Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Sexta-feira, 12 DE Dezembro 2008

INTITULADA “A minha vida em 1 minuto, 55 segundos e 11 centésimos” foi ontem lançada a biografia de Maria de Lurdes Mutola, a atleta moçambicana campeã mundial e olímpica dos 800 metros.

O livro foi escrito pela jornalista e escritora portuguesa Catarina Nunes, que em trezentas páginas conta as passagens mais brilhantes da “menina de ouro”. Passagens que, aliás, são tocadas no prefácio da autoria do conceituado escritor moçambicano, Mia Couto.

Esta, que é a primeira edição, durou dois anos a ser preparada e conta com quatro mil exemplares, que serão em breve comercializados.

São trezentas páginas que falam um pouco de tudo da vida de Lurdes Mutola desde a sua infância passada no bairro do Chamanculo, arredores da cidade de Maputo à sua viagem para um mundo completamente diferente, mais particularmente os Estados Unidos da América.

Os conselhos que o pai de atleta lhe deu quando no início da carreira, o apoio e carinho prestado por José Craveirinha para hoje se tornar num “ícone” do atletismo mundial e os projectos para o futuro assentes nos projecto da sua fundação são algumas das linhas em destaque.

Basicamente o livro é preenchido pelos feitos da rainha dos 800 metros: medalhas conquistadas, os seus recordes, e como não podia deixar de ser, as vitórias no Campeonato do Mundo e nos Jogos Olímpicos.

A biografia de Lurdes Mutola é contada a “cores” onde não faltam fotos lindas desde a sua infância até aos tempos de hoje.

O lançamento da referida obra parte de uma iniciativa da Fundação Lurdes Mutola e do Millenium Bim, numa merecida homenagem à maior atleta moçambicana d todos os tempos, bem como o registo de um legado riquíssimo e obrigatório para todos os moçambicanos e gerações vindouras.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:07
 O que é? |  O que é? | favorito

INTITULADA “A minha vida em 1 minuto, 55 segundos e 11 centésimos” foi ontem lançada a biografia de Maria de Lurdes Mutola, a atleta moçambicana campeã mundial e olímpica dos 800 metros.

O livro foi escrito pela jornalista e escritora portuguesa Catarina Nunes, que em trezentas páginas conta as passagens mais brilhantes da “menina de ouro”. Passagens que, aliás, são tocadas no prefácio da autoria do conceituado escritor moçambicano, Mia Couto.

Esta, que é a primeira edição, durou dois anos a ser preparada e conta com quatro mil exemplares, que serão em breve comercializados.

São trezentas páginas que falam um pouco de tudo da vida de Lurdes Mutola desde a sua infância passada no bairro do Chamanculo, arredores da cidade de Maputo à sua viagem para um mundo completamente diferente, mais particularmente os Estados Unidos da América.

Os conselhos que o pai de atleta lhe deu quando no início da carreira, o apoio e carinho prestado por José Craveirinha para hoje se tornar num “ícone” do atletismo mundial e os projectos para o futuro assentes nos projecto da sua fundação são algumas das linhas em destaque.

Basicamente o livro é preenchido pelos feitos da rainha dos 800 metros: medalhas conquistadas, os seus recordes, e como não podia deixar de ser, as vitórias no Campeonato do Mundo e nos Jogos Olímpicos.

A biografia de Lurdes Mutola é contada a “cores” onde não faltam fotos lindas desde a sua infância até aos tempos de hoje.

O lançamento da referida obra parte de uma iniciativa da Fundação Lurdes Mutola e do Millenium Bim, numa merecida homenagem à maior atleta moçambicana d todos os tempos, bem como o registo de um legado riquíssimo e obrigatório para todos os moçambicanos e gerações vindouras.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:07
 O que é? |  O que é? | favorito

O FERROVIÁRIO de Maputo acaba de perder os seus melhores atletas de natação, nomeadamente os irmãos Allan e Jannat Bique, nos escalões de formação, e ainda Gerúsio e Leonel Matonse, nos seniores. Estes são os nomes sonantes de um grupo de 12 nadadores que representavam os “locomotivas” passam a representar o clube Tubarões, recentemente criado na cidade de Maputo.

Trata-se dum duro golpe para o Departamento de Natação dos “locomotivas” da capital do país, que dificilmente conseguirão apresentar este ano atletas com qualidade suficiente para rivalizar com os Golfinhos de Maputo, um dos emblemas mais fortes da actualidade.

Allan e Jannat Bique foram apresentados pelo seu novo clube na última quinta-feira, num acto que marcou a primeira aparição do novo clube. Frederico dos Santos, que também representou o Ferroviário de Maputo no passado como atleta e depois treinador, é o técnico principal dos Tubarões.

Dos Santos disse ao “Notícias” que os Tubarões vieram para ficar e pretendem nos próximos dois ou três anos colocarem-se no pódio da natação em Moçambique, estando para e por isso a juntar os melhores nadadores.

Queremos começar fortes e temos hoje estes atletas com capacidade provada em competições nacionais e internacionais. Outros virão nas próximas épocas e vamos formar outros nadadores porque temos qualidade para isso”, disse o treinador.

O técnico explicou que na primeira fase a piscina Raimundo Franisse será o “quartel general” dos Tubarões, podendo no futuro obter o seu próprio espaço, à semelhança do que aconteceu com os Golfinhos.

Comentando a saída dos irmãos Bique do Ferroviário para os Tubarões, o pai dos atletas, Firdosse Bique, disse que neste momento o Ferroviário não está interessado numa boa prestação do seu Departamento de Natação, podendo regressar ao clube se um dia Filipe Nhussi assumir a presidência.

O Ferroviário não consegue fazer o mínimo para os atletas. Os nadadores vivem na Matola e o clube não pode pagar transporte. Encontramos um chapeiro que garante isso e juntamo-nos a esse chapeiro. Estes nadadores bateram 50 recordes nacionais pelo Ferroviário de Maputo, cujo director executivo, Sérgio Kanji, nem sequer conseguiu dizer obrigado. Limitou-se a dar-nos um papel de desvinculação definitiva”, desabafou o pai Bique.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:00
 O que é? |  O que é? | favorito

O FERROVIÁRIO de Maputo acaba de perder os seus melhores atletas de natação, nomeadamente os irmãos Allan e Jannat Bique, nos escalões de formação, e ainda Gerúsio e Leonel Matonse, nos seniores. Estes são os nomes sonantes de um grupo de 12 nadadores que representavam os “locomotivas” passam a representar o clube Tubarões, recentemente criado na cidade de Maputo.

Trata-se dum duro golpe para o Departamento de Natação dos “locomotivas” da capital do país, que dificilmente conseguirão apresentar este ano atletas com qualidade suficiente para rivalizar com os Golfinhos de Maputo, um dos emblemas mais fortes da actualidade.

Allan e Jannat Bique foram apresentados pelo seu novo clube na última quinta-feira, num acto que marcou a primeira aparição do novo clube. Frederico dos Santos, que também representou o Ferroviário de Maputo no passado como atleta e depois treinador, é o técnico principal dos Tubarões.

Dos Santos disse ao “Notícias” que os Tubarões vieram para ficar e pretendem nos próximos dois ou três anos colocarem-se no pódio da natação em Moçambique, estando para e por isso a juntar os melhores nadadores.

Queremos começar fortes e temos hoje estes atletas com capacidade provada em competições nacionais e internacionais. Outros virão nas próximas épocas e vamos formar outros nadadores porque temos qualidade para isso”, disse o treinador.

O técnico explicou que na primeira fase a piscina Raimundo Franisse será o “quartel general” dos Tubarões, podendo no futuro obter o seu próprio espaço, à semelhança do que aconteceu com os Golfinhos.

Comentando a saída dos irmãos Bique do Ferroviário para os Tubarões, o pai dos atletas, Firdosse Bique, disse que neste momento o Ferroviário não está interessado numa boa prestação do seu Departamento de Natação, podendo regressar ao clube se um dia Filipe Nhussi assumir a presidência.

O Ferroviário não consegue fazer o mínimo para os atletas. Os nadadores vivem na Matola e o clube não pode pagar transporte. Encontramos um chapeiro que garante isso e juntamo-nos a esse chapeiro. Estes nadadores bateram 50 recordes nacionais pelo Ferroviário de Maputo, cujo director executivo, Sérgio Kanji, nem sequer conseguiu dizer obrigado. Limitou-se a dar-nos um papel de desvinculação definitiva”, desabafou o pai Bique.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:00
 O que é? |  O que é? | favorito

UMA parada de “estrelas” nacionais marcará presença amanhã, nos “courts” do Jardim Tunduro, no torneio de ténis denominado “Master Cup”, que visa encerrar a época-2008.

Serão ao todo 13 os atletas que mostraram as suas habilidades na “cadetral” do ténis, a saber: Feliciano dos Santos, campeão nacional, El Dorado Dabula, vice-campeão, Isac Jorge, António Sábado, Jonas Alberto, Emídio Machaeie, Ercílio Seda, Paulo Máquina, Osvaldo Mbuva, Josefa Sinio, Leopoldo Máquina, Luís António, Afhly Mayer e Carlos Mandlate. Ataíde Mussagy, que se encontra nos Estados Unidos da América a estudar, é o grande ausente.

A prova será disputada apenas em singulares masculinos, num sistema de todos contra todos.Feliciano dos Santos, campeão nacional e vencedor do torneio “Emose”, organizado anualmente, é o principal candidato a conquistar o troféu.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:58
 O que é? |  O que é? | favorito

UMA parada de “estrelas” nacionais marcará presença amanhã, nos “courts” do Jardim Tunduro, no torneio de ténis denominado “Master Cup”, que visa encerrar a época-2008.

Serão ao todo 13 os atletas que mostraram as suas habilidades na “cadetral” do ténis, a saber: Feliciano dos Santos, campeão nacional, El Dorado Dabula, vice-campeão, Isac Jorge, António Sábado, Jonas Alberto, Emídio Machaeie, Ercílio Seda, Paulo Máquina, Osvaldo Mbuva, Josefa Sinio, Leopoldo Máquina, Luís António, Afhly Mayer e Carlos Mandlate. Ataíde Mussagy, que se encontra nos Estados Unidos da América a estudar, é o grande ausente.

A prova será disputada apenas em singulares masculinos, num sistema de todos contra todos.Feliciano dos Santos, campeão nacional e vencedor do torneio “Emose”, organizado anualmente, é o principal candidato a conquistar o troféu.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:58
 O que é? |  O que é? | favorito

Confirmou-se o que já se previa. A selecção nacional de basquetebol feminino renovou o título, conquistando a medalha de ouro, ontem à noite, diante de Angola por 71-41. Já em masculinos, a preciosa medalha foi para os angolanos que venceram por 81-72 a Moçambique, numa final electrizante e imprópria para cardíacos. Ainda ontem, o quarteto Jéssica e Stagno, Jéssica Cossa, Raquel Lourenço e Faina Selete amealhou mais um bronze, na estafeta de 4x100 estilos, ao conseguir a marca de 5.10.95 minutos. O ténis também entrou na lista dos medalhados com bronze, através da dupla mista constituída por Nicolau Chung/Narcisa Nhamitambo que bateu o Malawi por 2-0, com os parciais de 6-1 e 6-1. Moçambique termina a sua participação nesta terceira edição dos jogos da SADC (SCSA).

As meninas de basquetebol mais uma vez passearam a sua classe e desta feita diante do rival Angola que vinha para esta final decidida a contrariar o favoritismo das moçambicanas.

Aliás, as angolanas até entraram bem para o jogo, aproveitando-se ainda do período de nervosismo do seu adversário que demorou algum tempo a encontrar-se. O primeiro período terminou com Angola a vencer por um ponto de diferença (14-13). Mas daí para frente só se viu a selecção moçambicana a encher o saco e, por pouco, as angolanas não desistiam por contestarem algumas decisões dos árbitros. Ao intervalo já estava em 35-21, para no final o marcador acusar 71-41.

RESISTIR ATÉ AO FIM

Em masculinos, Angola foi muito forte nos momentos decisivos e, mais uma vez, veio ao de cima a fraqueza dos moçambicanos, principalmente nos lances livres. Só que decorreu de forma espectacular com o cesto cá e cesto acolá.

Angola comandou e terminou o primeiro período a ganhar por 22-21, para ao intervalo dilatar o “score” para cinco pontos de diferença (40-35).

Os moçambicanos encetaram uma reviravolta espectacular e chegaram ao terceiro período já a vencerem por 64-56. Mas como os erros se pagam caro, Moçambique acabou sofrendo. A quatro minutos do fim, permitiu que Angola passasse para frente no marcador para do pódio nunca mais sair. No final, o marcador acusava 81-72.

No final, a bandeira de Moçambique subia mais alto enquanto se ouvia “Pátria Amada” que era entoado pela primeira e última vez nestes jogos.

As selecções de basquetebol regressam hoje a Maputo enquanto a restante delegação só amanhã.

QUADRO DE MEDALHAS ATÉ AO SEXTO DIA


OURO PRATA BRONZE TOTAL

África do Sul 45 29 11 85

Namíbia 14 18 21 53

Zimbabwe 05 06 11 22

Botswana 03 10 10 23

Lesotho 02 03 06 11

Zâmbia 01 02 05 08

Moçambique 00 01 05 06

Angola 00 00 04 04

Suazilândia 00 00 03 03

Malawi 00 00 01 01

  • GIL CARVALHO, em Potchefstroom
publicado por Vaxko Zakarias às 11:48
 O que é? |  O que é? | favorito

Confirmou-se o que já se previa. A selecção nacional de basquetebol feminino renovou o título, conquistando a medalha de ouro, ontem à noite, diante de Angola por 71-41. Já em masculinos, a preciosa medalha foi para os angolanos que venceram por 81-72 a Moçambique, numa final electrizante e imprópria para cardíacos. Ainda ontem, o quarteto Jéssica e Stagno, Jéssica Cossa, Raquel Lourenço e Faina Selete amealhou mais um bronze, na estafeta de 4x100 estilos, ao conseguir a marca de 5.10.95 minutos. O ténis também entrou na lista dos medalhados com bronze, através da dupla mista constituída por Nicolau Chung/Narcisa Nhamitambo que bateu o Malawi por 2-0, com os parciais de 6-1 e 6-1. Moçambique termina a sua participação nesta terceira edição dos jogos da SADC (SCSA).

As meninas de basquetebol mais uma vez passearam a sua classe e desta feita diante do rival Angola que vinha para esta final decidida a contrariar o favoritismo das moçambicanas.

Aliás, as angolanas até entraram bem para o jogo, aproveitando-se ainda do período de nervosismo do seu adversário que demorou algum tempo a encontrar-se. O primeiro período terminou com Angola a vencer por um ponto de diferença (14-13). Mas daí para frente só se viu a selecção moçambicana a encher o saco e, por pouco, as angolanas não desistiam por contestarem algumas decisões dos árbitros. Ao intervalo já estava em 35-21, para no final o marcador acusar 71-41.

RESISTIR ATÉ AO FIM

Em masculinos, Angola foi muito forte nos momentos decisivos e, mais uma vez, veio ao de cima a fraqueza dos moçambicanos, principalmente nos lances livres. Só que decorreu de forma espectacular com o cesto cá e cesto acolá.

Angola comandou e terminou o primeiro período a ganhar por 22-21, para ao intervalo dilatar o “score” para cinco pontos de diferença (40-35).

Os moçambicanos encetaram uma reviravolta espectacular e chegaram ao terceiro período já a vencerem por 64-56. Mas como os erros se pagam caro, Moçambique acabou sofrendo. A quatro minutos do fim, permitiu que Angola passasse para frente no marcador para do pódio nunca mais sair. No final, o marcador acusava 81-72.

No final, a bandeira de Moçambique subia mais alto enquanto se ouvia “Pátria Amada” que era entoado pela primeira e última vez nestes jogos.

As selecções de basquetebol regressam hoje a Maputo enquanto a restante delegação só amanhã.

QUADRO DE MEDALHAS ATÉ AO SEXTO DIA


OURO PRATA BRONZE TOTAL

África do Sul 45 29 11 85

Namíbia 14 18 21 53

Zimbabwe 05 06 11 22

Botswana 03 10 10 23

Lesotho 02 03 06 11

Zâmbia 01 02 05 08

Moçambique 00 01 05 06

Angola 00 00 04 04

Suazilândia 00 00 03 03

Malawi 00 00 01 01

  • GIL CARVALHO, em Potchefstroom
publicado por Vaxko Zakarias às 11:48
 O que é? |  O que é? | favorito

FICOU concluída esta semana a fase de grupos da Liga dos Campeões Europeus em futebol, com a realização da sexta e última jornada. O Chelsea, Roma e o Panathinaikos, clube grego onde alinha o moçambicano Simão, garantiram os três lugares que estavam ainda em aberto para os oitavos-de-final.

Posto isto, já é possível avançar que confrontos poderá se assistir nos oitavos-de-final. Assim os primeiros classificados, nomeadamente Roma (Grupo A), Panathinaikos (Grupo B), Barcelona (Grupo C), Liverpool (Grupo D), Manchester (Grupo E), Bayern de Munique (Grupo F), F.C Porto (Grupo G) e Juventus (Grupo H) poderão enfrentar nos “oitavos” os segundos classificados, a saber: Chelsea (Grupo A), Inter de Milão )Grupo B), Sporting (Grupo C), Atlético de Madrid (Grupo D), Vilarreal (Grupo E), Lyon (Grupo F), Arsenal (Grupo G) e Real Madrid (Grupo H). Ou seja os primeiros e segundos nunca poderão se defrontar nos oitavos-de-final.

SIMÃO EM ALTA

Moçambique estará representado nos oitavos-de-final da “Champion League” , depois da equipa do Panathinaikos, equipa do moçambicano Simão Mathe, ter carimbado terça-feira o apuramento para os oitavos-de-final da Liga dos Campeões Europeus, após vencer o Anorthosis Famagusta do Chipre, por 1-0.

A SURPRESA

FC Barcelona 2-3 Shakhtar Donetsk

A última jornada da “champion league” produziu uma surpresa com o Shakhtar Donetsk da Ucrânia a vencer em pleno Estádio de Nou Camp, o poderoso Barcelona, por 3-2.

Os suplentes catalães, pouco acostumados a jogar juntos, caíram nas mãos de uma formação ucraniana muito atrevida, mais colectiva e que exibiu um futebol excelente. As equipas estavam livres de qualquer pressão, disputaram um duelo espectacular, a pesar de que os espanhóis tivessem a mente posta no clássico do fim-de-semana com o Real Madrid.

“LEÕES” NOVATOS

O Sporting de Lisboa será o único novato nos oitavos-de-final da Liga dos Campeões, ao conseguir pela primeira vez o passe para a segunda fase da máxima competição europeia. Juntos estarão sete campeões da “Champions League”: Barcelona, Real Madrid, Manchester United, Liverpool, Bayern de Munique, FC Porto e Juventus de Turim.

LIVERPOOL EM GRANDE

O Liverpool arrecadou 14 pontos dos 18 possíveis ao derrotar fora o PSV, por 1-3, em jogo do Grupo D. Os ingleses fizeram uma prestação brilhante o deixaram indicações de que são sérios candidatos a vencerem o título.

RESULTADOS DE QUARTA-FEIRA

Grupo E: Manchester – Aalborg (2-2) e Celtic-Vilarreal (2-0); Grupo F: Steaua-Fiorentina (0-1) e Lyon - Bayern (2-3); Grupo G: F.C Porto-Arsenal (2-0) e Dínamo de Kiev-Fenerbache (1-0); Grupo H: Juventus - BATE (0-0) e Real Madrid-Zenit (1-0).

publicado por Vaxko Zakarias às 11:31
 O que é? |  O que é? | favorito

FICOU concluída esta semana a fase de grupos da Liga dos Campeões Europeus em futebol, com a realização da sexta e última jornada. O Chelsea, Roma e o Panathinaikos, clube grego onde alinha o moçambicano Simão, garantiram os três lugares que estavam ainda em aberto para os oitavos-de-final.

Posto isto, já é possível avançar que confrontos poderá se assistir nos oitavos-de-final. Assim os primeiros classificados, nomeadamente Roma (Grupo A), Panathinaikos (Grupo B), Barcelona (Grupo C), Liverpool (Grupo D), Manchester (Grupo E), Bayern de Munique (Grupo F), F.C Porto (Grupo G) e Juventus (Grupo H) poderão enfrentar nos “oitavos” os segundos classificados, a saber: Chelsea (Grupo A), Inter de Milão )Grupo B), Sporting (Grupo C), Atlético de Madrid (Grupo D), Vilarreal (Grupo E), Lyon (Grupo F), Arsenal (Grupo G) e Real Madrid (Grupo H). Ou seja os primeiros e segundos nunca poderão se defrontar nos oitavos-de-final.

SIMÃO EM ALTA

Moçambique estará representado nos oitavos-de-final da “Champion League” , depois da equipa do Panathinaikos, equipa do moçambicano Simão Mathe, ter carimbado terça-feira o apuramento para os oitavos-de-final da Liga dos Campeões Europeus, após vencer o Anorthosis Famagusta do Chipre, por 1-0.

A SURPRESA

FC Barcelona 2-3 Shakhtar Donetsk

A última jornada da “champion league” produziu uma surpresa com o Shakhtar Donetsk da Ucrânia a vencer em pleno Estádio de Nou Camp, o poderoso Barcelona, por 3-2.

Os suplentes catalães, pouco acostumados a jogar juntos, caíram nas mãos de uma formação ucraniana muito atrevida, mais colectiva e que exibiu um futebol excelente. As equipas estavam livres de qualquer pressão, disputaram um duelo espectacular, a pesar de que os espanhóis tivessem a mente posta no clássico do fim-de-semana com o Real Madrid.

“LEÕES” NOVATOS

O Sporting de Lisboa será o único novato nos oitavos-de-final da Liga dos Campeões, ao conseguir pela primeira vez o passe para a segunda fase da máxima competição europeia. Juntos estarão sete campeões da “Champions League”: Barcelona, Real Madrid, Manchester United, Liverpool, Bayern de Munique, FC Porto e Juventus de Turim.

LIVERPOOL EM GRANDE

O Liverpool arrecadou 14 pontos dos 18 possíveis ao derrotar fora o PSV, por 1-3, em jogo do Grupo D. Os ingleses fizeram uma prestação brilhante o deixaram indicações de que são sérios candidatos a vencerem o título.

RESULTADOS DE QUARTA-FEIRA

Grupo E: Manchester – Aalborg (2-2) e Celtic-Vilarreal (2-0); Grupo F: Steaua-Fiorentina (0-1) e Lyon - Bayern (2-3); Grupo G: F.C Porto-Arsenal (2-0) e Dínamo de Kiev-Fenerbache (1-0); Grupo H: Juventus - BATE (0-0) e Real Madrid-Zenit (1-0).

publicado por Vaxko Zakarias às 11:31
 O que é? |  O que é? | favorito
Dezembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
13
14
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO