Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Terça-feira, 19 DE Maio 2009


CAMPEONATO DE SENIORES DA CIDADE
SE o mau agoiro que normalmente tem perseguido o Desportivo, sobretudo na ponta final do campeonato, tiver sido afastado e a equipa se vir livre para efectivamente exibir à vontade todo o encanto do seu basquetebol, então, não temos a menor dúvida em afirmar que o reinado da bola-ao-cesto maputense, esta temporada, pode transferir o centro de gravidade para o ninho da águia.

É que, se de facto não acontecerem aquelas habituais incongruências que acabam deitando tudo a perder, os “alvi-negros”, a avaliar por aquilo que estão a produzir e comparativamente aos seus adversários, estão em perfeitas condições de conquistar o título de seniores masculinos. Para já, com uma carreira impetuosamente bem elaborada, são os campeões da primeira volta, mercê do triunfo sobre o Costa do Sol pela marca de 94-87, depois de o Ferroviário, seu mais directo oponente, ter derrotado o Maxaquene por 75-70.

Em ambos os desafios, a contar para a super equilibrada Série A, o envolvimento dos artistas foi mais uma magnífica propaganda da modalidade, a escassos três meses do Afrobásquete Líbia-2009, no qual Moçambique será chamado a mostrar o que andou a fazer nos últimos dois anos em seniores masculinos.

É verdade que o equilíbrio dos pratos da balança entre os quatro conjuntos é uma realidade, porém, o gigantismo do Desportivo também não deixa dúvidas a ninguém. Aliás, já nas competições anteriores, nomeadamente no Torneio de Abertura em que ganhou meritoriamente, a chamada de atenção tinha sido feita em relação à equipa que Ferroviário, Maxaquene e Costa do Sol iriam enfrentar.

Chegar ao título da cidade de Maputo, a meta imediata, ainda falta algum troço do caminho. Atingir a cobiçada coroa da Liga Nacional Vodacom é ainda uma montanha íngreme a subir. No entanto, tomando em consideração a revolução competitiva este ano operada por Carlos Ferro e acima de tudo a galhardia demonstrada pelos jogadores em cada desafio, pode dizer-se que o Desportivo é, inequivocamente, o candidato número um a alcançar estas conquistas, desde que, como habitualmente tem acontecido, não claudique na hora da verdade e deite abaixo o sonho lindo dos seus encantadores atletas.

No embate que encerrou a primeira volta do campeonato, o facto de os “canarinhos” em nenhum momento terem virado a cara à luta acabou por valorizar sobremaneira o triunfo “alvi-negro”, numa partida muitíssimo bem disputada e de um grande envolvimento dos jogadores. Os números altos (94-87) conseguidos nos 48 minutos da contenda dizem bem da vontade sempre expressa pelos intervenientes em relação à vitória, que acabou sorrindo para o time que nos momentos decisivos soube ser mais determinado.

No sempre sensacional frente-a-frente entre os campeões e os vice-campeões nacionais, o espectáculo da bola-ao-cesto voltou a delirar os adeptos da modalidade. Tal como nos habituaram, Ferroviário e Maxaquene levaram a decisão do jogo até às últimas consequências, tendo ficado patente na vitória por cinco pontos (75-70) dos “locomotivas” de que, apesar de algumas contrariedades verificadas tanto no Torneio de Abertura como no Campeonato, a turma de Carlos Alberto Niquice continua igual a si própria e não atirará ao caixote de lixo as suas aspirações, as quais passam pela revalidação dos títulos nacional e da capital do país.

No encerramento da primeira volta, Desportivo comanda com seis pontos, seguido do Ferroviário com cinco, Maxaquene quatro e Costa do Sol três, sendo a única formação com derrotas em todos os jogos disputados.

ACADÉMICA SOFRE PRIMEIRA DERROTA

Já não existem equipas imbatíveis no Grupo B do Campeonato de Basquetebol da Cidade de Maputo em Seniores Masculinos. A Académica, que até então vinha ostentando o estatuto de invicta, foi derrotada pela Real Sociedade por 59-54, no embate que juntou no mesmo palco os dois conjuntos mais equilibrados da série.

Tal como se vaticinava, a luta será realmente travada entre Académica e Real Sociedade, tendo como objectivo o primeiro lugar que dá acesso à fase regional sul da Liga Vodacom, a realizar-se em Inhambane. No mesmo campo de probabilidades encontra-se a formação do Aeroporto, que igualmente promete se bater até ao fim.

Nos outros dois encontros, Eagles perdeu primeiro com Aeroporto por 59-79 e posteriormente diante da Universidade Pedagógica pela marca de 69-110.

Enquanto isso, em femininos, Eagles não compareceu ao embate que devia ter travado com APolitécnica A. Por seu turno, Ferroviário bateu Académica por 94-32 e APolitécnica B ganhou ao Maxaquene por 68-47.

QUADRO DE RESULTADOS

Seniores Masculinos

Académica-Real Sociedade (54-59)

Aeroporto-Eagles (79-59)

Ferroviário-Maxaquene (75-70)

Costa do Sol-Desportivo (87-94)

Eagles-Universidade Pedagógica (69-110)

Seniores femininos

Maxaquene-APolitécnica B (47-68)

Eagles-APolitécnica A (FC-V)

Académica-Ferroviário (32-94)

publicado por Vaxko Zakarias às 15:07
 O que é? |  O que é? | favorito
Maio 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
13
16
17
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO