Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Quinta-feira, 22 DE Janeiro 2009

TARDE efervescente e de grandes emoções é aguardada hoje, data em que serão conhecidos os finalistas da XX edição do Torneio de Futebol Infanto-Juvenil da cidade de Maputo, vulgo Bebec.

O cruzamento é susceptível de trazer uma final inédita do bebec
No teatro das operações estão à mistura equipas com alguma referência no evento – Luís Cabral e Inhagóia - e outras emergentes – Zimpeto e Urbanização.

O cruzamento é susceptível de trazer uma final inédita, no sábado, sendo que Luís Cabral disputa o acesso à derradeira fase com Zimpeto, quando forem 14.00 horas, enquanto Inhagóia discute a transição com Urbanização, às 17.00. O palco das meias-finais é o pelado do Desportivo, que igualmente acolherá a final.

Analisando a história de cada uma das equipas, há que destacar, no caso do confronto entre Luís Cabral e Zimpeto, o facto de haver um conhecimento mútuo entre os intervenientes, para além do facto de apresentarem conjuntos sólidos, daí que não se pode atribuir favoritismo a nenhuma das duas formações.

A única diferença entre ambos os conjunto reside no facto de Luís Cabral ser a equipa que mais vezes marcou presença na fase final do torneio e ter já se sagrado campeão, enquanto Zimpeto tem aparecido na fase de grupos e nunca foi para além das meias-finais. Aliás, esta é a segunda vez que Zimpeto chega a esta etapa.

Luís Cabral provou os seus créditos, eliminando nos quartos-de-final Mafalala (1-0), um dos eternos concorrentes aos títulos e com maior tradição neste evento. Por seu turno, Zimpeto superou um dos bairros pouco notáveis neste evento, Malhangalene, também por 1-0.

Enquanto isto, Inhagóia e Urbanização têm histórias totalmente diferentes. Inhagóia, apesar de há muito não aparecer na fase final do torneio, já logrou igualmente sagrar-se campeão e aparece nesta edição com muita força. É uma equipa sólida que tem muito apoio da sua claque, o que transmite à equipa a autoconfiança. Isso acabou contribuindo para que conseguisse o melhor resultado nos quartos-de-final diante da formação do Bairro das FPLM (3-0).

Por seu turno, Urbanização apresenta-se com um conjunto mais personalizado e que joga bem ao ataque, daí que não tenha tido dificuldades para afastar da corrida o outro tradicional concorrente ao título, Chamanculo, por 3-1. A queda de Chamanculo e Mafalala, os mais cotados deste evento, abriu espaço para uma final inédita e já não se pode falar de claros favoritos. Enquanto Luís Cabral e Inhagóia lutarão por mais um título, Zimpeto e Urbanização querem entrar na história.

POLANA-CANIÇO-HULENE ATRACTIVO EM FEMININOS

Enquanto a equipa do 25 de Junho, campeã em título, inspira alguma confiança, atendendo o valor do adversário que tem pela frente, a formação da Munhuana, um dos favoritos à conquista da prova feminina, está receoso face ao poderio da Polana- Caniço.

Porém, este prognóstico pode não ser válido, porque Munhuana emergiu de forma empolgante e não teve dificuldades para afastar Mavalane (3-1), o que já é motivo suficiente para 25 de Junho precaver-se no máximo. Aliás, a campeã foi bafejada pela sorte ao conseguir a transição na marcação de grandes penalidades diante do Malhangalene (2-1).

Polana-Caniço não admitiu espaço de manobras à também estreante formação do Nsalene (2-0), que chegou a ameaçar os favoritos, e parte esperançada para o encontro com Hulene. Este teve uma transição merecida ao bater categoricamente Aeroporto, por 3-1.
Os jogos de femininos disputam-se entre as 15.00 e as 16.00 horas, também no campo do Desportivo.

publicado por Vaxko Zakarias às 16:14
 O que é? |  O que é? | favorito

TARDE efervescente e de grandes emoções é aguardada hoje, data em que serão conhecidos os finalistas da XX edição do Torneio de Futebol Infanto-Juvenil da cidade de Maputo, vulgo Bebec.

O cruzamento é susceptível de trazer uma final inédita do bebec
No teatro das operações estão à mistura equipas com alguma referência no evento – Luís Cabral e Inhagóia - e outras emergentes – Zimpeto e Urbanização.

O cruzamento é susceptível de trazer uma final inédita, no sábado, sendo que Luís Cabral disputa o acesso à derradeira fase com Zimpeto, quando forem 14.00 horas, enquanto Inhagóia discute a transição com Urbanização, às 17.00. O palco das meias-finais é o pelado do Desportivo, que igualmente acolherá a final.

Analisando a história de cada uma das equipas, há que destacar, no caso do confronto entre Luís Cabral e Zimpeto, o facto de haver um conhecimento mútuo entre os intervenientes, para além do facto de apresentarem conjuntos sólidos, daí que não se pode atribuir favoritismo a nenhuma das duas formações.

A única diferença entre ambos os conjunto reside no facto de Luís Cabral ser a equipa que mais vezes marcou presença na fase final do torneio e ter já se sagrado campeão, enquanto Zimpeto tem aparecido na fase de grupos e nunca foi para além das meias-finais. Aliás, esta é a segunda vez que Zimpeto chega a esta etapa.

Luís Cabral provou os seus créditos, eliminando nos quartos-de-final Mafalala (1-0), um dos eternos concorrentes aos títulos e com maior tradição neste evento. Por seu turno, Zimpeto superou um dos bairros pouco notáveis neste evento, Malhangalene, também por 1-0.

Enquanto isto, Inhagóia e Urbanização têm histórias totalmente diferentes. Inhagóia, apesar de há muito não aparecer na fase final do torneio, já logrou igualmente sagrar-se campeão e aparece nesta edição com muita força. É uma equipa sólida que tem muito apoio da sua claque, o que transmite à equipa a autoconfiança. Isso acabou contribuindo para que conseguisse o melhor resultado nos quartos-de-final diante da formação do Bairro das FPLM (3-0).

Por seu turno, Urbanização apresenta-se com um conjunto mais personalizado e que joga bem ao ataque, daí que não tenha tido dificuldades para afastar da corrida o outro tradicional concorrente ao título, Chamanculo, por 3-1. A queda de Chamanculo e Mafalala, os mais cotados deste evento, abriu espaço para uma final inédita e já não se pode falar de claros favoritos. Enquanto Luís Cabral e Inhagóia lutarão por mais um título, Zimpeto e Urbanização querem entrar na história.

POLANA-CANIÇO-HULENE ATRACTIVO EM FEMININOS

Enquanto a equipa do 25 de Junho, campeã em título, inspira alguma confiança, atendendo o valor do adversário que tem pela frente, a formação da Munhuana, um dos favoritos à conquista da prova feminina, está receoso face ao poderio da Polana- Caniço.

Porém, este prognóstico pode não ser válido, porque Munhuana emergiu de forma empolgante e não teve dificuldades para afastar Mavalane (3-1), o que já é motivo suficiente para 25 de Junho precaver-se no máximo. Aliás, a campeã foi bafejada pela sorte ao conseguir a transição na marcação de grandes penalidades diante do Malhangalene (2-1).

Polana-Caniço não admitiu espaço de manobras à também estreante formação do Nsalene (2-0), que chegou a ameaçar os favoritos, e parte esperançada para o encontro com Hulene. Este teve uma transição merecida ao bater categoricamente Aeroporto, por 3-1.
Os jogos de femininos disputam-se entre as 15.00 e as 16.00 horas, também no campo do Desportivo.

publicado por Vaxko Zakarias às 16:14
 O que é? |  O que é? | favorito

HÁ algum motivo para se encontrar semelhanças entre Obama e Diego Maradona? Objectivamente não, apesar do estatuto de deus do futebol atribuído a El Pibe e de salvador do mundo concedido ao 44.º presidente dos EUA da América.

O homem com estatuto de deus do futebol atribuído a El Pibe
Mas do argentino surge sempre algo inesperado. Por estes dias, não percebe as razões que o impedem de trabalhar com os seus homens de confiança, ao contrário do sucessor de Bush, que ontem prestou juramento.

"Obama elegeu quem quis e a mim não me querem dar Ruggeri. Ele pode e eu não?, indigna-se Maradona, que vai pressionando a Associação Argentina de Futebol sem os resultados pretendidos.

Já com os pés um pouco mais assentes na terra, Maradona apresentou mais alguns argumentos para ter Ruggeri a seu lado (uma espécie de Hillary Clinton para Obama).

"Mereço ter quem pretendo. Foi assim com todos os treinadores, de Menotti a Pekerman.Vou ser a excepção?", questiona.

Maradona insiste que Ruggeri "é dos que veste a camisola", caminho que defende com "unhas e dentes" sem esquecer que "a equipa argentina é Rolls Royce cheio de terra que é preciso limpar".

publicado por Vaxko Zakarias às 15:14
 O que é? |  O que é? | favorito

HÁ algum motivo para se encontrar semelhanças entre Obama e Diego Maradona? Objectivamente não, apesar do estatuto de deus do futebol atribuído a El Pibe e de salvador do mundo concedido ao 44.º presidente dos EUA da América.

O homem com estatuto de deus do futebol atribuído a El Pibe
Mas do argentino surge sempre algo inesperado. Por estes dias, não percebe as razões que o impedem de trabalhar com os seus homens de confiança, ao contrário do sucessor de Bush, que ontem prestou juramento.

"Obama elegeu quem quis e a mim não me querem dar Ruggeri. Ele pode e eu não?, indigna-se Maradona, que vai pressionando a Associação Argentina de Futebol sem os resultados pretendidos.

Já com os pés um pouco mais assentes na terra, Maradona apresentou mais alguns argumentos para ter Ruggeri a seu lado (uma espécie de Hillary Clinton para Obama).

"Mereço ter quem pretendo. Foi assim com todos os treinadores, de Menotti a Pekerman.Vou ser a excepção?", questiona.

Maradona insiste que Ruggeri "é dos que veste a camisola", caminho que defende com "unhas e dentes" sem esquecer que "a equipa argentina é Rolls Royce cheio de terra que é preciso limpar".

publicado por Vaxko Zakarias às 15:14
 O que é? |  O que é? | favorito

PARA alguns, o dinheiro não é tudo. O respeito está acima disso. É o caso de Kaká, jogador e homem de classe que recusou o Man.

O jogador kaka continua nono Milan
City, apesar da pressão de Berlusconi, líder rossonero, para aceitar a proposta dos citizen (120 milhões de euros).

“Há uma semana, disse que o meu objectivo é ser capitão do Milan. Mantenho essa meta, agora com mais empenho ainda, pela força dos adeptos nestes últimos dias”, revelou Kaká, que chorou no treino de sexta-feira e no jogo de sábado com a Fiorentina.

“O meu lugar é aqui, porque sou respeitado e amado”, resumiu, enquanto milhares de adeptos estavam à porta da sede do Milan a gritar pelo nome do jogador, durante as negociações

publicado por Vaxko Zakarias às 15:00
 O que é? |  O que é? | favorito

PARA alguns, o dinheiro não é tudo. O respeito está acima disso. É o caso de Kaká, jogador e homem de classe que recusou o Man.

O jogador kaka continua nono Milan
City, apesar da pressão de Berlusconi, líder rossonero, para aceitar a proposta dos citizen (120 milhões de euros).

“Há uma semana, disse que o meu objectivo é ser capitão do Milan. Mantenho essa meta, agora com mais empenho ainda, pela força dos adeptos nestes últimos dias”, revelou Kaká, que chorou no treino de sexta-feira e no jogo de sábado com a Fiorentina.

“O meu lugar é aqui, porque sou respeitado e amado”, resumiu, enquanto milhares de adeptos estavam à porta da sede do Milan a gritar pelo nome do jogador, durante as negociações

publicado por Vaxko Zakarias às 15:00
 O que é? |  O que é? | favorito

O TERMO “Dream Team” ganhou tons azul-grená nos anos 90, homenageando o Barcelona criado no tubo de ensaio de Johan Cruyjff. Era a equipa de Romário, Stoitchkov, Laudrup e Koeman.

O Barcelona era a equipa de Romário, Stoitchkov, Laudrup e Koeman
Uma equipa que, nas palavras do seu técnico, até podia sofrer quatro golos porque marcaria cinco. E o que verdadeiramente distinguia a formação catalã é que estas palavras não eram mera fanfarronice do holandês. Ao poderio ofensivo do tridente Laudrup-Romário-Stoichkov, juntava-se, quando necessário, o pontapé canhão de Koeman, um dos centrais mais goleadores de sempre.

Mas o “Dream Team” está a ser ressuscitado por um treinador que conhecia por dentro a equipa de sonho dos anos 90: Pep Guardiola era o cérebro que equilibrava, dentro de campo, os génios goleadores. Hoje, na sua primeira temporada como técnico do “seu” Barcelona, o reservado Guardiola assombra a Europa com uma equipa que, a um novo tridente ofensivo (Eto’o-Henry-Messi), junta jogadores como o médio Xavi, um dos mais rigorosos passadores da Liga, ou Puyol, um central duro mas efectivo.

Eusébio Sacristan, médio de combate do Barça de Cruyjff e ex-adjunto de Rijkaard na equipa técnica anterior, explica em artigo do “El Mundo” os paralelismos entre o Barcelona de Guardiola e o dos anos 90, em que jogou, sintetizando: “Talvez a única diferença seja que nós alinhávamos com três defesas, embora na equipa actual Dani Alves (o lateral-direito) jogue muito mais no meio-campo adversário que no seu próprio.”

publicado por Vaxko Zakarias às 14:53
 O que é? |  O que é? | favorito

O TERMO “Dream Team” ganhou tons azul-grená nos anos 90, homenageando o Barcelona criado no tubo de ensaio de Johan Cruyjff. Era a equipa de Romário, Stoitchkov, Laudrup e Koeman.

O Barcelona era a equipa de Romário, Stoitchkov, Laudrup e Koeman
Uma equipa que, nas palavras do seu técnico, até podia sofrer quatro golos porque marcaria cinco. E o que verdadeiramente distinguia a formação catalã é que estas palavras não eram mera fanfarronice do holandês. Ao poderio ofensivo do tridente Laudrup-Romário-Stoichkov, juntava-se, quando necessário, o pontapé canhão de Koeman, um dos centrais mais goleadores de sempre.

Mas o “Dream Team” está a ser ressuscitado por um treinador que conhecia por dentro a equipa de sonho dos anos 90: Pep Guardiola era o cérebro que equilibrava, dentro de campo, os génios goleadores. Hoje, na sua primeira temporada como técnico do “seu” Barcelona, o reservado Guardiola assombra a Europa com uma equipa que, a um novo tridente ofensivo (Eto’o-Henry-Messi), junta jogadores como o médio Xavi, um dos mais rigorosos passadores da Liga, ou Puyol, um central duro mas efectivo.

Eusébio Sacristan, médio de combate do Barça de Cruyjff e ex-adjunto de Rijkaard na equipa técnica anterior, explica em artigo do “El Mundo” os paralelismos entre o Barcelona de Guardiola e o dos anos 90, em que jogou, sintetizando: “Talvez a única diferença seja que nós alinhávamos com três defesas, embora na equipa actual Dani Alves (o lateral-direito) jogue muito mais no meio-campo adversário que no seu próprio.”

publicado por Vaxko Zakarias às 14:53
 O que é? |  O que é? | favorito

LUIZ Felipe Scolari revelou ao canal de televisão do Chelsea que não existe qualquer mal-estar com Didier Drogba, apesar deste último ter revelado à imprensa inglesa que não se sentia feliz no clube londrino.

Drogba é o melhor jogador africano de 2006
“Didier não tem problemas comigo, nem com o clube”, começou por dizer o treinador dos “blues”.

“Na próxima semana, pode ser que ele se junte à equipa para o jogo frente ao Ipswich [a contar para a Taça de Inglaterra]. Tem treinado bem e começa a voltar à sua boa forma, não só em termos físicos mas de técnica”, acrescentou o antigo selecionador de Portugal.

Scolari explicou, também, o porquê do avançado marfinense não ser opção nos últimos dois jogos: “É uma situação normal no clube. Nos últimos dois encontros, escolhi outros jogadores. Foi uma decisão minha apenas para esses jogos”.

publicado por Vaxko Zakarias às 14:42
 O que é? |  O que é? | favorito

LUIZ Felipe Scolari revelou ao canal de televisão do Chelsea que não existe qualquer mal-estar com Didier Drogba, apesar deste último ter revelado à imprensa inglesa que não se sentia feliz no clube londrino.

Drogba é o melhor jogador africano de 2006
“Didier não tem problemas comigo, nem com o clube”, começou por dizer o treinador dos “blues”.

“Na próxima semana, pode ser que ele se junte à equipa para o jogo frente ao Ipswich [a contar para a Taça de Inglaterra]. Tem treinado bem e começa a voltar à sua boa forma, não só em termos físicos mas de técnica”, acrescentou o antigo selecionador de Portugal.

Scolari explicou, também, o porquê do avançado marfinense não ser opção nos últimos dois jogos: “É uma situação normal no clube. Nos últimos dois encontros, escolhi outros jogadores. Foi uma decisão minha apenas para esses jogos”.

publicado por Vaxko Zakarias às 14:42
 O que é? |  O que é? | favorito

O ATACANTE internacional angolano Mateus Contreiras Gonçalves “Manucho”, do Manchester United, da Inglaterra, foi emprestado ao Hull City, da Primeira Liga local, até Junho próximo, anunciou o próprio atleta.

Manucho vai ser colega de Simão no Panathinaikos
Manucho disse que, depois deste período, o contrato com o seu novo clube poderá ser renovado, caso Manchester United e Hull City cheguem a acordo.

Segundo melhor marcador do CAN Gana-2008, com quatro golos, Manucho, de 26 anos, ingressou no Manchester United nos princípios de 2008, após assinar um contrato válido por três épocas.

Manucho foi durante duas épocas consecutivas melhor marcador do campeonato angolano, com a camisola do Petro de Luanda, clube de onde saiu para ingressar nos “red devils”.

Esta é a segunda vez que o Manchester United empresta o atacante angolano. No ano passado ele jogou no Panathinaikos, da Grécia, durante quatro meses.

publicado por Vaxko Zakarias às 14:35
 O que é? |  O que é? | favorito

O ATACANTE internacional angolano Mateus Contreiras Gonçalves “Manucho”, do Manchester United, da Inglaterra, foi emprestado ao Hull City, da Primeira Liga local, até Junho próximo, anunciou o próprio atleta.

Manucho vai ser colega de Simão no Panathinaikos
Manucho disse que, depois deste período, o contrato com o seu novo clube poderá ser renovado, caso Manchester United e Hull City cheguem a acordo.

Segundo melhor marcador do CAN Gana-2008, com quatro golos, Manucho, de 26 anos, ingressou no Manchester United nos princípios de 2008, após assinar um contrato válido por três épocas.

Manucho foi durante duas épocas consecutivas melhor marcador do campeonato angolano, com a camisola do Petro de Luanda, clube de onde saiu para ingressar nos “red devils”.

Esta é a segunda vez que o Manchester United empresta o atacante angolano. No ano passado ele jogou no Panathinaikos, da Grécia, durante quatro meses.

publicado por Vaxko Zakarias às 14:35
 O que é? |  O que é? | favorito

O MATCHEDJE, desde que ascendeu à divisão principal, tem vindo a receber apoios de todos os lados.

Sr. Moura a esquerda a fazer entrega mais um lote de equipamento ao Matchedje
São antigos atletas que se aproximam para saberem como podem ajudar o clube a conseguir bons resultados. São empresários, como o Sr. Moura, como é tratado na colectividade, que aparecem com equipamento para doarem àquela agremiação.

Ontem vimo-lo, o Sr. Moura, a entregar mais um lote de equipamento ao Matchedje constituído por fatos-de-treino, camisolas, meias, pastas e bolas. E no acto da entrega teve ainda a gentileza de dizer ao ministro da Defesa e à Direcção do Matchedje que só não trouxe as botas porque não tinha os números dos jogadores.

Soubemos na ocasião que esta não era a primeira vez que o Sr. Moura, um empresário português em Moçambique, apoiava o Matchedje. Já o tinha feito no ano passado, tendo contribuído sobremaneira para o sucesso do clube na Divisão de Honra, donde acabou transitando para o Moçambola.

publicado por Vaxko Zakarias às 14:12
 O que é? |  O que é? | favorito

O MATCHEDJE, desde que ascendeu à divisão principal, tem vindo a receber apoios de todos os lados.

Sr. Moura a esquerda a fazer entrega mais um lote de equipamento ao Matchedje
São antigos atletas que se aproximam para saberem como podem ajudar o clube a conseguir bons resultados. São empresários, como o Sr. Moura, como é tratado na colectividade, que aparecem com equipamento para doarem àquela agremiação.

Ontem vimo-lo, o Sr. Moura, a entregar mais um lote de equipamento ao Matchedje constituído por fatos-de-treino, camisolas, meias, pastas e bolas. E no acto da entrega teve ainda a gentileza de dizer ao ministro da Defesa e à Direcção do Matchedje que só não trouxe as botas porque não tinha os números dos jogadores.

Soubemos na ocasião que esta não era a primeira vez que o Sr. Moura, um empresário português em Moçambique, apoiava o Matchedje. Já o tinha feito no ano passado, tendo contribuído sobremaneira para o sucesso do clube na Divisão de Honra, donde acabou transitando para o Moçambola.

publicado por Vaxko Zakarias às 14:12
 O que é? |  O que é? | favorito

O MATCHEDJE quebrou o silêncio. Era até agora a única equipa das da cidade de Maputo que irão disputar o Moçambola-2009 que ainda não havia se apresentado publicamente.

O MATCHEDJE quebrou o silêncio. Era até agora a única equipa das da cidade de Maputo que irão disputar o Moçambola-2009
Só o fez logo nas primeiras horas da manhã de ontem, já de malas aviadas para a Zâmbia, onde cumprirá um estágio pré-competitivo de cerca de 11 dias. Na despedida estiveram o Ministro da Defesa Nacional, Filipe Nyussi, que se fazia acompanhar de altas patentes do seu “pelouro”, alguns dos quais coincidentemente dirigentes do clube. O Matchedje deste ano está rejuvenescido com muitas caras novas em todas as áreas. Nacir Armando vai comandar um “Exército” que o ministro da Defesa quer ver bastante operacional em todas as frentes. Por isso deixou um alerta aos recrutas” e recordou aos que lá já estavam que Matchedje é o orgulho das Forças Armadas de Defesa de Moçambique.

O Matchedje escolheu a Zâmbia como o primeiro centro de instrução para os seus soldados. Onde será preparada a rampa de lançamento das suas armas visando a temporada 2009. Naquele país, os “militares” vão ganhar fôlego e ainda “limparem as armas” para as batalhas que se seguirão, principalmente o Moçambola e a Taça de Moçambique/mcel. Em princípio serão quatro jogos-treino, alguns dos quais com equipas do primeiro plano, como são os casos do Green Bufallos e Redd Arrows.

No momento da despedida, apesar de ainda ser prematuro, todos os jogadores comprometeram-se perante o ministro da Defesa Nacional a portarem como verdadeiros embaixadores da “Pátria Amada”. Aliás, Nyussi já lhes havia dito que “respeitem a população que vai estar convosco. Respeitem as condições a que seremos entregues”, em alusão a possíveis reivindicações próprias de atletas sem disciplina.

Filipe Nyussi chegou à hora prevista, como que a mostrar os seus subordinados que a “pontualidade é a regra de disciplina”. Pouco tempo depois de ter sido recebido pelos dirigentes do Matchedje, encabeçados pelo respectivo presidente Eugénio Chongo, tomou o pulsar da equipa e falou um pouco de tudo o que lhe vinha na alma com toda aquela calma que lhe é peculiar e que fez dele um grande dirigente desportivo na capital do norte – Nampula, embora já com responsabilidades acrescidas.

“Já nos conhecemos. Conhecemo-nos como desportistas. Vocês nos vossos clubes e nós também nos nossos clubes. E fomos sempre criando uma relação que nos acaba juntando mais uma vez”, estas foram as primeiras palavras de Nyussi dirigidas aos atletas que lhe acabam de apresentar.

“Quero anunciar à direcção e aos atletas que, mais uma vez, no âmbito das parcerias que vocês têm com a sociedade civil, com os agentes económicos e com outros povos que se juntam às Forças Armadas de Moçambique na promoção do desporto tivemos uma oferta, que não é a primeira, feita pelo nosso amigo, vosso parceiro do desporto, o Sr. Moura. Ele que está mais apaixonado pelas equipas militares em Tete, mas nós dissemos que comece pela casa principal e depois vamos para Tete. Então ele veio ontem (anteontem) de Tete a correr, porque sabia que hoje (ontem) vão para a Zâmbia e que a oferta que queria fazer ao Matchedje poderia ser útil para a vossa deslocação. Ele trouxe mais uma encomenda para o Clube Matchedje (equipamento desportivo)”, disse logo de seguida, anunciando mais apoios para os “militares”.

Nyussi recordou que o desporto faz parte da preparação das Forças Armadas de Moçambique, ao mesmo tempo que explicava as razões da deslocação da equipa à Zâmbia.

“Queríamos recordar a todos presentes aqui que faz parte do programa de preparação das Forças Armadas de Defesa de Moçambique o desporto. Portanto, não há nenhum clube mais autorizado e obrigado a praticar o desporto senão o Matchedje, porque faz parte do seu programa de existência. É um clube que todos sabem que é antigo.

É antigo, forjado desde o início da criação das Forças Armadas de Defesa de Moçambique como continuadora dos que libertaram este país. A vossa deslocação enquadra-se no âmbito dos acordos que o Ministério da Defesa Nacional tem com Ministérios da Defesa Nacional doutros países, onde engloba ou completa o trabalho das Forças Armadas, portanto os militares.

Sabem bem que grande parte das equipas militares a nível da região da SADC são compostas por militares mesmo. No caso de Moçambique a sociedade civil, através de todo o atleta, tem espaço. Mas há jovens que se estiverem em idade de serviço militar, se calhar fosse bom aproveitarem o vosso tempo, porque estarão aqui um ano, dois, três... para cumprirem o vosso dever. Assim não doía mais.

Escusavam-se de estarem à espera de um dia serem incorporados porque já estão no sistema. Vocês vão viver um dinamismo militar. Vão trabalhar com as equipas militares, por exemplo esta vossa deslocação para a Zâmbia vão fazer dois jogos com equipas militares, uma delas é do Comando do Exército. O que é Comando do Exército(?).

Ao nível das Forças Armadas existem, neste caso de Moçambique, três ramos; o ramo da Força Aérea, o ramo do Exército e o ramo da marinha. Para os zambianos cada ramo tem uma equipa e todas competem a nível nacional e estão no Campeonato Nacional, são equipas que ganham títulos como nós já ganhámos. São equipas compostas por militares. Mas não é o vosso caso. A nossa lei está clara. Não significa que se não for à tropa não vai ser convocado. Não é isso que estamos a dizer. Mas se acharem que passariam melhor tempo fazendo as duas coisas como o vosso treinador o fez quando esteve cá tudo bem. É mais um exemplo de que isso é possível.

Vamos pedir a vocês, como sempre, a disciplina. A equipa de futebol é praticamente um conjunto militar, porque guia-se por um capitão. É comandada por um corpo técnico. Existem as hierarquias. Por isso, queremos que sejam disciplinados no país dos nossos amigos.

Quando souberam que, mais uma vez, o Matchedje estava no Campeonato Nacional ofereceram-se imediatamente a cuidar de nós para uma missão que vamos concretizar agora para ver se mais uma equipa militar na região comece a vibrar. Acordos desses não são só com a Zâmbia. Das últimas conversas que tivemos ficaram com ciúmes mais outros países. Temos convites para treinamento noutros países da SADC. Vamos começar pela Zâmbia, porque eles é que tomaram a dianteira”.

Para o ministro da Defesa Nacional, o estágio na Zâmbia deve ser proveitoso, principalmente na formação de uma equipa coesa capaz de tarnspor todos os obstáculos que possam aparecer pela frente esta temporada.

“O objectivo da vossa saída não é de irem passear, mas para terem tempo de construir a equipa. Agora é preciso criar a coesão dentro dum regime que vocês vão ter, para além da preparação. Vão ter oportunidades de competições com equipas que já estão a trabalhar a mais tempo e que têm vindo a ganhar a nível da nossa região. Vamos desejar que se portem bem. Tenham saúde. Respeitem a população que vai estar com vocês. Respeitem as condições a que seremos entregues.

O africano dá aquilo que tem. Normalmente o pouco que tem gosta de partilhar. É o que vai acontecer. Não vão fazer exigências de coisas que eles não podem ter. Naturalmente não estamos a dizer para irem passar momentos completamente difíceis. Mas aconselhamos a terem a consciência de sempre. Devem-se dedicar. Devem-se empenhar.

Devem tirar o máximo proveito do momento que ali estarão, porque o Matchedje é o orgulho das Forças Armadas de Defesa de Moçambique. Em todo o lado o Matchedje tem adeptos. O Matchedje tem uma particularidade, tem adeptos ou sócios que são doutras equipas. Não podemos decepcionar tanta gente do Matchedje que de vocês muito espera. A expectativa é maior, mas não vamos vos pressionar para fazerem uma época imaginária. Apenas dizer para fazerem o desporto da melhor forma, dignificando as Forças Armadas de Defesa de Moçambique”, destacou.

Nyussi aproveitou a deixa para convidar os atletas do Matchedje, na sua maioria civis, a saberem conviver com os militares, porque ao longo do período que estiverem lá vão ter, nalguns casos, que lidar com eles.

“Estamos a pensar em promover - o que foi uma directiva do Conselho Coordenador - o festival desportivo este ano. Se a agenda do ano nos ajudar irá acontecer e nesse momento serão chamados a dar a vossa contribuição a jovens espalhados pelas unidades militares por todo o país. A vossa presença, a vossa contribuição, o vosso encorajamento aos vossos colegas vai ser muito útil, porque eles se encontram a cumprir as suas missões fora das suas famílias. O Matchedje quando for às províncias vai viver o calor dos jovens militares. Hão-de visitar algumas unidades militares para perceberem como é que os vossos colegas, que vocês representam, vivem, como eles pensam. Isso vai ser uma partilha de experiências úteis para vocês mesmos para ganharem o valor patriótico que já têm quando representam as vossas equipas ou essa equipa fora das nossas fronteiras”.

GIL CARVALHO

publicado por Vaxko Zakarias às 14:10
 O que é? |  O que é? | favorito

O MATCHEDJE quebrou o silêncio. Era até agora a única equipa das da cidade de Maputo que irão disputar o Moçambola-2009 que ainda não havia se apresentado publicamente.

O MATCHEDJE quebrou o silêncio. Era até agora a única equipa das da cidade de Maputo que irão disputar o Moçambola-2009
Só o fez logo nas primeiras horas da manhã de ontem, já de malas aviadas para a Zâmbia, onde cumprirá um estágio pré-competitivo de cerca de 11 dias. Na despedida estiveram o Ministro da Defesa Nacional, Filipe Nyussi, que se fazia acompanhar de altas patentes do seu “pelouro”, alguns dos quais coincidentemente dirigentes do clube. O Matchedje deste ano está rejuvenescido com muitas caras novas em todas as áreas. Nacir Armando vai comandar um “Exército” que o ministro da Defesa quer ver bastante operacional em todas as frentes. Por isso deixou um alerta aos recrutas” e recordou aos que lá já estavam que Matchedje é o orgulho das Forças Armadas de Defesa de Moçambique.

O Matchedje escolheu a Zâmbia como o primeiro centro de instrução para os seus soldados. Onde será preparada a rampa de lançamento das suas armas visando a temporada 2009. Naquele país, os “militares” vão ganhar fôlego e ainda “limparem as armas” para as batalhas que se seguirão, principalmente o Moçambola e a Taça de Moçambique/mcel. Em princípio serão quatro jogos-treino, alguns dos quais com equipas do primeiro plano, como são os casos do Green Bufallos e Redd Arrows.

No momento da despedida, apesar de ainda ser prematuro, todos os jogadores comprometeram-se perante o ministro da Defesa Nacional a portarem como verdadeiros embaixadores da “Pátria Amada”. Aliás, Nyussi já lhes havia dito que “respeitem a população que vai estar convosco. Respeitem as condições a que seremos entregues”, em alusão a possíveis reivindicações próprias de atletas sem disciplina.

Filipe Nyussi chegou à hora prevista, como que a mostrar os seus subordinados que a “pontualidade é a regra de disciplina”. Pouco tempo depois de ter sido recebido pelos dirigentes do Matchedje, encabeçados pelo respectivo presidente Eugénio Chongo, tomou o pulsar da equipa e falou um pouco de tudo o que lhe vinha na alma com toda aquela calma que lhe é peculiar e que fez dele um grande dirigente desportivo na capital do norte – Nampula, embora já com responsabilidades acrescidas.

“Já nos conhecemos. Conhecemo-nos como desportistas. Vocês nos vossos clubes e nós também nos nossos clubes. E fomos sempre criando uma relação que nos acaba juntando mais uma vez”, estas foram as primeiras palavras de Nyussi dirigidas aos atletas que lhe acabam de apresentar.

“Quero anunciar à direcção e aos atletas que, mais uma vez, no âmbito das parcerias que vocês têm com a sociedade civil, com os agentes económicos e com outros povos que se juntam às Forças Armadas de Moçambique na promoção do desporto tivemos uma oferta, que não é a primeira, feita pelo nosso amigo, vosso parceiro do desporto, o Sr. Moura. Ele que está mais apaixonado pelas equipas militares em Tete, mas nós dissemos que comece pela casa principal e depois vamos para Tete. Então ele veio ontem (anteontem) de Tete a correr, porque sabia que hoje (ontem) vão para a Zâmbia e que a oferta que queria fazer ao Matchedje poderia ser útil para a vossa deslocação. Ele trouxe mais uma encomenda para o Clube Matchedje (equipamento desportivo)”, disse logo de seguida, anunciando mais apoios para os “militares”.

Nyussi recordou que o desporto faz parte da preparação das Forças Armadas de Moçambique, ao mesmo tempo que explicava as razões da deslocação da equipa à Zâmbia.

“Queríamos recordar a todos presentes aqui que faz parte do programa de preparação das Forças Armadas de Defesa de Moçambique o desporto. Portanto, não há nenhum clube mais autorizado e obrigado a praticar o desporto senão o Matchedje, porque faz parte do seu programa de existência. É um clube que todos sabem que é antigo.

É antigo, forjado desde o início da criação das Forças Armadas de Defesa de Moçambique como continuadora dos que libertaram este país. A vossa deslocação enquadra-se no âmbito dos acordos que o Ministério da Defesa Nacional tem com Ministérios da Defesa Nacional doutros países, onde engloba ou completa o trabalho das Forças Armadas, portanto os militares.

Sabem bem que grande parte das equipas militares a nível da região da SADC são compostas por militares mesmo. No caso de Moçambique a sociedade civil, através de todo o atleta, tem espaço. Mas há jovens que se estiverem em idade de serviço militar, se calhar fosse bom aproveitarem o vosso tempo, porque estarão aqui um ano, dois, três... para cumprirem o vosso dever. Assim não doía mais.

Escusavam-se de estarem à espera de um dia serem incorporados porque já estão no sistema. Vocês vão viver um dinamismo militar. Vão trabalhar com as equipas militares, por exemplo esta vossa deslocação para a Zâmbia vão fazer dois jogos com equipas militares, uma delas é do Comando do Exército. O que é Comando do Exército(?).

Ao nível das Forças Armadas existem, neste caso de Moçambique, três ramos; o ramo da Força Aérea, o ramo do Exército e o ramo da marinha. Para os zambianos cada ramo tem uma equipa e todas competem a nível nacional e estão no Campeonato Nacional, são equipas que ganham títulos como nós já ganhámos. São equipas compostas por militares. Mas não é o vosso caso. A nossa lei está clara. Não significa que se não for à tropa não vai ser convocado. Não é isso que estamos a dizer. Mas se acharem que passariam melhor tempo fazendo as duas coisas como o vosso treinador o fez quando esteve cá tudo bem. É mais um exemplo de que isso é possível.

Vamos pedir a vocês, como sempre, a disciplina. A equipa de futebol é praticamente um conjunto militar, porque guia-se por um capitão. É comandada por um corpo técnico. Existem as hierarquias. Por isso, queremos que sejam disciplinados no país dos nossos amigos.

Quando souberam que, mais uma vez, o Matchedje estava no Campeonato Nacional ofereceram-se imediatamente a cuidar de nós para uma missão que vamos concretizar agora para ver se mais uma equipa militar na região comece a vibrar. Acordos desses não são só com a Zâmbia. Das últimas conversas que tivemos ficaram com ciúmes mais outros países. Temos convites para treinamento noutros países da SADC. Vamos começar pela Zâmbia, porque eles é que tomaram a dianteira”.

Para o ministro da Defesa Nacional, o estágio na Zâmbia deve ser proveitoso, principalmente na formação de uma equipa coesa capaz de tarnspor todos os obstáculos que possam aparecer pela frente esta temporada.

“O objectivo da vossa saída não é de irem passear, mas para terem tempo de construir a equipa. Agora é preciso criar a coesão dentro dum regime que vocês vão ter, para além da preparação. Vão ter oportunidades de competições com equipas que já estão a trabalhar a mais tempo e que têm vindo a ganhar a nível da nossa região. Vamos desejar que se portem bem. Tenham saúde. Respeitem a população que vai estar com vocês. Respeitem as condições a que seremos entregues.

O africano dá aquilo que tem. Normalmente o pouco que tem gosta de partilhar. É o que vai acontecer. Não vão fazer exigências de coisas que eles não podem ter. Naturalmente não estamos a dizer para irem passar momentos completamente difíceis. Mas aconselhamos a terem a consciência de sempre. Devem-se dedicar. Devem-se empenhar.

Devem tirar o máximo proveito do momento que ali estarão, porque o Matchedje é o orgulho das Forças Armadas de Defesa de Moçambique. Em todo o lado o Matchedje tem adeptos. O Matchedje tem uma particularidade, tem adeptos ou sócios que são doutras equipas. Não podemos decepcionar tanta gente do Matchedje que de vocês muito espera. A expectativa é maior, mas não vamos vos pressionar para fazerem uma época imaginária. Apenas dizer para fazerem o desporto da melhor forma, dignificando as Forças Armadas de Defesa de Moçambique”, destacou.

Nyussi aproveitou a deixa para convidar os atletas do Matchedje, na sua maioria civis, a saberem conviver com os militares, porque ao longo do período que estiverem lá vão ter, nalguns casos, que lidar com eles.

“Estamos a pensar em promover - o que foi uma directiva do Conselho Coordenador - o festival desportivo este ano. Se a agenda do ano nos ajudar irá acontecer e nesse momento serão chamados a dar a vossa contribuição a jovens espalhados pelas unidades militares por todo o país. A vossa presença, a vossa contribuição, o vosso encorajamento aos vossos colegas vai ser muito útil, porque eles se encontram a cumprir as suas missões fora das suas famílias. O Matchedje quando for às províncias vai viver o calor dos jovens militares. Hão-de visitar algumas unidades militares para perceberem como é que os vossos colegas, que vocês representam, vivem, como eles pensam. Isso vai ser uma partilha de experiências úteis para vocês mesmos para ganharem o valor patriótico que já têm quando representam as vossas equipas ou essa equipa fora das nossas fronteiras”.

GIL CARVALHO

publicado por Vaxko Zakarias às 14:10
 O que é? |  O que é? | favorito

NACIR Armando já escolheu o plantel que vai, este ano, trajar de vermelho e branco, as cores tradicionais do Matchedje.

Do lote dos seleccionados estão, por enquanto, oito caras novas provenientes de vários quadrantes do país, algumas das quais conhecidas entre nós, como são os casos de Caló e Lewis, este último de nacionalidade congolesa e que na última temporada representou o Desportivo de Maputo.

Nacir Armando, técnico do Ferroviário de Nampula
Ora vejamos a lista a que a nossa Reportagem teve acesso ontem na despedida da equipa para a Zâmbia.

Nando, Victor (ex-Costa do Sol), Jaime (ex-Desportivo), Patrício (ex-Chingale), João, Paíto, Lewis (ex-Desportivo), Caló (ex-Atlético Muçulmano), Abdul, Lírio (ex-Olipmique), Casimiro (ex-Ferroviário da Beira), Silva (ex-Sporting de Nampula), Vasco, Bebé, Sergito, Zize, Rogério, Avu, Jacinto (recém-promovido a sénior), Vieira (ex-Académica) e Macamo.

publicado por Vaxko Zakarias às 14:03
 O que é? |  O que é? | favorito

NACIR Armando já escolheu o plantel que vai, este ano, trajar de vermelho e branco, as cores tradicionais do Matchedje.

Do lote dos seleccionados estão, por enquanto, oito caras novas provenientes de vários quadrantes do país, algumas das quais conhecidas entre nós, como são os casos de Caló e Lewis, este último de nacionalidade congolesa e que na última temporada representou o Desportivo de Maputo.

Nacir Armando, técnico do Ferroviário de Nampula
Ora vejamos a lista a que a nossa Reportagem teve acesso ontem na despedida da equipa para a Zâmbia.

Nando, Victor (ex-Costa do Sol), Jaime (ex-Desportivo), Patrício (ex-Chingale), João, Paíto, Lewis (ex-Desportivo), Caló (ex-Atlético Muçulmano), Abdul, Lírio (ex-Olipmique), Casimiro (ex-Ferroviário da Beira), Silva (ex-Sporting de Nampula), Vasco, Bebé, Sergito, Zize, Rogério, Avu, Jacinto (recém-promovido a sénior), Vieira (ex-Académica) e Macamo.

publicado por Vaxko Zakarias às 14:03
 O que é? |  O que é? | favorito

O PRESIDENTE do Matchedje, Eugénio Chongo, a quem coube a missão de apresentar o seu “exército” ao ministro da Defesa Nacional, disse que o Matchedje vai pautar em todas as provas em que estiver envolvido este ano, principalmente no Moçambola, pela verdade desportiva.

O VICE-PRESIDENTE do Conselho Nacional do Desporto (CND), coronel Eugénio Chongo
“Sentimos que encontrámos a recta real do início da nossa competição oficial e sentimos que estamos em condições, a partir de agora, de fazer face a todas adversidades desportivas que nos esperam. Sabemos que o futebol de hoje joga-se em todas as vertentes, mas nós vamos usar apenas uma vertente que é a vertente, desportiva. Todas as outras poderão fazer parte, talvez não como as mais prioritárias. A prioritária será a verdade desportiva. Isso passa necessariamente por aplicarmos toda a nossa inteligência desportiva por forma a darmos resposta ao compromisso a que nos propusemos, que é a nos mantermos no Moçambola. Não queremos ser uma equipa de sobe-e-desce”, enfatizou.
publicado por Vaxko Zakarias às 14:02
 O que é? |  O que é? | favorito

O PRESIDENTE do Matchedje, Eugénio Chongo, a quem coube a missão de apresentar o seu “exército” ao ministro da Defesa Nacional, disse que o Matchedje vai pautar em todas as provas em que estiver envolvido este ano, principalmente no Moçambola, pela verdade desportiva.

O VICE-PRESIDENTE do Conselho Nacional do Desporto (CND), coronel Eugénio Chongo
“Sentimos que encontrámos a recta real do início da nossa competição oficial e sentimos que estamos em condições, a partir de agora, de fazer face a todas adversidades desportivas que nos esperam. Sabemos que o futebol de hoje joga-se em todas as vertentes, mas nós vamos usar apenas uma vertente que é a vertente, desportiva. Todas as outras poderão fazer parte, talvez não como as mais prioritárias. A prioritária será a verdade desportiva. Isso passa necessariamente por aplicarmos toda a nossa inteligência desportiva por forma a darmos resposta ao compromisso a que nos propusemos, que é a nos mantermos no Moçambola. Não queremos ser uma equipa de sobe-e-desce”, enfatizou.
publicado por Vaxko Zakarias às 14:02
 O que é? |  O que é? | favorito

AS equipas dos bairros do Chamanculo e Mafalala ficaram ontem pelo caminho na corrida ao título da XX edição do Torneio de Futebol Infanto-Juvenil da Cidade de Maputo, vulgo Bebec, abrindo espaço para uma final inédita, sábado, no campo do Desportivo.

Petiz do Inhagóia supera dois adversários do FPLM
Chamanculo e Mafalala foram afastados dos quartos-de-final pelas formações da Urbanização e Luís Cabral, ao perderem por 1-3 e 0-1, respectivamente, facto que acabou quebrando a tradição já consolidada por aquelas duas formações neste torneio como eternos favoritos à conquista do título.

O afastamento do Maxaquene, campeão em título e também do crónico candidato à conquista do ceptro, na fase distrital, tornou mais evidente a possibilidade de a final ser disputada por equipas sem grande expressão neste evento, casos da Urbanização e Zimpeto.

Aliás, Urbanização foi quem fez vida negra ao Chamanculo e isso já se podia antever, atendendo o brilhante desempenho daquela formação na fase de grupos, tendo se destacado na série “D”, à frente do FPLM.

Urbanização disputará o acesso à final com Inhagóia amanhã, no campo do Desportivo, naquilo que se antevê venha a ser a meia-final mais renhida.

Aliás, Inhagóia marcou presença nos “quartos” nas mesmas condições que o seu próximo adversário, uma vez que se notabilizou igualmente na série onde esteve inserido (B), à frente do Zimpeto. Esta formação merece também destaque. Conseguiu o apuramento para os quartos-de-final na condição de segundo classificado da série “B”, mas esteve à altura de afastar da corrida Malhangalene, que liderou o Grupo “D”. Porém, tem a missão mais complicada, visto que discutirá a transição para a final com Luís Cabral, que esteve em evidência na série “A”.

Feitas as contas, tudo indica que nenhuma formação pode considerar-se favorita, sendo que Luís Cabral e Inhagóia procuram cada o segundo título, enquanto Urbanização e Zimpeto tentam a primeira sorte.

25 DE JUNHO E HULENE REASSUMEM FAVORITISMO

A luta pelo título, em femininos, tem como principais candidatos as formações dos bairros 25 de Junho e Hulene, depois que se consumou o afastamento de Nsalene e Mavalane, que se celebrizaram na fase de grupos nas séries “B” e “D”, respectivamente à frente de Munhuana e Malhangalene.

Porém, a campeã 25 de Junho teve que suar no máximo para eliminar Malhangalene, que arrastou o jogo até às grandes penalidades, depois do nulo no tempo regulamentar. A campeã acabou vencendo por 2-1 e defrontará uma das equipas sensacionais desta edição, Munhuana, que, por seu turno, tirou da frente Mavalane, vencendo-o por 3-1.

Quem demonstrou poder foi Hulene. Afastou tranquilamente Aeroporto, também por 3-1, ao fim dos 50 minutos regulamentares. Disputará o acesso à final com Polana-Caniço, que bateu categoricamente Nsalene, por 2-0.

publicado por Vaxko Zakarias às 13:48
 O que é? |  O que é? | favorito

AS equipas dos bairros do Chamanculo e Mafalala ficaram ontem pelo caminho na corrida ao título da XX edição do Torneio de Futebol Infanto-Juvenil da Cidade de Maputo, vulgo Bebec, abrindo espaço para uma final inédita, sábado, no campo do Desportivo.

Petiz do Inhagóia supera dois adversários do FPLM
Chamanculo e Mafalala foram afastados dos quartos-de-final pelas formações da Urbanização e Luís Cabral, ao perderem por 1-3 e 0-1, respectivamente, facto que acabou quebrando a tradição já consolidada por aquelas duas formações neste torneio como eternos favoritos à conquista do título.

O afastamento do Maxaquene, campeão em título e também do crónico candidato à conquista do ceptro, na fase distrital, tornou mais evidente a possibilidade de a final ser disputada por equipas sem grande expressão neste evento, casos da Urbanização e Zimpeto.

Aliás, Urbanização foi quem fez vida negra ao Chamanculo e isso já se podia antever, atendendo o brilhante desempenho daquela formação na fase de grupos, tendo se destacado na série “D”, à frente do FPLM.

Urbanização disputará o acesso à final com Inhagóia amanhã, no campo do Desportivo, naquilo que se antevê venha a ser a meia-final mais renhida.

Aliás, Inhagóia marcou presença nos “quartos” nas mesmas condições que o seu próximo adversário, uma vez que se notabilizou igualmente na série onde esteve inserido (B), à frente do Zimpeto. Esta formação merece também destaque. Conseguiu o apuramento para os quartos-de-final na condição de segundo classificado da série “B”, mas esteve à altura de afastar da corrida Malhangalene, que liderou o Grupo “D”. Porém, tem a missão mais complicada, visto que discutirá a transição para a final com Luís Cabral, que esteve em evidência na série “A”.

Feitas as contas, tudo indica que nenhuma formação pode considerar-se favorita, sendo que Luís Cabral e Inhagóia procuram cada o segundo título, enquanto Urbanização e Zimpeto tentam a primeira sorte.

25 DE JUNHO E HULENE REASSUMEM FAVORITISMO

A luta pelo título, em femininos, tem como principais candidatos as formações dos bairros 25 de Junho e Hulene, depois que se consumou o afastamento de Nsalene e Mavalane, que se celebrizaram na fase de grupos nas séries “B” e “D”, respectivamente à frente de Munhuana e Malhangalene.

Porém, a campeã 25 de Junho teve que suar no máximo para eliminar Malhangalene, que arrastou o jogo até às grandes penalidades, depois do nulo no tempo regulamentar. A campeã acabou vencendo por 2-1 e defrontará uma das equipas sensacionais desta edição, Munhuana, que, por seu turno, tirou da frente Mavalane, vencendo-o por 3-1.

Quem demonstrou poder foi Hulene. Afastou tranquilamente Aeroporto, também por 3-1, ao fim dos 50 minutos regulamentares. Disputará o acesso à final com Polana-Caniço, que bateu categoricamente Nsalene, por 2-0.

publicado por Vaxko Zakarias às 13:48
 O que é? |  O que é? | favorito

O NADADOR infantil do Ferroviário da Beira Nuno Gomes foi o único recordista na jornada inaugural do Campeonato Nacional de Verão, que decorre desde segunda-feira na piscina Raimundo Franisse, na Associação de Natação da Cidade de Maputo (ANCM).

Campeonato de Natação da Cidade de Maputo (primeiro dia): Fixados dois novos recordes nacionais
Nuno Gomes, que se notabilizou no Campeonato Regional realizado recentemente na vizinha África do Sul, tendo conquistado várias medalhas de ouro, demonstrou mais uma vez que está a subir de nível e promete muito mais ao longo das próximas jornadas.

Nuno Gomes fixou o novo recorde na prova de 800 metros livres, com o tempo de 10.09.24 minutos, contra os 10.47.24 registados em 2007 por Claudie Champier, nadador do Golfinhos de Maputo, que é o actual campeão da cidade de Maputo.

A luta pelo título terá naturalmente como protagonistas o Golfinhos e o Ferroviário de Maputo, que foi destronado do título da cidade devido à saída de alguns dos seus nadadores preponderantes, casos de Gerúsio Matonse e os irmãos Allan e Jannat Bique, que desertaram para o Clube Tubarões de Maputo.

O “Nacional” prossegue ao fim desta tarde com a disputa da terceira jornada, em que serão movimentados os 50 metros livres e 200 mariposa, no que respeita ás provas individuais, e 4x100 livres, em estafetas, em todos os escalões e ambos sexos.

O dia de ontem foi reservado às provas de 50 metros costas, 400 livres e 4x50 estilos (estafetas), em todos escalões e ambos sexos.

Participam ainda neste campeonato o Grupo Desportivo de Maputo e Clube Náutico.

publicado por Vaxko Zakarias às 13:46
 O que é? |  O que é? | favorito

O NADADOR infantil do Ferroviário da Beira Nuno Gomes foi o único recordista na jornada inaugural do Campeonato Nacional de Verão, que decorre desde segunda-feira na piscina Raimundo Franisse, na Associação de Natação da Cidade de Maputo (ANCM).

Campeonato de Natação da Cidade de Maputo (primeiro dia): Fixados dois novos recordes nacionais
Nuno Gomes, que se notabilizou no Campeonato Regional realizado recentemente na vizinha África do Sul, tendo conquistado várias medalhas de ouro, demonstrou mais uma vez que está a subir de nível e promete muito mais ao longo das próximas jornadas.

Nuno Gomes fixou o novo recorde na prova de 800 metros livres, com o tempo de 10.09.24 minutos, contra os 10.47.24 registados em 2007 por Claudie Champier, nadador do Golfinhos de Maputo, que é o actual campeão da cidade de Maputo.

A luta pelo título terá naturalmente como protagonistas o Golfinhos e o Ferroviário de Maputo, que foi destronado do título da cidade devido à saída de alguns dos seus nadadores preponderantes, casos de Gerúsio Matonse e os irmãos Allan e Jannat Bique, que desertaram para o Clube Tubarões de Maputo.

O “Nacional” prossegue ao fim desta tarde com a disputa da terceira jornada, em que serão movimentados os 50 metros livres e 200 mariposa, no que respeita ás provas individuais, e 4x100 livres, em estafetas, em todos os escalões e ambos sexos.

O dia de ontem foi reservado às provas de 50 metros costas, 400 livres e 4x50 estilos (estafetas), em todos escalões e ambos sexos.

Participam ainda neste campeonato o Grupo Desportivo de Maputo e Clube Náutico.

publicado por Vaxko Zakarias às 13:46
 O que é? |  O que é? | favorito

FIM de conversa! Kaká vai permanecer no AC Milan, depois das conversações com o Manchester City não terem chegado a bom porto. A informação foi adiantada pelo site oficial do AC Milan

Kaká vencedor em 2007
Silvio Berlusconi, primeiro-ministro italiano e proprietário do clube, foi um dos elementos que mais forçou a permanência do brasileiro em San Siro.

“O Kaká vai ficar no Milan. Para ele o dinheiro não é tudo”, referiu Berlusconi à comunicação social italiana, após um dia de duras negociações. “Quando o ouvi dizer que prefere ficar connosco e que se sente um privilegiado por vestir a nossa camisola, disse aleluia e abracei-o. Ele valoriza a amizade e a afeição dos adeptos”, explicou Berlusconi.

Do lado do Manchester City foi Garry Cook, director executivo, a fazer as honras da casa. “O ManCity tem óbvio interesse em jogador de classe mundial, como Kaká, mas temos de garantir aos nossos adeptos que esses tipos de transferências funcionem a todos os níveis”, explicou Cook ao site do ManCity, sugerindo um desacordo nas conversações mantidas com a direcção rossoneri.

publicado por Vaxko Zakarias às 13:44
 O que é? |  O que é? | favorito

FIM de conversa! Kaká vai permanecer no AC Milan, depois das conversações com o Manchester City não terem chegado a bom porto. A informação foi adiantada pelo site oficial do AC Milan

Kaká vencedor em 2007
Silvio Berlusconi, primeiro-ministro italiano e proprietário do clube, foi um dos elementos que mais forçou a permanência do brasileiro em San Siro.

“O Kaká vai ficar no Milan. Para ele o dinheiro não é tudo”, referiu Berlusconi à comunicação social italiana, após um dia de duras negociações. “Quando o ouvi dizer que prefere ficar connosco e que se sente um privilegiado por vestir a nossa camisola, disse aleluia e abracei-o. Ele valoriza a amizade e a afeição dos adeptos”, explicou Berlusconi.

Do lado do Manchester City foi Garry Cook, director executivo, a fazer as honras da casa. “O ManCity tem óbvio interesse em jogador de classe mundial, como Kaká, mas temos de garantir aos nossos adeptos que esses tipos de transferências funcionem a todos os níveis”, explicou Cook ao site do ManCity, sugerindo um desacordo nas conversações mantidas com a direcção rossoneri.

publicado por Vaxko Zakarias às 13:44
 O que é? |  O que é? | favorito

O JOGO Negreira-Compostela, referente à terceira Divisão espanhola e disputado no último domingo, teve como protagonista uma mulher. Inma Cortiñas interrompeu o jogo, depois de ter entrado no relvado para amarrar-se ao poste da baliza da equipa da casa.

Esta foi o original protestado encontrado pela dita senhora para reclamar 1500 euros alegadamente devidos pelo clube da casa ao seu marido, David Cotrofe, actualmente ao serviço do Santa Comba.

Foi necessária a intervenção das autoridades, presentes no jogo, para que Inma fosse retirada do relvado, arriscando-se agora a pagar uma multa que pode ir dos três mil aos nove mil euros. A esposa do jogador disse depois que o casal tem sentido dificuldades para pagar a casa que possui em Lanzarote, a terra natal, e o aluguer da casa que ocupam na Galiza. “Com o que nos devem dava para pagar três meses de hipoteca”, disse ao “La Voz de Galicia”

publicado por Vaxko Zakarias às 13:43
 O que é? |  O que é? | favorito

O JOGO Negreira-Compostela, referente à terceira Divisão espanhola e disputado no último domingo, teve como protagonista uma mulher. Inma Cortiñas interrompeu o jogo, depois de ter entrado no relvado para amarrar-se ao poste da baliza da equipa da casa.

Esta foi o original protestado encontrado pela dita senhora para reclamar 1500 euros alegadamente devidos pelo clube da casa ao seu marido, David Cotrofe, actualmente ao serviço do Santa Comba.

Foi necessária a intervenção das autoridades, presentes no jogo, para que Inma fosse retirada do relvado, arriscando-se agora a pagar uma multa que pode ir dos três mil aos nove mil euros. A esposa do jogador disse depois que o casal tem sentido dificuldades para pagar a casa que possui em Lanzarote, a terra natal, e o aluguer da casa que ocupam na Galiza. “Com o que nos devem dava para pagar três meses de hipoteca”, disse ao “La Voz de Galicia”

publicado por Vaxko Zakarias às 13:43
 O que é? |  O que é? | favorito

SPORTING-PORTO e Benfica-Guimarães são os jogos das meias-finais da Taça da Liga, que se realizam a 4 de Fevereiro. O sorteio realizou-se ontem, na sede da Liga, no Porto

FC PORTO-HAMBURGO, 4-1
As meias-finais têm a particularidade de colocarem frente-a-frente adversários que já se enfrentaram várias vezes esta época: depois de perder a Supertaça com os leões, o F.C. Porto venceu em Alvalade para a Liga e passou na Taça de Portugal, no desempate por penaltes. O Benfica, por sua vez, venceu por duas vezes em Guimarães esta temporada, para a Liga, e para a 3ª fase da Taça da Liga.

Recorde-se que o Belenenses contesta a realização do sorteio, alegando que à luz dos regulamentos a quarta vaga nas meias-finais deveria ter-lhe sido atribuída, e não ao V. Guimarães. Os azuis ponderam avançar com a impugnação do sorteio.

publicado por Vaxko Zakarias às 13:40
 O que é? |  O que é? | favorito

SPORTING-PORTO e Benfica-Guimarães são os jogos das meias-finais da Taça da Liga, que se realizam a 4 de Fevereiro. O sorteio realizou-se ontem, na sede da Liga, no Porto

FC PORTO-HAMBURGO, 4-1
As meias-finais têm a particularidade de colocarem frente-a-frente adversários que já se enfrentaram várias vezes esta época: depois de perder a Supertaça com os leões, o F.C. Porto venceu em Alvalade para a Liga e passou na Taça de Portugal, no desempate por penaltes. O Benfica, por sua vez, venceu por duas vezes em Guimarães esta temporada, para a Liga, e para a 3ª fase da Taça da Liga.

Recorde-se que o Belenenses contesta a realização do sorteio, alegando que à luz dos regulamentos a quarta vaga nas meias-finais deveria ter-lhe sido atribuída, e não ao V. Guimarães. Os azuis ponderam avançar com a impugnação do sorteio.

publicado por Vaxko Zakarias às 13:40
 O que é? |  O que é? | favorito
Janeiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
15
17
18
21
24
25
29
30
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO