Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Quarta-feira, 04 DE Novembro 2009

INDUBITAVELMENTE, as quatro formações que disputarão as meias-finais da Liga Nacional de Basquetebol Vodacom já estão encontradas.

Jogo de Basquebol entre Real Sociedade e Benfica de Quelimane
Os prognósticos e conjecturas que essencialmente apontavam para uma transição clara e inequívoca do Ferroviário, Desportivo e Maxaquene foram na íntegra consumados. A única surpresa, muito provavelmente, terá residido na qualificação do Ferroviário da Beira, que se sobrepôs ao Costa do Sol na luta directa pela quarta vaga. Entretanto, enquanto ainda se aguarda pela 14ª e derradeira jornada para a definição exacta do escalonamento destas equipas apuradas para os “play-off”, Chiveve voltou a reluzir, com os “locomotivas” a ganharem e convencer “tricolores” (92-89) e “canarinhos (100-82), vincando, uma vez mais, as suas pretensões de chegar ao título.

Com a classificação a apresentar-nos Ferroviário e Desportivo com 24 pontos, Maxaquene 23 e Ferroviário da Beira 22, dificilmente se pode vaticinar qual será a posição final do quarteto da frente e nem tão pouco o vencedor desta fase regular da Liga Nacional de Basquetebol Vodacom.

Todas as decisões foram remetidas para a última jornada, no próximo fim-de-semana, na qual, “a priori”, os verde-e-brancos da Beira têm o triunfo praticamente garantido, uma vez que defrontam um time de menor expressão e, curiosamente, também da sua cidade: o Desportivo. Porém, isto não quer dizer que este adversário irá entregar a vitória de bandeja, pois também trava a sua luta pelo sexto lugar, tendo como oponente o Benfica de Quelimane.

Os outros três apurados para as meias-finais enfrentam partidas extremamente difíceis, com o destaque a recair para o Desportivo-Ferroviário, que em princípio decidirá o vencedor da fase regular, tendo em conta que estas duas equipas estão empatadas na liderança. Por seu turno, Maxaquene terá pela frente Costa do Sol, um conjunto já fora da acção e que, quiçá, terá sido a maior decepção da prova, dado que era apontado como um dos sérios candidatos à transição para os “play-off”, que obedecerão o sistema de disputa à melhor de três.

ACHAS À FOGUEIRA

É verdade que nada ainda estava definido, com exactidão, em relação ao futuro dos quatro da frente, mas não resta a menor dúvida que o Ferroviário da Beira veio deitar mais achas a uma fogueira cujas labaredas já estavam muito intensas. É que o seu duplo triunfo, no Pavilhão dos Desportos local, diante do Costa do Sol pela marca de 100-82 e do Maxaquene por uma diferença de três pontos (92-89) aproximou-lhes do triunvirato da capital do país, estando neste momento com menos um ponto dos “tricolores” e dois dos comandantes da prova.

Trata-se de uma situação que fará com que a última jornada seja encarada com bastante seriedade por parte de todos os intervenientes, uma vez que, apesar das quatro primeiras posições garantirem a transição para as meias-finais, afigura-se importante cativar um determinado lugar, tendo em conta o próximo adversário.

Este facto surge porque, como já se sabe, o primeiro classificado defrontará o quarto e o segundo o terceiro, pelo que as equipas procuram, na medida do possível, se evitar mutuamente, embora esteja já claro que sempre teremos um confronto entre dois representantes de Maputo.

Na pretérita dupla jornada, para além de o Chiveve ter novamente reluzido – Desportivo, Maxaquene e Costa do Sol deram-se mal com os ares locais – poucas referências há a registar, dado que a supremacia dos favoritos não chegou a estar em causa, tanto nos embates dirimidos na Beira como em Quelimane e Maputo.

O campeão Ferroviário foi primeiro à capital da Zambézia derrotar o Benfica por 97-67, para depois descer para a cidade de Maputo, onde venceu a Real Sociedade pela marca de 77-55. Viagem oposta fez o Desportivo, que numa jornada bateu a Real Sociedade por 82-71 e, noutra, se sobrepor ao Benfica de Quelimane pela marca de 114-66.

Beira foi visitada pelo Maxaquene e Costa do Sol, que, tendo perdido com o Ferroviário, desforraram diante do Desportivo local: os “tricolores” ganharam por 91-62 e os “canarinhos” pela marca de 106-69, num fim-de-semana em que três equipas chegaram à centena de pontos.

RESULTADOS E CLASSIFICAÇÃO

12ª JORNADA

Desp. Beira-Maxaquene (62-91)

Fer. Beira-Costa do Sol (100-82)

Benf. Quelimane-Fer. Maputo (67-97)

Desp. Maputo-Real Sociedade (82-71)

13ª JORNADA

Benf. Quelimane-Desp. Maputo (66-114)

Fer. Maputo-Real Sociedade (77-55)

Desp. Beira-Costa do Sol (69-106)

Fer. Beira-Maxaquene (92-89)

J V D CESTOS P

FER. MAPUTO 13 11 2 1151-850 24

Desp. Maputo 13 11 2 1135-845 24

Maxaquene 13 10 3 1107-827 23

Fer. Beira 13 9 4 1191-768 22

Costa do Sol 13 6 7 1133-1037 19

Benf. Quelimane 13 2 11 940-1219 15

Desp. Beira 13 2 11 836-1275 15

Real Sociedade 13 1 12 852-1110 14

PRÓXIMA JORNADA (14ª E ÚLTIMA)

Desp. Maputo-Fer. Maputo

Maxaquene-Costa do Sol

Fer. Beira-Desp. Beira

Benf. Quelimane-Real Sociedade

publicado por Vaxko Zakarias às 14:38
 O que é? |  O que é? | favorito
Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
14
15
19
21
22
23
27
28
29
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO