Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Segunda-feira, 10 DE Agosto 2009

O DESPORTIVO passou ao lado de uma goleada, frente ao Textáfrica, por culpa da ineficácia dos dianteiros Aníbal e Binó, bastante perdulários quando solicitados a fazer o remate final.

Aníbal e Binó levaram a goleada para casa
Num jogo que teve praticamente uma só direcção – a baliza do guarda-redes Minguinho – os “alvi-negros” criaram um sem-número de oportunidades, não devidamente correspondidas pelo sector atacante.

Artur Semedo apostou num futebol ofensivo, alicerçado em movimentos rápidos e criativos de Muandro, Mexer, Nelinho e Nelson, que cedo ganharam a batalha no miolo do terreno e orquestraram jogadas perigosas na área adversária.

O técnico brasileiro do Textáfrica, Alex Alves, não respondeu da melhor forma à disposição “alvi-negra”, povoando o seu próprio meio-campo, estratégia que permitia que a bola permanecesse longo período em zonas próximas da baliza defendida por Minguinho.

Assim, as iniciativas de Mambinho, à direita, e Ângelo, no centro, não tinham a devida sequência na dianteira, de tal sorte que Edgar foi presa fácil para Zainadine Júnior e Emídio. Secanhe é que foi obrigado a intervir por algumas vezes para parar Mambinho, o jogador mais irrequieto da turma do Chimoio.

Nesta disposição, o Desportivo ganhou ascendente e aí Aníbal mostrou como não se faz. Rematou torto em duas ocasiões flagrantes para inaugurar o marcador. Aos 26 minutos, ficou cara-a-cara com Minguinho e rematou para a defesa do “keeper”. Artur Semedo não gostava das imagens que observa e trocou Matlombe por Binó, aos 34.

Saído do banco, Binó abriu o activo na primeira oportunidade clara de golo, em cima do intervalo. No regresso, adivinhava-se uma reacção do conjunto forasteiro. Mas nada disso aconteceu. O Desportivo continuou dono e senhor do jogo, e Binó entrou em cena para auxiliar Aníbal no desperdício de golos certos.

O jogo terminou com a turma maputense a defender a magra vantagem, tarefa que foi fácil porque o Textáfrica não arriscou o suficiente para merecer outro resultado, tendo a goleada “alvi-negra” ficado adiada.

A equipa de arbitragem, chefiada por Filimão Filipe, realizou um bom trabalho, técnica e disciplinarmente.

FICHA TÉCNICA

Árbitro: Filimão Filipe, auxiliado por Agostinho Pelembe e Mário Albino. Quarto árbitro: Aníbal Armando

DESPORTIVO – Jaimito; Josué (Imo), Zainadine, Emídio e Secanhe; Mexer, Nelinho, Matlombe (Binó) e Nelson; Muandro e Aníbal (Tchitcho).

TEXTÁFRICA – Minguinho; Edgar (Rúben), Zola (Ussene), Loló e Dondo; Jossias (Jorge), Mitó e Ângelo; Mambinho, Mambo e César.

Acção disciplinar: cartão amarelo para Mambinho e Edgar.

CUSTÓDIO MUGABE

publicado por Vaxko Zakarias às 13:29
 O que é? |  O que é? | favorito
Agosto 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
14
15
16
17
21
22
23
29
30
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO