Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Quarta-feira, 15 DE Outubro 2008

TARDE efervescente e entre vizinhos! O Maxaquene e o Desportivo voltam a cruzar-se às 15.00 horas de hoje, no campo do Costa do Sol, no “derby” da 22ª jornada do Moçambola-2008, que movimentará três jogos no sul (Maputo), dois no centro (Beira e Chimoio) e igual número no norte (Nampula e Lichinga).

Os jogos entre os grandes do Moçambola sucedem-se
Ambos a atravessar uma época menos brilhante, os “tricolores” e “alvi-negros” vão para este encontro com o mesmo objectivo, nomeadamente distanciar-se cada vez mais da zona de risco.

A importância deste jogo reside neste aspecto, pois tanto o Maxaquene como o Desportivo ainda se encontram numa situação menos confortável. Aliás, face a sua má prestação esta época, as duas formações submeteram-se à condição de equipas que lutam pela manutenção, razão pela qual a briga pelos três pontos será bastante renhida.

Os “tricolores” partem para este embate com uma ligeira vantagem sobre os “alvi-negros”, que estão no seu encalço. Somam 27 pontos, mais dois que aqueles, estando neste momento três degraus acima da linha de água.

imagem corporativa do moçambola
LÍDER SOSSEGADO

O Ferroviário de Maputo, actual líder do Moçambola, é a equipa que se sente mais sossegada entre os candidatos ao título, pois recebe o Estrela Vermelha também da capital do país que, pelas contas, só um milagre poderá salvá-lo da despromoção. Os “locomotivas” têm ainda o privilégio de jogar em casa.

Apesar de também ser anfitrião, o Atlético Muçulmano, no encalço do comandante, não goza de maior tranquilidade, pois o seu adversário é o Chingale, uma equipa muito resistente e destemida. Terá de se precaver ao máximo, para evitar surpresas.

Mas está consciente de que não pode vacilar, sob o risco de perder espaço na corrida ao título.

O Costa do Sol não tem razões para se queixar, apesar de jogar fora de portas, pois o seu adversário é o “lanterna vermelha”, Benfica de Macúti. Os “canarinhos” têm na mente de que qualquer fatalidade pode complicar o seu avanço na luta pela defesa do título.

Quem está mais preocupado é a Liga Muçulmana, pois desloca-se para o difícil reduto do FC Lichinga. Trata-se de um jogo que pode comprometer as aspirações da equipa muçulmana, que se viu desalojada do precioso segundo lugar para o quarto, com a derrota na derradeira ronda frente ao rival Atlético.

Enquanto isso, o Textáfrica tem em casa uma missão espinhosa diante do Ferroviário da Beira, o qual deve imperiosamente vencer para poder sonhar com a manutenção. Os “fabris”, debaixo da linha de água, contam com os mesmos pontos do Ferroviário de Pemba. Os “locomotivas” de Pemba, sobre a linha da água, têm igualmente a dura batalha perante o Ferroviário de Nampula e um deslize pode precipitar-lhes, sobretudo se o Textáfrica conseguir melhor resultado frente ao Ferroviário da Beira.

CALENDÁRIO DE JOGOS


HOJE

Campo do Costa do Sol

15.00 h – Maxaquene-Desportivo

Estádio da Machava

15.00 h – Fer. de Maputo-E. Vermelha

Campo do Atlético Muçulmano

15.00 h – Atlético-Chingale

Campo Municipal de Lichinga

15.00 h – FC Lichinga-Liga Muçulmana

Campo da Soalpo

15.00 h – Textáfrica-Fer. da Beira

Estádio 25 de Junho – Nampula

15.00 h – Fer. de Pemba-Fer. de Nampula

Campo do Ferroviário da Manga

15.00 h – Benfica de Macúti-Costa do Sol

publicado por Vaxko Zakarias às 14:48
 O que é? |  O que é? | favorito

TARDE efervescente e entre vizinhos! O Maxaquene e o Desportivo voltam a cruzar-se às 15.00 horas de hoje, no campo do Costa do Sol, no “derby” da 22ª jornada do Moçambola-2008, que movimentará três jogos no sul (Maputo), dois no centro (Beira e Chimoio) e igual número no norte (Nampula e Lichinga).

Os jogos entre os grandes do Moçambola sucedem-se
Ambos a atravessar uma época menos brilhante, os “tricolores” e “alvi-negros” vão para este encontro com o mesmo objectivo, nomeadamente distanciar-se cada vez mais da zona de risco.

A importância deste jogo reside neste aspecto, pois tanto o Maxaquene como o Desportivo ainda se encontram numa situação menos confortável. Aliás, face a sua má prestação esta época, as duas formações submeteram-se à condição de equipas que lutam pela manutenção, razão pela qual a briga pelos três pontos será bastante renhida.

Os “tricolores” partem para este embate com uma ligeira vantagem sobre os “alvi-negros”, que estão no seu encalço. Somam 27 pontos, mais dois que aqueles, estando neste momento três degraus acima da linha de água.

imagem corporativa do moçambola
LÍDER SOSSEGADO

O Ferroviário de Maputo, actual líder do Moçambola, é a equipa que se sente mais sossegada entre os candidatos ao título, pois recebe o Estrela Vermelha também da capital do país que, pelas contas, só um milagre poderá salvá-lo da despromoção. Os “locomotivas” têm ainda o privilégio de jogar em casa.

Apesar de também ser anfitrião, o Atlético Muçulmano, no encalço do comandante, não goza de maior tranquilidade, pois o seu adversário é o Chingale, uma equipa muito resistente e destemida. Terá de se precaver ao máximo, para evitar surpresas.

Mas está consciente de que não pode vacilar, sob o risco de perder espaço na corrida ao título.

O Costa do Sol não tem razões para se queixar, apesar de jogar fora de portas, pois o seu adversário é o “lanterna vermelha”, Benfica de Macúti. Os “canarinhos” têm na mente de que qualquer fatalidade pode complicar o seu avanço na luta pela defesa do título.

Quem está mais preocupado é a Liga Muçulmana, pois desloca-se para o difícil reduto do FC Lichinga. Trata-se de um jogo que pode comprometer as aspirações da equipa muçulmana, que se viu desalojada do precioso segundo lugar para o quarto, com a derrota na derradeira ronda frente ao rival Atlético.

Enquanto isso, o Textáfrica tem em casa uma missão espinhosa diante do Ferroviário da Beira, o qual deve imperiosamente vencer para poder sonhar com a manutenção. Os “fabris”, debaixo da linha de água, contam com os mesmos pontos do Ferroviário de Pemba. Os “locomotivas” de Pemba, sobre a linha da água, têm igualmente a dura batalha perante o Ferroviário de Nampula e um deslize pode precipitar-lhes, sobretudo se o Textáfrica conseguir melhor resultado frente ao Ferroviário da Beira.

CALENDÁRIO DE JOGOS


HOJE

Campo do Costa do Sol

15.00 h – Maxaquene-Desportivo

Estádio da Machava

15.00 h – Fer. de Maputo-E. Vermelha

Campo do Atlético Muçulmano

15.00 h – Atlético-Chingale

Campo Municipal de Lichinga

15.00 h – FC Lichinga-Liga Muçulmana

Campo da Soalpo

15.00 h – Textáfrica-Fer. da Beira

Estádio 25 de Junho – Nampula

15.00 h – Fer. de Pemba-Fer. de Nampula

Campo do Ferroviário da Manga

15.00 h – Benfica de Macúti-Costa do Sol

publicado por Vaxko Zakarias às 14:48
 O que é? |  O que é? | favorito

A SELECÇÃO Nacional de futebol de sub-20 já se encontra na Malásia, onde, durante sensivelmente duas semanas, participará num torneio amigável envolvendo sete países, dos quais cinco asiáticos e dois africanos.

Derbi entre Moçambique e Ilhas Reunião
Trata-se, para além do país anfitrião, das selecções de Bangladesh, Vietname, Myanmar, Nepal, Moçambique e Serra Leoa, que se defrontarão num sistema cruzado.


O torneio, cujo sorteio se realizou ontem, inicia hoje. A série e os adversários do combinado nacional, que iniciou viagem na última segunda-feira, só serão conhecidos hoje.

Entretanto, o Seleccionador Nacional, Mart Nooij, acompanha a equipa treinada por Amade Chababe Amade, tendo como adjunto Miguel Chau. Mart Nooij partiu ontem juntamente com o secretário-geral, Filipe Johane, e o ponta-de-lança Maurício, da Liga Muçulmana de Maputo. Não seguiram viagem com o resto do grupo por falta de lugares. O técnico dos “Mambas” vai supervisionar os sub-20, segundo a decisão do Gabinete Técnico da Federação Moçambicana de Futebol (FMF).

O TÉCNICO da Selecção Nacional de Futebol de Sub-20, Chababe Amade Chababe
Amade Chababe Amade vai contar com uma selecção reforçada com alguns jogadores seniores que actuam no Moçambola. Para além de Maurício, os sub-20 contarão com a prestação do guarda-redes Marcelino, também da Liga Muçulmana de Maputo, e do artilheiro Maninho, do Atlético Muçulmano.

O vice-presidente para a Alta-Competição, António Chambal, salientou ontem que a participação no torneio da Malásia é uma oportunidade ímpar para os “Mambinhas” melhor se prepararem com vista ao torneio da Cosafa, que se realiza em Dezembro na África do Sul.

SUBIDA NO “RANKING” CONDICIONA CONVITES

A subida de Moçambique no “ranking” da CAF e da FIFA tem sido grande obstáculo para que os “Mambas” encontrem adversários de qualidade para a sua preparação.

Contudo, António Chambal, vice-presidente para a Alta-Competição, referiu-se ao facto de a FMF estar ultimamente a receber vários convites para que os “Mambas” participem em jogos amigáveis, destacando que eles surgem na sequência dos últimos resultados positivos que vêm sendo conseguidos pela Selecção Nacional.

Para além do convite para o torneio da Malásia, a FMF recebeu um outro da Coreia do Sul que coincidia com o da Malásia, tendo optado pelo primeiro.

Ajuntou que o convite para Malásia foi dirigido aos “Mambas”. Porém, devido aos compromissos dos clubes no Moçambola e na Taça de Moçambique, a FMF viu-se na impossibilidade de mobilizar a Selecção Nacional “A”, porque muitos jogadores estariam indisponíveis. Os três reforços dos “Mambinhas” vindos do Moçambola foram integrados com o aval dos respectivos clubes, segundo esclareceu Chambal.

Entretanto, os “Mambinhas” regressam ao país no dia 27 do mês em curso.

“AMIGÁVEL” COM TANZANIA NO HORIZONTE DOS “MAMBAS”

Mais um jogo amigável, desta feita envolvendo os “Mambas”, está previsto para o dia 19 de Novembro - data FIFA. Esta será a última intervenção dos “Mambas” este ano, atendendo que já foi cumprida a missão visando a qualificação para a terceira e última fase de qualificação para o CAN e Mundial-2010.

A Tanzania é uma das nações que endereçaram convites a Moçambique. Contam-se também alguns países árabes. Chambal assegurou que estão previstos alguns estágios a anteceder a fase que se segue, aguardando pelo regresso de Mart Nooij da Malásia para apresentar o seu plano de trabalho para 2009.

“Nessa altura já saberemos quem serão os nossos adversários e assim definiremos o tipo de preparação que pretendemos”, afirmou, acrescentando que no jogo amigável de 19 de Novembro apenas serão chamados atletas que jogam no Moçambola.

vice-presidente da FMF para a Alta Competição, António Chambal
“AMIGÁVEL” COM TANZANIA


Mais um jogo amigável, desta feita envolvendo os “Mambas”, está previsto para o dia 19 de Novembro - data FIFA. Esta será a última intervenção dos “Mambas” este ano, atendendo que já foi cumprida a missão visando a qualificação para a terceira e última fase de qualificação para o CAN e Mundial-2010.

A Tanzania é uma das nações que endereçaram convites a Moçambique. Contam-se também alguns países árabes. Chambal assegurou que estão previstos alguns estágios a anteceder a fase que se segue, aguardando pelo regresso de Mart Nooij da Malásia para apresentar o seu plano de trabalho para 2009.

“Nessa altura já saberemos quem serão os nossos adversários e assim definiremos o tipo de preparação que pretendemos”, afirmou, acrescentando que no jogo amigável de 19 de Novembro apenas serão chamados atletas que jogam no Moçambola.

SUBIDA NO “RANKING” CONDICIONA CONVITES


A subida de Moçambique no “ranking” da CAF e da FIFA tem sido grande obstáculo para que os Mambas encontrem adversários de qualidade para a sua preparação.

Contudo, António Chambal, vice-presidente para a Alta-Competição, referiu-se ao facto de a FMF estar ultimamente a receber vários convites para que os Mambas participem em jogos amigáveis, destacando que eles surgem na sequência dos últimos resultados positivos que vêm sendo conseguidos pela Selecção Nacional.

Para além do convite para o torneio da Malásia, a FMF recebeu um outro da Coreia do Sul que coincidia com o da Malásia, tendo optado pelo primeiro.

Ajuntou que o convite para Malásia foi dirigido aos Mambas. Porém, devido aos compromissos dos clubes no Moçambola e na Taça de Moçambique, a FMF viu-se na impossibilidade de mobilizar a Selecção Nacional A, porque muitos jogadores estariam indisponíveis. Os três reforços dos Mambinhas vindos do Moçambola foram integrados com o aval dos respectivos clubes, segundo esclareceu Chambal.

Entretanto, os Mambinhas regressam ao país no dia 27 do mês em curso.

publicado por Vaxko Zakarias às 14:27
 O que é? |  O que é? | favorito

A SELECÇÃO Nacional de futebol de sub-20 já se encontra na Malásia, onde, durante sensivelmente duas semanas, participará num torneio amigável envolvendo sete países, dos quais cinco asiáticos e dois africanos.

Derbi entre Moçambique e Ilhas Reunião
Trata-se, para além do país anfitrião, das selecções de Bangladesh, Vietname, Myanmar, Nepal, Moçambique e Serra Leoa, que se defrontarão num sistema cruzado.


O torneio, cujo sorteio se realizou ontem, inicia hoje. A série e os adversários do combinado nacional, que iniciou viagem na última segunda-feira, só serão conhecidos hoje.

Entretanto, o Seleccionador Nacional, Mart Nooij, acompanha a equipa treinada por Amade Chababe Amade, tendo como adjunto Miguel Chau. Mart Nooij partiu ontem juntamente com o secretário-geral, Filipe Johane, e o ponta-de-lança Maurício, da Liga Muçulmana de Maputo. Não seguiram viagem com o resto do grupo por falta de lugares. O técnico dos “Mambas” vai supervisionar os sub-20, segundo a decisão do Gabinete Técnico da Federação Moçambicana de Futebol (FMF).

O TÉCNICO da Selecção Nacional de Futebol de Sub-20, Chababe Amade Chababe
Amade Chababe Amade vai contar com uma selecção reforçada com alguns jogadores seniores que actuam no Moçambola. Para além de Maurício, os sub-20 contarão com a prestação do guarda-redes Marcelino, também da Liga Muçulmana de Maputo, e do artilheiro Maninho, do Atlético Muçulmano.

O vice-presidente para a Alta-Competição, António Chambal, salientou ontem que a participação no torneio da Malásia é uma oportunidade ímpar para os “Mambinhas” melhor se prepararem com vista ao torneio da Cosafa, que se realiza em Dezembro na África do Sul.

SUBIDA NO “RANKING” CONDICIONA CONVITES

A subida de Moçambique no “ranking” da CAF e da FIFA tem sido grande obstáculo para que os “Mambas” encontrem adversários de qualidade para a sua preparação.

Contudo, António Chambal, vice-presidente para a Alta-Competição, referiu-se ao facto de a FMF estar ultimamente a receber vários convites para que os “Mambas” participem em jogos amigáveis, destacando que eles surgem na sequência dos últimos resultados positivos que vêm sendo conseguidos pela Selecção Nacional.

Para além do convite para o torneio da Malásia, a FMF recebeu um outro da Coreia do Sul que coincidia com o da Malásia, tendo optado pelo primeiro.

Ajuntou que o convite para Malásia foi dirigido aos “Mambas”. Porém, devido aos compromissos dos clubes no Moçambola e na Taça de Moçambique, a FMF viu-se na impossibilidade de mobilizar a Selecção Nacional “A”, porque muitos jogadores estariam indisponíveis. Os três reforços dos “Mambinhas” vindos do Moçambola foram integrados com o aval dos respectivos clubes, segundo esclareceu Chambal.

Entretanto, os “Mambinhas” regressam ao país no dia 27 do mês em curso.

“AMIGÁVEL” COM TANZANIA NO HORIZONTE DOS “MAMBAS”

Mais um jogo amigável, desta feita envolvendo os “Mambas”, está previsto para o dia 19 de Novembro - data FIFA. Esta será a última intervenção dos “Mambas” este ano, atendendo que já foi cumprida a missão visando a qualificação para a terceira e última fase de qualificação para o CAN e Mundial-2010.

A Tanzania é uma das nações que endereçaram convites a Moçambique. Contam-se também alguns países árabes. Chambal assegurou que estão previstos alguns estágios a anteceder a fase que se segue, aguardando pelo regresso de Mart Nooij da Malásia para apresentar o seu plano de trabalho para 2009.

“Nessa altura já saberemos quem serão os nossos adversários e assim definiremos o tipo de preparação que pretendemos”, afirmou, acrescentando que no jogo amigável de 19 de Novembro apenas serão chamados atletas que jogam no Moçambola.

vice-presidente da FMF para a Alta Competição, António Chambal
“AMIGÁVEL” COM TANZANIA


Mais um jogo amigável, desta feita envolvendo os “Mambas”, está previsto para o dia 19 de Novembro - data FIFA. Esta será a última intervenção dos “Mambas” este ano, atendendo que já foi cumprida a missão visando a qualificação para a terceira e última fase de qualificação para o CAN e Mundial-2010.

A Tanzania é uma das nações que endereçaram convites a Moçambique. Contam-se também alguns países árabes. Chambal assegurou que estão previstos alguns estágios a anteceder a fase que se segue, aguardando pelo regresso de Mart Nooij da Malásia para apresentar o seu plano de trabalho para 2009.

“Nessa altura já saberemos quem serão os nossos adversários e assim definiremos o tipo de preparação que pretendemos”, afirmou, acrescentando que no jogo amigável de 19 de Novembro apenas serão chamados atletas que jogam no Moçambola.

SUBIDA NO “RANKING” CONDICIONA CONVITES


A subida de Moçambique no “ranking” da CAF e da FIFA tem sido grande obstáculo para que os Mambas encontrem adversários de qualidade para a sua preparação.

Contudo, António Chambal, vice-presidente para a Alta-Competição, referiu-se ao facto de a FMF estar ultimamente a receber vários convites para que os Mambas participem em jogos amigáveis, destacando que eles surgem na sequência dos últimos resultados positivos que vêm sendo conseguidos pela Selecção Nacional.

Para além do convite para o torneio da Malásia, a FMF recebeu um outro da Coreia do Sul que coincidia com o da Malásia, tendo optado pelo primeiro.

Ajuntou que o convite para Malásia foi dirigido aos Mambas. Porém, devido aos compromissos dos clubes no Moçambola e na Taça de Moçambique, a FMF viu-se na impossibilidade de mobilizar a Selecção Nacional A, porque muitos jogadores estariam indisponíveis. Os três reforços dos Mambinhas vindos do Moçambola foram integrados com o aval dos respectivos clubes, segundo esclareceu Chambal.

Entretanto, os Mambinhas regressam ao país no dia 27 do mês em curso.

publicado por Vaxko Zakarias às 14:27
 O que é? |  O que é? | favorito

OS Mambas vão conhecer os seus adversários no dia 20 de Outubro quando se realizar o sorteio da terceira fase de apuramento para o CAN e Mundial de 2010, em Zurique, Suíça.

Selecção Nacional de Futebol
Para já está descartada a hipótese de calhar no mesmo grupo com o Ruanda, Sudão e Malawi por estarem no mesmo pote, enquanto Camarões, Egipto, Ghana, Nigéria e Costa do Marfim são os cabeças-de-série.


Este anúncio da FIFA acontece numa altura em que os moçambicanos ainda saboreiam a qualificação para a terceira fase. Alguns, ainda algo atónitos com a vitória sobre o Botswana, vivem momentos de muito entusiasmo e procuram digerir este apetitoso feito de estar na derradeira fase de qualificação para as referidas provas.

No entanto, é preciso que os moçambicanos estejam com os pés bem assentes no chão, e se lembrem que foi vencida uma batalha, mas não a guerra, essa que só terminará com a qualificação dos Mambas pelo menos para o CAN.

No dia 20 de Outubro (próxima segunda-feira), segundo a FIFA, todas as atenções estarão viradas para Zurique, Suíça. Será lá onde os Mambas ficarão a conhecer as três selecções que terá que defrontar na segunda fase de grupos, sendo que Malawi, Sudão, Togo e Ruanda nunca poderão calhar no grupo de Moçambique, por fazerem parte do mesmo pote, o número quatro. Este é aliás, o último pote, o das equipas que tiveram uma prestação mais modesta na anterior fase.

CABEÇAS-DE-SÉRIE

O pote 1, o das selecções mais cotadas do Continente Africano (cabeças-de-série), integra a Costa do Marfim, Nigéria, Gana, Camarões e Egipto. Um dado a ressalvar é que estes “colossos” também não poderão fazer parte do mesmo grupo por fazerem parte do mesmo pote.

Qualquer um desses gigantes vai calhar com Moçambique, o mesmo que dizer que poderemos ter pela frente a Costa do Marfim de novo. Seria uma oportunidade de os Mambas fazerem o que por um triz não conseguiram na fase ora terminada -abater os Elefantes.

As 20 equipas serão divididas em cinco grupos, sendo que o primeiro classificado apura-se para o Mundial e CAN, enquanto os segundos e terceiros qualificam-se apenas para a segunda prova.

ASSIM ESTÃO ORDENADOS OS POTES

Maputo, Quarta-Feira, 15 de Outubro de 2008:: Notícias

POTE 1 - Camarões , Egipto, Ghana, Nigéria e Costa do Marfim;

POTE 2 - Guiné – Conakry, Marrocos, Tunísia, Mali e Argélia;

POTE 3 - Burkina Faso, Gabão, Zâmbia, Quénia e Benin;

POTE 4 – Ruanda, Togo, Moçambique, Sudão e Malawi.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:46
 O que é? |  O que é? | favorito

OS Mambas vão conhecer os seus adversários no dia 20 de Outubro quando se realizar o sorteio da terceira fase de apuramento para o CAN e Mundial de 2010, em Zurique, Suíça.

Selecção Nacional de Futebol
Para já está descartada a hipótese de calhar no mesmo grupo com o Ruanda, Sudão e Malawi por estarem no mesmo pote, enquanto Camarões, Egipto, Ghana, Nigéria e Costa do Marfim são os cabeças-de-série.


Este anúncio da FIFA acontece numa altura em que os moçambicanos ainda saboreiam a qualificação para a terceira fase. Alguns, ainda algo atónitos com a vitória sobre o Botswana, vivem momentos de muito entusiasmo e procuram digerir este apetitoso feito de estar na derradeira fase de qualificação para as referidas provas.

No entanto, é preciso que os moçambicanos estejam com os pés bem assentes no chão, e se lembrem que foi vencida uma batalha, mas não a guerra, essa que só terminará com a qualificação dos Mambas pelo menos para o CAN.

No dia 20 de Outubro (próxima segunda-feira), segundo a FIFA, todas as atenções estarão viradas para Zurique, Suíça. Será lá onde os Mambas ficarão a conhecer as três selecções que terá que defrontar na segunda fase de grupos, sendo que Malawi, Sudão, Togo e Ruanda nunca poderão calhar no grupo de Moçambique, por fazerem parte do mesmo pote, o número quatro. Este é aliás, o último pote, o das equipas que tiveram uma prestação mais modesta na anterior fase.

CABEÇAS-DE-SÉRIE

O pote 1, o das selecções mais cotadas do Continente Africano (cabeças-de-série), integra a Costa do Marfim, Nigéria, Gana, Camarões e Egipto. Um dado a ressalvar é que estes “colossos” também não poderão fazer parte do mesmo grupo por fazerem parte do mesmo pote.

Qualquer um desses gigantes vai calhar com Moçambique, o mesmo que dizer que poderemos ter pela frente a Costa do Marfim de novo. Seria uma oportunidade de os Mambas fazerem o que por um triz não conseguiram na fase ora terminada -abater os Elefantes.

As 20 equipas serão divididas em cinco grupos, sendo que o primeiro classificado apura-se para o Mundial e CAN, enquanto os segundos e terceiros qualificam-se apenas para a segunda prova.

ASSIM ESTÃO ORDENADOS OS POTES

Maputo, Quarta-Feira, 15 de Outubro de 2008:: Notícias

POTE 1 - Camarões , Egipto, Ghana, Nigéria e Costa do Marfim;

POTE 2 - Guiné – Conakry, Marrocos, Tunísia, Mali e Argélia;

POTE 3 - Burkina Faso, Gabão, Zâmbia, Quénia e Benin;

POTE 4 – Ruanda, Togo, Moçambique, Sudão e Malawi.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:46
 O que é? |  O que é? | favorito

FINALMENTE Miguel António Ferreira, da Serigrafia Nova Imagem, organizador da polémica excursão (via terrestre) à Gaberone, está contactável.


excursionistas que acompanharam os “Mambas” a Gaberone
Ontem a nossa reportagem telefonou-o para saber efectivamente o que se estava a passar, tendo reconhecido que houve falhas na organização desta viagem e prometeu que, a partir das 10.00 horas de hoje, na sede da empresa, na cidade de Maputo, vai reembolsar o dinheiro referente à hospedagem aos lesados.

Miguel António Ferreira justificou-se afirmando que não houve intenção de prejudicar a ninguém, sublinhando que o problema foi da companhia contratada para o transporte dos excursionistas.

“O problema mãe de tudo quanto se passou foi a avaria de um dos autocarros. Isto culminou com a perda de muito tempo em Komatiport e consequentemente a chegada no sábado e não na sexta-feira a Gaberone, data em que haviam sido feitas reservas num dos hotéis locais”, explicou, convidando a todos que foram lesados pelo sucedido para se dirigirem à sede da Serigrafia Nova Imagem para receberem 550 rands, dos 1500 mil que pagaram pela viagem.

A fonte esclareceu que são 65 excursionistas que viajaram na classe executiva e que tinham direito de passar a noite de sexta-feira num dos hotéis em Gaberone.

Miguel António Ferreira acrescentou que, para além de proceder à devolução do dinheiro, a organização oferecerá brindes a alguns excursionistas.

Porém, cá da nossa parte, dizer que das próximas vezes é preciso que a Federação Moçambicana de Futebol firme parcerias com pessoas ou empresas idóneas quando se trata de assuntos que mexem com a Nação.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:29
 O que é? |  O que é? | favorito

FINALMENTE Miguel António Ferreira, da Serigrafia Nova Imagem, organizador da polémica excursão (via terrestre) à Gaberone, está contactável.


excursionistas que acompanharam os “Mambas” a Gaberone
Ontem a nossa reportagem telefonou-o para saber efectivamente o que se estava a passar, tendo reconhecido que houve falhas na organização desta viagem e prometeu que, a partir das 10.00 horas de hoje, na sede da empresa, na cidade de Maputo, vai reembolsar o dinheiro referente à hospedagem aos lesados.

Miguel António Ferreira justificou-se afirmando que não houve intenção de prejudicar a ninguém, sublinhando que o problema foi da companhia contratada para o transporte dos excursionistas.

“O problema mãe de tudo quanto se passou foi a avaria de um dos autocarros. Isto culminou com a perda de muito tempo em Komatiport e consequentemente a chegada no sábado e não na sexta-feira a Gaberone, data em que haviam sido feitas reservas num dos hotéis locais”, explicou, convidando a todos que foram lesados pelo sucedido para se dirigirem à sede da Serigrafia Nova Imagem para receberem 550 rands, dos 1500 mil que pagaram pela viagem.

A fonte esclareceu que são 65 excursionistas que viajaram na classe executiva e que tinham direito de passar a noite de sexta-feira num dos hotéis em Gaberone.

Miguel António Ferreira acrescentou que, para além de proceder à devolução do dinheiro, a organização oferecerá brindes a alguns excursionistas.

Porém, cá da nossa parte, dizer que das próximas vezes é preciso que a Federação Moçambicana de Futebol firme parcerias com pessoas ou empresas idóneas quando se trata de assuntos que mexem com a Nação.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:29
 O que é? |  O que é? | favorito

O PRESIDENTE da Gâmbia, Yahya Jammeh, decretou feriado nacional para permitir que os amantes do futebol comemorassem devidamente o afastamento do rival Senegal da corrida para o Campeonato Africano das Nações e Mundial de 2010, respectivamente.


Logotipo do Mundial 2010
O encontro, do Grupo VI, entre os vizinhos foi realizado em Dakar, Senegal, e terminou com um empate a uma bola. Neste grupo, apenas a Argélia conseguiu garantir a qualificação, ficando para trás os dois rivais juntamente com a Libéria.

Os “Escorpiões” da Gâmbia, que não conseguiram transitar para a fase seguinte, evitaram consentir uma derrota em Dakar, frente aos “Leões de Teranga”, feito que não acontecia desde 1962, altura em que lograram uma vitória por (3-2) no mesmo reduto.

“É feriado nacional porque o desempenho da selecção foi fenomenal”, disse Abdou Salam Jammeh, funcionário da Federação de Futebol da Gâmbia (GFA), apontando que há um misto de sentimentos, porque as coisas não aconteceram conforme o desejado em relação à qualificação para a fase final.

“Vencemos o nosso rival directo, resultado tão doce quanto podíamos imaginar”, disse o funcionário, apontando que a jovem selecção mostra que a Gâmbia está dentro da maturidade e o futuro será brilhante em relação à prática da modalidade.

Com o empate, os “Escorpiões” ficaram em segundo lugar na campanha de qualificação, pela primeira vez na sua história.

“Quando aterrámos no aeroporto, antes da partida, os senegaleses disseram que éramos pequenos e que perderíamos”, disse Ousmane Jallow, avançado gambiano, apontando que apesar de não estarem qualificados para a fase seguinte, eliminaram o Senegal.

Os “Leões de Teranga”, que chegaram aos quartos-de-final no Mundial de 2002, sofreram o golo de empate aos quatro minutos do final da partida, por intermédio de Aziz Corr, frustrando as aspirações do Senegal.

Paul Put, seleccionador belga, disse estar muito orgulhoso da prestação dos “Escorpiões” e que a soberba exibição não era apenas seu trabalho, mas sim de todo o colectivo que travou o Senegal.

“Estou muito orgulhoso de ser seleccionador da Gâmbia e espero continuar com a equipa, porque os rapazes têm um futuro brilhante pela frente”, disse Put, cujo contrato expira em Maio de 2009, mas a GFA reunir-se-á para discutir o seu futuro.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:56
 O que é? |  O que é? | favorito

O PRESIDENTE da Gâmbia, Yahya Jammeh, decretou feriado nacional para permitir que os amantes do futebol comemorassem devidamente o afastamento do rival Senegal da corrida para o Campeonato Africano das Nações e Mundial de 2010, respectivamente.


Logotipo do Mundial 2010
O encontro, do Grupo VI, entre os vizinhos foi realizado em Dakar, Senegal, e terminou com um empate a uma bola. Neste grupo, apenas a Argélia conseguiu garantir a qualificação, ficando para trás os dois rivais juntamente com a Libéria.

Os “Escorpiões” da Gâmbia, que não conseguiram transitar para a fase seguinte, evitaram consentir uma derrota em Dakar, frente aos “Leões de Teranga”, feito que não acontecia desde 1962, altura em que lograram uma vitória por (3-2) no mesmo reduto.

“É feriado nacional porque o desempenho da selecção foi fenomenal”, disse Abdou Salam Jammeh, funcionário da Federação de Futebol da Gâmbia (GFA), apontando que há um misto de sentimentos, porque as coisas não aconteceram conforme o desejado em relação à qualificação para a fase final.

“Vencemos o nosso rival directo, resultado tão doce quanto podíamos imaginar”, disse o funcionário, apontando que a jovem selecção mostra que a Gâmbia está dentro da maturidade e o futuro será brilhante em relação à prática da modalidade.

Com o empate, os “Escorpiões” ficaram em segundo lugar na campanha de qualificação, pela primeira vez na sua história.

“Quando aterrámos no aeroporto, antes da partida, os senegaleses disseram que éramos pequenos e que perderíamos”, disse Ousmane Jallow, avançado gambiano, apontando que apesar de não estarem qualificados para a fase seguinte, eliminaram o Senegal.

Os “Leões de Teranga”, que chegaram aos quartos-de-final no Mundial de 2002, sofreram o golo de empate aos quatro minutos do final da partida, por intermédio de Aziz Corr, frustrando as aspirações do Senegal.

Paul Put, seleccionador belga, disse estar muito orgulhoso da prestação dos “Escorpiões” e que a soberba exibição não era apenas seu trabalho, mas sim de todo o colectivo que travou o Senegal.

“Estou muito orgulhoso de ser seleccionador da Gâmbia e espero continuar com a equipa, porque os rapazes têm um futuro brilhante pela frente”, disse Put, cujo contrato expira em Maio de 2009, mas a GFA reunir-se-á para discutir o seu futuro.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:56
 O que é? |  O que é? | favorito

HOJE o programa da quarta jornada da fase de classificação europeia para a Copa Mundial de 2010 inclui 22 partidas. Dezoito selecções seguem invictas, mas só quatro ganharam em todos os seus encontros.


A Espanha é a nova campeã europeia de futebol
A Grécia (Grupo 2), que jogará em casa contra Suíça, Espanha (Grupo 5, na Bélgica), Inglaterra (Grupo 6, na Bielorússia) e Holanda (Grupo 9, na Noruega) são as selecções que ainda não perderam.

Ao contrário do Grupo 7, pois é o único que todas as equipas perderam.

No Grupo 1, Portugal, todavia traumatizado pela derrota em casa contra Dinamarca (2-3), deverá reconciliar-se com o seu público até porque recebe a modesta selecção da Albânia. Um triunfo poderá permitir aos “tugas”voltarem à liderança.

Grécia, cuja defesa se mantém imbatível, poderá continuar na mó de cima no Grupo 2 se vencer a Suíça. No entanto, o seu principal rival, Israel, deverá realizar uma complicada visita à Letónia.

A República Checa, quarta do Grupo 3 com um ponto em duas partidas, vê-se obrigada a assumir todos os riscos em casa ante a Eslovénia se quiser continuar a acalentar esperanças de apuramento. A Polónia, por sua vez, viajará para medir forças com o melhor ataque do grupo (6 golos), a Eslováquia, que conta com um ponto a menos.

O País de Gales, surpreendente segundo do Grupo 4, visitará a Alemanha. Os galeses cederam apenas uma única derrota pela marca mínima na Rússia (2-1). A nova geração treinada por John B. Toshack aspira demonstrar que tem recursos para exercer um papel de “mata-gigantes”, com um calendário favorável na segunda volta. Ao mesmo tempo, a Rússia de Guus Hiddink, que caiu no sábado aos pés da Alemanha (2-1) embora tenha realizado um magnífico segundo período, receberá uma sólida formação da Finlândia.

No Grupo 5, Turquia, frente aos estónios, espera aproveitar-se do duelo entre os primeiros, Espanha e Bélgica, em Bruxelas, para recuperar os dois pontos que deixou escapar em casa contra os belgas.

Apesar da vitória contra Kazaquistão (5-1), espera-se mais, em especial um bom futebol, por parte de uma ambiciosa selecção inglesa que defrontará a Bielorússia,

num choque aliciante do Grupo 6. A Croácia, que recebe a Andorra, deverá restabelecer-se moral e matematicamente.

Como líder do Grupo 7, a Sérvia tentará aproveitar-se do facto da Roménia e França ficarem de fora, para aumentar a sua vantagem na sua visita a Áustria. No entanto, os comandados de Karel Bruckner, frágeis a jogar fora, transcendem-se quando jogam em casa.

Com uma equipa cada vez mais rejuvenescida, tento em conta que Luca Toni será a baixa, por lesão, na Itália, Marcello Lippi deverá retomar a sua veia ganhadora no Grupo 8 frente ao Montenegro, mas é preciso lembrar que a Holanda, que não está a dar muito que falar, tem a oportunidade de relançar a sua classificação no Grupo 9, em caso de vitória na Noruega.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:47
 O que é? |  O que é? | favorito

HOJE o programa da quarta jornada da fase de classificação europeia para a Copa Mundial de 2010 inclui 22 partidas. Dezoito selecções seguem invictas, mas só quatro ganharam em todos os seus encontros.


A Espanha é a nova campeã europeia de futebol
A Grécia (Grupo 2), que jogará em casa contra Suíça, Espanha (Grupo 5, na Bélgica), Inglaterra (Grupo 6, na Bielorússia) e Holanda (Grupo 9, na Noruega) são as selecções que ainda não perderam.

Ao contrário do Grupo 7, pois é o único que todas as equipas perderam.

No Grupo 1, Portugal, todavia traumatizado pela derrota em casa contra Dinamarca (2-3), deverá reconciliar-se com o seu público até porque recebe a modesta selecção da Albânia. Um triunfo poderá permitir aos “tugas”voltarem à liderança.

Grécia, cuja defesa se mantém imbatível, poderá continuar na mó de cima no Grupo 2 se vencer a Suíça. No entanto, o seu principal rival, Israel, deverá realizar uma complicada visita à Letónia.

A República Checa, quarta do Grupo 3 com um ponto em duas partidas, vê-se obrigada a assumir todos os riscos em casa ante a Eslovénia se quiser continuar a acalentar esperanças de apuramento. A Polónia, por sua vez, viajará para medir forças com o melhor ataque do grupo (6 golos), a Eslováquia, que conta com um ponto a menos.

O País de Gales, surpreendente segundo do Grupo 4, visitará a Alemanha. Os galeses cederam apenas uma única derrota pela marca mínima na Rússia (2-1). A nova geração treinada por John B. Toshack aspira demonstrar que tem recursos para exercer um papel de “mata-gigantes”, com um calendário favorável na segunda volta. Ao mesmo tempo, a Rússia de Guus Hiddink, que caiu no sábado aos pés da Alemanha (2-1) embora tenha realizado um magnífico segundo período, receberá uma sólida formação da Finlândia.

No Grupo 5, Turquia, frente aos estónios, espera aproveitar-se do duelo entre os primeiros, Espanha e Bélgica, em Bruxelas, para recuperar os dois pontos que deixou escapar em casa contra os belgas.

Apesar da vitória contra Kazaquistão (5-1), espera-se mais, em especial um bom futebol, por parte de uma ambiciosa selecção inglesa que defrontará a Bielorússia,

num choque aliciante do Grupo 6. A Croácia, que recebe a Andorra, deverá restabelecer-se moral e matematicamente.

Como líder do Grupo 7, a Sérvia tentará aproveitar-se do facto da Roménia e França ficarem de fora, para aumentar a sua vantagem na sua visita a Áustria. No entanto, os comandados de Karel Bruckner, frágeis a jogar fora, transcendem-se quando jogam em casa.

Com uma equipa cada vez mais rejuvenescida, tento em conta que Luca Toni será a baixa, por lesão, na Itália, Marcello Lippi deverá retomar a sua veia ganhadora no Grupo 8 frente ao Montenegro, mas é preciso lembrar que a Holanda, que não está a dar muito que falar, tem a oportunidade de relançar a sua classificação no Grupo 9, em caso de vitória na Noruega.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:47
 O que é? |  O que é? | favorito
Outubro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
18
19
22
25
26
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO