Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Sexta-feira, 17 DE Abril 2009


A DERROTA (1-2) em casa, diante do Atlético Muçulmano, no pretérito domingo, em partida referente à quinta jornada do Moçambola, provocou um mal-estar no seio de diversos sectores do Chingale।


No quadro técnico, por exemplo, Zé Maria anunciou que colocava à disposição o seu lugar। No entanto, a Direcção do clube, reunida segunda-feira, deu o seu voto de confiança ao treinador, pelo que este manter-se-á à frente da equipa, que segue na penúltima posição da classificação do campeonato.


“Reunimos e analisámos profundamente as declarações do “mister” Zé Maria e não encontrámos motivos plausíveis para a sua demissão। Deste modo, decidimos mantê-lo como treinador da equipa. Depositamos confiança no trabalho dele e esperamos que a tempestade passe e nos próximos jogos a alegria volte ao clube. O futebol é assim. Há momentos em que se passam crises, mas acredito que o tempo se encarregará de decidir a situação do Chingale”- disse uma fonte da Direcção.


Entretanto, o treinador ponderou a sua decisão e afirmou que a tempestade que se vive no clube e influenciava o desempenho dos jogadores vai passar e o mais rápido possível vamos mudar o cenário para melhor।


“O que está a acontecer no clube é uma série de sabotagens, e tudo começou com o arranque da época, em que os meus planos iniciais para a preparação da equipa foram todos ignorados। Não conseguimos realizar jogos com as grandes formações da Zona Centro, nem doutros pontos do país para a necessária rodagem.


Em termos financeiros, o clube não está mal, mas, pessoalmente, estou a trabalhar sem a minha situação contratual bem definida e sempre coloquei esse facto em segundo plano। Só para lhe ilustrar, o Chingale, apesar de ser uma colectividade de grande nível no plano nacional, durante a fase de preparação realizou jogos com equipas de bairro. Ora, hoje querem resultados no Moçambola? - questionou Zé Maria.


Segundo ele, depois da reunião a moral dos jogadores é óptima e a prioridade é pontuar nos próximos desafios, a partir deste fim-de-semana, na deslocação a Lichinga.
publicado por Vaxko Zakarias às 15:54
 O que é? |  O que é? | favorito


A DERROTA (1-2) em casa, diante do Atlético Muçulmano, no pretérito domingo, em partida referente à quinta jornada do Moçambola, provocou um mal-estar no seio de diversos sectores do Chingale।


No quadro técnico, por exemplo, Zé Maria anunciou que colocava à disposição o seu lugar। No entanto, a Direcção do clube, reunida segunda-feira, deu o seu voto de confiança ao treinador, pelo que este manter-se-á à frente da equipa, que segue na penúltima posição da classificação do campeonato.


“Reunimos e analisámos profundamente as declarações do “mister” Zé Maria e não encontrámos motivos plausíveis para a sua demissão। Deste modo, decidimos mantê-lo como treinador da equipa. Depositamos confiança no trabalho dele e esperamos que a tempestade passe e nos próximos jogos a alegria volte ao clube. O futebol é assim. Há momentos em que se passam crises, mas acredito que o tempo se encarregará de decidir a situação do Chingale”- disse uma fonte da Direcção.


Entretanto, o treinador ponderou a sua decisão e afirmou que a tempestade que se vive no clube e influenciava o desempenho dos jogadores vai passar e o mais rápido possível vamos mudar o cenário para melhor।


“O que está a acontecer no clube é uma série de sabotagens, e tudo começou com o arranque da época, em que os meus planos iniciais para a preparação da equipa foram todos ignorados। Não conseguimos realizar jogos com as grandes formações da Zona Centro, nem doutros pontos do país para a necessária rodagem.


Em termos financeiros, o clube não está mal, mas, pessoalmente, estou a trabalhar sem a minha situação contratual bem definida e sempre coloquei esse facto em segundo plano। Só para lhe ilustrar, o Chingale, apesar de ser uma colectividade de grande nível no plano nacional, durante a fase de preparação realizou jogos com equipas de bairro. Ora, hoje querem resultados no Moçambola? - questionou Zé Maria.


Segundo ele, depois da reunião a moral dos jogadores é óptima e a prioridade é pontuar nos próximos desafios, a partir deste fim-de-semana, na deslocação a Lichinga.
publicado por Vaxko Zakarias às 15:54
 O que é? |  O que é? | favorito
AMANHÃ
Campo do Maxaquene (Machava)
15.00 – Liga Muçulmana-Fer. Beira
Estádio 25 de Junho
15.00 – Fer. Nacala-Costa do Sol
DOMINGO
Estádio da Machava
15.00 – Matchedje-Maxaquene
Ex-Campo do Maxaquene (Baixa)
15.00 – Atlético Muçulmano-Fer. Maputo
Campo da Soalpo
15.00 – Textáfrica-Desportivo
Campo do Desportivo de Tete
15.00 – HCB de Songo-Fer. Nampula
Estádio Municipal 1º de Maio
15.00 – FC Lichinga-Chingale
publicado por Vaxko Zakarias às 15:43
 O que é? |  O que é? | favorito
AMANHÃ
Campo do Maxaquene (Machava)
15.00 – Liga Muçulmana-Fer. Beira
Estádio 25 de Junho
15.00 – Fer. Nacala-Costa do Sol
DOMINGO
Estádio da Machava
15.00 – Matchedje-Maxaquene
Ex-Campo do Maxaquene (Baixa)
15.00 – Atlético Muçulmano-Fer. Maputo
Campo da Soalpo
15.00 – Textáfrica-Desportivo
Campo do Desportivo de Tete
15.00 – HCB de Songo-Fer. Nampula
Estádio Municipal 1º de Maio
15.00 – FC Lichinga-Chingale
publicado por Vaxko Zakarias às 15:43
 O que é? |  O que é? | favorito


PELAS suas características, não deviam ser meias-finais. Deviam, isso sim, ser as verdadeiras finais. Qualquer dos intervenientes nos dois embates marcados para esta noite, na “catedral”, merece perfeitamente conquistar o Torneio de Abertura de Basquetebol da Cidade de Maputo.
Vejamos o prato que nos será servido, a partir das 18।45 horas: APolitécnica-Ferroviário, em femininos, e Ferroviário-Maxaquene, em masculinos. Quem é o aficionado da bola-ao-cesto que quererá perder esta magnífica jornada?


É verdade que a nova temporada basquetebolística trouxe mexidas de vulto na composição das equipas। No entanto, nenhum dos que estarão no “parquet” do Maxaquene caiu para uma dimensão de menoridade, daí que qualquer prognóstico a avançar em relação aos vencedores dos jogos seria bastante arriscado, até porque estarão em acção alguns dos melhores executantes que o país possui.


Pena é que, por força das circunstâncias, um em cada partida ficará de fora no final dos 40 minutos, riscando-se desse modo um sério candidato ao troféu।


Mas, atenção, ali ao lado do Maxaquene, no pavilhão dos “alvi-negros”, terão lugar outros dois encontros a justificar também algum destaque, embora em ambos os casos o favoritismo seja claramente do Desportivo. Em femininos, enfrenta o Maxaquene, incapaz de oferecer uma réplica consistente, e, em masculinos, terá pela frente o Costa do Sol – este sim, um adversário a merecer todo o respeito, dada a sua imprevisibilidade.
publicado por Vaxko Zakarias às 15:31
 O que é? |  O que é? | favorito


PELAS suas características, não deviam ser meias-finais. Deviam, isso sim, ser as verdadeiras finais. Qualquer dos intervenientes nos dois embates marcados para esta noite, na “catedral”, merece perfeitamente conquistar o Torneio de Abertura de Basquetebol da Cidade de Maputo.
Vejamos o prato que nos será servido, a partir das 18।45 horas: APolitécnica-Ferroviário, em femininos, e Ferroviário-Maxaquene, em masculinos. Quem é o aficionado da bola-ao-cesto que quererá perder esta magnífica jornada?


É verdade que a nova temporada basquetebolística trouxe mexidas de vulto na composição das equipas। No entanto, nenhum dos que estarão no “parquet” do Maxaquene caiu para uma dimensão de menoridade, daí que qualquer prognóstico a avançar em relação aos vencedores dos jogos seria bastante arriscado, até porque estarão em acção alguns dos melhores executantes que o país possui.


Pena é que, por força das circunstâncias, um em cada partida ficará de fora no final dos 40 minutos, riscando-se desse modo um sério candidato ao troféu।


Mas, atenção, ali ao lado do Maxaquene, no pavilhão dos “alvi-negros”, terão lugar outros dois encontros a justificar também algum destaque, embora em ambos os casos o favoritismo seja claramente do Desportivo. Em femininos, enfrenta o Maxaquene, incapaz de oferecer uma réplica consistente, e, em masculinos, terá pela frente o Costa do Sol – este sim, um adversário a merecer todo o respeito, dada a sua imprevisibilidade.
publicado por Vaxko Zakarias às 15:31
 O que é? |  O que é? | favorito


TRÊS recordes nacionais de categoria, dos quais dois individuais e o restante em estafetas, foram batidos no arranque do Campeonato de Natação da Cidade de Maputo (ANCM), quarta-feira, na piscina Raimundo Franisse। Todos recordes pertencem ao Clube Golfinhos, que é o principal favorito à conquista do campeonato.


Os recordes individuais foram fixados em 100 metros bruços, em iniciados masculinos, por Castro Júnior, com o tempo de 1.31.57 minuto, 200 costas, em juvenis femininos, por Géssica Stagno, com a marca de 2.31.67 minutos.
O recorde de estafetas foi batido nos 4x50 metros estilos, em iniciados masculinos, com o tempo de 2।36.10 minutos.


Entretanto, a ANCM vai aproveitar a data de hoje, que estava reservada para o descanso, para movimentar as provas referentes à jornada inaugural que foi adiada terça-feira.
São no total 12 provas previstas, quatro em 50 metros livres, igual número em 100 metros mariposa e 4x100 estilos, isto nas diversas categorias.
publicado por Vaxko Zakarias às 15:16
 O que é? |  O que é? | favorito


TRÊS recordes nacionais de categoria, dos quais dois individuais e o restante em estafetas, foram batidos no arranque do Campeonato de Natação da Cidade de Maputo (ANCM), quarta-feira, na piscina Raimundo Franisse। Todos recordes pertencem ao Clube Golfinhos, que é o principal favorito à conquista do campeonato.


Os recordes individuais foram fixados em 100 metros bruços, em iniciados masculinos, por Castro Júnior, com o tempo de 1.31.57 minuto, 200 costas, em juvenis femininos, por Géssica Stagno, com a marca de 2.31.67 minutos.
O recorde de estafetas foi batido nos 4x50 metros estilos, em iniciados masculinos, com o tempo de 2।36.10 minutos.


Entretanto, a ANCM vai aproveitar a data de hoje, que estava reservada para o descanso, para movimentar as provas referentes à jornada inaugural que foi adiada terça-feira.
São no total 12 provas previstas, quatro em 50 metros livres, igual número em 100 metros mariposa e 4x100 estilos, isto nas diversas categorias.
publicado por Vaxko Zakarias às 15:16
 O que é? |  O que é? | favorito
O BÁSQUETE a nível da capital do país passou a partir de ontem a contar com cinquenta e cinco novos técnicos de Nível I que irão treinar basicamente as camadas de iniciação em diversos quadrantes (clubes, básquete “show” e torneio Mini Básquete-Millennium Bim e escolas).
O grupo de técnicos ora capacitado é fruto do curso promovido pela Associação de Basquetebol da Cidade de Maputo (ABCM) e que foi ministrado pelo técnico espanhol Luís Lopez durante pouco mais de uma semana।

A assiduidade e a prática foram os requisitos exigidos para a aprovação dos técnicos। E tudo parece ter corrido de forma brilhante já que todos tiveram uma prestação excelente, conforme fez questão de frisar Luís Lopez.

O curso teve como principais “iten´s”: os fundamentos ofensivos e defensivos; ataque e defesa em equipas de formação e projecção de um vídeo com exercícios de técnica individual e fundamentos।

O aspecto técnico foi o que mereceu uma atenção especial। É neste sentido que o curso foi essencialmente prático para que os técnicos pudessem melhor assimilar os conhecimentos e tirar dúvidas resultantes das dificuldades que encontram nas suas respectivas equipas.

Participaram no curso técnicos oriundos do Básquete “Show”, Torneio MiniBásquete Millennium Bim, das escolas e de clubes. No final todos disseram estar satisfeitos com a iniciativa e já apelam para a promoção de mais cursos do género.

FOI MUITO IMPORTANTE



“FOI um curso muito importante। Aprendemos metodologias de treino desde o aspecto técnico à planificação dos treinos que serão muito úteis para o desenvolvimento das nossas actividades futuras”, Hadija Achá, fazendo uma avaliação daquilo que foi o curso.



Hadija, professora de Educação Física, diz que já tinha uma visão geral sobre as técnicas de basquetebol, mas que o curso veio lhe dar um conhecimento mais detalhado, pelo que faz uma análise muito positiva das novas lições. Acrescenta que a Associação de Basquetebol da Cidade de Maputo deve continuar a promover mais cursos do género por forma a desenvolver a modalidade na vertente das camadas de iniciação.


BASTANTE POSITIVO

“Gostei muito de participar neste curso। Acho que foi bastante positivo, pois saio daqui com a percepção de que colhi ensinamentos novos e importantes, algo que ainda não tinha tido a oportunidade de aprender”, disse António Englesse visivelmente satisfeito. António Englesse, treinador de uma das escolas da capital do país, destacou as metodologias técnicas como a lição que mais lhe despertou a atenção. “Aprendemos como movimentar os pés quando temos a bola e preparamo-nos para efectuar um passe e também quando estamos a defender. Isso foi algo de novo e que me impressionou”, ajuntou que a planificação de treino foi igualmente muito positiva. Englesse é de opinião que iniciativas iguais a estas são sempre bem-vindas.

ADEQUAR O MÉTODO DE TREINO À ESTATURA DO MOÇAMBICANO


“O BASQUETEBOLISTA moçambicano é por norma baixo e não possui uma desenvoltura física notável ao contrário da composição dos do norte de África, como por exemplo os senegaleses. É neste sentido que os métodos de treino leccionados no curso estiveram mais virados para o aprimoramento dos aspectos técnicos”, afirma Ernesto António para quem foi muito bem orientado. Ernesto António é de opinião que este curso veio apenas despertar aquilo que o atleta moçambicano precisa: exponenciar a técnica. “O jogador moçambicano é por natureza dotado tecnicamente e é preciso potencializar estas qualidades já existentes tanto nos treinos como noutros cursos”, frisou. O participante disse ter participado em alguns cursos, mas que este teve um cariz especial já que aprendeu muita coisa nova.

CURSOS DESTES SÃO BEM-vindos

“Aprendemos muita coisa boa। O técnico espanhol esteve muito bem, ensinou-nos novas metodologias de treino e de maneira simples o que nos permitiu assimilar sem qualquer problema a mensagem que pretendia nos passar”, palavras de Ivo Pires, um dos participantes, quando questionado sobre como tinha decorrido o curso। Ivo Pires, treinador da equipa sénior da UP, diz ter ficado maravilhado com tudo o que aprendeu.

"Os métodos de planificação é algo que preciso de saber mais e felizmente surgiu a oportunidade de ficar a conhecer no curso. As técnicas de defesa, ataque, de lançamento e passe foi também algo de positivo”, disse ajuntando que os cursos desta natureza constituem uma mais-valia para o engrandecimento do básquete no país.

COMPORTAMENTO EXCELENTE

O espanhol Luís Lopez foi o técnico que durante cerca de uma semana se encarregou de ministrar o curso de Nível I que teve como objectivo elevar o conhecimento tecnico-pedagógico dos treinadores dos escalões de formação। No final do curso, cujo encerramento foi ontem, Luís Lopez era um homem satisfeito, pois é de opinião que todos os participantes demonstraram um excelente empenho.

“Notei que houve da parte dos jogadores muita gana em querer aprender e preocuparam-se em fazer sempre melhor। Foram extraordinários na forma como abordaram cada sessão de treino. Regresso hoje (ontem) a Espanha com a percepção de que cumpri com o meu dever”, anotou. O técnico espanhol diz que procurou trabalhar mais o aspecto técnico, atributo que ele considera ser a principal arma do jogador moçambicano, no caso particular o basquetebol.

“Deu para perceber que o jogador moçambicano é bom sob o ponto de vista técnico e foi nesta vertente que procurei trabalhar com maior incidência”, defendeu. Fazendo uma análise das principais lacunas do básquete moçambicano, disse que o técnico moçambicano precisa de trabalhar mais no aspecto colectivo a defender e atacar. O técnico gostaria de voltar a Moçambique para leccionar mais cursos.
publicado por Vaxko Zakarias às 14:48
 O que é? |  O que é? | favorito
O BÁSQUETE a nível da capital do país passou a partir de ontem a contar com cinquenta e cinco novos técnicos de Nível I que irão treinar basicamente as camadas de iniciação em diversos quadrantes (clubes, básquete “show” e torneio Mini Básquete-Millennium Bim e escolas).
O grupo de técnicos ora capacitado é fruto do curso promovido pela Associação de Basquetebol da Cidade de Maputo (ABCM) e que foi ministrado pelo técnico espanhol Luís Lopez durante pouco mais de uma semana।

A assiduidade e a prática foram os requisitos exigidos para a aprovação dos técnicos। E tudo parece ter corrido de forma brilhante já que todos tiveram uma prestação excelente, conforme fez questão de frisar Luís Lopez.

O curso teve como principais “iten´s”: os fundamentos ofensivos e defensivos; ataque e defesa em equipas de formação e projecção de um vídeo com exercícios de técnica individual e fundamentos।

O aspecto técnico foi o que mereceu uma atenção especial। É neste sentido que o curso foi essencialmente prático para que os técnicos pudessem melhor assimilar os conhecimentos e tirar dúvidas resultantes das dificuldades que encontram nas suas respectivas equipas.

Participaram no curso técnicos oriundos do Básquete “Show”, Torneio MiniBásquete Millennium Bim, das escolas e de clubes. No final todos disseram estar satisfeitos com a iniciativa e já apelam para a promoção de mais cursos do género.

FOI MUITO IMPORTANTE



“FOI um curso muito importante। Aprendemos metodologias de treino desde o aspecto técnico à planificação dos treinos que serão muito úteis para o desenvolvimento das nossas actividades futuras”, Hadija Achá, fazendo uma avaliação daquilo que foi o curso.



Hadija, professora de Educação Física, diz que já tinha uma visão geral sobre as técnicas de basquetebol, mas que o curso veio lhe dar um conhecimento mais detalhado, pelo que faz uma análise muito positiva das novas lições. Acrescenta que a Associação de Basquetebol da Cidade de Maputo deve continuar a promover mais cursos do género por forma a desenvolver a modalidade na vertente das camadas de iniciação.


BASTANTE POSITIVO

“Gostei muito de participar neste curso। Acho que foi bastante positivo, pois saio daqui com a percepção de que colhi ensinamentos novos e importantes, algo que ainda não tinha tido a oportunidade de aprender”, disse António Englesse visivelmente satisfeito. António Englesse, treinador de uma das escolas da capital do país, destacou as metodologias técnicas como a lição que mais lhe despertou a atenção. “Aprendemos como movimentar os pés quando temos a bola e preparamo-nos para efectuar um passe e também quando estamos a defender. Isso foi algo de novo e que me impressionou”, ajuntou que a planificação de treino foi igualmente muito positiva. Englesse é de opinião que iniciativas iguais a estas são sempre bem-vindas.

ADEQUAR O MÉTODO DE TREINO À ESTATURA DO MOÇAMBICANO


“O BASQUETEBOLISTA moçambicano é por norma baixo e não possui uma desenvoltura física notável ao contrário da composição dos do norte de África, como por exemplo os senegaleses. É neste sentido que os métodos de treino leccionados no curso estiveram mais virados para o aprimoramento dos aspectos técnicos”, afirma Ernesto António para quem foi muito bem orientado. Ernesto António é de opinião que este curso veio apenas despertar aquilo que o atleta moçambicano precisa: exponenciar a técnica. “O jogador moçambicano é por natureza dotado tecnicamente e é preciso potencializar estas qualidades já existentes tanto nos treinos como noutros cursos”, frisou. O participante disse ter participado em alguns cursos, mas que este teve um cariz especial já que aprendeu muita coisa nova.

CURSOS DESTES SÃO BEM-vindos

“Aprendemos muita coisa boa। O técnico espanhol esteve muito bem, ensinou-nos novas metodologias de treino e de maneira simples o que nos permitiu assimilar sem qualquer problema a mensagem que pretendia nos passar”, palavras de Ivo Pires, um dos participantes, quando questionado sobre como tinha decorrido o curso। Ivo Pires, treinador da equipa sénior da UP, diz ter ficado maravilhado com tudo o que aprendeu.

"Os métodos de planificação é algo que preciso de saber mais e felizmente surgiu a oportunidade de ficar a conhecer no curso. As técnicas de defesa, ataque, de lançamento e passe foi também algo de positivo”, disse ajuntando que os cursos desta natureza constituem uma mais-valia para o engrandecimento do básquete no país.

COMPORTAMENTO EXCELENTE

O espanhol Luís Lopez foi o técnico que durante cerca de uma semana se encarregou de ministrar o curso de Nível I que teve como objectivo elevar o conhecimento tecnico-pedagógico dos treinadores dos escalões de formação। No final do curso, cujo encerramento foi ontem, Luís Lopez era um homem satisfeito, pois é de opinião que todos os participantes demonstraram um excelente empenho.

“Notei que houve da parte dos jogadores muita gana em querer aprender e preocuparam-se em fazer sempre melhor। Foram extraordinários na forma como abordaram cada sessão de treino. Regresso hoje (ontem) a Espanha com a percepção de que cumpri com o meu dever”, anotou. O técnico espanhol diz que procurou trabalhar mais o aspecto técnico, atributo que ele considera ser a principal arma do jogador moçambicano, no caso particular o basquetebol.

“Deu para perceber que o jogador moçambicano é bom sob o ponto de vista técnico e foi nesta vertente que procurei trabalhar com maior incidência”, defendeu. Fazendo uma análise das principais lacunas do básquete moçambicano, disse que o técnico moçambicano precisa de trabalhar mais no aspecto colectivo a defender e atacar. O técnico gostaria de voltar a Moçambique para leccionar mais cursos.
publicado por Vaxko Zakarias às 14:48
 O que é? |  O que é? | favorito


PERSPECTIVAM-SE hoje excelentes propagandas de futsal com a disputa das meias-finais do Torneio de Abertura de Futsal com os principais candidatos, nomeadamente Desportivo e Liga Muçulmana a defrontarem Atlético Muçulmano e o Al Mahid, respectivamente.
Dentre os favoritos, os “alvi-negros”, que na primeira fase apresentarão um futebol de primeira por vezes até arrasador, farão as honras de abertura quando a partir das 20:00 horas medirem forças com o Atlético Muçulmano.
Os comandados de Inácio Sambo partem para este despique com largas hipóteses de “carimbarem o passaporte” para a final.
A Liga Muçulmana joga a partir das 21:00 horas com o Al Mahid. Os “muçulmanos”, contrariamente aos “alvi-negros”, não se pode dizer que são cem por cento favoritos, visto que na primeira fase não se exibiram a contento, tendo suado para ultrapassar os seus adversários.
Ambos os desafios realizam-se no campo da Liga Muçulmana.
publicado por Vaxko Zakarias às 14:24
 O que é? |  O que é? | favorito


PERSPECTIVAM-SE hoje excelentes propagandas de futsal com a disputa das meias-finais do Torneio de Abertura de Futsal com os principais candidatos, nomeadamente Desportivo e Liga Muçulmana a defrontarem Atlético Muçulmano e o Al Mahid, respectivamente.
Dentre os favoritos, os “alvi-negros”, que na primeira fase apresentarão um futebol de primeira por vezes até arrasador, farão as honras de abertura quando a partir das 20:00 horas medirem forças com o Atlético Muçulmano.
Os comandados de Inácio Sambo partem para este despique com largas hipóteses de “carimbarem o passaporte” para a final.
A Liga Muçulmana joga a partir das 21:00 horas com o Al Mahid. Os “muçulmanos”, contrariamente aos “alvi-negros”, não se pode dizer que são cem por cento favoritos, visto que na primeira fase não se exibiram a contento, tendo suado para ultrapassar os seus adversários.
Ambos os desafios realizam-se no campo da Liga Muçulmana.
publicado por Vaxko Zakarias às 14:24
 O que é? |  O que é? | favorito


AS selecções provinciais de futebol de Nampula e Sofala transitaram para a fase final dos torneios regionais, que terá lugar na cidade de Maputo, em Novembro próximo.
Nampula goleou ontem Cabo Delgado, por 5-0, depois de quarta-feira ter cilindrado Niassa, por 3-0. Os nampulenses concluíram deste modo os seus jogos e ficam de fora na ronda de hoje, a terceira e última, que coloca frente-a-frente Niassa e Cabo Delgado.
Enquanto isso, Sofala foi, por decisão da Federação Moçambicana de Futebol (FMF), apurada para a fase final deste torneio, a nível da zona centro.
A FMF desqualificou Tete e Zambézia, que deveriam disputar a outra vaga para a final a nível regional, por não se terem apresentado em Chimoio, a 7 de Abril, data em que iniciou a disputa da fase zonal de apuramento para a fase final do torneio, que se realizará em Novembro próximo, na cidade de Maputo. De salientar que Sofala qualificou-se à final ao superar Manica pelo agregado de 4-1 nos dois jogos entre si (1-0) e (3-1), respectivamente nos dias 7 e 8 do mês em curso.
A FMF havia aventado a hipótese de Tete e Zambézia disputarem o apuramento em data a combinar, mas o Governo provincial de Manica, que havia assegurado o acolhimento do torneio regional, disse que não estaria em condições de acomodar as suas selecções noutra ocasião.
Por último, o torneio da zona sul, envolvendo as selecções provinciais de Maputo cidade e província, Gaza e Inhambane, disputa-se nos dias 24 e 25. A prova será disputada num sistema de todos contra todos e numa única volta.
De salientar que os vencedores mais o segundo melhor classificado das zonas vão disputar a fase final em Novembro para o apuramento da melhor selecção do evento que serve para a prospecção de talentos para a disputa das competições internacionais e para sustentarem os futuros “Mambas”.
publicado por Vaxko Zakarias às 14:05
 O que é? |  O que é? | favorito


AS selecções provinciais de futebol de Nampula e Sofala transitaram para a fase final dos torneios regionais, que terá lugar na cidade de Maputo, em Novembro próximo.
Nampula goleou ontem Cabo Delgado, por 5-0, depois de quarta-feira ter cilindrado Niassa, por 3-0. Os nampulenses concluíram deste modo os seus jogos e ficam de fora na ronda de hoje, a terceira e última, que coloca frente-a-frente Niassa e Cabo Delgado.
Enquanto isso, Sofala foi, por decisão da Federação Moçambicana de Futebol (FMF), apurada para a fase final deste torneio, a nível da zona centro.
A FMF desqualificou Tete e Zambézia, que deveriam disputar a outra vaga para a final a nível regional, por não se terem apresentado em Chimoio, a 7 de Abril, data em que iniciou a disputa da fase zonal de apuramento para a fase final do torneio, que se realizará em Novembro próximo, na cidade de Maputo. De salientar que Sofala qualificou-se à final ao superar Manica pelo agregado de 4-1 nos dois jogos entre si (1-0) e (3-1), respectivamente nos dias 7 e 8 do mês em curso.
A FMF havia aventado a hipótese de Tete e Zambézia disputarem o apuramento em data a combinar, mas o Governo provincial de Manica, que havia assegurado o acolhimento do torneio regional, disse que não estaria em condições de acomodar as suas selecções noutra ocasião.
Por último, o torneio da zona sul, envolvendo as selecções provinciais de Maputo cidade e província, Gaza e Inhambane, disputa-se nos dias 24 e 25. A prova será disputada num sistema de todos contra todos e numa única volta.
De salientar que os vencedores mais o segundo melhor classificado das zonas vão disputar a fase final em Novembro para o apuramento da melhor selecção do evento que serve para a prospecção de talentos para a disputa das competições internacionais e para sustentarem os futuros “Mambas”.
publicado por Vaxko Zakarias às 14:05
 O que é? |  O que é? | favorito


AS vitórias de Manchester United e Arsenal na noite de quarta-feira sobre o FC Porto e Villarreal, respectivamente, garantiram pelo menos um representante inglês na final da Liga dos Campeões, em Roma, no dia 27 de Maio, estando em aberto a possibilidade de o encontro decisivo ser 100 por cento inglês pela segunda vez consecutiva, isto se o Chelsea levar a melhor sobre o Barcelona।


Será a terceira vez que Barcelona e Chelsea se encontram nas derradeiras eliminatórias da competição। O Barcelona venceu um confronto épico na temporada 1999/00, com um resultado total de 6-4, depois de marcar dois golos no período de compensação e também se superiorizou nos oitavos-de-final da edição de 2005/06, a caminho de conquistar uma segunda Taça dos Clubes Campeões Europeus.


Doze meses antes, na mesma fase da prova, um cabeceamento de John Terry valeu o tento tardio com que os "blues" se apuraram graças ao resultado total de 5-4. O Manchester United e Arsenal desde que se encontraram pela primeira vez, a 13 de Outubro de 1894, os dois clubes já se defrontaram 204 vezes. Os “gunners” registam 77 vitórias, contra 82 do United. Excepção feita à final da época transacta, o Manchester United nunca defrontou um clube inglês na “Champions League”.
publicado por Vaxko Zakarias às 12:41
 O que é? |  O que é? | favorito


AS vitórias de Manchester United e Arsenal na noite de quarta-feira sobre o FC Porto e Villarreal, respectivamente, garantiram pelo menos um representante inglês na final da Liga dos Campeões, em Roma, no dia 27 de Maio, estando em aberto a possibilidade de o encontro decisivo ser 100 por cento inglês pela segunda vez consecutiva, isto se o Chelsea levar a melhor sobre o Barcelona।


Será a terceira vez que Barcelona e Chelsea se encontram nas derradeiras eliminatórias da competição। O Barcelona venceu um confronto épico na temporada 1999/00, com um resultado total de 6-4, depois de marcar dois golos no período de compensação e também se superiorizou nos oitavos-de-final da edição de 2005/06, a caminho de conquistar uma segunda Taça dos Clubes Campeões Europeus.


Doze meses antes, na mesma fase da prova, um cabeceamento de John Terry valeu o tento tardio com que os "blues" se apuraram graças ao resultado total de 5-4. O Manchester United e Arsenal desde que se encontraram pela primeira vez, a 13 de Outubro de 1894, os dois clubes já se defrontaram 204 vezes. Os “gunners” registam 77 vitórias, contra 82 do United. Excepção feita à final da época transacta, o Manchester United nunca defrontou um clube inglês na “Champions League”.
publicado por Vaxko Zakarias às 12:41
 O que é? |  O que é? | favorito
Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
18
19
24
25
26
28
30
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO