Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Segunda-feira, 23 DE Fevereiro 2009

UM bis de Liedson e um golo de Derlei, a abrir o segundo tempo, embalaram o Sporting para o triunfo sobre o Benfica por 3-2. Os dois rivais somam agora 37 pontos, a quatro do FC Porto, líder da Liga Portuguesa de Futebol.

Liedson elege golos de sonho
O Sporting entrou melhor na partida, disputada no Estádio José Alvalade, e acabou mesmo por se adiantar no marcador, quando estavam decorridos 11 minutos. Um canto da esquerda viu a bola chegar a Liedson, que não se fez rogado e, da perto da quina da área, desferiu um fantástico remate de pé direito que levou a bola a entrar ao ângulo superior da baliza defendida por Moreira. O Benfica respondeu aos 25 minutos e só não chegou ao empate porque o cabeceamento de Yebda, após um livre de Reyes, fez com que o esférico acertasse no poste.

O recém-entrado Pereirinha rematou à barra à passagem do minuto 76, isto numa altura em que o maior balanceamento atacante do Benfica ia abrindo espaços na sua retaguarda. E seria mesmo Pereirinha a estar na origem do 3-1 aos 82 minutos, quando o seu excelente trabalho na direita foi culminado com um cruzamento perfeito para o excelente cabeceamento de Liedson, que não deu hipóteses a Moreira. O Benfica ainda logrou reduzir no minuto 90, por intermédio de Óscar Cardozo, mas já era demasiado tarde para os comandados de Quique Flores.

“BOMBA” DE RONALDO

Cristiano Ronaldo voltou ontem a ser decisivo para o Manchester United, que somou a décima vitória consecutiva na Premier League (2-1). O internacional português voltou a exibir os seus dotes na marcação de um livre directo (60'), com uma bomba indefensável, e garantiu a conquista dos três pontos perante um Blackburn sempre muito incómodo.

Alex Ferguson surpreendeu na equipa inicial, poupando Van der Sar e relegando Vidic para o banco dos suplentes. Ainda assim Rooney voltou a exibir os dotes goleadores dos últimos três jogos e conseguiu bater Paul Robinson à passagem dos 23', após passe de Nani. Nove minutos volvidos, Santa Cruz colocou um ponto final na inviolabilidade das redes dos “red devils” – ficaram-se pelos 1333 minutos sem sofrer golos – não dando hipóteses a Kuszczak.

Em grande esteve também Guus Hiddink, cuja estreia oficial à frente do Chelsea não podia ter corrido melhor. Os blues foram a Birmingham derrotar o Aston Villa com um golo de Anelka e conquistaram aos villans o terceiro lugar por troca, precisamente, com o adversário de ontem.

Quem continua a desiludir é o Arsenal. Arshavin estreou-se, mas a equipa de Arsène Wenger não conseguiu evitar um empate caseiro com o Sunderland. Os "gunners" estão agora a uns inatingíveis 17 pontos do líder Manchester United.

BARCELONA PERDE REAL ARRASA BÉTIS

Os últimos dois resultados Barcelona para o Campeonato Espanhol contrastam com a boa figura do Real Madrid. O “Barça” perdeu em casa, por 1-2, frente ao Espanhol, depois de na jornada anterior ter empatado a dois golos com o Bétis.

Já o Real Madrid somou a nona vitória seguida ao golear o Bétis, em casa, por 6-1. Desde a derrota com o Barcelona, no seu jogo de estreia pelos merengues no campeonato, só sabe ganhar. E se nos primeiros jogos os merengues até nem jogavam bem, nos mais recentes dão espectáculo.

De facto, como se não bastasse perder por 6-1, os sevilhanos viram o resultado ficar definido ainda na primeira parte. Logo aos sete minutos, começou o descalabro defensivo do Bétis. Raul ganhou uma bola de cabeça e Higuaín, sozinho, desfeiteou Ricardo sem dificuldades. No 2-0, o guardião português fica mal na fotografia, deixando fugir a bola para Huntelaar. O mesmo jogador bisou, na recarga a um primeiro remate seu que Ricardo desviara para a trave.

INTER SOMA E SEGUE

O Inter de Milão continua a sua caminhada rumo à conquista do "scudetto", depois de mais uma vitória, desta feita algo sofrida, em Bolonha. Um resultado que lhe permite manter a vantagem de nove pontos sobre a Juventus.

José Mourinho contou com Balotelli – o jovem avançado que ainda há pouco tempo tinha sido – para resolver a partida. As coisas começaram a correr mal aos “nerazzurri” logo no aquecimento, quando Samuel se lesionou, o que obrigou à sua substituição por Rivas no onze inicial, do qual não fez parte Stankovic.

Mas, com o resultado em branco, o técnico português acabou por chamar o jogador sérvio ao jogo após o descanso. E foi precisamente na sequência de um canto marcado por Stankovic que Cambiasso inaugurou o activo, após um passe de Adriano.

publicado por Vaxko Zakarias às 14:50
 O que é? |  O que é? | favorito

UM bis de Liedson e um golo de Derlei, a abrir o segundo tempo, embalaram o Sporting para o triunfo sobre o Benfica por 3-2. Os dois rivais somam agora 37 pontos, a quatro do FC Porto, líder da Liga Portuguesa de Futebol.

Liedson elege golos de sonho
O Sporting entrou melhor na partida, disputada no Estádio José Alvalade, e acabou mesmo por se adiantar no marcador, quando estavam decorridos 11 minutos. Um canto da esquerda viu a bola chegar a Liedson, que não se fez rogado e, da perto da quina da área, desferiu um fantástico remate de pé direito que levou a bola a entrar ao ângulo superior da baliza defendida por Moreira. O Benfica respondeu aos 25 minutos e só não chegou ao empate porque o cabeceamento de Yebda, após um livre de Reyes, fez com que o esférico acertasse no poste.

O recém-entrado Pereirinha rematou à barra à passagem do minuto 76, isto numa altura em que o maior balanceamento atacante do Benfica ia abrindo espaços na sua retaguarda. E seria mesmo Pereirinha a estar na origem do 3-1 aos 82 minutos, quando o seu excelente trabalho na direita foi culminado com um cruzamento perfeito para o excelente cabeceamento de Liedson, que não deu hipóteses a Moreira. O Benfica ainda logrou reduzir no minuto 90, por intermédio de Óscar Cardozo, mas já era demasiado tarde para os comandados de Quique Flores.

“BOMBA” DE RONALDO

Cristiano Ronaldo voltou ontem a ser decisivo para o Manchester United, que somou a décima vitória consecutiva na Premier League (2-1). O internacional português voltou a exibir os seus dotes na marcação de um livre directo (60'), com uma bomba indefensável, e garantiu a conquista dos três pontos perante um Blackburn sempre muito incómodo.

Alex Ferguson surpreendeu na equipa inicial, poupando Van der Sar e relegando Vidic para o banco dos suplentes. Ainda assim Rooney voltou a exibir os dotes goleadores dos últimos três jogos e conseguiu bater Paul Robinson à passagem dos 23', após passe de Nani. Nove minutos volvidos, Santa Cruz colocou um ponto final na inviolabilidade das redes dos “red devils” – ficaram-se pelos 1333 minutos sem sofrer golos – não dando hipóteses a Kuszczak.

Em grande esteve também Guus Hiddink, cuja estreia oficial à frente do Chelsea não podia ter corrido melhor. Os blues foram a Birmingham derrotar o Aston Villa com um golo de Anelka e conquistaram aos villans o terceiro lugar por troca, precisamente, com o adversário de ontem.

Quem continua a desiludir é o Arsenal. Arshavin estreou-se, mas a equipa de Arsène Wenger não conseguiu evitar um empate caseiro com o Sunderland. Os "gunners" estão agora a uns inatingíveis 17 pontos do líder Manchester United.

BARCELONA PERDE REAL ARRASA BÉTIS

Os últimos dois resultados Barcelona para o Campeonato Espanhol contrastam com a boa figura do Real Madrid. O “Barça” perdeu em casa, por 1-2, frente ao Espanhol, depois de na jornada anterior ter empatado a dois golos com o Bétis.

Já o Real Madrid somou a nona vitória seguida ao golear o Bétis, em casa, por 6-1. Desde a derrota com o Barcelona, no seu jogo de estreia pelos merengues no campeonato, só sabe ganhar. E se nos primeiros jogos os merengues até nem jogavam bem, nos mais recentes dão espectáculo.

De facto, como se não bastasse perder por 6-1, os sevilhanos viram o resultado ficar definido ainda na primeira parte. Logo aos sete minutos, começou o descalabro defensivo do Bétis. Raul ganhou uma bola de cabeça e Higuaín, sozinho, desfeiteou Ricardo sem dificuldades. No 2-0, o guardião português fica mal na fotografia, deixando fugir a bola para Huntelaar. O mesmo jogador bisou, na recarga a um primeiro remate seu que Ricardo desviara para a trave.

INTER SOMA E SEGUE

O Inter de Milão continua a sua caminhada rumo à conquista do "scudetto", depois de mais uma vitória, desta feita algo sofrida, em Bolonha. Um resultado que lhe permite manter a vantagem de nove pontos sobre a Juventus.

José Mourinho contou com Balotelli – o jovem avançado que ainda há pouco tempo tinha sido – para resolver a partida. As coisas começaram a correr mal aos “nerazzurri” logo no aquecimento, quando Samuel se lesionou, o que obrigou à sua substituição por Rivas no onze inicial, do qual não fez parte Stankovic.

Mas, com o resultado em branco, o técnico português acabou por chamar o jogador sérvio ao jogo após o descanso. E foi precisamente na sequência de um canto marcado por Stankovic que Cambiasso inaugurou o activo, após um passe de Adriano.

publicado por Vaxko Zakarias às 14:50
 O que é? |  O que é? | favorito
Fevereiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
14
15
20
21
22
26
27
28
subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO