Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Terça-feira, 23 DE Junho 2009

MAIS do que ninguém, o culpado pela derrota de sábado só pode ser um e um só: o técnico Mart Nooij. O guarda-redes Marcelino só pode apanhar por tabela, dada a sua infantilidade.

Marcelino a pensar no “frango” que ofereceu aos quenianos
Esta tese que apresento é sustentada pelo facto de o seleccionador nacional ter colocado a titular, na baliza, Marcelino, mesmo sabendo que não está nos seus melhores dias.

Já foi, por diversas vezes, alertado sobre a actuação pouco convincente de Marcelino, tanto no seu clube, como na Selecção Nacional, mas Mart Nooij sempre insistiu no seu argumento de que ele (Marcelino) é o segundo guarda-redes dos “Mambas”, depois de Kampango.

Marcelino fez exactamente o que muitos já esperavam: oferecer um golo ao adversário, num autêntico frango, cujas imagens televisivas poderão ser muito bem aproveitadas por algumas empresas para fins publicitários.

Perante esta situação, mais do que ninguém, Mart Nooij só pagou pela sua teimosia. Mas, mais do que ele, quem sofreu foram os moçambicanos, em geral, e os simpatizantes dos “Mambas”, em particular, alguns dos quais gastaram o seu dinheirinho para irem ao Quénia, assistir aquelas todas trapaças.

E por onde o Marcelino apanha por tabela? É que, ingénuo que é, não foi capaz de dizer ao “mister” que não estava em condições de estar na baliza. Quis puxar a brasa à sua sardinha e acabou por assar as suas próprias mãos no lugar da sardinha.

Naquele golo até lhe perdou-o. Já vi lances piores que aquele. Já vi muitos guarda-redes de renome a deixarem a bola passar entre as pernas. Já vi guarda-redes que ao tentarem repor a bola com a mão deixaram-na escorregar para atrás. São ossos do ofício no futebol. E só erra quem lá está.

O que já não concordo é a sua atitude quando foi substituído. Primeiro negou abandonar as quatro linhas até que Paíto serviu de “padrinho” para o empurrar lá para fora. Depois mandou uns … para o técnico, depois de ter atirado a camisola da selecção para o chão. Isto só em si é gravíssimo. Muito mais tarde, sentou-se e não mais se quis levantar até que um dirigente da FMF foi retirá-lo directamente para o hotel.

Estas atitudes são, no mínimo, de condenar, principalmente quando o jogador nem sequer tinha razão. São atitudes de um atleta psicologicamente mal preparado e que brinca com o esforço dos outros.

Por aquilo que aconteceu em Nairobi, Mart Nooij e o seu “afilhado” Marcelino devem pedir desculpas em público, caso contrário terão hipotecado a sua personalidade.

publicado por Vaxko Zakarias às 13:34
 O que é? |  O que é? | favorito
Junho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
14
15
20
21
24
25
26
27
28
29
30
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO