Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Terça-feira, 17 DE Fevereiro 2009

QUANDO celeremente se aproxima o ansiosamente aguardado momento da verdadeira festa do futebol nacional, o Moçambola-2009, cujo início está programado para 7 de Março, com as peripécias do jogo da bola a percorrerem o país de lés-a-lés, a noite do próximo sábado está reservada às estrelas que mais cintilaram no decurso da prova do ano transacto, numa cerimónia em que a sua consagração constituirá o ponto mais alto da gala promovida pela Liga Moçambicana da modalidade (LMF).


Paralelamente, e tendo em conta o campeonato deste ano, a ocasião servirá, também, para a realização do sorteio, altura em que os 14 clubes conhecerão os seus adversários na maratona de 26 jornadas que se prolongará até ao mês de Outubro.

Se a manhã de sábado está reservada ao frente-a-frente entre os clubes e a Direcção da Liga, encabeçada por Alberto Simango Júnior, com a discussão a gravitar em torno da acta da assembleia-geral passada, relatório e contas de 2008 e plano de actividades e orçamento para este ano, já o período da noite, no Hotel VIP Maputo, será aquele que irrefutavelmente prenderá as atenções dos amantes do futebol, pois, para além do desfile dos artistas que mais se destacaram no campeonato anterior, o sorteio criará, naturalmente, incomensuráveis expectativas.

Na parada de estrelas, o maior destaque irá recair sobre o Ferroviário de Nampula, uma formação que realizou um campeonato atípico, se tivermos em linha de conta que, por exemplo, atravessou alguma temporada no comando, nomeadamente na primeira volta, para depois conhecer um baque extraordinário, tendo chegado, inclusive, a somar incríveis derrotas consecutivas. Pois, a turma treinada em 2008 por Nacir Armando e que este ano tem à cabeça Sérgio Faife Matsolo, foi considerada equipa fair play, ou mais disciplinada, com menos cartões amarelos e vermelhos.

Em relação aos seus atletas, dois subirão ao palco da consagração. Trata-se do keeper tanzaniano Muhamad, guarda-redes menos batido, e do lateral direito Faife, cotado como o jogador mais popular. Coincidentemente e mercê, aliás, da sua magnífica carreira no ano passado ambos os futebolistas já não envergam a camisola dos locomotivas da capital nortenha, ao se transferirem para o Ferroviário de Maputo.

Nesta gala, o campeão nacional terá um jogador premiado: o ponta-de-lança Luís, melhor marcador, enquanto o vencedor do Moçambola anterior, o Costa do Sol, tem em Ruben o jogador mais valioso.

Estêvão Matsinhe, um juiz franzino e que praticamente não dá muito nas vistas, receberá o prémio de árbitro mais regular, tendo superado eminências como Mateus Infante, António Massango, Arão Júnior e Justino Faduco.

Com uma componente cultural a animar a festa, a gala reunirá muitas figuras ligadas ao futebol, entre dirigentes governamentais, da federação, da liga, dos clubes, jogadores, árbitros e jornalistas. Leia mais no DESPORTO
publicado por Vaxko Zakarias às 15:11
 O que é? |  O que é? | favorito

QUANDO celeremente se aproxima o ansiosamente aguardado momento da verdadeira festa do futebol nacional, o Moçambola-2009, cujo início está programado para 7 de Março, com as peripécias do jogo da bola a percorrerem o país de lés-a-lés, a noite do próximo sábado está reservada às estrelas que mais cintilaram no decurso da prova do ano transacto, numa cerimónia em que a sua consagração constituirá o ponto mais alto da gala promovida pela Liga Moçambicana da modalidade (LMF).


Paralelamente, e tendo em conta o campeonato deste ano, a ocasião servirá, também, para a realização do sorteio, altura em que os 14 clubes conhecerão os seus adversários na maratona de 26 jornadas que se prolongará até ao mês de Outubro.

Se a manhã de sábado está reservada ao frente-a-frente entre os clubes e a Direcção da Liga, encabeçada por Alberto Simango Júnior, com a discussão a gravitar em torno da acta da assembleia-geral passada, relatório e contas de 2008 e plano de actividades e orçamento para este ano, já o período da noite, no Hotel VIP Maputo, será aquele que irrefutavelmente prenderá as atenções dos amantes do futebol, pois, para além do desfile dos artistas que mais se destacaram no campeonato anterior, o sorteio criará, naturalmente, incomensuráveis expectativas.

Na parada de estrelas, o maior destaque irá recair sobre o Ferroviário de Nampula, uma formação que realizou um campeonato atípico, se tivermos em linha de conta que, por exemplo, atravessou alguma temporada no comando, nomeadamente na primeira volta, para depois conhecer um baque extraordinário, tendo chegado, inclusive, a somar incríveis derrotas consecutivas. Pois, a turma treinada em 2008 por Nacir Armando e que este ano tem à cabeça Sérgio Faife Matsolo, foi considerada equipa fair play, ou mais disciplinada, com menos cartões amarelos e vermelhos.

Em relação aos seus atletas, dois subirão ao palco da consagração. Trata-se do keeper tanzaniano Muhamad, guarda-redes menos batido, e do lateral direito Faife, cotado como o jogador mais popular. Coincidentemente e mercê, aliás, da sua magnífica carreira no ano passado ambos os futebolistas já não envergam a camisola dos locomotivas da capital nortenha, ao se transferirem para o Ferroviário de Maputo.

Nesta gala, o campeão nacional terá um jogador premiado: o ponta-de-lança Luís, melhor marcador, enquanto o vencedor do Moçambola anterior, o Costa do Sol, tem em Ruben o jogador mais valioso.

Estêvão Matsinhe, um juiz franzino e que praticamente não dá muito nas vistas, receberá o prémio de árbitro mais regular, tendo superado eminências como Mateus Infante, António Massango, Arão Júnior e Justino Faduco.

Com uma componente cultural a animar a festa, a gala reunirá muitas figuras ligadas ao futebol, entre dirigentes governamentais, da federação, da liga, dos clubes, jogadores, árbitros e jornalistas. Leia mais no DESPORTO
publicado por Vaxko Zakarias às 15:11
 O que é? |  O que é? | favorito

COM toda a expectativa e pergaminhos que lhe são peculiares, vem aí a grande maratona do Campeonato Nacional de Futebol! Sábado, os 14 clubes participantes ficarão a saber com quem jogarão nesta e naquela jornada, num total de 26 rondas, ao fim das quais teremos o rei da modalidade no nosso país


O Moçambola-2009 contará com três novos ingressos, designadamente do Ferroviário de Nacala, em representação na Zona Norte, HCB do Songo, Centro, e Matchedje, Sul.



Estas três formações, que entram com todo o vigor e para já anunciando que não serão bombos da festa, foram buscar treinadores renomados na praça, senão vejamos: Ozias Fumo, aliás, o obreiro da subida dos locomotivas da cidade portuária de Nampula, Mussá Osman, campeão nacional em título, e Nacir Armando, com um notável trabalho por onde passou. 

Primodivisionários mantêm-se Ferroviário de Maputo, este ano treinador por Paulo Camargo (brasileiro), Atlético Muçulmano, Arnaldo Salvado, Ferroviário da Beira, Akil Marcelino, Liga Muçulmana, Neca (português), Costa do Sol, João Chissano, FC Lichinga, Awantu Christophen (camaronês), Ferroviário de Nampula, Faife, Maxaquene, Litos (português), Desportivo, Artur Semedo, Chingale, Zé Maria, e Textáfrica, Alex Alves (brasileiro)
publicado por Vaxko Zakarias às 15:00
 O que é? |  O que é? | favorito

COM toda a expectativa e pergaminhos que lhe são peculiares, vem aí a grande maratona do Campeonato Nacional de Futebol! Sábado, os 14 clubes participantes ficarão a saber com quem jogarão nesta e naquela jornada, num total de 26 rondas, ao fim das quais teremos o rei da modalidade no nosso país


O Moçambola-2009 contará com três novos ingressos, designadamente do Ferroviário de Nacala, em representação na Zona Norte, HCB do Songo, Centro, e Matchedje, Sul.



Estas três formações, que entram com todo o vigor e para já anunciando que não serão bombos da festa, foram buscar treinadores renomados na praça, senão vejamos: Ozias Fumo, aliás, o obreiro da subida dos locomotivas da cidade portuária de Nampula, Mussá Osman, campeão nacional em título, e Nacir Armando, com um notável trabalho por onde passou. 

Primodivisionários mantêm-se Ferroviário de Maputo, este ano treinador por Paulo Camargo (brasileiro), Atlético Muçulmano, Arnaldo Salvado, Ferroviário da Beira, Akil Marcelino, Liga Muçulmana, Neca (português), Costa do Sol, João Chissano, FC Lichinga, Awantu Christophen (camaronês), Ferroviário de Nampula, Faife, Maxaquene, Litos (português), Desportivo, Artur Semedo, Chingale, Zé Maria, e Textáfrica, Alex Alves (brasileiro)
publicado por Vaxko Zakarias às 15:00
 O que é? |  O que é? | favorito

O CLUBE Golfinhos de Maputo voltou a evidenciar-se, desta feita no Torneio de Especialistas de Natação, que decorreu no último fim-de-semana, na piscina Raimundo Franisse, na capital do país.



O campeão nacional de Verão esteve 17 vezes em evidência nas diversas especialidades, das quais 10 em masculinos.

O Golfinhos sobrepôs-se mais uma vez ao seu principal rival, o Ferroviário de Maputo, que foi 13 vezes ao pódio, das quais oito em masculinos.

Enquanto isso, o Desportivo esteve no encalço dos locomotivasdadores no pódio, metade em masculinos, e demonstrou que é individualmente mais forte que o Tubarões, que apareceu pela primeira vez a fazer-lhe frente no último Campeonato de Verão da Cidade de Maputo, em que afastou os lvi-negros seu tradicional terceiro lugar, isto na classificação final.

Aliás, o Tubarões, que nesta prova esteve seis vezes no pódio, das quais quatro em masculinos, conseguiu a melhor prestação que o Desportivo noNacional Verão, tendo ocupado o quarto lugar à frente dosalvi-negros&que foram penúltimo classificados.

Para tornar especialista, cada nadador teve que se destacar em três provas agrupadas, excepto nos escalões de pré-inciados e iniciados onde, nalgumas especialidades, os atletas foram submetidos a duas provas para o apuramento dos respectivos especialistas.

Por exemplo, um nadador de júnior só podia disputar o título de especialidades de estilos nadando as distâncias de 100, 200 e 400 metros estilos.

De salientar que os vencedores foram premiados com medalhas de ouro, prata e bronze, respectivamente os primeiros três classificados de cada escalão e de cada prova.
publicado por Vaxko Zakarias às 14:50
 O que é? |  O que é? | favorito

O CLUBE Golfinhos de Maputo voltou a evidenciar-se, desta feita no Torneio de Especialistas de Natação, que decorreu no último fim-de-semana, na piscina Raimundo Franisse, na capital do país.



O campeão nacional de Verão esteve 17 vezes em evidência nas diversas especialidades, das quais 10 em masculinos.

O Golfinhos sobrepôs-se mais uma vez ao seu principal rival, o Ferroviário de Maputo, que foi 13 vezes ao pódio, das quais oito em masculinos.

Enquanto isso, o Desportivo esteve no encalço dos locomotivasdadores no pódio, metade em masculinos, e demonstrou que é individualmente mais forte que o Tubarões, que apareceu pela primeira vez a fazer-lhe frente no último Campeonato de Verão da Cidade de Maputo, em que afastou os lvi-negros seu tradicional terceiro lugar, isto na classificação final.

Aliás, o Tubarões, que nesta prova esteve seis vezes no pódio, das quais quatro em masculinos, conseguiu a melhor prestação que o Desportivo noNacional Verão, tendo ocupado o quarto lugar à frente dosalvi-negros&que foram penúltimo classificados.

Para tornar especialista, cada nadador teve que se destacar em três provas agrupadas, excepto nos escalões de pré-inciados e iniciados onde, nalgumas especialidades, os atletas foram submetidos a duas provas para o apuramento dos respectivos especialistas.

Por exemplo, um nadador de júnior só podia disputar o título de especialidades de estilos nadando as distâncias de 100, 200 e 400 metros estilos.

De salientar que os vencedores foram premiados com medalhas de ouro, prata e bronze, respectivamente os primeiros três classificados de cada escalão e de cada prova.
publicado por Vaxko Zakarias às 14:50
 O que é? |  O que é? | favorito

O TREINO de ontem da Liga Muçulmana ficou marcado pela aparição de três dos grandes reforços para a presente época. Trata-se dos moçambicanos Maurício (ex-Golden Arrows) e Micas (ex-Desportivo) e do zimbabweano Edward Sadomba (ex-Dynamos FC), o grande reforço proveniente do estrangeiro.


Foi um dia especial para os técnicos, que têm agora mais soluções e as atenções na sessão matinal de ontem estiveram indubitavelmente viradas para o trio.


Maurício e Micas, que estavam lesionados, ambos com entorse no tornozelo, regressaram aos treinos após duas semanas de paragem e passam assim a ser fortes candidatos a ocuparem um lugar na frente de ataque dos muçulmanos que anda muito débil neste princípio de época. Sublinhe-se que estes jogadores alinharam pelo Desportivo em 2006 e reencontram-se este ano na Liga.

Sadomba, um ponta-de-lança de grandes qualidades, já no treino de ontem mostrou a sua veia goleadora, apontando alguns tentos de belo efeito.

Edward Sadomba, que chegou ao país no sábado, será o grande eleito para o próximo desafio da Liga Muçulmana frente ao Costa do Sol, já na próxima quinta-feira, pontuável para a Taça de Honra. Os muçulmanos têm vindo a desiludir nesta prova, algo que, conforme disse o técnico português, o professor Neca, não preocupa o team até porque o período é de acertar o modelo de jogo com vista ao Moçambola.

Mas, se Sadomba poderá ser chamado para o jogo ante os canarinhos, o mesmo já não se pode dizer em relação a Micas e Maurício, se se atender que só ontem começaram a treinar com bola.

Refira-se que este trio tem características ofensivas, sendo que Micas é médio direito, enquanto Maurício e Sadomba são avançados.

PONTSHO JÁ NÃO VEM 

O avançado esquerdo do Botswana Pontsho Moloi já não vai representar a Liga Muçulmana. Problemas pessoais levaram-no a mudar de ideias e a continuar assim a representar o Mochudi Chiefs do seu país.

Pontsho Moloi, de 27 anos de idade, tinha tudo acertado para representar os muçulmanos nas próximas três épocas. A direcção e equipa técnica deverão agora procurar um substituto para colmatar este inesperado revês.
publicado por Vaxko Zakarias às 14:38
 O que é? |  O que é? | favorito

O TREINO de ontem da Liga Muçulmana ficou marcado pela aparição de três dos grandes reforços para a presente época. Trata-se dos moçambicanos Maurício (ex-Golden Arrows) e Micas (ex-Desportivo) e do zimbabweano Edward Sadomba (ex-Dynamos FC), o grande reforço proveniente do estrangeiro.


Foi um dia especial para os técnicos, que têm agora mais soluções e as atenções na sessão matinal de ontem estiveram indubitavelmente viradas para o trio.


Maurício e Micas, que estavam lesionados, ambos com entorse no tornozelo, regressaram aos treinos após duas semanas de paragem e passam assim a ser fortes candidatos a ocuparem um lugar na frente de ataque dos muçulmanos que anda muito débil neste princípio de época. Sublinhe-se que estes jogadores alinharam pelo Desportivo em 2006 e reencontram-se este ano na Liga.

Sadomba, um ponta-de-lança de grandes qualidades, já no treino de ontem mostrou a sua veia goleadora, apontando alguns tentos de belo efeito.

Edward Sadomba, que chegou ao país no sábado, será o grande eleito para o próximo desafio da Liga Muçulmana frente ao Costa do Sol, já na próxima quinta-feira, pontuável para a Taça de Honra. Os muçulmanos têm vindo a desiludir nesta prova, algo que, conforme disse o técnico português, o professor Neca, não preocupa o team até porque o período é de acertar o modelo de jogo com vista ao Moçambola.

Mas, se Sadomba poderá ser chamado para o jogo ante os canarinhos, o mesmo já não se pode dizer em relação a Micas e Maurício, se se atender que só ontem começaram a treinar com bola.

Refira-se que este trio tem características ofensivas, sendo que Micas é médio direito, enquanto Maurício e Sadomba são avançados.

PONTSHO JÁ NÃO VEM 

O avançado esquerdo do Botswana Pontsho Moloi já não vai representar a Liga Muçulmana. Problemas pessoais levaram-no a mudar de ideias e a continuar assim a representar o Mochudi Chiefs do seu país.

Pontsho Moloi, de 27 anos de idade, tinha tudo acertado para representar os muçulmanos nas próximas três épocas. A direcção e equipa técnica deverão agora procurar um substituto para colmatar este inesperado revês.
publicado por Vaxko Zakarias às 14:38
 O que é? |  O que é? | favorito

NÃO há e nem deve haver justificação para tamanha vergonha. O futebol nacional está trajado de preto desde domingo, não porque tenha morrido um atleta, dirigente, treinador ou outra pessoa auxiliar.


Mas sim porque as equipas moçambicanas do Ferroviário e Atlético Muçulmano mancharam as cores da Bandeira Nacional nas Afrotaças, onde tinham a missão de nos representar a todos nós.


A avaliar pelos resultados nesta pré-eliminatória, não se compreende que as equipas moçambicanas tenham sido afastadas prematuramente destas competições continentais. O Ferroviário no acesso à fase de grupos da Liga dos Clubes

Campeões de África e o Atlético na Taça CAF.

Não se compreende e nem cabe na cabeça de ninguém que as nossas equipas tenham ficado pelo caminho e de que maneira? De forma bastante horripilante, humilhante e desprestigiante.

Não compreendo até hoje como é que o Atlético foi eliminado por uma equipa da Suazilândia, que a priori era tida como das mais fracas desta fase, ainda por cima por humilhantes 5-2, no agregado das duas mãos e com o 5-1 no embate de domingo, da segunda mão. Quem é o culpado deste afastamento?

Já antes, no sábado, o Ferroviário, campeão nacional, que havia ganho também em casa, por 2-1, foi a Uganda colocar a nu as suas fragilidades, perdendo frente ao Kampala City, por 2-0. Um afastamento que deixou os moçambicanos com uma lágrima no canto do olho e que não será tão cedo esquecido.

Estes maus resultados vão, até certo ponto, manchar a boa imagem dos Mambas no continente, onde com muita dedicação estão entre as 20 melhores selecções de África.

Temos que encontrar explicações para este fenómeno pouco usual entre nós, partindo de alguns pressupostos fundamentais:

1- O nível de preparação das nossas equipas para as Afrotaças com enfoque para o regime da época desportiva ora vigente.

2- A qualidade dos nossos atletas e o investimento que é feito no nosso futebol.

3- A veracidade dos resultados internos com que as nossas equipas se qualificam para as Afrotaças.4- O nível de organização do clube desde a direcção até ao balneário.

GIL CARVALHO
publicado por Vaxko Zakarias às 13:03
 O que é? |  O que é? | favorito

NÃO há e nem deve haver justificação para tamanha vergonha. O futebol nacional está trajado de preto desde domingo, não porque tenha morrido um atleta, dirigente, treinador ou outra pessoa auxiliar.


Mas sim porque as equipas moçambicanas do Ferroviário e Atlético Muçulmano mancharam as cores da Bandeira Nacional nas Afrotaças, onde tinham a missão de nos representar a todos nós.


A avaliar pelos resultados nesta pré-eliminatória, não se compreende que as equipas moçambicanas tenham sido afastadas prematuramente destas competições continentais. O Ferroviário no acesso à fase de grupos da Liga dos Clubes

Campeões de África e o Atlético na Taça CAF.

Não se compreende e nem cabe na cabeça de ninguém que as nossas equipas tenham ficado pelo caminho e de que maneira? De forma bastante horripilante, humilhante e desprestigiante.

Não compreendo até hoje como é que o Atlético foi eliminado por uma equipa da Suazilândia, que a priori era tida como das mais fracas desta fase, ainda por cima por humilhantes 5-2, no agregado das duas mãos e com o 5-1 no embate de domingo, da segunda mão. Quem é o culpado deste afastamento?

Já antes, no sábado, o Ferroviário, campeão nacional, que havia ganho também em casa, por 2-1, foi a Uganda colocar a nu as suas fragilidades, perdendo frente ao Kampala City, por 2-0. Um afastamento que deixou os moçambicanos com uma lágrima no canto do olho e que não será tão cedo esquecido.

Estes maus resultados vão, até certo ponto, manchar a boa imagem dos Mambas no continente, onde com muita dedicação estão entre as 20 melhores selecções de África.

Temos que encontrar explicações para este fenómeno pouco usual entre nós, partindo de alguns pressupostos fundamentais:

1- O nível de preparação das nossas equipas para as Afrotaças com enfoque para o regime da época desportiva ora vigente.

2- A qualidade dos nossos atletas e o investimento que é feito no nosso futebol.

3- A veracidade dos resultados internos com que as nossas equipas se qualificam para as Afrotaças.4- O nível de organização do clube desde a direcção até ao balneário.

GIL CARVALHO
publicado por Vaxko Zakarias às 13:03
 O que é? |  O que é? | favorito

O SUPERSPORT United da África do Sul, onde alinha o internacional moçambicano Dominguez, venceu o Curepipe Starlight das Ilhas Maurícias por 5-2 em casa deste, domingo à tarde, em jogo da segunda mão de acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões Africanos disputado no estádio George V.

Ao intervalo, as duas equipas estavam empatadas (2-2).


Com esta vitória, o SuperSport United qualificou-se para a segunda fase das eliminatórias da Liga dos Campeões Africanos, visto que tinha ganho também o jogo da primeira mão, por 3-0, há 15 dias na África do Sul.


Contrariamente às equipas moçambicanas, nomeadamente Ferroviário de Maputo e Atlético Muçulmano, que foram afastadas precocemente das afrotaças, os conjuntos angolanos do 1º de Agosto e Petro de Luanda qualificaram-se para a fase seguinte de acesso à liga dos clubes campeões e Taça CAF, respectivamente.

O 1º de Agosto venceu o Cara do Congo, em Brazzaville, por 2-1, em desafio da segunda mão das preliminares. Alberto marcou um dos tentos da formação angolana, enquanto o segundo golo foi apontado por um defesa do Cara na sua própria baliza.

No primeiro encontro, disputado no passado dia 31 de Janeiro no estádio da Cidadela, em Luanda, os "militares" haviam ganho, por 5-2, perfazendo assim 7-3 no cômputo das duas "mãos".

Com este triunfo, o grupo liderado pelo ucraniano Viktor Bondarenko vai defrontar nos dezasseis-avos de final o Canon de Yaounde, dos Camarões, que afastou o Inter Star do Burundi. 

Enquanto isso, o Petro Atlético de Luanda, outro representante angolano nesta competição, vai jogar com o TP Mazembe da RD Congo, depois de eliminar o Royal Leopards da Suazilândia.

Nas duas mãos, saliente-se, os comandados do português Bernardino Pedroto triunfaram por 6-0, sendo três em cada confronto.

As formações do Zimbabwe seguem também a cem por cento nas Afrotaças depois do Monomotapa e do Caps United, outros representantes da zona austral, terem transitado para a próxima eliminatória na Liga dos Campeões Africanos e Taça CAF, respectivamente.

O Monomotapa, campeão zimbabweano, venceu o Miembeni de Zanzibar, por 2-0, anulando assim a desvantagem de 2-1 que trazia do jogo da primeira mão, enquanto o Caps United ganhou ao Victors FC do Uganda, por 1-0. No primeiro embate a equipa zimbabweana havia triunfado, por 2-0.

Entre as equipas da zona austral, nota de destaque ainda para o Zesco United da Zâmbia, que eliminou o Mathare do Quénia de forma convincente da Liga dos Campeões. Os zambianos venceram, por 2-0, após terem ganho fora no primeiro desafio, por 3-1. 

Mas nem tudo foi um mar de rosas para as formações da zona austral, a de Moçambique, já que o Prisons da Tanzania perdeu frente o Khalij Sert da Líbia, por 4-0.

RESULTADOS

LIGA DOS CAMPEÕES (2ª mão)

Zesco United (ZAM) 2-0 Mathare Utd (KEN), qualificado Zesco

Ports Authority (S. LEOA) 0-1 AS Douanes (SEN), qualificado AS Douanes

Elect Sport (CHA) 0-0 Kano Pillars FC (NGR), qualificado Kano Pillars

KCC (UGA) 2-0 Ferroviário (MOÇ), qualificado KCC

SC Praia (C. VERDE) 1-0 AS FAR (MAR), qualificado AS FAR

Monomotapa (ZIM) 2-0 Miembeni (ZANZIBAR), qualificado Monomotapa

TAÇA CAF (2ª mão)

Caps United (Zim) 1 - 0 Victors FC (Uga), apurado Caps United

SO Armée (C. Marfim) 2-1 Mighty Barolle (S. Leoa), apurado SO Armeé

APR (Ruanda) 1-0 Gor Mahia (Quénia), apurado APR

ASV Vacoas Phoenix (Maur) 1-0 AS Adema (Madag), apurado ASV Vacoas Phoenix

Diaraf (Sen) 1-1 US Ouagadougou (B. Faso), apurado US Ougadougou

ASC Yakaar (Senl) 1-0 Benfica (G.Bissau), apurado ASC Yakaar~

Vital'O (Buri) 1-0 Tourbillon (Chade), apurado Tourbilon~

Malanti Chiefs (Suaz) 5-1 Atlético Muçulmano (Moç), apurado Malanti

Ahly Benghazi (Líbia) 3-2 Hay El Arab (Sudão), apurado Ahly Benghazi

Club 57 Tourbillon (Chade) 1-1 OC Bukavu Dawa (RDCongo), apurado Bukavu Dawa

Khalij Sert (Líbia) 4-0 Prisons (Tanzania), apurado: Khalij Sert
publicado por Vaxko Zakarias às 12:49
 O que é? |  O que é? | favorito

O SUPERSPORT United da África do Sul, onde alinha o internacional moçambicano Dominguez, venceu o Curepipe Starlight das Ilhas Maurícias por 5-2 em casa deste, domingo à tarde, em jogo da segunda mão de acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões Africanos disputado no estádio George V.

Ao intervalo, as duas equipas estavam empatadas (2-2).


Com esta vitória, o SuperSport United qualificou-se para a segunda fase das eliminatórias da Liga dos Campeões Africanos, visto que tinha ganho também o jogo da primeira mão, por 3-0, há 15 dias na África do Sul.


Contrariamente às equipas moçambicanas, nomeadamente Ferroviário de Maputo e Atlético Muçulmano, que foram afastadas precocemente das afrotaças, os conjuntos angolanos do 1º de Agosto e Petro de Luanda qualificaram-se para a fase seguinte de acesso à liga dos clubes campeões e Taça CAF, respectivamente.

O 1º de Agosto venceu o Cara do Congo, em Brazzaville, por 2-1, em desafio da segunda mão das preliminares. Alberto marcou um dos tentos da formação angolana, enquanto o segundo golo foi apontado por um defesa do Cara na sua própria baliza.

No primeiro encontro, disputado no passado dia 31 de Janeiro no estádio da Cidadela, em Luanda, os "militares" haviam ganho, por 5-2, perfazendo assim 7-3 no cômputo das duas "mãos".

Com este triunfo, o grupo liderado pelo ucraniano Viktor Bondarenko vai defrontar nos dezasseis-avos de final o Canon de Yaounde, dos Camarões, que afastou o Inter Star do Burundi. 

Enquanto isso, o Petro Atlético de Luanda, outro representante angolano nesta competição, vai jogar com o TP Mazembe da RD Congo, depois de eliminar o Royal Leopards da Suazilândia.

Nas duas mãos, saliente-se, os comandados do português Bernardino Pedroto triunfaram por 6-0, sendo três em cada confronto.

As formações do Zimbabwe seguem também a cem por cento nas Afrotaças depois do Monomotapa e do Caps United, outros representantes da zona austral, terem transitado para a próxima eliminatória na Liga dos Campeões Africanos e Taça CAF, respectivamente.

O Monomotapa, campeão zimbabweano, venceu o Miembeni de Zanzibar, por 2-0, anulando assim a desvantagem de 2-1 que trazia do jogo da primeira mão, enquanto o Caps United ganhou ao Victors FC do Uganda, por 1-0. No primeiro embate a equipa zimbabweana havia triunfado, por 2-0.

Entre as equipas da zona austral, nota de destaque ainda para o Zesco United da Zâmbia, que eliminou o Mathare do Quénia de forma convincente da Liga dos Campeões. Os zambianos venceram, por 2-0, após terem ganho fora no primeiro desafio, por 3-1. 

Mas nem tudo foi um mar de rosas para as formações da zona austral, a de Moçambique, já que o Prisons da Tanzania perdeu frente o Khalij Sert da Líbia, por 4-0.

RESULTADOS

LIGA DOS CAMPEÕES (2ª mão)

Zesco United (ZAM) 2-0 Mathare Utd (KEN), qualificado Zesco

Ports Authority (S. LEOA) 0-1 AS Douanes (SEN), qualificado AS Douanes

Elect Sport (CHA) 0-0 Kano Pillars FC (NGR), qualificado Kano Pillars

KCC (UGA) 2-0 Ferroviário (MOÇ), qualificado KCC

SC Praia (C. VERDE) 1-0 AS FAR (MAR), qualificado AS FAR

Monomotapa (ZIM) 2-0 Miembeni (ZANZIBAR), qualificado Monomotapa

TAÇA CAF (2ª mão)

Caps United (Zim) 1 - 0 Victors FC (Uga), apurado Caps United

SO Armée (C. Marfim) 2-1 Mighty Barolle (S. Leoa), apurado SO Armeé

APR (Ruanda) 1-0 Gor Mahia (Quénia), apurado APR

ASV Vacoas Phoenix (Maur) 1-0 AS Adema (Madag), apurado ASV Vacoas Phoenix

Diaraf (Sen) 1-1 US Ouagadougou (B. Faso), apurado US Ougadougou

ASC Yakaar (Senl) 1-0 Benfica (G.Bissau), apurado ASC Yakaar~

Vital'O (Buri) 1-0 Tourbillon (Chade), apurado Tourbilon~

Malanti Chiefs (Suaz) 5-1 Atlético Muçulmano (Moç), apurado Malanti

Ahly Benghazi (Líbia) 3-2 Hay El Arab (Sudão), apurado Ahly Benghazi

Club 57 Tourbillon (Chade) 1-1 OC Bukavu Dawa (RDCongo), apurado Bukavu Dawa

Khalij Sert (Líbia) 4-0 Prisons (Tanzania), apurado: Khalij Sert
publicado por Vaxko Zakarias às 12:49
 O que é? |  O que é? | favorito

A FORMAÇÃO da Conferência Oeste venceu, domingo, o jogo All Starde 2008/09, impondo-se ao rival do Este por claro 146-119, em Phoenix.


Os outros destaques foram a nomeação de dois MVP do encontro, Kobe Bryant e Shaquille O'Neal, numa festa em que o baixinho Nate Robinson, vencedor do concurso de afundanços, deslumbrou ao voar mais do que o Super-Homem.


Bryant, base dos Los Angeles Lakers, foi a figura do jogo ao apontar 27 pontos, 11 dos quais no primeiro quarto, enquanto o seu antigo companheiro de equipa nos californianos e actual jogador de Phoenix, Shaq, contribuiu com 17 pontos e cinco ressaltos.

Os dois homens, que mantiveram uma relação tensa durante os anos em que actuaram em conjunto nos Lakers, acabaram por merecer a distinção - no caso de Bryant, este é o terceiro troféu MVP no All Star - numa noite de festa e de reencontros, pois além da reunião da dupla que valeu três títulos aos Lakers (2000, 2001 e 2002), a treinar o Oeste estava Phil Jackson, líder dos californianos nessa fase e também no presente.

O Oeste dominou a partida desde o seu início, com outro (ainda) jogador de Phoenix em destaque, Amare Stoudamire, autor de 19 pontos. Chris Paul, 14 pontos e 14 assistências, e Tony Parker, 14 pontos, quatro ressaltos e quatro assistências, também marcaram a diferença.

GRANDE ROBSINSON!

Nate Robinson estragou o número do Super-Homem Dwight Howard e roubou o espectáculo no concurso de afundanços, conquistando o primeiro lugar servindo-se do gigante de Orlando para fazer a sua actuação.

Pode dizer-se que o baixinho de New York passou por cima de Howard que, de capa vestida após visita rápida a uma cabine telefónica improvisada para o efeito, fez de marco para uma impulsão fenomenal. Literalmente 1,75 metro a voar sobre 2,11.

A precisar de uma resposta à altura, Howard voltou a ser previsível, com um número já feito por Michael Jordan e Julius Erving: correu, saltou com o pé na linha de lance livre e afundou.
A criatividade tinha abandonado o poste dos Magic e o público não perdoou, elegendo Robinson com 52 por cento dos votos via Internet ou SMS. O baixinho repete o título de 2006.
publicado por Vaxko Zakarias às 12:32
 O que é? |  O que é? | favorito

A FORMAÇÃO da Conferência Oeste venceu, domingo, o jogo All Starde 2008/09, impondo-se ao rival do Este por claro 146-119, em Phoenix.


Os outros destaques foram a nomeação de dois MVP do encontro, Kobe Bryant e Shaquille O'Neal, numa festa em que o baixinho Nate Robinson, vencedor do concurso de afundanços, deslumbrou ao voar mais do que o Super-Homem.


Bryant, base dos Los Angeles Lakers, foi a figura do jogo ao apontar 27 pontos, 11 dos quais no primeiro quarto, enquanto o seu antigo companheiro de equipa nos californianos e actual jogador de Phoenix, Shaq, contribuiu com 17 pontos e cinco ressaltos.

Os dois homens, que mantiveram uma relação tensa durante os anos em que actuaram em conjunto nos Lakers, acabaram por merecer a distinção - no caso de Bryant, este é o terceiro troféu MVP no All Star - numa noite de festa e de reencontros, pois além da reunião da dupla que valeu três títulos aos Lakers (2000, 2001 e 2002), a treinar o Oeste estava Phil Jackson, líder dos californianos nessa fase e também no presente.

O Oeste dominou a partida desde o seu início, com outro (ainda) jogador de Phoenix em destaque, Amare Stoudamire, autor de 19 pontos. Chris Paul, 14 pontos e 14 assistências, e Tony Parker, 14 pontos, quatro ressaltos e quatro assistências, também marcaram a diferença.

GRANDE ROBSINSON!

Nate Robinson estragou o número do Super-Homem Dwight Howard e roubou o espectáculo no concurso de afundanços, conquistando o primeiro lugar servindo-se do gigante de Orlando para fazer a sua actuação.

Pode dizer-se que o baixinho de New York passou por cima de Howard que, de capa vestida após visita rápida a uma cabine telefónica improvisada para o efeito, fez de marco para uma impulsão fenomenal. Literalmente 1,75 metro a voar sobre 2,11.

A precisar de uma resposta à altura, Howard voltou a ser previsível, com um número já feito por Michael Jordan e Julius Erving: correu, saltou com o pé na linha de lance livre e afundou.
A criatividade tinha abandonado o poste dos Magic e o público não perdoou, elegendo Robinson com 52 por cento dos votos via Internet ou SMS. O baixinho repete o título de 2006.
publicado por Vaxko Zakarias às 12:32
 O que é? |  O que é? | favorito

QUANDO um árbitro é protagonista de um jogo, isso nunca é bom sinal. Seja em que circunstância for. Massimiliano Saccani é a prova disso mesmo.




O árbitro italiano assumiu grande protagonismo no jogo entre a Lazio e o Torino, não por uma decisão polémica, mas pelo facto de ter sido literalmente derrubado por um remate, escreve na sua edição de ontem o jornal online português Maisfutebol.

O autor da bomba foi o sérvio Aleksandar Kolarov, que procurava dar o empate à sua equipa, com um remate fortíssimo de pé esquerdo, lançado de fora da área. Saccani fez de defesa do Torino e cortou o remate, mas também ficou por terra. Não era para menos, como poderá ver pelas imagens. A Lazio lá acabou por empatar o encontro, e Saccani ganhou um protagonismo que, por certo, dispensaria.
publicado por Vaxko Zakarias às 12:30
 O que é? |  O que é? | favorito

QUANDO um árbitro é protagonista de um jogo, isso nunca é bom sinal. Seja em que circunstância for. Massimiliano Saccani é a prova disso mesmo.




O árbitro italiano assumiu grande protagonismo no jogo entre a Lazio e o Torino, não por uma decisão polémica, mas pelo facto de ter sido literalmente derrubado por um remate, escreve na sua edição de ontem o jornal online português Maisfutebol.

O autor da bomba foi o sérvio Aleksandar Kolarov, que procurava dar o empate à sua equipa, com um remate fortíssimo de pé esquerdo, lançado de fora da área. Saccani fez de defesa do Torino e cortou o remate, mas também ficou por terra. Não era para menos, como poderá ver pelas imagens. A Lazio lá acabou por empatar o encontro, e Saccani ganhou um protagonismo que, por certo, dispensaria.
publicado por Vaxko Zakarias às 12:30
 O que é? |  O que é? | favorito
Fevereiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
14
15
20
21
22
26
27
28
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO