Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Sexta-feira, 16 DE Janeiro 2009
O CAMPEONATO do Mundo de Hóquei em Patins do Grupo A irá, sem sombra de dúvidas, marcar o ano de 2009 de 7 a 16 de Julho.
MUNDIAL DE HÓQUEI EM PATINS, MONTREUX-2007: Moçambique firme no Grupo “A”
Moçambique estará presente em Vigo, Espanha, naquela que é a maior competição planetária da modalidade a nível de selecções.

O grupo onde Moçambique estará inserido já é conhecido: Espanha, Angola e Colômbia vão cruzar o caminho da equipa nacional na luta pelo apuramento para os quartos-de-final. Numa reacção a este grupo, alguns atletas fazem uma apreciação muito optimista, e são unânimes em afirmar que Moçambique tem chances para ser, pelo menos, segundo classificado e, consequentemente, transitar para os “quartos”.

Bruno Pimentel, “capitão” da Selecção Nacional, José Wilson Sigalette (Siga) e Spiros Esculudes (Kiko), um trio que desempenha um papel fundamental na turma moçambicana, apontam que a “batalha” pelo acesso à próxima fase será travada com Angola, adversário com quem tem esgrimido fervorosos despiques.

Os atletas acreditam que a equipa nacional tem potencial para superar os angolanos, porém advertem que uma prestação positiva está dependente da preparação.

O trio é de opinião que a selecção deverá realizar o maior número de jogos possíveis e de preferência frente a equipas de nível mundial se quiser superar os angolanos. Numa análise ao grupo, apontam Espanha, bicampeã do mundo, como sendo favorita não só a ocupar a primeira posição, como a conquistar o ceptro e colocam a Colômbia como a selecção mais acessível, e, por isso, a que Moçambique tem a obrigação de ganhar.

publicado por Vaxko Zakarias às 13:04
 O que é? |  O que é? | favorito
O CAMPEONATO do Mundo de Hóquei em Patins do Grupo A irá, sem sombra de dúvidas, marcar o ano de 2009 de 7 a 16 de Julho.
MUNDIAL DE HÓQUEI EM PATINS, MONTREUX-2007: Moçambique firme no Grupo “A”
Moçambique estará presente em Vigo, Espanha, naquela que é a maior competição planetária da modalidade a nível de selecções.

O grupo onde Moçambique estará inserido já é conhecido: Espanha, Angola e Colômbia vão cruzar o caminho da equipa nacional na luta pelo apuramento para os quartos-de-final. Numa reacção a este grupo, alguns atletas fazem uma apreciação muito optimista, e são unânimes em afirmar que Moçambique tem chances para ser, pelo menos, segundo classificado e, consequentemente, transitar para os “quartos”.

Bruno Pimentel, “capitão” da Selecção Nacional, José Wilson Sigalette (Siga) e Spiros Esculudes (Kiko), um trio que desempenha um papel fundamental na turma moçambicana, apontam que a “batalha” pelo acesso à próxima fase será travada com Angola, adversário com quem tem esgrimido fervorosos despiques.

Os atletas acreditam que a equipa nacional tem potencial para superar os angolanos, porém advertem que uma prestação positiva está dependente da preparação.

O trio é de opinião que a selecção deverá realizar o maior número de jogos possíveis e de preferência frente a equipas de nível mundial se quiser superar os angolanos. Numa análise ao grupo, apontam Espanha, bicampeã do mundo, como sendo favorita não só a ocupar a primeira posição, como a conquistar o ceptro e colocam a Colômbia como a selecção mais acessível, e, por isso, a que Moçambique tem a obrigação de ganhar.

publicado por Vaxko Zakarias às 13:04
 O que é? |  O que é? | favorito

JULINHO assinou na noite de quarta-feira contrato com o Desportivo válido por uma época.

Julinho, “capitão” do Costa do Sol
O atleta polivalente (defesa e médio) decidiu-se assim pelo clube “alvi-negro” após algum impasse, já que o Maxaquene, Ferroviário de Maputo e Atlético Muçulmano mostraram interesse em contratá-lo.

Julinho, que esteve desde o princípio da semana a treinar no Desportivo, mas sem contrato, diz que o que lhe motivou a assinar é o facto de poder trabalhar com Artur Semedo e ver neste clube uma boa oportunidade de relançar a sua carreira. Sublinhe-se que Julinho sempre representou o Costa do Sol. Não constituindo primeira opção de João Chissano nos últimos tempos, optou por mudar de ares.

“É um prazer voltar a trabalhar com o “mister” Semedo. Nunca tive a oportunidade de trabalhar com ele num clube, foi apenas na selecção e gostei da experiência. Dos clubes que me contactaram sempre tive o Desportivo como primeira opção. Gosto do clube e tenho boas chances de jogar e, quiçá, voltar à Selecção Nacional”, sublinhou.

A direcção “alvi-negra” assegurou assim mais um reforço de peso, depois do guarda-redes Marcelino (ex-Liga Muçulmana) e o avançado Aníbal (ex-Atlético Muçulmano), um dos melhores “artilheiros” do campeonato na época passada.

publicado por Vaxko Zakarias às 13:03
 O que é? |  O que é? | favorito

JULINHO assinou na noite de quarta-feira contrato com o Desportivo válido por uma época.

Julinho, “capitão” do Costa do Sol
O atleta polivalente (defesa e médio) decidiu-se assim pelo clube “alvi-negro” após algum impasse, já que o Maxaquene, Ferroviário de Maputo e Atlético Muçulmano mostraram interesse em contratá-lo.

Julinho, que esteve desde o princípio da semana a treinar no Desportivo, mas sem contrato, diz que o que lhe motivou a assinar é o facto de poder trabalhar com Artur Semedo e ver neste clube uma boa oportunidade de relançar a sua carreira. Sublinhe-se que Julinho sempre representou o Costa do Sol. Não constituindo primeira opção de João Chissano nos últimos tempos, optou por mudar de ares.

“É um prazer voltar a trabalhar com o “mister” Semedo. Nunca tive a oportunidade de trabalhar com ele num clube, foi apenas na selecção e gostei da experiência. Dos clubes que me contactaram sempre tive o Desportivo como primeira opção. Gosto do clube e tenho boas chances de jogar e, quiçá, voltar à Selecção Nacional”, sublinhou.

A direcção “alvi-negra” assegurou assim mais um reforço de peso, depois do guarda-redes Marcelino (ex-Liga Muçulmana) e o avançado Aníbal (ex-Atlético Muçulmano), um dos melhores “artilheiros” do campeonato na época passada.

publicado por Vaxko Zakarias às 13:03
 O que é? |  O que é? | favorito

A DIRECÇÃO Provincial do Futebol Infanto-Juvenil de Sofala, vulgo BEBEC, está praticamente dividida por alegadamente existir uso indevido do fundo destinado à descoberta de talentos naquela modalidade a nível da cidade da Beira.

Com efeito, o administrativo da organização, Luís Sutho, passou a liderar uma “ala” que acusa o delegado provincial, Abel da Barca, de falsificação das assinaturas dos representantes dos bairros e desvio de subsídios. Enquanto isso, Da Barca assegura que está sendo vítima de usurpação de poderes e admite colocar o seu lugar à disposição caso os protagonistas não se demitam.

Tudo começou quando o responsável pela área de Planificação no BEBEC em Sofala, Ludjero Cândido, acusou, em conferência de Imprensa, as estruturas centrais daquele organismo de não estarem a cumprir com os desembolsos dos fundos atinentes à realização da quarta edição -2008/2009. Cândido chegou mesmo a apontar o “boss” administrativo da direcção nacional, Venâncio Maló, de ser o “cabecilha” em muitos desmandos que acontecem na Beira.

Este facto fez com que houvesse um encontro “relâmpago” a nível da cidade da Beira e que resultou na confirmação de depósitos dos fundos, bem como em suspensão de Ludjero Cândido, uma medida tomada pela “ala” liderada por Luís Sutho, sem, no entanto, ter aval do delegado provincial, Abel da Barca.

Sutho disse ainda que a posição da sua “ala” deve-se ao facto de Ludjero Cândido ter proferido inverdades durante a conferência de Imprensa, bem como ter desviado 51 bolas do BEBEC. Referiu que o posicionamento do responsável máximo da organização, Abel da Barca, não tem peso algum pelo facto de este ser inoperacional, tendo ainda o acusado de falsificação de assinaturas dos delegados dos bairros para o posterior desvio de subsídios do mês de Janeiro de 2008. Disse ter sido por esta razão que a sua “ala” abriu uma conta bancária para a agremiação a que da Barca não tem acesso.

Perante este facto, Abel da Barca disse, em conferência de Imprensa, que há usurpação de poderes e acusa os membros Luís Sutho, Agostinho Gomes e Fátima Maite (os três com direito à assinatura dos cheques da organização) de estarem a provocar desmandos.

Da Barca revelou que os visados não prestão contas à agremiação, mas sim ao responsável da administração a nível central, Venâncio Maló, que é considerado culpado por registo de muitos problemas na Beira.

Refira-se que Luís Sutho já teve problemas similares no futebol feminino, facto que pode ter enfraquecido a movimentação desta modalidade em Sofala.

Enquanto a direcção troca acusações, as principais vítimas são as crianças que, vezes sem conta, são obrigadas a percorrer longas distâncias a pé para efectuar um jogo. Vezes há também em que depois desta “ginástica” chegam ao local inicialmente definido e não encontram os responsáveis por alegadamente a partida ter sido adiada e transferida para um outro campo sem prévio aviso aos petizes.

publicado por Vaxko Zakarias às 13:02
 O que é? |  O que é? | favorito

A DIRECÇÃO Provincial do Futebol Infanto-Juvenil de Sofala, vulgo BEBEC, está praticamente dividida por alegadamente existir uso indevido do fundo destinado à descoberta de talentos naquela modalidade a nível da cidade da Beira.

Com efeito, o administrativo da organização, Luís Sutho, passou a liderar uma “ala” que acusa o delegado provincial, Abel da Barca, de falsificação das assinaturas dos representantes dos bairros e desvio de subsídios. Enquanto isso, Da Barca assegura que está sendo vítima de usurpação de poderes e admite colocar o seu lugar à disposição caso os protagonistas não se demitam.

Tudo começou quando o responsável pela área de Planificação no BEBEC em Sofala, Ludjero Cândido, acusou, em conferência de Imprensa, as estruturas centrais daquele organismo de não estarem a cumprir com os desembolsos dos fundos atinentes à realização da quarta edição -2008/2009. Cândido chegou mesmo a apontar o “boss” administrativo da direcção nacional, Venâncio Maló, de ser o “cabecilha” em muitos desmandos que acontecem na Beira.

Este facto fez com que houvesse um encontro “relâmpago” a nível da cidade da Beira e que resultou na confirmação de depósitos dos fundos, bem como em suspensão de Ludjero Cândido, uma medida tomada pela “ala” liderada por Luís Sutho, sem, no entanto, ter aval do delegado provincial, Abel da Barca.

Sutho disse ainda que a posição da sua “ala” deve-se ao facto de Ludjero Cândido ter proferido inverdades durante a conferência de Imprensa, bem como ter desviado 51 bolas do BEBEC. Referiu que o posicionamento do responsável máximo da organização, Abel da Barca, não tem peso algum pelo facto de este ser inoperacional, tendo ainda o acusado de falsificação de assinaturas dos delegados dos bairros para o posterior desvio de subsídios do mês de Janeiro de 2008. Disse ter sido por esta razão que a sua “ala” abriu uma conta bancária para a agremiação a que da Barca não tem acesso.

Perante este facto, Abel da Barca disse, em conferência de Imprensa, que há usurpação de poderes e acusa os membros Luís Sutho, Agostinho Gomes e Fátima Maite (os três com direito à assinatura dos cheques da organização) de estarem a provocar desmandos.

Da Barca revelou que os visados não prestão contas à agremiação, mas sim ao responsável da administração a nível central, Venâncio Maló, que é considerado culpado por registo de muitos problemas na Beira.

Refira-se que Luís Sutho já teve problemas similares no futebol feminino, facto que pode ter enfraquecido a movimentação desta modalidade em Sofala.

Enquanto a direcção troca acusações, as principais vítimas são as crianças que, vezes sem conta, são obrigadas a percorrer longas distâncias a pé para efectuar um jogo. Vezes há também em que depois desta “ginástica” chegam ao local inicialmente definido e não encontram os responsáveis por alegadamente a partida ter sido adiada e transferida para um outro campo sem prévio aviso aos petizes.

publicado por Vaxko Zakarias às 13:02
 O que é? |  O que é? | favorito

AS equipas dos bairros de Chamanculo e Luís Cabral, na série “A”, Inhagóia, na “B”, e Malhangalene, na “D”, são as outras apuradas para os quartos-de-final da XXª edição do Torneio de Futebol Infanto-Juvenil, vulgo Bebec, que amanhã encerra a disputa do acesso à fase decisiva deste evento.

A pequenada vai dando “show” de futebol
Estas formações juntam-se à Urbanização e FPLM, na série “C”, que foram as primeiras a se qualificarem. Urbanização e FPLM jogaram entre si ontem de manhã, tendo a primeira formação ganho por 3-1.

Para garantirem o apuramento, Chamanculo e Luís Cabral voltaram a triunfar ontem, permanecendo, deste modo, colados no topo e com uma vantagem que lhes manterá intactos até à conclusão desta fase, amanhã. Maior destaque vai para o Chamanculo, que goleou o frágil conjunto do Chamissava da Catembe, por 6-1. Luís Cabral venceu, por seu turno, Xipamanine, por 2-1.

Enquanto isso, Inhagóia e Malhangalene asseguraram a transição também ontem com as vitórias sobre Aeroporto e 3 de Fevereiro, respectivamente, por 1-0 e 3-0.

Entretanto, Zimpeto e Aeroporto vão disputar a última vaga na série “B” no jogo entre si. A situação é mais complicada na série “D”, onde Mafalala, 3 de Fevereiro e Inhaca concorrem para a última vaga, uma vez que estão igualados em pontos.

Mas mais complicada está a situação de Mafalala, que defronta o líder do grupo na jornada de encerramento. Inhaca e 3 de Fevereiro tentarão a sua sorte entre si.

Hoje é dia de descanso das equipas.

publicado por Vaxko Zakarias às 13:00
 O que é? |  O que é? | favorito

AS equipas dos bairros de Chamanculo e Luís Cabral, na série “A”, Inhagóia, na “B”, e Malhangalene, na “D”, são as outras apuradas para os quartos-de-final da XXª edição do Torneio de Futebol Infanto-Juvenil, vulgo Bebec, que amanhã encerra a disputa do acesso à fase decisiva deste evento.

A pequenada vai dando “show” de futebol
Estas formações juntam-se à Urbanização e FPLM, na série “C”, que foram as primeiras a se qualificarem. Urbanização e FPLM jogaram entre si ontem de manhã, tendo a primeira formação ganho por 3-1.

Para garantirem o apuramento, Chamanculo e Luís Cabral voltaram a triunfar ontem, permanecendo, deste modo, colados no topo e com uma vantagem que lhes manterá intactos até à conclusão desta fase, amanhã. Maior destaque vai para o Chamanculo, que goleou o frágil conjunto do Chamissava da Catembe, por 6-1. Luís Cabral venceu, por seu turno, Xipamanine, por 2-1.

Enquanto isso, Inhagóia e Malhangalene asseguraram a transição também ontem com as vitórias sobre Aeroporto e 3 de Fevereiro, respectivamente, por 1-0 e 3-0.

Entretanto, Zimpeto e Aeroporto vão disputar a última vaga na série “B” no jogo entre si. A situação é mais complicada na série “D”, onde Mafalala, 3 de Fevereiro e Inhaca concorrem para a última vaga, uma vez que estão igualados em pontos.

Mas mais complicada está a situação de Mafalala, que defronta o líder do grupo na jornada de encerramento. Inhaca e 3 de Fevereiro tentarão a sua sorte entre si.

Hoje é dia de descanso das equipas.

publicado por Vaxko Zakarias às 13:00
 O que é? |  O que é? | favorito

ARJEN Robben está a voltar aos seus melhores tempos, mas o jogador holandês do Real Madrid não se deixa deslumbrar.

Messi é o melhor é de outro planeta
Quando lhe falam numa comparação com Messi, marca as distâncias: o argentino do Barcelona “é de outro planeta”.

“É o melhor jogador do mundo. Está numa forma magnífica, para mim é de outro planeta”, afirmou Robben esta quarta-feira, em conferência de Imprensa, reforçando a ideia: “É o melhor, diferente”.

Robben fala depois do seu momento de forma e diz que a diferença é estar agora livre de lesões: “Estou bem, mas pode-se sempre melhorar. Preciso de estar fisicamente bem para poder jogar como quero, e agora estou. Mas também posso melhorar em coisas como a finalização”.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:59
 O que é? |  O que é? | favorito

ARJEN Robben está a voltar aos seus melhores tempos, mas o jogador holandês do Real Madrid não se deixa deslumbrar.

Messi é o melhor é de outro planeta
Quando lhe falam numa comparação com Messi, marca as distâncias: o argentino do Barcelona “é de outro planeta”.

“É o melhor jogador do mundo. Está numa forma magnífica, para mim é de outro planeta”, afirmou Robben esta quarta-feira, em conferência de Imprensa, reforçando a ideia: “É o melhor, diferente”.

Robben fala depois do seu momento de forma e diz que a diferença é estar agora livre de lesões: “Estou bem, mas pode-se sempre melhorar. Preciso de estar fisicamente bem para poder jogar como quero, e agora estou. Mas também posso melhorar em coisas como a finalização”.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:59
 O que é? |  O que é? | favorito
Janeiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
15
17
18
21
24
25
29
30
31
subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO