Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Quarta-feira, 29 DE Abril 2009

Referente a última fase de apuramento para o CAN e Mundial 2010.

 Seleccionador  Nacional Mart Nooij
Os jogadores da selecção nacional, que actuam no Moçambola-2009, voltaram a concentrar-se esta terça-feira no Campo do Costa do Sol para mais uma sessão de treinos, na qual o seleccionador Mart Nooij voltou a observar os jogadores que poderão integrar o grupo de trabalho para o jogo aprazado para 6 de Junho, diante da Tunísia, referente a segunda jornada da terceira e última fase de apuramento para o CAN e Mundial 2010.

O holandês diz que o objectivo fixado quando estabeleceu este programa está a ser cumprido, tendo feito questão de recordar as razões destas sessões de treino.

“Tenho 3 razões para convocar estas sessões, sendo que a primeira é que temos que começar quantos antes com a preparação dos jogos de Tunis e Nairobi e o tempo já começa a escassear, pois temos cerca de 20 dias a separar-nos desses jogos; a segunda razão, está relacionada com a possibilidade de convocar livremente os jogadores do Moçambola, alguns dos quais não os conheços bem, mas poderão juntar-se ao grupo de trabalho, dado que temos a possibilidade de avalia-los. A terceira, é que temos um médico moçambicano e outro egípcio que estão a ajudar na recuperação dos jogadores”, disse Mart Nooij.

“ESTRANGEIROS” JUNTAM-SE AO GRUPO EM BREVE

Na sessão desta terça-feira, Mart Nooij trabalhou com 21 jogadores, sendo que quatro, nomeadamente Nelinho, Campira, Danito Parruque e Fanuel, não integraram totalmente a sessão de treinos por estarem com mazelas. O seleccionador diz que este número poderá aumentar nos próximos dias com a chegada de jogadores que actuam no estrangeiro.

“No Egipto o campeonato vai terminar dentro de 14 dias, na Europa dentro de 3 semanas e na África do Sul a prova está a terminar. Dentro em breve teremos nestas sessões alguns jogadores que actuam no estrangeiro, mas ao mesmo tempo temos que treina-los, pois não podemos ir a Tunis com jogadores que estão de férias há quatro semanas”, referiu o seleccionador nacional.

NOOiJ NÃO PRECISA DE JOGOS de TREINO

Quando questionado se nesta preparação iria realizar um jogo amigável e de preparação para o embate com a Tunísia, Mart Nooij disse não precisar. “Sei que outras selecções têm jogos amigáveis marcados para 27 de Maio, mas se analisar a situação poderá constatar que esses treinadores estão constantemente a mudar os seus jogadores nas equipas.

Nós não fazemos isso, temos uma equipa composta, temos jogadores que podem entrar a substituir e que estão a trabalhar para estar em boa forma. Portanto, não preciso desses jogos amigáveis que podem causar lesões ou dar mais carga física aos meus jogadores”, disse o treinador holandês.

Como alternativa, o seleccionador diz que “vamos fazer muitas sessões de treino, nos quais iremos ensair várias situações como se estivessemos em pleno jogo, enquanto estamos a preparar os jogadores física e mentalmente para o jogo com a Tunísia”.

Segundo uma fonte federativa, os Mambas receberam dois convites para realizarem jogos amigáveis no mês de Maio, um vindo da China e outro de Angola, mas o seleccionador nacional declinou-os.

Os Mambas voltam a concentrar-se na próxima terça-feira, 5 de Maio, no campo do Costa do Sol.

publicado por Vaxko Zakarias às 15:18
 O que é? |  O que é? | favorito

Referente a última fase de apuramento para o CAN e Mundial 2010.

 Seleccionador  Nacional Mart Nooij
Os jogadores da selecção nacional, que actuam no Moçambola-2009, voltaram a concentrar-se esta terça-feira no Campo do Costa do Sol para mais uma sessão de treinos, na qual o seleccionador Mart Nooij voltou a observar os jogadores que poderão integrar o grupo de trabalho para o jogo aprazado para 6 de Junho, diante da Tunísia, referente a segunda jornada da terceira e última fase de apuramento para o CAN e Mundial 2010.

O holandês diz que o objectivo fixado quando estabeleceu este programa está a ser cumprido, tendo feito questão de recordar as razões destas sessões de treino.

“Tenho 3 razões para convocar estas sessões, sendo que a primeira é que temos que começar quantos antes com a preparação dos jogos de Tunis e Nairobi e o tempo já começa a escassear, pois temos cerca de 20 dias a separar-nos desses jogos; a segunda razão, está relacionada com a possibilidade de convocar livremente os jogadores do Moçambola, alguns dos quais não os conheços bem, mas poderão juntar-se ao grupo de trabalho, dado que temos a possibilidade de avalia-los. A terceira, é que temos um médico moçambicano e outro egípcio que estão a ajudar na recuperação dos jogadores”, disse Mart Nooij.

“ESTRANGEIROS” JUNTAM-SE AO GRUPO EM BREVE

Na sessão desta terça-feira, Mart Nooij trabalhou com 21 jogadores, sendo que quatro, nomeadamente Nelinho, Campira, Danito Parruque e Fanuel, não integraram totalmente a sessão de treinos por estarem com mazelas. O seleccionador diz que este número poderá aumentar nos próximos dias com a chegada de jogadores que actuam no estrangeiro.

“No Egipto o campeonato vai terminar dentro de 14 dias, na Europa dentro de 3 semanas e na África do Sul a prova está a terminar. Dentro em breve teremos nestas sessões alguns jogadores que actuam no estrangeiro, mas ao mesmo tempo temos que treina-los, pois não podemos ir a Tunis com jogadores que estão de férias há quatro semanas”, referiu o seleccionador nacional.

NOOiJ NÃO PRECISA DE JOGOS de TREINO

Quando questionado se nesta preparação iria realizar um jogo amigável e de preparação para o embate com a Tunísia, Mart Nooij disse não precisar. “Sei que outras selecções têm jogos amigáveis marcados para 27 de Maio, mas se analisar a situação poderá constatar que esses treinadores estão constantemente a mudar os seus jogadores nas equipas.

Nós não fazemos isso, temos uma equipa composta, temos jogadores que podem entrar a substituir e que estão a trabalhar para estar em boa forma. Portanto, não preciso desses jogos amigáveis que podem causar lesões ou dar mais carga física aos meus jogadores”, disse o treinador holandês.

Como alternativa, o seleccionador diz que “vamos fazer muitas sessões de treino, nos quais iremos ensair várias situações como se estivessemos em pleno jogo, enquanto estamos a preparar os jogadores física e mentalmente para o jogo com a Tunísia”.

Segundo uma fonte federativa, os Mambas receberam dois convites para realizarem jogos amigáveis no mês de Maio, um vindo da China e outro de Angola, mas o seleccionador nacional declinou-os.

Os Mambas voltam a concentrar-se na próxima terça-feira, 5 de Maio, no campo do Costa do Sol.

publicado por Vaxko Zakarias às 15:18
 O que é? |  O que é? | favorito

O seleccionador-adjunto dos Mambas, Miguel Chau, foi o emissário do gabinete técnico para fazer o chek up aos novos talentos envolvidos no torneio inter-selecções provinciais de futebol, na categoria de Sub-17, tendo indicado os quatro mais valiosos para a sua integração na Academia de Namaacha, em Dezembro, ou em clubes estrangeiros.

MIGUEL Chau, técnico-adjunto dos **“Mambas”**
Trata-se de Domingos Sicome, Jaque Eduardo e Jossefo Tuaido, todos de Nampula, e Zito Domingos, do Niassa. Para o trio de Nampula, o seleccionador provincial de Nampula, Abdul Hanane já convocou os pais/encarregados de educação para oficialmente os pôr a par da situação.

“Mister” Chau disse que não foi fácil escolher porque os miúdos mostram muita garra e determinação, sobretudo, os Nampula.

“Em Nampula há gente que gosta de trabalhar com miúdos e levam isso a sério. Penso que esta província é um exemplo a seguir ao nível do trabalho de base.”

Para o técnico adjunto de Mart Nooij, os jovens escolhidos têm lugar na nossa selecção nacional de Sub-17 e, se necessário, podem seguir já para a sua integração.

Os talentos são encontrados nos bairros, nas comunidades para onde a pesquisa se deve dirigir. para tal é preciso que haja muito vontade”, disse Chau tendo referido ainda que “fiquei impressionado com o que vi. Notei que em Nampula há campanhas, mobilização e, sobretudo, existe muita gente interessada no trabalho das camadas jovens”.

De recordar que a FMF vai enviar três seus membros, sendo um do gabinete técnico, Amad Chababe Amad, um administrativo, Isac Pedro e um vogal da direcção, Acácio Víctor.

O treinador Amad Chababe que é igualmente seleccionador dos Sub-20 tem a missão de observar e fazer a triagem individual dos “pequenos grandes artistas”, no fim do seu trabalho poderá indicar os talentos descobertos, para posterior integração na Academia Mário Estêves Coluna em Namaacha (AMEC), a partir de Dezembro próximo, onde irão prosseguir as suas carreiras desportiva e estudantil.


Segundo apurou a nossa reportagem, as selecções da província e da cidade de Maputo viajarão no mesmo autocarro alugado aos Transportes Públicos de Maputo (TPM), como forma de minimizar os custos.

publicado por Vaxko Zakarias às 15:03
 O que é? |  O que é? | favorito

O seleccionador-adjunto dos Mambas, Miguel Chau, foi o emissário do gabinete técnico para fazer o chek up aos novos talentos envolvidos no torneio inter-selecções provinciais de futebol, na categoria de Sub-17, tendo indicado os quatro mais valiosos para a sua integração na Academia de Namaacha, em Dezembro, ou em clubes estrangeiros.

MIGUEL Chau, técnico-adjunto dos **“Mambas”**
Trata-se de Domingos Sicome, Jaque Eduardo e Jossefo Tuaido, todos de Nampula, e Zito Domingos, do Niassa. Para o trio de Nampula, o seleccionador provincial de Nampula, Abdul Hanane já convocou os pais/encarregados de educação para oficialmente os pôr a par da situação.

“Mister” Chau disse que não foi fácil escolher porque os miúdos mostram muita garra e determinação, sobretudo, os Nampula.

“Em Nampula há gente que gosta de trabalhar com miúdos e levam isso a sério. Penso que esta província é um exemplo a seguir ao nível do trabalho de base.”

Para o técnico adjunto de Mart Nooij, os jovens escolhidos têm lugar na nossa selecção nacional de Sub-17 e, se necessário, podem seguir já para a sua integração.

Os talentos são encontrados nos bairros, nas comunidades para onde a pesquisa se deve dirigir. para tal é preciso que haja muito vontade”, disse Chau tendo referido ainda que “fiquei impressionado com o que vi. Notei que em Nampula há campanhas, mobilização e, sobretudo, existe muita gente interessada no trabalho das camadas jovens”.

De recordar que a FMF vai enviar três seus membros, sendo um do gabinete técnico, Amad Chababe Amad, um administrativo, Isac Pedro e um vogal da direcção, Acácio Víctor.

O treinador Amad Chababe que é igualmente seleccionador dos Sub-20 tem a missão de observar e fazer a triagem individual dos “pequenos grandes artistas”, no fim do seu trabalho poderá indicar os talentos descobertos, para posterior integração na Academia Mário Estêves Coluna em Namaacha (AMEC), a partir de Dezembro próximo, onde irão prosseguir as suas carreiras desportiva e estudantil.


Segundo apurou a nossa reportagem, as selecções da província e da cidade de Maputo viajarão no mesmo autocarro alugado aos Transportes Públicos de Maputo (TPM), como forma de minimizar os custos.

publicado por Vaxko Zakarias às 15:03
 O que é? |  O que é? | favorito

Guarda-redes: Vincent Enyeama (Hapoel Tel Aviv, Israel), Austin Ejide (Bastia, França) e Dele Aiyenugba (Bnei-Yehuda, Israel);

O “CAPITÃO” da selecção nigeriana, Joseph Yobo
Defesas: Onyekachi Apam (Nice, França), Yusuf Mohammed (FC Sion, Suíça), Joseph Yobo (Everton, Inglaterra), Danny Shittu (Bolton, Inglaterra), Obinna Nwaneri (FC Sion, Suíça), Taye Taiwo (Marselha, França), Chidi Odiah (CSKA Moscovo, Rússia), Elderson Echiejile (Rennes, França), Dele Adeleye (Sparta de Roterdão, Holanda), Olubayo Adefemi (SC Rheindorf Altach, Áustria) e Chibuzo Okonkwo (Bayelsa United, Nigéria);

Médios: Dennis Aogo (Hamburgo, Alemanha), John Mikel Obi (Chelsea, Inglaterra), Sani Kaita (FC Kuban, Rússia), Seyi Olofinjana (Stoke City, Inglaterra), Kalu Uche (Almeria, Espanha), Yusuf Ayila (Dinamo de Kiev, Ucrânia), Oluwafemi Ajilore (FC Groningen, Holanda) e Dickson Etuhu (Fulham, Inglaterra);

Atacantes: Nwankwo Kanu (Portsmouth, Inglaterra), Obafemi Martins (Newcastle, Inglaterra), Osaze Odemwingie (FC Moscovo, Rússia), Obinna Nsofor (Inter de Milão, Itália), Ike chukwu Uche (Getafe, Espanha), Chinedu Obasi (Hoffenheim, Alemanha) e Joseph Akpala (Club Brugges, Bélgica).

publicado por Vaxko Zakarias às 14:57
 O que é? |  O que é? | favorito

Guarda-redes: Vincent Enyeama (Hapoel Tel Aviv, Israel), Austin Ejide (Bastia, França) e Dele Aiyenugba (Bnei-Yehuda, Israel);

O “CAPITÃO” da selecção nigeriana, Joseph Yobo
Defesas: Onyekachi Apam (Nice, França), Yusuf Mohammed (FC Sion, Suíça), Joseph Yobo (Everton, Inglaterra), Danny Shittu (Bolton, Inglaterra), Obinna Nwaneri (FC Sion, Suíça), Taye Taiwo (Marselha, França), Chidi Odiah (CSKA Moscovo, Rússia), Elderson Echiejile (Rennes, França), Dele Adeleye (Sparta de Roterdão, Holanda), Olubayo Adefemi (SC Rheindorf Altach, Áustria) e Chibuzo Okonkwo (Bayelsa United, Nigéria);

Médios: Dennis Aogo (Hamburgo, Alemanha), John Mikel Obi (Chelsea, Inglaterra), Sani Kaita (FC Kuban, Rússia), Seyi Olofinjana (Stoke City, Inglaterra), Kalu Uche (Almeria, Espanha), Yusuf Ayila (Dinamo de Kiev, Ucrânia), Oluwafemi Ajilore (FC Groningen, Holanda) e Dickson Etuhu (Fulham, Inglaterra);

Atacantes: Nwankwo Kanu (Portsmouth, Inglaterra), Obafemi Martins (Newcastle, Inglaterra), Osaze Odemwingie (FC Moscovo, Rússia), Obinna Nsofor (Inter de Milão, Itália), Ike chukwu Uche (Getafe, Espanha), Chinedu Obasi (Hoffenheim, Alemanha) e Joseph Akpala (Club Brugges, Bélgica).

publicado por Vaxko Zakarias às 14:57
 O que é? |  O que é? | favorito

O Ferroviário de Maputo soma e segue no Torneio de Preparação de hóquei em patins. Sábado, em jogo da segunda jornada desta prova, a turma orientada por Júlio Mungoi e Pedro Tivane não teve mãos a medir “esmagando” o Estrela Vermelha por 18-0.

Destes poucos saiem
Nesta partida, veio ao de cima a diferença de qualidade entre os dois planteis, até porque os “locomotivas”, a par do Desportivo, são os clubes que fornecem maior número de jogadores a selecção nacional.

Com esta vitória, o Ferroviário de Maputo partilha a liderança da prova com o Desportivo, com vantagem para a primera equipa no que diz respeito ao goal average.

Os “alvi-negros” também não ficaram atrás, tendo despachado o Maxaquene por expressivos 8-2. Assim sendo, a decisão do título será entre as formações do Desportivo de Maputo e Ferroviário, num embate agendado para o próximo sábado.

É um jogo que se espera que seja bastante equilibrado, tendo em conta a qualidade e rivalidade entre estes conjuntos.

Aliás, tanto no Torneio de Abertura como na Taça Fernando Duarte as duas equipas travaram despiques acesos e com desfecho imprevisível.

publicado por Vaxko Zakarias às 14:48
 O que é? |  O que é? | favorito

O Ferroviário de Maputo soma e segue no Torneio de Preparação de hóquei em patins. Sábado, em jogo da segunda jornada desta prova, a turma orientada por Júlio Mungoi e Pedro Tivane não teve mãos a medir “esmagando” o Estrela Vermelha por 18-0.

Destes poucos saiem
Nesta partida, veio ao de cima a diferença de qualidade entre os dois planteis, até porque os “locomotivas”, a par do Desportivo, são os clubes que fornecem maior número de jogadores a selecção nacional.

Com esta vitória, o Ferroviário de Maputo partilha a liderança da prova com o Desportivo, com vantagem para a primera equipa no que diz respeito ao goal average.

Os “alvi-negros” também não ficaram atrás, tendo despachado o Maxaquene por expressivos 8-2. Assim sendo, a decisão do título será entre as formações do Desportivo de Maputo e Ferroviário, num embate agendado para o próximo sábado.

É um jogo que se espera que seja bastante equilibrado, tendo em conta a qualidade e rivalidade entre estes conjuntos.

Aliás, tanto no Torneio de Abertura como na Taça Fernando Duarte as duas equipas travaram despiques acesos e com desfecho imprevisível.

publicado por Vaxko Zakarias às 14:48
 O que é? |  O que é? | favorito

O argentino Lisandro López deve voltar ao centro do ataque no FC Porto. Acertos tácticos favorecem características do goleador.

Lisandro López
O número 9 do FC Porto deixou de habitar o centro da área para abrir espaço a Hulk, mas agora, com a lesão do possante companheiro, Jesualdo Ferreira deverá devolvê-lo ao habitat natural.

Os números não enganam: quando jogou pelo flanco direito o avançado argentino nunca conseguiu mais de oito golos (três épocas, duas com oito, uma com sete remates certeiros) mas na época passada, no centro do ataque, rendeu 24 golos em 27 jogos.

A mudança táctica deve ser aplicada já no jogo com o Marítimo, este fim-de-semana.

publicado por Vaxko Zakarias às 10:48
 O que é? |  O que é? | favorito

O argentino Lisandro López deve voltar ao centro do ataque no FC Porto. Acertos tácticos favorecem características do goleador.

Lisandro López
O número 9 do FC Porto deixou de habitar o centro da área para abrir espaço a Hulk, mas agora, com a lesão do possante companheiro, Jesualdo Ferreira deverá devolvê-lo ao habitat natural.

Os números não enganam: quando jogou pelo flanco direito o avançado argentino nunca conseguiu mais de oito golos (três épocas, duas com oito, uma com sete remates certeiros) mas na época passada, no centro do ataque, rendeu 24 golos em 27 jogos.

A mudança táctica deve ser aplicada já no jogo com o Marítimo, este fim-de-semana.

publicado por Vaxko Zakarias às 10:48
 O que é? |  O que é? | favorito

O jogador mexicano Carlos Vela vai a Manchester com o Arsenal para disputar as meias-finais da Champions, apesar de ter estado 24 horas de quarentena devido a receios de gripe suína

O jogador mexicano Carlos Vela
O jovem futebolista está convocado por Arsène Wenger para o jogo desta quarta-feira com o Manchester United. Carlos Vela foi forçado a 24 horas de quarentena como prevenção contra a gripe suína, por ter recebido em casa a visita de amigos que viajaram do México, país onde a gripe foi primeiro detectada.

«Parecia um grande problema porque fomos aconselhados a mantê-lo em casa e não o deixar ir ao treino, ontem, mas agora está limpo e livre para se treinar de novo», desdramatizou Wenger, citado pela Sky Sports.

publicado por Vaxko Zakarias às 10:43
 O que é? |  O que é? | favorito

O jogador mexicano Carlos Vela vai a Manchester com o Arsenal para disputar as meias-finais da Champions, apesar de ter estado 24 horas de quarentena devido a receios de gripe suína

O jogador mexicano Carlos Vela
O jovem futebolista está convocado por Arsène Wenger para o jogo desta quarta-feira com o Manchester United. Carlos Vela foi forçado a 24 horas de quarentena como prevenção contra a gripe suína, por ter recebido em casa a visita de amigos que viajaram do México, país onde a gripe foi primeiro detectada.

«Parecia um grande problema porque fomos aconselhados a mantê-lo em casa e não o deixar ir ao treino, ontem, mas agora está limpo e livre para se treinar de novo», desdramatizou Wenger, citado pela Sky Sports.

publicado por Vaxko Zakarias às 10:43
 O que é? |  O que é? | favorito

O treinador do Barcelona, Pep Guardiola, queixou-se esta noite da atitude ultra-defensiva do Chelsea no jogo da primeira mão das meias-finais da Champions, que terminou empatado sem golos.

O treinador do Barcelona, Pep Guardiola
«O resultado é o que é! O Chelsea jogou muito defensivamente, de forma muito física. De qualquer forma, iremos a Madrid e a Londres com o mesmo espírito. Jogámos bem e só posso defender os meus jogadores pela forma como se exibiram», disse Guardiola, no final da partida.

Numa noite em que Bosingwa conseguiu anular Messi, a estrela da companhia do Barca, Guardiola defendeu o jogador argentino: « O Messi dificilmente poderia ter feito mais hoje. É difícil para um avançado encontrar espaços, sobretudo contra jogadores muito fortes fisicamente».

O que mais preocupa o treinador do Barcelona é mesmo o facto de Marquez ter deixado o relvado de maca. «A lesão do Rafa Marquez foi a pior notícia da noite. Mas isso vai tornar-nos ainda mais fortes», garantiu
publicado por Vaxko Zakarias às 10:32
 O que é? |  O que é? | favorito

O treinador do Barcelona, Pep Guardiola, queixou-se esta noite da atitude ultra-defensiva do Chelsea no jogo da primeira mão das meias-finais da Champions, que terminou empatado sem golos.

O treinador do Barcelona, Pep Guardiola
«O resultado é o que é! O Chelsea jogou muito defensivamente, de forma muito física. De qualquer forma, iremos a Madrid e a Londres com o mesmo espírito. Jogámos bem e só posso defender os meus jogadores pela forma como se exibiram», disse Guardiola, no final da partida.

Numa noite em que Bosingwa conseguiu anular Messi, a estrela da companhia do Barca, Guardiola defendeu o jogador argentino: « O Messi dificilmente poderia ter feito mais hoje. É difícil para um avançado encontrar espaços, sobretudo contra jogadores muito fortes fisicamente».

O que mais preocupa o treinador do Barcelona é mesmo o facto de Marquez ter deixado o relvado de maca. «A lesão do Rafa Marquez foi a pior notícia da noite. Mas isso vai tornar-nos ainda mais fortes», garantiu
publicado por Vaxko Zakarias às 10:32
 O que é? |  O que é? | favorito

Empate a zero na primeira-mão das meias-finais da Liga dos Campeões. Grandes exibições de Cech e Valdés, os ingleses partem para a segunda-mão com alguma vantagem.

Jogo da primeira-mão das meias-finais da Liga dos Campeões entre Chelsea e Barcelona em Camp Nou
A melhor oportunidade da primeira parte pertenceu a Drogba, aos 39, quando Marquez fez um mau atraso para Valdés. O costa-marfinense não foi capaz de passar pelo guarda-redes do Barcelona. Apesar desta oportunidade, o Barcelona teve mais posse de bola.

No início da segunda, de novo alguns nervos, com uma rara sucessão de lesões. Henry lesionou-se após um choque com Alex aos 39, aos 52 novo azar para o Barca, com Rafa Marquez a lesionar-se sozinho, e a sair em lágrimas. O seu substituto, Puyol, viu mais tarde um cartão amarelo, e não poderá estar no jogo de Stamford Bridge.

Mais perigo de bola parada para o Barça na segunda parte, mas a consistência defensiva dos ingleses levou a melhor.

A segunda-mão, em Londres, joga-se na próxima quarta-feira, 6 de Abril.

Sob arbitragem de Wolfgang Stark (Alemanha), as equipas alinharam:

BARCELONA: Valdés; Alves, Marquez (Puyol, 52), Piqué, Abidal; Touré, Xavi, Iniesta; Henry (Hleb, 87), Messi e Etoo (Bojan, 81)
Suplentes: Jorquera, Gudjohnsen, Keita e Sylvinho
Treinador: Pep Guardiola

CHELSEA: Cech; Ivanovic, Alex, Terry, Bosingwa; Essien, Obi Mikel, Ballack (Anelka, , Lampard (Beletti, 71), Malouda; y Drogba
Suplentes: Hilario, Di Santo, Kalou, Anelka, Mancienne e Stoch
Treinador: Guus Hiddink

Disciplina: cartão amarelo para Alex (26), Ballack (29), Toure (37), Pyuol (75)

publicado por Vaxko Zakarias às 10:30
 O que é? |  O que é? | favorito

Empate a zero na primeira-mão das meias-finais da Liga dos Campeões. Grandes exibições de Cech e Valdés, os ingleses partem para a segunda-mão com alguma vantagem.

Jogo da primeira-mão das meias-finais da Liga dos Campeões entre Chelsea e Barcelona em Camp Nou
A melhor oportunidade da primeira parte pertenceu a Drogba, aos 39, quando Marquez fez um mau atraso para Valdés. O costa-marfinense não foi capaz de passar pelo guarda-redes do Barcelona. Apesar desta oportunidade, o Barcelona teve mais posse de bola.

No início da segunda, de novo alguns nervos, com uma rara sucessão de lesões. Henry lesionou-se após um choque com Alex aos 39, aos 52 novo azar para o Barca, com Rafa Marquez a lesionar-se sozinho, e a sair em lágrimas. O seu substituto, Puyol, viu mais tarde um cartão amarelo, e não poderá estar no jogo de Stamford Bridge.

Mais perigo de bola parada para o Barça na segunda parte, mas a consistência defensiva dos ingleses levou a melhor.

A segunda-mão, em Londres, joga-se na próxima quarta-feira, 6 de Abril.

Sob arbitragem de Wolfgang Stark (Alemanha), as equipas alinharam:

BARCELONA: Valdés; Alves, Marquez (Puyol, 52), Piqué, Abidal; Touré, Xavi, Iniesta; Henry (Hleb, 87), Messi e Etoo (Bojan, 81)
Suplentes: Jorquera, Gudjohnsen, Keita e Sylvinho
Treinador: Pep Guardiola

CHELSEA: Cech; Ivanovic, Alex, Terry, Bosingwa; Essien, Obi Mikel, Ballack (Anelka, , Lampard (Beletti, 71), Malouda; y Drogba
Suplentes: Hilario, Di Santo, Kalou, Anelka, Mancienne e Stoch
Treinador: Guus Hiddink

Disciplina: cartão amarelo para Alex (26), Ballack (29), Toure (37), Pyuol (75)

publicado por Vaxko Zakarias às 10:30
 O que é? |  O que é? | favorito

O técnico de futebol alemão Juergen Klinsmann foi demitido, esta segunda-feira, do cargo de treinador do Bayern de Munique e substituído até ao final da época pelo seu compatriota Jupp Heynckes, anunciou o clube campeão da Alemanha.

O técnico de futebol alemão Juergen Klinsmann
Klinsmann, que tinha um contrato de dois anos com o Bayern, não chegou sequer a completar uma época à frente da equipa.

O afastamento do técnico tem efeito imediato, indicou o clube num comunicado colocado no seu sítio na Internet.

O Bayern de Munique, que perdeu este fim-de-semana em casa por 1-0 frente ao Schalke 04, ocupa o terceiro lugar da Liga alemã, a três pontos do primeiro classificado, o Wolfsburgo, perdendo a oportunidade de ascender ao primeiro lugar da prova, já que beneficiaria da derrota do líder frente ao Cottbus, também por 2-0.

"Obviamente, neste momento, estou desiludido", disse o treinador numa curta declaração, aproveitando para "agradecer ao Bayern, adeptos, jogadores por um período pleno de experiências".

O antigo campeão mundial de futebol, em 1990, considerou, todavia, que na sua passagem pelo Bayern deixou "o cimento para o futuro", afirmando acreditar que "o clube ainda pode renovar o título alemão".

Já o clube justificou "este passo" por considerar que "os objectivos mínimos para esta época estão comprometidos em função dos resultados mais recentes".Esta foi a primeira experiência de Juergen Klinsmann, 44 anos, como treinador de um clube, depois de, na qualidade de seleccionador, ter levado a Alemanha ao terceiro lugar no mundial de 2006 (vitória sobre Portugal 3-1), prova disputada no seu país.

O novo técnico do Bayern, Jupp Heynckes, 63 anos, passou pelo futebol português como treinador do Benfica nas épocas de 1999/2000 e 2000/2001.Nesta época acabou por seu afastado pelo então presidente do clube Vale e Azevedo e substituído por José Mourinho.

Heynckes treinou, entre outros, clubes como Real Madrid, Atlético de Bilbau e Borussia de Moenchengladbach.

publicado por Vaxko Zakarias às 10:25
 O que é? |  O que é? | favorito

O técnico de futebol alemão Juergen Klinsmann foi demitido, esta segunda-feira, do cargo de treinador do Bayern de Munique e substituído até ao final da época pelo seu compatriota Jupp Heynckes, anunciou o clube campeão da Alemanha.

O técnico de futebol alemão Juergen Klinsmann
Klinsmann, que tinha um contrato de dois anos com o Bayern, não chegou sequer a completar uma época à frente da equipa.

O afastamento do técnico tem efeito imediato, indicou o clube num comunicado colocado no seu sítio na Internet.

O Bayern de Munique, que perdeu este fim-de-semana em casa por 1-0 frente ao Schalke 04, ocupa o terceiro lugar da Liga alemã, a três pontos do primeiro classificado, o Wolfsburgo, perdendo a oportunidade de ascender ao primeiro lugar da prova, já que beneficiaria da derrota do líder frente ao Cottbus, também por 2-0.

"Obviamente, neste momento, estou desiludido", disse o treinador numa curta declaração, aproveitando para "agradecer ao Bayern, adeptos, jogadores por um período pleno de experiências".

O antigo campeão mundial de futebol, em 1990, considerou, todavia, que na sua passagem pelo Bayern deixou "o cimento para o futuro", afirmando acreditar que "o clube ainda pode renovar o título alemão".

Já o clube justificou "este passo" por considerar que "os objectivos mínimos para esta época estão comprometidos em função dos resultados mais recentes".Esta foi a primeira experiência de Juergen Klinsmann, 44 anos, como treinador de um clube, depois de, na qualidade de seleccionador, ter levado a Alemanha ao terceiro lugar no mundial de 2006 (vitória sobre Portugal 3-1), prova disputada no seu país.

O novo técnico do Bayern, Jupp Heynckes, 63 anos, passou pelo futebol português como treinador do Benfica nas épocas de 1999/2000 e 2000/2001.Nesta época acabou por seu afastado pelo então presidente do clube Vale e Azevedo e substituído por José Mourinho.

Heynckes treinou, entre outros, clubes como Real Madrid, Atlético de Bilbau e Borussia de Moenchengladbach.

publicado por Vaxko Zakarias às 10:25
 O que é? |  O que é? | favorito

O galês Ryan Giggs, médio do Manchester United, recebeu esta segunda feira pela primeira vez, aos 35 anos, o prémio para o melhor futebolista do ano em Inglaterra, eleito pelos jogadores da Primeira Liga, batendo o português Cristiano Ronaldo.

O galês Ryan Giggs, médio do Manchester United
Giggs, que se estreou pela equipa principal do Manchester United em Março de 1991, continua a ser um jogador influente no campeão inglês, europeu e mundial, podendo disputar quarta-feira o 800º jogo pelos "red devils", frente ao Arsenal, nas meias-finais a Liga dos Campeões.

O médio internacional galês já conquistou ao serviço do Manchester United 10 títulos de campeão inglês, duas Ligas dos Campeões, quatro Taças de Inglaterra e duas Taças da Liga inglesa, mas nunca tinha sido eleito o melhor do ano pelos seus pares.

Giggs, que mantém contrato com o líder da Liga inglesa até 2010, bateu vários candidatos ao troféu, entre os quais Cristiano Ronaldo, designado melhor futebolista mundial, que teve de se contentar com a presença na equipa do ano.

"É o melhor que se pode desejar, porque é uma votação dos colegas de profissão. Tive a sorte de conquistar muitos troféus, ganhei o prémio para melhor jovem jogador por duas vezes, mas este é o maior", observou Giggs, durante a cerimónia, em Londres.

publicado por Vaxko Zakarias às 10:24
 O que é? |  O que é? | favorito

O galês Ryan Giggs, médio do Manchester United, recebeu esta segunda feira pela primeira vez, aos 35 anos, o prémio para o melhor futebolista do ano em Inglaterra, eleito pelos jogadores da Primeira Liga, batendo o português Cristiano Ronaldo.

O galês Ryan Giggs, médio do Manchester United
Giggs, que se estreou pela equipa principal do Manchester United em Março de 1991, continua a ser um jogador influente no campeão inglês, europeu e mundial, podendo disputar quarta-feira o 800º jogo pelos "red devils", frente ao Arsenal, nas meias-finais a Liga dos Campeões.

O médio internacional galês já conquistou ao serviço do Manchester United 10 títulos de campeão inglês, duas Ligas dos Campeões, quatro Taças de Inglaterra e duas Taças da Liga inglesa, mas nunca tinha sido eleito o melhor do ano pelos seus pares.

Giggs, que mantém contrato com o líder da Liga inglesa até 2010, bateu vários candidatos ao troféu, entre os quais Cristiano Ronaldo, designado melhor futebolista mundial, que teve de se contentar com a presença na equipa do ano.

"É o melhor que se pode desejar, porque é uma votação dos colegas de profissão. Tive a sorte de conquistar muitos troféus, ganhei o prémio para melhor jovem jogador por duas vezes, mas este é o maior", observou Giggs, durante a cerimónia, em Londres.

publicado por Vaxko Zakarias às 10:24
 O que é? |  O que é? | favorito

FOI triste, mas muito triste o que se assistiu na Praça de Touros no final da Taça Maputo em Boxe. Decorria um combate entre os pugilistas do Matchedje e do Ferroviário. Os ânimos exacerbaram-se cá do lado de fora, porque efectivamente o combate estava bastante equilibrado

Combate entre os pugilistas do Matchedje e do Ferroviário.   (S. Costa)
No final da peleja, a mesa de júri anunciou, depois de uma concertação com o juiz principal que estava no ringue, a vitória do pugilista do Ferroviário. Os militares que normalmente acompanham a sua equipa aos jogos abandonaram as bancadas e atiraram-se em grande velocidade para cima do ringue. Um deles que portava uma chave de fendas enorme golpeou com uma combinação de rectas o árbitro que ficou maltratado na face com inchaços num dos olhos.

A confusão instalou-se. Alguns pugilistas inclusivamente foram também ao encalce do árbitro, enquanto outros tentavam amainar os ânimos, onde havia pistolas à mistura numa autêntica batalha campal que só não deu em mortes porque houve bom senso por parte de algumas pessoas que compreendem que o boxe é um jogo igual a tantos outros e no qual têm que haver um vencedor e um vencido.

Viveu-se um momento bastante triste para a criançada e a juventude que lá se tinha deslocado para apoiar os seus ídolos e quem sabe, seguirem as suas peugadas.

Alguém tem que tomar medidas contra os militares que aparecem armados nos recintos de jogos e com alguns sintomas de álcool à mistura. O Matchedje tem que ter em conta este aspecto. O ministro da Defesa tem que tomar medidas contra estes militares que não servem de exemplo para as nossas Forças Armadas e principalmente para a nossa juventude. E se algum militar se acha com força para atacar os outros, incluindo civis, que suba ao ringue, porque é lá onde se resolvem as coisas.

Aliás, o árbitro saiu do recinto de jogos protegido pelos seus colegas, quando ainda esses militares ainda distribuíam murros e pontapés a alguns civis que se encontravam nas proximidades a tomarem o seu copito de ordem num final de domingo a pensarem numa nova jornada na segunda-feira.

Tem que haver medidas drásticas contra essas pessoas, que estão bem identificadas. Aos superiores das Forças Armadas aqui fica o apelo: que as pessoas sejam responsabilizadas pelos seus actos porque o desporto é, se não sabiam os militares, uma actividade física sujeita a determinados regulamentos e que geralmente visa a competição entre praticantes.

publicado por Vaxko Zakarias às 10:22
 O que é? |  O que é? | favorito

FOI triste, mas muito triste o que se assistiu na Praça de Touros no final da Taça Maputo em Boxe. Decorria um combate entre os pugilistas do Matchedje e do Ferroviário. Os ânimos exacerbaram-se cá do lado de fora, porque efectivamente o combate estava bastante equilibrado

Combate entre os pugilistas do Matchedje e do Ferroviário.   (S. Costa)
No final da peleja, a mesa de júri anunciou, depois de uma concertação com o juiz principal que estava no ringue, a vitória do pugilista do Ferroviário. Os militares que normalmente acompanham a sua equipa aos jogos abandonaram as bancadas e atiraram-se em grande velocidade para cima do ringue. Um deles que portava uma chave de fendas enorme golpeou com uma combinação de rectas o árbitro que ficou maltratado na face com inchaços num dos olhos.

A confusão instalou-se. Alguns pugilistas inclusivamente foram também ao encalce do árbitro, enquanto outros tentavam amainar os ânimos, onde havia pistolas à mistura numa autêntica batalha campal que só não deu em mortes porque houve bom senso por parte de algumas pessoas que compreendem que o boxe é um jogo igual a tantos outros e no qual têm que haver um vencedor e um vencido.

Viveu-se um momento bastante triste para a criançada e a juventude que lá se tinha deslocado para apoiar os seus ídolos e quem sabe, seguirem as suas peugadas.

Alguém tem que tomar medidas contra os militares que aparecem armados nos recintos de jogos e com alguns sintomas de álcool à mistura. O Matchedje tem que ter em conta este aspecto. O ministro da Defesa tem que tomar medidas contra estes militares que não servem de exemplo para as nossas Forças Armadas e principalmente para a nossa juventude. E se algum militar se acha com força para atacar os outros, incluindo civis, que suba ao ringue, porque é lá onde se resolvem as coisas.

Aliás, o árbitro saiu do recinto de jogos protegido pelos seus colegas, quando ainda esses militares ainda distribuíam murros e pontapés a alguns civis que se encontravam nas proximidades a tomarem o seu copito de ordem num final de domingo a pensarem numa nova jornada na segunda-feira.

Tem que haver medidas drásticas contra essas pessoas, que estão bem identificadas. Aos superiores das Forças Armadas aqui fica o apelo: que as pessoas sejam responsabilizadas pelos seus actos porque o desporto é, se não sabiam os militares, uma actividade física sujeita a determinados regulamentos e que geralmente visa a competição entre praticantes.

publicado por Vaxko Zakarias às 10:22
 O que é? |  O que é? | favorito

AS Selecções Nacionais de Futebol “A” e de Sub-20 cumprem hoje no campo do Costa do Sol e no Estádio 1º de Maio/Standard Bank mais uma sessão semanal, a segunda, tendo como objectivo a preparação do grupo que actua internamente para as missões que se seguem.

SELECCIONADOR nacional, o holandês Mart Nooij
Sem dúvidas que a principal tarefa é a disputa da qualificação para o CAN e Mundial-2010, no caso dos “Mambas”, mas a equipa técnica, liderada pelo holandês Mart Nooij, tem outro objectivo que é de projectar os atletas que actuam internamente para refrescar a equipa face à idade avançada de alguns jogadores. Para além das outras missões de carácter regional estão previstas para este ano, partidas para o CAN Interno e o Torneio da Cosafa.

Para o efeito, Mart Nooij convocou novos jogadores e estas sessões visam o seu enquadramento, acompanhamento e controlo. O técnico vai privilegiar todos os aspectos que têm a ver com a abordagem do modelo de jogo e potenciar as capacidades individuais dos atletas e da equipa em si.

Fanuel, da Liga Muçulmana de Maputo, e Campira, do Maxaquene, poderão integrar hoje a equipa de trabalho. Os dois “centrais” estavam acometidos por lesões na semana passada. Aliás, Campira alinhou na jornada do Moçambola do último fim-de-semana, mas Fanuel não.

publicado por Vaxko Zakarias às 10:21
 O que é? |  O que é? | favorito

AS Selecções Nacionais de Futebol “A” e de Sub-20 cumprem hoje no campo do Costa do Sol e no Estádio 1º de Maio/Standard Bank mais uma sessão semanal, a segunda, tendo como objectivo a preparação do grupo que actua internamente para as missões que se seguem.

SELECCIONADOR nacional, o holandês Mart Nooij
Sem dúvidas que a principal tarefa é a disputa da qualificação para o CAN e Mundial-2010, no caso dos “Mambas”, mas a equipa técnica, liderada pelo holandês Mart Nooij, tem outro objectivo que é de projectar os atletas que actuam internamente para refrescar a equipa face à idade avançada de alguns jogadores. Para além das outras missões de carácter regional estão previstas para este ano, partidas para o CAN Interno e o Torneio da Cosafa.

Para o efeito, Mart Nooij convocou novos jogadores e estas sessões visam o seu enquadramento, acompanhamento e controlo. O técnico vai privilegiar todos os aspectos que têm a ver com a abordagem do modelo de jogo e potenciar as capacidades individuais dos atletas e da equipa em si.

Fanuel, da Liga Muçulmana de Maputo, e Campira, do Maxaquene, poderão integrar hoje a equipa de trabalho. Os dois “centrais” estavam acometidos por lesões na semana passada. Aliás, Campira alinhou na jornada do Moçambola do último fim-de-semana, mas Fanuel não.

publicado por Vaxko Zakarias às 10:21
 O que é? |  O que é? | favorito

FOI sem sombra de dúvidas uma excelente propaganda de futsal que se assistiu na noite de sexta-feira entre o Desportivo e a Liga Muçulmana a contar para a final do Torneio da Abertura com os muçulmanos a vencerem, por 1-0, e a erguerem o “canecão”

Adepto da Liga Muçulmana tenta agredir o árbitro (S.Costa)
Duas das melhores equipas da cidade e do país esgrimiam forças tendo em vista um objectivo comum: a conquista do segundo troféu da época. Os adeptos do desporto e do futsal em particular não ficaram indiferentes e lotaram as bancadas do campo da Liga Muçulmana, a “cadetral” do futsal. E não terão seguramente dado por perdido o seu “rico” tempo pois assistiram a uma partida de elevado requinte técnico e táctico, repleto de jogadas colectivas e individuais só ao alcance dos melhores “teams” e dos evoluídos jogadores, casos de Carlão, Dino e Russo, do Desportivo, e Ramadan e Óscar, da Liga Muçulmana.

O Desportivo foi sempre a equipa mais perigosa ao longo do jogo, mas pecava na finalização, umas vezes errava o alvo, outras por mérito do guarda-redes Bruno que realizou uma grande exibição frente à sua ex-equipa. A forma como os “alvi-negros” iam desperdiçando oportunidades de gizar a baliza contrária começava a ganhar contornos preocupantes e já havia algumas vozes na bancada que sussurravam o velho e sábio ditado “Quem não marca sofre”.

O facto de os comandados de Inácio Sambo estarem a desperdiçar claras oportunidades de inaugurar o marcador era de alguma forma uma situação surpreendente já que haviam demonstrado nos quatro embates anteriores estarem de pontaria afinada, por via disso partiam para este despique com a marca invejável de 17 golos marcados e zero sofridos.

Todavia, houve uma nota mais saliente na avaliação da contenda. “A força da eficácia”. Foi este aspecto que ditou a vitória dos muçulmanos. Na primeira parte do prolongamento após um empate a zero no período regulamentar, o avançado Óscar, cá do meio da rua, desferiu um remate colocado que só parou no fundo da baliza da turma “alvi-negra”. A Liga passava assim para a frente do marcador. Uma vantagem preciosa que soube gerir, embora o Desportivo tenha criado situações claras de golo para empatar o jogo e quiçá “arrastar” a decisão para a lotaria dos penaltes.

Presidente da AFCM (,esq.) e I. Jassat, da comissão de futsa
PARA QUÊ ESTRAGAR UMA FESTA TÃO BONITA?

O final do jogo foi marcado por situações desagradáveis com os adeptos da Liga Muçulmana a invadirem o rectângulo do jogo para agredirem o árbitro ao invés de se preocuparem em parabenizar os jogadores que tinham acabado de conquistar o troféu.

Viveu-se uma situação de total desconforto que só não ganhou contornos mais repugnantes graças à intervenção dos jogadores da própria Liga Muçulmana e do Desportivo que trataram de acalmar os ânimos exaltados dos adeptos que no decorrer do encontro já vinham demonstrando sinais de algum desagrado contra as decisões do homem do apito, que até soube controlar uma partida que é sempre difícil de ajuizar devido à rivalidade existente entre ambas as equipas.

Mas seja qual for o erro que o árbitro tenha cometido, a atitude dos adeptos da Liga Muçulmana é inteiramente condenável, pois nunca a violência ajudou a melhorar prestação dos árbitros e muito menos serviu para resolução de alguma coisa em prol do desporto, em particular do futsal.

Importa referir que a reacção dos adeptos da Liga Muçulmana foi inesperada visto que se pensava que na condição de vencedores a irritação para com o árbitro iria dar lugar a um momento de alegria e de festa, o que realmente seria mais elegante. O certo porém, é que a fúria dos adeptos da Liga foi mais forte e “manchou” uma partida que até teve o privilégio de ser televisionada pela Televisão Independente de Moçambique (TIM) o que permitiu que milhares de pessoas pudessem assistir.

No rescaldo destas escaramuças há uma pergunta que fica no “ar”: “E se a Liga Muçulmana tivesse perdido o que teria acontecido? Talvez o árbitro não saísse vivo!

publicado por Vaxko Zakarias às 10:18
 O que é? |  O que é? | favorito

FOI sem sombra de dúvidas uma excelente propaganda de futsal que se assistiu na noite de sexta-feira entre o Desportivo e a Liga Muçulmana a contar para a final do Torneio da Abertura com os muçulmanos a vencerem, por 1-0, e a erguerem o “canecão”

Adepto da Liga Muçulmana tenta agredir o árbitro (S.Costa)
Duas das melhores equipas da cidade e do país esgrimiam forças tendo em vista um objectivo comum: a conquista do segundo troféu da época. Os adeptos do desporto e do futsal em particular não ficaram indiferentes e lotaram as bancadas do campo da Liga Muçulmana, a “cadetral” do futsal. E não terão seguramente dado por perdido o seu “rico” tempo pois assistiram a uma partida de elevado requinte técnico e táctico, repleto de jogadas colectivas e individuais só ao alcance dos melhores “teams” e dos evoluídos jogadores, casos de Carlão, Dino e Russo, do Desportivo, e Ramadan e Óscar, da Liga Muçulmana.

O Desportivo foi sempre a equipa mais perigosa ao longo do jogo, mas pecava na finalização, umas vezes errava o alvo, outras por mérito do guarda-redes Bruno que realizou uma grande exibição frente à sua ex-equipa. A forma como os “alvi-negros” iam desperdiçando oportunidades de gizar a baliza contrária começava a ganhar contornos preocupantes e já havia algumas vozes na bancada que sussurravam o velho e sábio ditado “Quem não marca sofre”.

O facto de os comandados de Inácio Sambo estarem a desperdiçar claras oportunidades de inaugurar o marcador era de alguma forma uma situação surpreendente já que haviam demonstrado nos quatro embates anteriores estarem de pontaria afinada, por via disso partiam para este despique com a marca invejável de 17 golos marcados e zero sofridos.

Todavia, houve uma nota mais saliente na avaliação da contenda. “A força da eficácia”. Foi este aspecto que ditou a vitória dos muçulmanos. Na primeira parte do prolongamento após um empate a zero no período regulamentar, o avançado Óscar, cá do meio da rua, desferiu um remate colocado que só parou no fundo da baliza da turma “alvi-negra”. A Liga passava assim para a frente do marcador. Uma vantagem preciosa que soube gerir, embora o Desportivo tenha criado situações claras de golo para empatar o jogo e quiçá “arrastar” a decisão para a lotaria dos penaltes.

Presidente da AFCM (,esq.) e I. Jassat, da comissão de futsa
PARA QUÊ ESTRAGAR UMA FESTA TÃO BONITA?

O final do jogo foi marcado por situações desagradáveis com os adeptos da Liga Muçulmana a invadirem o rectângulo do jogo para agredirem o árbitro ao invés de se preocuparem em parabenizar os jogadores que tinham acabado de conquistar o troféu.

Viveu-se uma situação de total desconforto que só não ganhou contornos mais repugnantes graças à intervenção dos jogadores da própria Liga Muçulmana e do Desportivo que trataram de acalmar os ânimos exaltados dos adeptos que no decorrer do encontro já vinham demonstrando sinais de algum desagrado contra as decisões do homem do apito, que até soube controlar uma partida que é sempre difícil de ajuizar devido à rivalidade existente entre ambas as equipas.

Mas seja qual for o erro que o árbitro tenha cometido, a atitude dos adeptos da Liga Muçulmana é inteiramente condenável, pois nunca a violência ajudou a melhorar prestação dos árbitros e muito menos serviu para resolução de alguma coisa em prol do desporto, em particular do futsal.

Importa referir que a reacção dos adeptos da Liga Muçulmana foi inesperada visto que se pensava que na condição de vencedores a irritação para com o árbitro iria dar lugar a um momento de alegria e de festa, o que realmente seria mais elegante. O certo porém, é que a fúria dos adeptos da Liga foi mais forte e “manchou” uma partida que até teve o privilégio de ser televisionada pela Televisão Independente de Moçambique (TIM) o que permitiu que milhares de pessoas pudessem assistir.

No rescaldo destas escaramuças há uma pergunta que fica no “ar”: “E se a Liga Muçulmana tivesse perdido o que teria acontecido? Talvez o árbitro não saísse vivo!

publicado por Vaxko Zakarias às 10:18
 O que é? |  O que é? | favorito

O FUTEBOL de primeira está de regresso com a disputa hoje da primeira “mão” das meias-finais da Liga dos Campeões Europeus onde estarão frente-a-frente, a partir das 20.45 horas, o Chelsea e o Barcelona.

A julgar pelos encontros anteriores entre ambos, pode-se esperar um jogo tão especial para o Chelsea como o confronto memorável com o Liverpool.

Evro Sport: Barcelona
Fase de grupos 2006/07

Chelsea 1-0 Barcelona

Barcelona 2-2 Chelsea

Ao que parece, ambas as equipas guardam o seu melhor para esta ocasião especial. Em declarações ao uefa.com, Frank Lampard descreveu o seu chapéu fantástico a Victor Valdés, no jogo da segunda volta do Grupo “A”, como o seu “melhor golo, sem dúvida. Ambas as equipas passaram à fase de grupos, com o Chelsea em primeiro lugar graças ao tento vitorioso de Didier Drogba, em Stamford Bridge, e ao golo do empate, já em tempo de compensação, em Camp Nou. O português Deco, actualmente no Chelsea, marcou pelo Barcelona.

Oitavos-de-final 2005/06 (Barcelona vence com um total de 3-2)

Chelsea 1-2 Barcelona

Barcelona 1-1 Chelsea

O campeão espanhol tinha sido eliminado pelo Chelsea nesta mesma fase da prova, no ano anterior, e conseguiu a desforra graças a um triunfo por 2-1 em Stamford Bridge, no jogo da primeira “mão”. Samuel Eto'o marcou o golo da vitória a dez minutos do fim, antes de um momento de magia de Ronaldinho em Camp Nou decidir a eliminatória. Cerca de dois meses depois, o Barcelona venceu outra equipa inglesa, o Arsenal FC, e sagrou-se campeão europeu pela segunda vez na sua história.

Oitavos-de-final 2004/05 (Chelsea vence com um total de 5-4)

Barcelona 2-1 Chelsea

Chelsea 4-2 Barcelona

Um dos embates clássicos da “Champions League”. Em vantagem por 2-1, conseguida na primeira “mão”, em Camp Nou, o Barcelona foi abalado no segundo jogo com os golos de Eidur Gudjohnsen, Frank Lampard e Damien Duff a colocarem o marcador em 3-0 para o Chelsea, em apenas 19 minutos. O Barcelona respondeu e voltou a ficar em vantagem na eliminatória, graças a um “bis” de Ronaldinho antes do intervalo, com um golo de penalte e outro em que rematou de forma sublime, à entrada da grande área, com a parte de fora do pé.

No entanto, num final frenético, foi o capitão do Chelsea, John Terry, quem teve a palavra final, ao cabecear para o golo da vitória, após canto cobrado por Duff, a 14 minutos do fim.

Quartos-de-final 1999/00 (Barcelona vence com resultado total de 6-4, depois de prolongamento)

Chelsea 3-1 Barcelona

Barcelona 5-1 Chelsea

O campeão espanhol foi apanhado de surpresa pela equipa de Gianluca Vialli, com Tore André Flo a marcar dois golos nos primeiros 38 minutos, e Gianfranco Zola a fazer o 3-0 para o Chelsea, ao intervalo.

Luís Figo reduziu a diferença na segunda metade, dando ao Barcelona esperanças para a segunda “mão”, onde voltou a facturar, ajudando o conjunto catalão a levar o jogo para o prolongamento. Tentos tardios de Rivaldo, de penalte, e Patrick Kluivert, deram a vitória ao Barcelona.

Amanhã será a vez de Manchester United receber o Arsenal noutro embate das meias-finais.

HOJE

Estádio do Camp Nou

20:45 h- Barcelona - Chelsea

AMANHÃ

Estádio de Old Trafford

20:45 h - Man. United - Arsenal

publicado por Vaxko Zakarias às 10:12
 O que é? |  O que é? | favorito

O FUTEBOL de primeira está de regresso com a disputa hoje da primeira “mão” das meias-finais da Liga dos Campeões Europeus onde estarão frente-a-frente, a partir das 20.45 horas, o Chelsea e o Barcelona.

A julgar pelos encontros anteriores entre ambos, pode-se esperar um jogo tão especial para o Chelsea como o confronto memorável com o Liverpool.

Evro Sport: Barcelona
Fase de grupos 2006/07

Chelsea 1-0 Barcelona

Barcelona 2-2 Chelsea

Ao que parece, ambas as equipas guardam o seu melhor para esta ocasião especial. Em declarações ao uefa.com, Frank Lampard descreveu o seu chapéu fantástico a Victor Valdés, no jogo da segunda volta do Grupo “A”, como o seu “melhor golo, sem dúvida. Ambas as equipas passaram à fase de grupos, com o Chelsea em primeiro lugar graças ao tento vitorioso de Didier Drogba, em Stamford Bridge, e ao golo do empate, já em tempo de compensação, em Camp Nou. O português Deco, actualmente no Chelsea, marcou pelo Barcelona.

Oitavos-de-final 2005/06 (Barcelona vence com um total de 3-2)

Chelsea 1-2 Barcelona

Barcelona 1-1 Chelsea

O campeão espanhol tinha sido eliminado pelo Chelsea nesta mesma fase da prova, no ano anterior, e conseguiu a desforra graças a um triunfo por 2-1 em Stamford Bridge, no jogo da primeira “mão”. Samuel Eto'o marcou o golo da vitória a dez minutos do fim, antes de um momento de magia de Ronaldinho em Camp Nou decidir a eliminatória. Cerca de dois meses depois, o Barcelona venceu outra equipa inglesa, o Arsenal FC, e sagrou-se campeão europeu pela segunda vez na sua história.

Oitavos-de-final 2004/05 (Chelsea vence com um total de 5-4)

Barcelona 2-1 Chelsea

Chelsea 4-2 Barcelona

Um dos embates clássicos da “Champions League”. Em vantagem por 2-1, conseguida na primeira “mão”, em Camp Nou, o Barcelona foi abalado no segundo jogo com os golos de Eidur Gudjohnsen, Frank Lampard e Damien Duff a colocarem o marcador em 3-0 para o Chelsea, em apenas 19 minutos. O Barcelona respondeu e voltou a ficar em vantagem na eliminatória, graças a um “bis” de Ronaldinho antes do intervalo, com um golo de penalte e outro em que rematou de forma sublime, à entrada da grande área, com a parte de fora do pé.

No entanto, num final frenético, foi o capitão do Chelsea, John Terry, quem teve a palavra final, ao cabecear para o golo da vitória, após canto cobrado por Duff, a 14 minutos do fim.

Quartos-de-final 1999/00 (Barcelona vence com resultado total de 6-4, depois de prolongamento)

Chelsea 3-1 Barcelona

Barcelona 5-1 Chelsea

O campeão espanhol foi apanhado de surpresa pela equipa de Gianluca Vialli, com Tore André Flo a marcar dois golos nos primeiros 38 minutos, e Gianfranco Zola a fazer o 3-0 para o Chelsea, ao intervalo.

Luís Figo reduziu a diferença na segunda metade, dando ao Barcelona esperanças para a segunda “mão”, onde voltou a facturar, ajudando o conjunto catalão a levar o jogo para o prolongamento. Tentos tardios de Rivaldo, de penalte, e Patrick Kluivert, deram a vitória ao Barcelona.

Amanhã será a vez de Manchester United receber o Arsenal noutro embate das meias-finais.

HOJE

Estádio do Camp Nou

20:45 h- Barcelona - Chelsea

AMANHÃ

Estádio de Old Trafford

20:45 h - Man. United - Arsenal

publicado por Vaxko Zakarias às 10:12
 O que é? |  O que é? | favorito
Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
18
19
24
25
26
28
30
subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO