Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Quarta-feira, 04 DE Novembro 2009

O FERROVIÁRIO de Maputo adoptou a política de silêncio enquanto carrega baterias para o embate decisivo do próximo domingo, no Estádio da Machava, com o rival Desportivo.

Treino do Ferroviário de Maputo (J. Capela).
Os “locomotivas” querem manter um discurso linear e que não deturpe aquilo que é a sua estratégia para o mais aguardado embate que decidirá o campeão da presente edição do Moçambola. Chiquinho Conde não aceitou ceder qualquer declaração em relação à preparação da equipa e perspectivar o desafio de domingo na sessão de treino de ontem, reiterando que tudo o que diz respeito ao encontro com os “alvi-negros” será abordado esta manhã numa conferência de Imprensa que será orientada pela direcção do clube, tendo como pano de fundo o lançamento do jogo.

Aliás, é compreensível que o Ferroviário não queira deitar os seus trunfos para este jogo em mãos alheias, assim como o seu adversário. Aliás, o provérbio português é claro: “o segredo é a alma do negócio”. E é isto que implicitamente ficou nas pequenas declarações de Chiquinho Conde à nossa Reportagem antes do treino de ontem, no campo do Ferroviário da Baixa.

INTENSIDADE E VELOCIDADE

Foi visível a preocupação de Chiquinho Conde em dotar a equipa de maior celeridade na abordagem do jogo, perfeição na execução do passe e frieza no momento de concretização. Face à importância deste jogo, o Ferroviário apresentou-se ontem com todo o seu “staff” e, da equipa usual, nenhuma ausência foi registada, sendo que todos os jogadores que integraram a Selecção Nacional no Torneio da COSAFA, no Zimbabwe, estiveram igualmente presentes, casos do guarda-redes Pinto, Danito Parruque, Momed Hagy, Whisky, Luís e Jerry.

Tudo ficou claro que não há nenhuma baixa na equipa principal, sendo que o guarda-redes Mahomed, Maurício, Tony Gravata, Jotamo, Butana, Artur Manhiça, Faife, Fredy, Mendes, Tchaka, Jair, Joca, Dário, Zabula também estiveram em acção.

O Ferroviário não terá ficado muito afectado com a paragem do Moçambola, uma vez que participou num torneio na Suazilândia, a convite de equipas locais, nomeadamente o Eleven Men e Mbambane Highlanders, às quais venceu por 5-1 e 1-0, respectivamente.

O torneio, que serviu para a inauguração de um pequeno estádio em Manzini, foi importante para os “locomotivas” manterem o ritmo competitivo, para além do facto de parte dos seus jogadores preponderantes terem participado no Torneio da COSAFA.

publicado por Vaxko Zakarias às 14:53
 O que é? |  O que é? | favorito
Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
14
15
19
21
22
23
27
28
29
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO