Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Quinta-feira, 09 DE Outubro 2008

download Nimbuzz Mobile

publicado por Vaxko Zakarias às 14:27
 O que é? |  O que é? | favorito

download Nimbuzz Mobile

publicado por Vaxko Zakarias às 14:27
 O que é? |  O que é? | favorito

download Nimbuzz Mobile

publicado por Vaxko Zakarias às 14:18
 O que é? |  O que é? | favorito

download Nimbuzz Mobile

publicado por Vaxko Zakarias às 14:18
 O que é? |  O que é? | favorito
Eduardo Gonçalves na travessia Catembe/Maputo
A TRAVESSIA Catembe/Maputo a nado, que se realiza anualmente a 10 de Novembro, data em que a capital do país celebra o aniversário da sua elevação à categoria de urbe, já mexe com os citadinos.

A presente edição tem a particularidade de ter que ser feita um dia antes das festividades da cidade de Maputo, devido ao mau tempo previsto no dia 10 de Novembro.


Nesta edição, a travessia vai retomar o sentido normal, depois de no ano passado ter tomado a direcção oposta.

As inscrições para a prova decorrem desde 25 de Setembro último e prosseguirão até 25 de Outubro corrente, na sede da Associação de Natação da Cidade de Maputo (ANCM).

Os Clubes Ferroviário, Desportivo, Golfinhos, Trabalhadores do Banco de Moçambique e Tubarões já iniciaram a preparação para o evento que está aberto a outros interessados nacionais e estrangeiros federados ou não. As inscrições podem ser feitas na Escola Náutica, nos Clubes Naval e Marítimo e nas Associações de Pescadores de Maputo e Catembe.

Mergulhadores da África do Sul é que habitualmente têm se feito à prova e alternando a conquista do torneio com os moçambicanos. Curiosamente, a última edição foi ganha por um sul-africano, em masculinos, enquanto a juvenil Géssica Stagno se destacava em femininos.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:56
 O que é? |  O que é? | favorito
Eduardo Gonçalves na travessia Catembe/Maputo
A TRAVESSIA Catembe/Maputo a nado, que se realiza anualmente a 10 de Novembro, data em que a capital do país celebra o aniversário da sua elevação à categoria de urbe, já mexe com os citadinos.

A presente edição tem a particularidade de ter que ser feita um dia antes das festividades da cidade de Maputo, devido ao mau tempo previsto no dia 10 de Novembro.


Nesta edição, a travessia vai retomar o sentido normal, depois de no ano passado ter tomado a direcção oposta.

As inscrições para a prova decorrem desde 25 de Setembro último e prosseguirão até 25 de Outubro corrente, na sede da Associação de Natação da Cidade de Maputo (ANCM).

Os Clubes Ferroviário, Desportivo, Golfinhos, Trabalhadores do Banco de Moçambique e Tubarões já iniciaram a preparação para o evento que está aberto a outros interessados nacionais e estrangeiros federados ou não. As inscrições podem ser feitas na Escola Náutica, nos Clubes Naval e Marítimo e nas Associações de Pescadores de Maputo e Catembe.

Mergulhadores da África do Sul é que habitualmente têm se feito à prova e alternando a conquista do torneio com os moçambicanos. Curiosamente, a última edição foi ganha por um sul-africano, em masculinos, enquanto a juvenil Géssica Stagno se destacava em femininos.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:56
 O que é? |  O que é? | favorito

O PILOTO Conor Hughes, dos Max Challenge, perdeu pela primeira vez no Campeonato de Karts mCel da Cidade de Maputo, mas continua estável no pódio.

Arranque de uma prova de karts
O facto registou-se no último domingo, no decurso da quinta prova, que contempla igualmente as classes dos Max Júnior e GP Júnior.


O seu carrasco foi o também célebre Luís Moreira, tendo, com feito, reduzido a desvantagem de 36 pontos para 27 pontos na contagem geral, sendo que contabiliza neste momento 142 pontos na segunda posição, contra 169 do líder.

Luís Moreira foi excepcional (fez 42 pontos), deixando atrás Hughes (fez 32) nas três mangas, apesar deste último ter mais uma vez beneficiado da “pole position” na última prova.

Conor Hughes nem sequer teve perícia para assegurar a segunda posição, que pertenceu a Bruno Campos (33 pontos). Quedou-se para a terceira posição, numa competição que não contou com a presença de Mauro Costa, por razões desconhecidas.

Esta é a segunda vez que Mauro Costa se ausenta e afundou-se, desta feita, cada vez mais as esperanças de poder repetir a proeza cometida na última edição, em que foi vencedor. Aliás, este é o piloto mais cotado em termos de conquistas em karts.

NORBERTO JÚNIOR E FREDIE NUNES SUPER-IMPLACÁVEIS

Nos escalões subsequentes, nomeadamente Max Júnior e GP Júnior, prevalece a hegemonia nas mãos de Norberto Varinde Júnior e Aidan Hughes, respectivamente.

Os dois pilotos foram implacáveis na última prova. Ambos na “pole position”, dominaram igualmente as três mangas, deixando de longe Manuel Brazuna e Fredie Nunes.

Norberto Júnior contabiliza 224 pontos contra 160 de Manuel Brazuna, detendo, desta feita, a vantagem de 64 pontos no pódio. Por seu turno, Aidan Hughes soma 196 contra 169 de Fredie Nunes, o que lhe confere a vantagem de 27 pontos no topo.
De salientar que a próxima prova, a sexta, está agendada para o dia 25 do mês em curso.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:40
 O que é? |  O que é? | favorito

O PILOTO Conor Hughes, dos Max Challenge, perdeu pela primeira vez no Campeonato de Karts mCel da Cidade de Maputo, mas continua estável no pódio.

Arranque de uma prova de karts
O facto registou-se no último domingo, no decurso da quinta prova, que contempla igualmente as classes dos Max Júnior e GP Júnior.


O seu carrasco foi o também célebre Luís Moreira, tendo, com feito, reduzido a desvantagem de 36 pontos para 27 pontos na contagem geral, sendo que contabiliza neste momento 142 pontos na segunda posição, contra 169 do líder.

Luís Moreira foi excepcional (fez 42 pontos), deixando atrás Hughes (fez 32) nas três mangas, apesar deste último ter mais uma vez beneficiado da “pole position” na última prova.

Conor Hughes nem sequer teve perícia para assegurar a segunda posição, que pertenceu a Bruno Campos (33 pontos). Quedou-se para a terceira posição, numa competição que não contou com a presença de Mauro Costa, por razões desconhecidas.

Esta é a segunda vez que Mauro Costa se ausenta e afundou-se, desta feita, cada vez mais as esperanças de poder repetir a proeza cometida na última edição, em que foi vencedor. Aliás, este é o piloto mais cotado em termos de conquistas em karts.

NORBERTO JÚNIOR E FREDIE NUNES SUPER-IMPLACÁVEIS

Nos escalões subsequentes, nomeadamente Max Júnior e GP Júnior, prevalece a hegemonia nas mãos de Norberto Varinde Júnior e Aidan Hughes, respectivamente.

Os dois pilotos foram implacáveis na última prova. Ambos na “pole position”, dominaram igualmente as três mangas, deixando de longe Manuel Brazuna e Fredie Nunes.

Norberto Júnior contabiliza 224 pontos contra 160 de Manuel Brazuna, detendo, desta feita, a vantagem de 64 pontos no pódio. Por seu turno, Aidan Hughes soma 196 contra 169 de Fredie Nunes, o que lhe confere a vantagem de 27 pontos no topo.
De salientar que a próxima prova, a sexta, está agendada para o dia 25 do mês em curso.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:40
 O que é? |  O que é? | favorito

OS Mambas seguem esta manhã para Gaberone onde sábado vão defrontar a sua congénere do Botswana em partida da última jornada de qualificação para o CAN e “Mundial” de 2010. O lema, segundo Miguel Chau, técnico-adjunto, será atacar e atacar sempre. Oxalá assim seja!


mambas a atacar e atacar sempre!
Antes do jogo, os Mambas vão realizar dois treinos de adaptação ao relvado onde o encontro terá lugar, sendo um hoje às 16.30, horas do jogo sábado, e outro amanhã, em princípio no mesmo local.

A única contrariedade da Selecção Nacional prende-se com as ausências já anunciadas dos defesas Paíto e Dário Khan, para além de algumas mazelas que até sábado poderão ser limadas, dependendo do trabalho que a equipa médica vai realizando até sábado.

“Vamos jogar ao ataque. Sabemos que o Botswana não perde em casa há muito tempo. Queremos quebrar esse “jejum”. É importante a vitória. Disso estamos todos conscientes, por isso vamos jogar ao ataque e sempre ao ataque”, disse Miguel Chau, técnico adjunto dos Mambas, ontem abordado pela nossa Reportagem a propósito do jogo com o Botswana no próximo sábado que poderá ditar o destino de Moçambique nestas duas competições, cujas eliminatórias decorrem em simultâneo.

A equipa técnica está ciente das dificuldades que vai encontrar em Gaberone, por isso exige da parte de todos os amantes do desporto nacional um apoio total. Até porque a equipa que vai actuar, não fugirá muito daquela que actuou frente à Costa do Marfim, na jornada anterior.

Aliás, a Federação Moçambicana de Futebol já anunciou que, em caso de vitória, cada “mamba” vai receber mil dólares, apelando para que os amantes da Selecção Nacional contribuam no que for necessário, porque efectivamente a missão é espinhosa.

O Botswana, adversário que era tido como um dos mais frágeis do grupo, acabou sendo o único que veio a Maputo vencer os Mambas e calar a multidão que enchia por completo o Estádio da Machava. Terá sido por aqui que os Mambas perderam a qualificação? Ainda há chances no jogo do sábado, bastando para isso uma vitória e esperar pela repescagem. A sorte também tem que estar do lado dos moçambicanos.

DESTACADAS FIGURAS ACOMPANHAM OS MAMBAS

Muita gente está ansiosa em ver este jogo que vai decidir o destino dos Mambas. Tal como aconteceu no ano passado frente à Tanzania, os adeptos da Selecção Nacional vão acompanhar a equipa ao Botswana no próximo sábado.

Governantes e figuras políticas do país vão assistir “in loco” o destino de Moçambique. A vontade, em princípio, é ver o nosso país cada vez próspero.

Sábado de manhã parte uma excursão (via aérea) para Gaberone promovida pela Federação Moçambicana de Futebol em coordenação com a Golden Travel e regressa no mesmo dia. Será neste voo que viajarão os ferrenhos dos Mambas.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:26
 O que é? |  O que é? | favorito

OS Mambas seguem esta manhã para Gaberone onde sábado vão defrontar a sua congénere do Botswana em partida da última jornada de qualificação para o CAN e “Mundial” de 2010. O lema, segundo Miguel Chau, técnico-adjunto, será atacar e atacar sempre. Oxalá assim seja!


mambas a atacar e atacar sempre!
Antes do jogo, os Mambas vão realizar dois treinos de adaptação ao relvado onde o encontro terá lugar, sendo um hoje às 16.30, horas do jogo sábado, e outro amanhã, em princípio no mesmo local.

A única contrariedade da Selecção Nacional prende-se com as ausências já anunciadas dos defesas Paíto e Dário Khan, para além de algumas mazelas que até sábado poderão ser limadas, dependendo do trabalho que a equipa médica vai realizando até sábado.

“Vamos jogar ao ataque. Sabemos que o Botswana não perde em casa há muito tempo. Queremos quebrar esse “jejum”. É importante a vitória. Disso estamos todos conscientes, por isso vamos jogar ao ataque e sempre ao ataque”, disse Miguel Chau, técnico adjunto dos Mambas, ontem abordado pela nossa Reportagem a propósito do jogo com o Botswana no próximo sábado que poderá ditar o destino de Moçambique nestas duas competições, cujas eliminatórias decorrem em simultâneo.

A equipa técnica está ciente das dificuldades que vai encontrar em Gaberone, por isso exige da parte de todos os amantes do desporto nacional um apoio total. Até porque a equipa que vai actuar, não fugirá muito daquela que actuou frente à Costa do Marfim, na jornada anterior.

Aliás, a Federação Moçambicana de Futebol já anunciou que, em caso de vitória, cada “mamba” vai receber mil dólares, apelando para que os amantes da Selecção Nacional contribuam no que for necessário, porque efectivamente a missão é espinhosa.

O Botswana, adversário que era tido como um dos mais frágeis do grupo, acabou sendo o único que veio a Maputo vencer os Mambas e calar a multidão que enchia por completo o Estádio da Machava. Terá sido por aqui que os Mambas perderam a qualificação? Ainda há chances no jogo do sábado, bastando para isso uma vitória e esperar pela repescagem. A sorte também tem que estar do lado dos moçambicanos.

DESTACADAS FIGURAS ACOMPANHAM OS MAMBAS

Muita gente está ansiosa em ver este jogo que vai decidir o destino dos Mambas. Tal como aconteceu no ano passado frente à Tanzania, os adeptos da Selecção Nacional vão acompanhar a equipa ao Botswana no próximo sábado.

Governantes e figuras políticas do país vão assistir “in loco” o destino de Moçambique. A vontade, em princípio, é ver o nosso país cada vez próspero.

Sábado de manhã parte uma excursão (via aérea) para Gaberone promovida pela Federação Moçambicana de Futebol em coordenação com a Golden Travel e regressa no mesmo dia. Será neste voo que viajarão os ferrenhos dos Mambas.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:26
 O que é? |  O que é? | favorito

CONFIRMARAM-SE as boas expectativas que indicam a Selecção Nacional de Basquetebol Feminino de Sub-18 como clara favorita no despique frente ao Benin. As moçambicanas, num desafio que até deu para relaxar e fazer descansar algumas das principais estrelas, venceram a sua similar do Benin por uma margem de 36 pontos (72-36), numa partida que contou para a terceira jornada do Grupo A.

Com esta vitória, a turma moçambicana deu um passo importante para se qualificar para as meias-finais, onde, em principio, terá a companhia da Tunísia. As tunisinas que jogam na posição de anfitrião, fazem parte do grupo de Moçambique, e são líderes isolados com seis pontos. Recorde-se, que a turma moçambicana teve uma estreia auspiciosa nesta prova ao vencer a Costa do Marfim pela marca de 57-42, tendo no jogo seguinte baqueado diante das tunisinas por 54-58.

Noutro embate da ronda, Uganda, último classificado, sofreu uma pesada derrota frente a Costa do Marfim, por 17-65.

O Grupo B é liderado pelo Mali, que no último jogo, venceu de forma concludente a Nigéria, por 85-38. Angola, que até era apontada como uma potencial candidata, pode ter visto desvanecido o sonho de se qualificar para as meias-finais após ter sido derrotada pela Guiné-Conacri, por 46-64.

Aliás, este tem sido um grupo de algumas surpresas visto que as congolesas, também apontadas como favoritas para transitar às “meias” perdeu com o Quénia, por 48-56.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:13
 O que é? |  O que é? | favorito

CONFIRMARAM-SE as boas expectativas que indicam a Selecção Nacional de Basquetebol Feminino de Sub-18 como clara favorita no despique frente ao Benin. As moçambicanas, num desafio que até deu para relaxar e fazer descansar algumas das principais estrelas, venceram a sua similar do Benin por uma margem de 36 pontos (72-36), numa partida que contou para a terceira jornada do Grupo A.

Com esta vitória, a turma moçambicana deu um passo importante para se qualificar para as meias-finais, onde, em principio, terá a companhia da Tunísia. As tunisinas que jogam na posição de anfitrião, fazem parte do grupo de Moçambique, e são líderes isolados com seis pontos. Recorde-se, que a turma moçambicana teve uma estreia auspiciosa nesta prova ao vencer a Costa do Marfim pela marca de 57-42, tendo no jogo seguinte baqueado diante das tunisinas por 54-58.

Noutro embate da ronda, Uganda, último classificado, sofreu uma pesada derrota frente a Costa do Marfim, por 17-65.

O Grupo B é liderado pelo Mali, que no último jogo, venceu de forma concludente a Nigéria, por 85-38. Angola, que até era apontada como uma potencial candidata, pode ter visto desvanecido o sonho de se qualificar para as meias-finais após ter sido derrotada pela Guiné-Conacri, por 46-64.

Aliás, este tem sido um grupo de algumas surpresas visto que as congolesas, também apontadas como favoritas para transitar às “meias” perdeu com o Quénia, por 48-56.

publicado por Vaxko Zakarias às 12:13
 O que é? |  O que é? | favorito

PELA primeira vez na história do futebol, o Continente Africano, em particular a África do Sul acolherá o Campeonato do Mundo. A decisão foi renhida, com África do Sul a conseguir 14 votos, Marrocos 10 e o Egipto a ficar em branco.


Eto
Desde que esta notícia veio à tona a 15 de Maio de 2004, em Zurique, muitas foram as notícias que circularam sobre se África do Sul teria condições para acolher a maior e mais importante competição futebolística do planeta.

A questão se a África do Sul conseguiria reunir as condições, sobretudo a nível de infra-estruturas desejáveis (estádios) exigidas pela FIFA foi vezes sem conta posta em causa, chegando-se mesmo a temer a troca de anfitrião, tendo a Austrália sido apontada como o mais sério candidato.

O presidente da FIFA, Joseph Blatter, já se mostrou satisfeito por ver dois países unidos em torno da organização da prova.
Mas Joseph Blatter, presidente que rege o futebol mundial (FIFA) tranquilizou os menos crentes dizendo-os que o Continente Africano é capaz de lidar com as responsabilidades de construção de estádios e criação de sistemas de transporte e comunicação como qualquer outro continente. Aliás, Joseph Blatter havia defendido logo depois do anúncio dos resultados que a África do Sul acolheria o “Mundial” de que esta eleição se tratava de uma vitória para o futebol, não só para os africanos.

Samuel Eto’o, a “estrela” do futebol camaronês e do Barcelona, que esteve recentemente no país, reiterou numa entrevista em exclusivo ao “Notícias” que o Campeonato do Mundo de 2010 será um sucesso.

“Não tenho dúvidas de que o “Mundial”, que irá realizar-se na África do Sul será sucesso. Não vejo porquê é que África não reúne condições para organizar uma prova do género se hoje em dia alguns países africanos estão tão fortes como dos restantes continentes”, defendeu a “estrela” do futebol, contrariando àqueles que acreditam que o “Mundial” de 2010 será um fracasso.

A essas pessoas, menos crentes, Samuel Eto’o lançou a seguinte mensagem: “Desde quando é que elas acreditaram nos africanos? Nunca! Mas vai ficar provado que em África existe muito potencial”, disse.

Ainda sobre o “Mundial”, Eto’o mostrou-se demasiado satisfeito por este ter vindo finalmente para o Continente Africano, pois de acordo com ele, será uma mais valia para as selecções do continente atacarem o título com mais vigor, visto que contarão com o factor casa.

FUNDAÇÃO ETO’O NO FUTURO

Questionado o que pretende fazer depois que puser fim à carreira de futebolista, este assegurou que vai abrir uma academia de futebol infantil que levará o seu nome de forma que continue ligado sempre ao futebol.

“É meu desejo ajudar os jovens africanos a concretizarem os seus sonhos. Através da minha fundação vou dedicar-me por completo aos jovens para que de facto o futebol africano melhore em todos os sentidos”, frisou.

ROGER MILA O ÍDOLO

O ganês Essien festeja com Mikel o golo da vitória do Chelsea
Samuel Eto’o aponta o compatriota Roger Mila como o seu ídolo. “Sempre tive uma grande admiração por Roger Mila. Foi um grande jogador. Lembro-me que quando era muito mais novo pedi-lhe umas chuteiras e este deu-me. É um jogador que me marcou profundamente”, disse.

Emanuel Adebayor (Arsenal) Michael Essien e Didier Drogba (Chelsea) são os jogadores que confessa ter muita admiração.

DEZ ANOS DE SUCESSO NA ESPANHA

Sobre aquilo que tem sido a sua carreira na Espanha, país onde chegou com 14 anos de idade contratado pelo Real Madrid, disse que nos últimos dez anos tem se imposto no futebol, depois de um início menos brilhante.

“Jogo na primeira divisão há dez anos. Há cinco para cá, o futebol espanhol ganhou mais qualidade e tenho jogado com e contra os melhores jogadores do mundo. As coisas têm me corrido bem porque consigo fazer aquilo que mais gosto, que é marcar golos”, frisou.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:50
 O que é? |  O que é? | favorito

PELA primeira vez na história do futebol, o Continente Africano, em particular a África do Sul acolherá o Campeonato do Mundo. A decisão foi renhida, com África do Sul a conseguir 14 votos, Marrocos 10 e o Egipto a ficar em branco.


Eto
Desde que esta notícia veio à tona a 15 de Maio de 2004, em Zurique, muitas foram as notícias que circularam sobre se África do Sul teria condições para acolher a maior e mais importante competição futebolística do planeta.

A questão se a África do Sul conseguiria reunir as condições, sobretudo a nível de infra-estruturas desejáveis (estádios) exigidas pela FIFA foi vezes sem conta posta em causa, chegando-se mesmo a temer a troca de anfitrião, tendo a Austrália sido apontada como o mais sério candidato.

O presidente da FIFA, Joseph Blatter, já se mostrou satisfeito por ver dois países unidos em torno da organização da prova.
Mas Joseph Blatter, presidente que rege o futebol mundial (FIFA) tranquilizou os menos crentes dizendo-os que o Continente Africano é capaz de lidar com as responsabilidades de construção de estádios e criação de sistemas de transporte e comunicação como qualquer outro continente. Aliás, Joseph Blatter havia defendido logo depois do anúncio dos resultados que a África do Sul acolheria o “Mundial” de que esta eleição se tratava de uma vitória para o futebol, não só para os africanos.

Samuel Eto’o, a “estrela” do futebol camaronês e do Barcelona, que esteve recentemente no país, reiterou numa entrevista em exclusivo ao “Notícias” que o Campeonato do Mundo de 2010 será um sucesso.

“Não tenho dúvidas de que o “Mundial”, que irá realizar-se na África do Sul será sucesso. Não vejo porquê é que África não reúne condições para organizar uma prova do género se hoje em dia alguns países africanos estão tão fortes como dos restantes continentes”, defendeu a “estrela” do futebol, contrariando àqueles que acreditam que o “Mundial” de 2010 será um fracasso.

A essas pessoas, menos crentes, Samuel Eto’o lançou a seguinte mensagem: “Desde quando é que elas acreditaram nos africanos? Nunca! Mas vai ficar provado que em África existe muito potencial”, disse.

Ainda sobre o “Mundial”, Eto’o mostrou-se demasiado satisfeito por este ter vindo finalmente para o Continente Africano, pois de acordo com ele, será uma mais valia para as selecções do continente atacarem o título com mais vigor, visto que contarão com o factor casa.

FUNDAÇÃO ETO’O NO FUTURO

Questionado o que pretende fazer depois que puser fim à carreira de futebolista, este assegurou que vai abrir uma academia de futebol infantil que levará o seu nome de forma que continue ligado sempre ao futebol.

“É meu desejo ajudar os jovens africanos a concretizarem os seus sonhos. Através da minha fundação vou dedicar-me por completo aos jovens para que de facto o futebol africano melhore em todos os sentidos”, frisou.

ROGER MILA O ÍDOLO

O ganês Essien festeja com Mikel o golo da vitória do Chelsea
Samuel Eto’o aponta o compatriota Roger Mila como o seu ídolo. “Sempre tive uma grande admiração por Roger Mila. Foi um grande jogador. Lembro-me que quando era muito mais novo pedi-lhe umas chuteiras e este deu-me. É um jogador que me marcou profundamente”, disse.

Emanuel Adebayor (Arsenal) Michael Essien e Didier Drogba (Chelsea) são os jogadores que confessa ter muita admiração.

DEZ ANOS DE SUCESSO NA ESPANHA

Sobre aquilo que tem sido a sua carreira na Espanha, país onde chegou com 14 anos de idade contratado pelo Real Madrid, disse que nos últimos dez anos tem se imposto no futebol, depois de um início menos brilhante.

“Jogo na primeira divisão há dez anos. Há cinco para cá, o futebol espanhol ganhou mais qualidade e tenho jogado com e contra os melhores jogadores do mundo. As coisas têm me corrido bem porque consigo fazer aquilo que mais gosto, que é marcar golos”, frisou.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:50
 O que é? |  O que é? | favorito

XADREZISTAS nacionais ensaiam vários sistemas no tabuleiro para não desiludir nas Olimpíadas da Alemanha, que terão lugar na cidade de Bresden de 13 a 25 de Novembro próximo, em que, como é óbvio, estarão presente os melhores do mundo.


Campeonato de Xadrez da Zona Austral: Moçambicanos em desvantagem
Moçambique participará no evento com cinco xadrezistas, nomeadamente Mateus Viageiro, Wilton Calicoca, Miguel Maconi, Mariano Maia e Pedro Ventura, respectivamente vice-campeão nacional, terceiro, quarto, quinto e sexto classificados na última edição do campeonato de seniores masculinos. Pedro Ventura vai actuar na condição de suplente.

O mestre e campeão nacional em título, Ivan Andrade, é o maior ausente. O conceituado xadrezista desistiu de competir no ano passado, para atender compromissos académicos.

Assim, Mateus Viageiro, que se tornou mestre FIDE (Federação Internacional de Xadrez) nas Olimpíadas de Itália, em 2006, é a principal aposta da selecção e vai concorrer ao título de mestre internacional, devendo, para o efeito, reunir no mínimo 80 por cento dos pontos dos 11 possíveis, o que não se aventa fácil. Viageiro é o único moçambicano que atingiu aquele estatuto.

O objectivo principal da selecção nacional é de conseguir 50 por cento dos pontos possíveis, tendo em conta que cada selecção fará quatro jogos por cada uma das 11 jornadas da prova.

O outro desafio da equipa nacional é estar entre os cinco melhores lugares africanos, facto que o presidente da Federação Moçambicana de Xadrez, Pedro Chambule, que chefiará a delegação, considera de difícil alcance uma vez que os moçambicanos não têm sequer conseguido estar entre os primeiros três lugares na região austral onde Moçambique está integrado.

PEDRO CHAMBULE NA ASSEMBLEIA DA FIDE

Paralelamente às Olimpíadas, decorrerá a assembelia geral ordinária da FIDE que é convocada de dois em dois anos, reunindo os presidentes das federações de quase todo o mundo. No encontro, no qual Moçambique será representado por Pedro Chambule, serão debatidos e aprovados os relatórios de actividades e contas dos últimos dois anos.

Serão igualmente analisadas e aprovadas as candidaturas para os próximos campeonatos mundiais, continentais e zonais, bem como os respectivos calendários. Debater-se-á e aprovará o orçamento para os próximos dois anos.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:18
 O que é? |  O que é? | favorito

XADREZISTAS nacionais ensaiam vários sistemas no tabuleiro para não desiludir nas Olimpíadas da Alemanha, que terão lugar na cidade de Bresden de 13 a 25 de Novembro próximo, em que, como é óbvio, estarão presente os melhores do mundo.


Campeonato de Xadrez da Zona Austral: Moçambicanos em desvantagem
Moçambique participará no evento com cinco xadrezistas, nomeadamente Mateus Viageiro, Wilton Calicoca, Miguel Maconi, Mariano Maia e Pedro Ventura, respectivamente vice-campeão nacional, terceiro, quarto, quinto e sexto classificados na última edição do campeonato de seniores masculinos. Pedro Ventura vai actuar na condição de suplente.

O mestre e campeão nacional em título, Ivan Andrade, é o maior ausente. O conceituado xadrezista desistiu de competir no ano passado, para atender compromissos académicos.

Assim, Mateus Viageiro, que se tornou mestre FIDE (Federação Internacional de Xadrez) nas Olimpíadas de Itália, em 2006, é a principal aposta da selecção e vai concorrer ao título de mestre internacional, devendo, para o efeito, reunir no mínimo 80 por cento dos pontos dos 11 possíveis, o que não se aventa fácil. Viageiro é o único moçambicano que atingiu aquele estatuto.

O objectivo principal da selecção nacional é de conseguir 50 por cento dos pontos possíveis, tendo em conta que cada selecção fará quatro jogos por cada uma das 11 jornadas da prova.

O outro desafio da equipa nacional é estar entre os cinco melhores lugares africanos, facto que o presidente da Federação Moçambicana de Xadrez, Pedro Chambule, que chefiará a delegação, considera de difícil alcance uma vez que os moçambicanos não têm sequer conseguido estar entre os primeiros três lugares na região austral onde Moçambique está integrado.

PEDRO CHAMBULE NA ASSEMBLEIA DA FIDE

Paralelamente às Olimpíadas, decorrerá a assembelia geral ordinária da FIDE que é convocada de dois em dois anos, reunindo os presidentes das federações de quase todo o mundo. No encontro, no qual Moçambique será representado por Pedro Chambule, serão debatidos e aprovados os relatórios de actividades e contas dos últimos dois anos.

Serão igualmente analisadas e aprovadas as candidaturas para os próximos campeonatos mundiais, continentais e zonais, bem como os respectivos calendários. Debater-se-á e aprovará o orçamento para os próximos dois anos.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:18
 O que é? |  O que é? | favorito

O SEMANÁRIO desportivo desafio vai colocar amanhã nas bancas, logo cedo pela manhã, mais uma edição especial, como, aliás, tem sido apanágio nas vésperas de cada jogo da Selecção Nacional de Futebol – Mambas – desde a realização da primeira partida da dupla fase de qualificação para o “Mundial” e CAN 2010.

Chiquinho Conde treinador principal do Desportivo

A edição traz muita informação detalhada sobre a preparação do combinado nacional, a antevisão do jogo na perspectiva da equipa técnica e de antigos jogadores da selecção (Chiquinho Conde e Rui Évora), as contas da possível qualificação, entre outra matéria ligada à presente fase, em toda a sua amplitude.

O enviado especial do desafio, César Langa, acompanha de perto a movimentação dos “Mambas” desde o estágio iniciado segunda-feira última e terminado hoje em Pretória – cuja matéria recolhida vem inserida na edição de amanhã – sendo escusado dizer que a edição de segunda-feira próxima conta com a cobertura do jogo por parte deste profissional.

Duas edições, pois, a não perder.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:09
 O que é? |  O que é? | favorito

O SEMANÁRIO desportivo desafio vai colocar amanhã nas bancas, logo cedo pela manhã, mais uma edição especial, como, aliás, tem sido apanágio nas vésperas de cada jogo da Selecção Nacional de Futebol – Mambas – desde a realização da primeira partida da dupla fase de qualificação para o “Mundial” e CAN 2010.

Chiquinho Conde treinador principal do Desportivo

A edição traz muita informação detalhada sobre a preparação do combinado nacional, a antevisão do jogo na perspectiva da equipa técnica e de antigos jogadores da selecção (Chiquinho Conde e Rui Évora), as contas da possível qualificação, entre outra matéria ligada à presente fase, em toda a sua amplitude.

O enviado especial do desafio, César Langa, acompanha de perto a movimentação dos “Mambas” desde o estágio iniciado segunda-feira última e terminado hoje em Pretória – cuja matéria recolhida vem inserida na edição de amanhã – sendo escusado dizer que a edição de segunda-feira próxima conta com a cobertura do jogo por parte deste profissional.

Duas edições, pois, a não perder.

publicado por Vaxko Zakarias às 11:09
 O que é? |  O que é? | favorito

NUMA prova inteiramente dominada pela presença de pilotos de várias gerações, os moçambicanos surpreenderam os sul-africanos na terceira prova internacional de arranque – “Drag Racing” - que teve lugar no último sábado no autódromo do Automóvel Touring Clube de Moçambique (ATCM), face ao esforço abnegado empreendido pela equipa nacional nas diversas competições envolvendo veículos de quatro, seis e oito cilindros normais e turbinados, respectivamente.

A prova de arranque estava inserida na celebração do Dia da Paz, que se assinala a 4 de Outubro e envolveu 52 carros de diferentes marcas, dos quais 20 pilotados por moçambicanos.

A perícia dos nacionais impôs-se à qualidade das “máquinas” dos sul-africanos, tendo pilotos como Nito Khan, ao volante de um Mercedes, Tiago Fonseca, num BMW, sido os mais destacados. A estes juntaram-se outros nomes, casos de Mário Silva, ao volante de um Subaru, os irmãos Chuchú e Mano, num BMW, e Ricardo, em VW, respectivamente.

Contudo, acabou sendo Aigon a figura de destaque com o tempo de 11.27 segundos ao comando de um Nissan.

Na classe máxima, ainda mereceram destaque os nacionais Chuchú e Tiago Fonseca que, à frente do sul-africano Serginho, fizeram 12.01 e 12.42 segundos, contra 12.99 daquele. Por seu turno, Nito Khan teve maior brilho na prova de maleabilidade, à frente do também moçambicano Mauro Costa.

publicado por Vaxko Zakarias às 10:51
 O que é? |  O que é? | favorito

NUMA prova inteiramente dominada pela presença de pilotos de várias gerações, os moçambicanos surpreenderam os sul-africanos na terceira prova internacional de arranque – “Drag Racing” - que teve lugar no último sábado no autódromo do Automóvel Touring Clube de Moçambique (ATCM), face ao esforço abnegado empreendido pela equipa nacional nas diversas competições envolvendo veículos de quatro, seis e oito cilindros normais e turbinados, respectivamente.

A prova de arranque estava inserida na celebração do Dia da Paz, que se assinala a 4 de Outubro e envolveu 52 carros de diferentes marcas, dos quais 20 pilotados por moçambicanos.

A perícia dos nacionais impôs-se à qualidade das “máquinas” dos sul-africanos, tendo pilotos como Nito Khan, ao volante de um Mercedes, Tiago Fonseca, num BMW, sido os mais destacados. A estes juntaram-se outros nomes, casos de Mário Silva, ao volante de um Subaru, os irmãos Chuchú e Mano, num BMW, e Ricardo, em VW, respectivamente.

Contudo, acabou sendo Aigon a figura de destaque com o tempo de 11.27 segundos ao comando de um Nissan.

Na classe máxima, ainda mereceram destaque os nacionais Chuchú e Tiago Fonseca que, à frente do sul-africano Serginho, fizeram 12.01 e 12.42 segundos, contra 12.99 daquele. Por seu turno, Nito Khan teve maior brilho na prova de maleabilidade, à frente do também moçambicano Mauro Costa.

publicado por Vaxko Zakarias às 10:51
 O que é? |  O que é? | favorito
Outubro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
18
19
22
25
26
31
subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO