Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Sexta-feira, 24 DE Outubro 2008
Chakyl Camal quebra recorde absoluto de 1993
CONFIRMANDO o seu actual bom momento de forma, o nadador moçambicano Chakyl Camal, do Desportivo de Maputodo Desportivo de Maputo, que participou pela primeira vez nos Jogos Olímpicos, em Beijing, estabeleceu dois novos recordes nacionais absolutos em piscina de 25m com 23.79s, nos 50 metros livres, e 53.72s, nos 100 metros livres, respectivamente, durante a sua participação no Campeonato do Mundo, que decorreu no pretérito fim-de-semana na cidade de Durban, na África do Sul.

O Mundial de natação contou com a presença de nadadores de 16 países, muitos deles de craveira internacional, como é o caso do tunisino Oussama Mellouli, que conquistou a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Beijing.

De salientar que o novo recorde nacional absoluto alcançado por Chakyl Camal nos 50 metros livres, cumprindo um objectivo pessoal de longa data, vem superar o de José Mossiane, obtido em 1993, enquanto o novo recorde, nos 100 metros livres, supera a anterior marca de Leonel Matonse, evidenciando o talento, trabalho e desempenho que tem vindo a desenvolver nos últimos anos, afirmando-se assim como promessa da natação.

Este desempenho vem recompensar, sem dúvida, o investimento individual feito nos últimos três anos, em que permaneceu no Centro de Alto Rendimento, em Pretória, na África do Sul.

Nesta competição também marcou presença atleta moçambicana Mónica Bernardo, do Golfinhos, do Golfinhos de Maputo, que frequenta o mesmo centro em Pretória, cujo desempenho deve ser realçado. Obteve 28.81 segundos, nos 50 metros livres, e 01:08.60 minuto, nos 100 metros mariposa, que corresponde igualmente ao recorde nacional absoluto.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:00
 O que é? |  O que é? | favorito
Chakyl Camal quebra recorde absoluto de 1993
CONFIRMANDO o seu actual bom momento de forma, o nadador moçambicano Chakyl Camal, do Desportivo de Maputodo Desportivo de Maputo, que participou pela primeira vez nos Jogos Olímpicos, em Beijing, estabeleceu dois novos recordes nacionais absolutos em piscina de 25m com 23.79s, nos 50 metros livres, e 53.72s, nos 100 metros livres, respectivamente, durante a sua participação no Campeonato do Mundo, que decorreu no pretérito fim-de-semana na cidade de Durban, na África do Sul.

O Mundial de natação contou com a presença de nadadores de 16 países, muitos deles de craveira internacional, como é o caso do tunisino Oussama Mellouli, que conquistou a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Beijing.

De salientar que o novo recorde nacional absoluto alcançado por Chakyl Camal nos 50 metros livres, cumprindo um objectivo pessoal de longa data, vem superar o de José Mossiane, obtido em 1993, enquanto o novo recorde, nos 100 metros livres, supera a anterior marca de Leonel Matonse, evidenciando o talento, trabalho e desempenho que tem vindo a desenvolver nos últimos anos, afirmando-se assim como promessa da natação.

Este desempenho vem recompensar, sem dúvida, o investimento individual feito nos últimos três anos, em que permaneceu no Centro de Alto Rendimento, em Pretória, na África do Sul.

Nesta competição também marcou presença atleta moçambicana Mónica Bernardo, do Golfinhos, do Golfinhos de Maputo, que frequenta o mesmo centro em Pretória, cujo desempenho deve ser realçado. Obteve 28.81 segundos, nos 50 metros livres, e 01:08.60 minuto, nos 100 metros mariposa, que corresponde igualmente ao recorde nacional absoluto.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:00
 O que é? |  O que é? | favorito

FALHADO o apuramento para os quartos-de-final do Campeonato Africano de Basquetebol de Sub-18 em masculinos, a meta da Selecção Nacional passa agora por lutar pela nona posição.

Esta nova missão começará a ser definida hoje quando o combinado nacional medir forças com o Quénia, sendo que apenas a vitória serve para que os moçambicanos possam alcançar este objectivo.

Caso vença os quenianos, a equipa moçambicana terá que enfrentar amanhã o vencedor entre o Congo e República Centro Africana, outras que batalham igualmente pelo nono posto.

A avaliar pela prestação da Selecção Nacional na fase de grupos, onde perdeu os cinco jogos disputados, tendo no último sido derrotado pela República Centro Africana, por 57-84, este opositor poderá lhe cruzar o caminho outra vez.

Nas outras partidas do Grupo A, o de Moçambique, verificaram-se os seguintes resultados: Senegal-Marrocos (56-47) e Egipto-Mali (84-63). Estas quatro equipas transitaram para os quartos-de-final, que se realizam igualmente hoje.

No Grupo B, Nigéria, Costa do Marfim, Angola e Argélia carimbaram a passagem para os “quartos”.Eis os confrontos dos quartos-de-final: Egipto-Argélia, Marrocos-Nigéria, Angola-Mali.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:54
 O que é? |  O que é? | favorito

FALHADO o apuramento para os quartos-de-final do Campeonato Africano de Basquetebol de Sub-18 em masculinos, a meta da Selecção Nacional passa agora por lutar pela nona posição.

Esta nova missão começará a ser definida hoje quando o combinado nacional medir forças com o Quénia, sendo que apenas a vitória serve para que os moçambicanos possam alcançar este objectivo.

Caso vença os quenianos, a equipa moçambicana terá que enfrentar amanhã o vencedor entre o Congo e República Centro Africana, outras que batalham igualmente pelo nono posto.

A avaliar pela prestação da Selecção Nacional na fase de grupos, onde perdeu os cinco jogos disputados, tendo no último sido derrotado pela República Centro Africana, por 57-84, este opositor poderá lhe cruzar o caminho outra vez.

Nas outras partidas do Grupo A, o de Moçambique, verificaram-se os seguintes resultados: Senegal-Marrocos (56-47) e Egipto-Mali (84-63). Estas quatro equipas transitaram para os quartos-de-final, que se realizam igualmente hoje.

No Grupo B, Nigéria, Costa do Marfim, Angola e Argélia carimbaram a passagem para os “quartos”.Eis os confrontos dos quartos-de-final: Egipto-Argélia, Marrocos-Nigéria, Angola-Mali.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:54
 O que é? |  O que é? | favorito

AS excelentes prestações da Selecção Nacional de Hóquei em Patins no Torneio de Pretória, que serviu de preparação da África do Sul para o “Mundial” do Grupo B, deixaram muitas boas indicações para o Troféu Fernando Adrião, programado para a cidade de Maputo no próximo mês.


MUNDIAL DE HÓQUEI EM PATINS, MONTREUX-2007: Moçambique firme no Grupo “A”
A equipa nacional, mesmo desprovida de algumas da suas principais pedras, casos de Bruno Pimentel e do trio que actua em Portugal, nomeadamente Paulo Pereira, Bruno Adrião e Nuno Adrião, demonstrou muita qualidade, com a prata da casa a brilhar e a mostrar que pode causar muito furor em próximas ocasiões.

Veio à ribalta um novo grupo, uma equipa que até então não tinha tido a oportunidade de actuar junta, mas que deixou reflectido um entrosamento invejável. Arnaldo Queiroz foi dono e senhor da baliza, Kiko e Siga na defesa foram imperiais tanto a defender como a atacar. Siga revelou mesmo a sua veia goleadora ao marcar quatro dos sete golos com que a Selecção Nacional venceu, na final, a África do Sul (7-6).

Na frente, Maninho e Mafamba foram verdadeiras setas apontadas à baliza contrária. Deram muito trabalho à defesa sul-africana. Maninho com jogadas de excelente requinte técnico, fez lembrar nalgumas vezes o irmão Senito, um dos melhores jogadores de sempre na história do hóquei em patins em Moçambique.

Em suma, um quinteto que no torneio em homenagem a Fernando Adrião, considerado por muitos o melhor jogador de todos os tempos a nível mundial, poderá afirmar ainda mais as suas potencialidades, que parecem não enganar.

Nota ainda para as estreias na Selecção Nacional de Carlos Jesteiro e Donaldo Salvador pela “mão” do técnico Sandro dos Santos que, chamado à última da hora para substituir Pedro Tivane (a fazer um curso de treinadores na Espanha), desempenhou brilhantemente esta honrosa função.

Abel Guita, chefe da delegação nacional que esteve em Pretória, satisfeito com a exibição da equipa, vai mais longe e diz que com mais trabalho o grupo em alusão poderá ser um caso sério no Mundial do Grupo A, a realizar-se em Réus, Espanha, em 2009.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:44
 O que é? |  O que é? | favorito

AS excelentes prestações da Selecção Nacional de Hóquei em Patins no Torneio de Pretória, que serviu de preparação da África do Sul para o “Mundial” do Grupo B, deixaram muitas boas indicações para o Troféu Fernando Adrião, programado para a cidade de Maputo no próximo mês.


MUNDIAL DE HÓQUEI EM PATINS, MONTREUX-2007: Moçambique firme no Grupo “A”
A equipa nacional, mesmo desprovida de algumas da suas principais pedras, casos de Bruno Pimentel e do trio que actua em Portugal, nomeadamente Paulo Pereira, Bruno Adrião e Nuno Adrião, demonstrou muita qualidade, com a prata da casa a brilhar e a mostrar que pode causar muito furor em próximas ocasiões.

Veio à ribalta um novo grupo, uma equipa que até então não tinha tido a oportunidade de actuar junta, mas que deixou reflectido um entrosamento invejável. Arnaldo Queiroz foi dono e senhor da baliza, Kiko e Siga na defesa foram imperiais tanto a defender como a atacar. Siga revelou mesmo a sua veia goleadora ao marcar quatro dos sete golos com que a Selecção Nacional venceu, na final, a África do Sul (7-6).

Na frente, Maninho e Mafamba foram verdadeiras setas apontadas à baliza contrária. Deram muito trabalho à defesa sul-africana. Maninho com jogadas de excelente requinte técnico, fez lembrar nalgumas vezes o irmão Senito, um dos melhores jogadores de sempre na história do hóquei em patins em Moçambique.

Em suma, um quinteto que no torneio em homenagem a Fernando Adrião, considerado por muitos o melhor jogador de todos os tempos a nível mundial, poderá afirmar ainda mais as suas potencialidades, que parecem não enganar.

Nota ainda para as estreias na Selecção Nacional de Carlos Jesteiro e Donaldo Salvador pela “mão” do técnico Sandro dos Santos que, chamado à última da hora para substituir Pedro Tivane (a fazer um curso de treinadores na Espanha), desempenhou brilhantemente esta honrosa função.

Abel Guita, chefe da delegação nacional que esteve em Pretória, satisfeito com a exibição da equipa, vai mais longe e diz que com mais trabalho o grupo em alusão poderá ser um caso sério no Mundial do Grupo A, a realizar-se em Réus, Espanha, em 2009.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:44
 O que é? |  O que é? | favorito

UMA vez rainhas, sempre rainhas. É este o lema que a Direcção do Desportivo quer ver patente na sua equipa no Campeonato Africano de Basquetebol em seniores femininos, prova em que as moçambicanas entram na condição de detentoras do título.

Cássimo Mohomed, director para a área de basquetebol do Desportivo
Cássimo Mohomed, director do Departamento de Basquetebol, está consciente de que a missão não será fácil, mas assume desde já que na capital queniana, Nairobi, estará presente um Desportivo com um objectivo único: revalidar o título mais cobiçado da bola-ao-cesto do Continente Africano a nível de clubes em seniores femininos.

Maputo, Sexta-Feira, 24 de Outubro de 2008:: Notícias

“Uma equipa que parte para um campeonato como detentora do título não pode pensar noutra coisa que não seja procurar voltar a conquistá-lo, até porque nem ficaria bem não assumir esta posição quando sabemos que somos actualmente os campeões africanos e temos uma equipa em condições para repetir o feito do ano passado”, frisou.

Segundo aquele dirigente, os preparativos para essa missão honrosa e ao mesmo tempo escrupulosa está a decorrer a bom ritmo. “Estamos neste momento a envidar esforços no sentido de conseguir patrocínios que garantam as despesas relacionadas com as viagens, alojamento e alimentação. Não está a ser fácil conseguir estes apoios, mas acredito que vamos assegurar o dinheiro que precisamos para proporcionar a nossa delegação uma viagem confortável”, anotou.

Questionado se a viagem do Desportivo estaria em risco, este respondeu: “Não, não está em risco. Esta hipótese está posta de lado. É impossível não estarmos em Nairobi para defender o título. Havemos de conseguir o dinheiro necessário, afinal esta é uma direcção que tem vivido um pouco disto, sem muitas ajudas de empresas a apoiar. Desdobra-se sempre para proporcionar as melhores condições aos atletas”, arrematou.

REFORÇOS EM MANGA

Para defender o título com maior galhardia, a turma “alvi-negra” será reforçada com pelo menos cinco atletas, sendo duas nacionais e três estrangeiras, que de acordo com Cássimo poderão vir em princípio de equipas africanas ou da América do Sul.

“Vamos reforçar a nossa equipa com algumas jogadoras estrangeiras, cujos nomes e países de proveniência não posso mencionar, porque, como deve perceber, estamos em fase de negociações. Mas devo lhe assegurar que é nosso desejo reforçarmo-nos com três atletas do Continente Africano ou Americano. Mas, como disse, estamos em fase de negociação. Poderemos, por alguma eventualidade, ter que recorrer ao mercado europeu. Pretendemos também garantir a contratação de duas atletas que jogam no país, mas é impossível falar de nomes nesta altura”, disse.

Questionado se o Desportivo voltaria a optar pelo préstimo das senegalesas Salimata Diatta ou Anta Sy, atletas que tiveram um papel fundamental na conquista da prova rainha do básquete feminino, este respondeu: “não vamos contar com estas atletas porque têm compromissos com os seus clubes nas provas da EUROLIGA que se disputam por estas alturas”.

Ainda sobre esta “operação”, o homem forte do básquete “alvi-negro” afiançou que Diarra Dessai, actualmente a residir na cidade de Quelimane, voltará a juntar-se ao “team” tal como o fez na anterior edição disputada na cidade de Maputo.

Cássimo que se mostrou muito confiante na revalidação do título, falou ainda sobre o decurso dos treinos da equipa: “Está tudo a correr bem. As atletas têm vindo a realizar treinos bidiários sem nenhum tipo de sobressaltos, sob a orientação do técnico Nazir Salé.

FIRST BANK, DJOLIBA E 1º DE AGOSTO ADVERSÁRIOS A TER EM CONTA

Maputo, Sexta-Feira, 24 de Outubro de 2008:: Notícias

Sem temer nenhum adversário, mas com muito respeito por todos, Cássimo apontou o First Bank da Nigéria, o Djoliba do Mali e o 1º de Agosto de Angola como sendo os potenciais adversários do Desportivo na luta pela conquista do ceptro.

“Existe um grupo de três equipas que podem nos causar alguns problemas, como são os casos do First Bank, Djoliba e 1º de Agosto. São equipas que vêm demonstrando igualmente qualidades para chegarem ao título”, admitiu.

Alertou ainda para o facto de poder aparecer um “outsider” (equipa-surpresa), como foi o caso do Desportivo, que acabou por se sagrar campeão quando ninguém fazia prever. “Temos que estar à espera também daquelas equipas que aparecerem e acabam por surpreender. Se se lembrar, na edição passada o Desportivo não era apontado como favorito, mas acabou por conquistar o campeonato. Por isso, temos que estar preparados”, sublinhou.

A 14ª edição do Campeonato Africano de Basquetebol Sénior Feminino realiza-se de 20 a 29 de Novembro em Nairobi, Quénia.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:33
 O que é? |  O que é? | favorito

UMA vez rainhas, sempre rainhas. É este o lema que a Direcção do Desportivo quer ver patente na sua equipa no Campeonato Africano de Basquetebol em seniores femininos, prova em que as moçambicanas entram na condição de detentoras do título.

Cássimo Mohomed, director para a área de basquetebol do Desportivo
Cássimo Mohomed, director do Departamento de Basquetebol, está consciente de que a missão não será fácil, mas assume desde já que na capital queniana, Nairobi, estará presente um Desportivo com um objectivo único: revalidar o título mais cobiçado da bola-ao-cesto do Continente Africano a nível de clubes em seniores femininos.

Maputo, Sexta-Feira, 24 de Outubro de 2008:: Notícias

“Uma equipa que parte para um campeonato como detentora do título não pode pensar noutra coisa que não seja procurar voltar a conquistá-lo, até porque nem ficaria bem não assumir esta posição quando sabemos que somos actualmente os campeões africanos e temos uma equipa em condições para repetir o feito do ano passado”, frisou.

Segundo aquele dirigente, os preparativos para essa missão honrosa e ao mesmo tempo escrupulosa está a decorrer a bom ritmo. “Estamos neste momento a envidar esforços no sentido de conseguir patrocínios que garantam as despesas relacionadas com as viagens, alojamento e alimentação. Não está a ser fácil conseguir estes apoios, mas acredito que vamos assegurar o dinheiro que precisamos para proporcionar a nossa delegação uma viagem confortável”, anotou.

Questionado se a viagem do Desportivo estaria em risco, este respondeu: “Não, não está em risco. Esta hipótese está posta de lado. É impossível não estarmos em Nairobi para defender o título. Havemos de conseguir o dinheiro necessário, afinal esta é uma direcção que tem vivido um pouco disto, sem muitas ajudas de empresas a apoiar. Desdobra-se sempre para proporcionar as melhores condições aos atletas”, arrematou.

REFORÇOS EM MANGA

Para defender o título com maior galhardia, a turma “alvi-negra” será reforçada com pelo menos cinco atletas, sendo duas nacionais e três estrangeiras, que de acordo com Cássimo poderão vir em princípio de equipas africanas ou da América do Sul.

“Vamos reforçar a nossa equipa com algumas jogadoras estrangeiras, cujos nomes e países de proveniência não posso mencionar, porque, como deve perceber, estamos em fase de negociações. Mas devo lhe assegurar que é nosso desejo reforçarmo-nos com três atletas do Continente Africano ou Americano. Mas, como disse, estamos em fase de negociação. Poderemos, por alguma eventualidade, ter que recorrer ao mercado europeu. Pretendemos também garantir a contratação de duas atletas que jogam no país, mas é impossível falar de nomes nesta altura”, disse.

Questionado se o Desportivo voltaria a optar pelo préstimo das senegalesas Salimata Diatta ou Anta Sy, atletas que tiveram um papel fundamental na conquista da prova rainha do básquete feminino, este respondeu: “não vamos contar com estas atletas porque têm compromissos com os seus clubes nas provas da EUROLIGA que se disputam por estas alturas”.

Ainda sobre esta “operação”, o homem forte do básquete “alvi-negro” afiançou que Diarra Dessai, actualmente a residir na cidade de Quelimane, voltará a juntar-se ao “team” tal como o fez na anterior edição disputada na cidade de Maputo.

Cássimo que se mostrou muito confiante na revalidação do título, falou ainda sobre o decurso dos treinos da equipa: “Está tudo a correr bem. As atletas têm vindo a realizar treinos bidiários sem nenhum tipo de sobressaltos, sob a orientação do técnico Nazir Salé.

FIRST BANK, DJOLIBA E 1º DE AGOSTO ADVERSÁRIOS A TER EM CONTA

Maputo, Sexta-Feira, 24 de Outubro de 2008:: Notícias

Sem temer nenhum adversário, mas com muito respeito por todos, Cássimo apontou o First Bank da Nigéria, o Djoliba do Mali e o 1º de Agosto de Angola como sendo os potenciais adversários do Desportivo na luta pela conquista do ceptro.

“Existe um grupo de três equipas que podem nos causar alguns problemas, como são os casos do First Bank, Djoliba e 1º de Agosto. São equipas que vêm demonstrando igualmente qualidades para chegarem ao título”, admitiu.

Alertou ainda para o facto de poder aparecer um “outsider” (equipa-surpresa), como foi o caso do Desportivo, que acabou por se sagrar campeão quando ninguém fazia prever. “Temos que estar à espera também daquelas equipas que aparecerem e acabam por surpreender. Se se lembrar, na edição passada o Desportivo não era apontado como favorito, mas acabou por conquistar o campeonato. Por isso, temos que estar preparados”, sublinhou.

A 14ª edição do Campeonato Africano de Basquetebol Sénior Feminino realiza-se de 20 a 29 de Novembro em Nairobi, Quénia.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:33
 O que é? |  O que é? | favorito

O PROFESSOR Cremildo Gonçalves tem a dura missão de conduzir o processo visando juntar a família de natação para que dentro de seis meses se constitua uma direcção credível para dirigir os destinos da modalidade, com a realização de eleições para novos corpos gerentes da federação.

PROFESSOR Cremildo Gonçalves
Para o efeito, Cremildo Gonçalves tomou posse na sexta-feira última para dirigir a comissão administrativa criada há sensivelmente duas semanas para conduzir o processo visando a realização de eleições.

Cremido Gonçalves foi indicado pelo Ministério da Juventude e Desportos (MJD), na qualidade de membro do Conselho Nacional de Desportos (CND), para apaziguar os ânimos que se seguiram à impugnação dos resultados das últimas eleições da Federação Moçambicana de Natação (FMN), na sequência das irregularidades detectadas no processo que conduziu Yolanda Mussá para o cargo de presidente. A impugnação foi feita pela comissão criada para as eleições, a pedido da Associação de Natação da Cidade de Maputo (ANCM).

De salientar que o CND é o órgão criado para arbitrar situações de clivagens que possam eventualmente surgir nas federações ou associações desportivas, bem como aconselhar para que sigam um caminho pelo qual o desporto é regido do país.

OUTROS OBJECTIVOS DA COMISSÃO

Para além de conduzir o processo com vista à eleição da nova direcção, a comissão tem pela frente a dura tarefa de preparar a documentação para a legalização da federação. Isso passa pela revisão dos actuais estatutos da FMN para se enquadrarem à nova Lei e Regulamento do Desporto, de modo que a nova direcção encontre espaço aberto para realizar as suas actividades dentro da normalidade.

Para que a missão que lhe foi encarregue produza os efeitos desejados, a comissão precisa, primeiro, de ter instalações próprias e seleccionar um director e secretário executivos, para além de um fundo de maneio para o respectivo funcionamento.

DIALOGAR COM ASSOCIAÇÕES CLUBES E PAIS DOS ATLETAS

Uma das estratégias adoptadas pela comissão para concretizar os objectivos para os quais foi criada é a de dialogar com a família de natação, nomeadamente associações, clubes e pais dos atletas, para se encontrarem mecanismos que possam conduzir o processo de mudanças com sucesso.

Para Cremildo Gonçalves, isso vai ajudar para que se encontre uma direcção credível e consensual.

“A missão é de trabalhar com os fazedores da natação para apaziguar o mal-estar que se vive neste momento, juntando toda a família da modalidade”, destacou.

De salientar que a comissão será encarregue pela organização de provas de carácter nacional durante o seu mandato.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:22
 O que é? |  O que é? | favorito

O PROFESSOR Cremildo Gonçalves tem a dura missão de conduzir o processo visando juntar a família de natação para que dentro de seis meses se constitua uma direcção credível para dirigir os destinos da modalidade, com a realização de eleições para novos corpos gerentes da federação.

PROFESSOR Cremildo Gonçalves
Para o efeito, Cremildo Gonçalves tomou posse na sexta-feira última para dirigir a comissão administrativa criada há sensivelmente duas semanas para conduzir o processo visando a realização de eleições.

Cremido Gonçalves foi indicado pelo Ministério da Juventude e Desportos (MJD), na qualidade de membro do Conselho Nacional de Desportos (CND), para apaziguar os ânimos que se seguiram à impugnação dos resultados das últimas eleições da Federação Moçambicana de Natação (FMN), na sequência das irregularidades detectadas no processo que conduziu Yolanda Mussá para o cargo de presidente. A impugnação foi feita pela comissão criada para as eleições, a pedido da Associação de Natação da Cidade de Maputo (ANCM).

De salientar que o CND é o órgão criado para arbitrar situações de clivagens que possam eventualmente surgir nas federações ou associações desportivas, bem como aconselhar para que sigam um caminho pelo qual o desporto é regido do país.

OUTROS OBJECTIVOS DA COMISSÃO

Para além de conduzir o processo com vista à eleição da nova direcção, a comissão tem pela frente a dura tarefa de preparar a documentação para a legalização da federação. Isso passa pela revisão dos actuais estatutos da FMN para se enquadrarem à nova Lei e Regulamento do Desporto, de modo que a nova direcção encontre espaço aberto para realizar as suas actividades dentro da normalidade.

Para que a missão que lhe foi encarregue produza os efeitos desejados, a comissão precisa, primeiro, de ter instalações próprias e seleccionar um director e secretário executivos, para além de um fundo de maneio para o respectivo funcionamento.

DIALOGAR COM ASSOCIAÇÕES CLUBES E PAIS DOS ATLETAS

Uma das estratégias adoptadas pela comissão para concretizar os objectivos para os quais foi criada é a de dialogar com a família de natação, nomeadamente associações, clubes e pais dos atletas, para se encontrarem mecanismos que possam conduzir o processo de mudanças com sucesso.

Para Cremildo Gonçalves, isso vai ajudar para que se encontre uma direcção credível e consensual.

“A missão é de trabalhar com os fazedores da natação para apaziguar o mal-estar que se vive neste momento, juntando toda a família da modalidade”, destacou.

De salientar que a comissão será encarregue pela organização de provas de carácter nacional durante o seu mandato.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:22
 O que é? |  O que é? | favorito

É SEMPRE difícil, mas muito difícil mesmo, para qualquer equipa jogar na capital do norte (Nampula), mais precisamente no Estádio 25 de Junho.

Muçulmanos em duro teste na capital do norte
O ambiente em redor da equipa forasteira é fervoroso e hostil, facto que pode afectar a prestação das equipas menos experimentadas.


O Atlético Muçulmano é o visitante que se segue e o adversário é o Ferroviário de Nampula, formação de maior quilate naquela região do país. O encontro é decisivo para ambos conjuntos, visto tratar-se de um jogo a contar para as meias-finais da Taça Moçambique mcel, onde apenas a vitória interessa.

A possibilidade dos muçulmanos triunfarem no “25 de Junho” parece ser muito remota, a julgar por aquilo que foram os resultados nos confrontos directos em desafios do Moçambola. Os pupilos de Arnaldo Salvado, que até estão a realizar um excelente campeonato, não conseguiram vencer os “locomotivas” esta época, tendo perdido em Nampula, por 0-1, e consentido um empate no seu reduto a zero bola.

Os comandados de Nacir Armando podem se gabar de terem ganho quatro pontos à equipa-sensação do Moçambola. Nesta altura o Atlético ocupa a segunda posição estando a apenas dois pontos do líder, Ferroviário de Maputo, enquanto os nampulenses vão na oitava posição. Estes indicativos remetem-nos para um cenário adverso, se se atender que o Atlético Muçulmano parte claramente em vantagem, a avaliar pela regularidade, maior confiança e futebol que pratica neste momento.

Assim sendo, dois factores estarão em campo quando se iniciar a partida: por um lado as boas exibições do Ferroviário de Nampula ante o Atlético. E, por outro, a melhor forma do Atlético, que ficou até reflectida na vitória frente ao Costa do Sol, por 2-0, em desafio do Moçambola.

No mesmo dia, mas em Tete, o Chingale defronta o Ferroviário da Beira.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:04
 O que é? |  O que é? | favorito

É SEMPRE difícil, mas muito difícil mesmo, para qualquer equipa jogar na capital do norte (Nampula), mais precisamente no Estádio 25 de Junho.

Muçulmanos em duro teste na capital do norte
O ambiente em redor da equipa forasteira é fervoroso e hostil, facto que pode afectar a prestação das equipas menos experimentadas.


O Atlético Muçulmano é o visitante que se segue e o adversário é o Ferroviário de Nampula, formação de maior quilate naquela região do país. O encontro é decisivo para ambos conjuntos, visto tratar-se de um jogo a contar para as meias-finais da Taça Moçambique mcel, onde apenas a vitória interessa.

A possibilidade dos muçulmanos triunfarem no “25 de Junho” parece ser muito remota, a julgar por aquilo que foram os resultados nos confrontos directos em desafios do Moçambola. Os pupilos de Arnaldo Salvado, que até estão a realizar um excelente campeonato, não conseguiram vencer os “locomotivas” esta época, tendo perdido em Nampula, por 0-1, e consentido um empate no seu reduto a zero bola.

Os comandados de Nacir Armando podem se gabar de terem ganho quatro pontos à equipa-sensação do Moçambola. Nesta altura o Atlético ocupa a segunda posição estando a apenas dois pontos do líder, Ferroviário de Maputo, enquanto os nampulenses vão na oitava posição. Estes indicativos remetem-nos para um cenário adverso, se se atender que o Atlético Muçulmano parte claramente em vantagem, a avaliar pela regularidade, maior confiança e futebol que pratica neste momento.

Assim sendo, dois factores estarão em campo quando se iniciar a partida: por um lado as boas exibições do Ferroviário de Nampula ante o Atlético. E, por outro, a melhor forma do Atlético, que ficou até reflectida na vitória frente ao Costa do Sol, por 2-0, em desafio do Moçambola.

No mesmo dia, mas em Tete, o Chingale defronta o Ferroviário da Beira.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:04
 O que é? |  O que é? | favorito

O BARCELONA, esteve impecável na terceira e última jornada da primeira volta da Liga dos Campeões Europeus, ao golear, na quarta-feira, o Basileia, por 5-0. O Barça passou a ser a única equipa que ganhou as três partidas disputadas.


Genial Barcelona
Noutro jogo deste grupo, o C, o Sporting foi a Ucrânia vencer o Shaktar Donestk, por 1-0, e ficou com seis pontos, a três do líder Barcelona.

Nos outros encontros as duas revelações das duas jornadas caíram. O Anorthosis de Famagusta do Chipre perdeu frente ao Inter de Milão, por 0-1, enquanto o Cluj da Roménia sucumbiu em Bordéus pelo mesmo resultado.

CHELSEA-ROMA PARTIDA DE DESTAQUE

A quatro dias do choque com o Liverpool na Primeira Liga Inglesa, o Chelsea, apesar de ter tido maior tempo de posse de bola, teve muitas dificuldade para “furar” a retaguarda romena. E foi de bola parada que os “bleus” chegaram à vitória, quando o capitão John Terry marcou após um cruzamento de Frank Lampard.

O Inter de Milão comanda o Grupo B, após bater o Anorthosis, por 1-0, enquanto Werder Bremen e Panathinaikos empataraam a duas bolas.

No Grupo D, os dois líderes invictos empataram. Liverpool e Atlético de Madrid empataram, no Vicente Calderón, a um golo.

Noutro jogo, o Marselha somou em Eindhoven a sua terceira derrota. Danny Koevermans marcou por duas vezes e deu a vitória à equipa holandesa (2-0).

RESULTADOS DE TERÇA-FEIRA

Grupo E: Villarreal AaB (6-3) e Man. United - Celtic (3-0); Grupo F: Bayern - Fiorentina (3-0) e Steaua - Lyon (3-5); Grupo G: Fenerbahçe - Arsenal (2-5) Porto Dínamo de Kiev (0-1); Grupo H: Zenit - BATE (1-1) e Juventus - Real Madrid (2-1).

publicado por Vaxko Zakarias às 10:50
 O que é? |  O que é? | favorito

O BARCELONA, esteve impecável na terceira e última jornada da primeira volta da Liga dos Campeões Europeus, ao golear, na quarta-feira, o Basileia, por 5-0. O Barça passou a ser a única equipa que ganhou as três partidas disputadas.


Genial Barcelona
Noutro jogo deste grupo, o C, o Sporting foi a Ucrânia vencer o Shaktar Donestk, por 1-0, e ficou com seis pontos, a três do líder Barcelona.

Nos outros encontros as duas revelações das duas jornadas caíram. O Anorthosis de Famagusta do Chipre perdeu frente ao Inter de Milão, por 0-1, enquanto o Cluj da Roménia sucumbiu em Bordéus pelo mesmo resultado.

CHELSEA-ROMA PARTIDA DE DESTAQUE

A quatro dias do choque com o Liverpool na Primeira Liga Inglesa, o Chelsea, apesar de ter tido maior tempo de posse de bola, teve muitas dificuldade para “furar” a retaguarda romena. E foi de bola parada que os “bleus” chegaram à vitória, quando o capitão John Terry marcou após um cruzamento de Frank Lampard.

O Inter de Milão comanda o Grupo B, após bater o Anorthosis, por 1-0, enquanto Werder Bremen e Panathinaikos empataraam a duas bolas.

No Grupo D, os dois líderes invictos empataram. Liverpool e Atlético de Madrid empataram, no Vicente Calderón, a um golo.

Noutro jogo, o Marselha somou em Eindhoven a sua terceira derrota. Danny Koevermans marcou por duas vezes e deu a vitória à equipa holandesa (2-0).

RESULTADOS DE TERÇA-FEIRA

Grupo E: Villarreal AaB (6-3) e Man. United - Celtic (3-0); Grupo F: Bayern - Fiorentina (3-0) e Steaua - Lyon (3-5); Grupo G: Fenerbahçe - Arsenal (2-5) Porto Dínamo de Kiev (0-1); Grupo H: Zenit - BATE (1-1) e Juventus - Real Madrid (2-1).

publicado por Vaxko Zakarias às 10:50
 O que é? |  O que é? | favorito

O VENCEDOR da Bola de Ouro 2008 será conhecido a 2 de Dezembro. É essa a data para o anúncio do jogador que sucederá ao brasileiro Kaká como detentor do troféu que a revista “France Football” atribui há 53 anos.

logo da fifa
Cristiano Ronaldo está entre os grandes favoritos à conquista da prestigiada distinção, que consagra agora o melhor jogador do mundo (durante muitos anos eram apenas distinguidos jogadores a actuar na Europa), e que será o primeiro grande troféu individual do ano a ser atribuído. O vencedor do prémio World Player da FIFA apenas será divulgado a 12 de Janeiro, na gala do organismo que tutela o futebol europeu.

Kaká, que na época passada ficou à frente de Cristiano Ronaldo e Lionel Messi, não está entre os principais favoritos este ano, mas o brasileiro do Milan deixou já o desejo de voltar a ganhar a “Bola de Ouro”. “Espero voltar a Paris e ganhar mais troféus. Não sei quantos, mas espero sempre ganhar o próximo. Depois, quando ganhar o segundo, penso no terceiro e por aí adiante”, afirmou o brasileiro, numa entrevista ao jornal italiano “Corriere dello Sport”.

publicado por Vaxko Zakarias às 10:15
 O que é? |  O que é? | favorito

O VENCEDOR da Bola de Ouro 2008 será conhecido a 2 de Dezembro. É essa a data para o anúncio do jogador que sucederá ao brasileiro Kaká como detentor do troféu que a revista “France Football” atribui há 53 anos.

logo da fifa
Cristiano Ronaldo está entre os grandes favoritos à conquista da prestigiada distinção, que consagra agora o melhor jogador do mundo (durante muitos anos eram apenas distinguidos jogadores a actuar na Europa), e que será o primeiro grande troféu individual do ano a ser atribuído. O vencedor do prémio World Player da FIFA apenas será divulgado a 12 de Janeiro, na gala do organismo que tutela o futebol europeu.

Kaká, que na época passada ficou à frente de Cristiano Ronaldo e Lionel Messi, não está entre os principais favoritos este ano, mas o brasileiro do Milan deixou já o desejo de voltar a ganhar a “Bola de Ouro”. “Espero voltar a Paris e ganhar mais troféus. Não sei quantos, mas espero sempre ganhar o próximo. Depois, quando ganhar o segundo, penso no terceiro e por aí adiante”, afirmou o brasileiro, numa entrevista ao jornal italiano “Corriere dello Sport”.

publicado por Vaxko Zakarias às 10:15
 O que é? |  O que é? | favorito
Outubro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
18
19
22
25
26
31
subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO