Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Quarta-feira, 03 DE Junho 2009

POSITIVO! Este é o balanço que se pode fazer da preparação da Selecção Nacional de Hóquei em Patins que há cerca de três semanas iniciou a sua preparação tendo em vista a sua preparação para o Campeonato do Mundo do Grupo A a ter lugar em Espanha (Vigo e Pontevedra) de 4 a 11 de Julho.

MUNDIAL DE HÓQUEI EM PATINS, MONTREUX-2007: Moçambique firme no Grupo “A”
Na noite de segunda-feira, o combinado nacional realizou mais uma sessão de treino no pavilhão do Desportivo e quem entrasse para dar uma “espreitadela” poderia pensar que se tratava de um jogo a sério e não de um treino cujo objectivo era aperfeiçoar os índices físico, técnico e táctico. Foi notável o empenho, arrojo e, acima de tudo, a vontade dos jogadores em querer fazer sempre mais e melhor.

O treino começou com os jogadores a elaborarem jogadas ofensivas que culminavam com fortes stickadas à baliza que, diga-se de passagem, estava bem guarnecida ora por Lucas, ora por Stélio. Os “petardos” de Kiko, Siga, Ilídio, Maninho, Mafamba, Nelson Costa ou de Bruno Pimentel, o “capitão”, contavam uma boa intervenção dos “keepers”, facto que aquecia os treinos, até porque a noite estava fria.

Pedro Pimentel, seleccionador nacional, e Júlio Mungói, adjunto, privilegiaram as jogadas ensaiadas com os jogadores (dois a dois) a avançarem em velocidade em direcção à baliza com sucessivas trocas de bola e depois tentarem fazer o golo de meia ou curta distância.

Foi também com alguma insistência que Pedro Pimentel pedia a cada jogador que ficasse atrás da baliza para num movimento repentino sair daquela posição e aparecer na área a finalizar. Uma jogada que mereceu muito destaque por parte da dupla técnica e que mereceu uma boa resposta dos jogadores já que souberam interpretar com mestria os ensinamentos.

O grupo está unido - Bruno Pimentel
No entanto, quando a jogada não saísse bem Pimentel mandava repetir até que a exactidão viesse ao de cima. Aliás, o desejo da equipa técnica em querer ver as coisas saírem com maior precisão foi evidente na sessão de treino que encerrou a preparação de segunda-feira. Pimentel dividiu o grupo em duas equipas de quatro jogadores de cada lado.

A equipa dos coletes verde florescente era composta por Stélio; Bruno Pimentel, David Pimentel, Siga e Kiko, enquanto a trajada de vermelho era formada por Lucas; Ilídio, Nelson Costa, Maninho e Mafamba. Hélder Costa e Mercê Mungoi ficaram de fora das primeiras opções, mas entraram depois para os lugares de Siga e Ilídio, respectivamente tendo dado boa conta de si.

Foi uma sessão muito competitiva e que decorreu a um ritmo alucinante. Não parecia um treino, mas um jogo em que estava em disputa um troféu. A equipa de vermelho, que teve o guarda-redes Lucas em bom plano, acabou vencendo, por 5-2 com os golos a serem apontados por Maninho (2), Nelson Costa (2) e Mafamba (1).

Marcaram para a formação “verde-florescente” Hélder Costa e Bruno Pimentel.

Todavia, o resultado foi o que menos importava neste jogo. O mais importante e o que deixou o corpo técnico satisfeito no final do treino eram a determinação, seriedade e, acima de tudo, o profissionalismo que os internacionais moçambicanos haviam demonstrado.

LOTE FINAL PARA O ESTÁGIO DIVULGADO PARA SEMANA

Bruno Adrião, um dos mais experientes da turma nacional,
A lista dos dez jogadores que seguirão viagem no dia 11 de Junho para o estágio pré-competitivo a realizar-se na Catalunha será conhecida no princípio da próxima semana. Nesta altura, Pimentel está a trabalhar com 13 atletas e terá que dispensar três, visto que pretende levar dez para o estágio, aos quais se juntarão os que actuam em Portugal, nomeadamente Bruno Adrião, Nuno Adrião, Júlio Soares e Paulo Pereira.

Durante o estágio, a condição física, técnica, bem como a integração táctica dos jogadores serão analisadas ao pormenor e só depois serão escolhidos os dez que irão seguir para a cidade de Vigo, local onde Moçambique vai disputar o “Mundial”.

O término do estágio, que contará com o auxílio do técnico espanhol José Barbarez, está previsto para o dia 30 do mês em curso, quatro dias antes do início do “Mundial”.

De recordar que Moçambique está inserido no Grupo “A” juntamente com a Espanha, equipa anfitriã, Angola e Colômbia.

Eis a composição dos grupos: Grupo “A” (Vigo): Espanha, Angola, Moçambique e Colômbia; Grupo “B” (Vigo): Suíça, Brasil, Andorra e Holanda; Grupo “C” (Pontevedra): Argentina, Portugal, Chile e EUA e Grupo “D” **(Pontevedra): Itália, França, Alemanha e Inglaterra.

publicado por Vaxko Zakarias às 13:20
 O que é? |  O que é? | favorito

POSITIVO! Este é o balanço que se pode fazer da preparação da Selecção Nacional de Hóquei em Patins que há cerca de três semanas iniciou a sua preparação tendo em vista a sua preparação para o Campeonato do Mundo do Grupo A a ter lugar em Espanha (Vigo e Pontevedra) de 4 a 11 de Julho.

MUNDIAL DE HÓQUEI EM PATINS, MONTREUX-2007: Moçambique firme no Grupo “A”
Na noite de segunda-feira, o combinado nacional realizou mais uma sessão de treino no pavilhão do Desportivo e quem entrasse para dar uma “espreitadela” poderia pensar que se tratava de um jogo a sério e não de um treino cujo objectivo era aperfeiçoar os índices físico, técnico e táctico. Foi notável o empenho, arrojo e, acima de tudo, a vontade dos jogadores em querer fazer sempre mais e melhor.

O treino começou com os jogadores a elaborarem jogadas ofensivas que culminavam com fortes stickadas à baliza que, diga-se de passagem, estava bem guarnecida ora por Lucas, ora por Stélio. Os “petardos” de Kiko, Siga, Ilídio, Maninho, Mafamba, Nelson Costa ou de Bruno Pimentel, o “capitão”, contavam uma boa intervenção dos “keepers”, facto que aquecia os treinos, até porque a noite estava fria.

Pedro Pimentel, seleccionador nacional, e Júlio Mungói, adjunto, privilegiaram as jogadas ensaiadas com os jogadores (dois a dois) a avançarem em velocidade em direcção à baliza com sucessivas trocas de bola e depois tentarem fazer o golo de meia ou curta distância.

Foi também com alguma insistência que Pedro Pimentel pedia a cada jogador que ficasse atrás da baliza para num movimento repentino sair daquela posição e aparecer na área a finalizar. Uma jogada que mereceu muito destaque por parte da dupla técnica e que mereceu uma boa resposta dos jogadores já que souberam interpretar com mestria os ensinamentos.

O grupo está unido - Bruno Pimentel
No entanto, quando a jogada não saísse bem Pimentel mandava repetir até que a exactidão viesse ao de cima. Aliás, o desejo da equipa técnica em querer ver as coisas saírem com maior precisão foi evidente na sessão de treino que encerrou a preparação de segunda-feira. Pimentel dividiu o grupo em duas equipas de quatro jogadores de cada lado.

A equipa dos coletes verde florescente era composta por Stélio; Bruno Pimentel, David Pimentel, Siga e Kiko, enquanto a trajada de vermelho era formada por Lucas; Ilídio, Nelson Costa, Maninho e Mafamba. Hélder Costa e Mercê Mungoi ficaram de fora das primeiras opções, mas entraram depois para os lugares de Siga e Ilídio, respectivamente tendo dado boa conta de si.

Foi uma sessão muito competitiva e que decorreu a um ritmo alucinante. Não parecia um treino, mas um jogo em que estava em disputa um troféu. A equipa de vermelho, que teve o guarda-redes Lucas em bom plano, acabou vencendo, por 5-2 com os golos a serem apontados por Maninho (2), Nelson Costa (2) e Mafamba (1).

Marcaram para a formação “verde-florescente” Hélder Costa e Bruno Pimentel.

Todavia, o resultado foi o que menos importava neste jogo. O mais importante e o que deixou o corpo técnico satisfeito no final do treino eram a determinação, seriedade e, acima de tudo, o profissionalismo que os internacionais moçambicanos haviam demonstrado.

LOTE FINAL PARA O ESTÁGIO DIVULGADO PARA SEMANA

Bruno Adrião, um dos mais experientes da turma nacional,
A lista dos dez jogadores que seguirão viagem no dia 11 de Junho para o estágio pré-competitivo a realizar-se na Catalunha será conhecida no princípio da próxima semana. Nesta altura, Pimentel está a trabalhar com 13 atletas e terá que dispensar três, visto que pretende levar dez para o estágio, aos quais se juntarão os que actuam em Portugal, nomeadamente Bruno Adrião, Nuno Adrião, Júlio Soares e Paulo Pereira.

Durante o estágio, a condição física, técnica, bem como a integração táctica dos jogadores serão analisadas ao pormenor e só depois serão escolhidos os dez que irão seguir para a cidade de Vigo, local onde Moçambique vai disputar o “Mundial”.

O término do estágio, que contará com o auxílio do técnico espanhol José Barbarez, está previsto para o dia 30 do mês em curso, quatro dias antes do início do “Mundial”.

De recordar que Moçambique está inserido no Grupo “A” juntamente com a Espanha, equipa anfitriã, Angola e Colômbia.

Eis a composição dos grupos: Grupo “A” (Vigo): Espanha, Angola, Moçambique e Colômbia; Grupo “B” (Vigo): Suíça, Brasil, Andorra e Holanda; Grupo “C” (Pontevedra): Argentina, Portugal, Chile e EUA e Grupo “D” **(Pontevedra): Itália, França, Alemanha e Inglaterra.

publicado por Vaxko Zakarias às 13:20
 O que é? |  O que é? | favorito

A SELECÇÃO Nacional de Basquetebol de Seniores Masculinos irá conhecer, a 26 de Junho corrente, os seus adversários no 25º Campeonato Africano da modalidade, a decorrer em Agosto próximo, na Líbia.

 Taça dos Campeões de África
Moçambique ganhou o apuramento directo para a prova após eliminar a África do Sul, na competição zonal realizada em Março último, em Maputo.

As equipas participantes no Afrobásquete são a Líbia (país anfitrião), Angola (campeã em título), Camarões, Cabo Verde, Mali, Nigéria, Costa do Marfim, Egipto, Ruanda, Moçambique, Tunísia e Marrocos.

As 12 selecções serão repartidas em quatro grupos que jogarão em Tripoli e Benghazi, segunda cidade do país, de 5 a 7 de Agosto, enquanto a fase final disputar-se-á de 9 a 15, em Tripoli.

As três primeiras formações qualificam-se para o Campeonato Mundial previsto para 28 de Agosto a 21 de Setembro, na Turquia.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:26
 O que é? |  O que é? | favorito

A SELECÇÃO Nacional de Basquetebol de Seniores Masculinos irá conhecer, a 26 de Junho corrente, os seus adversários no 25º Campeonato Africano da modalidade, a decorrer em Agosto próximo, na Líbia.

 Taça dos Campeões de África
Moçambique ganhou o apuramento directo para a prova após eliminar a África do Sul, na competição zonal realizada em Março último, em Maputo.

As equipas participantes no Afrobásquete são a Líbia (país anfitrião), Angola (campeã em título), Camarões, Cabo Verde, Mali, Nigéria, Costa do Marfim, Egipto, Ruanda, Moçambique, Tunísia e Marrocos.

As 12 selecções serão repartidas em quatro grupos que jogarão em Tripoli e Benghazi, segunda cidade do país, de 5 a 7 de Agosto, enquanto a fase final disputar-se-á de 9 a 15, em Tripoli.

As três primeiras formações qualificam-se para o Campeonato Mundial previsto para 28 de Agosto a 21 de Setembro, na Turquia.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:26
 O que é? |  O que é? | favorito

OS “Mambas” já estão na Líbia, onde cumprem estágio para o jogo com a Tunísia, no próximo sábado, inserido na segunda jornada do Grupo B de qualificação para os Campeonatos Africano e Mundial de 2010, cujas fases finais terão lugar, respectivamente em Angola e África do Sul.

Yassine Mikari  um dos defesas da Selecção da Tunisia
Enquanto isso, o técnico da equipa tunisina, o português Humberto Coelho, convocou 25 jogadores para este confronto e para o subsequente diante da Nigéria, a 20 deste mês.

A selecção tunisina iniciou igualmente um estágio de cinco dias na segunda-feira que está a ser marcado por várias sessões de treino no estádio de Radès, perto de Tunis, onde receberá os “Mambas” e a Nigéria.

Lista dos 25 convocados

Guarda-redes: Hamdi Kasraoui (Lens, França), Aymen Methloulthi (ES Sahel, Tunísia) e Jassem Khalloufi (CS Sfaxien, Tunísia).

Defesas: Anis Boussaidi (Salzbourg, Áustria), Radhouane Felhi (ES Sahel, Tunísia), Seif Ghezel (Young Boys, Suíça), Karim Hagui (Bayer Leverkusen, Alemanha), Bilel Ifa (Club Africain, Tunísia), Radhi Jaidi (Birmingham City, Inglaterra), Ammar Jmal (ES Sahel, Tunísia), Yassine Mikari (FC Sochaux, França) e Khaled Souissi (Club Africain, Tunísia).

Médios: Tijani Belaid (Slavia de Praga, República Checa), Wissam ben Yahia (Club Africain, Tunísia), Oussama Darragi (Espérance de Túnis, Tunísia), Chadi Hammami (CS Sfaxien, Tunísia), Khaled Korbi (Espérance de Túnis, Tunísia), Houssine Ragued (Mons, Bélgica), Sami Allagui (Gruther Furt, Alemanha) e Fahid ben Khalfallah (Caen, França).

Atacantes: Amine Chermitti (Herta de Berlim, Alemanha), Issam Jomaa (Lens, França), Lassaad Nouioui (Desportivo da Corunha, Espanha) Ali Zitouni (Antalya, Turquia) e Mohamed Ali Ghariani (CS Hammam-Lif, Tunísia).

publicado por Vaxko Zakarias às 12:15
 O que é? |  O que é? | favorito

OS “Mambas” já estão na Líbia, onde cumprem estágio para o jogo com a Tunísia, no próximo sábado, inserido na segunda jornada do Grupo B de qualificação para os Campeonatos Africano e Mundial de 2010, cujas fases finais terão lugar, respectivamente em Angola e África do Sul.

Yassine Mikari  um dos defesas da Selecção da Tunisia
Enquanto isso, o técnico da equipa tunisina, o português Humberto Coelho, convocou 25 jogadores para este confronto e para o subsequente diante da Nigéria, a 20 deste mês.

A selecção tunisina iniciou igualmente um estágio de cinco dias na segunda-feira que está a ser marcado por várias sessões de treino no estádio de Radès, perto de Tunis, onde receberá os “Mambas” e a Nigéria.

Lista dos 25 convocados

Guarda-redes: Hamdi Kasraoui (Lens, França), Aymen Methloulthi (ES Sahel, Tunísia) e Jassem Khalloufi (CS Sfaxien, Tunísia).

Defesas: Anis Boussaidi (Salzbourg, Áustria), Radhouane Felhi (ES Sahel, Tunísia), Seif Ghezel (Young Boys, Suíça), Karim Hagui (Bayer Leverkusen, Alemanha), Bilel Ifa (Club Africain, Tunísia), Radhi Jaidi (Birmingham City, Inglaterra), Ammar Jmal (ES Sahel, Tunísia), Yassine Mikari (FC Sochaux, França) e Khaled Souissi (Club Africain, Tunísia).

Médios: Tijani Belaid (Slavia de Praga, República Checa), Wissam ben Yahia (Club Africain, Tunísia), Oussama Darragi (Espérance de Túnis, Tunísia), Chadi Hammami (CS Sfaxien, Tunísia), Khaled Korbi (Espérance de Túnis, Tunísia), Houssine Ragued (Mons, Bélgica), Sami Allagui (Gruther Furt, Alemanha) e Fahid ben Khalfallah (Caen, França).

Atacantes: Amine Chermitti (Herta de Berlim, Alemanha), Issam Jomaa (Lens, França), Lassaad Nouioui (Desportivo da Corunha, Espanha) Ali Zitouni (Antalya, Turquia) e Mohamed Ali Ghariani (CS Hammam-Lif, Tunísia).

publicado por Vaxko Zakarias às 12:15
 O que é? |  O que é? | favorito

O ANTIGO guarda-redes internacional e "estrela" do futebol camaronês Thomas Nkono foi nomeado treinador interino da selecção dos Camarões, após a demissão do alemão Otto Pfister.

O ANTIGO guarda-redes internacional e "estrela" do futebol camaronês Thomas Nkono
Thomas Nkono "foi nomeado para falar em nome da equipa porque a mesma se encontra em situação de crise", avançou à agência de notícias France Press o porta-voz do Ministério dos Desportos, Linus Pascal Fouda, sem precisar quais vão ser as outras responsabilidades do novo treinador.

Por seu turno, a rádio nacional afirma que Nkono terá a responsabilidade de assegurar o comando técnico da equipa tendo em vista os próximos jogos de qualificação para Taça das Nações Africanas (CAN) e para o Mundial de 2010.

A nomeação de Nkono acontece após a demissão do alemão Otto Pfister, na semana passada, que não suportou a criação de um grupo de três treinadores para o assistirem, considerando que não era responsável pelas suas decisões e escolhas.

Guarda-redes da selecção camaronesa nos Mundiais de 1982 e 1990, Nkono ocupava até ao momento o lugar de treinador dos guarda-redes no seio da selecção nacional.

Os "Leões Indomáveis", que estão actualmente em estágio na Bélgica, defrontam a 7 de Junho a selecção de Marrocos em Yaoundé. A selecção começou a última fase de qualificação com uma derrota surpresa frente ao Togo, no final de Março.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:40
 O que é? |  O que é? | favorito

O ANTIGO guarda-redes internacional e "estrela" do futebol camaronês Thomas Nkono foi nomeado treinador interino da selecção dos Camarões, após a demissão do alemão Otto Pfister.

O ANTIGO guarda-redes internacional e "estrela" do futebol camaronês Thomas Nkono
Thomas Nkono "foi nomeado para falar em nome da equipa porque a mesma se encontra em situação de crise", avançou à agência de notícias France Press o porta-voz do Ministério dos Desportos, Linus Pascal Fouda, sem precisar quais vão ser as outras responsabilidades do novo treinador.

Por seu turno, a rádio nacional afirma que Nkono terá a responsabilidade de assegurar o comando técnico da equipa tendo em vista os próximos jogos de qualificação para Taça das Nações Africanas (CAN) e para o Mundial de 2010.

A nomeação de Nkono acontece após a demissão do alemão Otto Pfister, na semana passada, que não suportou a criação de um grupo de três treinadores para o assistirem, considerando que não era responsável pelas suas decisões e escolhas.

Guarda-redes da selecção camaronesa nos Mundiais de 1982 e 1990, Nkono ocupava até ao momento o lugar de treinador dos guarda-redes no seio da selecção nacional.

Os "Leões Indomáveis", que estão actualmente em estágio na Bélgica, defrontam a 7 de Junho a selecção de Marrocos em Yaoundé. A selecção começou a última fase de qualificação com uma derrota surpresa frente ao Togo, no final de Março.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:40
 O que é? |  O que é? | favorito

O ANDEBOL moçambicano está em festa. A Selecção Nacional de Juniores Masculinos conquistou no fim-de-semana, em Lusaka, Zâmbia, o Torneio “Challenger Trophy”, prova que envolveu os combinados da África Austral (zona VI), nomeadamente Moçambique, África do Sul, Zâmbia, Lesotho e Zimbabwe.

O DESPORTO vai de mal a pior na província de Gaza, principalmente na cidade de Xai-Xai, onde as modalidades de salão
Moçambique venceu todos os jogos convincentemente, alguns dos quais de forma arrasadora. Na estreia bateu o Zimbabwe, por 39-16, uma diferença de 23 golos que reflecte a supremacia da equipa nacional. Os zimbabweanos, que acabaram na última posição, foram a grande desilusão da prova visto que têm vindo a fazer um bom trabalho na formação e eram cotados como candidatos aos lugares cimeiros.

Na segunda jornada, Moçambique obteve a vitória mais “gorda” frente ao Lesotho, por 49-13. O embate diante dos basutho acabou servindo para a Selecção Nacional poupar algumas pedras nucleares e até ensaiar algumas jogadas para o confronto que se seguia com a África do Sul, a principal adversária da turma moçambicana na corrida pela primeira posição.

O certo é que a equipa moçambicana não teve problemas para superar os sul-africanos, acabando por triunfar com toda a naturalidade, por 25-17. A primeira posição estava praticamente confirmada, já que na última jornada o adversário chamava-se Zâmbia e apesar de jogar em casa não teria gabarito para contrariar o potencial do conjunto nacional.

E foi realmente o que se viu, a equipa moçambicana esmagou a formação anfitrião, por 34-11, uma vitória que elucida o quanto Moçambique foi superior. Aliás, uma superioridade que se fez notar em toda a prova. A turma nacional marcou 147 golos e sofreu 57.

A primeira posição valeu a Moçambique o apuramento para a segunda fase desta prova a realizar-se no próximo ano com a presença dos sete vencedores das restantes zonas africanas.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:30
 O que é? |  O que é? | favorito

O ANDEBOL moçambicano está em festa. A Selecção Nacional de Juniores Masculinos conquistou no fim-de-semana, em Lusaka, Zâmbia, o Torneio “Challenger Trophy”, prova que envolveu os combinados da África Austral (zona VI), nomeadamente Moçambique, África do Sul, Zâmbia, Lesotho e Zimbabwe.

O DESPORTO vai de mal a pior na província de Gaza, principalmente na cidade de Xai-Xai, onde as modalidades de salão
Moçambique venceu todos os jogos convincentemente, alguns dos quais de forma arrasadora. Na estreia bateu o Zimbabwe, por 39-16, uma diferença de 23 golos que reflecte a supremacia da equipa nacional. Os zimbabweanos, que acabaram na última posição, foram a grande desilusão da prova visto que têm vindo a fazer um bom trabalho na formação e eram cotados como candidatos aos lugares cimeiros.

Na segunda jornada, Moçambique obteve a vitória mais “gorda” frente ao Lesotho, por 49-13. O embate diante dos basutho acabou servindo para a Selecção Nacional poupar algumas pedras nucleares e até ensaiar algumas jogadas para o confronto que se seguia com a África do Sul, a principal adversária da turma moçambicana na corrida pela primeira posição.

O certo é que a equipa moçambicana não teve problemas para superar os sul-africanos, acabando por triunfar com toda a naturalidade, por 25-17. A primeira posição estava praticamente confirmada, já que na última jornada o adversário chamava-se Zâmbia e apesar de jogar em casa não teria gabarito para contrariar o potencial do conjunto nacional.

E foi realmente o que se viu, a equipa moçambicana esmagou a formação anfitrião, por 34-11, uma vitória que elucida o quanto Moçambique foi superior. Aliás, uma superioridade que se fez notar em toda a prova. A turma nacional marcou 147 golos e sofreu 57.

A primeira posição valeu a Moçambique o apuramento para a segunda fase desta prova a realizar-se no próximo ano com a presença dos sete vencedores das restantes zonas africanas.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:30
 O que é? |  O que é? | favorito

KAKÁ prometeu ficar no AC Milan na próxima temporada, independentemente do interesse do Real Madrid nos seus préstimos.

Calderón sonha juntar Ronaldo e Kaká no Real
“Digo isto pela última vez. A última. Não quero sair do Milan. Não me quero alongar para não ser mal interpretado ou distorcerem as minhas palavras, mas quero dizer aos milhões de fãs rossoneri que já fiz a minha escolha. Vou ficar. Agora deixem-me tranquilo, por favor”, pediu o médio brasileiro, em declarações à “Gazzetta dello Sport”, antes de embarcar para o Brasil, onde se juntou à selecção.

“Pode escrever: eu vou continuar a ganhar com o Milan. Assunto encerrado”, esclareceu Kaká, antes de uma breve leitura da época que agora terminou e da confissão do desejo para a próxima.

“Felizmente, alcançámos o terceiro lugar e atingimos a Liga dos Campeões, que queremos reconquistar. Estamos em falta”, concluiu o brasileiro.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:10
 O que é? |  O que é? | favorito

KAKÁ prometeu ficar no AC Milan na próxima temporada, independentemente do interesse do Real Madrid nos seus préstimos.

Calderón sonha juntar Ronaldo e Kaká no Real
“Digo isto pela última vez. A última. Não quero sair do Milan. Não me quero alongar para não ser mal interpretado ou distorcerem as minhas palavras, mas quero dizer aos milhões de fãs rossoneri que já fiz a minha escolha. Vou ficar. Agora deixem-me tranquilo, por favor”, pediu o médio brasileiro, em declarações à “Gazzetta dello Sport”, antes de embarcar para o Brasil, onde se juntou à selecção.

“Pode escrever: eu vou continuar a ganhar com o Milan. Assunto encerrado”, esclareceu Kaká, antes de uma breve leitura da época que agora terminou e da confissão do desejo para a próxima.

“Felizmente, alcançámos o terceiro lugar e atingimos a Liga dos Campeões, que queremos reconquistar. Estamos em falta”, concluiu o brasileiro.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:10
 O que é? |  O que é? | favorito

DJIBRIL Cissé, que representou esta temporada o Sunderland por empréstimo do Marselha, está perto de se transferir para o Tottenham neste verão, o mesmo clube que parece estar interessado na contratação do internacional moçambicano Dominguez.

Djibril Cissé perto do Tottenham
O Sunderland não exerceu o direito de opção pelo atacante francês, 27 anos, que se situava nos 12 milhões de euros. Formado no Auxerre, Cissé representou o Liverpool antes de rumar ao Marselha.

"O Tottenham é uma boa equipa, tem um estádio bonito e uma grande atmosfera. Mas neste momento só estamos em conversações. Quando tiver mais notícias avisarei. Sobre o técnico Redknapp tenho ouvido muitas coisas boas. Neste momento sou jogador do Marselha, mas desejo encontrar um clube em Inglaterra", referiu Djibril Cissé à "Sky Sports".

Esta temporada o avançado francês apontou 10 golos na Liga Inglesa ao serviço do Sunderland (16º).

publicado por Vaxko Zakarias às 11:05
 O que é? |  O que é? | favorito

DJIBRIL Cissé, que representou esta temporada o Sunderland por empréstimo do Marselha, está perto de se transferir para o Tottenham neste verão, o mesmo clube que parece estar interessado na contratação do internacional moçambicano Dominguez.

Djibril Cissé perto do Tottenham
O Sunderland não exerceu o direito de opção pelo atacante francês, 27 anos, que se situava nos 12 milhões de euros. Formado no Auxerre, Cissé representou o Liverpool antes de rumar ao Marselha.

"O Tottenham é uma boa equipa, tem um estádio bonito e uma grande atmosfera. Mas neste momento só estamos em conversações. Quando tiver mais notícias avisarei. Sobre o técnico Redknapp tenho ouvido muitas coisas boas. Neste momento sou jogador do Marselha, mas desejo encontrar um clube em Inglaterra", referiu Djibril Cissé à "Sky Sports".

Esta temporada o avançado francês apontou 10 golos na Liga Inglesa ao serviço do Sunderland (16º).

publicado por Vaxko Zakarias às 11:05
 O que é? |  O que é? | favorito

“TIME To Say Goodbye” (é tempo de dizer adeus), a música cantada em dueto por Andrea Bocelli e Sarah Brightman é, provavelmente, a banda sonora ideal para descrever a derradeira jornada da época na Série A, domingo último.

Três dos melhores jogadores da história recente do futebol - Paolo Maldini, Luís Figo e Pavel Nedved - disseram adeus, todos eles com uma vitória.

Maldini colocou ponto final da melhor forma
DUPLA DESPEDE-SE DO MILAN

Fiel ao seu clube durante toda a carreira, Maldini colocou ponto final da melhor forma, no triunfo do AC Milan, por 2-0, no terreno da Fiorentina, que garantiu o regresso dos “rossoneri” à fase de grupos da Liga dos Campeões Europeus. Uma prova que o defesa, de 40 anos, conquistou por cinco ocasiões em 25 anos ao mais alto nível, período durante o qual ergueu 26 troféus com a camisola do clube milanês.

A partida de Florença assinalou, igualmente, o fim da era Carlo Ancelotti no comando técnico do clube, ao fim de oito anos. “Gostaria de levar um jogador comigo para a minha nova equipa”, brincou o treinador italiano de 49 anos.

“Infelizmente, não creio que o consiga convencer a abandonar os seus planos de deixar o futebol. Quem? O Maldini, naturalmente!"

O médio português afirmou hoje que esta será a última temporada «em termos de alta competição»
QUATRO TÍTULOS CONSECUTIVOS

Também Figo - ovacionado de pé em San Siro pelos adeptos do Inter, quando foi substituído por Davide Santo no minuto 44 do triunfo por 4-3 sobre o Atalanta - disse adeus após conquistar quatro títulos consecutivos ao serviço da formação transalpina.

“Foi um dia que jamais vou esquecer”, garantiu o antigo internacional luso, que vestiu por 127 vezes a camisola da selecção principal de Portugal, mais do que qualquer outro jogador.

“Foi bom terminar a minha carreira desta forma. Tudo foi perfeito e uma enorme honra ter envergado esta tarde a braçadeira de capitão de Javier Zanetti. Ainda não sei o que vou fazer no futuro. Para já planeio apenas tirar umas longas férias com a minha família".

Nedved, por sua vez, foi abraçado por todos os colegas quando foi substituído
"DIA MARAVILHOSO"

Nedved, por sua vez, foi abraçado por todos os colegas quando foi substituído a seis minutos do final do encontro e deu ainda uma volta de honra pelo Estádio Olímpico de Turim, após o triunfo da Juventus por 2-0 sobre a Lázio, naquele que foi o seu 327º e último jogo pelo clube. “Foi um dia difícil para mim, mas igualmente maravilhoso”, referiu o médio, 91 vezes internacional pela selecção da República Checa. “Esta tarde (domingo) senti como todos aqui gostam de mim. Significa que, juntos, realizámos coisas extraordinárias”.

AMAURI HONRADO

O jogador de 36 anos, que com a camisola da Lázio venceu a Taça dos Vencedores das Taças em 1999 e o “scudetto” na temporada seguinte, antes de se transferir para a Juventus por 41 milhões de euros em 2001 - onde se sagrou por mais duas ocasiões campeão de Itália -, foi ainda Bola de Ouro em 2003, para além de inúmeros prémios conquistados a título individual.

“Não esperava tamanha festa para o meu último jogo aqui”, admitiu. “Vou dar a camisola 11 ao Amauri, que me disse que ia ficar muito honrado por a envergar na próxima época. A partir de amanhã posso começar a dedicar mais tempo à minha família, que sempre foi muito compreensiva e paciente comigo”.

publicado por Vaxko Zakarias às 10:50
 O que é? |  O que é? | favorito

“TIME To Say Goodbye” (é tempo de dizer adeus), a música cantada em dueto por Andrea Bocelli e Sarah Brightman é, provavelmente, a banda sonora ideal para descrever a derradeira jornada da época na Série A, domingo último.

Três dos melhores jogadores da história recente do futebol - Paolo Maldini, Luís Figo e Pavel Nedved - disseram adeus, todos eles com uma vitória.

Maldini colocou ponto final da melhor forma
DUPLA DESPEDE-SE DO MILAN

Fiel ao seu clube durante toda a carreira, Maldini colocou ponto final da melhor forma, no triunfo do AC Milan, por 2-0, no terreno da Fiorentina, que garantiu o regresso dos “rossoneri” à fase de grupos da Liga dos Campeões Europeus. Uma prova que o defesa, de 40 anos, conquistou por cinco ocasiões em 25 anos ao mais alto nível, período durante o qual ergueu 26 troféus com a camisola do clube milanês.

A partida de Florença assinalou, igualmente, o fim da era Carlo Ancelotti no comando técnico do clube, ao fim de oito anos. “Gostaria de levar um jogador comigo para a minha nova equipa”, brincou o treinador italiano de 49 anos.

“Infelizmente, não creio que o consiga convencer a abandonar os seus planos de deixar o futebol. Quem? O Maldini, naturalmente!"

O médio português afirmou hoje que esta será a última temporada «em termos de alta competição»
QUATRO TÍTULOS CONSECUTIVOS

Também Figo - ovacionado de pé em San Siro pelos adeptos do Inter, quando foi substituído por Davide Santo no minuto 44 do triunfo por 4-3 sobre o Atalanta - disse adeus após conquistar quatro títulos consecutivos ao serviço da formação transalpina.

“Foi um dia que jamais vou esquecer”, garantiu o antigo internacional luso, que vestiu por 127 vezes a camisola da selecção principal de Portugal, mais do que qualquer outro jogador.

“Foi bom terminar a minha carreira desta forma. Tudo foi perfeito e uma enorme honra ter envergado esta tarde a braçadeira de capitão de Javier Zanetti. Ainda não sei o que vou fazer no futuro. Para já planeio apenas tirar umas longas férias com a minha família".

Nedved, por sua vez, foi abraçado por todos os colegas quando foi substituído
"DIA MARAVILHOSO"

Nedved, por sua vez, foi abraçado por todos os colegas quando foi substituído a seis minutos do final do encontro e deu ainda uma volta de honra pelo Estádio Olímpico de Turim, após o triunfo da Juventus por 2-0 sobre a Lázio, naquele que foi o seu 327º e último jogo pelo clube. “Foi um dia difícil para mim, mas igualmente maravilhoso”, referiu o médio, 91 vezes internacional pela selecção da República Checa. “Esta tarde (domingo) senti como todos aqui gostam de mim. Significa que, juntos, realizámos coisas extraordinárias”.

AMAURI HONRADO

O jogador de 36 anos, que com a camisola da Lázio venceu a Taça dos Vencedores das Taças em 1999 e o “scudetto” na temporada seguinte, antes de se transferir para a Juventus por 41 milhões de euros em 2001 - onde se sagrou por mais duas ocasiões campeão de Itália -, foi ainda Bola de Ouro em 2003, para além de inúmeros prémios conquistados a título individual.

“Não esperava tamanha festa para o meu último jogo aqui”, admitiu. “Vou dar a camisola 11 ao Amauri, que me disse que ia ficar muito honrado por a envergar na próxima época. A partir de amanhã posso começar a dedicar mais tempo à minha família, que sempre foi muito compreensiva e paciente comigo”.

publicado por Vaxko Zakarias às 10:50
 O que é? |  O que é? | favorito

As duas selecções defrontam-se no sábado no Soweto.

Adepto da Selecção Sul Africana
A selecção sul-africana de futebol defronta sábado no Soweto, a sul de Joanesburgo, a Polónia, naquele que é o seu último teste de preparação para a Taça das Confederações, que arranca uma semana depois na África do Sul.

O seleccionador dos "Bafana-Bafana", o brasileiro Joel Santana, sob o qual recai a responsabilidade de montar uma selecção que não envergonhe os anfitriões do Mundial de 2010, manifestou confiança na equipa depois do triunfo por 2-0, no passado sábado, frente às Maurícias, reconhecendo embora que "o verdadeiro teste será contra a Polónia".

"Fiquei satisfeito com o que vi sábado (contra as Maurícias) e, embora devêssemos ter marcado mais golos, o jogo deu-me uma clara indicação do que é preciso melhorar frente à Polónia, uma semana antes de defrontarmos o Iraque na Taça das Confederações", disse Santana.

Para o técnico brasileiro, os "Bafana-Bafana" terão de se aplicar a fundo e melhorar em alguns capítulos quando defrontarem os polacos, que considera "mais experientes e com mais poderio físico".

Joel Santana divulgará quinta-feira a convocatória final para a Taça das Confederações depois de três semanas de estágio intenso em Joanesburgo.

O ex-avançado do FC Porto Benny McCarthy ficou fora das escolhas de Santana por ter ignorado convocatórias recentes para a selecção do seu país, designadamente frente à Noruega para a Nelson Mandela Challenge e num amigável frente a Portugal.

LUSA

publicado por Vaxko Zakarias às 10:06
 O que é? |  O que é? | favorito

As duas selecções defrontam-se no sábado no Soweto.

Adepto da Selecção Sul Africana
A selecção sul-africana de futebol defronta sábado no Soweto, a sul de Joanesburgo, a Polónia, naquele que é o seu último teste de preparação para a Taça das Confederações, que arranca uma semana depois na África do Sul.

O seleccionador dos "Bafana-Bafana", o brasileiro Joel Santana, sob o qual recai a responsabilidade de montar uma selecção que não envergonhe os anfitriões do Mundial de 2010, manifestou confiança na equipa depois do triunfo por 2-0, no passado sábado, frente às Maurícias, reconhecendo embora que "o verdadeiro teste será contra a Polónia".

"Fiquei satisfeito com o que vi sábado (contra as Maurícias) e, embora devêssemos ter marcado mais golos, o jogo deu-me uma clara indicação do que é preciso melhorar frente à Polónia, uma semana antes de defrontarmos o Iraque na Taça das Confederações", disse Santana.

Para o técnico brasileiro, os "Bafana-Bafana" terão de se aplicar a fundo e melhorar em alguns capítulos quando defrontarem os polacos, que considera "mais experientes e com mais poderio físico".

Joel Santana divulgará quinta-feira a convocatória final para a Taça das Confederações depois de três semanas de estágio intenso em Joanesburgo.

O ex-avançado do FC Porto Benny McCarthy ficou fora das escolhas de Santana por ter ignorado convocatórias recentes para a selecção do seu país, designadamente frente à Noruega para a Nelson Mandela Challenge e num amigável frente a Portugal.

LUSA

publicado por Vaxko Zakarias às 10:06
 O que é? |  O que é? | favorito
Junho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
14
15
20
21
24
25
26
27
28
29
30
subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO