Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Sexta-feira, 20 DE Março 2009

O MAXAQUENE vai a mais um terreno lamacento no fim-de-semana, depois de ter se saído muito bem na primeira jornada em Tete, onde derrotou o Chingale, por 2-1. Desta vez o adversário chama-se Ferroviário de Nampula, no terreno deste, sempre muito difícil, principalmente para as equipas da capital do país.

MUITA acção e pouca eficácia na abordagem táctica e algumas lacunas técnicas caracterizaram a actuação dos “tricolores” frente a uma Liga Muçulmana de Maputo
O jogo é domingo e poderá criar alguma agitação na capital do norte caso a equipa da casa perca, porque atrasa-se em demasia na luta pelo título ou pelos lugares cimeiros que todos ambicionam. O Matchedje também tem uma viagem de risco a Tete, onde lhe aguarda o Chingale, que a todo custo procurará conquistar os primeiros pontos para sair do último lugar onde se encontra até à entrada desta terceira jornada.

O Atlético Muçulmano é outra formação do sul do país que vai ao centro para se cruzar com o Ferroviário da Beira, num outro despique em que tudo poderá acontecer. Sortes diferentes terão os chamados grandes da capital do país que recebem no seu terreno os respectivos adversários. O Ferroviário e a Liga Muçulmana, actuais líderes destacados da prova, terão a visita do Textáfrica do FC Lichinga. O Desportivo e o Costa do Sol recebem o Ferroviário de Nacala e o HCB.

PROGRAMA DE JOGOS

Amanhã

Estádio da Machava

15:00h - Ferroviário de Maputo – Textáfrica

Estádio 1º de Maio

15:00h - Desportivo – Ferroviário de Nacala

Domingo

Campo do Costa do Sol

15:00h – Costa do Sol – HCB

Estádio 25 de Junho

15:00h – Ferroviário de Nampula – Maxaquene

Campo da Soalpo

15:00h – Chingale – Matchedje

Campo do Ferroviário da Beira

15:00h – Ferroviário da Beira – Atlético Muçulmano

Campo do Maxaquene (Machava)

15:00 h – Liga Muçulmana – FC Lichinga

publicado por Vaxko Zakarias às 12:18
 O que é? |  O que é? | favorito

O MAXAQUENE vai a mais um terreno lamacento no fim-de-semana, depois de ter se saído muito bem na primeira jornada em Tete, onde derrotou o Chingale, por 2-1. Desta vez o adversário chama-se Ferroviário de Nampula, no terreno deste, sempre muito difícil, principalmente para as equipas da capital do país.

MUITA acção e pouca eficácia na abordagem táctica e algumas lacunas técnicas caracterizaram a actuação dos “tricolores” frente a uma Liga Muçulmana de Maputo
O jogo é domingo e poderá criar alguma agitação na capital do norte caso a equipa da casa perca, porque atrasa-se em demasia na luta pelo título ou pelos lugares cimeiros que todos ambicionam. O Matchedje também tem uma viagem de risco a Tete, onde lhe aguarda o Chingale, que a todo custo procurará conquistar os primeiros pontos para sair do último lugar onde se encontra até à entrada desta terceira jornada.

O Atlético Muçulmano é outra formação do sul do país que vai ao centro para se cruzar com o Ferroviário da Beira, num outro despique em que tudo poderá acontecer. Sortes diferentes terão os chamados grandes da capital do país que recebem no seu terreno os respectivos adversários. O Ferroviário e a Liga Muçulmana, actuais líderes destacados da prova, terão a visita do Textáfrica do FC Lichinga. O Desportivo e o Costa do Sol recebem o Ferroviário de Nacala e o HCB.

PROGRAMA DE JOGOS

Amanhã

Estádio da Machava

15:00h - Ferroviário de Maputo – Textáfrica

Estádio 1º de Maio

15:00h - Desportivo – Ferroviário de Nacala

Domingo

Campo do Costa do Sol

15:00h – Costa do Sol – HCB

Estádio 25 de Junho

15:00h – Ferroviário de Nampula – Maxaquene

Campo da Soalpo

15:00h – Chingale – Matchedje

Campo do Ferroviário da Beira

15:00h – Ferroviário da Beira – Atlético Muçulmano

Campo do Maxaquene (Machava)

15:00 h – Liga Muçulmana – FC Lichinga

publicado por Vaxko Zakarias às 12:18
 O que é? |  O que é? | favorito

“NÃO tenho dúvidas que teremos um jogo muito difícil, já que enfrentaremos um adversário que pelo que pude observar merece todo o nosso respeito.

O ex-treinador do Estoril vai treinar o Maxaquene de Moçambique
Mas o Maxaquene está sedento de vitórias porque vem de uma derrota e precisa de conquistar os três pontos até para recuperar os índices de confiança”, afirmou Litos, treinador do Maxaquene, relançado o desafio diante do Ferroviário de Nampula.

Analisando a maneira de actuar do adversário, este disse ser uma equipa que joga preferencialmente em contra-ataque.

“O Ferroviário de Nampula joga em contra-ataque, o que obriga a que estejamos atentos para não sermos surpreendidos”, disse.

No entanto, Litos afirmou ter preparado uma estratégia para neutralizar jogadas do género.

“A cada jogo traço uma estratégia de acordo com a maneira de jogar do adversário. E para este jogo preparei os meus jogadores de modo a não darem espaços que permitam ao adversário sair em contra-ataque”, sublinhou.

O técnico português acrescentou que a sua equipa está motivada e confiante e que estará na sua máxima força, visto que não tem nenhum jogador lesionado ou a cumprir castigo disciplinar.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:11
 O que é? |  O que é? | favorito

“NÃO tenho dúvidas que teremos um jogo muito difícil, já que enfrentaremos um adversário que pelo que pude observar merece todo o nosso respeito.

O ex-treinador do Estoril vai treinar o Maxaquene de Moçambique
Mas o Maxaquene está sedento de vitórias porque vem de uma derrota e precisa de conquistar os três pontos até para recuperar os índices de confiança”, afirmou Litos, treinador do Maxaquene, relançado o desafio diante do Ferroviário de Nampula.

Analisando a maneira de actuar do adversário, este disse ser uma equipa que joga preferencialmente em contra-ataque.

“O Ferroviário de Nampula joga em contra-ataque, o que obriga a que estejamos atentos para não sermos surpreendidos”, disse.

No entanto, Litos afirmou ter preparado uma estratégia para neutralizar jogadas do género.

“A cada jogo traço uma estratégia de acordo com a maneira de jogar do adversário. E para este jogo preparei os meus jogadores de modo a não darem espaços que permitam ao adversário sair em contra-ataque”, sublinhou.

O técnico português acrescentou que a sua equipa está motivada e confiante e que estará na sua máxima força, visto que não tem nenhum jogador lesionado ou a cumprir castigo disciplinar.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:11
 O que é? |  O que é? | favorito

“ESTOU satisfeito com a progressão demonstrada pela equipa nos treinos desta semana. Os jogadores começam a conhecer-se melhor e a estarem mais entrosados.

Faife, treinador do Ferroviário de Nampula
No jogo contra o Desportivo falhámos muito a nível do meio-campo, mas já chamei atenção aos jogadores para estarem mais concentrados. Parece terem acatado a mensagem pela maneira como se empenharam no treino e só resta procurar vencer o jogo”, Faife, treinador do Ferroviário, mostrando-se confiante para o embate com o Maxaquene.

Contudo, Faife afirma que a sua equipa terá que suar a camisola se quiser somar a primeira vitória, já que, segundo ele, jogará frente a um Maxaquene que está a atravessar um bom momento de forma.

“O Maxaquene está a trocar muito bem a bola. Realizou uma excelente segunda parte frente ao Ferroviário e pelo que fez merecia ter ganho ou empatado, no mínimo. É uma equipa que vale sobretudo pelo conjunto. Já se nota um grande entrosamento entre a defesa, o meio-campo e o ataque”, considerou.

O técnico disse igualmente ter todo o plantel em dia para o confronto com a turma “tricolor”.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:04
 O que é? |  O que é? | favorito

“ESTOU satisfeito com a progressão demonstrada pela equipa nos treinos desta semana. Os jogadores começam a conhecer-se melhor e a estarem mais entrosados.

Faife, treinador do Ferroviário de Nampula
No jogo contra o Desportivo falhámos muito a nível do meio-campo, mas já chamei atenção aos jogadores para estarem mais concentrados. Parece terem acatado a mensagem pela maneira como se empenharam no treino e só resta procurar vencer o jogo”, Faife, treinador do Ferroviário, mostrando-se confiante para o embate com o Maxaquene.

Contudo, Faife afirma que a sua equipa terá que suar a camisola se quiser somar a primeira vitória, já que, segundo ele, jogará frente a um Maxaquene que está a atravessar um bom momento de forma.

“O Maxaquene está a trocar muito bem a bola. Realizou uma excelente segunda parte frente ao Ferroviário e pelo que fez merecia ter ganho ou empatado, no mínimo. É uma equipa que vale sobretudo pelo conjunto. Já se nota um grande entrosamento entre a defesa, o meio-campo e o ataque”, considerou.

O técnico disse igualmente ter todo o plantel em dia para o confronto com a turma “tricolor”.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:04
 O que é? |  O que é? | favorito

“PROMETEMOS dar o nosso melhor. Já contra o Costa do Sol, na primeira jornada, viemos a Maputo e apesar de termos perdido apresentámos um bom futebol. Vamos procurar repetir esta exibição, mas roubando pontos ao adversário”, palavras de Alex Alves, treinador do Textáfrica, quando abordando sobre o desafio frente ao Ferroviário de Maputo.

Vamos dar o melhor - Alex Alves, treinador do Textáfrica
O técnico brasileiro admite que não será uma tarefa fácil, pois terá que defrontar o campeão nacional. Vamos enfrentar o actual detentor do título e isso só por si remete-nos para uma partida em que teremos muitas dificuldades. Mas, não vamos abdicar de procurar pontuar”, frisou.

Alex Alves mostra-se confiante para este embate, visto que, para além de ter todos os jogadores à sua disposição, o entrosamento entre eles começa a ser mais consistente.

“Os jogadores vão assimilando gradualmente o modelo de jogo que pretendo implementar e isto deixa-me animando e confiante para este e os próximos jogos. O facto de ter todo o plantel à disposição deixa-me esperançado num resultado positivo”, afirmou.

Segundo o “mister”, o “onze” provável será o seguinte: Tony; Gervásio, Lolo, Zola e Dondo; Custódio, Escuro, Ângelo e Lito; Tuny e Suprise.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:50
 O que é? |  O que é? | favorito

“PROMETEMOS dar o nosso melhor. Já contra o Costa do Sol, na primeira jornada, viemos a Maputo e apesar de termos perdido apresentámos um bom futebol. Vamos procurar repetir esta exibição, mas roubando pontos ao adversário”, palavras de Alex Alves, treinador do Textáfrica, quando abordando sobre o desafio frente ao Ferroviário de Maputo.

Vamos dar o melhor - Alex Alves, treinador do Textáfrica
O técnico brasileiro admite que não será uma tarefa fácil, pois terá que defrontar o campeão nacional. Vamos enfrentar o actual detentor do título e isso só por si remete-nos para uma partida em que teremos muitas dificuldades. Mas, não vamos abdicar de procurar pontuar”, frisou.

Alex Alves mostra-se confiante para este embate, visto que, para além de ter todos os jogadores à sua disposição, o entrosamento entre eles começa a ser mais consistente.

“Os jogadores vão assimilando gradualmente o modelo de jogo que pretendo implementar e isto deixa-me animando e confiante para este e os próximos jogos. O facto de ter todo o plantel à disposição deixa-me esperançado num resultado positivo”, afirmou.

Segundo o “mister”, o “onze” provável será o seguinte: Tony; Gervásio, Lolo, Zola e Dondo; Custódio, Escuro, Ângelo e Lito; Tuny e Suprise.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:50
 O que é? |  O que é? | favorito

“VAMOS lutar pelos três pontos. Esse é o nosso objectivo em todas as partidas que disputamos. A equipa tem vindo a subir gradualmente de forma e os jogadores estão melhores sob ponto de vista anímico e físico”, Paulo Camargo, treinador do Ferroviário de Maputo, antevendo o jogo com o Textáfrica

Paulo Camargo, treinador do Ferroviário de Maputo
Paulo Camargo diz que ser primeiro classificado é muito importante. Dá tranquilidade e a responsabilidade torna-se acrescida. Temos que manter isto: “Agora temos a tarefa de manter a liderança e por vezes o mais difícil não é chegar ao topo, mas manter-se lá, porque a pressão sobre o grupo é muito grande”, frisou.

Em relação ao desafio frente ao Textáfrica, Camargo afirma que a sua equipa irá abordar este jogo com a máxima concentração e respeito pelo adversário.

“Encaramos todos os jogos da mesma maneira, sempre com um grande respeito pelo adversário. Até em jogos-treino peço aos jogadores para encararem com muita seriedade, porque temos que perceber que noutra equipa pode haver um jogador a fazer a diferença e temos que estar atentos a estas situações”, sublinhou.

Falando sobre as qualidades do adversário, disse: “É uma equipa jovem composta por bons jogadores e bem orientada por Alex Alves, um técnico que põe as suas equipas a praticarem bom futebol. Com certeza que virão a Maputo para lutar pela vitória”.

À excepção de Faife, lesionado, e Mendes, ainda à procura do melhor ritmo, o técnico brasileiro terá todo plantel à disposição. Realce para o regresso de Nadjuko, após lesão.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:43
 O que é? |  O que é? | favorito

“VAMOS lutar pelos três pontos. Esse é o nosso objectivo em todas as partidas que disputamos. A equipa tem vindo a subir gradualmente de forma e os jogadores estão melhores sob ponto de vista anímico e físico”, Paulo Camargo, treinador do Ferroviário de Maputo, antevendo o jogo com o Textáfrica

Paulo Camargo, treinador do Ferroviário de Maputo
Paulo Camargo diz que ser primeiro classificado é muito importante. Dá tranquilidade e a responsabilidade torna-se acrescida. Temos que manter isto: “Agora temos a tarefa de manter a liderança e por vezes o mais difícil não é chegar ao topo, mas manter-se lá, porque a pressão sobre o grupo é muito grande”, frisou.

Em relação ao desafio frente ao Textáfrica, Camargo afirma que a sua equipa irá abordar este jogo com a máxima concentração e respeito pelo adversário.

“Encaramos todos os jogos da mesma maneira, sempre com um grande respeito pelo adversário. Até em jogos-treino peço aos jogadores para encararem com muita seriedade, porque temos que perceber que noutra equipa pode haver um jogador a fazer a diferença e temos que estar atentos a estas situações”, sublinhou.

Falando sobre as qualidades do adversário, disse: “É uma equipa jovem composta por bons jogadores e bem orientada por Alex Alves, um técnico que põe as suas equipas a praticarem bom futebol. Com certeza que virão a Maputo para lutar pela vitória”.

À excepção de Faife, lesionado, e Mendes, ainda à procura do melhor ritmo, o técnico brasileiro terá todo plantel à disposição. Realce para o regresso de Nadjuko, após lesão.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:43
 O que é? |  O que é? | favorito

A SEGUNDA jornada do Torneio de Abertura de Basquetebol em seniores masculinos e femininos tem programado jogos entre equipas de excelente gabarito.

Liga de Básquete chegou e… quer ser um sucesso
Em masculinos, o Ferroviário defronta amanhã, às 19:00 horas, no pavilhão do Maxaquene, o Costa do Sol, numa partida em que o equilíbrio deverá ser a nota dominante. Este desafio é importantíssimo para os “locomotivas” e os “canarinhos”, visto que está em jogo a liderança. Ambas equipas partilham o comando do Grupo A, com três pontos.

Em femininos, o Desportivo e APolitécnica medem forças hoje a partir das 18.45 horas no pavilhão do Estrela Vermelha. Será um duelo entre dois finalistas do Campeonato Nacional da época passada e que procuram agora manter a liderança no Torneio de Abertura.

No que diz respeito aos masculinos, é de realçar ainda a estreia do Maxaquene, um potencial candidato a conquistar a prova, e que terá pela frente a modesta formação do Eagles. Este encontro realiza-se amanhã a partir das 17.00 horas no pavilhão do Maxaquene e é pontuável para o Grupo B. A contar para o mesmo grupo, o Aeroporto e a Real Sociedade enfrentam-se hoje, às 20.00 horas, no pavilhão do Estrela Vermelha. O Desportivo ficará de fora desta ronda devido ao número de equipas.

Já em femininos, a Académica e o Ferroviário esgrimem forças amanhã, às 16.30 horas, no pavilhão do Estrela Vermelha, enquanto o Maxaquene enfrenta a partir das 15.00 horas, no seu recinto, o Eagles. As “locomotivas” e as “tricolores” têm uma boa oportunidade de somarem os três pontos.

CALENDÁRIO (2ª JORNADA)

HOJE

Pavilhão do Estrela Vermelha

18.45h – Apolitécnica –Desportivo (seniores femininos)

20.00h – Real Sociedade - Aeroporto (seniores masculinos)

AMANHÃ

Pavilhão do Maxaquene

15.00h – Maxaquene – Eagles (seniores femininos)

17.00h – Eagles – Maxaquene (seniores masculinos)

19.00h – Ferroviário - Costa do Sol (seniores masculinos)

Pavilhão do Estrela Vermelha

16.30h – Académica – Ferroviário (seniores femininos)

18.30h – UP – Académica (seniores masculinos)

publicado por Vaxko Zakarias às 11:36
 O que é? |  O que é? | favorito

A SEGUNDA jornada do Torneio de Abertura de Basquetebol em seniores masculinos e femininos tem programado jogos entre equipas de excelente gabarito.

Liga de Básquete chegou e… quer ser um sucesso
Em masculinos, o Ferroviário defronta amanhã, às 19:00 horas, no pavilhão do Maxaquene, o Costa do Sol, numa partida em que o equilíbrio deverá ser a nota dominante. Este desafio é importantíssimo para os “locomotivas” e os “canarinhos”, visto que está em jogo a liderança. Ambas equipas partilham o comando do Grupo A, com três pontos.

Em femininos, o Desportivo e APolitécnica medem forças hoje a partir das 18.45 horas no pavilhão do Estrela Vermelha. Será um duelo entre dois finalistas do Campeonato Nacional da época passada e que procuram agora manter a liderança no Torneio de Abertura.

No que diz respeito aos masculinos, é de realçar ainda a estreia do Maxaquene, um potencial candidato a conquistar a prova, e que terá pela frente a modesta formação do Eagles. Este encontro realiza-se amanhã a partir das 17.00 horas no pavilhão do Maxaquene e é pontuável para o Grupo B. A contar para o mesmo grupo, o Aeroporto e a Real Sociedade enfrentam-se hoje, às 20.00 horas, no pavilhão do Estrela Vermelha. O Desportivo ficará de fora desta ronda devido ao número de equipas.

Já em femininos, a Académica e o Ferroviário esgrimem forças amanhã, às 16.30 horas, no pavilhão do Estrela Vermelha, enquanto o Maxaquene enfrenta a partir das 15.00 horas, no seu recinto, o Eagles. As “locomotivas” e as “tricolores” têm uma boa oportunidade de somarem os três pontos.

CALENDÁRIO (2ª JORNADA)

HOJE

Pavilhão do Estrela Vermelha

18.45h – Apolitécnica –Desportivo (seniores femininos)

20.00h – Real Sociedade - Aeroporto (seniores masculinos)

AMANHÃ

Pavilhão do Maxaquene

15.00h – Maxaquene – Eagles (seniores femininos)

17.00h – Eagles – Maxaquene (seniores masculinos)

19.00h – Ferroviário - Costa do Sol (seniores masculinos)

Pavilhão do Estrela Vermelha

16.30h – Académica – Ferroviário (seniores femininos)

18.30h – UP – Académica (seniores masculinos)

publicado por Vaxko Zakarias às 11:36
 O que é? |  O que é? | favorito

A ÉPOCA das competições europeias de clubes está a chegar à sua fase decisiva e a Casa do Futebol Europeu, em Nyon, Suíça, irá receber os sorteios dos quartos-de-final e meias-finais da Liga dos Campeões Europeus e da Taça UEFA de 2008/09, hoje.

David Taylor, secretário-geral da UEFA
O sorteio da Liga dos Campeões terá lugar pelas 13.00 horas e será conduzido por David Taylor, secretário-geral da UEFA, e por Bruno Conti, embaixador da final de Roma. Seguir-se-á o sorteio da Taça UEFA às 14.00 horas, que será conduzido por David Taylor e pelo embaixador da final de Istambul, Can Bartu.

SORTEIO ABERTO

Os oito vencedores dos oitavos-de-final da “Champions League”, nomeadamente Manchesetr United, Chelsea, Arsenal, Liverpool, Barcelona, Vilarreal, Bayern de Munique e FC Porto, irão disputar os quartos-de-final, com as eliminatórias a serem definidas por um sorteio aberto. Isso significa que clubes da mesma federação poderão defrontar-se entre si.

Os quartos-de-final são disputados em duas mãos, sendo que a primeira ronda será jogada na terça-feira, dia 7 de Abril, e quarta-feira, dia 8, e a segunda na terça-feira, dia 14 de Abril, e quarta-feira, dia 15.

Nessa altura, as quatro equipas vencedoras já conhecerão os respectivos adversários nas meias-finais, já que o sorteio dessa fase também decorre igualmente hoje. A primeira “mão” das meias-finais será disputada duas semanas mais tarde, na terça-feira dia 28 de Abril e na quarta-feira dia 29, e a segunda mão na terça-feira dia 5 de Maio e quarta-feira dia 6.

A cerimónia do sorteio determinará ainda se será o vencedor da meia-final 1 ou da meia-final 2 a ser considerado a equipa da casa para efeitos administrativos na final de dia 27 de Maio no Estádio Olímpico, em Roma, às 21.45 horas.

SORTEIO DA TAÇA UEFA

O procedimento será similar para o sorteio dos quartos-de-final e meias-finais da Taça UEFA. Os jogos dos “quartos” serão disputados nos dias 9 e 16 de Abril, e as meias-finais nos dias 30 de Abril e 7 de Maio. A final será no Estádio Fenerbache Þukru Saracoglu, em Istambul, na quarta-feira dia 20 de Maio, às 21.45 horas.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:25
 O que é? |  O que é? | favorito

A ÉPOCA das competições europeias de clubes está a chegar à sua fase decisiva e a Casa do Futebol Europeu, em Nyon, Suíça, irá receber os sorteios dos quartos-de-final e meias-finais da Liga dos Campeões Europeus e da Taça UEFA de 2008/09, hoje.

David Taylor, secretário-geral da UEFA
O sorteio da Liga dos Campeões terá lugar pelas 13.00 horas e será conduzido por David Taylor, secretário-geral da UEFA, e por Bruno Conti, embaixador da final de Roma. Seguir-se-á o sorteio da Taça UEFA às 14.00 horas, que será conduzido por David Taylor e pelo embaixador da final de Istambul, Can Bartu.

SORTEIO ABERTO

Os oito vencedores dos oitavos-de-final da “Champions League”, nomeadamente Manchesetr United, Chelsea, Arsenal, Liverpool, Barcelona, Vilarreal, Bayern de Munique e FC Porto, irão disputar os quartos-de-final, com as eliminatórias a serem definidas por um sorteio aberto. Isso significa que clubes da mesma federação poderão defrontar-se entre si.

Os quartos-de-final são disputados em duas mãos, sendo que a primeira ronda será jogada na terça-feira, dia 7 de Abril, e quarta-feira, dia 8, e a segunda na terça-feira, dia 14 de Abril, e quarta-feira, dia 15.

Nessa altura, as quatro equipas vencedoras já conhecerão os respectivos adversários nas meias-finais, já que o sorteio dessa fase também decorre igualmente hoje. A primeira “mão” das meias-finais será disputada duas semanas mais tarde, na terça-feira dia 28 de Abril e na quarta-feira dia 29, e a segunda mão na terça-feira dia 5 de Maio e quarta-feira dia 6.

A cerimónia do sorteio determinará ainda se será o vencedor da meia-final 1 ou da meia-final 2 a ser considerado a equipa da casa para efeitos administrativos na final de dia 27 de Maio no Estádio Olímpico, em Roma, às 21.45 horas.

SORTEIO DA TAÇA UEFA

O procedimento será similar para o sorteio dos quartos-de-final e meias-finais da Taça UEFA. Os jogos dos “quartos” serão disputados nos dias 9 e 16 de Abril, e as meias-finais nos dias 30 de Abril e 7 de Maio. A final será no Estádio Fenerbache Þukru Saracoglu, em Istambul, na quarta-feira dia 20 de Maio, às 21.45 horas.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:25
 O que é? |  O que é? | favorito

AS expectativas confirmaram-se! Marcelino Macome sucede a si próprio no “cadeirão” do Comité Olímpico de Moçambique.

Marcelino Macome reeleito Presidente do Comité Olímpico de Moçambique
Ontem, num escrutínio inicialmente inquinado por questionamentos de algumas federações, que pretendiam ver o acto adiado, um argumento, no entanto, considerado extemporâneo pelo “presidium”, Macome acabou obtendo um triunfo absolutamente esmagador, com 14 votantes, contra três, a dizerem “sim” ao projecto de renovação na continuidade preconizado pelo seu elenco, neste novo mandato de 2009-2012.

No fim, entre abraços de felicitações e outros indisfarçadamente de mágoa, o Inspector-Geral do Ministério da Juventude e Desportos, José Dimitri, deixou um importante recado: independentemente da direcção do voto de cada federação, o momento, agora, é de unir esforços no sentido de o país se preparar melhor rumo aos Jogos Olímpicos de Londres, dentro de três anos.

A despeito de somente a poucos dias do acto eleitoral ter declarado a sua intenção de se recandidatar, já estava claro, desde a anterior Assembleia-Geral, que Macome estava interessado em continuar à frente dos destinos do Comité Olímpico.

Fixado e publicamente dado a conhecer o dia do escrutínio, a verdade manda dizer que nenhuma outra pessoa apresentou-se como candidata, daí que esta figura tenha concorrido sozinha, encabeçado uma lista que, embora apresente novas caras, é claramente dominada pelos mesmos elementos do elenco anterior, casos de Aníbal Manave e de António Munguambe, vice-presidentes, de Penalva Cezar, secretário-geral, de António Maria da Conceição, tesoureiro, e os membros Camilo Antão, Abel Matsinhe e Ludovina Oliveira.

A Assembleia-Geral foi dirigida por Eugénio Chongo, em representação do Conselho Nacional do Desporto, coadjuvado pelo seu colega Pedro Mondlane e pelo inspector do MJD, José Dimitri.

O escrutínio, no qual o pleno exercício democrático foi uma realidade, ia ser beliscado face a certas incongruências relevadas por alguns participantes, demonstrando um claro desconhecimento dos estatutos do Comité Olímpico, tal como ficou patente nas suas insistentes intervenções, em nome de um olimpismo chauvinista.

No entanto, dos 17 votantes presentes, entre as federações olímpicas e os membros da direcção cessante, os resultados (14 contra 3) evidenciaram a vontade da maioria: o “sim” a Marcelino Macome, que para já elege três grandes desafios, nomeadamente a profissionalização do modelo de gestão do Comité Olímpico de Moçambique, a construção da nova sede e a aposta no desenvolvimento do desporto a nível das comunidades.

Paralelamente – e esta é a missão imediata, já a partir de segunda-feira, parafraseando-o – o presidente reeleito disse contar com todas as federações na organização e preparação da participação do nosso país na segunda edição dos Jogos da Lusofonia, em Julho próximo, em Lisboa.

Claro, os Jogos Olímpicos de Londres-2012 não ficaram atrás, sendo que a aposta deverá residir na imperiosa necessidade de qualificar mais atletas, ao invés do que tem vindo a acontecer.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:16
 O que é? |  O que é? | favorito

AS expectativas confirmaram-se! Marcelino Macome sucede a si próprio no “cadeirão” do Comité Olímpico de Moçambique.

Marcelino Macome reeleito Presidente do Comité Olímpico de Moçambique
Ontem, num escrutínio inicialmente inquinado por questionamentos de algumas federações, que pretendiam ver o acto adiado, um argumento, no entanto, considerado extemporâneo pelo “presidium”, Macome acabou obtendo um triunfo absolutamente esmagador, com 14 votantes, contra três, a dizerem “sim” ao projecto de renovação na continuidade preconizado pelo seu elenco, neste novo mandato de 2009-2012.

No fim, entre abraços de felicitações e outros indisfarçadamente de mágoa, o Inspector-Geral do Ministério da Juventude e Desportos, José Dimitri, deixou um importante recado: independentemente da direcção do voto de cada federação, o momento, agora, é de unir esforços no sentido de o país se preparar melhor rumo aos Jogos Olímpicos de Londres, dentro de três anos.

A despeito de somente a poucos dias do acto eleitoral ter declarado a sua intenção de se recandidatar, já estava claro, desde a anterior Assembleia-Geral, que Macome estava interessado em continuar à frente dos destinos do Comité Olímpico.

Fixado e publicamente dado a conhecer o dia do escrutínio, a verdade manda dizer que nenhuma outra pessoa apresentou-se como candidata, daí que esta figura tenha concorrido sozinha, encabeçado uma lista que, embora apresente novas caras, é claramente dominada pelos mesmos elementos do elenco anterior, casos de Aníbal Manave e de António Munguambe, vice-presidentes, de Penalva Cezar, secretário-geral, de António Maria da Conceição, tesoureiro, e os membros Camilo Antão, Abel Matsinhe e Ludovina Oliveira.

A Assembleia-Geral foi dirigida por Eugénio Chongo, em representação do Conselho Nacional do Desporto, coadjuvado pelo seu colega Pedro Mondlane e pelo inspector do MJD, José Dimitri.

O escrutínio, no qual o pleno exercício democrático foi uma realidade, ia ser beliscado face a certas incongruências relevadas por alguns participantes, demonstrando um claro desconhecimento dos estatutos do Comité Olímpico, tal como ficou patente nas suas insistentes intervenções, em nome de um olimpismo chauvinista.

No entanto, dos 17 votantes presentes, entre as federações olímpicas e os membros da direcção cessante, os resultados (14 contra 3) evidenciaram a vontade da maioria: o “sim” a Marcelino Macome, que para já elege três grandes desafios, nomeadamente a profissionalização do modelo de gestão do Comité Olímpico de Moçambique, a construção da nova sede e a aposta no desenvolvimento do desporto a nível das comunidades.

Paralelamente – e esta é a missão imediata, já a partir de segunda-feira, parafraseando-o – o presidente reeleito disse contar com todas as federações na organização e preparação da participação do nosso país na segunda edição dos Jogos da Lusofonia, em Julho próximo, em Lisboa.

Claro, os Jogos Olímpicos de Londres-2012 não ficaram atrás, sendo que a aposta deverá residir na imperiosa necessidade de qualificar mais atletas, ao invés do que tem vindo a acontecer.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:16
 O que é? |  O que é? | favorito
Março 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
21
22
28
29
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO