Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Quinta-feira, 04 DE Dezembro 2008

O recém-eleito presidente da Federação Moçambicana de Boxe, João Caldeira, diz que uma das principais apostas da futura direcção passa pela legalização desta instituição e das associações provinciais. Em entrevista ao nosso jornal, Caldeira referiu que, nesta altura, a “Federação Moçambicana de Boxe tem os seus estatutos prontos e já foram submetidos à Direcção Nacional de Desportos. Contudo, os mesmos ainda não foram aprovados. A nossa meta é que, até o princípio do próximo ano, a federação esteja legalizada ”, disse.

 

No que a alta competição diz respeito, Caldeira disse ser necessário regressar às competições regionais e internacionais, como forma de conferir outro nível competitivo aos pugilistas nacionais. E disse mais: “ precisamos, na verdade, criar parcerias com a África do Sul que é de longe uma potência na região. Já não podemos participar em provas para ganhar experiência. É preciso participar com o objectivo de ocupar os lugares de pódio”, notou. 
publicado por Vaxko Zakarias às 18:07
 O que é? |  O que é? | favorito

O recém-eleito presidente da Federação Moçambicana de Boxe, João Caldeira, diz que uma das principais apostas da futura direcção passa pela legalização desta instituição e das associações provinciais. Em entrevista ao nosso jornal, Caldeira referiu que, nesta altura, a “Federação Moçambicana de Boxe tem os seus estatutos prontos e já foram submetidos à Direcção Nacional de Desportos. Contudo, os mesmos ainda não foram aprovados. A nossa meta é que, até o princípio do próximo ano, a federação esteja legalizada ”, disse.

 

No que a alta competição diz respeito, Caldeira disse ser necessário regressar às competições regionais e internacionais, como forma de conferir outro nível competitivo aos pugilistas nacionais. E disse mais: “ precisamos, na verdade, criar parcerias com a África do Sul que é de longe uma potência na região. Já não podemos participar em provas para ganhar experiência. É preciso participar com o objectivo de ocupar os lugares de pódio”, notou. 
publicado por Vaxko Zakarias às 18:07
 O que é? |  O que é? | favorito

 

O categorizado técnico moçambicano Daúto Faquirá, ao serviço do Vitória de Setúbal, que milita na primeira Liga Lusa, foi homenageado pela Casa de Moçambique em Portugal que atribuiu um galardão denominado Kanimambo, ao técnico pelo facto de o treinador promover o bom nome do nosso país por cá. 

Faquirá junta-se assim a outras individualidades moçambicanas ligadas ao desporto e não só que foram agraciadas por ocasião da realização da primeira edição do Torneio Mário Coluna, que fez deslocar os Mambinhas sub-20 a Lisboa em Setembro último. 

Eusébio, Mário Wilson, Hilário da Conceição, Ricardo Chibanga e Chichoro são algumas figuras que foram homenageadas nessa ocasião. Daúto Faquirá, natural da província de Inhambane, concretamente do distrito de Homoíne, é certamente o moçambicano que mais se destaca na actualidade do futebol português, através do seu trabalho que tem estado a crescer a olhos vistos. 

Faquirá concedeu uma entrevista ao “O País online” na qual manifestou a sua disponibilidade em contribuir para o desenvolvimento do desporto moçambicano, com particular destaque para o futebol modalidade onde o professor tem estado a triunfar desde que abraçou a carreira de treinador do Sintrense, passando pelo Estrela da Amadora e agora no Vitória de Setúbal. 

Manunteção na Liga e chegar longe na Taça

Nos sadinos, a meta de Faquirá passa por não descer de divisão e melhorar o posicionamento na tabela classificativa na Liga portuguesa, bem como ir mais longe possível na Taça de Portugal.  

Nesta última prova dizer que a equipa de Daúto Faquirá apurou-se para os oitavos-de-final na última quinta-feira ao derrotar por 4 bolas sem concorrência ao Torre de Moncorvo, uma equipa da 3a divisão.  

Com este desfecho, fica agendada para a próxima etapa um duelo entre Vitórias, pois os sadinos recebem o Vitória de Guimarães. Nos últimos quatro anos os minhotos desceram três vezes ao Sado para dizer adeus à prova rainha do futebol português.
publicado por Vaxko Zakarias às 18:04
 O que é? |  O que é? | favorito

 

O categorizado técnico moçambicano Daúto Faquirá, ao serviço do Vitória de Setúbal, que milita na primeira Liga Lusa, foi homenageado pela Casa de Moçambique em Portugal que atribuiu um galardão denominado Kanimambo, ao técnico pelo facto de o treinador promover o bom nome do nosso país por cá. 

Faquirá junta-se assim a outras individualidades moçambicanas ligadas ao desporto e não só que foram agraciadas por ocasião da realização da primeira edição do Torneio Mário Coluna, que fez deslocar os Mambinhas sub-20 a Lisboa em Setembro último. 

Eusébio, Mário Wilson, Hilário da Conceição, Ricardo Chibanga e Chichoro são algumas figuras que foram homenageadas nessa ocasião. Daúto Faquirá, natural da província de Inhambane, concretamente do distrito de Homoíne, é certamente o moçambicano que mais se destaca na actualidade do futebol português, através do seu trabalho que tem estado a crescer a olhos vistos. 

Faquirá concedeu uma entrevista ao “O País online” na qual manifestou a sua disponibilidade em contribuir para o desenvolvimento do desporto moçambicano, com particular destaque para o futebol modalidade onde o professor tem estado a triunfar desde que abraçou a carreira de treinador do Sintrense, passando pelo Estrela da Amadora e agora no Vitória de Setúbal. 

Manunteção na Liga e chegar longe na Taça

Nos sadinos, a meta de Faquirá passa por não descer de divisão e melhorar o posicionamento na tabela classificativa na Liga portuguesa, bem como ir mais longe possível na Taça de Portugal.  

Nesta última prova dizer que a equipa de Daúto Faquirá apurou-se para os oitavos-de-final na última quinta-feira ao derrotar por 4 bolas sem concorrência ao Torre de Moncorvo, uma equipa da 3a divisão.  

Com este desfecho, fica agendada para a próxima etapa um duelo entre Vitórias, pois os sadinos recebem o Vitória de Guimarães. Nos últimos quatro anos os minhotos desceram três vezes ao Sado para dizer adeus à prova rainha do futebol português.
publicado por Vaxko Zakarias às 18:04
 O que é? |  O que é? | favorito
MOÇAMBIQUE estreia-se esta manhã na terceira edição dos Jogos da SADC (SCSA), cuja cerimónia de abertura teve lugar ao final da tarde de ontem na cidade sul-africana de Potchefstroom, que dista a 200 quilómetros de Joanesburgo.
Comitiva nacional presente nos Jogos da SADC
As irregularidades na identificação dos atletas continua a ser a “dor de cabeça” para os organizadores, que vão ter que mandar de volta alguns atletas à casa sem que tenham competido.

O Comité Organizador está a passar pente fino sobre a identificação dos atletas, razão pela qual a acreditação foi muito lenta. Moçambique consta dos países com algumas irregularidades, segundo os organizadores, pois os seus atletas trazem consigo apenas as fotocópias autenticadas das certidões de nascimento no lugar das originais, como se pretende.

Contudo, depois de dois dias de uma autêntica maratona, conseguiu-se ao longo do dia de ontem acreditar alguns, mas tantos outros que tenham passaportes emitidos este ano e as respectivas certidões também autenticadas este ano ficaram de fora, aguardando-se por um possível milagre nas conversações que têm vindo a ter lugar entre os dirigentes da comitiva moçambicana e os do Comité Organizador.

Enquanto se aguarda por esse desfecho, a equipa feminina de basquetebol vai ser a primeira a entrar em prova, esta manhã, defrontando o Zimbabwe, enquanto a de masculinos só competirá logo à tarde a partir das 17.00 horas frente ao Botswana.

Aliás, Moçambique, em masculinos, vai disputar o acesso às meias-finais integrado no Grupo B, juntamente com a Zâmbia, Namíbia e o Botswana, enquanto em femininos a prova é no sistema de todos contra todos numa única volta.

Entretanto, os técnicos das equipas começam a ficar irritados com a situação das acreditações, pois os atletas não estão a cumprir na íntegra com os programas de treinamento previamente traçados.

Entretanto, a vistoria minuciosa que está a ser feita nas identificações é vista pelas delegações como uma retaliação dos sul-africanos que viram a sua equipa feminina de basquetebol fora da competição na ultima edição por irregularidades. O mesmo aconteceu com o Malawi, que mesmo estando presente na Namíbia acabou por ser afastada sem que tivesse no mínimo pisado um campo.

Outro factor que poderá fragilizar as equipas moçambicanas prende-se com o facto de alguns atletas não terem seguido viagem para a África do Sul por se encontrarem em exames escolares da segunda época.

Contudo, a esperança dos moçambicanos continua a ser a de melhorar o sétimo lugar alcançado nas duas anteriores edições, a primeira das quais em casa (Maputo).

ZONA VI TRAÇA ESTRATÉGIAS

Enquanto isso, o Comité Executivo da Zona VI das Confederações da Região terminou ontem uma reunião de dois dias que tinha como pontos da agenda a criação da Academia da Zona, a formação e acreditação de técnicos e incentivar a participação dos países da região nas competições internacionais. Com esta discussão pretende-se que em 2012, nos Jogos Olímpicos de Londres, a região conquiste pelo menos 12 medalhas de ouro.

Ainda ontem, já no período da tarde, houve um encontro entre os ministros dos Desportos da Zona VI, com o objectivo de avaliar a situação desportiva actual e perspectivar acções de futuro, bem como homenagear técnicos e atletas que se revelaram nos últimos tempos na região.

GIL CARVALHO, em Potchefstroom

publicado por Vaxko Zakarias às 17:09
 O que é? |  O que é? | favorito
MOÇAMBIQUE estreia-se esta manhã na terceira edição dos Jogos da SADC (SCSA), cuja cerimónia de abertura teve lugar ao final da tarde de ontem na cidade sul-africana de Potchefstroom, que dista a 200 quilómetros de Joanesburgo.
Comitiva nacional presente nos Jogos da SADC
As irregularidades na identificação dos atletas continua a ser a “dor de cabeça” para os organizadores, que vão ter que mandar de volta alguns atletas à casa sem que tenham competido.

O Comité Organizador está a passar pente fino sobre a identificação dos atletas, razão pela qual a acreditação foi muito lenta. Moçambique consta dos países com algumas irregularidades, segundo os organizadores, pois os seus atletas trazem consigo apenas as fotocópias autenticadas das certidões de nascimento no lugar das originais, como se pretende.

Contudo, depois de dois dias de uma autêntica maratona, conseguiu-se ao longo do dia de ontem acreditar alguns, mas tantos outros que tenham passaportes emitidos este ano e as respectivas certidões também autenticadas este ano ficaram de fora, aguardando-se por um possível milagre nas conversações que têm vindo a ter lugar entre os dirigentes da comitiva moçambicana e os do Comité Organizador.

Enquanto se aguarda por esse desfecho, a equipa feminina de basquetebol vai ser a primeira a entrar em prova, esta manhã, defrontando o Zimbabwe, enquanto a de masculinos só competirá logo à tarde a partir das 17.00 horas frente ao Botswana.

Aliás, Moçambique, em masculinos, vai disputar o acesso às meias-finais integrado no Grupo B, juntamente com a Zâmbia, Namíbia e o Botswana, enquanto em femininos a prova é no sistema de todos contra todos numa única volta.

Entretanto, os técnicos das equipas começam a ficar irritados com a situação das acreditações, pois os atletas não estão a cumprir na íntegra com os programas de treinamento previamente traçados.

Entretanto, a vistoria minuciosa que está a ser feita nas identificações é vista pelas delegações como uma retaliação dos sul-africanos que viram a sua equipa feminina de basquetebol fora da competição na ultima edição por irregularidades. O mesmo aconteceu com o Malawi, que mesmo estando presente na Namíbia acabou por ser afastada sem que tivesse no mínimo pisado um campo.

Outro factor que poderá fragilizar as equipas moçambicanas prende-se com o facto de alguns atletas não terem seguido viagem para a África do Sul por se encontrarem em exames escolares da segunda época.

Contudo, a esperança dos moçambicanos continua a ser a de melhorar o sétimo lugar alcançado nas duas anteriores edições, a primeira das quais em casa (Maputo).

ZONA VI TRAÇA ESTRATÉGIAS

Enquanto isso, o Comité Executivo da Zona VI das Confederações da Região terminou ontem uma reunião de dois dias que tinha como pontos da agenda a criação da Academia da Zona, a formação e acreditação de técnicos e incentivar a participação dos países da região nas competições internacionais. Com esta discussão pretende-se que em 2012, nos Jogos Olímpicos de Londres, a região conquiste pelo menos 12 medalhas de ouro.

Ainda ontem, já no período da tarde, houve um encontro entre os ministros dos Desportos da Zona VI, com o objectivo de avaliar a situação desportiva actual e perspectivar acções de futuro, bem como homenagear técnicos e atletas que se revelaram nos últimos tempos na região.

GIL CARVALHO, em Potchefstroom

publicado por Vaxko Zakarias às 17:09
 O que é? |  O que é? | favorito
Mambinhas
Foi o segundo encontro com os malgaxes após o empate sem abertura de contagem na segunda-feira. Esta série acabou cingindo-se apenas às duas selecções devido à desqualificação das Ilhas Comores por irregularidades na inscrição de jogadores.

O tento da vitória dos “Mambinhas” foi apontado por Maninho, ponta-de-lança do Atlético Muçulmano, à passagem do minuto 20. O combinado nacional teria alargado a vantagem, mas não soube aproveitar a inferioridade numérica dos malgaxes, com a expulsão de um dos seus jogadores por entrada perigosa sobre Luís Pereira, quando este caminhava isolado em direcção à baliza do adversário.

Os “Mambinhas” vão cruzar-se na fase seguinte com Angola, que venceu a série B.

Segundo o regulamento da prova, o vencedor da série B cruzar-se-á com o do grupo D, nas meias-finais. O mesmo acontecendo entre os vencedores das séries A e C.

Hoje é dia de descanso das equipas. O torneio termina domingo, com a disputa da final.

publicado por Vaxko Zakarias às 17:02
 O que é? |  O que é? | favorito
Mambinhas
Foi o segundo encontro com os malgaxes após o empate sem abertura de contagem na segunda-feira. Esta série acabou cingindo-se apenas às duas selecções devido à desqualificação das Ilhas Comores por irregularidades na inscrição de jogadores.

O tento da vitória dos “Mambinhas” foi apontado por Maninho, ponta-de-lança do Atlético Muçulmano, à passagem do minuto 20. O combinado nacional teria alargado a vantagem, mas não soube aproveitar a inferioridade numérica dos malgaxes, com a expulsão de um dos seus jogadores por entrada perigosa sobre Luís Pereira, quando este caminhava isolado em direcção à baliza do adversário.

Os “Mambinhas” vão cruzar-se na fase seguinte com Angola, que venceu a série B.

Segundo o regulamento da prova, o vencedor da série B cruzar-se-á com o do grupo D, nas meias-finais. O mesmo acontecendo entre os vencedores das séries A e C.

Hoje é dia de descanso das equipas. O torneio termina domingo, com a disputa da final.

publicado por Vaxko Zakarias às 17:02
 O que é? |  O que é? | favorito
Jogo de futsal entre o desportivo e
Trata-se do Desportivo, Liga Muçulmana, Al Mahid (cidade de Maputo), Computer Solution (província de Manica), Casa Bay (província do Maputo), Liga Muçulmana e Sporting da Beira (Sofala), Associação Mahometana, Liga Muçulmana e AGT (Nampula), Liga Muçulmana (Zambézia) e Banco de Moçambique (Niassa). Estão ainda por conhecer os representantes das províncias de Gaza, Inhambane, Cabo Delgado e Tete.

Caso estas equipas confirmem a sua presença o número de equipas (16) igualará o recorde do “Nacional” do campeonato disputado em Nampula em 2006, uma das melhores provas até aqui realizadas. Essa foi ganha pelo Desportivo de Maputo.

O Desportivo é, aliás, o actual detentor do título, visto que voltou a ganhar, desta feita em Manica, o campeonato no ano passado, pelo que é de novo um potencial candidato a vencer o troféu.

No entanto, é preciso contar com a forte concorrência da Liga Muçulmana de Maputo, que fará de tudo para conquistar um título que já lhe foge há dois anos. A Liga parte para esta prova super-moralizada, já que conquistou o Campeonato da Cidade, a prova mais cobiçada a nível da capital do país.

Assim sendo, antevê-se um despique entre “muçulmanos” e “alvi-negros”. O Al Mahid também vem realizando uma boa época e poderá entrar na disputa.

PARADISE À ESPREITA

O Paradise é de momento o grande ausente no “Nacional”. O quarto lugar obtido no Campeonato da Cidade de Maputo não garantiu o apuramento para a prova, que nos últimos dois anos foi terceiro classificado.

No entanto, o Paradise pode vir a ser repescado, caso haja uma das equipas que já confirmaram a participação desistam. Segundo diz o regulamento da Federação Moçambicana de Futebol “no caso de desistência de uma ou mais equipas serão substituídas pela seguinte ordem: Quarto classificado da cidade de Maputo e segundo da província de Manica”.

publicado por Vaxko Zakarias às 16:59
 O que é? |  O que é? | favorito
Jogo de futsal entre o desportivo e
Trata-se do Desportivo, Liga Muçulmana, Al Mahid (cidade de Maputo), Computer Solution (província de Manica), Casa Bay (província do Maputo), Liga Muçulmana e Sporting da Beira (Sofala), Associação Mahometana, Liga Muçulmana e AGT (Nampula), Liga Muçulmana (Zambézia) e Banco de Moçambique (Niassa). Estão ainda por conhecer os representantes das províncias de Gaza, Inhambane, Cabo Delgado e Tete.

Caso estas equipas confirmem a sua presença o número de equipas (16) igualará o recorde do “Nacional” do campeonato disputado em Nampula em 2006, uma das melhores provas até aqui realizadas. Essa foi ganha pelo Desportivo de Maputo.

O Desportivo é, aliás, o actual detentor do título, visto que voltou a ganhar, desta feita em Manica, o campeonato no ano passado, pelo que é de novo um potencial candidato a vencer o troféu.

No entanto, é preciso contar com a forte concorrência da Liga Muçulmana de Maputo, que fará de tudo para conquistar um título que já lhe foge há dois anos. A Liga parte para esta prova super-moralizada, já que conquistou o Campeonato da Cidade, a prova mais cobiçada a nível da capital do país.

Assim sendo, antevê-se um despique entre “muçulmanos” e “alvi-negros”. O Al Mahid também vem realizando uma boa época e poderá entrar na disputa.

PARADISE À ESPREITA

O Paradise é de momento o grande ausente no “Nacional”. O quarto lugar obtido no Campeonato da Cidade de Maputo não garantiu o apuramento para a prova, que nos últimos dois anos foi terceiro classificado.

No entanto, o Paradise pode vir a ser repescado, caso haja uma das equipas que já confirmaram a participação desistam. Segundo diz o regulamento da Federação Moçambicana de Futebol “no caso de desistência de uma ou mais equipas serão substituídas pela seguinte ordem: Quarto classificado da cidade de Maputo e segundo da província de Manica”.

publicado por Vaxko Zakarias às 16:59
 O que é? |  O que é? | favorito

Os jogos têm como palcos Estádio da Machava e Campo do Ferroviários da Baixa.

O Chamanculo cilindrou ontem os Meninos de Moçambique por 4-0 em partida da terceira jornada realizada no Campo do Ferroviário da Baixa, depois de ter sido esmagado pelo Colégio Arco Íris por 0-3 na primeira jornada, realizada segunda-feira e não foi para além de um empate (1-1) no cruzamento com Beira Mar, na terça-feira, referente à segunda jornada.

Enquanto isso, o bairro da Mafalala que é outra formação que merece respeito na prova, por ter tradição no futebol infanto-juvenil, impôs-se diante do Supersport de Mavalane com uma vitória à tangente (2-1), igualmente em partida a contar para a terceira ronda, depois de um empate com Munhuana (2-2), na estreia.

RESULTADOS DA 3ª RONDA

Campo do Ferroviário da Baixa

Chamanculo - Meninos de Moçambique (4-0)

Mafalala - Supersport de Mavalana (2-1)

Ferroviário das Mahotas - Cossa FC (2-2)

Benfica - Munhuana (1-3)

Estádio da Machava

UD da Machava - Valência (2-3)

Trevo FC – Casa do Gayato (5-0)

AC Lumumba – Fomento (3-0)

Casa Branca – Bedene FC (1-2)

Agostinho FC – Moniz (2-1)

publicado por Vaxko Zakarias às 16:52
 O que é? |  O que é? | favorito

Os jogos têm como palcos Estádio da Machava e Campo do Ferroviários da Baixa.

O Chamanculo cilindrou ontem os Meninos de Moçambique por 4-0 em partida da terceira jornada realizada no Campo do Ferroviário da Baixa, depois de ter sido esmagado pelo Colégio Arco Íris por 0-3 na primeira jornada, realizada segunda-feira e não foi para além de um empate (1-1) no cruzamento com Beira Mar, na terça-feira, referente à segunda jornada.

Enquanto isso, o bairro da Mafalala que é outra formação que merece respeito na prova, por ter tradição no futebol infanto-juvenil, impôs-se diante do Supersport de Mavalane com uma vitória à tangente (2-1), igualmente em partida a contar para a terceira ronda, depois de um empate com Munhuana (2-2), na estreia.

RESULTADOS DA 3ª RONDA

Campo do Ferroviário da Baixa

Chamanculo - Meninos de Moçambique (4-0)

Mafalala - Supersport de Mavalana (2-1)

Ferroviário das Mahotas - Cossa FC (2-2)

Benfica - Munhuana (1-3)

Estádio da Machava

UD da Machava - Valência (2-3)

Trevo FC – Casa do Gayato (5-0)

AC Lumumba – Fomento (3-0)

Casa Branca – Bedene FC (1-2)

Agostinho FC – Moniz (2-1)

publicado por Vaxko Zakarias às 16:52
 O que é? |  O que é? | favorito

A MINISTRA da Mulher e Acção Social, Virgília Matabele, distinguiu a equipa sénior feminina de basquetebol do Desportivo do Maputo pela conquista do título africano, em Nairobi. Numa mensagem a que também tivemos acesso, a governante destaca o empenho permanente e gradual das “alvi-negras” durante o campeonato e a forma surpreendente como foram conseguindo as vitórias em cada jogo.

“Quando vocês partiram rumo à Nairobi tínhamos a certeza de que nos iriam representar com muita dignidade. O que certamente não podíamos prever era a prestação repleta de vitórias em todos os jogos disputados e, mais uma vez, uma preciosa taça digna de campeãs africanas.

Esta vitória, queridas meninas, tem um gosto especial, pois foi preparada de jogo a jogo, nos quais fomos notando uma boa aplicação técnica e táctica e um grande trabalho de equipa. Cientes que eram responsáveis pela felicidade de mais de 20 milhões de moçambicanas e moçambicanos, vocês, mulheres moçambicanas, trabalharam com responsabilidade e afinco, materializando deste modo o princípio de ‘um por todos e todos por um’, que sempre iluminou o vosso colectivo.

Foi o espírito de equipa que, mais uma vez, proporcionou a alegria a todos os filhos desta pérola do Índico quando soou o apito final diante da equipa angolana. Esta conquista não dever ser considerada o fim da missão, mas o ponto de partida para outros e mais importantes voos que possam dignificar ainda mais o nosso país não só em África, mas também noutros continentes”, frisou.

publicado por Vaxko Zakarias às 16:49
 O que é? |  O que é? | favorito

A MINISTRA da Mulher e Acção Social, Virgília Matabele, distinguiu a equipa sénior feminina de basquetebol do Desportivo do Maputo pela conquista do título africano, em Nairobi. Numa mensagem a que também tivemos acesso, a governante destaca o empenho permanente e gradual das “alvi-negras” durante o campeonato e a forma surpreendente como foram conseguindo as vitórias em cada jogo.

“Quando vocês partiram rumo à Nairobi tínhamos a certeza de que nos iriam representar com muita dignidade. O que certamente não podíamos prever era a prestação repleta de vitórias em todos os jogos disputados e, mais uma vez, uma preciosa taça digna de campeãs africanas.

Esta vitória, queridas meninas, tem um gosto especial, pois foi preparada de jogo a jogo, nos quais fomos notando uma boa aplicação técnica e táctica e um grande trabalho de equipa. Cientes que eram responsáveis pela felicidade de mais de 20 milhões de moçambicanas e moçambicanos, vocês, mulheres moçambicanas, trabalharam com responsabilidade e afinco, materializando deste modo o princípio de ‘um por todos e todos por um’, que sempre iluminou o vosso colectivo.

Foi o espírito de equipa que, mais uma vez, proporcionou a alegria a todos os filhos desta pérola do Índico quando soou o apito final diante da equipa angolana. Esta conquista não dever ser considerada o fim da missão, mas o ponto de partida para outros e mais importantes voos que possam dignificar ainda mais o nosso país não só em África, mas também noutros continentes”, frisou.

publicado por Vaxko Zakarias às 16:49
 O que é? |  O que é? | favorito
Liga de Básquete chegou e… quer ser um sucesso
OS jogos das meias-finais da Liga Nacional de Basquetebol em seniores masculinos, cujo início estava agendado para amanhã, acabam de sofrer um adiamento por uma semana, em virtude de o Desportivo de Maputo não ter disponíveis seis dos seus jogadores, integrados na Selecção Nacional Sub-20 que participa nos Jogos da SADC, que decorrem na vizinha República da África do Sul..

Assim, os desafios terão lugar nos dias 14, 15 e 16, no pavilhão do Maxaquene, tendo como ordem os duelos Ferroviário-Costa do Sol e Maxaquene-Desportivo.

Face a esta nova calendarizarão, a Comissão Instaladora da Liga Nacional de Basquetebol decidiu alterar o número de jogos de apuramento do campeão para um “play-off” à melhor de três partidas e não de cinco, como anteriormente estava previsto.

Imagem Corporativa da liga vodacom
CALENDÁRIO DE JOGOS

14.12.08

Pavilhão do Maxaquene

17:00 h – Ferroviário - Costa do Sol

19:30 h – Maxaquene – Desportivo

15.12.08

18:00 h – Ferroviário – Costa do Sol

20:30 h – Maxaquene - Desportivo

16.12.08

Costa do Sol – Ferroviário

Desportivo - Maxaquene

publicado por Vaxko Zakarias às 16:45
 O que é? |  O que é? | favorito
Liga de Básquete chegou e… quer ser um sucesso
OS jogos das meias-finais da Liga Nacional de Basquetebol em seniores masculinos, cujo início estava agendado para amanhã, acabam de sofrer um adiamento por uma semana, em virtude de o Desportivo de Maputo não ter disponíveis seis dos seus jogadores, integrados na Selecção Nacional Sub-20 que participa nos Jogos da SADC, que decorrem na vizinha República da África do Sul..

Assim, os desafios terão lugar nos dias 14, 15 e 16, no pavilhão do Maxaquene, tendo como ordem os duelos Ferroviário-Costa do Sol e Maxaquene-Desportivo.

Face a esta nova calendarizarão, a Comissão Instaladora da Liga Nacional de Basquetebol decidiu alterar o número de jogos de apuramento do campeão para um “play-off” à melhor de três partidas e não de cinco, como anteriormente estava previsto.

Imagem Corporativa da liga vodacom
CALENDÁRIO DE JOGOS

14.12.08

Pavilhão do Maxaquene

17:00 h – Ferroviário - Costa do Sol

19:30 h – Maxaquene – Desportivo

15.12.08

18:00 h – Ferroviário – Costa do Sol

20:30 h – Maxaquene - Desportivo

16.12.08

Costa do Sol – Ferroviário

Desportivo - Maxaquene

publicado por Vaxko Zakarias às 16:45
 O que é? |  O que é? | favorito

A COMISSÃO Nacional de Árbitros de Futebol (CNAF) decidiu suspender o árbitro Joaquim Tomo por um período de um ano, na sequência dos resultados apurados pela Comissão de Inquérito criada para averiguar os acontecimentos ocorridos antes, durante e depois do jogo que envolveu as formações do Desportivo de Nacala e Sporting de Nampula, inserido na “poule” de apuramento ao “Moçambola” do próximo ano a nível da zona norte do país.

Joaquim Tomo, da Associação de Futebol de Sofala, havia sido suspenso preventivamente juntamente com os árbitros assistentes que dirigiram o referido encontro, rodeado por muita polémica que culminou com agressões aos juízes por parte dos jogadores do Sporting e do respectivo técnico principal, Luís Benda.

A CNAF conclui que Joaquim Tomo fez uma péssima arbitragem e influenciou directamente na vitória do Desportivo de Nacala por uma bola sem resposta. O árbitro anulou um golo legal ao Sporting de Nampula, facto que terá irritado os “leões”.

Os árbitros auxiliares Gimo Patrício (Sofala) e Domingos Manico (Zambézia) estão suspensos por cinco meses.

A “poule” da zona norte foi conquistada pelo Ferroviário de Nacala, que tem lugar assegurado no Campeonato Nacional da 1ª Divisão do próximo ano.

publicado por Vaxko Zakarias às 16:40
 O que é? |  O que é? | favorito

A COMISSÃO Nacional de Árbitros de Futebol (CNAF) decidiu suspender o árbitro Joaquim Tomo por um período de um ano, na sequência dos resultados apurados pela Comissão de Inquérito criada para averiguar os acontecimentos ocorridos antes, durante e depois do jogo que envolveu as formações do Desportivo de Nacala e Sporting de Nampula, inserido na “poule” de apuramento ao “Moçambola” do próximo ano a nível da zona norte do país.

Joaquim Tomo, da Associação de Futebol de Sofala, havia sido suspenso preventivamente juntamente com os árbitros assistentes que dirigiram o referido encontro, rodeado por muita polémica que culminou com agressões aos juízes por parte dos jogadores do Sporting e do respectivo técnico principal, Luís Benda.

A CNAF conclui que Joaquim Tomo fez uma péssima arbitragem e influenciou directamente na vitória do Desportivo de Nacala por uma bola sem resposta. O árbitro anulou um golo legal ao Sporting de Nampula, facto que terá irritado os “leões”.

Os árbitros auxiliares Gimo Patrício (Sofala) e Domingos Manico (Zambézia) estão suspensos por cinco meses.

A “poule” da zona norte foi conquistada pelo Ferroviário de Nacala, que tem lugar assegurado no Campeonato Nacional da 1ª Divisão do próximo ano.

publicado por Vaxko Zakarias às 16:40
 O que é? |  O que é? | favorito


Paradise exibindo o troféu!
Com este triunfo a equipa fez a “dobradinha”, visto que tinha conquistado o campeonato da cidade quando há cerca de um mês, frente ao mesmo adversário, venceu por 3-0.

Na época passada o Paradise esteve igualmente em grande ao vencer as duas provas.

O Paradise e o Porto da Matola disputarão o Campeonato Nacional.

publicado por Vaxko Zakarias às 15:50
 O que é? |  O que é? | favorito


Paradise exibindo o troféu!
Com este triunfo a equipa fez a “dobradinha”, visto que tinha conquistado o campeonato da cidade quando há cerca de um mês, frente ao mesmo adversário, venceu por 3-0.

Na época passada o Paradise esteve igualmente em grande ao vencer as duas provas.

O Paradise e o Porto da Matola disputarão o Campeonato Nacional.

publicado por Vaxko Zakarias às 15:50
 O que é? |  O que é? | favorito
Dezembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
13
14
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO