Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Terça-feira, 21 DE Outubro 2008
Maninho uns dos que brilhou em Pretória
MOÇAMBIQUE conquistou, sábado, o Torneio Internacional de Hóquei em Patins de Pretória ao vencer, na final muito renhida, a África do Sul, por 7-6.

A equipa nacional foi implacável neste torneio organizado pelos sul-africanos com vista à sua preparação para o Campeonato do Mundo do Grupo B. Somaram por vitórias as três partidas realizadas, tendo marcado 16 golos e sofrido cinco.

O combinado nacional soube impor com perfeição do primeiro ao último jogo, o seu melhor hóquei, embora não tenha podido contar com o contributo do “capitão” da equipa, Bruno Pimentel, que ficou afastado por não se encontrar em condições físicas.

No entanto, jogadores como Siga, Mafamba, e irmãos Esculudes, Kiko e Maninho, com exibições de encher o olho, fizeram esquecer aquele que é, para muitos, a “estrela-mor” da selecção.

Siga, ao marcar quatro dos sete golos da equipa moçambicana, foi mesmo o “herói” deste embate, que foi muito renhido, sobretudo na segunda parte, quando Justin da Costa e Cláudio Araújo anularam a vantagem de 2-0 com que Moçambique tinha saído para o intervalo com dois golos de Siga.

Nesse período, os “pupilos” de Sandro dos Santos passaram por maus bocados, mas logo se restabeleceram, tendo chegado aos 4-2, com um tendo de Mafamba e outro de Siga. Mas na sequência de um penalte muito contestado pela Selecção Nacional, Cláudio Araújo reduziu a desvantagem para 3-4. Mas para a frustração dos sul-africanos Maninho fez o 5-3.

Contudo, nada estava decidido pois o adversário não baixava os braços e passados cinco minutos restabeleceram a igualdade, por intermédio de Adilson Correia e Michael Pato. O jogo foi para o prolongamento, a emoção cresceu no pavilhão da Associação Portuguesa de Pretória, que registou uma boa moldura humana maioritariamente sul-africana que estava ávida por ver o troféu ficar em casa.

Mas não foi isso que aconteceu, porque Moçambique mostrou muita experiência, melhor poder táctico e uma grande desenvoltura técnica e chegou ao sexto e sétimo golos, outra vez, por Maninho e Siga, espectivamente. Leandro Araújo ainda reduziu já perto do final, mas foi insuficiente para impedir a festa moçambicana.

Nota ainda para as grandes defesas de Arnaldo Queiroz, seguramente um dos melhores elementos do combinado nacional.

No jogo de estreia, realizado na quinta-feira, Moçambique ganhou à selecção sul-africana por 3-0, tendo depois goleado a de esperanças daquele mesmo país vizinho por 6-0.

Siga e Maninho foram os melhores marcadores, com cinco golos cada, seguidos de Mafamba com quatro e Kiko com três.

A selecção de Angola, que também tinha confirmado presença no evento, acabou por desistir à última hora, pelo facto dos seus jogadores se encontrarem ao serviço dos respectivos clubes, que disputaram o “Mundial” em Vigo, Espanha.

Ivo Tavares

publicado por Vaxko Zakarias às 13:50
 O que é? |  O que é? | favorito
Maninho uns dos que brilhou em Pretória
MOÇAMBIQUE conquistou, sábado, o Torneio Internacional de Hóquei em Patins de Pretória ao vencer, na final muito renhida, a África do Sul, por 7-6.

A equipa nacional foi implacável neste torneio organizado pelos sul-africanos com vista à sua preparação para o Campeonato do Mundo do Grupo B. Somaram por vitórias as três partidas realizadas, tendo marcado 16 golos e sofrido cinco.

O combinado nacional soube impor com perfeição do primeiro ao último jogo, o seu melhor hóquei, embora não tenha podido contar com o contributo do “capitão” da equipa, Bruno Pimentel, que ficou afastado por não se encontrar em condições físicas.

No entanto, jogadores como Siga, Mafamba, e irmãos Esculudes, Kiko e Maninho, com exibições de encher o olho, fizeram esquecer aquele que é, para muitos, a “estrela-mor” da selecção.

Siga, ao marcar quatro dos sete golos da equipa moçambicana, foi mesmo o “herói” deste embate, que foi muito renhido, sobretudo na segunda parte, quando Justin da Costa e Cláudio Araújo anularam a vantagem de 2-0 com que Moçambique tinha saído para o intervalo com dois golos de Siga.

Nesse período, os “pupilos” de Sandro dos Santos passaram por maus bocados, mas logo se restabeleceram, tendo chegado aos 4-2, com um tendo de Mafamba e outro de Siga. Mas na sequência de um penalte muito contestado pela Selecção Nacional, Cláudio Araújo reduziu a desvantagem para 3-4. Mas para a frustração dos sul-africanos Maninho fez o 5-3.

Contudo, nada estava decidido pois o adversário não baixava os braços e passados cinco minutos restabeleceram a igualdade, por intermédio de Adilson Correia e Michael Pato. O jogo foi para o prolongamento, a emoção cresceu no pavilhão da Associação Portuguesa de Pretória, que registou uma boa moldura humana maioritariamente sul-africana que estava ávida por ver o troféu ficar em casa.

Mas não foi isso que aconteceu, porque Moçambique mostrou muita experiência, melhor poder táctico e uma grande desenvoltura técnica e chegou ao sexto e sétimo golos, outra vez, por Maninho e Siga, espectivamente. Leandro Araújo ainda reduziu já perto do final, mas foi insuficiente para impedir a festa moçambicana.

Nota ainda para as grandes defesas de Arnaldo Queiroz, seguramente um dos melhores elementos do combinado nacional.

No jogo de estreia, realizado na quinta-feira, Moçambique ganhou à selecção sul-africana por 3-0, tendo depois goleado a de esperanças daquele mesmo país vizinho por 6-0.

Siga e Maninho foram os melhores marcadores, com cinco golos cada, seguidos de Mafamba com quatro e Kiko com três.

A selecção de Angola, que também tinha confirmado presença no evento, acabou por desistir à última hora, pelo facto dos seus jogadores se encontrarem ao serviço dos respectivos clubes, que disputaram o “Mundial” em Vigo, Espanha.

Ivo Tavares

publicado por Vaxko Zakarias às 13:50
 O que é? |  O que é? | favorito

O MATCHEDJE fechou domingo, e de forma brilhante, o Campeonato de Futebol da Zona Sul da Divisão de Honra, derrotando o Clube de Gaza por 1-0, resultado que animou mais a festa de transição para o Moçambola-2009, celebrada com pompa pelos “militares” no campo do Desportivo, perante altas figuras convidadas para testemunharem o acto.

Matchedje já pensa no Moçambola-2009 (A. Marrengula)
O Matchedje partiu para este jogo já com a transição confirmada há duas jornadas, quando derrotou, fora de portas, o Ferroviário de Inhambane, tendo ficado de fora na anterior jornada, devido ao número ímpar de concorrentes.

Os “militares” optaram por projectar a celebração da transição para a última jornada, a 22ª, tendo em conta o factor casa, associando todos os esforços para que a subida para o Moçambola fosse festejada com cor e brilho.

E isso passava primeiro pela vitória sobre os gazenses para abrilhantar esta grande conquista, que marcou ponto final a qutro anos de ausência no convívio dos grandes. Acabou acontecendo e a festa atingiu o ponto mais alto quando os campeões da Zona Sul foram atribuídas as respectivas insígnias pela direcção do clube, perante destacáveis figuras do Ministério da Defesa, patrono do Matchedje, e outros convidados do Governo.

ACADÉMICA EM SEGUNDO

Enquanto isso, a Académica salvou as suas honras vencendo o Clube da Manhiça, por 1-0, assegurando desta feita o segundo lugar no Campeonato da região sul. Aliás, nem um resultado contrário podia ter afastado os “estudantes” do precioso lugar, porque Hluvuku FC, o seu mais directo perseguidor, foi averbada falta de comparência por não ter se deslocado ao reduto do Ferroviário de Inhambane. Mesmo assim, Hluvuku manteve-se na terceira posição, pois o Incomáti, no seu encalço, foi travado com empate em casa pelo Clube do Bilene (1-1).

Entretanto, as formações do Clube da Manhiça, Clube do Bilene, AD Chókwè e Olympique descem de divisão, devendo disputar os respectivos campeonatos provinciais.

HCB TAMBÉM FESTEJA TRANSIÇÃO EM CASA

O Grupo Desportivo HCB vai também festejar a subida para Moçambola-2009, em casa, no domingo, no desfecho do encontro com o Desportivo de Chimoio. HCB assegurou igualmente a transição há semanas, ao conseguir uma vantagem confortável sobre o Ferroviário de Quelimane, seu principal rival na competição.

Os “locomotivas” quelimanenses têm o segundo lugar garantido na prova, depois que beneficiaram da falta de comparência do Vespas de Dondo, na jornada finda, a 21ª. A terceira posição, agora nas mãos do Têxtil, pode conhecer outro dono, caso os “fabris” baqueiem na sua deslocação à cidade da Beira para defrontar o Vespas de Dondo. No encalço do Têxtil estão o Desportivo de Tete, Sporting de Quelimane, Desportivos de Chimoio e de Báruè.

QUADRO DE RESULTADOS


ZONA CENTRO

Têxtil do Púnguè-Desp. de Báruè 0-0

Fer. de Quelimane-Vespas FC (vitória do Fer de Quelimane por fakta de comparência do Vespas)

Leões de Vumba-Desp. de Tete 1-1

Sporting da Beira-Desp. de Chimoio 0-1

ZONA SUL

AD Chókwè-Vilankulo FC 2-1

Académica-Clube da Manhiça 1-0

Incomáti-Clube do Bilene 0-0

Fer. de I’bane-Hluvuku FC (vitória do Fer. de I'bane por falta de comparência de Hluvuku)

Matchedje-Clube de Gaza 1-0

publicado por Vaxko Zakarias às 13:06
 O que é? |  O que é? | favorito

O MATCHEDJE fechou domingo, e de forma brilhante, o Campeonato de Futebol da Zona Sul da Divisão de Honra, derrotando o Clube de Gaza por 1-0, resultado que animou mais a festa de transição para o Moçambola-2009, celebrada com pompa pelos “militares” no campo do Desportivo, perante altas figuras convidadas para testemunharem o acto.

Matchedje já pensa no Moçambola-2009 (A. Marrengula)
O Matchedje partiu para este jogo já com a transição confirmada há duas jornadas, quando derrotou, fora de portas, o Ferroviário de Inhambane, tendo ficado de fora na anterior jornada, devido ao número ímpar de concorrentes.

Os “militares” optaram por projectar a celebração da transição para a última jornada, a 22ª, tendo em conta o factor casa, associando todos os esforços para que a subida para o Moçambola fosse festejada com cor e brilho.

E isso passava primeiro pela vitória sobre os gazenses para abrilhantar esta grande conquista, que marcou ponto final a qutro anos de ausência no convívio dos grandes. Acabou acontecendo e a festa atingiu o ponto mais alto quando os campeões da Zona Sul foram atribuídas as respectivas insígnias pela direcção do clube, perante destacáveis figuras do Ministério da Defesa, patrono do Matchedje, e outros convidados do Governo.

ACADÉMICA EM SEGUNDO

Enquanto isso, a Académica salvou as suas honras vencendo o Clube da Manhiça, por 1-0, assegurando desta feita o segundo lugar no Campeonato da região sul. Aliás, nem um resultado contrário podia ter afastado os “estudantes” do precioso lugar, porque Hluvuku FC, o seu mais directo perseguidor, foi averbada falta de comparência por não ter se deslocado ao reduto do Ferroviário de Inhambane. Mesmo assim, Hluvuku manteve-se na terceira posição, pois o Incomáti, no seu encalço, foi travado com empate em casa pelo Clube do Bilene (1-1).

Entretanto, as formações do Clube da Manhiça, Clube do Bilene, AD Chókwè e Olympique descem de divisão, devendo disputar os respectivos campeonatos provinciais.

HCB TAMBÉM FESTEJA TRANSIÇÃO EM CASA

O Grupo Desportivo HCB vai também festejar a subida para Moçambola-2009, em casa, no domingo, no desfecho do encontro com o Desportivo de Chimoio. HCB assegurou igualmente a transição há semanas, ao conseguir uma vantagem confortável sobre o Ferroviário de Quelimane, seu principal rival na competição.

Os “locomotivas” quelimanenses têm o segundo lugar garantido na prova, depois que beneficiaram da falta de comparência do Vespas de Dondo, na jornada finda, a 21ª. A terceira posição, agora nas mãos do Têxtil, pode conhecer outro dono, caso os “fabris” baqueiem na sua deslocação à cidade da Beira para defrontar o Vespas de Dondo. No encalço do Têxtil estão o Desportivo de Tete, Sporting de Quelimane, Desportivos de Chimoio e de Báruè.

QUADRO DE RESULTADOS


ZONA CENTRO

Têxtil do Púnguè-Desp. de Báruè 0-0

Fer. de Quelimane-Vespas FC (vitória do Fer de Quelimane por fakta de comparência do Vespas)

Leões de Vumba-Desp. de Tete 1-1

Sporting da Beira-Desp. de Chimoio 0-1

ZONA SUL

AD Chókwè-Vilankulo FC 2-1

Académica-Clube da Manhiça 1-0

Incomáti-Clube do Bilene 0-0

Fer. de I’bane-Hluvuku FC (vitória do Fer. de I'bane por falta de comparência de Hluvuku)

Matchedje-Clube de Gaza 1-0

publicado por Vaxko Zakarias às 13:06
 O que é? |  O que é? | favorito

AS equipas do Ferroviário e Desportivo de Nacala estão à frente da “poule” da Zona norte de apuramento para Moçambola-2009, como as únicas vencedoras na jornada do arranque da fase final do Campeonato Regional de Futebol da Divisão de Honra.


imagem corporativa do moçambola
Contudo, o Desportivo é que leva vantagem sobre o Ferroviário, pois arrancou o resultado mais volumoso ao derrotar o Clube Desportivo Chikwéti de Lichinga, por 4-0. Os “locomotivas” venceram, por seu turno, o Sporting de Nampula, por 2-0.

Entretanto, a próxima jornada irá decidir quem será o verdadeiro líder no embate entre os rivais Desportivo e Ferroviário de Nacala, nesta cidade portuária.

Por sua vez, o Sporting de Nampula vai tentar pontuar diante do Chikwèti, no reduto deste, que é visto como sendo o mais frágil desta prova.

De salientar que a “poule” é disputada num sistema de todos contra todos em duas voltas.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:37
 O que é? |  O que é? | favorito

AS equipas do Ferroviário e Desportivo de Nacala estão à frente da “poule” da Zona norte de apuramento para Moçambola-2009, como as únicas vencedoras na jornada do arranque da fase final do Campeonato Regional de Futebol da Divisão de Honra.


imagem corporativa do moçambola
Contudo, o Desportivo é que leva vantagem sobre o Ferroviário, pois arrancou o resultado mais volumoso ao derrotar o Clube Desportivo Chikwéti de Lichinga, por 4-0. Os “locomotivas” venceram, por seu turno, o Sporting de Nampula, por 2-0.

Entretanto, a próxima jornada irá decidir quem será o verdadeiro líder no embate entre os rivais Desportivo e Ferroviário de Nacala, nesta cidade portuária.

Por sua vez, o Sporting de Nampula vai tentar pontuar diante do Chikwèti, no reduto deste, que é visto como sendo o mais frágil desta prova.

De salientar que a “poule” é disputada num sistema de todos contra todos em duas voltas.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:37
 O que é? |  O que é? | favorito

A SELECÇÃO Nacional de Futebol de Sub-20, os “Mambinhas”, ficou pelo caminho na luta pela transição para a fase final do Torneio Internacional, que decorre na Malásia, no qual participa como um dos convidados.

Mambinhas

Os “Mambinhas” voltaram a perder ontem frente a Myanmar, por 3-2, depois de terem sofrido uma pesada derrota diante do Vietname, no último sábado.

Os Sub-20, que se estrearam a vencer o Bangladesh, por 1-0, na série B, não vão participar nas meias-finais, que serão disputadas amanhã. A final terá lugar na sexta-feira e os “Mambinhas” regressam esta semana a Maputo.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:28
 O que é? |  O que é? | favorito

A SELECÇÃO Nacional de Futebol de Sub-20, os “Mambinhas”, ficou pelo caminho na luta pela transição para a fase final do Torneio Internacional, que decorre na Malásia, no qual participa como um dos convidados.

Mambinhas

Os “Mambinhas” voltaram a perder ontem frente a Myanmar, por 3-2, depois de terem sofrido uma pesada derrota diante do Vietname, no último sábado.

Os Sub-20, que se estrearam a vencer o Bangladesh, por 1-0, na série B, não vão participar nas meias-finais, que serão disputadas amanhã. A final terá lugar na sexta-feira e os “Mambinhas” regressam esta semana a Maputo.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:28
 O que é? |  O que é? | favorito

UMA década depois de se terem encontrado na final da Liga dos Campeões Europeus, Juventus e Real Madrid voltam a defrontar-se na mesma competição, por ocasião da terceira jornada da fase de grupos.

Novos embates de gigantes
Nos outros jogos uma inoportuna lesão vai impedir o regresso de Fernando Torres à casa que o viu nascer, quando o Atlético de Madrid medir forças com a sua nova equipa, o Liverpool, à procura da terceira vitória consecutiva no Grupo D.

O Real Madrid visita o Stadio delle Alpi, em Turim, hoje, num jogo no qual se espera, ainda assim, menos tensão daquela registada na final da prova em 1998, quando um golo de Predrag Mijatovic aos 66 minutos deu a vitória aos “merengues”.

Tanto a Juventus como o Real Madrid se mantêm invictos no Grupo H, mas os anfitriões suspiram pela recuperação do guardião Gianlugi Buffon, que sofreu um estiramento muscular na coxa direita no recente embate ante o US Città di Palermo, na Serie A.

Para a deslocação à Itália, o campeão espanhol também está a contas com um lesionado, no caso, o extremo internacional holandês Arjen Robben. Caso a Juventus perca e os bielorrussos do FC BATE Borisov vençam o Zenit. St Petersburg, ambos os clubes ficam em igualdade pontual.

ANTIGOS CAMPEÕES

Na mesma noite, três outros vencedores da “Champions League” entram em acção. O Manchester United , detentor do título, defronta o Celtic, enquanto o Bayern Munique joga frente a Fiorentina e o FC Porto encontra o Dínamo Kiev. As equipas referidas em primeiro lugar actuam em casa perante equipas classificadas abaixo de si nos respectivos grupos, mas após a derrota por 4-0 em casa do Arsenal, na segunda ronda, os “dragões” terão de mostrar o que valem.

REGRESSO EMOCIONADO

Para amanhã está reservado o regresso de “El Nino” ao Vicente Calderón pela primeira vez desde que trocou Madrid por Merseyside, em Julho de 2007. No entanto, Torres, autor de 102 golos em 243 jogos ao serviço dos “"rojiblancos”, sofreu uma lesão muscular na perna direita e vai desfalcar o Liverpool. Ainda nessa noite, o Chelsea, tentará libertar-se do estigma do empate ante o Cluj – o clube da Roménia - na recepção à Roma. Caso os italianos vençam e o Cluj faça o mesmo na deslocação ao terreno do Bordéus, os “blues” descem para a terceira posição do Grupo A.

MOURINHO ATACA LIDERANÇA

Ainda amanhã o Inter de Milão tenta isolar-se no Grupo B quando receber no Stadio Giuseppe Meazza o Anorthosis Famagusta.

Ambos os conjuntos têm quatro pontos e uma derrota para um dos lados levará o Werder Bremen a subir na classificação, caso os alemães vençam o Panathinaikos em Atenas. De resto o Barcelona aposta na terceira vitória em outros tantos jogos no Grupo C, o mesmo do Sporting, quando visitar o terreno do Basileia, último classificado do grupo.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:12
 O que é? |  O que é? | favorito

UMA década depois de se terem encontrado na final da Liga dos Campeões Europeus, Juventus e Real Madrid voltam a defrontar-se na mesma competição, por ocasião da terceira jornada da fase de grupos.

Novos embates de gigantes
Nos outros jogos uma inoportuna lesão vai impedir o regresso de Fernando Torres à casa que o viu nascer, quando o Atlético de Madrid medir forças com a sua nova equipa, o Liverpool, à procura da terceira vitória consecutiva no Grupo D.

O Real Madrid visita o Stadio delle Alpi, em Turim, hoje, num jogo no qual se espera, ainda assim, menos tensão daquela registada na final da prova em 1998, quando um golo de Predrag Mijatovic aos 66 minutos deu a vitória aos “merengues”.

Tanto a Juventus como o Real Madrid se mantêm invictos no Grupo H, mas os anfitriões suspiram pela recuperação do guardião Gianlugi Buffon, que sofreu um estiramento muscular na coxa direita no recente embate ante o US Città di Palermo, na Serie A.

Para a deslocação à Itália, o campeão espanhol também está a contas com um lesionado, no caso, o extremo internacional holandês Arjen Robben. Caso a Juventus perca e os bielorrussos do FC BATE Borisov vençam o Zenit. St Petersburg, ambos os clubes ficam em igualdade pontual.

ANTIGOS CAMPEÕES

Na mesma noite, três outros vencedores da “Champions League” entram em acção. O Manchester United , detentor do título, defronta o Celtic, enquanto o Bayern Munique joga frente a Fiorentina e o FC Porto encontra o Dínamo Kiev. As equipas referidas em primeiro lugar actuam em casa perante equipas classificadas abaixo de si nos respectivos grupos, mas após a derrota por 4-0 em casa do Arsenal, na segunda ronda, os “dragões” terão de mostrar o que valem.

REGRESSO EMOCIONADO

Para amanhã está reservado o regresso de “El Nino” ao Vicente Calderón pela primeira vez desde que trocou Madrid por Merseyside, em Julho de 2007. No entanto, Torres, autor de 102 golos em 243 jogos ao serviço dos “"rojiblancos”, sofreu uma lesão muscular na perna direita e vai desfalcar o Liverpool. Ainda nessa noite, o Chelsea, tentará libertar-se do estigma do empate ante o Cluj – o clube da Roménia - na recepção à Roma. Caso os italianos vençam e o Cluj faça o mesmo na deslocação ao terreno do Bordéus, os “blues” descem para a terceira posição do Grupo A.

MOURINHO ATACA LIDERANÇA

Ainda amanhã o Inter de Milão tenta isolar-se no Grupo B quando receber no Stadio Giuseppe Meazza o Anorthosis Famagusta.

Ambos os conjuntos têm quatro pontos e uma derrota para um dos lados levará o Werder Bremen a subir na classificação, caso os alemães vençam o Panathinaikos em Atenas. De resto o Barcelona aposta na terceira vitória em outros tantos jogos no Grupo C, o mesmo do Sporting, quando visitar o terreno do Basileia, último classificado do grupo.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:12
 O que é? |  O que é? | favorito

JOGANDO no Maracanãzinho, o Brasil conquistou o título do Mundial de futsal ao vencer a Espanha no penaltes por 4 a 3, após empate a duas bolas no tempo regulamentar e no prolongamento

Mundial de Futsal : Brasil é hexacampeão

O Brasil abriu o placard aos cinco minutos do segundo tempo. O ala cobrou canto e a bola desviou em Borja enganando o guarda/redes Amado.

Porém, a Espanha empatou aos oito. Marcelo tocou para Torras, na esquerda, e o fixo espanhol mandou uma bomba no ângulo de Tiago.

Aos 17, Ciço chutou à entrada da área e Vinícius chutou para fazer o que parecia ser golo do título.

Desesperado, Venancio López chegou a pôr Andreu em campo á frente do guarda-redes.

Faltando pouco mais de um minuto para o fim, a Espanha conseguiu chegar ao golo de empate. Álvaro aproveitou o descuido da defesa brasileira e marcou o segundo dos espanhóis, para a decepção da maioria das 10.082 pessoas na bancada.

Nos penaltes, Torras teve sua a cobrança defendida por Franklin, escalado especialmente para a decisão. Na cobrança que garantiria o título, Ari chutou para defesa de Luis Amado.

Entretanto, o brasileiro naturalizado Marcelo perdeu o penalte seguinte e deu o título ao Brasil.

Este foi o quarto título do Brasil em Mundiais da FIFA. Antes, os brasileiros facturaram as edições de 1989 (Holanda), 1992 (Hong Kong) e 1996 (Espanha).

Já a Espanha vinha como campeã nas edições de 2000 (Guatemala) e 2004 (Taiwan).

publicado por Vaxko Zakarias às 11:56
 O que é? |  O que é? | favorito

JOGANDO no Maracanãzinho, o Brasil conquistou o título do Mundial de futsal ao vencer a Espanha no penaltes por 4 a 3, após empate a duas bolas no tempo regulamentar e no prolongamento

Mundial de Futsal : Brasil é hexacampeão

O Brasil abriu o placard aos cinco minutos do segundo tempo. O ala cobrou canto e a bola desviou em Borja enganando o guarda/redes Amado.

Porém, a Espanha empatou aos oito. Marcelo tocou para Torras, na esquerda, e o fixo espanhol mandou uma bomba no ângulo de Tiago.

Aos 17, Ciço chutou à entrada da área e Vinícius chutou para fazer o que parecia ser golo do título.

Desesperado, Venancio López chegou a pôr Andreu em campo á frente do guarda-redes.

Faltando pouco mais de um minuto para o fim, a Espanha conseguiu chegar ao golo de empate. Álvaro aproveitou o descuido da defesa brasileira e marcou o segundo dos espanhóis, para a decepção da maioria das 10.082 pessoas na bancada.

Nos penaltes, Torras teve sua a cobrança defendida por Franklin, escalado especialmente para a decisão. Na cobrança que garantiria o título, Ari chutou para defesa de Luis Amado.

Entretanto, o brasileiro naturalizado Marcelo perdeu o penalte seguinte e deu o título ao Brasil.

Este foi o quarto título do Brasil em Mundiais da FIFA. Antes, os brasileiros facturaram as edições de 1989 (Holanda), 1992 (Hong Kong) e 1996 (Espanha).

Já a Espanha vinha como campeã nas edições de 2000 (Guatemala) e 2004 (Taiwan).

publicado por Vaxko Zakarias às 11:56
 O que é? |  O que é? | favorito
O DESPORTO vai de mal a pior na província de Gaza, principalmente na cidade de Xai-Xai, onde as modalidades de salão
Em desafios da quarta jornada, os “tricolores”, em masculinos, ficaram de fora devido ao número impar de equipas, mas nada alterou. O Costa do Sol, seu principal concorrente, venceu o Mahotas, por 37-19, e reduziu a desvantagem pontual para cinco pontos em relação ao Maxaquene, que soma 12. Os “canarinhos” têm um jogo a menos.

O Matchedje A, em femininos, somou mais três pontos, mesmo sem ter jogado, já que se beneficiou da falta de comparência do Maxaquene B. As “militares” somam 12 pontos, os mesmos que o Maxaquene, que venceu o Matchedje B, por 29-12.

Entretanto, o Maxaquene está em desvantagem por ter perdido no confronto com o Matchedje.

Em juniores femininos, o Costa do Sol derrotou o Matolinhas, por 17-22, o Maxaquene B venceu Mavalane, por 27-11.

Em juvenis masculinos, o Maxaquene A venceu o seu homónimo B, por 45-13, enquanto Malhagalene ganhou ao Costa do Sol, por 31-27.

publicado por Vaxko Zakarias às 10:50
 O que é? |  O que é? | favorito
O DESPORTO vai de mal a pior na província de Gaza, principalmente na cidade de Xai-Xai, onde as modalidades de salão
Em desafios da quarta jornada, os “tricolores”, em masculinos, ficaram de fora devido ao número impar de equipas, mas nada alterou. O Costa do Sol, seu principal concorrente, venceu o Mahotas, por 37-19, e reduziu a desvantagem pontual para cinco pontos em relação ao Maxaquene, que soma 12. Os “canarinhos” têm um jogo a menos.

O Matchedje A, em femininos, somou mais três pontos, mesmo sem ter jogado, já que se beneficiou da falta de comparência do Maxaquene B. As “militares” somam 12 pontos, os mesmos que o Maxaquene, que venceu o Matchedje B, por 29-12.

Entretanto, o Maxaquene está em desvantagem por ter perdido no confronto com o Matchedje.

Em juniores femininos, o Costa do Sol derrotou o Matolinhas, por 17-22, o Maxaquene B venceu Mavalane, por 27-11.

Em juvenis masculinos, o Maxaquene A venceu o seu homónimo B, por 45-13, enquanto Malhagalene ganhou ao Costa do Sol, por 31-27.

publicado por Vaxko Zakarias às 10:50
 O que é? |  O que é? | favorito

MARÍTIMO e Rio Ave despediram-se da Taça de Portugal na terceira eliminatória, de estreia para as equipas da Liga, ao perderem com Arouca (II Divisão) e Gil Vicente (Honra).

De resto, com maior ou menor dificuldade, os conjuntos do escalão principal carimbaram o “passaporte” para a ronda seguinte.


Club Sport Marítimo
Houve Taça em Arouca! A equipa da II Divisão recebeu e venceu o Marítimo nas grandes penalidades, após o “nulo” que resistiu a 120 minutos de futebol... nem sempre bem jogado. Na marca de onze metros, foi mais feliz o Arouca, orientado por José Pedro (antigo jogador dos “verde-rubros”), convertendo três penaltes contra apenas um do Marítimo. Ivo Oliveira, guarda-redes do conjunto da casa, esteve em grande plano entre os postes, ao defender dois dos três remates maritimistas.

E houve Taça também em Barcelos, com o Gil Vicente a bater o Rio Ave por 3-2, no prolongamento, após igualdade a dois golos no final do tempo regulamentar. Os vilacondenses foram os primeiros a marcar, beneficiando de autogolo de Diego Gaúcho nos minutos iniciais do encontro.

Kalaba restabeleceu o empate (33), mas os forasteiros voltariam a ganhar vantagem com golo de Tarantini (54). Igor Sousa (70) colocou o marcador em 2-2 e seria ele a decidir o jogo a favor do Gil Vicente, ao apontar o terceiro tento na primeira parte do prolongamento.

Na estreia de Jaime Pacheco, o Belenenses foi a Amares vencer a equipa da III Divisão com três golos sem resposta. João Paulo (40), Carciano (48) e Porta (60) foram os marcadores de serviço no triunfo “azul”, sendo que os dois primeiros golos resultaram de outros tantos pontapés de canto.

Em Setúbal, o Vitória impôs-se ao Ribeirão, da II Divisão, por 1-0, valendo o golo solitário de Mateus (44), apontado na marcação de uma grande penalidade.

A Académica foi a Torres Vedras derrotar o Torreense, da II Divisão, por 2-0, com “bis” de Garcés (49 e 85), enquanto o Paços de Ferreira – ainda sem vitória na Liga – recebeu e venceu o Rebordosa, da III Divisão, por 3-0, com golos de Rui Miguel (21 e 57) e William (45+2 g.p.).

Em Matosinhos, o Leixões apenas no prolongamento se impôs ao Caniçal, da II Divisão, vencendo por 4-1 após igualdade a um golo no final do tempo regulamentar. O Caniçal esteve na frente do marcador, com golo polémico de André Moreira (ficou a ideia de estar em fora-de-jogo), nos descontos da primeira parte.

Diogo Valente restabeleceu a igualdade (61) e adiou a decisão para o prolongamento. A equipa de José Mota “disparou” no marcador nos 30 minutos complementares, com tentos de Wesley, Marques e Diogo Valente, que assim “bisou” na partida.

O V. Guimarães foi anfitrião do União de Lamas, da III Divisão, venceu por 4-2 mas apenas na etapa complementar logrou chegar ao golo, num jogo em que os vimaranenses se mostraram perdulários no capítulo da finalização.

Roberto fez o 1-0, Leonardo empatou para o União de Lamas (já reduzido a dez unidades), pertencendo a Douglas os dois golos da tranquilidade, que fizeram o 3-1. Marquinho aumentou a contagem para 4-1, pertencendo a Kaká o derradeiro tento da partida, fixando o resultado em 4-2.

Outrora entre os “grandes” do futebol português, o Desp. Chaves vendeu cara a derrota ao primodivisionário Sp. Braga. Com efeito, apenas uma grande penalidade (que deixou muitas dúvidas e motivou os protestos dos jogadores e adeptos flavienses) convertida por Meyong, a dez minutos do final do jogo, permitiu aos “arsenalistas” garantir a vitória. O lance do golo deixou a equipa da casa reduzida a dez unidades.

Equipas apuradas

Liga (13): Sporting, FC Porto, E. Amadora, Naval, Nacional, Trofense, Académica, Belenenses, V. Setúbal, V. Guimarães, P. Ferreira, Leixões e Sp. Braga.

Honra (8): Portimonense, Beira-Mar, Desp. Aves, Vizela, Gondomar, Olhanense, Boavista e Varzim.

II Divisão (8): Operário, Ol. Moscavide, Valdevez, Esmoriz, Arouca, Fátima, União da Madeira e Santana. (In a bola)

publicado por Vaxko Zakarias às 10:32
 O que é? |  O que é? | favorito

MARÍTIMO e Rio Ave despediram-se da Taça de Portugal na terceira eliminatória, de estreia para as equipas da Liga, ao perderem com Arouca (II Divisão) e Gil Vicente (Honra).

De resto, com maior ou menor dificuldade, os conjuntos do escalão principal carimbaram o “passaporte” para a ronda seguinte.


Club Sport Marítimo
Houve Taça em Arouca! A equipa da II Divisão recebeu e venceu o Marítimo nas grandes penalidades, após o “nulo” que resistiu a 120 minutos de futebol... nem sempre bem jogado. Na marca de onze metros, foi mais feliz o Arouca, orientado por José Pedro (antigo jogador dos “verde-rubros”), convertendo três penaltes contra apenas um do Marítimo. Ivo Oliveira, guarda-redes do conjunto da casa, esteve em grande plano entre os postes, ao defender dois dos três remates maritimistas.

E houve Taça também em Barcelos, com o Gil Vicente a bater o Rio Ave por 3-2, no prolongamento, após igualdade a dois golos no final do tempo regulamentar. Os vilacondenses foram os primeiros a marcar, beneficiando de autogolo de Diego Gaúcho nos minutos iniciais do encontro.

Kalaba restabeleceu o empate (33), mas os forasteiros voltariam a ganhar vantagem com golo de Tarantini (54). Igor Sousa (70) colocou o marcador em 2-2 e seria ele a decidir o jogo a favor do Gil Vicente, ao apontar o terceiro tento na primeira parte do prolongamento.

Na estreia de Jaime Pacheco, o Belenenses foi a Amares vencer a equipa da III Divisão com três golos sem resposta. João Paulo (40), Carciano (48) e Porta (60) foram os marcadores de serviço no triunfo “azul”, sendo que os dois primeiros golos resultaram de outros tantos pontapés de canto.

Em Setúbal, o Vitória impôs-se ao Ribeirão, da II Divisão, por 1-0, valendo o golo solitário de Mateus (44), apontado na marcação de uma grande penalidade.

A Académica foi a Torres Vedras derrotar o Torreense, da II Divisão, por 2-0, com “bis” de Garcés (49 e 85), enquanto o Paços de Ferreira – ainda sem vitória na Liga – recebeu e venceu o Rebordosa, da III Divisão, por 3-0, com golos de Rui Miguel (21 e 57) e William (45+2 g.p.).

Em Matosinhos, o Leixões apenas no prolongamento se impôs ao Caniçal, da II Divisão, vencendo por 4-1 após igualdade a um golo no final do tempo regulamentar. O Caniçal esteve na frente do marcador, com golo polémico de André Moreira (ficou a ideia de estar em fora-de-jogo), nos descontos da primeira parte.

Diogo Valente restabeleceu a igualdade (61) e adiou a decisão para o prolongamento. A equipa de José Mota “disparou” no marcador nos 30 minutos complementares, com tentos de Wesley, Marques e Diogo Valente, que assim “bisou” na partida.

O V. Guimarães foi anfitrião do União de Lamas, da III Divisão, venceu por 4-2 mas apenas na etapa complementar logrou chegar ao golo, num jogo em que os vimaranenses se mostraram perdulários no capítulo da finalização.

Roberto fez o 1-0, Leonardo empatou para o União de Lamas (já reduzido a dez unidades), pertencendo a Douglas os dois golos da tranquilidade, que fizeram o 3-1. Marquinho aumentou a contagem para 4-1, pertencendo a Kaká o derradeiro tento da partida, fixando o resultado em 4-2.

Outrora entre os “grandes” do futebol português, o Desp. Chaves vendeu cara a derrota ao primodivisionário Sp. Braga. Com efeito, apenas uma grande penalidade (que deixou muitas dúvidas e motivou os protestos dos jogadores e adeptos flavienses) convertida por Meyong, a dez minutos do final do jogo, permitiu aos “arsenalistas” garantir a vitória. O lance do golo deixou a equipa da casa reduzida a dez unidades.

Equipas apuradas

Liga (13): Sporting, FC Porto, E. Amadora, Naval, Nacional, Trofense, Académica, Belenenses, V. Setúbal, V. Guimarães, P. Ferreira, Leixões e Sp. Braga.

Honra (8): Portimonense, Beira-Mar, Desp. Aves, Vizela, Gondomar, Olhanense, Boavista e Varzim.

II Divisão (8): Operário, Ol. Moscavide, Valdevez, Esmoriz, Arouca, Fátima, União da Madeira e Santana. (In a bola)

publicado por Vaxko Zakarias às 10:32
 O que é? |  O que é? | favorito

COSTA e GRAAL lideram isolados o Campeonato de Voleibol da Cidade de Maputo, em seniores masculinos e femininos, respectivamente, após vencer em desafios da oitava jornada realizados sábado.


Em masculinos, o Costa do Sol derrotou a Académica, por 3-0 (18-25/15-25/18-25), naquele que era o jogo mais apetecível da ronda.

Os “canarinhos” passaram a somar 16 pontos, mais três que os “estudantes”, enquanto a GRAAL, em femininos, destronou a Fire Ladies, por 0-3 (18-25/21-25/19/25) e está na primeira posição com 14 pontos, mais dois que TVSD, que venceu Maputo Jet’s/FPLM, pelo mesmo “score”. Sublinhe-se, que TVSD tem um jogo a menos.

Noutros embates da ronda, em masculinos, a Promastuque perdeu com o Costa do Sol “B”, por 1-3 (25-23/19-25/22-25/17-25), enquanto Maputo Jet’s/FPLM superou a Hotso, por 3-0 (27-25/25-14/25-22).

CLASSIFICAÇÃO EM MASCULINOS: Costa do Sol A (16 pontos); Académica (13); Maputo Jet’s/FPLM (12); Promastuque (12); Costa do Sol B (8) e HOTSO (0).

EM FEMININOS: GRAAL A (14 pontos); TVSD (12); Fire Ladies (10); Maputo Jet’s (10); GRAAL B (7).

publicado por Vaxko Zakarias às 10:11
 O que é? |  O que é? | favorito

COSTA e GRAAL lideram isolados o Campeonato de Voleibol da Cidade de Maputo, em seniores masculinos e femininos, respectivamente, após vencer em desafios da oitava jornada realizados sábado.


Em masculinos, o Costa do Sol derrotou a Académica, por 3-0 (18-25/15-25/18-25), naquele que era o jogo mais apetecível da ronda.

Os “canarinhos” passaram a somar 16 pontos, mais três que os “estudantes”, enquanto a GRAAL, em femininos, destronou a Fire Ladies, por 0-3 (18-25/21-25/19/25) e está na primeira posição com 14 pontos, mais dois que TVSD, que venceu Maputo Jet’s/FPLM, pelo mesmo “score”. Sublinhe-se, que TVSD tem um jogo a menos.

Noutros embates da ronda, em masculinos, a Promastuque perdeu com o Costa do Sol “B”, por 1-3 (25-23/19-25/22-25/17-25), enquanto Maputo Jet’s/FPLM superou a Hotso, por 3-0 (27-25/25-14/25-22).

CLASSIFICAÇÃO EM MASCULINOS: Costa do Sol A (16 pontos); Académica (13); Maputo Jet’s/FPLM (12); Promastuque (12); Costa do Sol B (8) e HOTSO (0).

EM FEMININOS: GRAAL A (14 pontos); TVSD (12); Fire Ladies (10); Maputo Jet’s (10); GRAAL B (7).

publicado por Vaxko Zakarias às 10:11
 O que é? |  O que é? | favorito
Outubro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
18
19
22
25
26
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO