Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Quarta-feira, 10 DE Junho 2009

VOCÊS são capazes de representar o país condignamente. Temos muita esperança nos bons resultados que trarão do “Mundial”.

Fernando Sumbana (esq.) saúda Bruno Pimentel (S.Costa)
Já mostraram em campeonatos anteriores que vocês têm capacidade. É preciso que continuem a acreditar que é possível fazer mais por forma a elevarem o mais alto possível a Bandeira Nacional”.

Foi com esta mensagem de apreço que o Ministro da Juventude e Desportos, Fernando Sumbana, procurou transmitir confiança e moralizar a Selecção Nacional no sentido de rubricar uma prestação positiva no Campeonato do Mundo do Grupo A, que deve passar em primeiro lugar pela manutenção.

Sumbana dirigiu-se aos jogadores antes do início do treino de segunda-feira, uma visita muito aplaudida pelos jogadores, que agradeceram o facto de o ministro se ter deslocado ao pavilhão do Desportivo para demonstrar a sua fraternidade com os hoquistas nacionais que vão participar no próximo mês no Campeonato Mundial de Espanha.

Fernando Sumbana, que não se cansou de transmitir palavras de encorajamento, afirmou que o hóquei em patins é daquelas modalidades que merece todo o apoio do Governo, pois tem sabido, dentro do possível, dignificar as cores nacionais além-fronteiras, apesar das dificuldades que tem vivido. “Desejo que o aparato que está a ser montado, o apoio que o Governo tem vindo a dar para que a preparação decorra sem sobressaltos sirva de “trampolim” para vocês (atletas) realizarem um bom campeonato”.

O titular da pasta da Juventude e Desportos elogiou ainda o esforço que a equipa técnica tem vindo a realizar para colocar os jogadores num nível aceitável em todos os aspectos, designadamente técnico, físico e táctico.

PREMIAÇÃO ASSEGURADA

Sumbana assegurou, em declaração ao “Notícias”, que os jogadores serão premiados de acordo com aquilo que será a sua prestação. Segundo ele, os valores da premiação estão ainda a ser equacionados, por isso preferiu não avançar com números.

“Estamos a trabalhar no sentido de premiar a equipa nacional de hóquei. Ela tem feito por merecer. Agora, o valor está dependente dos resultados que vão alcançar. Mas o plano é mesmo premiar os jogadores”.

Acrescentou ser intenção do Governo ajudar, dentro das suas capacidades, a equipa nacional para que nada falte. “Estamos a criar condições para que nada falte à selecção, pois queremos que esteja a bom nível”.

SUMBANA NA PASSAGEM DO TESTEMUNHO

O “Mundial” da Espanha terá um sabor especial para o nosso país. É que no final da prova será feita a passagem do testemunho de organizador do “Mundial” de 2011 a Moçambique, um feito inédito para África, já que será o primeiro país do continente a acolher um Campeonato do Mundo do Grupo “A”. Sublinhe-se que a África do Sul já recebeu o do Grupo “B”.

Na passagem do testemunho Moçambique estará representado pelo ministro da Juventude e Desportos, que afiançou constar da sua agenda a presença em Vigo, Espanha, para acompanhar este acto histórico.

Sobre o facto de Moçambique ser o anfitrião do próximo “Mundial”, Fernando Sumbana mostrou-se confiante numa boa organização. “Será uma grande oportunidade para melhorarmos as infra-estruturas. Acredito que temos condições para albergar a prova.

A nossa única preocupação é juntar pessoal capacitado para trabalhar antes e durante a prova, mas mediante a nossa organização creio que temos tudo para sermos bons anfitriões”.

publicado por Vaxko Zakarias às 13:41
 O que é? |  O que é? | favorito

VOCÊS são capazes de representar o país condignamente. Temos muita esperança nos bons resultados que trarão do “Mundial”.

Fernando Sumbana (esq.) saúda Bruno Pimentel (S.Costa)
Já mostraram em campeonatos anteriores que vocês têm capacidade. É preciso que continuem a acreditar que é possível fazer mais por forma a elevarem o mais alto possível a Bandeira Nacional”.

Foi com esta mensagem de apreço que o Ministro da Juventude e Desportos, Fernando Sumbana, procurou transmitir confiança e moralizar a Selecção Nacional no sentido de rubricar uma prestação positiva no Campeonato do Mundo do Grupo A, que deve passar em primeiro lugar pela manutenção.

Sumbana dirigiu-se aos jogadores antes do início do treino de segunda-feira, uma visita muito aplaudida pelos jogadores, que agradeceram o facto de o ministro se ter deslocado ao pavilhão do Desportivo para demonstrar a sua fraternidade com os hoquistas nacionais que vão participar no próximo mês no Campeonato Mundial de Espanha.

Fernando Sumbana, que não se cansou de transmitir palavras de encorajamento, afirmou que o hóquei em patins é daquelas modalidades que merece todo o apoio do Governo, pois tem sabido, dentro do possível, dignificar as cores nacionais além-fronteiras, apesar das dificuldades que tem vivido. “Desejo que o aparato que está a ser montado, o apoio que o Governo tem vindo a dar para que a preparação decorra sem sobressaltos sirva de “trampolim” para vocês (atletas) realizarem um bom campeonato”.

O titular da pasta da Juventude e Desportos elogiou ainda o esforço que a equipa técnica tem vindo a realizar para colocar os jogadores num nível aceitável em todos os aspectos, designadamente técnico, físico e táctico.

PREMIAÇÃO ASSEGURADA

Sumbana assegurou, em declaração ao “Notícias”, que os jogadores serão premiados de acordo com aquilo que será a sua prestação. Segundo ele, os valores da premiação estão ainda a ser equacionados, por isso preferiu não avançar com números.

“Estamos a trabalhar no sentido de premiar a equipa nacional de hóquei. Ela tem feito por merecer. Agora, o valor está dependente dos resultados que vão alcançar. Mas o plano é mesmo premiar os jogadores”.

Acrescentou ser intenção do Governo ajudar, dentro das suas capacidades, a equipa nacional para que nada falte. “Estamos a criar condições para que nada falte à selecção, pois queremos que esteja a bom nível”.

SUMBANA NA PASSAGEM DO TESTEMUNHO

O “Mundial” da Espanha terá um sabor especial para o nosso país. É que no final da prova será feita a passagem do testemunho de organizador do “Mundial” de 2011 a Moçambique, um feito inédito para África, já que será o primeiro país do continente a acolher um Campeonato do Mundo do Grupo “A”. Sublinhe-se que a África do Sul já recebeu o do Grupo “B”.

Na passagem do testemunho Moçambique estará representado pelo ministro da Juventude e Desportos, que afiançou constar da sua agenda a presença em Vigo, Espanha, para acompanhar este acto histórico.

Sobre o facto de Moçambique ser o anfitrião do próximo “Mundial”, Fernando Sumbana mostrou-se confiante numa boa organização. “Será uma grande oportunidade para melhorarmos as infra-estruturas. Acredito que temos condições para albergar a prova.

A nossa única preocupação é juntar pessoal capacitado para trabalhar antes e durante a prova, mas mediante a nossa organização creio que temos tudo para sermos bons anfitriões”.

publicado por Vaxko Zakarias às 13:41
 O que é? |  O que é? | favorito

OS olhares dos moçambicanos voltam-se hoje para o país, depois de no sábado terem estado inteiramente virados para a cidade tunisina de Rades, local onde Moçambique travou um duelo frente à Tunísia em mais uma partida inserida nas eliminatórias de acesso ao “Africano” e “Mundial” de 2010.

Maxaquene-Liga Muçulmana, que marcará a abertura da terceira e última eliminatória da Taça de Moçambique a nível da cidade de Maputo
É que hoje, o Estádio da Machava, catedral do futebol nacional, voltará a acolher mais um confronto entre “colossos”. Trata-se do Maxaquene-Liga Muçulmana, que marcará a abertura da terceira e última eliminatória da Taça de Moçambique a nível da cidade de Maputo. O encontro tem início previsto para as 14.30 horas e vai decidir quem será o primeiro “colosso” a ficar pelo caminho.

É difícil saber quem ficará em terra, já que tudo leva a crer que o equilíbrio será a nota dominante. Tanto o Maxaquene como a Liga Muçulmana não jogaram nos últimos dois fins-de-semana devido ao facto de terem jogadores ao serviço da Selecção Nacional. Porém, partem em igualdade de circunstâncias no que toca ao número de jogos realizados no Moçambola, o que equilibra a balança em termos de carga competitiva.

Todavia, no que diz respeito ao nível anímico e confiança a balança pode pender para o lado dos comandados de Litos, visto que já derrotaram, em desafio do Moçambola, os pupilos do professor Neca. Este embate será por outro lado um confronto entre dois dos técnicos portugueses que esta época vieram para o Moçambola.

Este é o único jogo marcado para amanhã, pois a ronda ficará completa no fim-de-semana e o que mais salta à vista é o que coloca o Desportivo e o Matchedje a ter lugar no domingo também no Estádio da Machava. Os dois “monstros” do futebol nacional voltam a encontrar-se esta época depois dos “alvi-negros” terem vencido os “militares”.

Mas não se espera vida fácil para os comandados de Artur Semedo, se se atender que a equipa de Nacir Armando vem se mostrando muito compacta, sobretudo no sector defensivo.

Dentre as formações grandes, o Ferroviário é o que se pode dar por satisfeito com o sorteio, já que ombreará no Estádio da Machava com o modesto Cape Cape, uma equipa que milita no Campeonato da Cidade de Maputo. No entanto, como taça é taça pode-se ficar à espera de uma surpresinha.

Outro jogo curioso é aquele que o vai colocar frente-a-frente os actuais líderes do Moçambola, o Costa do Sol, e do Campeonato da Cidade de Maputo, a Académica. Duas equipas que estão a realizar um bom campeonato cada um no seu poleiro, e que poderão proporcionar uma partida de futebol comovente. No desafio entre equipas que militam no Campeonato da Cidade, o 1º de Maio recebe o Estrela Vermelha.
publicado por Vaxko Zakarias às 13:19
 O que é? |  O que é? | favorito

OS olhares dos moçambicanos voltam-se hoje para o país, depois de no sábado terem estado inteiramente virados para a cidade tunisina de Rades, local onde Moçambique travou um duelo frente à Tunísia em mais uma partida inserida nas eliminatórias de acesso ao “Africano” e “Mundial” de 2010.

Maxaquene-Liga Muçulmana, que marcará a abertura da terceira e última eliminatória da Taça de Moçambique a nível da cidade de Maputo
É que hoje, o Estádio da Machava, catedral do futebol nacional, voltará a acolher mais um confronto entre “colossos”. Trata-se do Maxaquene-Liga Muçulmana, que marcará a abertura da terceira e última eliminatória da Taça de Moçambique a nível da cidade de Maputo. O encontro tem início previsto para as 14.30 horas e vai decidir quem será o primeiro “colosso” a ficar pelo caminho.

É difícil saber quem ficará em terra, já que tudo leva a crer que o equilíbrio será a nota dominante. Tanto o Maxaquene como a Liga Muçulmana não jogaram nos últimos dois fins-de-semana devido ao facto de terem jogadores ao serviço da Selecção Nacional. Porém, partem em igualdade de circunstâncias no que toca ao número de jogos realizados no Moçambola, o que equilibra a balança em termos de carga competitiva.

Todavia, no que diz respeito ao nível anímico e confiança a balança pode pender para o lado dos comandados de Litos, visto que já derrotaram, em desafio do Moçambola, os pupilos do professor Neca. Este embate será por outro lado um confronto entre dois dos técnicos portugueses que esta época vieram para o Moçambola.

Este é o único jogo marcado para amanhã, pois a ronda ficará completa no fim-de-semana e o que mais salta à vista é o que coloca o Desportivo e o Matchedje a ter lugar no domingo também no Estádio da Machava. Os dois “monstros” do futebol nacional voltam a encontrar-se esta época depois dos “alvi-negros” terem vencido os “militares”.

Mas não se espera vida fácil para os comandados de Artur Semedo, se se atender que a equipa de Nacir Armando vem se mostrando muito compacta, sobretudo no sector defensivo.

Dentre as formações grandes, o Ferroviário é o que se pode dar por satisfeito com o sorteio, já que ombreará no Estádio da Machava com o modesto Cape Cape, uma equipa que milita no Campeonato da Cidade de Maputo. No entanto, como taça é taça pode-se ficar à espera de uma surpresinha.

Outro jogo curioso é aquele que o vai colocar frente-a-frente os actuais líderes do Moçambola, o Costa do Sol, e do Campeonato da Cidade de Maputo, a Académica. Duas equipas que estão a realizar um bom campeonato cada um no seu poleiro, e que poderão proporcionar uma partida de futebol comovente. No desafio entre equipas que militam no Campeonato da Cidade, o 1º de Maio recebe o Estrela Vermelha.
publicado por Vaxko Zakarias às 13:19
 O que é? |  O que é? | favorito

O CLUBE de Incomáti apurou-se, no pretérito fim-de-semana, para a final da Taça de Moçambique em futebol ao vencer nos penaltes o Djuba FC, por 6-4, em desafio das meias-finais. No período regulamentar verificava-se uma igualdade a uma bola.

Direcção do clube com a equipa de futebol (A. Marrengula)
O Incomáti, a jogar em casa, dispôs das melhores oportunidades de golo, mas os avançados estavam numa tarde de domingo desinspirada.

O Clube de Incomáti defronta na final o Clube Atlético Muçulmano no fim-de-semana. Os “muçulmanos” tornaram-se nos primeiros a apurarem-se para a final após baterem o Clube da Manhiça, por 1-0.

Assim sendo, o Clube de Incomáti e o Atlético Muçulmano decidirão quem será o representante da província do Maputo na Taça de Moçambique.

1º DE MAIO FINALISTA

O 1º de Maio tornou-se no primeiro finalista da prova a nível da província da Zambézia ao ganhar o Morrumbala FC, por 2-0, nas meias-finais.

O 1º de Maio joga a final no domingo frente ao vencedor da partida entre o Matchedje e o Gumula FC, que amanhã se defrontam noutro embate das meias-finais.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:56
 O que é? |  O que é? | favorito

O CLUBE de Incomáti apurou-se, no pretérito fim-de-semana, para a final da Taça de Moçambique em futebol ao vencer nos penaltes o Djuba FC, por 6-4, em desafio das meias-finais. No período regulamentar verificava-se uma igualdade a uma bola.

Direcção do clube com a equipa de futebol (A. Marrengula)
O Incomáti, a jogar em casa, dispôs das melhores oportunidades de golo, mas os avançados estavam numa tarde de domingo desinspirada.

O Clube de Incomáti defronta na final o Clube Atlético Muçulmano no fim-de-semana. Os “muçulmanos” tornaram-se nos primeiros a apurarem-se para a final após baterem o Clube da Manhiça, por 1-0.

Assim sendo, o Clube de Incomáti e o Atlético Muçulmano decidirão quem será o representante da província do Maputo na Taça de Moçambique.

1º DE MAIO FINALISTA

O 1º de Maio tornou-se no primeiro finalista da prova a nível da província da Zambézia ao ganhar o Morrumbala FC, por 2-0, nas meias-finais.

O 1º de Maio joga a final no domingo frente ao vencedor da partida entre o Matchedje e o Gumula FC, que amanhã se defrontam noutro embate das meias-finais.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:56
 O que é? |  O que é? | favorito

É INEVITÁVEL: Litos vai ter mesmo que deixar o Maxaquene nos próximos dias. O técnico português apresentou uma carta de rescisão de contrato esta semana à direcção do clube por alegadamente não estar a honrar com alguns compromissos.

Litos vai ter mesmo que deixar o Maxaquene nos próximos dias
Há cerca de quatro meses que Litos vem se queixando da falta de condições para realizar um trabalho sem sobressaltos, tendo obrigado por várias custeado as despesas inerentes ao lanche e transporte dos jogadores. Mas o copo de água transbordou após o técnico receber um aviso de despejo da casa onde vive, cuja renda é custeada pelo Maxaquene.

O treinador ficou a saber da senhora proprietária do imóvel que tinha que abandoná-lo no prazo de 48 horas. Ontem, quando contactámos o “mister”, que havia assinado esta época um contrato com o Maxaquene por um ano, estava precisamente a juntar os seus haveres para, de acordo com ele, ir à casa de uns amigos que se prontificaram a acolhê-lo.

“Vou me hospedar em casa de uns amigos até que me organize para regressar ao meu país. Estou com saudades da minha família e vou me recuperar dos seis meses terríveis que passei no Maxaquene”.

Questionado se gostaria de treinar um outro clube nacional, este disse: “um dia se calhar volte a treinar uma equipa moçambicana, mas por enquanto não penso nisso. Só quero regressar ao meu país (Portugal) para descansar e só depois terei cabeça para treinar outra equipa”.

publicado por Vaxko Zakarias às 10:52
 O que é? |  O que é? | favorito

É INEVITÁVEL: Litos vai ter mesmo que deixar o Maxaquene nos próximos dias. O técnico português apresentou uma carta de rescisão de contrato esta semana à direcção do clube por alegadamente não estar a honrar com alguns compromissos.

Litos vai ter mesmo que deixar o Maxaquene nos próximos dias
Há cerca de quatro meses que Litos vem se queixando da falta de condições para realizar um trabalho sem sobressaltos, tendo obrigado por várias custeado as despesas inerentes ao lanche e transporte dos jogadores. Mas o copo de água transbordou após o técnico receber um aviso de despejo da casa onde vive, cuja renda é custeada pelo Maxaquene.

O treinador ficou a saber da senhora proprietária do imóvel que tinha que abandoná-lo no prazo de 48 horas. Ontem, quando contactámos o “mister”, que havia assinado esta época um contrato com o Maxaquene por um ano, estava precisamente a juntar os seus haveres para, de acordo com ele, ir à casa de uns amigos que se prontificaram a acolhê-lo.

“Vou me hospedar em casa de uns amigos até que me organize para regressar ao meu país. Estou com saudades da minha família e vou me recuperar dos seis meses terríveis que passei no Maxaquene”.

Questionado se gostaria de treinar um outro clube nacional, este disse: “um dia se calhar volte a treinar uma equipa moçambicana, mas por enquanto não penso nisso. Só quero regressar ao meu país (Portugal) para descansar e só depois terei cabeça para treinar outra equipa”.

publicado por Vaxko Zakarias às 10:52
 O que é? |  O que é? | favorito

A transferência de Kaká do AC Milan para o Real Madrid está consumada. O clube espanhol já confirmou a contratação do internacional brasileiro, que assina um contrato válido por seis temporadas.

Calderón sonha juntar Ronaldo e Kaká no Real
Só faltava mesmo a confirmação oficial, já que a transferência estava mais do que anunciada.

O chefe do departamento médico do Real Madrid viajou para o Brasil e nesta segunda-feira esteve com o jogador a realizar exames médicos, que não detectaram qualquer anomalia, pelo que a transferência foi finalizada.

O Real Madrid não revela os valores envolvidos no negócio, mas os próprios protagonistas sempre falaram numa verba entre os 65 e os 70 milhões de euros.

publicado por Vaxko Zakarias às 10:48
 O que é? |  O que é? | favorito

A transferência de Kaká do AC Milan para o Real Madrid está consumada. O clube espanhol já confirmou a contratação do internacional brasileiro, que assina um contrato válido por seis temporadas.

Calderón sonha juntar Ronaldo e Kaká no Real
Só faltava mesmo a confirmação oficial, já que a transferência estava mais do que anunciada.

O chefe do departamento médico do Real Madrid viajou para o Brasil e nesta segunda-feira esteve com o jogador a realizar exames médicos, que não detectaram qualquer anomalia, pelo que a transferência foi finalizada.

O Real Madrid não revela os valores envolvidos no negócio, mas os próprios protagonistas sempre falaram numa verba entre os 65 e os 70 milhões de euros.

publicado por Vaxko Zakarias às 10:48
 O que é? |  O que é? | favorito

O Bunyodkor, clube do Uzbequistão que já é conhecido pelas suas contratações surpreendentes, acaba de anunciar a chegada de Luiz Felipe Scolari.

O seleccionador Nacional, o brasileiro Luiz Felipe Scolari
O acordo é válido por 18 meses, informa a página oficial do clube, segundo o Jornal português Maisfutebol.

Flário Murtosa e Darlan Schneider continuam a colaborar com Scolari, assim como o treinador de guarda-redes Carlos Pracidelli.
O Bunyodkor ganhou fama depois de ter anunciado a contratação de Samuel Eto’o.

O avançado camaronês acabou por ficar no Barcelona, mas o clube uzbeque não baixou os braços e garantiu Rivaldo. Depois chegou também Zico, que orientou o clube por pouco tempo, para rumar ao CSKA de Moscovo.

publicado por Vaxko Zakarias às 10:43
 O que é? |  O que é? | favorito

O Bunyodkor, clube do Uzbequistão que já é conhecido pelas suas contratações surpreendentes, acaba de anunciar a chegada de Luiz Felipe Scolari.

O seleccionador Nacional, o brasileiro Luiz Felipe Scolari
O acordo é válido por 18 meses, informa a página oficial do clube, segundo o Jornal português Maisfutebol.

Flário Murtosa e Darlan Schneider continuam a colaborar com Scolari, assim como o treinador de guarda-redes Carlos Pracidelli.
O Bunyodkor ganhou fama depois de ter anunciado a contratação de Samuel Eto’o.

O avançado camaronês acabou por ficar no Barcelona, mas o clube uzbeque não baixou os braços e garantiu Rivaldo. Depois chegou também Zico, que orientou o clube por pouco tempo, para rumar ao CSKA de Moscovo.

publicado por Vaxko Zakarias às 10:43
 O que é? |  O que é? | favorito

As alterações na fase de apuramento da Liga dos Campeões Europeus não vão afectar os destinos do FC Porto, único representante português garantido na fase de grupos.

Postiga dá mais três pontos
Tal como acontece nas últimas épocas, a equipa de Jesualdo Ferreira já tem lugar no sorteio do Mónaco, em final de Agosto, onde vai ocupar o segundo pote. Um agrupamento que lhe permite evitar adversários complicados como o Inter, Real Madrid, CSKA Moscovo e AZ Alkmaar. Lyon, Sporting e Shakhtar Donetsk (se passarem a fase de apuramento) ficam também fora do horizonte dos “dragões”.

O FC Porto terá como certa, também, a presença de um cabeça de série no seu grupo: Barcelona, Liverpool, Chelsea, Milan, Sevilha e Bayern de Munique, além do Arsenal (se passar a ronda de apuramento).

Do terceiro pote sairá um adversário, de um leque de oito equipas que incluem a Juventus (Itália), Glasgow Rangers (Escócia), Marselha (França), Dínamo Kiev (Ucrânia), Bordéus (França) e Besiktas (Turquia), mais duas provenientes das rondas qualificação.

No quarto e último pote, as presenças confirmadas são, para já, as do Wolfsburgo (Alemanha), Standard Liège (Bélgica), Rubin Kazan (Rússia) e Unirea Urziceni (Roménia), a que se juntam mais quatro provenientes das eliminatórias.

O sorteio da fase de grupos realiza-se a 27 Agosto, e a primeira jornada está marcada para os dias 15 e 16 de Setembro.

publicado por Vaxko Zakarias às 10:35
 O que é? |  O que é? | favorito

As alterações na fase de apuramento da Liga dos Campeões Europeus não vão afectar os destinos do FC Porto, único representante português garantido na fase de grupos.

Postiga dá mais três pontos
Tal como acontece nas últimas épocas, a equipa de Jesualdo Ferreira já tem lugar no sorteio do Mónaco, em final de Agosto, onde vai ocupar o segundo pote. Um agrupamento que lhe permite evitar adversários complicados como o Inter, Real Madrid, CSKA Moscovo e AZ Alkmaar. Lyon, Sporting e Shakhtar Donetsk (se passarem a fase de apuramento) ficam também fora do horizonte dos “dragões”.

O FC Porto terá como certa, também, a presença de um cabeça de série no seu grupo: Barcelona, Liverpool, Chelsea, Milan, Sevilha e Bayern de Munique, além do Arsenal (se passar a ronda de apuramento).

Do terceiro pote sairá um adversário, de um leque de oito equipas que incluem a Juventus (Itália), Glasgow Rangers (Escócia), Marselha (França), Dínamo Kiev (Ucrânia), Bordéus (França) e Besiktas (Turquia), mais duas provenientes das rondas qualificação.

No quarto e último pote, as presenças confirmadas são, para já, as do Wolfsburgo (Alemanha), Standard Liège (Bélgica), Rubin Kazan (Rússia) e Unirea Urziceni (Roménia), a que se juntam mais quatro provenientes das eliminatórias.

O sorteio da fase de grupos realiza-se a 27 Agosto, e a primeira jornada está marcada para os dias 15 e 16 de Setembro.

publicado por Vaxko Zakarias às 10:35
 O que é? |  O que é? | favorito

AMIDE Tarmamade, avançado da Liga Muçulmana, já pode jogar depois de cumprida a suspensão de cerca de seis meses aplicada pelo Conselho de Disciplina da Liga Moçambicana de Futebol por alegadamente ter agredido (apertado o pescoço), o árbitro, Filimão Filipe, que dirigiu o encontro entre a sua equipa e o Ferroviário de Maputo, realizado a 1 de Novembro de 2008 a contar para o Moçambola.

AMIDE Tarmamade, avançado da Liga Muçulmana
Amide havia recorrido à sanção disciplinar, mas sem sucesso e teve, por isso, que cumprir a suspensão de seis meses e ainda uma multa no valor de quatro mil meticais.

“KEEPER” DO CHINGALE SOB ALÇADA DISCIPLINAR

Foi aberto um processo disciplinar ao guarda-redes do Chingale, Chin King, por este ter agredido o primeiro assistente, Januário Pastola, no encontro diante do Desportivo a contar para a 11ª jornada do actual Moçambola.

Chin mostrou-se enfurecido com o facto de Januário Pastola ter validado um golo, na sua óptica mal, do Desportivo.

Num gesto pouco ético, o guardião do Chingale acabou por empurrar o auxiliar. Na sequência deste episódio, Aníbal Armando, árbitro principal, expulsou Chin com um cartão vermelho directo.

O guarda-redes do Chingale pode incorrer a uma suspensão pois a infracção cometida está prevista e é punível segundo o Regulamento Disciplinar da Liga Moçambicana de Futebol em vigor no Moçambola.

publicado por Vaxko Zakarias às 10:23
 O que é? |  O que é? | favorito

AMIDE Tarmamade, avançado da Liga Muçulmana, já pode jogar depois de cumprida a suspensão de cerca de seis meses aplicada pelo Conselho de Disciplina da Liga Moçambicana de Futebol por alegadamente ter agredido (apertado o pescoço), o árbitro, Filimão Filipe, que dirigiu o encontro entre a sua equipa e o Ferroviário de Maputo, realizado a 1 de Novembro de 2008 a contar para o Moçambola.

AMIDE Tarmamade, avançado da Liga Muçulmana
Amide havia recorrido à sanção disciplinar, mas sem sucesso e teve, por isso, que cumprir a suspensão de seis meses e ainda uma multa no valor de quatro mil meticais.

“KEEPER” DO CHINGALE SOB ALÇADA DISCIPLINAR

Foi aberto um processo disciplinar ao guarda-redes do Chingale, Chin King, por este ter agredido o primeiro assistente, Januário Pastola, no encontro diante do Desportivo a contar para a 11ª jornada do actual Moçambola.

Chin mostrou-se enfurecido com o facto de Januário Pastola ter validado um golo, na sua óptica mal, do Desportivo.

Num gesto pouco ético, o guardião do Chingale acabou por empurrar o auxiliar. Na sequência deste episódio, Aníbal Armando, árbitro principal, expulsou Chin com um cartão vermelho directo.

O guarda-redes do Chingale pode incorrer a uma suspensão pois a infracção cometida está prevista e é punível segundo o Regulamento Disciplinar da Liga Moçambicana de Futebol em vigor no Moçambola.

publicado por Vaxko Zakarias às 10:23
 O que é? |  O que é? | favorito

Mambas regressaram esta segunda-feira ao país e já se preparam para o próximo jogo .

MERECÍAMOS UM GOLO segundo o Selecionador Nacional Mart Nooij
Após a derrota por 2-0, so­frida no Estádio 7 de No­vembro em Rades, diante da Tunísia, o seleccionador na­cional de futebol inicia o traba­lho com vista à recuperação dos jogadores para o embate do dia 20 de Junho, diante do Quénia, em Nairobi.

Com efeito, Mart Nooij tratou, ainda na Tunísia, de abordar os jogadores para levantarem a ca­beça e continuarem confiantes, acto que ocorreu em vários mo­mentos ao longo da viagem de regresso, no trajecto Tunis/Du­bai/Joannesburgo/Maputo.

Aliás, um desses momentos aconteceu em pleno Aeroporto internacional Oliver Tambo, no qual os jogadores pediram à equipa técnica para que a “Operação Quénia”, em termos de sessões de treino, inicie no fim da presente semana, com vista a que os jogadores possam repousar depois da cansativa viagem.

Estágio Garantido em Adis Abeba

Quando instado a falar sobre quando é que as sessões de trei­no iniciariam, Mart Nooij disse à nossa reportagem que “poderão iniciar entre sexta-feira e sába­do, dependendo também do pla­no de voo que for efectuado até Adis Abeba, Etiópia, onde vamos observar um estágio”.

Mart Nooij aborda com optmis­mo a partida diante do Quénia, dizendo que “se mantivermos os níveis exibidos na segunda parte com a Tunísia, temos fortes pos­sibilidades de sair com sucesso em Nairobi”.

Quanto ao grupo de trabalho com quem vai trabalhar para o jogo da 3ª jornada da fase de qualificação para o CAN e Mundial 2010, o holandês disse que “não vamos fazer alterações de vulto, talvez uma ou duas que ainda estamos a analisar”, acrescentando que “pref iro trabalhar com o mesmo grupo de jogadores, pois assim é fácil adequar os automatismos ne­cessários para uma equipa de­senvolver bom futebol”.

Genito e Miro pedem dispensa

 Um dos maiores jogos das nossas vidas – afirma Mirodos Mambas
Os jogadores Genito e Miro pediram dispensa ao seleccio­nador nacional e não viajaram com os restantes companheiros até Maputo, onde o combinado nacional já se encontra desde a tarde de ontem a pensar na par­tida do dia 20.

Segundo revelou a fonte fede­rativa, Genito (que entrou na segunda parte no jogo de Tunis e foi um dos responsáveis pelo domínio dos Mambas na etapa complementar) solicitou à Fe­deração Moçambicana de Fute­bol que autorizasse a sua ida a Hungria, onde pretende tratar vários assuntos ligados a sua estada naquele país europeu, estando agora a FMF a estudar se o meio-campista se juntará aos companheiros em Maputo ou viajará directamente para Adis Abeba, onde decorrerá o estágio.

Já Miro fez a vigem com os res­tantes elementos da delegação até Joannesburgo, tendo ficado na África do Sul, também para tratar de assuntos pessoais. A dispensa de Miro é até quarta-feira, data em que deverá chegar à capital do país

Alfredo Júnior

publicado por Vaxko Zakarias às 10:12
 O que é? |  O que é? | favorito

Mambas regressaram esta segunda-feira ao país e já se preparam para o próximo jogo .

MERECÍAMOS UM GOLO segundo o Selecionador Nacional Mart Nooij
Após a derrota por 2-0, so­frida no Estádio 7 de No­vembro em Rades, diante da Tunísia, o seleccionador na­cional de futebol inicia o traba­lho com vista à recuperação dos jogadores para o embate do dia 20 de Junho, diante do Quénia, em Nairobi.

Com efeito, Mart Nooij tratou, ainda na Tunísia, de abordar os jogadores para levantarem a ca­beça e continuarem confiantes, acto que ocorreu em vários mo­mentos ao longo da viagem de regresso, no trajecto Tunis/Du­bai/Joannesburgo/Maputo.

Aliás, um desses momentos aconteceu em pleno Aeroporto internacional Oliver Tambo, no qual os jogadores pediram à equipa técnica para que a “Operação Quénia”, em termos de sessões de treino, inicie no fim da presente semana, com vista a que os jogadores possam repousar depois da cansativa viagem.

Estágio Garantido em Adis Abeba

Quando instado a falar sobre quando é que as sessões de trei­no iniciariam, Mart Nooij disse à nossa reportagem que “poderão iniciar entre sexta-feira e sába­do, dependendo também do pla­no de voo que for efectuado até Adis Abeba, Etiópia, onde vamos observar um estágio”.

Mart Nooij aborda com optmis­mo a partida diante do Quénia, dizendo que “se mantivermos os níveis exibidos na segunda parte com a Tunísia, temos fortes pos­sibilidades de sair com sucesso em Nairobi”.

Quanto ao grupo de trabalho com quem vai trabalhar para o jogo da 3ª jornada da fase de qualificação para o CAN e Mundial 2010, o holandês disse que “não vamos fazer alterações de vulto, talvez uma ou duas que ainda estamos a analisar”, acrescentando que “pref iro trabalhar com o mesmo grupo de jogadores, pois assim é fácil adequar os automatismos ne­cessários para uma equipa de­senvolver bom futebol”.

Genito e Miro pedem dispensa

 Um dos maiores jogos das nossas vidas – afirma Mirodos Mambas
Os jogadores Genito e Miro pediram dispensa ao seleccio­nador nacional e não viajaram com os restantes companheiros até Maputo, onde o combinado nacional já se encontra desde a tarde de ontem a pensar na par­tida do dia 20.

Segundo revelou a fonte fede­rativa, Genito (que entrou na segunda parte no jogo de Tunis e foi um dos responsáveis pelo domínio dos Mambas na etapa complementar) solicitou à Fe­deração Moçambicana de Fute­bol que autorizasse a sua ida a Hungria, onde pretende tratar vários assuntos ligados a sua estada naquele país europeu, estando agora a FMF a estudar se o meio-campista se juntará aos companheiros em Maputo ou viajará directamente para Adis Abeba, onde decorrerá o estágio.

Já Miro fez a vigem com os res­tantes elementos da delegação até Joannesburgo, tendo ficado na África do Sul, também para tratar de assuntos pessoais. A dispensa de Miro é até quarta-feira, data em que deverá chegar à capital do país

Alfredo Júnior

publicado por Vaxko Zakarias às 10:12
 O que é? |  O que é? | favorito

Os jogadores da selecção nacional de andebol sub-20 amontoaram-se, esta segunda-feira defronte da sede da Federação Moçambicana da mo­dalidade,para reclamar os seus direitos inerentes à sua partici­pação no Torneio Internacional da zona IV, realizado de 24 a 30 de Maio, na Zâmbia.

Os motivos desta reclama­ção prendem-se com o facto de a Federação Moçambicana de Andebol ter prometido aos joga­dores prémios de jogos e outras regalias com a sua participação no referido torneio, promessas que até ao momento ainda não foram cumpridas.

Os jogadores e a equipa técni­ca optaram por amontoarem-se na sede da Federação Moçambi­cana para como forma de exigir o cumprimento das promessas.

Segundo o treinador-adjunto da selecção de andebol de sub-20, Almiro Mabesse, a situação iniciou ainda na fase de prepara­ção, quando a Federação dispo­nibilizava fundos apenas para al­guns atletas, deixando os outros de fora. Para além deste proble­ma, os atletas nacionais não tive­ram o respectivo pocket money pro­metido, bem como os prémios dos jogos e outras regalias.

Esta informação foi secunda­da pelos jogadores que se mos­tram agastados com a situação, tendo o capitão da selecção, Luís André, considerado a situação como propositada.

Questionados sobre a solução à vista para esta situação, os atle­tas e a equipa técnica dizem que uma das formas encontradas é não devolver o equipamento ora em sua posse, bem como conti­nuar a reivindicar até que o im­bróglio seja resolvido.

Estas reclamações surgem depois de uma boa participa­ção no internacional da zona IV, realizado na Zâmbia, na qual o combinado nacional conquistou o primeiro lugar, após deixar para trás as selec­ções nacionais da África do Sul, Zâmbia, Lesotho e Zimba­bwe, que ficaram nas posições imediatas.

Para já, e porque ainda não fo­ram respondidas às suas inquie­tações, os integrantes desta selec­ção deixaram ficar uma questão aos dirigentes federativos. “Por que existe andebol em Moçambi­que, se o governo e a Federação não dão a devida atenção?”

As tentativas de contacto com a FMA redundaram num fracas­so

LUSA

publicado por Vaxko Zakarias às 10:00
 O que é? |  O que é? | favorito

Os jogadores da selecção nacional de andebol sub-20 amontoaram-se, esta segunda-feira defronte da sede da Federação Moçambicana da mo­dalidade,para reclamar os seus direitos inerentes à sua partici­pação no Torneio Internacional da zona IV, realizado de 24 a 30 de Maio, na Zâmbia.

Os motivos desta reclama­ção prendem-se com o facto de a Federação Moçambicana de Andebol ter prometido aos joga­dores prémios de jogos e outras regalias com a sua participação no referido torneio, promessas que até ao momento ainda não foram cumpridas.

Os jogadores e a equipa técni­ca optaram por amontoarem-se na sede da Federação Moçambi­cana para como forma de exigir o cumprimento das promessas.

Segundo o treinador-adjunto da selecção de andebol de sub-20, Almiro Mabesse, a situação iniciou ainda na fase de prepara­ção, quando a Federação dispo­nibilizava fundos apenas para al­guns atletas, deixando os outros de fora. Para além deste proble­ma, os atletas nacionais não tive­ram o respectivo pocket money pro­metido, bem como os prémios dos jogos e outras regalias.

Esta informação foi secunda­da pelos jogadores que se mos­tram agastados com a situação, tendo o capitão da selecção, Luís André, considerado a situação como propositada.

Questionados sobre a solução à vista para esta situação, os atle­tas e a equipa técnica dizem que uma das formas encontradas é não devolver o equipamento ora em sua posse, bem como conti­nuar a reivindicar até que o im­bróglio seja resolvido.

Estas reclamações surgem depois de uma boa participa­ção no internacional da zona IV, realizado na Zâmbia, na qual o combinado nacional conquistou o primeiro lugar, após deixar para trás as selec­ções nacionais da África do Sul, Zâmbia, Lesotho e Zimba­bwe, que ficaram nas posições imediatas.

Para já, e porque ainda não fo­ram respondidas às suas inquie­tações, os integrantes desta selec­ção deixaram ficar uma questão aos dirigentes federativos. “Por que existe andebol em Moçambi­que, se o governo e a Federação não dão a devida atenção?”

As tentativas de contacto com a FMA redundaram num fracas­so

LUSA

publicado por Vaxko Zakarias às 10:00
 O que é? |  O que é? | favorito

Os jogadores moçambicanos Paíto e Simão não estiveram no estágio que os Mambas efectuaram na Líbia, tal e qual avançamos na nossa edição de sexta-feira. A sua ausência neste estágio esteve relacionada com a não recepção dos respectivos vistos de entrada na terra do general Muamar Kadafi.

PAÍTO, jogador do Sporting de Braga
Ao que a nossa reportagem apurou, os Líbios recusaram-se a emitir o visto para Paíto devido ao corte de relações diplomáticas com a Suiça, derivada do facto de um dos filhos de Kadafi ter espancado uma mulher suiça, o que obviamente não foi do agrado das autoridades daquele país europeu.

A reacção do líder líbio foi o proibição de entrada de qualquer produto cuja origem seja a Suiça, prejudicando deste modo aqueles que queiram entrar para este país africano oriundos do país do saboroso chocolate.

Mas diga-se de passagem, que esta situação poderia muito bem ter sido contornada pela Federação Moçambicana de Futebol, pois alguns diplomatas contactados pela nossa reportagem revelaram que poderiam ter sido accionados outros mecanismos para a emissão de vistos de entrada para estes jogadores, sobretudo para Simão dado que não há registo de corte de relações entre a Líbia e a Grécia.

Alfredo Júnior, na Tunisia

publicado por Vaxko Zakarias às 09:55
 O que é? |  O que é? | favorito

Os jogadores moçambicanos Paíto e Simão não estiveram no estágio que os Mambas efectuaram na Líbia, tal e qual avançamos na nossa edição de sexta-feira. A sua ausência neste estágio esteve relacionada com a não recepção dos respectivos vistos de entrada na terra do general Muamar Kadafi.

PAÍTO, jogador do Sporting de Braga
Ao que a nossa reportagem apurou, os Líbios recusaram-se a emitir o visto para Paíto devido ao corte de relações diplomáticas com a Suiça, derivada do facto de um dos filhos de Kadafi ter espancado uma mulher suiça, o que obviamente não foi do agrado das autoridades daquele país europeu.

A reacção do líder líbio foi o proibição de entrada de qualquer produto cuja origem seja a Suiça, prejudicando deste modo aqueles que queiram entrar para este país africano oriundos do país do saboroso chocolate.

Mas diga-se de passagem, que esta situação poderia muito bem ter sido contornada pela Federação Moçambicana de Futebol, pois alguns diplomatas contactados pela nossa reportagem revelaram que poderiam ter sido accionados outros mecanismos para a emissão de vistos de entrada para estes jogadores, sobretudo para Simão dado que não há registo de corte de relações entre a Líbia e a Grécia.

Alfredo Júnior, na Tunisia

publicado por Vaxko Zakarias às 09:55
 O que é? |  O que é? | favorito
Junho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
14
15
20
21
24
25
26
27
28
29
30
subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO