto eléctrico com o motor.

BARRICHELLO "NÃO EXISTEM COINCIDÊNCIAS"

O momento do acidente reavivou a memória do trágico dia que vitimou Ayrton Senna, em 1994, e a agitação em torno de Massa foi maior quando ainda há poucos dias o automobilismo perdeu em pista Henry Surtees, de apenas 18 anos, filho de um ex-campeão de F.1. Rubens Barrichello foi o primeiro a lembrá-lo logo depois de ter visitado Massa no hospital: "Não acredito em coincidências.

As coisas acontecem por um motivo e acho que este foi o segundo aviso. Imola foi um aviso. Os carros evoluíram. Infelizmente, perdemos um rapaz, o que é muito triste e não é uma coincidência que isto tenha acontecido agora. Na reunião de pilotos já tínhamos discutido o assunto. Temos de aprender com isto e melhorar as coisas". "Fui visitá-lo , porque já passei pelo mesmo e queria dar-lhe apoio caso a família ainda não tivesse chegado”.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:33
 O que é? |  O que é? | favorito

OS árbitros nacionais de futebol estão desde sábado último num curso de reciclagem promovido pela Federação Internacional de Futebol (FIFA), em Maputo, em colaboração com a instituição que gere a modalidade rainha no país, a FMF.

logo da fifa
Neste curso, que tem lugar no Estádio 1º de Maio/Standard Bank e que se prolongará até quinta-feira, a FMF espera que os treinadores venham a enriquecer as suas capacidades técnicas de modo a dirigirem com zelo e dedicação os jogos internos e assim concorrerem para a sua eleição a nível internacional.

O trabalho da arbitragem tem sido alvo de críticas internamente. Isto acontece sobretudo a nível do Moçambola, onde as polémicas têm sido constantes, face ao mau trabalho dos homens do apito, situação que não ajuda o melhoramento da qualidade do futebol no país.

De salientar que participam no curso 30 árbitros, entre juízes e assistentes. Para além de melhorarem a qualidade técnica dos árbitros nacionais, o curso surge para actualizá-los em matéria de regras de jogo, que têm sido alvo de mudanças constantes com objectivo de tornar cada vez mais bonito o espectáculo.

O curso é ministrado por três instrutores da FIFA, nomeadamente o português Carlos Henrique, os brasileiros António Pereira e Jorge Gomes.

Um outro curso, desta feita para instrutores de arbitragem dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP), decorrerá de 1 a 6 de Agosto, também em Maputo. Trata-se de um curso adiado há sensivelmente dois meses por razões logísticas para acomodar os mais de 10 cursantes provenientes de Cabo Verde, Angola, Guiné-Bissau e São Tomé e Príncipe.

Moçambique vai participar neste curso com cincoárbitros, nomeadamente Venildo Mussane (presidente da CNAF), César Fontes (vice-presidente), Artur Máximo (secretário), Joaquim Daniel (Sofala) e Alfredo Chirindza (Nampula), enquanto as restantes delegações contarão com dois cada. Feito isto, caberá aos cursantes promover a formação de árbitros internamente.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:24
 O que é? |  O que é? | favorito

OS árbitros nacionais de futebol estão desde sábado último num curso de reciclagem promovido pela Federação Internacional de Futebol (FIFA), em Maputo, em colaboração com a instituição que gere a modalidade rainha no país, a FMF.

logo da fifa
Neste curso, que tem lugar no Estádio 1º de Maio/Standard Bank e que se prolongará até quinta-feira, a FMF espera que os treinadores venham a enriquecer as suas capacidades técnicas de modo a dirigirem com zelo e dedicação os jogos internos e assim concorrerem para a sua eleição a nível internacional.

O trabalho da arbitragem tem sido alvo de críticas internamente. Isto acontece sobretudo a nível do Moçambola, onde as polémicas têm sido constantes, face ao mau trabalho dos homens do apito, situação que não ajuda o melhoramento da qualidade do futebol no país.

De salientar que participam no curso 30 árbitros, entre juízes e assistentes. Para além de melhorarem a qualidade técnica dos árbitros nacionais, o curso surge para actualizá-los em matéria de regras de jogo, que têm sido alvo de mudanças constantes com objectivo de tornar cada vez mais bonito o espectáculo.

O curso é ministrado por três instrutores da FIFA, nomeadamente o português Carlos Henrique, os brasileiros António Pereira e Jorge Gomes.

Um outro curso, desta feita para instrutores de arbitragem dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP), decorrerá de 1 a 6 de Agosto, também em Maputo. Trata-se de um curso adiado há sensivelmente dois meses por razões logísticas para acomodar os mais de 10 cursantes provenientes de Cabo Verde, Angola, Guiné-Bissau e São Tomé e Príncipe.

Moçambique vai participar neste curso com cincoárbitros, nomeadamente Venildo Mussane (presidente da CNAF), César Fontes (vice-presidente), Artur Máximo (secretário), Joaquim Daniel (Sofala) e Alfredo Chirindza (Nampula), enquanto as restantes delegações contarão com dois cada. Feito isto, caberá aos cursantes promover a formação de árbitros internamente.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:24
 O que é? |  O que é? | favorito

ROMÁRIO foi condenado por um tribunal brasileiro a cumprir três anos e meio de prisão.

O jogador Brazileiro Romário
A pena foi decretada na sequência de um processo em que o antigo futebolista foi considerado culpado de evasão fiscal.

O crime de fuga ao fisco remonta a rendimentos obtidos entre 1996 e 1997, período em que Romário jogava no Flamengo. Durante essa altura, o antigo jogador terá escondido uma série de informações às Finanças.

Para além dos três anos e meio de prisão, Romário foi condenado a pagar 625 mil euros. Relativamente à pena de prisão, e dado tratar-se de uma condenação inferior a quatro anos, o antigo jogador pode trocá-la por trabalho comunitário.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:21
 O que é? |  O que é? | favorito

ROMÁRIO foi condenado por um tribunal brasileiro a cumprir três anos e meio de prisão.

O jogador Brazileiro Romário
A pena foi decretada na sequência de um processo em que o antigo futebolista foi considerado culpado de evasão fiscal.

O crime de fuga ao fisco remonta a rendimentos obtidos entre 1996 e 1997, período em que Romário jogava no Flamengo. Durante essa altura, o antigo jogador terá escondido uma série de informações às Finanças.

Para além dos três anos e meio de prisão, Romário foi condenado a pagar 625 mil euros. Relativamente à pena de prisão, e dado tratar-se de uma condenação inferior a quatro anos, o antigo jogador pode trocá-la por trabalho comunitário.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:21
 O que é? |  O que é? | favorito

SAMUEL Eto'o, avançado camaronês que foi um dos protagonistas da "transferência do Verão", como a apelidou José Mourinho, já está em Milão.

SAMUEL Eto
À chegada ao novo clube, Eto'o revelou querer "trabalhar para ganhar a Liga dos Campeões", o que constituiria a sua terceira, depois das duas conquistadas no Barcelona.

O camaronês aterrou no Aeroporto de Linate às primeiras horas da manhã de ontem e mostrou-se "bastante feliz por estar no Inter", elogiando o seu novo presidente, Massimo Moratti: "É uma pessoa com grande coração."

Antes de partir rumo aos habituais exames médicos, Eto'o fez questão de felicitar os seus novos companheiros pela vitória diante do arqui-rival AC Milan, em Boston (EUA), por 2-0

publicado por Vaxko Zakarias às 09:41
 O que é? |  O que é? | favorito

SAMUEL Eto'o, avançado camaronês que foi um dos protagonistas da "transferência do Verão", como a apelidou José Mourinho, já está em Milão.

SAMUEL Eto
À chegada ao novo clube, Eto'o revelou querer "trabalhar para ganhar a Liga dos Campeões", o que constituiria a sua terceira, depois das duas conquistadas no Barcelona.

O camaronês aterrou no Aeroporto de Linate às primeiras horas da manhã de ontem e mostrou-se "bastante feliz por estar no Inter", elogiando o seu novo presidente, Massimo Moratti: "É uma pessoa com grande coração."

Antes de partir rumo aos habituais exames médicos, Eto'o fez questão de felicitar os seus novos companheiros pela vitória diante do arqui-rival AC Milan, em Boston (EUA), por 2-0

publicado por Vaxko Zakarias às 09:41
 O que é? |  O que é? | favorito
Julho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
18
19
25
26
27
29
subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO