Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Quarta-feira, 18 DE Março 2009
 Director executivo do FPD, José Gabriel Dava
O PARQUE dos Continuadores, na cidade de Maputo, vai sofrer obras de reabilitação e remodelação este ano com fundos do Estado.

COMPLEXO MUNICIPAL DE TETE NA EXPECTATIVA

Esta informação foi prestada pelo director executivo do Fundo de Promoção Desportiva (FPD), José Gabriel Dava, em entrevista ao “Notícias”, na qual anunciou os pacotes disponíveis este ano para os orçamentos corrente - destinado às federações e outras instituições desportivas nacionais - e de investimento - direccionado às infra-estruturas desportivas.

Parque dos Continuadores vai ser reabilitado e remodelado

O Parque dos Continuadores será reabilitado por parte dos cerca de 60 milhões de meticais do orçamento do investimento. A reabilitação compreende um projecto global, que contempla a pista e balneários, para além do reordenamento da infra-estrutura e montagem de um ginásio.

Segundo José Dava, o orçamento de investimento manteve-se nos mesmos níveis do ano passado, que foi de 59.500.000 meticais, e abarca cinco projectos. Maior parte do bolo vai para o Complexo Desportivo de Pemba para dar continuidade às obras em curso.

Assegurou que uma parte das instalações vai entrar em funcionamento este ano, salientando que houve agravamento de custos, sendo que algumas partes das obras não serão concluídas este ano, em que se previa a entrega do empreendimento. Mencionou, por exemplo, o caso da piscina, que será concluída próximo ano, bem como os arranjos exteriores.

Entretanto, já foram concluídos os campos de treinos de futebol, de ténis e recintos polivalentes para as modalidades de salão, para além de balneários e instalações onde funcionará a administração

Parte das infra-estruturas do Complexo Municipal de Pemba, em construção
A grande novidade em vista é o início das obras de construção do Complexo Municipal de Tete, também este ano, cujo concurso de empreitada será lançado brevemente. O outro projecto na agenda do Governo é a construção do Centro de Excelência de Gondola. Numa primeira fase, será priorizado o campo de futebol e depois serão desenvolvidas acções no âmbito do projecto acordado com os Caminhos de Ferro de Moçambique para o aproveitamento das instalações, no qual o Ministério da Juventude e Desportos vai intervir na sua reabilitação.

O outro projecto na agenda compreende algumas acções visando o apetrechamento de algumas infra-estruturas desportivas, nomeadamente a colocação de balizas para campos de salão e tabelas de basquetebol.

ORÇAMENTO CORRENTE BAIXOU

O orçamento corrente, que é destinado ao funcionamento das federações e outras instituições desportivas nacionais, incluindo o próprio Fundo de Promoção Desportiva (FPD), é de 36.196.000 meticais e baixou relativamente ao do ano passado. Porém, este montante elevou-se a 50.196.00 com outras receitas que o FPD obtém de parceiros.

O Director Executivo do FPD explicou que houve uma e outra federação que teve aumento, casos de basquetebol e hóquei em patins, que este ano estarão envolvidos em competições internacionais, nomeadamente Campeonatos Africanos e Mundial.

A Fundação Lurdes Mutola teve igualmente um incremento, porque apresentou um novo projecto ao Governo para a capacitação institucional, de forma a proporcionar-lhe o melhor funcionamento. O fundo a ser alocado à fundação, que é de três milhões de meticais, será destinado ao recrutamento de quadros, instalações e aquisição de material.

O novo projecto, que é de quatro anos, constituiu o plano estratégico da fundação e inclui várias áreas. O projecto anterior era de três anos.

Salientar que, para além das federações nacionais, o orçamento corrente é repartido com Conselho Nacional do Desporto (CND), Comité Olímpico de Moçambique (CND).

Sublinhar que uma das razões que influenciou para a redução do orçamento corrente é o facto de este ano não ser olímpico, o que se reflectirá igualmente no pacote que será destinado ao COM para 2009. O montante para o COM este ano é particularmente para atender a formação de atletas no âmbito das bolsas olímpicas.

RELATÓRIOS ATRASADOS

Algumas federações ainda não apresentaram relatórios e os respectivos projectos para este ano e consequentemente ainda não foi concluída a programação financeira para este ano. Este ligeiro atraso na discussão com federações sobre a programação financeira e análise do exercício do ano passado poderá retardar a alocação de fundos para o seu funcionamento.

Questionado se estava definitivamente descartado o apoio que era dado inicialmente aos clubes, Dava salientou que o investimento que é feito às instalações municipais pode igualmente servir às colectividades.

“Depende das condições em que apoiamos. Pode haver um protocolo em que as instalações de um clube ou outro ficam sob gestão do Município e dai poderem beneficiar dos apoios do FPD. Não podemos dizer taxativamente que os clubes são sim ou não beneficiários do FPD”, explicou.

publicado por Vaxko Zakarias às 13:27
 O que é? |  O que é? | favorito
Março 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
21
22
28
29
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO